Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Tankado
Membro AAP


Mensagens : 663
Data de inscrição : 29/01/2016

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Seg Fev 06 2017, 22:16

ricardo onga-ku escreveu:

Caro Rafael,

Nós temos discutido o tema regularmente aqui no forum, talvez possa começar por aqui:

http://www.audioanalogicodeportugal.net/t9511-a-escuta-analitica-ou-critica

e continuar aqui:

http://www.audioanalogicodeportugal.net/t11082-filosofia-estetica-musica-audio-e-tutti-quanti

R

Obrigado.
O segundo link passou-me ao lado.


Mas já agora aproveito para dar a minha opinião sobre o assunto, sem o chegar a abordar.
Desculpem se disser alguma barbaridade.

Eu acredito que no final todas as pessoas, com mais ou menos conhecimento técnico vão pelo gosto quando têm que escolher os aparelhos para formar um sistema com a finalidade de ouvir musica em casa.

Acredito que quem começa nisto da audiofilia, mesmo aqueles que agora possuem mais conhecimento tecnico, mais aparelhos e até mais musica. De inicio, mesmo que de forma embrionária, se começaram a orientar pelo que soava melhor ao ouvido.

Esse ouvido vai-se apurando e o tal gosto vai-se alterando com o tempo e experiência.
Mas uma coisa que eu acho que também mexe directamente com o gosto e que se cruza com ele é o conhecimento. Não só no audio, mas em tudo.

Uma pessoa pode guiar-se simplesmente pelo ouvido, mas a determinado ponto do percurso descobre que o que soa melhor não é o real. Ora essa aquisição de conhecimento vai fazer com que tenha mais um parâmetro na balança. É mais uma coisa para fazer comichão...

Dependendo do peso que cada aspecto tem na nossa balança, o balanço vai definir o nosso gosto e é pelo gosto que nos vamos sempre guiar para escolher o nosso som.

Uma área que tenho mais domínio do que o audio é a macrofotografia, não quer com isto dizer que seja o melhor executante do mundo (pelo equipamento que tenho ou pela prática). Mas sei avaliar entre duas fotografias qual a melhor tecnicamente, digamos que a mais perfeita. Contudo isso não quer dizer que seja a que mais gosto mas não deixa de a melhor tecnicamente.

Acredito que para quem trabalha na área e se esforça ao máximo para criar os aparelhos capazes de reproduzir fielmente a nossa musica, seja um pouco frustrante nem sempre o real ser preferido. Mas a evolução tem mesmo de ser por aí e deve ser sempre o real e "perfeito" a referencia.

Se eu tiver que emoldurar uma fotografia para colocar na parede vou sempre escolher a que mais gosto, fazendo o balanço entre a beleza, impacto e técnica... agora que sei que esta ultima existe.
Porque se eu escolher a foto só pela técnica, corro o risco de ter uma óptima fotografia em casa mas raramente olhar para ela Smile


Última edição por Tankado em Seg Fev 06 2017, 23:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Seg Fev 06 2017, 22:55

Em última instância, e porque não existem sistemas perfeitos (nem gravações perfeitas), a escolha termina numa decisão subjectiva.
Em teoria o melhor sistema reproduz o sinal com a maior fidelidade possível, na realidade ele produz também algum "som próprio" e cada um de nós irá optar pelo mal (ou combinação de males) menor, ou por outra qualquer característica que nos agrade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
mango
Membro AAP
avatar

Mensagens : 629
Data de inscrição : 04/10/2010

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Ter Fev 07 2017, 08:51

Tankado escreveu:

Eu acredito que no final todas as pessoas, com mais ou menos conhecimento técnico vão pelo gosto quando têm que escolher os aparelhos para formar um sistema com a finalidade de ouvir musica em casa.

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3306
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Ter Fev 07 2017, 09:58

Tankado escreveu:
... Uma área que tenho mais domínio do que o audio é a macrofotografia, não quer com isto dizer que seja o melhor executante do mundo (pelo equipamento que tenho ou pela prática). Mas sei avaliar entre duas fotografias qual a melhor tecnicamente, digamos que a mais perfeita. Contudo isso não quer dizer que seja a que mais gosto mas não deixa de a melhor tecnicamente. ...

Se como diz sabe avaliar, então a sua escolha qualquer que seja é sempre ciente e se tiver remorsos ... a unica culpa é sua. Ora que se escolher sob influência de amigos, forums, revistas, lojas, marcas, tecnologia e etc a coisa jà é menos evidente...

Penso que neste topico, é o que o Ricardo tenta provar a partir desta nova (ou jà velha) teoria! cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tankado
Membro AAP
avatar

Mensagens : 663
Data de inscrição : 29/01/2016
Idade : 25
Localização : Leiria

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Ter Fev 07 2017, 20:03

TD124 escreveu:
Tankado escreveu:
... Uma área que tenho mais domínio do que o audio é a macrofotografia, não quer com isto dizer que seja o melhor executante do mundo (pelo equipamento que tenho ou pela prática). Mas sei avaliar entre duas fotografias qual a melhor tecnicamente, digamos que a mais perfeita. Contudo isso não quer dizer que seja a que mais gosto mas não deixa de a melhor tecnicamente. ...

Se como diz sabe avaliar, então a sua escolha qualquer que seja é sempre ciente e se tiver remorsos ... a unica culpa é sua. Ora que se escolher sob influência de amigos, forums, revistas, lojas, marcas, tecnologia e etc a coisa jà é menos evidente...

Penso que neste topico, é o que o Ricardo tenta provar a partir desta nova (ou jà velha) teoria! cheers

Estamos na acordo quanto a isso, a partir do momento que é uma escolha realmente informada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   Qui Mar 30 2017, 21:07

Tankado escreveu:
Uma área que tenho mais domínio do que o audio é a macrofotografia, não quer com isto dizer que seja o melhor executante do mundo (pelo equipamento que tenho ou pela prática). Mas sei avaliar entre duas fotografias qual a melhor tecnicamente, digamos que a mais perfeita. Contudo isso não quer dizer que seja a que mais gosto mas não deixa de a melhor tecnicamente.

Não sei se foi isto que queria dizer mas aquilo a que me refiro não trata de avaliar a qualidade artística da fotografia mas a qualidade da reprodução, ou seja, o desempenho do sistema de captura (câmara+lente), processamento (editor de imagem) e reprodução (impressora+papel ou monitor).

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"Audio Relativismo" - A nova Doença, uma nova Desculpa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» RAISING LEGENDS RECORDS - a nova editora portuguesa.
» Adam Dutkiewicz, George "Corpsgrinder" Fisher e Shannon Lucas formam nova banda
» Gênero: Bossa-Nova
» Fórum com nova cara Sugestões
» Nova aquisição

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: