Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Racismo, Nacionalismo e outros ismos...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ricardo onga-ku
Membro AAP


Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySeg Set 28 2020, 21:23

Quando um pensamento liberal é acusado de Marxismo o pobre desconfia...

Aqui vai um gráfico:

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 _109625452_eu_far_right_map_010519_map640-nc

https://www.bbc.co.uk/news/world-europe-36130006
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySeg Set 28 2020, 21:32

Esta semana o Governo de Sua Majestade proibiu as escolas de usar material proveniente de organizações com posições anti-capitalistas, e colocou um ultra-conservador ex-editor do Telegraph à frente da BBC.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySeg Set 28 2020, 22:02

Mário Franco escreveu:
José Miguel escreveu:
O Mário Franco realmente viu tudo, muito mais cedo do que todos os outros, viu até mais longe... pena não ter visto o jantar de sábado que tivemos na sala de minha casa, não ter escutado amigos de longa data (desde os 18 anos) apelidarem-me de ter um pensamento para outro lado e não mudar.

Para resumir, o Mário Franco pode seguir o seu próprio conselho e leia, leia muitas vezes a frase que aparece a cada mensagem que deixo - Por quem me vê...

Talvez perceba que essa frase não aparece por acaso, que ela é simples e eficaz e permite-me estar bem perante alguém que parte para o insulto em vez de partir para o conhecimento, assim como me permite estar perante quem parte para o conhecimento e julga depois.

Desejo-lhe o melhor, como sempre.

Pois eu não lhe desejo nem o melhor nem o pior.

Este seu segundo texto é extremamente ambíguo.

O anterior, no qual manifestou um pensamento político foi, pelo contrário, muitíssimo explícito.

Portanto vamos sempre parar ao mesmo sítio. Está a usar o fórum como uma tribuna política.

Ora como Administrador deve manter uma postura imparcial, nomeadamente em matéria política, religiosa e futebolística.
Eu fui educado de forma a perceber que o melhor para o Outro, será o melhor para mim.

Os dois textos foram escritos pela mesma pessoa, com o mesmo estilo, com a mesma base de crenças.

A minha imparcialidade está bem presente no texto que aponta como "anterior", referi-me ao espectro político/partidário Português desde a dita "esquerda" até à "direita", ainda fui capaz de me referir aos que se pensam mais perto do "centro". Pode acusar-me de não gostar de nenhum ou querer todos por igual, de pretender tirar um pouco de todos ou deixar de fora o mal de cada um. Não necessita de partilhar um vídeo de propaganda para me identificar com alguma crença.

Escrevo de forma livre, desde esse ponto permito que as palavras sejam alvo das mais variadas interpretações, tento responder com o respeito que todos merecem. Estamos em ambiente de saudável partilha, é assim que devemos continuar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2407
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 62

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySeg Set 28 2020, 22:39

José Miguel escreveu:
Mário Franco escreveu:
José Miguel escreveu:
O Mário Franco realmente viu tudo, muito mais cedo do que todos os outros, viu até mais longe... pena não ter visto o jantar de sábado que tivemos na sala de minha casa, não ter escutado amigos de longa data (desde os 18 anos) apelidarem-me de ter um pensamento para outro lado e não mudar.

Para resumir, o Mário Franco pode seguir o seu próprio conselho e leia, leia muitas vezes a frase que aparece a cada mensagem que deixo - Por quem me vê...

Talvez perceba que essa frase não aparece por acaso, que ela é simples e eficaz e permite-me estar bem perante alguém que parte para o insulto em vez de partir para o conhecimento, assim como me permite estar perante quem parte para o conhecimento e julga depois.

Desejo-lhe o melhor, como sempre.

Pois eu não lhe desejo nem o melhor nem o pior.

Este seu segundo texto é extremamente ambíguo.

O anterior, no qual manifestou um pensamento político foi, pelo contrário, muitíssimo explícito.

Portanto vamos sempre parar ao mesmo sítio. Está a usar o fórum como uma tribuna política.

Ora como Administrador deve manter uma postura imparcial, nomeadamente em matéria política, religiosa e futebolística.
Eu fui educado de forma a perceber que o melhor para o Outro, será o melhor para mim.

Os dois textos foram escritos pela mesma pessoa, com o mesmo estilo, com a mesma base de crenças.

A minha imparcialidade está bem presente no texto que aponta como "anterior", referi-me ao espectro político/partidário Português desde a dita "esquerda" até à "direita", ainda fui capaz de me referir aos que se pensam mais perto do "centro". Pode acusar-me de não gostar de nenhum ou querer todos por igual, de pretender tirar um pouco de todos ou deixar de fora o mal de cada um. Não necessita de partilhar um vídeo de propaganda para me identificar com alguma crença.

Escrevo de forma livre, desde esse ponto permito que as palavras sejam alvo das mais variadas interpretações, tento responder com o respeito que todos merecem. Estamos em ambiente de saudável partilha, é assim que devemos continuar.  

O Sr. José Miguel enreda-se em arabescos e não lhe nego esse direito mas os seus enunciados não atingem os mínimos necessários para obter uma boa relação entre forma e conteúdo.

Não lhe nego qualquer direito de pensamento ou expressão mas como disse Nietzsche, "os poetas turvam as suas águas para que estas pareçam mais profundas" .

Admito que as suas águas possam simular profundidade aos olhos de leitores pouco preparados.

O meu pensamento é sintético e cirúrgico, portanto cinjo-me ao fundamental e reitero:
Um administrador tem de ser imparcial não podendo tomar posição política ou religiosa.

Encerro aqui a minha intervenção porque creio que já esclarecemos tudo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyTer Set 29 2020, 08:41

Este sub-fórum é dedicado a temas off-topic, ou seja assuntos não relacionados com o audio.

Deveria o AAP interditar a discussão de temas políticos ou religiosos?
Neste momento frequento 6 fóruns abertos incliundo este e dois grupos que requerem inscrição obrigatória para visualização dos conteúdos.
Alguns fóruns seguem esta política, outros não.
Naqueles que a permitem a participação obviamente é facultativa e a nunca vi moderação a intervir mas a participar livremente.
Conversa de café.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyTer Set 29 2020, 09:05

Voltando ao tema do "branqueamento" cultural, o canal YouTube indicado pelo Mário intitula-se Tradutores de Direita e descreve-se desta forma:

Somos tradutores empenhados em trazer à luz o programa e a visão de mundo da direita. Em meio a um país de mídia dominada pela agenda da esquerda, — fato que, de forma paradoxal mas não ilógica, já é tão consumado que poucos percebem — trabalhamos como voluntários pela difusão do conservadorismo e de notícias do mundo vistas pela ótica conservadora, tão ignorados pelo nosso establishment cultural, universitário e jornalístico.

Não vi nenhum dos videos mas parece-me ter origem no Brasil.

Uma pequena amostra dos conteúdos:
Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 FZ3ltge
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyTer Set 29 2020, 09:13

Apesar de não acompanhar o panorama político português há alguns anos até percebo a razão desta reacção contra a erosão de valores conservadores e cristãos (mais concretamente católicos) num mundo moderno em transformação e contra a opção da esquerda em "prioritizar " os direitos de (algumas) minorias.

A coligação de um PS mais moderado com partidos extremos PCP, BE, PEV e PAN foi, aparentemente, a gota de água...


Mas o reaccionarismo é um fenómeno global.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQui Out 08 2020, 10:33

O New England Journal of Medicine descreve a administração Tump como um fracasso imoral.

Vale a pena ler o editorial na totalidade mas este parágrafo é um bom resumo:


When it comes to the response to the largest public health crisis of our time, our current political leaders have demonstrated that they are dangerously incompetent.
We should not abet them and enable the deaths of thousands more Americans by allowing them to keep their jobs.​



Quando se trata da resposta à maior crise de saúde pública de nosso tempo, nossos actuais líderes políticos demonstraram que são perigosamente incompetentes.
Não devemos incitá-los e permitir a morte de milhares de americanos, autorizando que mantenham seus empregos.



https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMe2029812
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQua Out 14 2020, 10:20

A nova máfia Norte Americana:

Voltar ao Topo Ir em baixo
analog_sa
Membro AAP
analog_sa

Mensagens : 235
Data de inscrição : 04/05/2017
Localização : Cascais

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQua Out 14 2020, 11:37

Another 4 years of liberal tears.

It even rhymes Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQua Out 14 2020, 13:53

analog_sa escreveu:
Another 4 years of liberal tears.

It even rhymes Cool

The mourning would be world-wide...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQua Out 14 2020, 15:18

Ter uma amigo a viver actualmente nos EUA é uma ajuda para perceber, ou tentar perceber, o que por lá se passa. Confesso que tenho ficado aquém... Dizem que aquele é o lugar certo para se ganhar dinheiro, talvez esta crença esteja tão elevada e brilhante que cegue tudo o resto.


A partir do minuto 1 acontecem entrevistas no meio de uma reunião de apoiantes de Trump, será que é caso para dizer que eles têm o que querem!?! Rolling Eyes

Se não fosse real, tinha graça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptyQua Out 14 2020, 16:35

Os Estados Unidos são uma união de estados de 3º mundo com algumas ilhas de civismo e desenvolvimento.

A chama da tocha da Estátua da Liberdade há muito que se apagou...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 10:29

Será tempo de definir um limite de idade máximo para exercer o direito de voto?

Com os avanços da medicina, saneamento básico e segurança alimentar a esperança média de vida nos países desenvolvidos nas últimas 5 décadas subiu de 60 para 80 anos (curiosamete tem vindo a baixar no Norte de Inglaterra).
Por outro lado a degradação das condições sócio-económicas, desemprego, os casamentos ou uniões de facto mais tardios e um declínio geral da fertilidade causaram uma alteração drástica na idade mediana da população.

Portanto, com o agravamento do envelhecimento ao longo dos anos, os encargos com pensões, reformas e subsídios de desemprego são cada vez maiores, pois há um número cada vez maior de cidadãos inactivos sobretudo nas áreas mais rurais.
fonte: Universidade de Coimbra

Para além disso a idade avançada trás não só uma tendência crescente do conservadorismo mas muitas vezes também problemas cognitivos.

Isso está bem patente nos estudos demográficos efectuados aquando do Referendo para a Saída da União Europeia no Reino Unido (BrExit) e subsequentes Eleições Geráis, e das Eleições Presidênciais de 2016 nos Estados Unidos da América.
Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 QeOV5Pe


O resultado do BrExit levantou um debate interessante, importante mesmo, mas pouco aprofundado sobre o impacto que uma decisão tomada por um grupo de eleitores à beira ou já em idade de reforma, que representam a maioria, teve no futuro dos jovens ainda não em idade de votar.

O voto Leave foi maioritariamente Inglês, idoso, e nostálgico. Representa um olhar para o passado.
O slogan era Take back control.

Nos EUA a palavra-chave também estava lá: Make America Great Again...

Um apelo claro ao conservadorismo saudosista.
E qual é o grupo etário que olha com saudade para o passado?





Última edição por ricardo onga-ku em Sex Out 16 2020, 11:49, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 10:59

Um pouco de música para alegrar o tópico...

Sou da geração sem remuneração.
E não me incomoda esta condição.
Que parva que eu sou.

Porque isto está mal e vai continuar,
Já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou.

E fico a pensar:
Que mundo tão parvo,
Onde para ser escravo
É preciso estudar.

Sou da geração "casinha dos pais".
Se já tenho tudo, p'ra quê querer mais?
Que parva que eu sou.

Filhos, maridos, estou sempre a adiar,
E ainda me falta o carro pagar.
Que parva que eu sou.

E fico a pensar:
Que mundo tão parvo,
Onde para ser escravo
É preciso estudar.

Sou da geração "vou queixar-me p'ra quê?",
Há alguém bem pior do que eu na TV.
Que parva que eu sou.

Sou da geração "eu já não posso mais!",
E esta situação dura há tempo demais,
E parva eu não sou!

E fico a pensar:
Que mundo tão parvo,
Onde para ser escravo
É preciso estudar.

Que mundo tão parvo,
Onde para ser escravo
É preciso estudar.


Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 15:38

Curiosamente em França a Le Pen conquistou mais votos junto da camada jovem da população eleitora:

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 NxiKlpX
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 16:04

ricardo onga-ku escreveu:
Será tempo de definir um limite de idade máximo para exercer o direito de voto?

(...)

Caro Ricardo, a minha resposta pronta a essa pergunta é: não.


Eu acredito na Liberdade e gosto pouco ou nada que esse Valor maior seja beliscado. Para que a Liberdade seja tocada, mesmo de forma leve, tem que haver uma justificação superior - como a Segurança.

Limitar a Liberdade pela ausência de direito de voto não é um caminho eficaz. Primeiro questiona-se a idade, um destes dias a formação e capacidade de pensar a realidade política. Eu sei que estou a colocar o cenário no extremo, mas tem que ser assim. Quando se abre um precedente, temos que estar preparados para que outros "bloqueios" cheguem.

A Educação é o caminho, o único em que acredito para mudar cenários como os que revelam essas votações expressas nos gráficos. Cada pessoa tenderá a votar em quem lhe prometa o que ela quer/deseja, por mais improvável que isso seja. Somos movidos pela Razão e pela Emoção, campos distintos que se batem pelo exercício de superioridade em nós. Felizmente, tanto a Razão como a Emoção são passíveis de Educação.

Sim, o processo de Educação é um processo onde a nossa Liberdade é tocada, mas este é um daqueles casos em que o fim justifica amplamente o meio.


Prefiro viver no meio de quem vota diferente de mim, que partilha o seu pensamento, que o debate, que no fim consegue sentir respeito, do que no meio de alguém limitado na sua Liberdade ou que se esconde na sombra, que murmura ou age sem capacidade de pensar em voz alta e partilhar o que acredita ser o melhor.


Defendo a existência de tópicos como este, pois acredito que a falar a gente pode entender-se e evoluir. Numa primeira análise a limitação de voto por idade pode parecer uma ideia catita, mas assim que debatida pode reaparecer como algo pouco feliz.


Limitar o voto pela idade/velhice é um "ismo" e a Democracia, que é a "ditadura da maioria" passaria a ser a "ditadura de uma minoria". Wink




ps.: a menina Ana Bacalhau já se referiu com surpresa ao sucesso que essa canção atingiu; convém pensar que a letra tanto pica um lado como o outro... também é parvo quem pensa que basta estudar para ter sucesso, é parvo quem pensa que continuar em casa dos pais sem mais é suficiente, quem prefere ter um carrinho da marca "x" na garagem, ... que pensa que queixar-se já não vale a pena. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 16:44

José Miguel escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
Será tempo de definir um limite de idade máximo para exercer o direito de voto?

(...)

Caro Ricardo, a minha resposta pronta a essa pergunta é: não.


Eu acredito na Liberdade e gosto pouco ou nada que esse Valor maior seja beliscado. Para que a Liberdade seja tocada, mesmo de forma leve, tem que haver uma justificação superior - como a Segurança.

Limitar a Liberdade pela ausência de direito de voto não é um caminho eficaz. Primeiro questiona-se a idade, um destes dias a formação e capacidade de pensar a realidade política. Eu sei que estou a colocar o cenário no extremo, mas tem que ser assim. Quando se abre um precedente, temos que estar preparados para que outros "bloqueios" cheguem.

A Educação é o caminho, o único em que acredito para mudar cenários como os que revelam essas votações expressas nos gráficos. Cada pessoa tenderá a votar em quem lhe prometa o que ela quer/deseja, por mais improvável que isso seja. Somos movidos pela Razão e pela Emoção, campos distintos que se batem pelo exercício de superioridade em nós. Felizmente, tanto a Razão como a Emoção são passíveis de Educação.

Sim, o processo de Educação é um processo onde a nossa Liberdade é tocada, mas este é um daqueles casos em que o fim justifica amplamente o meio.


Prefiro viver no meio de quem vota diferente de mim, que partilha o seu pensamento, que o debate, que no fim consegue sentir respeito, do que no meio de alguém limitado na sua Liberdade ou que se esconde na sombra, que murmura ou age sem capacidade de pensar em voz alta e partilhar o que acredita ser o melhor.


Defendo a existência de tópicos como este, pois acredito que a falar a gente pode entender-se e evoluir. Numa primeira análise a limitação de voto por idade pode parecer uma ideia catita, mas assim que debatida pode reaparecer como algo pouco feliz.


Limitar o voto pela idade/velhice é um "ismo" e a Democracia, que é a "ditadura da maioria" passaria a ser a "ditadura de uma minoria". Wink

Eu concordo em princípio que encurtar o limite de idade superior do eleitorado não é um bom caminho.
Mas também não é democrático que um idoso perca a licença para conduzir. Perder direitos e previlégios nunca é bom. Não posso ter um veículo movidos a energias fósseis, não posso comer carne, não posso fumar no restaurante...

Há várias formas de Democracia, não apenas a Democracia Directa.
Um alternativa seria uma quota de eleitores séniores, tirados à sorte.
E a falta de participação dos eleitores jovens também deve ser combatida, por exemplo tornando o voto obrigatório.

Mas o aumento do voto conservador / reacionário na Europa (e no oeste) é impulsionado em parte por pessoas mais velhas e estas formam a maioria do eleitorado e da população. E a tendência é para um desiquilibrio cada vez maior, as populações cada vez mais envelhecidas.

A minha questão prende-se com o problema da Emergência Climática exacerbada e muito pela Pandemia.
Já nem falo nos direitos das mulheres ou das minorias.

Sim, estas viragens à dierita ou à esquerda são cíclicas, mas neste momento voamos na crista da onda errada para resolver os problemas com que nos deparamos, e que impactam o futuro da humanidade como nunca.
Problemas de quem se preocupa com o futuro, não de quem olha para trás.

Podemos sempre optar por negar a Emergência Climática, puxar de um rosário...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 16:54

A educação infelizmente não vai resultar porque:

a) se os governos são de extrema-direita (ou esquerda) irão certamente controlar o discurso, desinformar com realidades alternativas (veja-se o Trump, ou o Estaline)

b) a imprensa, tal como os governos de direita, está nas mãos do capital (veja-se o Reino Unido)

c) o capital detem o dinheiro e corrompe os políticos (veja-se o Salgado)

d) burros velhos não aprendem línguas (...)


E não acho que uma criança educada agora chegue a tempo de inverter os danos...

O tempo para agir é agora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 17:09

No fundo sou acusado de ser anti-democrático por proibir que uma fatia da sociedade vote em partidos anti-democráticos.

Talvez a solução seja proibir esses partidos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 17:46

ricardo onga-ku escreveu:
No fundo sou acusado de ser anti-democrático por proibir que uma fatia da sociedade vote em partidos anti-democráticos.

Talvez a solução seja proibir esses partidos.

Como disse em cima, eu prefiro a partilha à acção nas sombras, pelo que não receberá acusação da minha parte, mas receberá perguntas ou ideias diferentes. Wink


Eu não concordo com o Ricardo, estou mesmo muito distante nesse campo. Acredito no bom uso da Liberdade e não acredito que os mais velhos não aprendam línguas. Pense no exemplo que estamos a presenciar no Supremo dos Estados Unidos, uma juíza com o dobro da idade tinha um pensamento mais aberto e amplo do que a que está prestes a entrar (perdoem-me os que pensam que esta senhora está certa por defender o que defende...).

Já vivemos tempos "distópicos" o suficiente para estar a injectar medidas como essas que aponta como alternativas à actual Democracia. Até a obrigatoriedade de voto não resolve nada, desde logo por não garantir um voto avisado ou consciente - mesmo que seja em branco.

Eu sou dos que prefere ver partidos como o Chega no Parlamento, enquanto não se tornarem outra coisa qualquer que seja ilegal, têm tanto direito à palavra como os outros. Assim que eles expressam as suas ideias e as apresentam perante o Parlamento, logo são originados debates e chumbos no caso de serem propostas que ferem a Constituição. Já sabemos o que acontece com "mártires" e com a mensagem que tentam difundir. Wink


Os EUA têm um sistema muito complexo, um onde os "checks and balances" existem e o poder está controlado. A preocupação com o Trump é lógica, mas há um problema maior à vista, que é a incapacidade de fazer chumbar algumas propostas que são consideradas perigosas (daí a importância do Congresso ou do Supremo). Não é proibindo o voto aos mais velhos que se chega lá, não é obrigando ao voto, não é ilegalizando partidos ou pessoas. Primeiro é preciso fazer compreender o que se experimenta a cada dia, ou acabamos a ilegalizar tudo o que não se entende/concorda - seja lá para que lado for.


Há uma tendência para se colocar a responsabilidade sempre fora de nós, cada um de nós. Isto sim, é para mim um enorme problema. Quem consome as notícias, quem coloca o seu voto na urna, quem decide quanto dinheiro precisa e como o gasta?

É mais fácil sabermos o que queremos, do que sabermos por que queremos e como lá chegaremos.

O Ricardo tem preocupações ambientais e eu também, ambos temos preocupações sociais e políticas, ambos sabemos que queremos algo melhor. Por que queremos isso e como pensamos lá chegar é que nos separa, o que é natural.

Que alvo?
Que motivo?
Que caminho?

Sendo o alvo deste debate o bem comum, eu sei que o meu motivo é o meu bem por arrasto e o caminho não pode invadir o Outro, apenas tocar-lhe como tocam estas palavras quem as lê - mas isso sou eu, que vivo agarrado à Filosofia. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 17:54

José Miguel escreveu:
ps.: a menina Ana Bacalhau já se referiu com surpresa ao sucesso que essa canção atingiu; convém pensar que a letra tanto pica um lado como o outro... também é parvo quem pensa que basta estudar para ter sucesso, é parvo quem pensa que continuar em casa dos pais sem mais é suficiente, quem prefere ter um carrinho da marca "x" na garagem, ... que pensa que queixar-se já não vale a pena. Wink

Agora que tenho um filho de 15 anos e outro de 12 penso bastante nisso.

Se eu os apaparicar, terão eles a vontade necessária ou a necessidade de lutar?
Serão eles culpados, ou eu?
Se a sociedade, Governo, pais e amigos todos apontam para o caminho do curso superior, da vida de sucesso, dos sinais exteriores de riqueza, do consumismo, porque quererão os meus filhos crianças de 15, crianças ainda aos 18, outra coisa?

Em 1996 terminei o curso inscrevi-me na Ordem dos Arquitectos. Sou o número 6800 e tal.
3 anos depois já havia cerca de 18 mil inscritos e de duas Lisboa passou a 6 Faculdades.
A Ordem instituiu os estágios, não remunerados claro está, e assim se destruiu o mercado de emprego na minha profissão.
Ouvi dizer que em 2018 não houve alunos candidatos suficientes para abrir o curso na minha Universidade.
Entretanto os ateliers um pouco por toda a Europa têm nos seus quadros mão de obra de origem Lusitana...
Que parvo que eu sou.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em outubro de 2019, a taxa de desemprego jovem em Portugal foi estimada em 18,3%, estando ainda acima da média europeia, apesar de ter tido a maior redução na Europa.

Em Espanha andava nos 32.9%...


Última edição por ricardo onga-ku em Sex Out 16 2020, 18:24, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 17:59

José Miguel escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
No fundo sou acusado de ser anti-democrático por proibir que uma fatia da sociedade vote em partidos anti-democráticos.

Talvez a solução seja proibir esses partidos.

Como disse em cima, eu prefiro a partilha à acção nas sombras, pelo que não receberá acusação da minha parte, mas receberá perguntas ou ideias diferentes. Wink


Eu não concordo com o Ricardo, estou mesmo muito distante nesse campo. Acredito no bom uso da Liberdade e não acredito que os mais velhos não aprendam línguas. Pense no exemplo que estamos a presenciar no Supremo dos Estados Unidos, uma juíza com o dobro da idade tinha um pensamento mais aberto e amplo do que a que está prestes a entrar (perdoem-me os que pensam que esta senhora está certa por defender o que defende...).

Já vivemos tempos "distópicos" o suficiente para estar a injectar medidas como essas que aponta como alternativas à actual Democracia. Até a obrigatoriedade de voto não resolve nada, desde logo por não garantir um voto avisado ou consciente - mesmo que seja em branco.

Eu sou dos que prefere ver partidos como o Chega no Parlamento, enquanto não se tornarem outra coisa qualquer que seja ilegal, têm tanto direito à palavra como os outros. Assim que eles expressam as suas ideias e as apresentam perante o Parlamento, logo são originados debates e chumbos no caso de serem propostas que ferem a Constituição. Já sabemos o que acontece com "mártires" e com a mensagem que tentam difundir. Wink


Os EUA têm um sistema muito complexo, um onde os "checks and balances" existem e o poder está controlado. A preocupação com o Trump é lógica, mas há um problema maior à vista, que é a incapacidade de fazer chumbar algumas propostas que são consideradas perigosas (daí a importância do Congresso ou do Supremo). Não é proibindo o voto aos mais velhos que se chega lá, não é obrigando ao voto, não é ilegalizando partidos ou pessoas. Primeiro é preciso fazer compreender o que se experimenta a cada dia, ou acabamos a ilegalizar tudo o que não se entende/concorda - seja lá para que lado for.


Há uma tendência para se colocar a responsabilidade sempre fora de nós, cada um de nós. Isto sim, é para mim um enorme problema. Quem consome as notícias, quem coloca o seu voto na urna, quem decide quanto dinheiro precisa e como o gasta?

É mais fácil sabermos o que queremos, do que sabermos por que queremos e como lá chegaremos.

O Ricardo tem preocupações ambientais e eu também, ambos temos preocupações sociais e políticas, ambos sabemos que queremos algo melhor. Por que queremos isso e como pensamos lá chegar é que nos separa, o que é natural.

Que alvo?
Que motivo?
Que caminho?

Sendo o alvo deste debate o bem comum, eu sei que o meu motivo é o meu bem por arrasto e o caminho não pode invadir o Outro, apenas tocar-lhe como tocam estas palavras quem as lê - mas isso sou eu, que vivo agarrado à Filosofia. Smile

A situação no Reino Unido é bastante diferente da Portuguesa apesar de tudo. Talvez por isso o José Miguel se sinta surpreendido pela minha posição e pela minha urgência.

Depois do Referendo de 2016 as posições extremaram-se e acabámos com um Primeiro Ministro que foi eleito depois de suspender o Parlamento e cujo único objectivo politico era sair da UE, um PM incompetente e corrupto numa altura em que o país enfrente uma pandemia mortífera e parte da população sente-se no direito de desafiar a autoridade. Já morreram mais de 40 mil pessoas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 18:31

José Miguel escreveu:
Sendo o alvo deste debate o bem comum, eu sei que o meu motivo é o meu bem por arrasto e o caminho não pode invadir o Outro, apenas tocar-lhe como tocam estas palavras quem as lê - mas isso sou eu, que vivo agarrado à Filosofia. Smile

Aproveitando a sua expertise, quando é que a violação de uma liberdade é considerada justa ou justificável?

Por exemplo, a licença de porte de armas de fogo que nos Estados Unidos todos os anos resulta na morte de centanas de pessoas.
Ou o limite de velocidade para veículos motorizados.
Fumar num restaurante.
Ouvir música a altos berros às 5 da manhã.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 18:38

ricardo onga-ku escreveu:
José Miguel escreveu:
ps.: a menina Ana Bacalhau já se referiu com surpresa ao sucesso que essa canção atingiu; convém pensar que a letra tanto pica um lado como o outro... também é parvo quem pensa que basta estudar para ter sucesso, é parvo quem pensa que continuar em casa dos pais sem mais é suficiente, quem prefere ter um carrinho da marca "x" na garagem, ... que pensa que queixar-se já não vale a pena. Wink

Agora que tenho um filho de 15 anos e outro de 12 penso bastante nisso.

Se eu os apaparicar, terão eles a vontade necessária ou a necessidade de lutar?
Serão eles culpados, ou eu?
Se a sociedade, Governo, pais e amigos todos apontam para o caminho do curso superior, da vida de sucesso, dos sinais exteriores de riqueza, do consumismo, porque quererão os meus filhos crianças de 15 crianças aos 18, outra coisa?

Em 1996 terminei o curso inscrevi-me na Ordem dos Arquitectos. Sou o número 6800 e tal.
3 anos depois já havia cerca de 18 mil inscritos e de duas Lisboa passou a 6 Faculdades.
A Ordem instituiu os estágios, não remunerados claro está, e assim se destruiu o mercado de emprego na minha profissão.
Ouvi dizer que em 2018 não houve alunos candidatos suficientes para abrir o curso na minha Universidade.
Entretanto os ateliers um pouco por toda a Europa têm nos seus quadros mão de obra de origem Lusitana...
Que parvo que eu sou.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em outubro de 2019, a taxa de desemprego jovem em Portugal foi estimada em 18,3%, estando ainda acima da média europeia, apesar de ter tido a maior redução na Europa.

Para o bem e para o mal (pois faz parte do que eu sou) cresci no meio de uma família que nunca apontou o caminho do ensino superior ou de outra coisa qualquer. Trabalhei cinco anos antes de ir para a faculdade, nunca deixei de estudar nesse tempo e até estive em outra faculdade a assistir a aulas (sem estar inscrito apresentei uma tese de final de licenciatura que foi corrigida, na altura Filosofia e Cinema na Católica). Acabei por seguir Filosofia no Porto, trabalhei sempre para pagar as minhas contas, no final da licenciatura fui trabalhar como era natural. Não trabalhei sempre a dar aulas ou a fazer investigação, mas em casa nunca me questionaram a razão de ter escolhido estudar Filosofia.

Refiro isto pois percebo a preocupação que o Ricardo expressa e não quero que entenda esta troca de mensagens como um acto de julgamento ou conselhos, para mim esta troca é de ideias e nada mais.

Dito isto, não olho para a formação de uma pessoa (aqui entenda-se instrução) como algo que defina muito, deve servir para sustentar o crescimento pessoal antes de outra coisa. O que me interessa a mim que doutas mentes acabem nos lugares cimeiros das suas profissões se são nulidades do ponto de vista dos valores? O que me interessa a mim que se olhe para a profissão antes de se olhar para o indivíduo? Por que deve ser uma licenciatura um passaporte para um profissão específica?

Quando falo com pessoas ligadas ao ensino e reparo que nelas há preconceitos sociais, como por exemplo a questão de ordenados ou "dr.", percebo que haverá uma geração que virá com os mesmo vícios.


A realidade Inglesa é diferente da Portuguesa, mas o Homem é Homem, aqui ou na China. Obviamente que somos todos diferentes, como disse antes, a Educação é um factor de formação (entenda-se aqui literalmente dar-forma) fundamental e profundo, daí ter colocado as três questões:
Alvo?
Motivo?
Caminho?

Será possível termos melhor ambiente natural sem antes termos uma mudança de ambiente social?
Ou seja, temos o alvo definido, mas qual é mesmo o motivo que nos move e por que caminho estamos a pensar lá chegar?

Já diziam os primeiros liberais: a cada um o que pode trabalhar; Liberdade tocada apenas para o bem comum.

O liberalismo mudou muito, há até um neo-liberalismo que diz que mais é sempre mais e bom... talvez seja por isso que o meu discurso foi confundido como de esquerda, veja lá bem como o "ambiente social" toca cada um de nós e os conceitos, palavras (significado e referência).
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 18:50

José Miguel escreveu:
Alvo?

Partidos extremistas.


José Miguel escreveu:
Motivo?

Evitar uma situação como a Húngara ou Turca onde estes partidos tomaram o poder com maioria e mudaram a Constituição. Com o consentimento da maioria dos eleitores.


José Miguel escreveu:
Caminho?

Uma boa pergunta.

A imprensa... Passou de jornalismo a entretenimento, é controlada pelo capital e os social media são incontroláveis. O eleitorado está a ser manipulado.

Os partidos... A Grécia acabou de decretar ilegal um partido político.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 18:55

ricardo onga-ku escreveu:
José Miguel escreveu:
Sendo o alvo deste debate o bem comum, eu sei que o meu motivo é o meu bem por arrasto e o caminho não pode invadir o Outro, apenas tocar-lhe como tocam estas palavras quem as lê - mas isso sou eu, que vivo agarrado à Filosofia. Smile

Aproveitando a sua expertise, quando é que a violação de uma liberdade é considerada justa ou justificável?

Por exemplo, a licença de porte de armas de fogo que nos Estados Unidos todos os anos resulta na morte de centanas de pessoas.
Ou o limite de velocidade para veículos motorizados.
Fumar num restaurante.
Ouvir música a altos berros às 5 da manhã.

Eu não sou especialista em nada, mas posso dar a minha opinião. Wink

Ricardo eu tenho crenças que servem de âncora a todas as outras, como todos. Uma dessas crenças é esta:
Age de tal forma que a tua máxima seja passível de ser lei universal.

Essa frase pertence a Kant, é para mim um dos princípios de Ética mais eficazes que conheço, precisamente por ser meramente formal. Aplicado aos exemplos, de uma forma muito simples, eu respondo:

- O porte de armas de fogo nos EUA tem uma base de debate mais precisa (histórica e não é por acaso que os Estados que a defendem são aqueles), por isso vou generalizar para o uso e porte de arma em geral. Usando a máxima que deixei em cima, penso se usando uma arma me sentiria bem com todos (todos mesmo) a usar. Não me sentiria bem, então admito privar-me dessa liberdade para garantir a minha segurança.

- O limite de velocidade segue o mesmo princípio, para eu não ter limites mais ninguém os poderia ter e a minha segurança iria ser colocada em causa... então, vivo bem com um limite de velocidade, pois entendo que aplicado ele me vai proteger.

...

O mesmo aplico aos outros, para não me alongar em demasia deixo apenas esses dois exemplos.


Foi essa a máxima que apliquei aos exemplos que o Ricardo partilhou sobre as mudanças em Democracia. Eu não viveria bem com elas e por isso não as saberia generalizar.

Podemos aplicar a tudo e percebo que isto requer alguma preparação, desde logo perceber como algo vazio de conteúdo pode ser tão amplo. Comparo esse pensamento de Kant à Lei de Mercado (oferta e procura), por exemplo, que por ser formal aplica-se a tudo.

Queremos salvar o planeta?
Apliquemos mais "leis" formais e menos de conteúdo. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 19:03

ricardo onga-ku escreveu:
José Miguel escreveu:
Alvo?

Partidos extremistas.


José Miguel escreveu:
Motivo?

Evitar uma situação como a Húngara ou Turca onde estes partidos tomaram o poder com maioria e mudaram a Constituição. Com o consentimento da maioria dos eleitores.


José Miguel escreveu:
Caminho?

Uma boa pergunta.

A imprensa... Passou de jornalismo a entretenimento, é controlada pelo capital e os social media são incontroláveis. O eleitorado está a ser manipulado.

Os partidos... A Grécia acabou de decretar ilegal um partido político.

O "alvo" não deve ser entendido no sentido bélico. Smile

O "alvo" do Ricardo é a extinção de ideias extremistas, mas repare que isso em si é uma ideia extremista e talvez seja por isso que depois encontra a dificuldade em definir "caminho" (pois talvez encontre dentro de si um confronto... mas não quero aqui fazer análise).

Nos EUA está a acontecer algo perigoso, a imprensa dita livre e aberta, está a transformar-se em fechada e radical... pois parece acreditar que apenas assim pode combater o radicalismo. Curioso, não é?

Não se combatem as "verdades alternativas" com a "extrema verdade", pois nem uma nem outra são válidas do ponto de vista formal. Para a Lógica não existe Verdade, apenas Validade e este princípio é outro que deveria ser aplicado mais vezes.

Quando procuramos a Validade no discurso, acabamos com melhores ideias, principalmente se a estas aplicarmos a máxima que partilhei antes. Está tudo em cadeia, mas é assim mesmo.





edit: deixei a negrito a frase sobre os partidos pois ela vai ao encontro do que disse em cima, se um partido é legal, ou seja, respeita a Lei, por mim deve existir e expressar-se; no caso do Aurora Dourada, o partido acabou por resvalar para algo ilegal e nesse caso a Lei deve ser (e foi) aplicada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySex Out 16 2020, 21:19

José Miguel escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
José Miguel escreveu:
Alvo?

Partidos extremistas.


José Miguel escreveu:
Motivo?

Evitar uma situação como a Húngara ou Turca onde estes partidos tomaram o poder com maioria e mudaram a Constituição. Com o consentimento da maioria dos eleitores.


José Miguel escreveu:
Caminho?

Uma boa pergunta.

A imprensa... Passou de jornalismo a entretenimento, é controlada pelo capital e os social media são incontroláveis. O eleitorado está a ser manipulado.

Os partidos... A Grécia acabou de decretar ilegal um partido político.

O "alvo" não deve ser entendido no sentido bélico. Smile

O "alvo" do Ricardo é a extinção de ideias extremistas, mas repare que isso em si é uma ideia extremista e talvez seja por isso que depois encontra a dificuldade em definir "caminho" (pois talvez encontre dentro de si um confronto... mas não quero aqui fazer análise).

Nos EUA está a acontecer algo perigoso, a imprensa dita livre e aberta, está a transformar-se em fechada e radical... pois parece acreditar que apenas assim pode combater o radicalismo. Curioso, não é?

Não se combatem as "verdades alternativas" com a "extrema verdade", pois nem uma nem outra são válidas do ponto de vista formal. Para a Lógica não existe Verdade, apenas Validade e este princípio é outro que deveria ser aplicado mais vezes.

Quando procuramos a Validade no discurso, acabamos com melhores ideias, principalmente se a estas aplicarmos a máxima que partilhei antes. Está tudo em cadeia, mas é assim mesmo.





edit: deixei a negrito a frase sobre os partidos pois ela vai ao encontro do que disse em cima, se um partido é legal, ou seja, respeita a Lei, por mim deve existir e expressar-se; no caso do Aurora Dourada, o partido acabou por resvalar para algo ilegal e nesse caso a Lei deve ser (e foi) aplicada.

Não concordo, o alvo não é a extinção das ideias extremistas mas evitar que os extremistas tomem o poder.
Isso implica se necessário alterar as leis, de forma democrática, como medida preventiva para evitar o se passou na Hungria ou na Turquia.
Os partidos extremistas começam muitas vezes com uma fachada mais moderada, veja-se por exemplo o UKIP...

Quem imaginava que a Presidência do Trump teria um impacto tão negativo no seu país e no globo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 00:34

Quando apontei o "alvo" do Ricardo como sendo outro, ou a negação do que tinha em primeiro lugar, apontei para explicar que o "alvo" deve ser o que queremos para nós. Wink

No caso do "alvo" ser a extinção de ideias extremistas, a coisa fica mesmo complicada, desde logo pela razão de nós não sabermos que ideias habitam nas mentes dos outros. Também porque nós, na nossa maior tentativa de criarmos um mundo melhor, estarmos a colocar as nossas ideias face às dos outros como melhores e, por isso, a tocar um extremo para outro.

Um dia dediquei-me a ler O Príncipe de Maquiavel pela perspectiva de ensinamento para o povo, como se fosse uma carta aberta a denunciar as práticas mais comuns dos governantes. É sempre possível aprender com o que aparentemente não interessa para o bem comum. Já o referi antes, mas o livro Pequena História da Desinformação, de Vladimir Volkoff, já aponta a muito do que hoje experimentamos em termos de imprensa e arte de campanha.


A questão Trump merece ser observada em conjunto com mais umas quantas coisas. Trump não aparece por obra do acaso, com uma campanha em que se apresenta de forma inacreditável, consegue encostar uma pessoa do "aparelho" às cordas e acaba por a derrotar. A senhora Clinton também não aparece por acaso e o que mais perguntava na altura, assim como agora, era: como é possível acabar-se com dois candidatos daqueles?

Para a realidade dos EUA, a pior coisa que Trump fez foi tornar o cargo de Presidente um "lugar comum", mas o Ricardo deve ter memória que a crise com actos racistas já existia com Obama, que Bush ganha a segunda eleição com a "união do povo contra o terrorismo", etc.

Trump fez muito mal durante quatro anos, mas ele está longe dos primeiros lugares na minha opinião. Os EUA não estão condenados como a Rússia ou a China a viver sob uma ditadura mascarada e para mal dos nossos dias estas duas nações têm muito poder - a Europa nem levanta a voz para o que se passa na Bielorrússia, em Taiwan, ...

Não estamos condenados a viver sempre assim, mas mantenho que até as ideias mais radicais aos nossos olhos devem aparecer na praça pública, pois só assim podem ser devidamente contrariadas. Nos EUA acredita na aprendizagem com a queda/erro, espero que eles aprendam qualquer coisa com isto.

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 08:55

José Miguel escreveu:
Quando apontei o "alvo" do Ricardo como sendo outro, ou a negação do que tinha em primeiro lugar, apontei para explicar que o "alvo" deve ser o que queremos para nós. Wink

No caso do "alvo" ser a extinção de ideias extremistas, a coisa fica mesmo complicada, desde logo pela razão de nós não sabermos que ideias habitam nas mentes dos outros. Também porque nós, na nossa maior tentativa de criarmos um mundo melhor, estarmos a colocar as nossas ideias face às dos outros como melhores e, por isso, a tocar um extremo para outro.

Um dia dediquei-me a ler O Príncipe de Maquiavel pela perspectiva de ensinamento para o povo, como se fosse uma carta aberta a denunciar as práticas mais comuns dos governantes. É sempre possível aprender com o que aparentemente não interessa para o bem comum. Já o referi antes, mas o livro Pequena História da Desinformação, de Vladimir Volkoff, já aponta a muito do que hoje experimentamos em termos de imprensa e arte de campanha.


A questão Trump merece ser observada em conjunto com mais umas quantas coisas. Trump não aparece por obra do acaso, com uma campanha em que se apresenta de forma inacreditável, consegue encostar uma pessoa do "aparelho" às cordas e acaba por a derrotar. A senhora Clinton também não aparece por acaso e o que mais perguntava na altura, assim como agora, era: como é possível acabar-se com dois candidatos daqueles?

Para a realidade dos EUA, a pior coisa que Trump fez foi tornar o cargo de Presidente um "lugar comum", mas o Ricardo deve ter memória que a crise com actos racistas já existia com Obama, que Bush ganha a segunda eleição com a "união do povo contra o terrorismo", etc.

Trump fez muito mal durante quatro anos, mas ele está longe dos primeiros lugares na minha opinião. Os EUA não estão condenados como a Rússia ou a China a viver sob uma ditadura mascarada e para mal dos nossos dias estas duas nações têm muito poder - a Europa nem levanta a voz para o que se passa na Bielorrússia, em Taiwan, ...

Não estamos condenados a viver sempre assim, mas mantenho que até as ideias mais radicais aos nossos olhos devem aparecer na praça pública, pois só assim podem ser devidamente contrariadas. Nos EUA acredita na aprendizagem com a queda/erro, espero que eles aprendam qualquer coisa com isto.


Os Estados Unidos são quase um continente.
Tanto quanto sei os níveis médios de desempenho escolar são fracos e a qualidade do ensino público, tal como a dos outros serviços públicos, é baixa.
Uma população pouco instruida é fácil de manipular, seja para o bem como para o mal.

A Democracia não é algo que se inscreve numa Constituição e, pronto, já está, perfeita para todo o sempre.
E uma Constituição não pode ser um documento estático e intemporal, tem de se adaptar aos tempos e aos pensamentos, de se modernizar.
A Constituição e o sistema eleitoral Norte Americanos estão completamente caducos, vêm de antes do tempo dos comboios...
Aqui no RU nem sequer existe uma Constituição escrita, ou um código civil.
Tal como os Americanos os Britânicos, pelo menos os Conservadores, são adeptos de um Estado "ligeiro" e o país rege-se ainda por um conjunto de regras que remontam desde os tempos medievais acrescidas por outras geradas nos tribunais.
O Parlamento é muito mais comedido na sua função de Legislador.
Além disso existe um sistema de escrutínio maioritário uninominal que dá a vitória ao candidato com mais votos.
Graças a esse sistema o Partido Conservador obteve 365 assentos (56%) com 13,9 milhões de votos (43,6%) enquanto que o Labour obteve apenas 203 assentos (31%) com 10,3 milhões de votos (32.2%).
Nesse aspecto acho o sistema Português bastante mais moderno e evoluído, com o Presidente e o Tribunal Constitiucional para fiscalizar as acções do Governo.
Por outro lado há uma face do sistema Britânico que me parece muito eficaz: os deputados representam um círculo eleitoral e os interesses do mesmo (muitos dos quais definidos no manifesto eleitoral), e podem em certos casos ser mesmo substitiudos durante o seu mandato.
Isso criou muitos problemas durante a votação dos vários Acordos de Saída levados ao Parlamento porque muitos deputados não conseguiram na sua consciência votar como os eleitores do seu cículo votaram no Referendo por não acharem, perante a evidência, que o BrExit fosse realmente ou na prática do interesse destes últimos.


Regressando ao início a minha pergunta é a seguinte: de que modo é que um Estado Democrático pode evitar a eleição de um Governo que subindo ao poder institua uma Ditadura?

É disso que trata a minha entrada polémica de ontém.

Volto ao exemplo da Turquia, onde o Erdoğan se agarrou ao poder e mudou a Constituição com o consentimento do Povo:

https://www.sabado.pt/mundo/detalhe/o-efeito-erdogan-o-que-muda-com-a-reeleicao-do-presidente-turco

Já falámos aqui de crianças.
Na minha óptica é um dever do Estado proteger os cidadãos, também de eles próprios, tal como é dever dos pais proteger os seus filhos dos seus impulsos incontrolados e da sua ingenuidade.
Os Ingleses, tal como os Americanos, têm pavôr dessa ideia, que na sua óptica fera as liberdades individuais, de tal mode que a descrevem com uma expressão curiosa, "Nanny State" ou "Estado Paternalista".
Concordo que numa sociedade moderna evoluída e civilizada não se verifique a necessidade de manter um Estado Paternalista mas essas nações são raras.
Veja-se o exemplo da resposta Suéca ao Covid-19: apesar de os Estado/Governo não ter decretado medidas de contenção os cidadãos tomaram as medidas por auto-recriação, voluntariamente e usando o bom senso.
Por outro lado aqui no RU essas medidas foram tornadas obrigatórias (lei) e ainda assim houve as pessoas não cumpriram ou cumprem, que as contestam abertamente.
A falta de instrução e uma ideia errada do que significa Liberdade Individual parecem estar por detrás dessas atitudes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 14:33

ricardo onga-ku escreveu:

(...)

Regressando ao início a minha pergunta é a seguinte: de que modo é que um Estado Democrático pode evitar a eleição de um Governo que subindo ao poder institua uma Ditadura?

(...)

O Ricardo deixa uma pergunta de peso e que compreendo como "alvo" (ou parte do "alvo") desta conversa desde o início, do tópico até. Adianto que não tenho nada a apontar à pergunta e objectivo, ainda que a pense como de difícil resposta objectiva.

A tríade de perguntas - Alvo, Motivo, Caminho - não é algo inventado por mim, apesar de ser hoje do domínio da Psicologia e da Psicanálise, é certo que vem desde os primórdios do pensamento, mesmo antes dos Gregos. Pois bem, não estamos apenas no domínio da Política (como disciplina e prática), estamos no domínio do Homem (que como bem definiu Aristóteles "é um animal político").

Temos um "alvo" com o qual uma ampla maioria tenderá a concordar, agora resta responder às duas perguntas seguintes. São estas duas respostas que faltam que nos vão dividir e mal era se não dividissem, uma vez que somos diferentes. Contudo, poderá existir uma aproximação e é essa aproximação que nos permite viver tranquilamente em Sociedade, o nosso elemento natural (é um debate que também se faz desde tempos antigos, qual a primeira unidade social? O indivíduo ou a família? Dá que pensar, uma vez que sozinhos o que seríamos para lá de seres "selvagens"? Entra a Educação na equação e o nosso processo de desenvolvimento.).

Eu não vou esperar que aqui, neste tópico e fórum, se chegue a respostas conclusivas sobre "motivo", que é algo profundamente enraizado e nos colocaria a olhar para dentro, apenas para dentro e não para fora. Podemos sim saltar esse passo e tentar uma breve análise ao "caminho", que é o que tem vindo a acontecer - repito mais uma vez que não há julgamento, há conversa e debate, prefiro a troca de ideias aberta e vejo total pertinência neste tipo de tópico aqui ou em qualquer espaço público, defendo-o e quando necessário agi de acordo com esta crença.


Sérgio Godinho cantou e canta "A Democracia é o pior de todos os sistemas, com excepção de todos os outros", frase lapidar que uso para me aproximar da questão que o Ricardo coloca. De todos os sistemas políticos que estudei, não vejo nenhum melhor e mais completo, que consegue ser mais equilibrado no que toca à Liberdade de cada um de nós e de todos nós. Contudo, a Democracia não é um sistema perfeito e já escrevi em cima que é "a ditadura da maioria", ou seja, não será nunca o fruto de desejo da totalidade.

Quando o Ricardo coloca em questão uma restrição à Liberdade como a privação ao direito de voto tendo em conta a idade, tem noção que poderá estar a transformar a Democracia num sistema que será para uma minoria?

Apresentou números que são do conhecimento público, as populações estão a envelhecer, hoje em Portugal já não temos pirâmide demográfica, temos isto:
Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Envelhecimento-em-portugal-8-638


Não querendo entrar na questão de "motivo" (que é profundamente pessoal e teria que ser debatida cara-a-cara, sem excepção), terei que tocar nele de forma leve por não querer deixar de fora as questões que o Ricardo levantou sobre os comportamentos em diferentes países, desde logo porque em cima já tinha referido a Educação como ferramenta para "dar forma".
Existe a capacidade de se pensar o estereótipo "Português", "Inglês", "Sueco", ... por existerem características que fazem parte de todos e de nenhum de nós, a isso chama-se Cultura.

Em sentido largo, Educação (que não deve ser confundida com instrução, pertencendo esta à Escola) é o alicerce que deve ser procurado quando pensamos os nossos "motivos", na maioria das vezes estão de tal forma enraizados que nós não os tocamos de forma racional (são agentes inconscientes, como desejos ou pulsões). O que se passa pela Educação fica lá no fundo, como o cimento dos nossos Valores e Acções e não se pode pedir à "instrução" que rebente com isto sem mais, não é fácil - um diamante polido brilha mais do que um bruto, mas ambos têm a mesma constituição química e no limite vão comportar-se da mesma forma perante outros materiais.


Voltando então ao "caminho", temos que tentar sempre separar o que são opções aparentemente boas para nós e imediato das que serão boas para a generalidade, para isso eu uso os exercícios que partilhei. Apenas recuso o caminho proposto pelo Ricardo por não me ver a admitir que possa ser transformado numa "lei universal", desde logo por não aceitar que no futuro a minha idade, sem outros problemas associados e previstos na Lei como impeditivos, me possa impedir de tomar uma decisão de voto (o mesmo raciocínio eu aplico ao princípio da falta de instrução como deve ter percebido, cada uma das gerações que nasce ultrapassa a anterior em níveis de instrução, não necessariamente em níveis de Educação e consequentemente consciência de Outro... que é um problema bem diferente).




ps.: eu sei que generalizei nesta intervenção, mas espero que veja nestas palavras respostas às questões que levanta de forma mais particular.
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal

Mensagens : 732
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 16:26

É aqui que as democracias vão acabar?
https://www.bbc.com/future/article/20201014-totalitarian-world-in-chains-artificial-intelligence
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7790
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 18:26

agorgal escreveu:
É aqui que as democracias vão acabar?
https://www.bbc.com/future/article/20201014-totalitarian-world-in-chains-artificial-intelligence

Assim que comecei a ler o artigo, pensei nisto:
https://www.bbc.com/news/world-us-canada-53956683

Não escolhi a notícia/fonte de forma particular, tratei de copiar o primeiro endereço/resultado que o Google me disponibilizou para a pesquisa Neuralink.

Ora, com um chip desses na cabeça, com a evolução da nossa capacidade de atenção (estudos revelam perda de capacidade de atenção de médio e longo prazo), o que eu fiz poderá passar a ser a regra. Ou pior, seguindo a tendência actual, poderemos ir beber informação às redes sociais ou a lugares onde não se debate ou escreve além de meia-dúzia de palavras.

E toda a informação que esses chips poderão recolher vão parar onde? Já temos informação suficiente sobre os hábitos de consumo a partir dos computadores e telefones ligados à internet.

Sim, o futuro das democracias poderá ser bem diferente do que hoje conhecemos, mas felizmente está nas nossas mãos combater isso. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5740
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 EmptySab Out 17 2020, 18:52

Talvez nem tenhamos tempo para que seja altura de nos preocuparmos com a AI...

Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Sea_ice_animation_640-nc
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Racismo, Nacionalismo e outros ismos...   Racismo, Nacionalismo e outros ismos... - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Racismo, Nacionalismo e outros ismos...
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: