Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Brinquedo a sério...

Ir para baixo 
AutorMensagem
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 7086
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 55
Localização : França

Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... EmptySex Set 03 2010, 14:06

Olà,

Desta vez vou falar de um gira complétamente oposto à imagem que um audiofilo faz destas màquinas. Leve, muito leve !!! (agarra-se e levanta-se com uma mão sem esforço), pareçido estéticamente com um brinquedo para crianças pequenas, e ao nivel do design saido das curvas ondulantes de um animal das 20000 léguas submarinas do Julio Verne ...
Visto assim nenhum de nos quer conheçer o animal (e ainda menos o posseder), mas eu disse que era um gira, entao a curiosidade natural do audiofilo vinilista vai nos obrigar a deitar uma olhadela na coisa. Vamos là entao ver juntos este OVNI que dà pelo nome de FUNK Vector ...

[img]Brinquedo a sério... Funkvector[/img]

Como jà disse, o primeiro contacto é estranho e surpreendente. Visualmente a forma não corresponde a nada de conhecido, com uma placa de base fina, arredondada e com uma forma ondulante quase organica. Os pés sao feitos de três bolas de plastico transparentes (acrilico ?), moveis lateralmente e ligeiramente amortecidas. O prato é de uma leveza extraordinaria, resultado da utilizaçao de uma espécie de espuma rigida (do tipo poliuretano) mas carregada de gesso ou algo semelhante. Este material é resistente à torsão, mas muito fragil à pressão pois é facil marcà-lo com uma pressão dos dedos ou das unhas, em contrepartida soa muito neutro quando é percutado com a mão. Uma vez retirado o prato as surpresas que apareçem começam a dar o sorriso e o espanto transforma-se em respeito. O sub-prato em acrilico despolido possede uma chumaçeira em bronze enfiada num eixo inversado com uma bola de volframio na ponta (isto não vos lembra nada ???). Mais singular ainda, a correia apoia sobre a polia motor e sobre mais duas grandes polias montadas em triangulo irregular e toca o sub-prato em três pontos com uma diferênca de apoio diferente. As duas polias passivas de guiagem repousam numa peça em fibra de carbono e este sistéma dà pelo nome de “Vector drive”. O motor muito pequenino é um motor DC (corrente continua) com uma pequena alimentação regulada, situada em baixo do selector da velocidade e do on/off. Mas de repente algo interpela este vosso velho servidor TD124: Leveza, eixo inversado, estética radical, fibra de carbono, motor DC, acrilico despolido, ... EUREKA, este Funk é um Pink Triangle !!!
Não, infelismente não !!!, mas é um irmão pois o pai comum é o Arthur Koubéssérian, pai e fundador da Pink Triangle e deste brinquedo a sério que dà pelo nome de FunkFirm Vector...

Apos esta lambada em cheio, a etapa seguinte não é de gozar do objecto mas de escutà-lo, para ver até aonde os cromossomas comuns são mantidos. Aqui vai a escuta disto, equipado com um braço Rega RB300 (de origem) e uma célula Sumiko Pearl e Nagaoka 500:
Grande fineza nos contornos de nota, suavidade nos ataques e grande tensão na dinamica reproduzida, eis as primeiras sensaçoes. A rapidez é de primeira ordem, mas com uma noção sempre justa da progressão ritmica. O gira não força nunca, e resulta disto uma sensação de liquidez extraordinaria. A banda é ligeiramente encurtada em cima e em baixo, dando a impressão de uma coerência nos médios hipnotica, vozes e instrumentos acusticos sobretudo. O palco é extraordinario (visto o preço) e prova a qualidade e a estabilidade da rotação. Um gira muito, muito elegante, quase feminino que beija a musica aonde outros a controlam. Então é um Pink ou não ??? Sim e não, pela leveza e elegância sim, mas a magia do irmão não està complétamente presente, no entanto é um gira encantador, que me fez palpitar o coração ...

Resultado, se um dia passarem ao lado desta besta RESPEITO, não é um gira como os outros e por um preço razoàvel é o unico que conheço capaz de fazer o que faz. Extraordinario ...
Até+
Ir para o topo Ir para baixo
António José da Silva
Membro AAP
António José da Silva

Mensagens : 64575
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 54
Localização : Quinta do Anjo

Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Re: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... EmptySex Set 03 2010, 15:52

Ouvi falar muito, e bem desse aparelho e tu vens confirmar isso mesmo. Pela tua discrição fico com a sensação de que o sistema de tracção é aquilo que lhe dá a característica. Também a ponta em volfrâmio com a sua enorme rigidez deve de trazer os seus benefícios.

Obrigado pela belíssima transcrição da tua experiência com esse "estranho" brinquedo.
Ir para o topo Ir para baixo
Ligurio

Ligurio

Mensagens : 11
Data de inscrição : 03/08/2010

Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Re: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... EmptySex Set 03 2010, 20:01

Viva:

Por acaso li uma critica de circunstância numa revista da especialidade inglesa em que não enfatizavam nenhuma propriedade sónica do equipamento, talvez porque esta marca nem sempre caiu muito no goto na critica Inglesa.

O Equipamento é para que preço?
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 7086
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 55
Localização : França

Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Re: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... EmptySab Set 04 2010, 12:13

António José da Silva escreveu:
...Pela tua discrição fico com a sensação de que o sistema de tracção é aquilo que lhe dá a característica. Também a ponta em volfrâmio com a sua enorme rigidez deve de trazer os seus benefícios. ...

Olà Antonio e Ligurio,

como sempre, o som de um aparelho é a soma das suas qualidades !!! Na minha descrição falei muito mais do que o sistema de tracção. Leveza, materiais muito técnicos, eixo inversado, motor DC regulado, e sobretudo um homem unico que marcou a historia destas màquinas. E tudo isto que faz o resto. Quanto à esfera em vôlframio, ela não te lembra nada ??? ... um velho gira da Thorens nascido nos Alpes suiços hà mais de 50 anos Idea

Ligurio, os testes que li na presse inglesa são em média muito bons, mas efectivamente a marca não faz a unanimidade, pois os jornalistas esperavam uma nova, ou a velha, Pink Triangle e o A.K. não o fez. Isto faz efectivamente um pouco de desilusão no pais da sua majestade ...

O preço aqui em França é hà volta de 1200 / 1300 € sém célula.

Até+
Ir para o topo Ir para baixo
Stereo
Membro AAP
Stereo

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 60
Localização : Lisboa

Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Re: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... EmptyDom Set 05 2010, 00:05

É verdade sim senhor! Já tive a oportunidade de o ouvir e posso reafirmar tal potencial!
Por outro lado, devo dizer que é um gira um tanto frágil, tanto que um destes sofreu um acidente quando se deslocava para um audio-show.

Não o comparo com nenhum, nem em termos de prêço, mas digo que este é um dos que gostaria de ter, talvez logo a seguir ao RB Uno. Brinquedo a sério... 22692
Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado




Brinquedo a sério... Empty
MensagemAssunto: Re: Brinquedo a sério...   Brinquedo a sério... Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
Brinquedo a sério...
Ir para o topo 
Página 1 de 1

Permissão neste fórum:Você não pode responder aos tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: