Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Resistência

Ir para baixo 
+9
José Miguel
analog_sa
ricardo.canelas
galvaorod
tomaz
PedroH
Alexandre Vieira
TD124
agorgal
13 participantes
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
agorgal
Membro AAP



Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQua Abr 20 2022, 18:27

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQua Abr 20 2022, 19:36

PedroH escreveu:

(...)

 existem ruas com marxistas como Amilcar Cabral que foi um guineese que andou a matar portugueses  etc e tal mas por exemplo um Marcelino da Mata que salvou portugueses e foi o militar mais condecorado da história portuguesa quantas ruas tem com o nome dele?  eu não conheço nenhuma.

(...)

PedroH escreveu:


(...)

A nivel internacional isto é possivel, pois é o direito á autodeterminação dos povos.

o Artigo 1º - 1. Todos os povos têm direito à autodeterminação. Em virtude desse direito, determinam livremente seu estatuto político e asseguram livremente seu ..

(...)


Eu sei que retirar frases do seu contexto pode ser perverso mas:

Então Amilcar Cabral, um lutador pela independência do seu povo, o guineense, andou a matar portugueses  (deduzo que o considere um assassino) e Marcelino da Mata que matou os do seu próprio povo para contrariar a luta pela sua independência é um herói?

Amilcar Cabral, Agostinho Neto e Samora Machel, lutadores pela independência dos seus povos (apenas lembro estes entre muitos) também se inserem no contexto do Artº 1º do Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos? Ou pensa que, apenas porque lutaram contra os portugueses, não têm esse direito?

Tem reservas sobre o exercício do direito à defesa da integralidade do território ucraniano e pensa que duas províncias que, tendo História, a têm integrada na História da Ucrânia enquanto nação, têm o direito de, unilateralmente e com ajuda (e interesse) de um país adjacente, declarar independência? E se Espanha, um dia, entender estender a sua soberania ao Algarve, por exemplo? De que lado se vai colocar?

Em Portugal tivemos a FLAMA (Frente de Libertação do Arquipélago da Madeira) e a FLA (Frente de Libertação doa Açores) e que lutaram pela independência de ambos os arquipélagos. Achou-os legítimos na altura?
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQua Abr 20 2022, 23:53

agorgal escreveu:


Eu sei que retirar frases do seu contexto pode ser perverso mas:

Então Amilcar Cabral, um lutador pela independência do seu povo, o guineense, andou a matar portugueses  (deduzo que o considere um assassino) e Marcelino da Mata que matou os do seu próprio povo para contrariar a luta pela sua independência é um herói?

Essa afirmação dita por muitos é um erro frequente ,  na verdade acredito que o tenha dito de forma inconsciente , mas não, ele não matou o seu povo, ele matou sim terroristas do PAIGC que nunca foram o povo dele antes pelo contrário,  elementos do PAIGC mataram-lhe a família incluindo a irmã gravida .  Tive durante a vida de conhecer alguns guinnenses cá e todos fugiram da Guiné devido ao PAIGC , mesmo Cabo Verde mudou a bandeira já nos anos 90 devido a politicas desastrosas do PAIGC ,  o povo do Marcelino da Mata são os portugueses que sempre o acompanharam ao longo da vida , alguns deles tambem de raizes guineenses mas portugueses.







Citação :




Em Portugal tivemos a FLAMA (Frente de Libertação do Arquipélago da Madeira) e a FLA (Frente de Libertação doa Açores) e que lutaram pela independência de ambos os arquipélagos. Achou-os legítimos na altura?

Eu sempre fui contra independências e anda-se a brincar a elas ha mais de 50anos, na verdade quase todas são para ficarem pior.  

Sou contra a independências, porque todas as elas são controversas, incluindo a da própria Ucrânia, mas sou a fazer de regiões autonomas.

Obvio que Madeira e Açores tiveram frente independentistas, não temos o direito de mandar nos portugueses de lá, por isso eles são uma região autonoma, na Madeira mandam os madeirenses e nos Açores igual mandam os açoreanos. No Portugal insular que eu tenho um enorme respeito é onde eu vejo o expoente máximo da portugalidade

No tempo da independência de Cabo Verde e São Tomé até se falou que seriam regiões autónomas, e acabaram por não sei devido a pressões do PAIGC e ficaram pior, mais valiam terem sido.


Falou-se o que muda com a guerra e falei de muitas coisas, e esqueci essa da soberania,  antes desta guerra viviamos a era dos "coitadinhos" da independências como um direito,  até tivemos nas nossa tv do Estado um prós e contras sobre a Catalunha, e muita gente cá sem perceber nada do assunto defendia a independência porque sim... esta guerra fez mudar isso,  as criticas que se cá se deram ao governo e ao rei de Espanha não se aplicam ao Zalensky em relação aos separatistas da Ucrânia.

Quem sabe da proxima vez que os separatistas da Catalunha sairem á rua quem sabe o governo espanhol não tenha mais autoridade para  lhes dar um "tratamento" mais em estilo Zalensky, espero que não porque tenho a certeza que o impacto não seria o mesmo.
Nestes assuntos sensíveis o "lado da razão e da moral " é determinado pelos jornais e quem lhes paga nestes caso estão com o Zalensky e uma boa parte com  independentistas da Catalunha.
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQui Abr 21 2022, 09:30

[quote="agorgal"]
PedroH escreveu:

(...)

E se Espanha, um dia, entender estender a sua soberania ao Algarve, por exemplo? De que lado se vai colocar?
?

Essa comparação não tem sentido nem é comparável .

Um Algarvio ou Alentejano ou outra região portuguesa , nasceu português, já os avôs dele se eram da região eram portugueses e por aí fora, e nunca foram espanhois.

Já os ucranianos que conheço nasceram todos eles num país chamado União Soviética o mesmo que nasceu Putin.

E mais a "escola" de Zalensky é a mesma de Putin, ambos tem a escola soviética

Portanto são realidades diferentes.

Hoje ouvi na radio os Russos anunciarem que tem o controlo da cidade de Mariupol e que já foram reunidas condições para a população civil poder regressar.

Li tambem que há cada vez mais pessoas a concordar com a não presença desse Zelensky no parlamento, é bom sinal, quer dizer que o povo ainda não está totalmente cego com as lavagens cerebrais do sistema. Resistência - Página 6 754215


https://www.dn.pt/sociedade/zelensky-na-ar-quase-um-quarto-concorda-com-o-voto-contra-dos-comunistas-14786720.html

Ontem tambem fiquei contente ao ver que o monumento da Chaimite do Seixal que tinha sido barbaramente vandalizado ao ser pintado a pincel por selvagens com as cores da Ucrânia já está limpo e a dignificar novamente a nossa história.
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQui Abr 21 2022, 20:15

PedroH escreveu:
agorgal escreveu:


E se Espanha, um dia, entender estender a sua soberania ao Algarve, por exemplo? De que lado se vai colocar?
?

Essa comparação não tem sentido nem é comparável .

Um Algarvio ou Alentejano ou outra região portuguesa , nasceu português, já os avôs dele se eram da região eram portugueses e por aí fora, e nunca foram espanhois.

Já os ucranianos que conheço nasceram todos eles num país chamado União Soviética o mesmo que nasceu Putin.

E mais a "escola" de Zalensky é a mesma de Putin, ambos tem a escola soviética

Portanto são realidades diferentes.

Hoje ouvi na radio os Russos anunciarem que tem o controlo da cidade de Mariupol e que já foram reunidas condições para a população civil poder regressar.

Li tambem que há cada vez mais pessoas a concordar com a não presença desse Zelensky no parlamento, é bom sinal, quer dizer que o povo ainda não está totalmente cego com as lavagens cerebrais do sistema. Resistência - Página 6 754215


https://www.dn.pt/sociedade/zelensky-na-ar-quase-um-quarto-concorda-com-o-voto-contra-dos-comunistas-14786720.html

Ontem tambem fiquei contente ao ver que o monumento da  Chaimite do Seixal que tinha sido barbaramente vandalizado ao ser pintado a pincel por selvagens com as cores da Ucrânia já está limpo e a dignificar novamente  a nossa história.
[/quote]

Talvez a questão não tenha sido bem formulada, aqui fica reformulada:

Imagine que, daqui por uns anos, alguém que acha que seria melhor ser espanhol que português (a gasolina é um pouco mais barata, ganha-se mais, existe o conceito de "siesta"...) e que esse alguém mora no Algarve. E deseja que a "Costa del Sol" se estenda até Sagres. Com esta ideia na mente agrega uma data considerável de concidadãos. Aí uns 30% da população algarvia... (não são poucos os portugueses que preferiam ser espanhóis!) Imagine que o governo de Espanha simpatizava com a ideia e que os setenta por cento dos algarvios que não acham piada nenhuma à coisa iniciavam um movimento de ostracização aos algarvios espanholizados. De vez em quando ambos os grupos até chegavam a vias de facto tipo claques de futebol Benfica-Sporting quando a polícia está distraída. Com o argumento de ser uma minoria étnica perseguida, os espanhóis começavam a fornecer armamento pesado ao chamado Movimento por um Algarve Espanhol... cujo programa apontava para a criação da República Livre do Algarve com o horizonte de, a prazo, ser integrada no reino de Espanha como região autónoma. E que Espanha, percebendo não ser suficiente o envio de armamento começava a, e também, enviar soldados e mercenários bem equipados mas sem qualquer emblema que identificasse a sua origem. Ocupada parte substancial do Algarve, organizava-se um referendo com apenas duas perguntas: "Quer ser espanhol?" e "Quer ser cidadão do Reino de Espanha?". Como potência não muito descaradamente ocupante contava os papelinhos do dito referendo e divulgava, pelos meios de comunicação pagos pelo sistema (espanhol) que o povo do Algarve apoiava a integração de forma arrasadora, 99% dizia sim, 1% não deu opinião. E o pobre exército português, apanhado desprevenido e mal preparado para estas confusões da guerra era obrigado a recuar para norte da Serra de Monchique. E as coisas se mantinham assim durante meia dúzia de anos, tiro práli, tiro práqui...
Um belo dia, para distrair o povo dos problemas da inflação, o reino de Espanha resolvia solucionar a questão algarvia. Cercava Portugal do Minho ao Guadiana com 100.000 militares pesadamente armados, blindados, canhões, camiões e todas as outras coisas que se usam na guerra. Mandava uma cartinha ao primeiro-ministro português a dizer que o reino de Espanha declarava a independência da República Livre do Algarve. E que, no caso da proposta de independência de não ser aceite, invadia Portugal e partia a nossa loiça toda (acho que ja escrevi estas palavras antes...). E, como o nosso primeiro-ministro resmungou, invadiram mesmo.

De que lado se coloca? Por quem pende o seu nacionalismo?

É que foi mais ou menos isto que se passou na Crimeia, no Donbass e, finalmente na Ucrânia toda.

Quanto ao resto: a União Soviética, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas não foi um país, foi um estado. Nem sempre estado e país são sinónimos e ambos acabam por ter significados diferentes consoantes as leis constitutivas (as constituições) dos estados/países/nações. Por vezes são estados constituídos por países (a URSS foi um exemplo) outras vezes são países constituídos por estados (EUA e Brasil são exemplo). E nação também aqui entra ao barulho e, por exemplo, é um termo usado nos EUA num determinado contexto: as nações índias (que estão proibidas de se tornarem independentes).

Sabe uma coisa? Pena é que o sistema não lave, também, automóveis, roupa e loiça. Eu seria grande cliente.

Continuo, depois de ler o que escreveu sobre o novo herói Zelensky (e fixei a palavra hetero que isto de "lesbians & queers" heróis não tem graça nenhuma) a não perceber porque este não pode falar - que fique bem claro: por video-conferência - no Parlamento.
Tem ideia de quantos chefes de estado ou soberanos de outros países já lá botaram discurso?

Quanto à Chaimite: tenho pena que lhe tenham mudado a cor novamente. E, dadas as circunstâncias, acredito que, pelo que conheço de Salgueiro Maia, ele partilharia da minha opinião se fosse vivo.
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQui Abr 21 2022, 22:33

agorgal escreveu:


Imagine que, daqui por uns anos, alguém que acha que seria melhor ser espanhol que português (a gasolina é um pouco mais barata, ganha-se mais, existe o conceito de "siesta"...) e que esse alguém mora no Algarve. E deseja que a "Costa del Sol" se estenda até Sagres. Com esta ideia na mente agrega uma data considerável de concidadãos. Aí uns 30% da população algarvia... (não são poucos os portugueses que preferiam ser espanhóis!) Imagine que o governo de Espanha simpatizava com a ideia e que os setenta por cento dos algarvios que não acham piada nenhuma à coisa iniciavam um movimento de ostracização aos algarvios espanholizados. De vez em quando ambos os grupos até chegavam a vias de facto tipo claques de futebol Benfica-Sporting quando a polícia está distraída. Com o argumento de ser uma minoria étnica perseguida, os espanhóis começavam a fornecer armamento pesado ao chamado Movimento por um Algarve Espanhol... cujo programa apontava para a criação da República Livre do Algarve com o horizonte de, a prazo, ser integrada no reino de Espanha como região autónoma. E que Espanha, percebendo não ser suficiente o envio de armamento começava a, e também, enviar soldados e mercenários bem equipados mas sem qualquer emblema que identificasse a sua origem. Ocupada parte substancial do Algarve, organizava-se um referendo com apenas duas perguntas: "Quer ser espanhol?" e "Quer ser cidadão do Reino de Espanha?". Como potência não muito descaradamente ocupante contava os papelinhos do dito referendo e divulgava, pelos meios de comunicação pagos pelo sistema (espanhol) que o povo do Algarve apoiava a integração de forma arrasadora, 99% dizia sim, 1% não deu opinião. E o pobre exército português, apanhado desprevenido e mal preparado para estas confusões da guerra era obrigado a recuar para norte da Serra de Monchique. E as coisas se mantinham assim durante meia dúzia de anos, tiro práli, tiro práqui...
Um belo dia, para distrair o povo dos problemas da inflação, o reino de Espanha resolvia solucionar a questão algarvia. Cercava Portugal do Minho ao Guadiana com 100.000 militares pesadamente armados, blindados, canhões, camiões e todas as outras coisas que se usam na guerra. Mandava uma cartinha ao primeiro-ministro português a dizer que o reino de Espanha declarava a independência da República Livre do Algarve. E que, no caso da proposta de independência de não ser aceite, invadia Portugal e partia a nossa loiça toda (acho que ja escrevi estas palavras antes...). E, como o nosso primeiro-ministro resmungou, invadiram mesmo.

De que lado se coloca? Por quem pende o seu nacionalismo?


Continuo a não achar a situação de Espanha Portugal comparável.

Mas como nacionalista preocupa-me mais certos individuos que agora alguem determinou em lhes dar cidadania e passaram a ser oficialmente portugueses do que portugueses que querem ser espanhois,  quem quiser ser espanhol que o seja,  eu se quiser e sem problema nenhum poderei ser espanhol, pois tenho ascendência espanhola e acho Espanha junta com Portugal mas maiores civilizações do ocidente, portanto se um dia quiser ser espanhol serei com bastante orgulho, no entanto nunca deixarei de ser portugueses.

Portugal e Espanha no passado já estiveram um período unificados e os portugueses nunca deixaram de ser portugueses por isso.
Espanha anexou Olivença e não se fez uma guerra por isso e o povo de Olivença não quer voltar a ser português e eu não os condeno por isso, mas quiseram ter a dupla nacionalidade e acho que eles tem razão.

Espanha e Portugal tem laços históricos com anos,  qualquer divergência não será com uma guerra que se resolve, nem a destruir tudo nem a matar o povo, portanto entre Portugal e Espanha tudo se resolve de forma diplomática , já se falou de uma união iberica , essa ideia é definida e defendida por muitos,  mas portugueses seriam sempre portugueses mesmo que tivesse um governo misto, e a avaliar o calibre dos nossos governantes se calhar nem perdiamos grande coisa.  


Citação :


Quanto ao resto: a União Soviética, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas não foi um país, foi um estado. Nem sempre estado e país são sinónimos e ambos acabam por ter significados diferentes consoantes as leis constitutivas (as constituições) dos estados/países/nações. Por vezes são estados constituídos por países (a URSS foi um exemplo) outras vezes são países constituídos por estados (EUA e Brasil são exemplo). E nação também aqui entra ao barulho e, por exemplo, é um termo usado nos EUA num determinado contexto: as nações índias (que estão proibidas de se tornarem independentes).

Sempre li que a União Soviética era uma nação,  constituida por vários estados, ou regiões, se calhar estamos perante uma questão semântica


Citação :

Sabe uma coisa? Pena é que o sistema não lave, também, automóveis, roupa e loiça. Eu seria grande cliente.

Esta não entendi...


Citação :

Continuo, depois de ler o que escreveu sobre o novo herói Zelensky (e fixei a palavra hetero que isto de "lesbians & queers" heróis não tem graça nenhuma) a não perceber porque este não pode falar - que fique bem claro: por video-conferência - no Parlamento.
Tem ideia de quantos chefes de estado ou soberanos de outros países já lá botaram discurso?

No meio de uma guerra 1 dos intervenientes ser convidado não é uma situação normal, muito menos ele vir pedir armas e darem-lhe. Obviamente para se matarem todos uns aos outros.  Nesta situação na minha opinião bem fez o PCP que nem marcou presença, e eu nem sou comunista mas desta fez concordo com eles .


Citação :

Quanto à Chaimite: tenho pena que lhe tenham mudado a cor novamente. E, dadas as circunstâncias, acredito que, pelo que conheço de Salgueiro Maia, ele partilharia da minha opinião se fosse vivo.

Salgueiro Maia era um homem integro, não andava a vandalizar monumentos,  a vandalização de momentos e da história é e deve ser um crime,  a história e os monumentos deve e tem de ser preservados, e representar o que representam e não outras coisas alheias ao monumento.  

E já agora , o 25de Abril não é do Salgueiro Maia embora ele tenha sido dos principais intervenientes , nem tão pouco o 25 de Abril é uma propriedade do PCP ou do BE  como alguns gostam de salientar. O 25 de Abril nem é de esquerda nem de direita nem de nenhum partido na verdade o 25 de Abril não tem dono! é um dia de mudança e importante na história de Portugal .
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 10:09

PedroH escreveu:



(...)
e a avaliar o calibre dos nossos governantes se calhar nem perdiamos grande coisa.  
(...)


"Olhe que não, doutor, olhe que não..."


PedroH escreveu:


Sempre li que a União Soviética era uma nação,  constituida por vários estados, ou regiões, se calhar estamos perante uma questão semântica



Não estamos a falar de questões de semântica, estamos a falar de organização politico-territorial dos estados. E é coisa séria, que não pode ser distorcida para encaixar em novos discursos políticos. Essas distorções são o início de algumas guerras, esta, por exemplo.


PedroH escreveu:
agorgal escreveu:


Sabe uma coisa? Pena é que o sistema não lave, também, automóveis, roupa e loiça. Eu seria grande cliente.

Esta não entendi...

Como tem sempre as lavagens cerebrais na ponta da pena... eu tentei abrir o campo para outras lavagens bem mais úteis na minha vida pessoal!

Não me é difícil, no meu ponto de vista obviamente, assumir que, se há por estes lados alguém com uma lavagem cerebral bem feita, serviço completo, é o meu interlocutor, o "PedroH". Tem todos os sintomas disso: discurso monocórdico, repetitivo; sempre os mesmos argumentos e chavões; incapacidade de pensar por si (as palavras podem ser suas mas as ideias não - são cópias fieis de outros discursos); Finalmente: uma necessidade extrema de marcar opinião em todo o lado, como se missionário fosse (chamar-lhe-ia de fazedor de proselitismo político).

Tem que ter sempre a última palavra, a última frase, o último "post". Enfim, um radical, um militante, um extremista, convencido que tem sempre razão, que é o único detentor da verdade e que os outros são todos uns idiotas e incapazes, manipulados por forças malignas e/ou por um sistema não menos maligno e condenados a um futuro de extinção.

Quer uma prova do que disse neste último parágrafo? O seu avatar. Ele abespinha-me, é meu o sentimento, eu sei. Mas representa tudo aquilo que abomino: provocador no que deve ser um círculo de amigos, significante de pela espada e pela cruz "contra tudo e contra todos", um escudo simbolizando a "verdade divina" (e arqueiros com falta de pontaria). Imagem de conquista de tudo o que é "infiel", Jerusalém à vista... mouros nem vê-los!
Na sua linguagem, no seu pensamento, ele representará muito bem a sua pessoa. No meu representa aquilo que mais detesto: a força das armas contra a força da razão.



PedroH escreveu:

No meio de uma guerra 1 dos intervenientes ser convidado não é uma situação normal, muito menos ele vir pedir armas e darem-lhe. Obviamente para se matarem todos uns aos outros.  Nesta situação na minha opinião bem fez o PCP que nem marcou presença, e eu nem sou comunista mas desta fez concordo com eles .

é normal que quando países são atacados peçam ajuda a países amigos ou próximos politicamente. Poderemos não concordar mas virar as costa é um ato de cobardia. Calar a voz de quem pede ajuda é um ato de indiferença. E a indiferença pela sorte do outro é aquilo que vem matando as nossas sociedades.
Quanto à atitude do PCP, já aqui expliquei mas repito: nada de surpreendente, também virou as costa às invasões da Hungria e Checoslováquia nos anos 60. Desde que seja a Rússia (ou qualquer outra coisa com "sovietes" à mistura) está tudo bem e assim é que deve ser.


PedroH escreveu:


Salgueiro Maia era um homem integro, não andava a vandalizar monumentos,  a vandalização de momentos e da história é e deve ser um crime,  a história e os monumentos deve e tem de ser preservados, e representar o que representam e não outras coisas alheias ao monumento.  

E já agora , o 25de Abril não é do Salgueiro Maia embora ele tenha sido dos principais intervenientes , nem tão pouco o 25 de Abril é uma propriedade do PCP ou do BE  como alguns gostam de salientar. O 25 de Abril nem é de esquerda nem de direita nem de nenhum partido na verdade o 25 de Abril não tem dono! é um dia de mudança e importante na história de Portugal .

Monumentos são apenas isso, montes de pedra (ou de ferro neste caso) que são símbolos e duram o tempo das ideias de que são símbolos. Por vezes podem passar a símbolos de outras ideias pela mesma causa. É a minha opinião.

Quanto ao 25 de Abril de 74, decida de vez qual a data mais importante, esta ou o 10 de julho de 2016...

analog_sa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 10:15

Resistência - Página 6 Mapafi10
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 14:04

agorgal escreveu:

Como tem sempre as lavagens cerebrais na ponta da pena... eu tentei abrir o campo para outras lavagens bem mais úteis na minha vida pessoal!

No mundo atual o acontecimento, a "noticia" e sobretudo a opinião é feita por jornais e tvs , isto não é segredo, tambem não é segredo que o governo pagou a todos eles, porque é defensor da ideia de ter as pessoas certas no lugar certo...
De dantes tinhamos a RTP como a tv do Estado , hoje continamos a ter mas o Estado paga a Sic e TVI tambem, e a todos os jornais e ás pessoas influentes , quem tiver uma ideia diferente , é afastado e vida na prateleira, por outras palavras é escorraçado .

Portante a este sistema de informação comprada se chama lavagem cerebral , outros chamam de simplesmente de mensagem do sistema, o que é certo é que o Estado paga a esta gente e porque será?

Se você trabalhar você tem de agradar a quem lhe paga certo? isso é é regra de cada profissional....




Citação :



Não me é difícil, no meu ponto de vista obviamente, assumir que, se há por estes lados alguém com uma lavagem cerebral bem feita, serviço completo, é o meu interlocutor, o "PedroH". Tem todos os sintomas disso: discurso monocórdico, repetitivo; sempre os mesmos argumentos e chavões; incapacidade de pensar por si (as palavras podem ser suas mas as ideias não - são cópias fieis de outros discursos)

Acha? se reparar já elogiei aqui a atitude do PCP e de um deputado do Chega...acha normal em Portugal alguem elogiar 2 partidos opostos? obviamente que não, normalmento 1 partido é "cego " aos outros, eu elogiei 2 atitudes mostra que não sou radical nem sigo a ideias dos outros, mas sim as ideias que acho melhores.

Citação :


Tem que ter sempre a última palavra, a última frase, o último "post". Enfim, um radical, um militante, um extremista, convencido que tem sempre razão, que é o único detentor da verdade e que os outros são todos uns idiotas e incapazes, manipulados por forças malignas e/ou por um sistema não menos maligno e condenados a um futuro de extinção.

Está enganado, eu acho vocês bastante inteligentes, posso não concordar com isto ou aquilo mas não chamei a ninguem de idiota , e se falo aqui é porque acho que sao inteligentes e pode-se semtir lisonjeado por isso,...e dai ter trocado ideias, as vossas ideias e as minhas não são casos isolados , há milhares de pessoas a pensarem o mesmo, isso se chama democracia , somos todos diferentes, nesta situação da Ucrania a minha ideia se enquadra na postura do PCP e de muita gente de outros partidos que defende o mesmo.




Citação :


Quer uma prova do que disse neste último parágrafo? O seu avatar. Ele abespinha-me, é meu o sentimento, eu sei. Mas representa tudo aquilo que abomino: provocador no que deve ser um círculo de amigos, significante de pela espada e pela cruz "contra tudo e contra todos", um escudo simbolizando a "verdade divina" (e arqueiros com falta de pontaria). Imagem de conquista de tudo o que é "infiel", Jerusalém à vista... mouros nem vê-los!
Na sua linguagem, no seu pensamento, ele representará muito bem a sua pessoa. No meu representa aquilo que mais detesto: a força das armas contra a força da razão.


Que raio de interpretação, tem de ir a Tomar e visitar essa cidade templária e ficar uma ideia real do "inicio" da nossa civilização , sem eles nada existiria, nem mesmo aqueles herois que falou como Salgueiro Maia e etc, não existiriam

A força das armas defende você contra os russos, eu por acaso não defendo a força das armas nem a oferta de armas.







Citação :


é normal que quando países são atacados peçam ajuda a países amigos ou próximos politicamente. Poderemos não concordar mas virar as costa é um ato de cobardia. Calar a voz de quem pede ajuda é um ato de indiferença. E a indiferença pela sorte do outro é aquilo que vem matando as nossas sociedades.
Quanto à atitude do PCP, já aqui expliquei mas repito: nada de surpreendente, também virou as costa às invasões da Hungria e Checoslováquia nos anos 60. Desde que seja a Rússia (ou qualquer outra coisa com "sovietes" à mistura) está tudo bem e assim é que deve ser.


A Ucrânia é um país amigo? e próximo? fiquei a aprender, ao longo dos tempos nunca achei que Portugal tivesse nada a ver com a Ucrânia, nada mesmo, agora já somos amigos e inimigos dos Russos e dos independentistas ucranianos.

Realmente em Portugal depois dessa malandragem dos safarditas , abramovich e afins serem já portugueses pouco ou nada já me surpreende .





Citação :

Monumentos são apenas isso, montes de pedra (ou de ferro neste caso) que são símbolos e duram o tempo das ideias de que são símbolos. Por vezes podem passar a símbolos de outras ideias pela mesma causa. É a minha opinião.

...

Um monumento e uma peça antiga como simbolo não é um monte de pedra ou ferro, um museu não é um monte de lixo velho, um ruinas arquelogicas não é um monte de pedra, uma chaimite não é um monde de ferro, foi só o maior emblemático carro feito em Portugal de uso militar, alem de uma peça de museu da história milital e automóvel de Portugal ainda é um simbolo de uma revolução que ditou a liberdade , um simbolo a todos os nivéis nosso. Ser pintado a pincel com outras cores sejam quais forem é um puro ato de vandalismo
Quer dizer agora o sporting ou benfica campeão pinta-se de vermelho ou verde, amanha de lgbt, depois de ucrania , é uma festa, para temas temporários existem bandeiras oficiais nas camaras ou efeitos de luz, como fazem no cristo rei e na torre de belem.










Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7930
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 14:26

agorgal escreveu:
... Quer uma prova do que disse neste último parágrafo? O seu avatar. Ele abespinha-me, é meu o sentimento, eu sei. Mas representa tudo aquilo que abomino: provocador no que deve ser um círculo de amigos, significante de pela espada e pela cruz "contra tudo e contra todos", um escudo simbolizando a "verdade divina" (e arqueiros com falta de pontaria). Imagem de conquista de tudo o que é "infiel", Jerusalém à vista... mouros nem vê-los!
Na sua linguagem, no seu pensamento, ele representará muito bem a sua pessoa. No meu representa aquilo que mais detesto: a força das armas contra a força da razão...

O François Mitterrand dizia que o nacionalismo conduz invariavelmente à guerra... penso que é este destino final o que levou ao meu despego dos valores de nação ou de estado, podendo os dois ser diferentes. Penso que não existe nacionalismo neutro pois por detràs existe sempre uma escala de valores... quando o PedroH considera Portugal e Espanha como grandes culturas ocidentais isto implica que hà mais pequenas e por extensão jà estamos num combate de pilinhas... a guerra não é nada mais do que um funesto combate de pilas! Neste suicidio intelectual que representa o nacionalismo apareçe como uma visão divina os mitos fundadores. Que seja a Batalha de Ourique para os portugueses, a Reconquista para os espanhois ou a guerra fundadora da Ucrânia actualmente... a ideia do heroi com espada na mão contra o coração em sinal de coragem e humildade provoca empolgamento nalguns e apareçe como um modelo de algo em qual vale a pena acreditar...

Sendo eu um humanista nenhum simbolo marcial me excita e ainda menos me empolga, bem ao contràrio. Sinto tão estupida a minha pretendida descendência do Viriato que a de um françês que se gaba de descender do Vercingetorix... ambos simbolos préfabricados pelos reis do passado afim de criar uma relação privada e priveligiada com a historia e por extensão um sentimento de singularidade nacional. A minha existência como ser é ligada a Portugal pelo acaso e ao mundo por escolha, nada està escrito ném é predestinado. Os sentimentos mais fortes do nacionalismo que são a autodeterminação e o sentimento de um destino comum necessitam de simbolos para poder realisar esse cimento ideologico... o que digo é bem visivel nesta triste guerra que opõe a Russia à Ucrânia. A apropriação desses simbolos cria um sentimento de grupo que se substitui aos valores de individualismo aos quais estou extremamente apegado. O nacionalismo apareçe-me como um beco sém saida e uma ilusão que se substitui à realidade. Um estado moderno seria nmho um grupo de individuos que em alma e consciência decidem de partilhar a sua individualidade com a dos outros na esperança de uma simbiose igualmente rentàvel para todos... é o que a Europa poderia ser e não é! Quanto aos mitos fundadores e aos herois associados, eles representam o romantismo e a parte de barbaridade que acompanha todos os estados. Hà pessoas que necessitam de acreditar em algo para existir...

masa e ricardo.canelas gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 16:06

TD124 escreveu:


O François Mitterrand dizia que o nacionalismo conduz invariavelmente à guerra... penso que é este destino final o que levou ao meu despego dos valores de nação ou de estado, podendo os dois ser diferentes. Penso que não existe nacionalismo neutro pois por detràs existe sempre uma escala de valores...
O que disse o Mitterrand está longe de ser uma verdade, a guerra acompanha a humanidade é muito anterior ao conceito nação, e o nacionalismo nada tem a ver com guerras

A ideia que o nacionalismo é invadir paises, destruir tudo, um povo se achar superior e que os outros são todos inferiores, ser racista e perseguir outras raças, cometer genocídios etc nada tem a ver com nacionalismo.

No entanto a ideia de esquerda e os sociais democráticas tem vindo a tentar vender uma falsa ideia que um nacionalista é um "hitler" ainda há algum tempo li num jornal chamarem "nacionalista" um uma conhecida figura portuguesa que tem suásticas tatuadas no braço , estas ideias tem de ser desconstruídas , ser nacionalista nada tem a ver com ser "neonazi" nem ser um senhor da guerra, nem ser de extrema direita, nem ser o que quer que seja, ser nacionalista é defender uma nação e o seu povo , dos seus valores, da sua cultura , da sua história e sobretudo da sua cultura e economia e autonomia.

Citação :

quando o PedroH considera Portugal e Espanha como grandes culturas ocidentais isto implica que hà mais pequenas e por extensão jà estamos num combate de pilinhas... a guerra não é nada mais do que um funesto combate de pilas! Neste suicidio intelectual que representa o nacionalismo apareçe como uma visão divina os mitos fundadores.

Cada civilização tem as suas características , a escala de valores na vida existe em tudo, tambem existe nos paises e não podemos nega-lo , não somos iguais, somos todos diferentes e com resultados diferentes.
Umas civilizações são melhores numas coisas e outras noutras .
Se falarmos em civilizações ocidentais organizadas a Alemanha em método e tecnologia é muito forte.
Se falarmos em civilizações doutrinais , Portugal e Espanha são imbativeis , por alguma razão toda a america incluindo a grande parte nativa fala espanhol e portugues
Os ingleses foram para o mundo mas não se misturaram, foram para lá, numa trasferencia de pessoa de um lugar para outro, o mesmo aconteceu na Austrália e até na Africa do Sul...

Muito diferente de uma Guatemala um pais de indios a falarem espanhol e cristão, ou de um interior do Brasil.

Eu sou nacionalista e isso não me impede de viver com uma brasileira, e ela tambem é nacionalista porque se ela não amar a sua nação não poderá amar a minha, portanto o nacionalismo é no fundo um ato de amor e respeito ao proximo.









Citação :


Sendo eu um humanista nenhum simbolo marcial me excita e ainda menos me empolga, bem ao contràrio. Sinto tão estupida a minha pretendida descendência do Viriato que a de um françês que se gaba de descender do Vercingetorix...
É a razão da nossa existência, vivemos e presente mas viemos do passado e das atitudes passadas, sem o passado não teriamos o presente, é bom termos consciência disso.

Costuma-se dizer que um povo que não respeita o seu passado não tem presente nem futuro.



Citação :

Hà pessoas que necessitam de acreditar em algo para existir...

Toda a gente! uma vez li quer não existem ateus , porque na verdade até mesmo o ateu acredita em algo... o acreditar é a fé é algo transversal ao ser humano e uma das características que separa os humanos dos animais .
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 21:08

PedroH escreveu:


A ideia que o nacionalismo é invadir paises, destruir tudo, um povo se achar superior e que os outros são todos inferiores, ser racista e perseguir outras raças, cometer genocídios etc nada tem a ver com nacionalismo.

No entanto a ideia de esquerda e os sociais democráticas tem vindo a tentar vender uma falsa ideia que um nacionalista é um "hitler" ainda há algum tempo li num jornal chamarem "nacionalista" um uma conhecida figura portuguesa que tem suásticas tatuadas no braço , estas ideias tem de ser desconstruídas , ser nacionalista nada tem a ver com ser "neonazi" nem ser um senhor da guerra, nem ser de extrema direita, nem ser o que quer que seja, ser nacionalista é defender uma nação e o seu povo , dos seus valores, da sua cultura , da sua história e sobretudo da sua cultura e economia e autonomia.


Voltamos à semântica e a importância que ela tem no diálogo entre seres humanos: "PedroH" confunde nacionalismo (e nacionalismos) com patriotismo. Patriotismo é uma coisa, nacionalismo é outra coisa, e muito diferente da primeira. Se não insistisse tanto nos "chavões" que usa no seu discurso e atribuísse mais atenção ao significado exacto das palavras que escreve já se teria apercebido do equívoco que vem cometendo. Deixo-lhe aqui um pequeno texto que explica as diferenças:
https://mediotejo.net/patriotismo-vs-nacionalismo-por-joao-morgado/

Vá lá, provavelmente de um jornal regional que recebe ajudas do estado... estado esse que governa o país, a Pátria que é sua.
Mas os jornais regionais e os seus jornalistas também têm que pôr o pão na mesa. E alguém tem que dar uma ajuda para que isso possa acontecer.
É um outro equívoco que comete: baralhar o que é informação, quem a paga ou quem a deve ajudar a pagar, e se ela é intrinsecamente livre ou manipulada ou censurada ou mesmo calada. Ainda não li palavra sua sobre o silenciar da imprensa livre na Rússia, mas li constantes ataques à imprensa que julga não livre no mundo ocidental. Pode ser tendenciosa... por vezes é (ou melhor, alguma é) mas não podemos esperar que o jornalista não tenha opinião e que essa opinião não transpareça nas suas narrativas. Mas, de uma maneira geral, é livre. Pode ser de extrema-esquerda, de esquerda, de centro, de direita, de extrema-direita... mas é livre.
Porque, não vivendo numa parte do mundo de liberdade absoluta vivemos numa parte mundo da liberdade possível, com erros é certo, com críticas possíveis é certo, mas nada que se compare com os restantes 70% dos seres humanos. Dê graças aos deuses por isso!

Aqui encontra um texto um pouco mais complexo:
https://diferencial.tecnico.ulisboa.pt/artigo/vestir-a-bandeira-de-portugal-nacionalismo-vergonha-ou-desuso/

Ainda mais complexo:
https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/3008/1/NeD49_JoseManueldaSilvaPinto.pdf
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 21:31

agorgal escreveu:
PedroH escreveu:


A ideia que o nacionalismo é invadir paises, destruir tudo, um povo se achar superior e que os outros são todos inferiores, ser racista e perseguir outras raças, cometer genocídios etc nada tem a ver com nacionalismo.

No entanto a ideia de esquerda e os sociais democráticas tem vindo a tentar vender uma falsa ideia que um nacionalista é um "hitler" ainda há algum tempo li num jornal chamarem "nacionalista" um uma conhecida figura portuguesa que tem suásticas tatuadas no braço , estas ideias tem de ser desconstruídas , ser nacionalista nada tem a ver com ser "neonazi" nem ser um senhor da guerra, nem ser de extrema direita, nem ser o que quer que seja, ser nacionalista é defender uma nação e o seu povo , dos seus valores, da sua cultura , da sua história e sobretudo da sua cultura e economia e autonomia.


Voltamos à semântica e a importância que ela tem no diálogo entre seres humanos: "PedroH" confunde nacionalismo (e nacionalismos) com patriotismo. Patriotismo é uma coisa, nacionalismo é outra coisa, e muito diferente da primeira. Se não insistisse tanto nos "chavões" que usa no seu discurso e atribuísse mais atenção ao significado exacto das palavras que escreve já se teria apercebido do equívoco que vem cometendo. Deixo-lhe aqui um pequeno texto que explica as diferenças:

https://mediotejo.net/patriotismo-vs-nacionalismo-por-joao-morgado/

!

Daqui a pouco estamos na conversa que já ouvi que é "eu não sou preto sou negro" ou vice versa...

Segundo esse João Morgado

" patriotismo nos remete para o passado histórico de um povo ou país e para a grandeza do passado" e o " nacionalismo é a esperança de um crescimento e uma hegemonia de um povo perante os outros"

"Enquanto que o patriotismo é a demonstração de um amor e pertença a um Estado e aos símbolos que o representam, já o nacionalismo é a defesa da nação, enquanto espaço territorialmente delimitado, com uma etnia própria e um legado cultural e linguístico específico.

Como se pode perceber, o nacionalismo defende uma única nação"


Então para esse João Morgado , ser patriota é amor o país a história , os seus simbolos e o passado, ser nacionalista é defender essa nação como espaço limitado a um povo e uma etnica cultural e linguistico.

Bem a etnia cultural portuguesa tem varias raças e origens, eu defendo-a como é normal se defendo o país defendo a nação e o seu povo que é português e de etnia portuguesa mesmo que tenha raizes africana, tem cultura portuguesa, a minha mulher é brasileira e adquiriu cultura portuguesa tem a mesma etnia que eu.,
O António Costa não é branco é mestiço e é de etnia portuguesa .

Acho essa explicação de eu sou patriota mas não sou nacionalista um pouco adsurda porque na verdade é a mesma coisa, criou-se é uma fantasia que ser patriota é aceitável e politicamente correto e dizer que se é nacionalista é ser um nazi lol!


Se calhar devemos entender o que é Pátria :


"Pátria (do latim "patriota", terra paterna) indica a terra natal ou adotiva de um ser humano, que se sente ligado por vínculos afetivos, culturais, valores e história. O primeiro registro histórico da palavra "Pátria" tem a ver com o conceito de país, do italiano paese, por sua vez originário do latim pagus, aldeia, donde também vem pagão.

Significa o sítio onde se vive, o local, ambiente ou espaço geográfico onde se insere a nossa vida. Da mesma raiz, temos também a palavra paisagem.

O telurismo naturalista de Taine refere mesmo que o território, entendido como país é que constitui o elemento propulsor da marcha da história: a raça modela o indivíduo; o país modela a raça. Um grau de calor no ar, a inclinação do chão é a causa primordial das nossas faculdades e das nossas paixões."

E a definição de Nação

Nação, do latim natio, de natus (nascido), é uma comunidade ou sociedade estável, historicamente constituída por vontade própria de um agregado de indivíduos, com base num território, numa língua, e com aspirações materiais e espirituais comuns.



Para mim Pátria e Nação é a mesma coisa, dizer servir a Pátria ou a Nação que diferença tem de servir o país? acho que nenhuma.

Parece aqui no mercado uma mulher que vende fruta dizer que não tem ananás tem sim abacaxi... lol! as palermices que as pessoas inventam é algo inacreditável Resistência - Página 6 758687















Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 21:52

Afinal o homem serve para alguma coisa,  foi preciso deixar passar 2 meses de guerra e milhares de mortos , e mesmo assim ter um pedido de 200 ex- funcionários  da ONU  , ouviram bem DUZENTOS  affraid ...para o homem acordar da "bebedeira" que se encontra e fazer o que já devia ter feito á muito tempo.

Bem mais vale tarde que nunca...mas é inacreditável tanta incompetência junta ...

https://www.dn.pt/internacional/antonio-guterres-vai-reunir-se-com-putin-na-proxima-semana-14792722.html
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:01

Pois então, "PedroH", é um caso perdido para o diálogo entre pessoas razoáveis. Palermices para cima, palermices para baixo, continua a insistir na  tecla do diálogo da palermice pegada.
Afinal não há equívoco nenhum, é um nacionalista, ferrenho, fanático, tão ferrenho e tão fanático que não consegue perceber que há outras opiniões tão válidas quanto a sua, ou melhor, há opiniões bem mais válidas do que a sua.

A grande fantasia é a sua, uma espécie de Disneylândia anti-tudo o que o rodeia.

Não invejo o tempo que perde a pensar, a sua guerra contra o mundo que detesta, o desamor à pátria que tem no presente e as grilhetas que o prendem à pátria do passado, as suas divagações sobre etnias e raças e culturas conservadas em formol de tão velhas que são.
Que deve ser muito doloroso ver a civilização a mexer, a avançar e não ter mãos para parar esse movimento.

Invejo, sim, a vida das gaivotas.
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:07

"PedroAgá" a Secretário-Geral das Nações Unidas!
JÀ!!!!!
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:14

agorgal escreveu:
Pois então, "PedroH", é um caso perdido para o diálogo entre pessoas razoáveis. Palermices para cima, palermices para baixo, continua a insistir na  tecla do diálogo da palermice pegada.

Disse palermice quando alguem no mercado me diz que não tem ananas mas sim abacaxi...se investigar verá que um abacaxi é um ananás lol! pode confirmar veja o nome cientifico do fruto.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Anan%C3%A1s


Citação :


Não invejo o tempo que perde a pensar, a sua guerra contra o mundo que detesta, o desamor à pátria que tem no presente e às grilhetas que o prendem à pátria do passado, as suas divagações sobre etnias e raças e culturas conservadas em formol de tão velhas que são.
Que deve ser muito doloroso ver a civilização a mexer, a avançar e não ter mãos para parar esse movimento.

O que eu vejo avançar infelizmente é o preço das coisas especialmente aquelas que tem cotação em mercados globais e não nacionais.

É um resultado do globalismo, cá quanto são portugueses a fazer o preço é uma coisa, quando a coisa vem ou é imposta por de mercados globais está o caldo entornado, como o caso dos combustiveis, trigo, gás etc... por acaso deviamos era negociar diretamente esse produtos, e não depender desses mercados , sei que não é facil.

De resto as sociedades em si tem entrado em colapso, não só a cá mas em toda a europa, conflitos nas ruas , violência, motins, carros incêndiados, gente que não tem utilidade nem para estudar nem trabalhar, bairros etnicos que nem a policia lá consegue entrar sem ser recebida a tiro ou á pedrada, isto dentro da europa que mostra uma falência social em relação á uns anos.












Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:18

PedroH escreveu:

Disse palermice quando alguem no mercado me diz que não tem ananas mas sim abacaxi...se investigar verá que um abacaxi é um ananás  lol!   pode confirmar veja o nome cientifico do fruto.



Não sou investigador de abacaxis, sou investigador de ciências humanas...
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:25

agorgal escreveu:
"PedroAgá" a Secretário-Geral das Nações Unidas!
JÀ!!!!!

Não me diga que acha normal só agora o Guterres resolver ir a Moscovo, e depois de 200ex funcionários lhe terem pedido...  acha normal ser assim?


Alias eu desde o inicio do conflito e até antes dele que critico a ONU nada fazer... nem a ONU nem a UE (esta ainda vende e oferece armas) nada terem feito.

A ONU é a maior organização pela paz do mundo e acha normal até agora nada ter feito?  

Olhe esta senhora que fundou um partido politico , ha 2 ou 3 semanas no canal Kuriakos disse que não entende como a europa nem a ONU nao tem um mediador no conflito pela paz....  não fui eu que disse foi ela nesta entrevista,  se calhar é a unica no país inteiro com visão para ver num país inteiro o que ninguem mais viu.




Última edição por PedroH em Sex Abr 22 2022, 22:28, editado 1 vez(es)
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySex Abr 22 2022, 22:27

agorgal escreveu:


Não sou investigador de abacaxis, sou investigador de ciências humanas...

Devia ser do significado dos sinónimos da língua portuguesa Wink
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySab Abr 23 2022, 00:15

A suposta democracia ucraniana


Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySab Abr 23 2022, 13:08

PedroH escreveu:
A suposta democracia ucraniana  



"PedroH", bebe as "notícias" do YouTube. A grande diferença entre mim e si é que eu não bebo "notícias" do YouTube, eu leio os jornais "online" de todo o mundo. De todas as tendências e muitas línguas (das que não domino peço ajuda ao tradutor da google que, nos dias de hoje, é muito razoável). Você, dependente de logaritmos, eu, dependente de pesquisas pelos exactos nomes de jornais que quero ler. Não vou em logaritmos quando tenho necessidade de me informar.

Pensa que é possível um diplomata (Guterres, no lugar que ocupa, é um diplomata de topo) ou um governante qualquer, comprar um bilhete de avião e visitar o país que lhe apetece, conferenciar com o chefe de governo que lhe apetece e, se as coisas correrem mal na conversa, dar-lhe tau-tau no rabo com a força que a vontade no momento determinar. Mas a diplomacia não é assim. São "negócios" que envolvem as várias partes e, se uma das partes não estiver para aí virada, é um exercício inútil, mesmo humilhante. Na sua simplicidade de raciocínio tudo se resolve com a compra de um bilhete de avião, na realidade são semanas, mesmo meses, de negociações cuidadas (e secretas).

Infelizmente a ONU nada pode fazer quando o único órgão com poderes efectivos é o Conselho de Segurança e onde cinco países detêm o poder de veto: Inglaterra, França, EUA, Federação Russa e China (os membros permanentes e potências vencedoras na II GM).
Deve ter-lhe passado ao lado porque não foi notícia do jornal YouTube: a Rússia detinha, imagine só, a presidência do Conselho de Segurança aquando da data do início da invasão... do que se supõe que esta data não foi por acaso. Mas estes pormenores não lhe interessam porque atrapalham o seu discurso e o convencimento que basta comprar um bilhete de avião (ou então é pura ignorância, hipótese mais plausível dado que o conhecimento do estado real do mundo implica ler muito e, sobretudo, ler sem preconceitos). Por acaso, e sem ir agora e a correr ao YouTube (ou à Wikipédia), sabe quais as moções apresentadas no Conselho de Segurança, desde 24 de Fevereiro e relacionadas com a questão ucraniana, e quais os resultados das votações?

Por acaso sabe que a reunião magna das Nações Unidas (a Assembleia Geral - onde ninguém tem poder de veto), que condenou por maioria a invasão, apenas tem poder deliberativo sobre assuntos internos da ONU e nada pode fazer nos assuntos de guerra e paz? E que esta deliberação pela condenação da invasão foi apenas simbólica pois a Assembleia Geral não detém poderes de intervenção ou poderes de obrigação junto dos seus membros?

A sua visão de um mundo a preto (abecaxis) e branco (ananazes) ajuda nas suas narrativas e permite-lhe um discurso panfletário e simplicista. Facilita a sua postura nacionalista, a sua visão etno-centrista (diria mais: ego-centrista) do mundo e da geo-política que o governa. No entanto estas coisas são bem mais complexas, não se resumem a vídeos do YouTube de origem duvidosa, a opiniões apenas porque sim. A pretos e brancos bem definidos. As variáveis são mais que muitas, as interpretações dos acontecimentos são em número ainda mais elevado e a verdade dos factos só a História a revelará daqui por alguns (muitos) anos.


Última edição por agorgal em Sab Abr 23 2022, 13:29, editado 1 vez(es)
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySab Abr 23 2022, 13:19

PedroH escreveu:
A suposta democracia ucraniana  



No dia em que acrescentar a esta frase uma outra "A suposta democracia russa" o seu discurso ficará um pouco mais equilibrado.

Por agora tem demonstrado ser um fiel e voluntarioso oficial dos FSB russos, infiltrado no AAP para azucrinar a paciência de muitos apaixonados pelo áudio mas, e também, preocupados pelo destino do mundo.

Que os deuses o impeçam de se imiscuir em tópicos relacionados com cabos!

tomaz gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySab Abr 23 2022, 19:57

agorgal escreveu:




"PedroH", bebe as "notícias" do YouTube. A grande diferença entre mim e si é que eu não bebo "notícias" do YouTube, eu leio os jornais "online" de todo o mundo. De todas as tendências e muitas línguas (das que não domino peço ajuda ao tradutor da google que, nos dias de hoje, é muito razoável). Você, dependente de logaritmos, eu, dependente de pesquisas pelos exactos nomes de jornais que quero ler. Não vou em logaritmos quando tenho necessidade de me informar.
.

Você está constantemente a colocar em causa todas as opiniões e tentar passar atestados de estupidez , agora sou eu que ando na wikipédia e no youtube, e acha que eu não vejo as noticias?  acha que não li as noticias e as pressões que andam há vários dias para o Guterres tomar uma posição? mostrei um link de um jornal português que fala da pressão de 200 ex funcionários da ONU para o Guterres ir a Moscovo

Se você lê os jornais do mundo tudo já devia saber que as pressões para o Guterres tomar uma posição são várias.


Sabe quem é a Sónia Sénica? pois é doutorada em relações internacionais e comentadora politica da CNN Portugal e ela própria a comentar diz que a atitude do Guterres peca por tardia, porque já estava a ter pressões etc e tal.

https://cnnportugal.iol.pt/videos/guterres-vai-a-moscovo-falar-com-putin-ja-carecia-um-passo-mais-ativo/62631e270cf2ea367d37bb1a

Não me vai dizer que ela e todos os importantes analistas politicos que disseram o que ela disse foram todos á wikipédia como eu.
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySab Abr 23 2022, 23:58

PedroH escreveu:
agorgal escreveu:




"PedroH", bebe as "notícias" do YouTube. A grande diferença entre mim e si é que eu não bebo "notícias" do YouTube, eu leio os jornais "online" de todo o mundo. De todas as tendências e muitas línguas (das que não domino peço ajuda ao tradutor da google que, nos dias de hoje, é muito razoável). Você, dependente de logaritmos, eu, dependente de pesquisas pelos exactos nomes de jornais que quero ler. Não vou em logaritmos quando tenho necessidade de me informar.
.

Você está constantemente a colocar em causa todas as opiniões e tentar passar atestados de estupidez , agora sou eu que ando na wikipédia e no youtube, e acha que eu não vejo as noticias?  acha que não li as noticias e as pressões que andam há vários dias para o Guterres tomar uma posição? mostrei um link de um jornal português que fala da pressão de 200 ex funcionários da ONU para o Guterres ir a Moscovo

Se você lê os jornais do mundo tudo já devia saber que as pressões para o Guterres tomar uma posição são várias.


Sabe quem é a Sónia Sénica? pois é doutorada em relações internacionais e comentadora politica da CNN Portugal e ela própria a comentar diz que a atitude do Guterres peca por tardia, porque já estava a ter pressões etc e tal.

https://cnnportugal.iol.pt/videos/guterres-vai-a-moscovo-falar-com-putin-ja-carecia-um-passo-mais-ativo/62631e270cf2ea367d37bb1a

Não me vai dizer que ela e todos os importantes analistas politicos que disseram o que ela disse foram todos á wikipédia como eu.

De doutorados em relações internacionais que são comentadores e analistas políticos "importantes" está o mundo cheio. São como os comentadores do futebol, a maior parte deles não passa de treinadores de bancada.
As pressões e opiniões de que fala sobre o secretário-geral das Nações Unidas demonstram algum desconhecimento sobre as competências e a capacidade de intervenção deste.
Sendo uma posição mais honorífica do que de real poder, tem demonstrado ao longo dos anos a fragilidade e a incapacidade para uma intervenção activa nos acontecimentos globais (sobretudo no que aos conflitos diz respeito). Já em 1998 Kofi Annan tentou, numa visita a Bagdade, negociar a paz e saiu de mãos vazias, humilhado no seu papel de mediador.
Para as grandes potências, neste caso a Rússia, as negociações estão nos tiros de canhão e nas bombas. É o que se chama de negociação com vista a um acordo leonino. Tudo para nós, as migalhas para vocês e já é um favor. Um pouco como apontar a uma pistola à cabeça do outro e "pedir-lhe para vender" o relógio a troco de nada.
Tem sido muito clara a postura do Kremlin neste aspeto, negociações claro, quando quisermos, como quisermos e com quem quisermos.
Ainda não há poucos dias "PedroH" sinalizava aqui a visita do chanceler austríaco a Moscovo para negociar. Assim é que era que devia ser, escreveu. Resultados: viu-os? Pois não, no regresso eram ambas as mãos cheias de nada.

É esse o destino já escrito para a triste missão de Guterres: sorrisos de circunstância (se os houver), palavras de circunstância e um regresso a Nova Iorque também com as mão cheias de nada. Não é Guterres que vai fazer Putin alterar os desígnios que já tem traçados. Sublinhados nos últimos dias por intervenções de militares russos de segunda linha e comentadores políticos também russos na imprensa russa. Desígnios traçados há muito tempo e que, não fora o apoio de parte da comunidade internacional à Ucrânia, já teriam sido atingidos.

Tem aqui um artigo de um analista politico-militar russo (o google dá-lhe uma ajuda na tradução):
https://ria.ru/20220423/taktika-1785018824.html

Isto não é novo, é apenas uma hipótese já levantada em tempos mas que se tornou ainda mais plausível após o falhanço da entrada triunfal em Kyev que Putin tanto desejava.

Haverá alguma hipótese de Guterres conseguir um cessar-fogo, um renovar de negociações e finalmente a paz? Há, 0,01%!
Contenta-se um leão com metade da perna da gazela quando pode comer a gazela toda?

Não tento passar atestados de estupidez, apenas coloco em causa as ideias que me parecem absurdas.
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 00:36

agorgal escreveu:
PedroH escreveu:
agorgal escreveu:




"PedroH", bebe as "notícias" do YouTube. A grande diferença entre mim e si é que eu não bebo "notícias" do YouTube, eu leio os jornais "online" de todo o mundo. De todas as tendências e muitas línguas (das que não domino peço ajuda ao tradutor da google que, nos dias de hoje, é muito razoável). Você, dependente de logaritmos, eu, dependente de pesquisas pelos exactos nomes de jornais que quero ler. Não vou em logaritmos quando tenho necessidade de me informar.
.

Você está constantemente a colocar em causa todas as opiniões e tentar passar atestados de estupidez , agora sou eu que ando na wikipédia e no youtube, e acha que eu não vejo as noticias?  acha que não li as noticias e as pressões que andam há vários dias para o Guterres tomar uma posição? mostrei um link de um jornal português que fala da pressão de 200 ex funcionários da ONU para o Guterres ir a Moscovo

Se você lê os jornais do mundo tudo já devia saber que as pressões para o Guterres tomar uma posição são várias.


Sabe quem é a Sónia Sénica? pois é doutorada em relações internacionais e comentadora politica da CNN Portugal e ela própria a comentar diz que a atitude do Guterres peca por tardia, porque já estava a ter pressões etc e tal.

https://cnnportugal.iol.pt/videos/guterres-vai-a-moscovo-falar-com-putin-ja-carecia-um-passo-mais-ativo/62631e270cf2ea367d37bb1a

Não me vai dizer que ela e todos os importantes analistas politicos que disseram o que ela disse foram todos á wikipédia como eu.

De doutorados em relações internacionais que são comentadores e analistas políticos "importantes" está o mundo cheio. São como os comentadores do futebol, a maior parte deles não passa de treinadores de bancada.
As pressões e opiniões de que fala sobre o secretário-geral das Nações Unidas demonstram algum desconhecimento sobre as competências e a capacidade de intervenção deste.
Sendo uma posição mais honorífica do que de real poder, tem demonstrado ao longo dos anos a fragilidade e a incapacidade para uma intervenção activa nos acontecimentos globais (sobretudo no que aos conflitos diz respeito). Já em 1998 Kofi Annan tentou, numa visita a Bagdade, negociar a paz e saiu de mãos vazias, humilhado no seu papel de mediador.
Para as grandes potências, neste caso a Rússia, as negociações estão nos tiros de canhão e nas bombas. É o que se chama de negociação com vista a um acordo leonino. Tudo para nós, as migalhas para vocês e já é um favor. Um pouco como apontar a uma pistola à cabeça do outro e "pedir-lhe para vender" o relógio a troco de nada.
Tem sido muito clara a postura do Kremlin neste aspeto, negociações claro, quando quisermos, como quisermos e com quem quisermos.
Ainda não há poucos dias "PedroH" sinalizava aqui a visita do chanceler austríaco a Moscovo para negociar. Assim é que era que devia ser, escreveu. Resultados: viu-os? Pois não, no regresso eram ambas as mãos cheias de nada.

É esse o destino já escrito para a triste missão de Guterres: sorrisos de circunstância (se os houver), palavras de circunstância e um regresso a Nova Iorque também com as mão cheias de nada. Não é Guterres que vai fazer Putin alterar os desígnios que já tem traçados..


Eu tambem não acredito que Guterres chegue lá a guerra acabe, obvio que não acredito, nem nunca disse que a guerra acava com o presidente austriaco, mas ele se ofereceu para mediar.
No entanto cabe ao Gueterres lá ir, já devia ter ido na opinião de muita gente, se a guerra acaba ou não isso é outra conversa mas pelo menos o Gueterres tenta faz a sua obrigação e ninguem o pode acusar de não ter tentado.


Eu já disse aqui e dei o exemplo de Berlin em 1945, e infelizmente é o que penso desta guerra, acho que Putin não vai parar, o os ucranianos tambem não, e a guerra vai ser longa e só acabará quando tudo estiver destruído e já não houver ninguem para matar.

No entanto acredito que o caminho da vitória não passe pela guerra nem as armas, vim de uma familia de militares e eu ja o fui tambem, o verdadeiro militar é aquele que descobre a solução de um conflito sem ser pelas armas, como aconteceu com Portugal nas India e da ex colónias, ao longo da guerra se descobriu que a guerra não é a solução, Spinola disse isso em 1973 em livro, muitos militares seguiram ideias que levaram ao 25 de Abril

Quero que Guterres vá a Moscovo, mas tambem não acredito que isso surta em efeito de paz, mas pior o conflito não fica.

Mas se este for a Moscovo(alias já o devia ter feito á muito) coisa que tambem já disse, este acredito que este tenha o poder de acabar com a guerra

https://cnnportugal.iol.pt/ucrania/russia/zelensky-garante-que-nao-tem-medo-de-se-encontrar-com-putin-esta-guerra-pode-ser-interrompida-por-quem-a-comecou/20220423/62643b510cf2f9a86ea01233

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 00:45

E acha que saía vivo de Moscovo? Ou que, se saísse vivo viveria muitas horas?
“PedroH” não entendeu a metáfora do leão, pois não?
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 00:57

agorgal escreveu:
E acha que saía vivo de Moscovo? Ou que, se saísse vivo viveria muitas horas?
“PedroH” não entendeu a metáfora do leão, pois não?

Ele diz que não tem medo, tem de ir, se morrer morre como um herói, Trump foi ter com o presidente da Coreia do Norte, foi o unico presidente a faze-lo... e não morreu...


Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7930
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 10:07

PedroH escreveu:
...O que disse o Mitterrand está longe de ser uma verdade, a guerra acompanha a humanidade é muito anterior ao conceito nação, e o nacionalismo nada tem a ver com guerras

A ideia que o nacionalismo é invadir paises, destruir tudo, um povo se achar superior e que os outros são todos inferiores, ser racista e perseguir outras raças, cometer genocídios etc nada tem a ver com nacionalismo...

Voçê pode apresentar essa corrente ideologica como quizer, mesmo mostrà-la como um acto de amor em direção da nação... para mim serà sempre algo a combater. O nacionalismo é a razão do terrorismo basco, corsego ou irlandês... é a razão dos problemas etnicos nos balcâs e a separação entre flamengos e wallons na Bélgica... os lapões na escandinavia é um problema nacionalista também... o que dizer do problema catalão, checheno, tutsi, armenino ou kurdo e posso mesmo dizer que a guerra da juguslavia e a actual na ucrania possuém como elemento central o nacionalismo... não me venha mandar areia para os olhos, faça isso a si mesmo por favor!...

Cada vez que a humanidade cria um grupo por razões étnicas, culturais, politicas ou religiosas a individualidade desapareçe para deixar apareçer simplesmente as diferenças ideologicas dos grupos... é o começo da rivalidade, é o começo do nacionalismo, da cobardia e da barbaria. Um Russo, um Americano ou um Françês são-me iguais... ora que a nação russa, a americana ou a francesa não são iguais à portuguesa! Reflicta nisto e jà começa a compreender o pano de fundo do nacionalismo e do seu invariavel destino como dizia o Mitterrand...

ricardo.canelas gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 10:23

Dá o exemplo de dois "diletantes" da geo-política, que embarcaram ambos num jogo de faz-de-conta para angariar publicidade às suas pessoas. Viu resultados?

Putin é de uma outra cepa. Não precisa de publicidade, precisa de resultados para se segurar no poder. E esses resultados são, tão só, uma vitória militar clara - a ocupação, se não de toda a Ucrânia, pelo menos de grande parte do leste e sul do país. Enquanto não conseguir atingir estes objectivos não parará, não negociará com ninguém.

Que ganha a Ucrânia com o seu "Herói Morto"? Apenas a capitulação.
Desde há muito tempo que Zelensky vem propondo negociações diretas com Putin. Só que Putin não o reconhece como seu igual enquanto figura de estado. Um princípio base de negociações político-militares sérias é serem feitas entre pares. E em terreno neutro.

Tudo o que tem sido dito, ou escrito, que contrarie isto é puro entretenimento. Na pornografia da guerra não há só o sangue dos mortos, há também a hipocrisia dos mandantes e a especulação dos comentadores.
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 19:45

Os franceses escolheram. Mas com o sistema político seriamente abalado e com os partidos tradicionais desaparecidos do mapa, o que se seguirá?
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 20:36

TD124 escreveu:
PedroH escreveu:
...O que disse o Mitterrand está longe de ser uma verdade, a guerra acompanha a humanidade é muito anterior ao conceito nação, e o nacionalismo nada tem a ver com guerras

A ideia que o nacionalismo é invadir paises, destruir tudo, um povo se achar superior e que os outros são todos inferiores, ser racista e perseguir outras raças, cometer genocídios etc nada tem a ver com nacionalismo...

Voçê pode apresentar essa corrente ideologica como quizer, mesmo mostrà-la como um acto de amor em direção da nação... para mim serà sempre algo a combater. O nacionalismo é a razão do terrorismo basco, corsego ou irlandês... é a razão dos problemas etnicos nos balcâs e a separação entre flamengos e wallons na Bélgica... os lapões na escandinavia é um problema nacionalista também... o que dizer do problema catalão, checheno, tutsi, armenino ou kurdo e posso mesmo dizer que a guerra da juguslavia e a actual na ucrania possuém como elemento central o nacionalismo... não me venha mandar areia para os olhos, faça isso a si mesmo por favor!...

Cada vez que a humanidade cria um grupo por razões étnicas, culturais, politicas ou religiosas a individualidade desapareçe para deixar apareçer simplesmente as diferenças ideologicas dos grupos... é o começo da rivalidade, é o começo do nacionalismo, da cobardia e da barbaria. Um Russo, um Americano ou um Françês são-me iguais... ora que a nação russa, a americana ou a francesa não são iguais à portuguesa! Reflicta nisto e jà começa a compreender o pano de fundo do nacionalismo e do seu invariavel destino como dizia o Mitterrand...

Então "nacionalismo" agora é a razão de todos os males e da existencia de "grupos" , pois grupos sempre existiram desde os sistemas tribais, há grupos de tudo desde religiosos, musicais, familiares, de pensamento etc, o ser humano sempre se dividiu em grupo e vai se continuar a dividir, o que é um país que não um grupo, uma região? uma terra, ? um povo?  e uma nação?  

O que não faltam é exemplos de nacionalismo sem guerras, cá durante sempre hoje nacionalismo e só houve a guerra do ultramar porque alguem a começou... nunca fez parte da ideia nacionalista fazer guerras , mesmo durante a 2GM o nacionalismo optou pela neutralidade e perservar a nação longe da ira do mundo.

seja como for não me sigo por exemplos de nacionalismo do passado, estamos no sec XXI e a politica evoluí

Ontem li uma coisa  curiosa o presidente da Republica num discurso disse "somos todos ucranianos" em conversa abordaram o Jeronimo de Sousa e ele disse, somos? eu tenho muito orgulho em ser português. https://www.publico.pt/2022/04/23/politica/noticia/jeronimo-sousa-orgulho-portugues-defende-pcp-posicao-coerente-honrada-2003628


O politicamente correto quer condenar a palavra nacionalismo de nação mas torna politicamente correto a palavra patrióta

Eu posso dizer que sou patriota, que os portugueses são o melhor povo do mundo, e até melhor que os outros todos juntos , posso dizer que tenho um orgulho infindável em ser português, ter sangue português ,posso dizer que a "raça" dos portugueses se distinguem no mundo como das melhores, posso dizer tudo o que quiser ....  menos que sou nacionalista, senão sou um nazi responsável por todos os males e guerras do mundo e arredores. Laughing


Última edição por PedroH em Dom Abr 24 2022, 23:35, editado 1 vez(es)
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 20:55

agorgal escreveu:
Dá o exemplo de dois "diletantes" da geo-política, que embarcaram ambos num jogo de faz-de-conta para angariar publicidade às suas pessoas. Viu resultados?

Putin é de uma outra cepa. Não precisa de publicidade, precisa de resultados para se segurar no poder. E esses resultados são, tão só, uma vitória militar clara - a ocupação, se não de toda a Ucrânia, pelo menos de grande parte do leste e sul do país. Enquanto não conseguir atingir estes objectivos não parará, não negociará com ninguém.

Que ganha a Ucrânia com o seu "Herói Morto"? Apenas a capitulação.
Desde há muito tempo que Zelensky vem propondo negociações diretas com Putin. Só que Putin não o reconhece como seu igual enquanto figura de estado. Um princípio base de negociações político-militares sérias é serem feitas entre pares. E em terreno neutro.

Tudo o que tem sido dito, ou escrito, que contrarie isto é puro entretenimento. Na pornografia da guerra não há só o sangue dos mortos, há também a hipocrisia dos mandantes e a especulação dos comentadores.


Desde o inicio que eu disse que esta guerra tem origem numa serie de "fenómenos " antigos, falei na culpa do ocidente, dos americanos, entretanto foi ofendido e estupidificado, para outros sou "diferente" etc e tal... no fundo um forum é o resultado do país , cá tambem os partidos sao silenciados, ha uns tempos a democracia quis silenciar o Chega e agora parece que é o PCP...por ter tido uma opinião fora da caixa.

Na verdade dei a opinião e não sou diferente de nada, por na verdade estamos a falar e dar opiniões com base noutras opiniões formadas por estudiosos , históriadores, entendidos etc...

Eu vi esta semana esse Zalensky ter o palco do nosso parlamento , para pedir ajuda e armas... como já vem fazendo noutros palcos.

Ajudar a Ucrânia com armas? eu ligo a tv e vejo é destruição e mortes,  esse Zalensky para muitos é um heroí... mas eu há muitos anos tenho amigos ucranianos que vivem cá, e não são seguidores desse Zalensky senão estariam na Ucrania a lutarem até a morte,  voces de fossem ucranianos estavam no front a lutar até a morte, até ja podiam estar mortos , ou sem pernas , ou na lista para morrerem enquando esse Zalensky anda de parlamento em parlamento a pedir armas.

Eu conversei muito com russos e ucranianos, são um povo forte e guerreiro com formas de pensar diferentes da nossa , e que eu respeito e até tenho admiração, para mim ser diferente não quer dizer mau ou pior, logo disso.
Sei que ucranianos e russos tem caracteristicas próprias, levam as coisas sem medo e com valentia, esta guerra não terá fim até estar tudo morto e destruído, e quando assim é , a guerra não é solução, é apenas morte e destruição.


Neste assunto  admiro imenso a opinião do americano John Mearsheimer, professor famoso de ciencia politica, ele ajuda a compreender o conflito , e a raiz e a origem do conflito,  a raiz e a origem tem de ser entendidas para se conseguir resolver, dizer que o Putin é louco e assassino é uma forma simplista, ha muito mais complexidade que isso,  eu vi a Nato bombardear a Servia , curiosamente ele apoiam a Russia e tem odio á Noto, por a Nato os atacou no passado, e ninguem da Nato foi julgado por crimes de guerra.


Para quem quiser entender uma visão inteligente deste conflito veja com atenção uma palestra de  John Mearsheimer, a sério vale a pena, e não estamos a falar de youtuberes nem wikipédia por isso podem ver. Very Happy

https://fb.watch/czZRHbWzUS/
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 21:11

agorgal escreveu:
Os franceses escolheram. Mas com o sistema político seriamente abalado e com os partidos tradicionais desaparecidos do mapa, o que se seguirá?

O que seguirá e mais do que já existe, outro mandado do Macron... julgo que o sistema francês tem o mesmo problema do português que é uma elevada abstenção , segundo li França teve nestas eleições a maior abstenção desde 1969.

Ou seja com esta abstenção elevada quer dizer que há uma boa fatia da população que deve ser anarco social, gente parasitas politicos que não votam e são "verbos de encher" politicos , muitos deles ainda com lata de criticar os politicos que outros votam, mas no dia de votarem preferem ficar em casa a beberem copos , cá é igual.

Resultado , democracias frágeis, representam uma elite militante que se preocupa mas pouco representativas do povo em geral.

As pessoas tem de aprender que se não votam , não escolhem, mas alguem bem ou mal vai escolher por elas!, tambem de salientar que o contrário de uma democracia é uma ditadura... portanto o povo vote ou não vote tem o que merece.
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyDom Abr 24 2022, 22:38


Citação :

Cada vez que a humanidade cria um grupo por razões étnicas, culturais, politicas ou religiosas a individualidade desapareçe para deixar apareçer simplesmente as diferenças ideologicas dos grupos... é o começo da rivalidade, é o começo do nacionalismo, ..

A rivalidade não tem de ser odio ou guerra.

Existe um mito que o nacionalismo se centra como estrangeiros, contra tudo e todos, dão logo os piores exemplo como o nazismo para descrever um nacionalista, mas até mesmo a Alemanha nazi de Hitler tinha muitos estrageiros, vários multinacionais estrangeiras, como a Ford e a Opel, a General motors e por aí fora que até contribuiram para a maquina de guerra alemã, curiosamente a general motors na Alemanha acabou sendo bombardeada pelos próprios americanos mandando cidadão americanos e fazendo o Estado americano mais tarde ter de pagar uma indeminização.


Mas no meu caso eu não acredito nas sociedade da forma que vivem nem da nossa porque não tem produtividade nem produto nacional, eu defendo em parte o nacionalismo económico, tambem chamado de protecionismo económico e não os mercados liberais existentes.

O que existe atualmente é as pessoas não terem utilidade e nada produzirem, porque nada é protegido, imagine um de vos fazer um produto, e depois a sociedade importa tudo, esse produto não é vendido, porque o vizinho preferiu comprar esse produto que fizeram a Espanha e depois voces não facturam....mas os vossos empregados vão querer dinheiro, que vocês tem de pagar, mas se o povo comprou a Espanha devia pedir aumento aos espanhois...mas não pedem ca porque trabalham cá obviamente, mas as empresas não facturam o que deviam facturar porque o mercado e o estado não protege as empresas e por conseguencia os salarios dos trabalhadores porque tudo é uma bola de neve.

Há no mercado produtos importados que não tem a minima logica porque existem cá e aparecem importados a preços baixos.

Este assunto é a base de sociedades auto-sustentáveis independentes, e criativas e produtivas onde as pessoas trabalhem entre elas e não para dar o dinheiro aos outros, porque na verdade não vão ser os outros que lhe vão pagar o salário ou a reforma.

Claro que este assunto tem de ter um equilibrio, nas sociedades nacionalistas tambem ha importações, tambem ha estrangeiros a viverem e multinacionais, no entanto são mais rigorosas no que é em excesso e que prejudica mais do que ajuda a crescer.

Portugal é um pais que vive de ajudas externas cada vez está pior e é um pais de serviços onde se trabalha e pouco ou nada se produz, ate as empresas nacionais cairam nas mãos de estrangeiros, portanto estamos a caminhar para a extinção, só o nacionalismo e uma politica proteccionista da nação pode inverter o sentido de abismo que caminhamos e dar um pouco de esperança.

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 05:52

Porque hoje se faz Abril

Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7930
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 10:06

PedroH escreveu:
...O politicamente correto quer condenar a palavra nacionalismo de nação mas torna politicamente correto a palavra patrióta...

Caro PedroH, deixe de aproveitar cada frase e ideia solta em direção da utilidade ideologica que ela possa lhe dar e sobretudo deixe de se victimisar... a sua ideologia faz de si alguém que não està do lado do humanismo! Afinal, qual é a diferença entre um espanhol de badajoz e um português de elvas?... ou entre um françês de menton e um italiano de vintimille?... a resposta é: alguns kilometros!!!...

Tà a ver, a sua ideologia é tão absurda que leva a estabelecer diferenças entre as pessoas que vivem lado a lado, mas do outro lado da fronteira... ou entre os que partilham o mesmo espaço e se detestam como os flamengos e os wallons na belgica! Tudo isso porque pretendem possuir uma "nacionalidade" diferente...

O problema não é que voçê goste de portugal pois também é o meu caso... o problema são as razões pelas quais voçê e eu gostamos de portugal que não são de certeza as mesmas. Tà a ver, duas pessoas como voçê e eu podem possuir a mesma nacionalidade e pertençer ao mesmo povo sentindo-se mais afastadas entre elas do que de alguém do outro lado da terrra... isto mereçe reflexão quando se fala de nacionalismo Wink

Volto a repetir, o nacionalismo cria fronteiras e separações que são o começo da negação do outro...
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7930
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 13:12

agorgal escreveu:
Porque hoje se faz Abril...

No dia em que a França passa ao lado de um governo soberanista de extrema direita... o que leva a politica a se inquietar da sua incapacidade a criar a paz social voçê lembra esse dia de hoje que nos leva até 1974...

Viva o 25 de Abril e isto para sempre!!!

cheers
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 13:44

TD124 escreveu:
PedroH escreveu:
...O politicamente correto quer condenar a palavra nacionalismo de nação mas torna politicamente correto a palavra patrióta...

Caro PedroH, deixe de aproveitar cada frase e ideia solta em direção da utilidade ideologica que ela possa lhe dar e sobretudo deixe de se victimisar... a sua ideologia faz de si alguém que não està do lado do humanismo! Afinal, qual é a diferença entre um espanhol de badajoz e um português de elvas?... ou entre um françês de menton e um italiano de vintimille?... a resposta é: alguns kilometros!!!...

Tà a ver, a sua ideologia é tão absurda que leva a estabelecer diferenças entre as pessoas que vivem lado a lado, mas do outro lado da fronteira... ou entre os que partilham o mesmo espaço e se detestam como os flamengos e os wallons na belgica! Tudo isso porque pretendem possuir uma "nacionalidade" diferente...


Volto a repetir, o nacionalismo cria fronteiras e separações que são o começo da negação do outro...

Caro 124TD  você está muito focado na diferença como uma guerra... veja as coisas por outra perspectiva, as diferenças complementam-se por vezes de forma saudável

você tocou no ponto da diferença de povos  eu sou a pessoa certa para o desmistificar esse assunto Resistência - Página 6 491368

A diferença de um português e de povo como um espanhol ou outro não é apenas quilometros,  repare cada sociedade é diferente uma das outras, no mundo existem centenas de sociedades e nenhuma é igual,  a sociedade é feita por um povo, por pessoas que ao serem diferentes fazem essa sociedade diferente.

Certo?


fala de diferença de um espanhol? perguntou á pessoa certa pois a minha familia paterna é espanhola  Laughing  que adoro e eles são diferentes, não muito diferentes pois são ibéricos como nós mas um pouco diferentes, alias Espanha é um país que adoro bastante e em todas as suas regiões ha diferenças de sociedade e por conseguência das pessoas, porque tiveram outra educação, outra forma cultural de pensar embora muito semelhante ás nossas, por algum motivo somos irmãos.

Mas falando das diferenças dos povos as diferenças crescem com outros povos, os povos da europa do norte ganham-nos á distancia em organização em metodologia.

Se formos para africa tambem são diferentes, se formos para africa lusofona viremos muitas semelhanças, se formos para Cabo Verde que nem é em Africa veremos uma sociedade muito espelhada na portuguesa tanto ou mais que qualquer outro povo e quase tanto ou ate mais que os espanhois em vários aspectos nomeadamente a estrutura politica.

Você fala de fronteiras, acha que não consegue misturar nacionalismo com fronteiras se forma saudável, pois fique sabemos que as minhas ligações a outros povos alem de amizade desde sempre com africanos, ucranianos, ligações familiares com espanhois ainda tenho uma mulher brasileira Laughing  
Brasiseilos tambem são muito diferentes dos portugueses, alias basta vermos a estrutura das sociedade brasileira e veremos que a nivel estatistico tudo é ate um pouco radicalmente diferente, isto generalizando, pois o brasileiro tem mais diferenças entre si que o português, alias muito mais mesmo.



Portanto se alguem liga e entende bem as fronteiras e as diferenças dos povos e o respeito pelos povos sou eu, quer melhor exemplo prático?  Resistência - Página 6 933723

Acredite que as pessoas fossem iguais as sociedades feitas por essas pessoas seriam iguais e os resultados seriam iguais, ou seja as taxas , os rankings, os salários etc...


Já lhe disse que o meu nacionalismo assenta em conceitos de proteger o país e os portugueses, o crescimento económico do país e a preservação cultural, o próprio governo português se reparar tem atitudes nacionalistas, por exemplo defende a segurança, saúde e educação gratuítos, embora não consiga fazer a 100% isto é um principio básico do nacionalismo.
Outra atitude nacionalista do governo foi ter nacionalizado a TAP,  pena é que ao ser globalista a TAP seja para servir o "mundo" e para o português apenas  pagar, mas isso é outra conversa. Rolling Eyes
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7930
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 15:07

PedroH escreveu:
...Já lhe disse que o meu nacionalismo assenta em conceitos de proteger o país e os portugueses, o crescimento económico do país e a preservação cultural...

Caro PedroH, o seu nacionalismo, pelo que tenho lido pela sua escrita é como qualquer outro nacionalismo tradicionalista e aqui em França teria três partidos de extrema direita com os quais estaria em fase intelectualmente. Como aqui a M. Le Pen ou o E. Zemmour voçê contradiz-se regularmente e tenta mesmo fazer uma forma de sentimentalismo como o do Zemmour defendendo a ideia que não tém sangue puro e que o seu nacionalismo é a escolha do coração, não a da cabeça! Ora que no fundo podemos dizer as coisas como são pois voçê gosta de politicas fortes, xenofobas e distinctivas... uma forma de Portugal first! Voçê admira secretamente o Putin, o Orban e qualquer outro chefe de governo que defende o interesse do seu pais em primeiro e qualquer que seja o custo. Considera que existém culturas superiores e outras inferiores o que conduz a uma hierarquia nas nações. Vê a historia pelo prisma mais valorisante para as suas crenças e não hesita a ser negacionista para proteger o seu dogma. Aproveita para ser condescendente em relação às pessoas de outras culturas o que lhe dà um sentimento de ser humanista, pirueta que valorisa o seu nacionalismo paternalista!...

Esta imagem que tenho de si por tudo o que li é-me clara e sém ambiguidade e leva-me a preferir limitar as minhas trocas consigo. Respeito a cortesia que sempre teve aqui em relação a todos e mesmo aqueles que o agrediram directamente... mas estamos demasiado distantes nos nossos ideais para poder discutir consigo!
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 15:46

TD124 escreveu:




Considera que existém culturas superiores e outras inferiores o que conduz a uma hierarquia nas nações. Vê a historia pelo prisma mais valorisante para as suas crenças e não hesita a ser negacionista para proteger o seu dogma. Aproveita para ser condescendente em relação às pessoas de outras culturas o que lhe dà um sentimento de ser humanista, pirueta que valorisa o seu nacionalismo paternalista!...


affraid Onde eu disse que há culturas superiores e outras inferiores??? isso está a dizer você!! eu nunca disse isso!!! disse sim que há culturas diferentes e distintas como é logico e todas elas tem os pontos fortes e os pontos fracos, os portugueses são uma cultura com pontos fracos como todas as cultura por isso temos muito a aprender com outras culturas, especialmente as do norte da europa que tem uma cultura melhor em organização transparência e em criar riqueza e justiça

Por fazer não afirme coisa que nunca disse nem defendo, tenho imenso orgulho em culturas no mundo desde africanas e sul americanas asiaticas e europeias.

E já agora essa do "nacionalista paternalista" só pode ser piada... Laughing



Citação :


Caro PedroH, o seu nacionalismo, pelo que tenho lido pela sua escrita é como qualquer outro nacionalismo tradicionalista e aqui em França teria três partidos de extrema direita com os quais estaria em fase intelectualmente. Como aqui a M. Le Pen ou o E. Zemmour voçê contradiz-se regularmente e tenta mesmo fazer uma forma de sentimentalismo como o do Zemmour defendendo a ideia que não tém sangue puro e que o seu nacionalismo é a escolha do coração, não a da cabeça! Ora que no fundo podemos dizer as coisas como são pois voçê gosta de politicas fortes, xenofobas e distinctivas... uma forma de Portugal first! Voçê admira secretamente o Putin, o Orban e qualquer outro chefe de governo que defende o interesse do seu pais em primeiro e qualquer que seja o custo.

Nunca admirei atitudes xenofobas!!!

Sobre esse Zemmour não sou fan dele, nem do Putin nem de ninhum outro, no entanto cada povo tem as suas virtudes e o povo russo conheci alguem e são como os ucranianos muito parecidos e admiro neles algumas coisas.

Mas você disse uma coisa certas, cada pais tem de defender o seu país em 1ºlugar , eu há 2 meses que vejo noticias e só Ucrania e mais Ucrania, mas os problemas internos dos portugueses estão na gaveta, os problemas globais são a proiridade e cada vez os portugueses mais se afundam.

Hoje noticia milhares de familias sem casa, mas a politica globalista continua a ser encher o pais de refugiados migrantes e afins enquanto os portugueses pagam isso tudo e se afundam nem casa digna tem.

Eu não conheço a fundo esse Zemmour sei que se opõe á invasão do norte de Africa que França está submetida, eu posso é falar por mim, desde que nasci vou a França , já tive lá familiares a viverem lá, e ao longo dos anos tenho vindo a assistir uma degradação humana enorme em França. a ultima vez que estive em Paris foi á 3 anos e senti medo de estar na rua , especialmente na periferecia e mesmo no centro a partir de uma certa hora , só vi foi escumalha nas ruas , violencia, sugidade, lixo, vandalismo, carro incendiados, gente nas ruas vindas de sabe lá de onde com aspeto de serem do norte de Africa , ou arabes, falei com varios franceses que se queixaram, disse que sentem o terror todos os dias na pele, a insegurança e o terrorismo desta gente que não respeita nada nem ninguem.
Isto palavras que ouvi, verdadeiras ou falsas foi o que ouvi de franceses e o que vi como visitante turista nas ruas deixa muito a desejar, e a desejar a França de outros tempos com uma população bem mais agradável.

Mas não sou francês não opino, deixo a democracia francesa escolher quem escolher e eu respeito isso, pois com o problema dos outros posso eu bem, preocupa-me sim os problemas de Portugal e dos portugueses.







Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 18:25

PedroH escreveu:


Nunca admirei atitudes xenofobas!!!


PedroH escreveu:


Eu não conheço a fundo esse Zemmour sei que se opõe á invasão do norte de Africa que França está submetida,  eu posso é falar por mim, desde que nasci vou a França , já tive lá familiares a viverem lá, e ao longo dos anos tenho vindo a assistir uma degradação humana enorme em França. a ultima vez que estive em Paris foi á 3 anos e senti medo de estar na rua , especialmente na periferecia e mesmo no centro a partir de uma certa hora , só vi foi escumalha nas ruas , violencia, sugidade, lixo, vandalismo, carro incendiados, gente nas ruas vindas de sabe lá de onde com aspeto de serem do norte de Africa , ou arabes, falei com varios franceses que se queixaram, disse que sentem o terror todos os dias na pele, a insegurança e o terrorismo desta gente que não respeita nada nem ninguem.  
Isto palavras que ouvi, verdadeiras ou falsas foi o que ouvi de franceses e o que vi como visitante turista nas ruas deixa muito a desejar, e a desejar a França de outros tempos com uma população bem mais agradável.

Mas não sou francês não opino, deixo a democracia francesa escolher quem escolher e eu respeito isso, pois com o problema dos outros posso eu bem, preocupa-me sim os problemas de Portugal e dos portugueses.


Não é xenofobia, é apenas o nacionalismo a falar?
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 20:18

agorgal escreveu:




Não é xenofobia, é apenas o nacionalismo a falar?

A xenofobia não pode ser a desculpa para justificar a caos, hoje xenofobia e racismo são usadas como instrumentalização politica de esquerda, mas ninguem está acima da lei.


Sobre a França desde sempre que a França tem gente de várias origens, vi uma vês um documentários interessante de afro americanos que foram para França na 1ªGM e por lá ficaram muitos deles, até aos anos 30, sempre me lembro de França com gente das suas colónias, mas era tudo controlado e as pessoas viviam bem e integradas, o descalabro migratório em massa defendido pelas politicas é que fez tudo descambar e sair fora do controlo, quem o critica é pela esquerda rotulado de xenofobo.

É como cá, certos grupos partem restaurantes sistemáticamente, vão ao hospital dão cargas de porrada nos médicos e enfermeiros e ninguem pode dizer nada porque senão é xenofobia.

No meu caso sempre vivi com estrangeiros, começando logo em parte da minha familia, amigos africanos e hoje estão todos bem, familia brasileira igual, portanto a palavra xenofobia não entra no meu vocabulário.

Existe sim a uma critica a fluxos migratórios em massa para provocarem o caos e isso sim critico, como critico atitudes seja de quem for, critico atitudes de brasileiros como uns que has 2 ou 3 anos no carnaval cortaram uma rua em Lisboa e teve de lá ir a policia e ainda tiveram a lata de se queixarem de xenofobia.affraid como se cortar uma rua fosse algo normal, enfim.

E sobre esta França de Macron que há a dizer? ontem nas ruas viu-se a selvajaria cada vez mais uma constante, isto á 50anos atras queria ver esta gente fazia isto na rua , iam todos para a guilhotina





Mas ainda nesta conversa achei piada foi ao "nacionalismo paternal" como se eu fosse paternal com espanhois:affraid: Laughing o português de esquerda inventa cada coisa com a ideia que os outros são todos "pequeninos" que todos são vitimas de tudo e de todos... os espanhois são como povo e sociedade superiores a nós, tem mais industria mais indices de tudo. O brasileiros isso tambem não existe por eles são uma economia forte, já foram a 7ª no mundo hoje estão mais abaixo mas continuam um super país a milhas de nós, eles vem cá e montam empresas com a maior das facilidades, investem, tem empresas que vão deste o boticário a fabricas de aviões, eles é que são paternais com os portugueses .

No Brasil empresas portugueses não é dificil se ver, o brasileiro é protecionista da sua industria, até nisso nos dão baile, pena é terem tido politicos ladrões que tem vindo nos ultimos anos a saquear o Brasil sem dó nem piedade, mas isso é outra conversa.

Portanto a conversa do "paternal" já por sim é uma ideia xenofoba pois parece que estamos a falar de coitadinhos mas não! estamos a falar de povos unicos com uma gradiosidade e orgulho mais que sufiente para não aceitarem qualquer tipo de paternalismo nem de portugueses nem de ninguem.




Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 20:56

PedroH escreveu:
[


Mas ainda nesta conversa achei piada foi ao "nacionalismo paternal" como se eu fosse paternal com espanhois:affraid: Laughing   o português de esquerda  inventa cada coisa com a ideia que os outros são todos "pequeninos"  que todos são vitimas de tudo e de todos...  os espanhois são como povo e sociedade superiores a nós, tem mais industria mais indices de tudo.  O brasileiros isso tambem não existe por eles são uma economia forte, já foram a 7ª no mundo hoje estão mais abaixo mas continuam um super país a milhas de nós, eles vem cá e montam empresas com a maior das facilidades, investem, tem empresas que vão deste o boticário a fabricas de aviões, eles é que são paternais com os portugueses .

No Brasil empresas portugueses não é dificil se ver, o brasileiro é protecionista da sua industria, até nisso nos dão baile, pena é terem tido politicos ladrões que tem vindo nos ultimos anos a saquear o Brasil sem dó nem piedade, mas isso é outra conversa.

Portanto a conversa do "paternal" já por sim é uma ideia xenofoba pois parece que estamos a falar de coitadinhos mas não! estamos a falar de povos unicos com uma gradiosidade e orgulho mais que sufiente para não aceitarem qualquer tipo de paternalismo nem de portugueses nem de ninguem.


O "PedroH" afirma-se de nacionalista mas, bem no fundo, nem patriota é!
Abundam nas linhas que vem escrevendo frases em que compara Portugal a outros países e, normalmente, o que é o seu país, a sua Pátria, sai sempre a perder: os nórdicos é que são bons, o governo espanhol é melhor que o nosso, os brasileiros dão-nos baile e por aí fora.
A maior diferença entre mim e o "PedroH" é que eu olho para o meu país, a minha Pátria e sinto orgulho no que ela é hoje. Nos muitos portugueses que dão cartas pelo mundo fora, na nossa capacidade tecnológica, na nossa culinária, no nosso sol. Onde o "PedroH" só vê defeitos eu vejo muitas virtudes e alguns defeitos, mas quem os não têm...
Até pode ter algum orgulho pelo passado do seu país mas pensa que o país que tem hoje merece ir parar ao caixote do lixo.

Para poder contestar o que afirmo cite aqui uma linha, uma única linha de tudo o que tem escrito sobre o país, na qual valorize o Portugal em que vive hoje.

Quanto à xenofobia, voltamos nós às questões de semântica. Xenofobias, nacionalismos, racismos, para si têm um significado, para todos os outros têm outro. Por muito que bata o pé!
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 21:39

TD124 escreveu:
agorgal escreveu:
Porque hoje se faz Abril...

No dia em que a França passa ao lado de um governo soberanista de extrema direita... o que leva a politica a se inquietar da sua incapacidade a criar a paz social voçê lembra esse dia de hoje que nos leva até 1974...

Viva o 25 de Abril e isto para sempre!!!

cheers

Caro "TD124", claro que lembro, claro que me lembro de todas as horas que vivi nesse dia. Com dezasseis anos, na escola, numa escada escondida, à porta do gabinete da Mocidade Portuguesa, a ouvir um rádiozito de bolso, na rua, entre militares, polícias desenganados e muito povo, alguns tiros para o ar, algum receio... e muita esperança num Portugal livre!
Grito consigo: Viva o 25 de Abril e isto para sempre!!!
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 9180
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 23:05

agorgal escreveu:

(...)

Quanto à xenofobia, voltamos nós às questões de semântica. Xenofobias, nacionalismos, racismos, para si têm um significado, para todos os outros têm outro. Por muito que bata o pé!

Tinha dito a mim mesmo que não valia a pena, mas...

Caro Agorgal, você não lê o filósofo Mitá e depois não compreende o que dizem as palavras à luz de quem acredita que há um grupo de pessoas que só têm a mão esquerda que conspira contra tudo e todos.

Claro que não há racismos e xenofobia, onde já se viu isso ser parte da realidade do século XXI. Contudo, há eleições para um cargo no Parlamento Português que está tocada pelo racismo e xenofobia, mas é caso único, quase nem se deu por ela e pela choraminguice do Mitá.

O problema das sociedades, em escala macro, já se sabe que nasce da injecção de ideias de esquerda, saídas das cabeças dos privilegiados que se queixam de barriga cheia (racismo e xenofobia, onde já se viu). A fundação de acções em valores mutáveis é uma ideia completamente desajuizada, o que era bom para os nossos pais tem de ser bom para nós e para as gerações vindouras, não aceitar este fado é uma traição aos que me possibilitaram um planeta tão bonito para habitar (nada de deus, que esse é claramente socialista).
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptySeg Abr 25 2022, 23:51

agorgal escreveu:


O "PedroH" afirma-se de nacionalista mas, bem no fundo, nem patriota é!
Abundam nas linhas que vem escrevendo frases em que compara Portugal a outros países e, normalmente, o que é o seu país, a sua Pátria, sai sempre a perder: os nórdicos é que são bons, o governo espanhol é melhor que o nosso, os brasileiros dão-nos baile e por aí fora.
A maior diferença entre mim e o "PedroH" é que eu olho para o meu país, a minha Pátria e sinto orgulho no que ela é hoje. Nos muitos portugueses que dão cartas pelo mundo fora, na nossa capacidade tecnológica, na nossa culinária, no nosso sol. Onde o "PedroH" só vê defeitos eu vejo muitas virtudes e alguns defeitos, mas quem os não têm...

!

Olha para a patria e sente orgulho no que é hoje?? orgulho do nosso sol??? What a Face eu não sinto orgulho nenhum em olhar para Portugal e sentir que o PIB per capita de Portugal situa-se 23% abaixo da média da União Europeia, se calhar sou mais exigente e sei que os portugueses conseguem mais que o que fazem. Vivemos politicas desastrosas que só tem destruido o país.

Se calhar vejo mais cá dentro do que lá fora, os problemas do mundo são servidos pelo sistema para nos distrair e tornar pobres e incapacitados. Pot isso o Presidente disse que somos todos ucranianos, eu não sou prefiro ser português , e digo que todos os portugueses deviam era se sentir suiços ou alemães pelo menos no fim do mês, e não sentirem-se ainda mais pobres do que são.

Há 2 formas de um povo crescer, os que crescem por desenvolvimento e tem mérito por isso, e os de mentalidade terceiro mundista que gostam que todos afundem e depois gostam de se comparar com os desgraçados para se sentirem grandes.





https://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/detalhe/mapa-portugal-continua-entre-os-paises-mais-pobres-da-europa
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyTer Abr 26 2022, 09:43

José Miguel escreveu:


O problema das sociedades, em escala macro, já se sabe que nasce da injecção de ideias de esquerda, saídas das cabeças dos privilegiados que se queixam de barriga cheia (racismo e xenofobia, onde já se viu).  

Isso é uma verdade, esses supostos "ativistas" vivem do ativismo, não combatem a causa vivem da causa e alimentados com o nosso dinheiro, o dinheiro do contribuinte. Ou quem acha que paga a um Mamadu Ba um senegalês um autoproclamado antiracista presidente de uma associação chamada SOS racismo , para o Estado paga o contribuinte, para ele andar a fazer videos a dizer mal de todos, a chamar "bosta da bófia" e a dizer que tem de se matar o homem branco .

Esse temas são uma ferramenta politica e uma industria da esquerda e nada mais que isso.

Veja bem, o Chega o suposto partido racista que teve para ser banido e tal , é o unico alem do BE que nos seus deputados tem um africano mulato. Com a diferença da do BE ser uma racista  filha de um terrorista e só ter habilidade para falar de racismo e dizer mal dos portugueses e de Portugal e o do Chega ser um intelectual filosofo com várias obras editadas.

Hoje é facil se usar a palavra xenofobia, ela serve para justificar a violência , deixar em total imponidade certos grupos,  justificar uma imigração em massa do mundo todo, e ainda criar o complexo de culpa absurdo que consiste em alguem se achar culpado por todos os males do mundo.
Ou seja bombardeiam a palestina somos culpados, deviamos colocar os palestinianos todos em Lisboa, se não o fazemos é porque somos xenofobos, vem um bote de borracha da Libia ou de Marrocos, somos os culpados tambem e xenofobos.  
Se chove somos ou culpados se não chove somos os culpados a culpa é do carro a diesel e da central de carvão de Sines já fechada e agora pagamos um balurdio pela energia.

Eu desde sempre sempre tive relações chegadas com outros povos, podia ser casado com uma europeia como com uma angolana ou caboverdiana podia tudo, pois nunca tive problema com isso, sempre enalteci as grandezas dos povos e sempre abominei o vitimismo.

Ontem li no jornal que há milhares de portugueses sem casa digna e a viverem em situações miseráveis muitos em rico de pobreza extrema,...  e ha 2 meses que as noticias são só Ucrânia e mais Ucrânia .

https://www.noticiasaominuto.com/pais/1982348/hoje-e-noticia-milhares-sem-casa-digna-boaventura-tera-forjado-saldo
Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1094
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyTer Abr 26 2022, 21:05

PedroH escreveu:

Olha para a patria e sente orgulho no que é hoje?? orgulho do nosso sol???   What a Face   eu não sinto orgulho nenhum em olhar para Portugal e sentir que o PIB per capita de Portugal situa-se 23% abaixo da média da União Europeia, se calhar sou mais exigente e sei que os portugueses conseguem mais que o que fazem. Vivemos politicas desastrosas que só tem destruido o país.

Se calhar vejo mais cá dentro do que lá fora,  os problemas do mundo são servidos pelo sistema para nos distrair e tornar pobres e incapacitados. Pot isso o Presidente disse que somos todos ucranianos, eu não sou prefiro ser português , e digo que todos os portugueses deviam era se sentir suiços ou alemães pelo menos no fim do mês, e não sentirem-se ainda mais pobres do que são.

Há 2 formas de um povo crescer,  os que crescem por desenvolvimento e tem mérito por isso, e os de mentalidade terceiro mundista que  gostam que todos afundem e depois gostam de se comparar com os desgraçados para se sentirem grandes.


https://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/detalhe/mapa-portugal-continua-entre-os-paises-mais-pobres-da-europa

Que fique aqui registado que o nacionalismo ou patriotismo, no seu entender, no seu sentir, se mede pela dimensão do PIB. Com o PIB baixinho não há orgulho nenhum, com o PIB um bocadito mais alto haverá um bocadito de orgulho e com o PIB estratosférico há um estratosférico orgulho.
Mais uma enorme diferença, o meu orgulho em ser português, o meu "nacionalismo", o meu "patriotismo", chame o que lhe queira chamar, nada tem a ver com PIB's, tem a ver com História, Cultura, Língua e Povo.
Ir para o topo Ir para baixo
PedroH
Membro AAP
PedroH


Mensagens : 333
Data de inscrição : 06/04/2021
Idade : 52
Localização : Margem Sul

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyTer Abr 26 2022, 22:17

agorgal escreveu:


Que fique aqui registado que o nacionalismo ou patriotismo, no seu entender, no seu sentir, se mede pela dimensão do PIB. Com o PIB baixinho não há orgulho nenhum, com o PIB um bocadito mais alto haverá um bocadito de orgulho e com o PIB estratosférico há um estratosférico orgulho.
Mais uma enorme diferença, o meu orgulho em ser português, o meu "nacionalismo", o meu "patriotismo", chame o que lhe queira chamar, nada tem a ver com PIB's, tem a ver com História, Cultura, Língua e Povo.

Tambem eu, mas o PiB é importante pois tem a ver com a riqueza e o bem estar de casa um.

Mas já que fala de orgulho veja se isto é normal? hoje fui ao supermercado ao fim da tarde e comprei algumas batatas, reparei que vem de França...What a Face até batatas parece que já nem temos capacidade para ter, são os franceses que nos alimentam... acha isto normal?

Quando se fala de soberania tem de se falar de autonomia, importarmos petróleo e muita coisa tenho de aceitar, mas batatas? enfim
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 9180
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 EmptyQua Abr 27 2022, 09:20

PedroH escreveu:

Tambem eu,   mas o PiB é importante pois tem a ver com a riqueza e o bem estar de casa um.

Mas já que fala de orgulho veja se isto é normal?  hoje fui ao supermercado ao fim da tarde e comprei algumas batatas, reparei que vem de França...What a Face   até batatas parece que já nem temos capacidade para ter, são os franceses que nos alimentam... acha isto normal?  

Quando se fala de soberania tem de se falar de  autonomia,  importarmos petróleo e muita coisa tenho de aceitar, mas batatas?  enfim

O Pedro tem graça, quer mesmo acreditar que podemos ser auto-suficientes em questões agrícolas? (em sentido macro)

Quer ajudar os produtores nacionais, não compre batatas vindas de França. É a sua escolha, ou da sua escolha, comprar produtos vindos de fora. O mais comum será encontrar produtos vindos de fora mais baratos, dada a escala de produção.

Aplique isto e deixe de reclamar, na medida do que lhe é possível faça o que considera certo e deixe que a liberdade do arbítrio funcione para si e para todos.

Sempre que um intervenção termina com "enfim" algo está profundamente errado com a intervenção, no caso das batatas por acaso temos capacidade de auto-suficiência?

É desse tipo de nacionalismo que ninguém necessita, é profundamente errado.
Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado





Resistência - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Resistência   Resistência - Página 6 Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
Resistência
Ir para o topo 
Página 6 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissões neste sub-fórumNão podes responder a tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: