Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 À descoberta do Porto!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
fredy
Membro AAP


Mensagens : 4071
Data de inscrição : 08/02/2011

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 11:03

Olá
Algumas fotos da ultima vez que aí estive de férias...




Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 11:45

Gustave Eiffel e Edgar Cardoso. Cada um no seu século são o expoente máximo dos construtores de pontes.
E deixaram por aqui as suas obras primas:





Um promotor turístico propõe um pequena viagem de barco, um mini-cruzeiro das 4 pontes.
Mas o que vale a pena é precorrer (de preferência a pé ou de bicicleta) uma marginal do Douro. Pode-se escolher a margem norte ou a sul, ambas tem encantos mais do que muitos. E ir apreciando a forma como, nos últimos 150 anos, se uniram as duas margens, com uma indisfarçável preferência pelas alturas. Com excepção do Freixo (que penso não contar como ponte...) e do tabuleiro inferior da Luís I, as pontes são à cota alta, unindo as partes mais elevadas do Porto e de Gaia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4071
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 55
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 11:59

Olá

Citação :
agorgal escreveu...
Um promotor turístico propõe um pequena viagem de barco, um mini-cruzeiro das 4 pontes.

Algumas fotos dessa pequena viagem... mas espectacular.






...
Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 12:22

fredy escreveu:
Olá


Algumas fotos dessa pequena viagem... mas espectacular.


...
Fredie

Eis o "laboratório" que o Edgar Cardoso mandou construir para acompanhar a execução da Ponte de S. João.
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 12:29

fredy escreveu:
Olá
Algumas fotos da ultima vez que aí estive de férias...

Fredie

Caro "Fredie", volte para outras férias, talvez um pouco mais longas, isto por aqui é melhor a cada vez que se chega...
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4071
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 55
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 14:13

Olá

Citação :
agorgal escreveu...
Caro "Fredie", volte para outras férias, talvez um pouco mais longas, isto por aqui é melhor a cada vez que se chega...

Foi em 2014 que estive aí, fiquei na Pousada da Juventude, o Porto é uma cidade que conheço mais ou menos bem, embora já houvesse uns anos que aí não ía, tenho uns amigos que estiveram à fente da livraria Britânica, e quando aí estiveram cheguei a ir aí 2 a 3 vezes por ano passar fins de semana prolongados... este ano também passei por aí mas foi mesmo só de passagem pois ía a caminho de Lanhelas visitar o amigo Luis Filipe Goios , de onde segui à aventura até Palau na fronteira com França mesmo lá na ponta Espanhola...
aqui ficam mais umas fotos...




no fim ainda tivemos direito a uma visita e provas de vinho do Porto drunken
smedley

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Ter Set 20 2016, 20:22

Sendo as pontes um dos grandes orgulhos da cidade, muita gente e de forma mais ou menos aprofundada, tem escrito sobre elas. Poesia, prosa, literatura cinzenta, investigação... As pontes do Porto transformaram-se num "case-study" na relação de uma cidade com o rio e os seus atravessamentos.
Esta página, sendo probrezita na apresentação (na verdade foi feita em 1998 e a Internet - a estética da internet e as ferramentas de edição html estavam muito longe do que são hoje) é interessante no desenhar de toda a história dos atravessamentos do Douro. Falta a última ponte, do Infante, leve e discreta na paisagem que quase não se nota, mas não deixando de ser, também por isto, mais um marco na engenharia de pontes.
https://web.fe.up.pt/~azr/pontes/pontes.htm

"Quem vem e atravessa o rio
Junto à serra do Pilar
Vê um velho casario
Que se estende ate ao mar

Quem te vê ao vir da ponte
És cascata, são-joanina
Erigida sobre o monte
No meio da neblina.

..."
Rui Veloso
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 12:54

Mais uma boa notícia para a cidade:
https://www.publico.pt/local/noticia/cinema-trindade-vai-reabrir-com-programacao-diaria-na-baixa-do-porto-1745358

Voltaremos a ter cinema na baixa, sem "celuloide" porque será digital mas é um retorno bem vindo quase vinte anos depois das últimas salas terem fechado portas. Vou voltar a ir ao cinema... aqui, quase à porta de casa!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4133
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 15:32

A notícia é boa e tem tudo para que na realidade se torne ainda melhor. Aguardarei para ver a programação, mas re-abrir a sala já é um grande passo.


O Porto é uma cidade pequena e mesmo não sendo na Baixa, creio que não errarei ao dizer que o Centro do Porto está muito bem servido de cinema - http://medeiafilmes.com/cinemas/ver/cinema/teatro-municipal-campo-alegre-porto/

A Medeia, presente no Teatro do Campo Alegre, desenvolve um trabalho fantástico e pena foi fechar as salas no Bom Sucesso (Centro Comercial). Acredito que financeiramente não fossem viáveis, mas... já no Campo Alegre é comum partilharmos a sala com mais meia-dúzia de pessoas... é a vida!


Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 16:10

José Miguel escreveu:
A notícia é boa e tem tudo para que na realidade se torne ainda melhor. Aguardarei para ver a programação, mas re-abrir a sala já é um grande passo.


O Porto é uma cidade pequena e mesmo não sendo na Baixa, creio que não errarei ao dizer que o Centro do Porto está muito bem servido de cinema - http://medeiafilmes.com/cinemas/ver/cinema/teatro-municipal-campo-alegre-porto/

A Medeia, presente no Teatro do Campo Alegre, desenvolve um trabalho fantástico e pena foi fechar as salas no Bom Sucesso (Centro Comercial). Acredito que financeiramente não fossem viáveis, mas... já no Campo Alegre é comum partilharmos a sala com mais meia-dúzia de pessoas... é a vida!



Apenas uma sala, mal servida de transportes, com uma programação boa, pouco variada e longe das simpatias do público. O Passos Manuel (que nunca sei se é bar se cinema) também, se bem que em momentos ainda mais curtos, apresenta uma razoável programação mas mantendo também uma deriva um pouco elitista. Isto acaba reflectido na bilheteira.

Independentemente do mérito destas programações eu tenho saudades da variedade de oferta que tinha nos anos 70/80: Coliseu, Rivoli, Lumiére A e L, Chaplin, Charlot, S. João, Carlos Alberto, Batalha, Olímpia, Sala Bébé, Vale Formoso, Passos Manuel, Estúdio, Trindade, Nun'Álvares, Águia d'Ouro, Cine-Foz, Terço, Foco, Júlio Diniz, Pedro Cem, Sá da Bandeira, etc. Sempre havia a escolha entre o "mainstream" de Hollyhood, o cinema nova-iorquino de Woody Allen, um ciclo de neo-realismo italiano, uma estreia de Truffaut, o novo cinema brasileiro e, porque não, um pouco de pornografia...

Numa noite, e num raio de 15 minutos a pé, podia acontecer uma indecisão entre Zulawski, Ferrara, Herzog, Pasolini, Bergman, Kurosawa, Resnais, e os mais prosaicos mas não piores Spielberg, Scorsese, Coppola, Tanner, Téchiné, Bertolucci, não descartando Oliveira ou João César Monteiro...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4133
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 16:45

Não me vou referir ao que se passa no Passos Manuel, mantendo-me centrado no Teatro do Campo Alegre creio compreender o seu ponto, mas não concordo com ele.

"Apenas uma sala, mal servida de transportes, com uma programação boa, pouco variada e longe das simpatias do público."

Esta frase pode parecer dizer tudo, talvez sejam razões mais do que suficientes, mas eu não consigo aceitar tal coisa.

Uma sala neste momento porque as salas do Centro Comercial fecharam (eram complementares).
O Campo Alegre é uma zona central e cheia de vida da cidade, tem transportes que servem os horários das sessões - autocarros e Metro (quem escolher o Metro pode sair na Casa da Música e ainda observa o edifício... caminha quinze minutos...).
A programação é variada, não conheço nenhum cinema (tirando os Cineclubes de Joane e Guimarães dos quais sou sócio) nesta zona que viaje por tantos países como o do Campo Alegre.
A simpatia das pessoas eu não conheço, mas talvez esteja correcto e as pessoas não se sintam tocadas pelo lugar, filmes, cineastas, temas, horários, preço, ...

Claro que o cinema passa por um processo semelhante a outras variantes da Arte, estar no "centro" da acção das pessoas ajuda e se os lugares estiverem cheios para se poder "ver e ser visto" ainda melhor.


Mais vale cair em graça do que ser engraçado... temo que um destes dias não tenhamos o Cinema do Teatro do Campo Alegre, mas teremos sempre UCI Arrábida e outros...  

Pelo caminho que isto anda, qualquer dia temos (ou já teremos!?!) os cineastas a PAGAR para que se passem os filmes, tal como temos escritores que pagam para editar livros e pagam para os ter nas estantes, músicos que pagam as suas edições e lugares de estante, pintores e escultores a pagar para as galerias lhes cederem uma parede e espaço, ...

Estamos de acordo na vontade que temos de poder escolher, mas para isso tem que existir oferta variada e por vezes tudo me parece estar a afunilar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 17:36

Caro José Miguel
Quando refiro "simpatias" refiro-me às simpatias do público (grande público, aquele que enche salas de cinema, e acredite que assistir ao "2001 Odisseia no Espaço" em 70mm, num Coliseu a abarrotar, é uma experiência única) pela programação. Não lhe retiro mérito apenas refiro que é uma programação virada para um público culto, apaixonado por um cinema do mundo que, e infelizmente, está distante das massas. Essas massas que também contam na hora de ir ao cinema. É esta a razão por que encontra o "Campo Alegre" às moscas. Mas não, não é culpa do público, é culpa de uma forma de encarar a cultura, neste caso o cinema.

Quanto à centralidade do Campo Alegre (e toda a zona envolvente) e a vida que diz lá decorrer, pois concordo consigo se se referir ao período diurno. À noite, a hora favorita de se ir ao cinema, pelo menos a de eu ir ao cinema, aquela zona é um deserto, pontuado pelos poucos oásis dos snacks nas proximidades, tendo como agravante a sala estar localizada num sítio de difícil e mesmo intimidante acesso. Nos mesmos 15 minutos que refere entre a estação da Casa da Música e o Campo Alegre, e por mera hipótese revertidos para a baixa do Porto havia, nos anos 70, umas 10 salas de cinema, todas com oferta diferente e diferenciada nos públicos alvo.

Diz-me que é a vida, respondo-lhe que não concordo com a passividade de encarar a vida de uma forma determinista.
Algumas experiências na programação cultural feitas nesta cidade (Casa da Música, Serralves, Rivoli, 3 exemplos entre vários outros) têm demonstrado que os grandes públicos e a cultura (...a arte...) podem não estar de costas voltadas desde que esta mesma cultura abandone posturas de arrogância intelectual e se aproxime desses mesmos grandes públicos. É competência (e obrigação social) dos agentes e programadores culturais encontrar as razões que levam a que programações de qualidade sejam colocadas nas prateleiras do armazém das moscas e procurar soluções para que estas mesmas programações estejam ao alcance (e sejam procuradas) pelo público.
É que o caso em apreço poderá resumir-se a uma história de: tenho aquele espaço (afinal caiu, literalmente, nos braços da Câmara) e, não sabendo o que lhe vou fazer, coloco lá a programação que não desejo em mais lado nenhum e fica o assunto resolvido...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4133
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qua Set 28 2016, 17:57

O "é a vida" não encerra nenhum "baixar de braços" da minha parte, foi uma forma simplista (confesso) de colocar um problema que nos vai tocando e ultrapassando, mas que não deixa de ser nosso.

O Teatro hoje está com "nova gestão", mas aquela sala de cinema não existe há dois anos... e desde que a conheço (2005) que é mais ou menos assim.
A parte da divulgação poderia melhorar e quem sabe melhorar a comunicação com as pessoas, mas claro que gosto de saber que a sala resiste.


Felizmente que a Cidade vai tendo alguma oferta interessante e também concordo com essa ideia do público decidir e simpatizar - eu tinha percebido, mas as variantes são tantas -, mas nem sempre gosto do caminho escolhido.


Talvez por ser de fora do Porto e sempre me ter deslocado veja as coisas de outra forma... Eu sou de Santo Tirso e quando queria ver um filme ou ir a um concerto deslocava-me... essa centralidade diz-me pouco, vejo-a de outra forma.

Não sei se me faço entender, mas no Porto caminhar trinta minutos para mim é andar no Centro e chegaria da Baixa ao Campo Alegre e vice-versa, como fizemos muitas vezes...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4133
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qui Set 29 2016, 14:10

É já amanhã...!

No seguimento das boas notícias sobre Cinema, venho aqui alertar todos os interessados que amanhã será apresentada a exposição de Joan Miró em Serralves.
http://www.serralves.pt/pt/actividades/joan-miro-materialidade-e-metamorfose/

O Porto será a "casa" da grande colecção deste pintor, herdada pelo Estado (todos nós!) depois do que aconteceu a um Banco... antes de outra paragem e paragens, Serralves vai mostrar 80 dos 85 quadros, pelo que a oportunidade de poder ver ao vivo é muito boa.


Nunca se falou aqui de Serralves, infelizmente faz algum tempo que não vamos lá, mas além da excelente área coberta que serve de museu, ainda existem os jardins e a Casa...

Fica a notícia, a dica, ... Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qui Set 29 2016, 23:32


José Miguel escreveu:
É já amanhã...!




Diria que é a primeira vez que um "estouro" de um banco trás algum benefício.
O meu desejo é que fique aqui por perto, o palacete dos Viscondes de Balsemão é um espaço nobre e bem situado para albergar a colecção de Miró.

Serralves é, na realidade, o grande projecto ligado às Artes que o Porto concretizou em muitos anos. O prestígio que angariou, nacional e internacionalmente, a grande aceitação popular e a intervenção que tem vindo a fazer na divulgação das artes plásticas (e não só...) na cidade, tudo isto é demonstrativo de um sucesso invulgar. Longa vida a Serralves.


Última edição por agorgal em Sex Set 30 2016, 00:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 00:14


Serralves tem um lado essencial mas obscuro. Obscuro porque escondido dos olhares dos visitantes e essencial porque sem ele nada aconteceria, nada seria visível. Como espaço expositivo temporário o Museu de Serralves sofre mutações constantes, de exposição para exposição. As volumetrias dos espaços interiores alteram-se, as paredes deslocam-se, a iluminação adequa-se a cada projecto. Carpinteiros, estucadores, electricistas, decoradores e muitos outros técnicos especializados afadigam-se durante semanas para que a metamorfose do espaço se concretize. As horas anteriores à inauguração de uma exposição são absolutamente frenéticas porque nada pode falhar. Quando as portas se abrem nada resta do imenso trabalho desenvolvido a não ser a última razão daquela casa: o permitir ao visitante olhar o que de melhor se faz na arte contemporânea.
Nem todos comprenderão o que vêem, nem todos sentirão o que o artista quis exprimir. Mas está ali, sem censura, sem preconceito, disponível para a crítica e/ou a admiração.

Durante a montagem da exposição "Aux Arts, Citoyens":


O Público apresenta hoje uma foto-reportagem bem ilustrativa deste labor essencial para o usufruto da obra do artista:
http://www.publico.pt/multimedia/fotogaleria/coleccao-miro-365359#/0
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4133
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 00:27

Bela partilha, não tinha acedido à reportagem.

O trabalho que antecede uma "abertura" é imenso e merece ser partilhado para que as pessoas compreendam. Não há apenas uns "preguinhos" e siga para o próximo.


Sobre a colecção Miró... ainda não sei onde irá ficar, em Serralves não será com certeza, mas até chegar o dia da mudança muitos poderão aproveitar para observar as obras.

Li sobre várias possibilidades, a Casa do Infante é um espaço que me parece muito interessante para se enquadrar as obras. De todos os espaços que conheço e foram referidos é o meu favorito para o jogo entre o "espaço" e a obra exposta...

Ficaria assim o meu voto! Wink

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3295
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 08:47

José Miguel escreveu:
... O Porto será a "casa" da grande colecção deste pintor, herdada pelo Estado (todos nós!) depois do que aconteceu a um Banco... antes de outra paragem e paragens, Serralves vai mostrar 80 dos 85 quadros, pelo que a oportunidade de poder ver ao vivo é muito boa. ...

Pelo que li na presse daqui, o governo português não abandonou a ideia de vender a coleção, mas os quadros terão que ficar em territorio nacional... então se for o caso, no Porto ficarão os quadros que não tiverem comprador. Mas, até Janeiro é a oportonidade de ver os 80 reunidos... razão suplementar para que dê um pulo (mesmo ràpido) à grande cidade nordista... mesmo se o Miro não é a minha chàvena de chà.

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 09:58

TD124 escreveu:

Pelo que li na presse daqui, o governo português não abandonou a ideia de vender a coleção, mas os quadros terão que ficar em territorio nacional... então se for o caso, no Porto ficarão os quadros que não tiverem comprador. Mas, até Janeiro é a oportonidade de ver os 80 reunidos... razão suplementar para que dê um pulo (mesmo ràpido) à grande cidade nordista... mesmo se o Miro não é a minha chàvena de chà.

Por cá, e pelo que se escreve na imprensa portuguesa, a colecção não será vendida mas sim exposta, possívelmente na sua totalidade, na cidade do Porto. O local até poderá já estar decidido e, a ser assim, anunciado hoje.
Não acredito que, depois de tanta festa com a chegada da colecção ao Porto e tantas ideias onde a instalar, digam que "era a brincar" e que, afinal, vai ser trocada por patacos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3295
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 15:07

agorgal escreveu:
(...) Não acredito que, depois de tanta festa com a chegada da colecção ao Porto e tantas ideias onde a instalar, digam que "era a brincar" e que, afinal, vai ser trocada por patacos...

Assim espero que seja... mas o futuro nos dirà, entretanto na duvida vou tentar dar um pulo ai !!!...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 20:31

TD124 escreveu:
agorgal escreveu:
(...) Não acredito que, depois de tanta festa com a chegada da colecção ao Porto e tantas ideias onde a instalar, digam que "era a brincar" e que, afinal, vai ser trocada por patacos...

Assim espero que seja... mas o futuro nos dirà, entretanto na duvida vou tentar dar um pulo ai !!!...

Rui Moreira anunciou que a colecção Miró fica na Casa de Serralves:
https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/obras-de-miro-ficam-na-casa-de-serralves-1745777

Se levado à letra, e uma vez que Miró (as suas obras) saem um pouco do programa habitual do Museu de Arte Contemporânea de Serralves (circa 1968 até aos nossos dias) posso deduzir que o acervo ficará instalado no local onde está agora exposto, palacete construido nos anos 30 para o Conde de Vizela, pessoa de extremo bom gosto e carteira recheada. Uma mais valia para Serralves e para a cidade.
Talvez daqui por meia dúzia de anos e contas feitas se tenha recuperado o valor que se obteria no mercado da arte por elas se vendidas hoje e isto apenas com os ingressos no museu e respectivo merchandising.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64324
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 20:52

Vender seria na melhor das hipóteses um crime de lesa pária. Mas obviamente que não seria a primeira vez que património cultural e/ou comercial e estratégico seria vendido. Veja-se a vergonha que foi a venda da EDP.
Mas enfim, isso são outros assuntos, muito tristes, mas outros.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 511
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Set 30 2016, 21:25

António José da Silva escreveu:
Vender seria na melhor das hipóteses um crime de lesa pária. Mas obviamente que não seria a primeira vez que património cultural e/ou comercial e estratégico seria vendido. Veja-se a vergonha que foi a venda da EDP.
Mas enfim, isso são outros assuntos, muito tristes, mas outros.

Pois é caro António, há (havia...) governantes que defendiam, não aquela máxima popular de vão-se os aneis ficam os dedos, mas sim o vão-se os anéis, os dedos, as mãos e que fiquem apenas os cotos... depois a gente (que somos nós, o povo) que se arranje...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luciana Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 611
Data de inscrição : 17/10/2015

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qui Out 20 2016, 22:12

Um dia de folga a dois transformou-se num raro acontecimento e, quando raramente acontece, é dia sem planos definidos. Sair de casa é o início de vários feitos, como reencontramos o parceiro de longa data e voltamos a apaixonar-nos, tudo o que acontece nesta relação a três é motivo de euforia, espanto, vigília, encantamento…
A três fomos-nos descobrindo, o terceiro elemento ─ o Porto ─ deixou-se ao dispor para todas as nossas veleidades… Como não gostamos de relações fáceis, começamos por usufruir do sol numa “terra sagrada” e que já aqui foi referida ─ a Ponte Pênsil.


Distâncias bem definidas, avançamos na investida e SUBIMOS prazerosamente (como só os apaixonados conseguem fazer convertendo a dor/insatisfação em satisfação) a encosta dos Guindais. Casinhas encobertas por casinhas, ilhotas labirínticas, restauros turísticos, pessoas cansadas do desgaste do trajecto e… a nossa conversa que como em todos os casais, é sigilosa.



No último lance lá estava a esplanada que adoramos, antes do último reduto, refrescamos as mãos nas águas pouco dignas do escadario…


A conversa desta vez envolveu-se num cenário triunfal, os ferrinhos rendilhados na ponte, o resquício da muralha Fernandina (ou Afonsina como prefiro intitular), o rio verde garrafa (a cor mais linda que um rio pode ter) e, novamente, conversa sigilosa…

Mais próximos devido aos sucessivos obstáculos superados, subimos cheios de graça porque este antigo amante tinha portas (RE)abertas para nós… Um local que sempre foi especial para nós estava aberto e o reencontro deu-se… se estávamos enamorados, a redescoberta de um sentimento único preencheu-nos. A Igreja de Santa Clara é…! No meio do perfume tantas vezes já inalado por nós, descobrimos que aquele corpo invadido por térmitas e ouro tinha um sinal nunca antes apercebido por nós: dois retábulos do inexistente Convento de Avé-Maria… Uma pedacinho de corpo para amar… E também aqui conversamos sigilosamente…

(a imagem não é da nossa autoria... a Igreja está finalmente a ser recuperada!)

Ao ladinho deste corpo, um outro em sua defesa. As poderosas muralhas do séc XIV permitiram-nos brincar às guerras e vitórias. Novas e sigilosas conversas foram encobertas por estas pedras que defenderam o nosso magestoso amante.




Sé, Grilos e o Arco de Santana voltou a ser uma curva muito sinuosa para os amantes desperdiçarem carinhos. De paragem obrigatória, aclamamos Almeida Garrett no seu “O Arco de Sant’ana” e novas conversas sigilosas surgiram…

Aproveitamos a curva para descer até à parte mais pública do nosso amante. E fomos galardoados por jovens cânticos familiares, Cat Stevens provocou mais desejos e terminamos os três em casa. Numa Ribeira que tem toda a imagem de amante.
flower
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10381
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Qui Out 20 2016, 23:34


Até me faz gostar mais da "inbicta", carago!
Belo texto e belas fotos!
Obrigado pela partilha!
Bjs e abçs.
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3357
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Out 21 2016, 10:10

Conheço o Porto e, apesar de não ser natural do Norte, gosto da cidade. Com os bonecos que nos brindam neste tópico, o interesse em agendar uma ida à Invicta vai germinando.
Obrigado pela partilha da paixão que têm por essa metrópole!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Out 21 2016, 14:19


A gente do Porto é do melhor !!!!

Belas Fotos e textos
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64324
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: À descoberta do Porto!   Sex Out 21 2016, 16:04

Magníficos textos e fotos.

Só fica a faltar mesmo o levantar do véu em relação ás conversas sigilosas. lol!


Seria um verdadeiro "boom" de audiências.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
À descoberta do Porto!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» À descoberta do Porto!
» Finalmente: Tattoo descoberta!!
» Onde Estão os Baixistas de Porto Alegre?
» Descoberta super interessante
» Toninho Porto

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: