Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 A Doença de Jazzeimer

Ir em baixo 
AutorMensagem
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: A Doença de Jazzeimer   Sab Nov 15 2014, 13:51



A Doença de Jazzeimer é a forma mais comum de Demência, constituindo cerca de 50% a 70% de todos os casos.

O que é a Doença de Jazzeimer?
A Doença de Jazzeimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras).

Esta deterioração tem como consequências alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, dificultando a realização das suas atividades de vida diária.

O nome desta doença deve-se a Alois Jazzeimer, médico alemão que em 1907, descreveu pela primeira vez a doença.

À medida que as células cerebrais vão sofrendo uma redução, de tamanho e número, formam-se tranças neurofibrilhares no seu interior e placas senis no espaço exterior existente entre elas. Esta situação impossibilita a comunicação dentro do cérebro e danifica as conexões existentes entre as células cerebrais. Estas acabam por morrer e isto traduz-se numa incapacidade de recordar a informação. Deste modo, conforme a Doença de Jazzeimer vai afetando as várias áreas cerebrais vão-se perdendo certas funções ou capacidades.

Quando a pessoa perde uma capacidade, raramente consegue voltar a recuperá-la ou reaprendê-la.

A Doença de Jazzeimer é uma doença neurodegenerativa e auditiva
Em termos neuropatológicos, a Doença de Jazzeimer caracteriza-se pela morte neuronal em determinadas partes do cérebro, com algumas causas ainda por determinar, mas todos os indícios apontam para a audição excessiva de Jazz

O aparecimento de tranças fibrilhares e placas senis impossibilitam a comunicação entre as células nervosas, o que provoca alterações ao nível do funcionamento global da pessoa, começam a comprar compulsivamente discos de Jazz e dizem que os mesmos soam diferentemente. Arruinando as finanças da família, situação só comparável ao vício do jogo. Felizmente o Jazzeimer afeta um número muito reduzido de pessoas!

Quais são os sintomas?
Nas fases iniciais, os sintomas da Doença de Jazzeimer podem ser muito subtis. Todavia, começam frequentemente por lapsos de memória e dificuldade em encontrar as palavras certas para objetos do quotidiano.
Estes sintomas agravam-se à medida que as células cerebrais vão morrendo e a comunicação entre estas fica alterada. Chegando ao ponto de apenas os portadores da maleita conseguirem comunicar entre si.

Outros sintomas característicos:
• Dificuldades de memória persistentes e frequentes, especialmente de acontecimentos recentes;
• Apresentar um discurso vago durante as conversações;
• Perder entusiasmo na realização de atividades, anteriormente apreciadas;
• Demorar mais tempo na realização de atividades de rotina;
• Esquecer-se de pessoas ou lugares conhecidos;
• Incapacidade para compreender questões e instruções;
• Deterioração de competências sociais;
• Imprevisibilidade emocional.
• Erupções Cutâneas
• Impotência Sexual
• Dificuldade em encontrar parceira
• Gonorreia


Existe algum tratamento disponível?
Até à presente data não existe cura para a Doença de Jazzeimer. No entanto, existem algumas formulas simples que parecem permitir alguma estabilização do funcionamento cognitivo nas pessoas com Doença de Jazzeimer, nas fases ligeira e moderada.

Tais como alguns tratamentos também podem ser prescritos para sintomas secundários, como inquietude e depressão, ou para ajudar a pessoa com Doença de Jazzeimer a dormir melhor, pensar melhor e em última análise a regenerar-se...

As Preces poderão ser em último recurso, The Cure for the Pain


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Sab Nov 15 2014, 14:31

Genial.



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8520
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Sab Nov 15 2014, 15:08

Antes pelo contrário muita da música atual só faz é vontade de ter jazzeimer
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Sab Nov 15 2014, 15:23

anibalpmm escreveu:
Antes pelo contrário muita da música atual só faz é vontade de ter jazzeimer




_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 21:27




Mais uma vítima desta terrível doença...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15338
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 21:36

lol!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 21:53

Alexandre Vieira escreveu:



Mais uma vítima desta terrível doença...



Parece-me mais um daqueles que ouve Beck e outras popalhadas. dvil

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8520
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 22:09

António José da Silva escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:



Mais uma vítima desta terrível doença...



Parece-me mais um daqueles que ouve Beck e outras popalhadas. dvil
Hummmmmm
Eu como especialista na área digo q é mais pra aqueles q ouvem pink floyd e afins
geek
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rui Mendes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3174
Data de inscrição : 17/04/2012
Idade : 47
Localização : Alfragide

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 22:45

Não!

O Roger Waters parece-me um gajo normal...

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Seg Dez 29 2014, 22:47

anibalpmm escreveu:
António José da Silva escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:



Mais uma vítima desta terrível doença...



Parece-me mais um daqueles que ouve Beck e outras popalhadas. dvil
Hummmmmm
Eu como especialista na área digo q é mais pra aqueles q ouvem pink floyd e afins
geek



Aliás, até digo mais, é mesmo o Beck em pessoa. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10461
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 03:23


Sou eu  drunken , ou anda tudo "marado"...  

.... eles "andem" aí....
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 03:37

Luis Filipe Goios escreveu:

Sou eu  drunken , ou anda tudo "marado"...  

.... eles "andem" aí....
cheers



O pior de todos é esse senhor Alexandre.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mozarteano
Membro AAP
avatar

Mensagens : 770
Data de inscrição : 26/08/2010
Idade : 55
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 08:15

Amigos, não querendo ser a ovelha ranhosa da coisa, e estando a dois dias do culminar de mais um ano, julgo que este tópico em minha modesta opinião, e' muito pouco ou nada interessante. brinquemos mas não com matérias deste teor.

Não faco ideia se alguém ja se confrontou com este tipo de demência junto de algum familiar e ou amigo, mas foram aqui referenciados os sintomas, queira deus que nunca se confrontem com isso, profunda degradação do ser humano, mas amigos e' o que nos espera a' maioria de nos' se chegarmos la', e a nossos Pais, portanto julgo e repito este tópico nao vem enriquecer nada o espirito da coisa, que tanto se apregoa por aqui, posto isto, facam favor de ser felizes.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Rui Mendes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3174
Data de inscrição : 17/04/2012
Idade : 47
Localização : Alfragide

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 09:35

Olá Mozarteano

Eu percebo e compreendo as suas palavras e, sendo um dos que participei na brincadeira, sinto que tenho legitimidade para tecer algumas considerações.

Para mim, não há assunto sério demais que não possa ser alvo de uma sátira como a que o Alexandre Vieira fez.

Se começarmos a pôr linhas a não ultrapassar acabaremos por estar confinados em tudo.

Desde que se mantenha um mínimo de bom senso (infelizmente cada um tem o seu) existe lugar para todos sermos tolerantes com os excessos dos outros.

Olhemos para dois filmes recentes.
Uma comédia sem qualidade, com um argumento sofrível no máximo, fez a Sony cancelar o lançamento do filme, o Presidente do Estados Unidos falar em público e a estrutura de poder da nuclear Coreia do Norte, que tem um milhão de soldados a 50 km de Seul, chamar-lhe macaco da selva.
Outro filme de ficção, o Exodus, que retrata os episódios à volta da vida de Moisés, foi proibido por ordem verbal de ser exibido em Marrocos (que tinha mulheres na universidade no século XI) e no Egito. A razão é que Moisés não pode ser retratado (à semelhança de Maomé).

Onde paramos então?

Ainda em relação à doença satirizada, eu ontem levei a minha avó de 92 anos para um lar com essa maleita. Até agora tinha vivido independente na sua casa. Mas já não podia mais, pois a sua saúde mental está-se a deteriorar rapidamente e já tinha ocasiões em que não se lembrava onde era a casa de banho.

Deixo uma aproximação ao que penso. A atitude que os Monty Python sempre tiveram desde que o Graham Chapman faleceu de cancro em 1989.
http://en.wikipedia.org/wiki/Monty_Python_Live_%28Mostly%29

Just my 2 cents Mozarteano. Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:20

Mozarteano escreveu:
Amigos, não querendo ser a ovelha ranhosa da coisa, e estando a dois dias do culminar de mais um ano, julgo que este tópico em minha modesta opinião, e' muito pouco ou nada interessante. brinquemos mas não com matérias deste teor.

Não faco ideia se alguém ja se confrontou com este tipo de demência junto de algum familiar e ou amigo, mas foram aqui referenciados os sintomas, queira deus que nunca se confrontem com isso, profunda degradação do ser humano, mas amigos e' o que nos espera a' maioria de nos' se chegarmos la', e a nossos Pais, portanto julgo e repito este tópico nao vem enriquecer nada o espirito da coisa, que tanto se apregoa por aqui, posto isto, facam favor de ser felizes.



Estimado Mozarteano

Como é obvio não irei pedir desculpa por um tópico completamente inocente que apenas queria potenciar o riso tendo por base a quantidade enorme de "jazzistas" que por este fórum grassam. Mas, pessoalmente, fico triste se este tópico de algum modo lhe criou uma qualquer sensibilidade por via da experiência de vida que tem/teve.

Como disse o Rui Mendes, não passa de uma sátira, que brinca com algo que nem sequer é humanamente conceptível.

A finalizar direi que existem duas coisas que nunca abdicarei, do meu "péssimo" humor e da amizade que tenho para com toda a gente que me respeita, e como a sua critica foi com respeito, deixo-lhe um abraço amigo, fraterno e sentido

Respeitosamente

Alexandre Vieira
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10461
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:30

Alexandre Vieira escreveu:




Estimado Mozarteano

Como é obvio não irei pedir desculpa por um tópico completamente inocente que apenas queria potenciar o riso tendo por base a quantidade enorme de "jazzistas" que por este fórum grassam. Mas, pessoalmente, fico triste se este tópico de algum modo lhe criou uma qualquer sensibilidade por via da experiência de vida que tem/teve.

Como disse o Rui Mendes, não passa de uma sátira, que brinca com algo que nem sequer é humanamente conceptível.

A finalizar direi que existem duas coisas que nunca abdicarei, do meu "péssimo" humor e da amizade que tenho para com toda a gente que me respeita, e como a sua critica foi com respeito, deixo-lhe um abraço amigo, fraterno e sentido

Respeitosamente

Alexandre Vieira


Assim se faz o AAP.
Um aplauso e um abraço!
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:32

Alexandre.

Ainda vais a tempo de ser salvo, basta para tal, começares a ouvir boas musica e deixares de ouvir essas coisas que para ai tens.
Sei que ouvires boa musica é uma mudança radical para ti, mas eu estou convencido que com os tutores certos, tu vais lá. Entretanto, e enquanto não chegares a esse objetivo tão oposto à tua realidade atual, vai tomando a tua medicação, e se possível, aumenta a posologia. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:40

António José da Silva escreveu:
Alexandre.

Ainda vais a tempo de ser salvo, basta para tal, começares a ouvir boas musica e deixares de ouvir essas coisas que para ai tens.
Sei que ouvires boa musica é uma mudança radical para ti, mas eu estou convencido que com os tutores certos, tu vais lá. Entretanto, e enquanto não chegares a esse objetivo tão oposto à tua realidade atual, vai tomando a tua medicação, e se possível, aumenta a posologia. lol!


AS GOTAS… (E A FALTA QUE ME FAZEM)
Chá tranquilizante para uma noite pouco agitada.
Vento tépido em noite activa, é como um cão desumano aquém de um pé-de-vento sem talento.
Espirituosa cachinada proclamada por um boião de compota de cachamorra.
Desejando uma enguia eléctrica a procriar 23% das minhas necessidades eléctricas, para evitar saldar o tributo.

Metade de um buraco de uma peúga e uma outra meação quase rebocada.
Maravilhosos sais de fruta em forma de orégãos, para rebater a azia de laranjas sardentas em bocas sedentas.
Marafonas em forma de sanfonas bravias, para faustos ávidos, comensais e pérfidos
Popós anómalos para gente sem nexo, que sonda com demora a remissão do Sol.

Quebras de epístolas são fins sensabores de paladares insípidos de gentio em brenha.
Guarda-sóis, guarda-rios, guarda-costas, guarda-lamas e guarda-fatos, não conseguem todos juntos das borracheiras nos abrigar.
Meio anzol, não pesca metade do pescado, isto porque na arte da pescaria, ou é tudo, ou não é nada; e nada é não conseguir retirar do mar, inclusivamente a velha bota do pescador que tanto nos faz gracejar.
Por fim, e em resumo vos digo que: As gotas que me fornecem, os bem-nascidos mentais médicos que as estatuem, fixam-me a ciência, dão me até descontracção, mas tiram-me a arte da abstracção.

Por isso hoje, quando as gotas omiti, era porque havia decidido, com vaidade alimentar, a minha prazenteira, ambígua e vacilante disfunção.


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:56

Alexandre Vieira escreveu:


Por isso hoje, quando as gotas omiti, era porque havia decidido, com vaidade alimentar, a minha prazenteira, ambígua e vacilante disfunção.





O problema não está na medicação, mas aquilo que usas como meio de transporte dos comprimidos.





smedley

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:57

António José da Silva escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:


Por isso hoje, quando as gotas omiti, era porque havia decidido, com vaidade alimentar, a minha prazenteira, ambígua e vacilante disfunção.





O problema não está na medicação, mas aquilo que usas como meio de transporte dos comprimidos.





smedley


Se fosse VAT 69 estaria certamente bem pior...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64803
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 12:58

Alexandre Vieira escreveu:


Se fosse VAT 69 estaria certamente bem pior...



Conheço um caso de extrema gravidade.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3214
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   Ter Dez 30 2014, 13:01

António José da Silva escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:


Se fosse VAT 69 estaria certamente bem pior...



Conheço um caso de extrema gravidade.


Só um??????

Isso é fantástico

Ou então tens andado muito distraído...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Doença de Jazzeimer   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Doença de Jazzeimer
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Alimentos Que Curam e Previnem Doenças
» Morre Marcel Jacob
» Faleceu Bernardo Sassetti
» Segredos sobre o Kpop (Parte 1)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: