Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 O IC que surpreende!...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ricardo onga-ku
Membro AAP


Mensagens : 5201
Data de inscrição : 02/01/2012

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Dom Out 28 2012, 19:52

Fran escreveu:
Eu não percebo nada disto, mas na minha ignorante opinião, o que interessa para a obtenção de um bom som, serão a agulha/cabeça, amp e colunas.


Fico deveras espantado com as pipas de massa que se gastam em GDs, quando na minha opinião, a diferença está na "peça" que faz a leitura (quais suspensões, quais estabilidade, quais rotações ) ... o mesmo, acho eu, se passa com os cabos.


Já alguém fez testes cegos com GDs muito distintos, e em que tudo o resto, agulha/cabeça, amp e colunas, fossem iguais?!

Não leste este tópico?

http://www.audioanalogicodeportugal.net/t3296-analise-a-velocidade-dos-giras
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Dom Out 28 2012, 19:54

ricardo onga-ku escreveu:
Fran escreveu:
Eu não percebo nada disto, mas na minha ignorante opinião, o que interessa para a obtenção de um bom som, serão a agulha/cabeça, amp e colunas.


Fico deveras espantado com as pipas de massa que se gastam em GDs, quando na minha opinião, a diferença está na "peça" que faz a leitura (quais suspensões, quais estabilidade, quais rotações ) ... o mesmo, acho eu, se passa com os cabos.


Já alguém fez testes cegos com GDs muito distintos, e em que tudo o resto, agulha/cabeça, amp e colunas, fossem iguais?!

Não leste este tópico?

http://www.audioanalogicodeportugal.net/t3296-analise-a-velocidade-dos-giras
Não ... vou espreitar, mas porquê?!
Há diferenças com GDs distintos?
Ao ouvido do comum mortal, me parece ... mas por acaso, gostava de fazer um teste cego entre um Rega e um RB
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5201
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Dom Out 28 2012, 20:29

As "receitas" (R, C, L, massas, blindagem) para um cabo "bom" condutor, seja de um cabo de interligação seja de um cabo de coluna existem e são do conhecimento público.
Depois há fabricantes que produzem cabos com "pior" condução (porque se querem destacar, porque existe mercado) e audiófilos que os utilizam como controlos de tonalidade dos seus sistemas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ΜΟΥΣΙΚΗ
Membro AAP
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 12/08/2012
Idade : 46
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 10:45

Perdoem-me aqueles que se sentirem ofendidos mas afirmar que os cabos não alteram o resultado final (leia-se som) só pode ser fruto de pouca experimentação.

Este é um tema que deve ter interpretações relativistas, ao contrário do absolutismo cego com que muitas vezes alguns se manifestam.

Não quero com isto dizer que o lobby dos cabos não exista, porque existe, e muito.

Podia dar vários exemplos, mas partilharei a minha ultima experiência.

Com as colunas ATC, os cabos balanceados que melhor desempenho tiveram e têm são de marca Shulz, tendo um par de 3mts custado 15€. Experimentei inúmeros cabos que custavam centenas/milhares de euros e o resultado era simplesmente horrível. Perdia palco, detalhe, profundidade, escala, enfim, uma m....explicação? Mais importante do que ser caro ou barato, o que retirei da experiencia foram que as diferenças eram audíveis de uma forma bastante clara. E estamos a falar de uma experiência feita com pessoas fora do contexto do audio, ditas surdas.

Um cabo bem construído e com as características ideais para determinado aparelho/coluna terá um determinado preço desde de alguns euros até algumas dezenas euros (aceitável)

Esta industria procura reinventar-se das mais variadissimas maneiras e os cabos é só mais um exemplo. Nas colunas, leitores de CDs, Gira-Discos, etc, acontece exactamente o mesmo.

Vejam o caso da Audio Research, acérrima defensora dos cabos de corrente cativos e de um momento para o outro também foi apanhada neste antro de abutres e oportunistas.

Esta questão dos cabos faz-me lembrar aquela típica sensação que todos nós já tivemos (e temos): acreditarmos que o nosso sistema toca muito melhor do que aquilo que vamos ouvindo em casa de amigos, da especialidade ou nos audioshows. Nao será tb o efeito placebo??

Abraço








Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5201
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 10:53

ΜΟΥΣΙΚΗ escreveu:

Podia dar vários exemplos, mas partilharei a minha ultima experiência.

Com as colunas ATC, os cabos balanceados que melhor desempenho tiveram e têm são de marca Shulz, tendo um par de 3mts custado 15€. Experimentei inúmeros cabos que custavam centenas/milhares de euros e o resultado era simplesmente horrível. Perdia palco, detalhe, profundidade, escala, enfim, uma m....explicação?

Os "maus" cabos atenuavam os agudos. Rolling Eyes

ΜΟΥΣΙΚΗ escreveu:
Vejam o caso da Audio Research, acérrima defensora dos cabos de corrente cativos e de um momento para o outro também foi apanhada neste antro de abutres e oportunistas.

Não me parecem que fossem acérrimos defensores dos cabos cativos, apenas sabiam (ou tinham o conhecimento) que os cabos que vendiam com os seus equipamentos eram adequados às necessidades.
O audiófilo não tem esse conhecimento e como tal "acredita"...ou precisa de experimentar. Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
ΜΟΥΣΙΚΗ
Membro AAP
avatar

Mensagens : 302
Data de inscrição : 12/08/2012
Idade : 46
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 11:10

Já estava à espera dos teus comentários lol!

No entanto, incluo-te na lista dos experimentalistas e como já por diversas vezes o foste referindo por diversos tópicos...

ricardo onga-ku escreveu:
Julgo que existem, ligeiras, mas não valem 300€...ou 5000.

...que concordo, apesar de achar que por vezes não são ligeiras mas sim "aberrantes", e o resto é conversa
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5201
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 11:28

ΜΟΥΣΙΚΗ escreveu:
Já estava à espera dos teus comentários lol!

No entanto, incluo-te na lista dos experimentalistas e como já por diversas vezes o foste referindo por diversos tópicos...

Sem dúvida que sim, embora procure aumentar o meu conhecimento e há muito que coloquei de lado a questão dos cabos.
Curiosamente tanto o meu leitor de CDs como o amplificador e o sintonizador têm cabo de alimentação cativo...e funcionam.

ΜΟΥΣΙΚΗ escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
Julgo que existem, ligeiras, mas não valem 300€...ou 5000.

...que concordo, apesar de achar que por vezes não são ligeiras mas sim "aberrantes", e o resto é conversa

Ligeiras em cabos razoavelmente bem concebidos. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stereo
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 20:57

António José da Silva escreveu:
Amigo Fernando. Reduzes a força da sugestão (placebo) a algo inexistente. É algo a que todos estamos sujeitos, só que alguns em estado agudo.
A verdade (para mim e muitos) é que a diferença sonora entre cabos é inaudível se é que existe.

António, o problema não é esse... Eu não nego nenhuma possibilidade. Por isso mesmo, não me incluo nesse tipo. Não é que me julgue mais que os outros, de forma alguma, mas é que considerando toda e qualquer hipótese, não pode restar mais nada. É que para mim o mais importante é mesmo tirar qualquer dúvida e por isso mesmo é que quando não digo algo como «penso que», é porque estou a tratar algo de forma não possa ser outra coisa.
Repara que, por vezes, falo de um cabo ou outra coisa que experimento de forma emotiva, querendo mostrar que realmente estou satisfeito. Não quero com isso dizer que não pode haver melhor, mas pode acontecer que pode parecer o melhor que já tenha ouvido. E aqui está, o porquê das hipóteses: deixei em negrito para que não restem dúvidas; se o termo de comparação é sempre de difícil análise, senão impossível, pelo menos quando não estou a fazer comparações directas, não quer dizer que não esteja perfeitamente convencido do resultado e isto não é ilusão, é convicção.
O que eu não posso é negar o que ouço. Felizmente posso dizer que não tenho pretensões, nem me iludo com qualquer resultado. E não é por acaso que estou sempre a tentar superar algo.
Eu compreendo que os outros tenham dúvidas... mas se aquilo que digo não tem relevância, também não faz sentido perder o meu tempo a escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64892
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 21:02

Stereo escreveu:


António, o problema não é esse... Eu não nego nenhuma possibilidade.


Mesmo a possibilidade da existência deste terrível fenómeno chamado auto sugestão ou placebo?

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stereo
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 21:14

António José da Silva escreveu:
Stereo escreveu:


António, o problema não é esse... Eu não nego nenhuma possibilidade.


Mesmo a possibilidade da existência deste terrível fenómeno chamado auto sugestão ou placebo?

SIM! Mesmo esse fenómeno!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64892
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 29 2012, 21:17

Stereo escreveu:
António José da Silva escreveu:
Stereo escreveu:


António, o problema não é esse... Eu não nego nenhuma possibilidade.


Mesmo a possibilidade da existência deste terrível fenómeno chamado auto sugestão ou placebo?

SIM! Mesmo esse fenómeno!


Mas que em ti obviamente não ocorre.


_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stereo
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Ter Out 30 2012, 21:17

António José da Silva escreveu:
Stereo escreveu:
António José da Silva escreveu:
Stereo escreveu:


António, o problema não é esse... Eu não nego nenhuma possibilidade.


Mesmo a possibilidade da existência deste terrível fenómeno chamado auto sugestão ou placebo?

SIM! Mesmo esse fenómeno!


Mas que em ti obviamente não ocorre.


Não! Como obviamente já estou farto de afirmar.
É como o caso da dúvida. Seja em que for, eu sei reconhecer onde está, se esta existir, pois é para mim demasiado importante esclarecer qualquer dúvida, a não ser que se trate de algo que não me interesse... Eu faço sempre questão de fazer perguntas e chatear qualquer um com as minhas perguntas, por vezes talvez mesmo parvas!
É como a questão dos sonhos... Normalmente é algo que não se aceita que se não tenha. Acontece que eu já não tenho sonhos há muitos anos. O que tenho é consciência da realidade e o descanso que preciso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Brás
Membro AAP


Mensagens : 146
Data de inscrição : 21/11/2011

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Sab Dez 01 2012, 23:17

Tive muita pena de não ter ouvido os teus cabos... Eu sou daqueles que sabem que há cabos e cabos e quem disser que não há diferenças é porque não quer acreditar que as há. Eu sei que é dificil aceitar mas em certos sistemas essas diferenças podem ser ouvidas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64892
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Sab Dez 01 2012, 23:18

Brás escreveu:
...é porque não quer acreditar que as há.

Exatamente.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
fifas
Membro AAP


Mensagens : 51
Data de inscrição : 09/06/2013

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Dom Jun 16 2013, 23:59

ricardo onga-ku escreveu:


...Para mim, gastar 300€ em cabos e 1000€ num par de colunas faz tanto sentido como gastar 3.000€ em 4 pneus e 10.000€ no automóvel...





Concordo inteiramente com o que diz.

Um sistema que procure reproduzir som com alguma "fidelidade" contém um elevado conjunto de variáveis... mesmo o mais simples.

Vamos desprezar a influência da SALA (dimensões, tratamento acústico, posicionamento dos elementos do sistema, pontos de escuta...) e os discos (formatos, qualidade das gravações, remasterizações, etc...).

Parece-me então que o objectivo (assim posto de uma forma muito simplista) é converter electricidade ou impulsos eléctricos (que saem da tomada das nossas magníficas instalações eléctricas) em vento!!!! (ou se quizerem) o som que sai das nossas colunas.

O primeiro problema:
1º -chama-se EDP (agora há outras firmas não é?), isto é, a corrente que nos chega a casa...

Aínda que se viva numa zona óptima e a nossa casa tenha uma instalação dedicada (separação de circuitos para equipamentos digitais e analógicos, electrodomésticos, tomadas, pontos de luz... ), penso que o principal responsável pelo resultado final de qualquer sistema (no chamado High End então,...)é sempre a EDP...

2º - O que fazer então?

-Bom, também me parece óbvia a resposta, isto é tentar resolver "variáveis", isto é, procurar controlar o melhor possível a corrente que nos chega a casa, "construindo" um sistema a partir das tomadas (para quem tenha desafogo financeiro penso que poderá fazê-lo a partir do seu quadro eléctrico). Para isto as contas e os gráficos que o Sr. Ricardo frequentemente mostra, são do meu ponto de vista, fundamentais...

3º - Daqui para frente:

regra de ouro
-Retirando os milionários, todas as pessoas (penso eu) têm um determinado Orçamento para construir um sistema

Assim parece-me de sabedoria elementar que não se deve gastar 3000 euros em pneus para um chasso.


a) regras básicas (do meu ponto de vista, pois é assim que tenho vindo a fazer no sistema que tenho vindo a montar... sem querer ofender ninguém aí vai)

Regra de ouro
Saber bem o que se quer
, isto é, todos ouvimos e sentimos a música de forma diferente...muitos de nós gosta de transparência, outros gostam de graves enfatizados, outros dão importância ao timbre de determinados instrumentos (o piano ou as guitarras), outros gostam de controlo absoluto da velocidade (a percussão, o pedal do bombo de uma bateria, os timbales de uma orquestra), outros gosto do famoso "palco audiófilo" largo e profundo...

Aí vai por ordem de prioridade a forma como tenho vindo a proceder:

I - As Fontes: penso que o grosso do investimento começa por aí...
II- Escolha criteriosa da amplificação (seja pré power, integrado a valvulas, transistores, híbrido...)
III- As colunas (quando se fala de bons ou maus casamentos, valem sobretudo as continhas e os gráficos do sr. Ricardo...)

Daqui para a frente optimização:

IV- Equipamentos de "tratamento" de corrente (filtros, harmonizadores, réguas...)- Chegados a este ponto, é muito importante não esquecer novamente o que diz o sr. Ricardo e as continhas que ele muitas vezes apresenta para não se fazer asneira... O que se compra "tem que casar" com o que temos (fontes amplificação e colunas) se não é como ele diz, "manias de audiófilos"...

V- Os cabos. vale o que disse no anterior. os cabos são os condutores dos impulsos eléctricos desde o início até ao fim do sistema. para mim são todos importantes (corrente, ic, colunas...)

VI- Refinamento e aprimoramento, ou seja em busca do controlo absoluto:
por exemplo, equipamentos (móveis, cones, spikes...anti spikes...pedras, suportes) de controlo de ressonâncias e ruídos que prejudicam o correcto funcionamento dos aparelhos (cabos incluídos).


Bom esta conversa já vai longa... em suma, para mim os cabos também são um componente importante para o sucesso da construção de um sistema, ponderando devidamente o seu valor de forma concordante com o orçamento e os equipamentos de que dispomos ou pretendemos adquirir.

Cumprimentos,
Fifas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
raines1978
Membro AAP


Mensagens : 748
Data de inscrição : 12/05/2013
Localização : Coimbra

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 21 2013, 00:37

Afinal vale a pena gastar dinheiro num cabo ou nao?Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5201
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Seg Out 21 2013, 11:28

raines1978 escreveu:
Afinal vale a pena gastar dinheiro num cabo ou nao?Very Happy
Depende da quantidade (de dinheiro) e do cabo. Wink 

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe
Membro AAP
avatar

Mensagens : 393
Data de inscrição : 15/02/2012
Idade : 56
Localização : Serra D'Aire & Serra de Bornes

MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   Qua Jan 29 2014, 12:35

Pierre escreveu:

Três pedaços de fio V 1,5mm o mais curto possivel.
Para um canal, esquerdo ou direito, apenas um fio soldado ao rca, pois a massa é comum. No outro canal vão os dois fios.

RCA«------fio 1,5mm-------------»RCA
     «------fio 1,5mm-------------»

rca«------fio 1,5mm------------»rca


Uma manga termo rectrátil a isolar e...

Baixo custo + Baixa mão de obra + Baixa capacidade = ALTO DESEMPENHO

Orquestra

...conforme postei em outro tópico, o Angel Studio II nos Olivais, utilizava simples cabo VVD 2,5 unifilar, que nos IC, quer nos cabos de coluna, seria para poupar nos custos?  
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://luisgomes@agostinhos.com.pt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O IC que surpreende!...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O IC que surpreende!...
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» A cada dia passa o meu SX me surpreende mais...
» O IC que surpreende!...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Cabos-
Ir para: