Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 O Novo Verniz de Stradivarius

Ir para baixo 
+3
António José da Silva
*©uℓto do Ʋıƞıℓ ®
MJC
7 participantes
AutorMensagem
MJC
Membro AAP
MJC


Mensagens : 3625
Data de inscrição : 03/07/2010
Idade : 71
Localização : Lisboa

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 12:00

Peça em um acto algures em Belém.

Lisboa, Junho de 2010.

A cena passa-se na garagem de António Stradivari, junto ao Mosteiro dos Jerónimos, não muito longe da fábrica das Indústrias PRAT.

Enquanto António Stradivari aplica as derradeiras camadas de verniz num dos seus violinos mais recentes, toca o telefone,

António
― Sim? Olá António José Silva. Como estás? Queria que soubesses que penso ter encontrado o verniz ideal para os meus violinos e que o protótipo que agora estou a acabar vai-te ser enviado para um teste. Há um fórum concorrente que também, creio, está interessado em examinar o violino, mas não acho sequer que compreendam porque tenciono pô-lo à venda por um milhão de Euros.
(Pausa)
― Como? Está bem, encontramo-nos no CCB, no próximo concerto.

Batem à porta

António, para o seu ajudante,
― Giuseppe, por favor vê quem é.

Guiseppe abre a porta e de rompante entram 5 sujeitos, todos de bata branca, empurrando vários carrinhos cheios de equipamento de teste. Um dos homens é imediatamente reconhecido por António como sendo Rigoletto dos Gráficos jornalista audio a soldo do fórum pêtêtêtê.

António
― Mas o que vem a ser isto? Porque razão me invadem a casa desta forma e trazem toda essa panóplia de equipamentos?

Rigoletto
― Ouvimos dizer que tinha acabado de construir um violino especial onde utilizou uma nova formulação de verniz e por isso queremos medir tanto o instrumento como o verniz para ver se encontramos alguma diferença em relação aos outros violinos.

António
―Mas ninguém me avisou de nada. Não quero que o meu violino seja avaliado dessa forma. Se o teu patrão quer avaliar o som do meu violino, ele que venha cá e que o oiça pessoalmente.

Rigoletto
―Não pode ser porque o meu patrão é surdo. Temos que medir o instrumento e publicar os resultados. Só assim saberemos se o novo Stradivarius é bom ou não.

Rigoletto coloca uma ponta de teste na corda Mi do violino.

António
― Cuidado, esse instrumento vale um milhão de Euros.

Rigoletto
― Como, disse um milhão de Euros? Mais uma razão para nós testarmos este violino.

António
― Porquê?

Rigoletto
― Porque queremos provar aos nossos leitores que não há verniz nenhum no mundo que possa alterar de forma tão considerável o som de um violino. Se os violinos forem construídos segundo um método científico semelhante, todos eles soarão de modo idêntico. Além disso, não vale a pena utilizar tripa nas cordas e crinas nos arcos porque qualquer fio de pesca de nylon faz o mesmo efeito. É isso que nós queremos demonstrar, medindo o teu violino. Para quê gastar tanto dinheiro se com 300,00 Euros podemos ter um instrumento que toca tão bem como o teu?

António
― Bom, está bem. Mas tenham cuidado com o meu violino. E, já agora, quem vai tocar o violino durante os testes?

Rigoletto
― Tocar o violino? Como assim?

António
― Sim tocar o violino. Fazê-lo soar. Eu apenas sei como construir violinos. Não sei como tocá-los nas devidas condições.

Rigoletto
― Mas é necessário tocar o violino para fazer as medições? Nós só sabemos medir.
Não sabemos tocar nenhum instrumento.

Entretanto, e durante a discussão de como fazer soar as cordas do Stradivarius, tocam à porta da oficina. Giuseppe abre-a e António exclama,

António,
― Nicolò, meu amigo. Em boa hora chegaste. Só tu me podes valer. Importas-te de tocar este meu novo violino? Estes senhores querem fazer uns testes e tu podias ajudar.

Nicoló (Paganini)
― Bom dia António. Bom dia meus Senhores. Como já devem saber, há muito que me retirei do palco e por isso estou muito enferrujado. Não sei se conseguirei.

António (em voz baixa para Nicolò)
― Só tu é que me podes valer. Por favor experimenta o meu violino e esses outros cujo fabricante desconheço. É a única forma de me ver livre destes gajos.

Nicolò dirige-se então para um enorme camião que entretanto tinha estacionado junto à porta cujo interior encerrava uma câmara anecóica. Um a um, toca os violinos que lhe foram entregues.

Cá fora, Rigoletto, debruçado sobre os ecrãs dos aparelhos de teste e muito exaltado,
― Cá está!!! Eu sabia. Depois dos primeiros testes os resultados são absolutamente iguais para todos os violinos.

Optalidon (ajudante de Rigoletto)
― Desculpe chamar a atenção senhor mas os aparelhos estão desligados…

Rigoletto
― Como? Ah sim. Vamos medir de novo.

Depois de magistralmente tocados todos os instrumentos

Optalidon (constrangido)
― Parece-me ter notado uma ligeira diferença no som. Se calhar deve-se a erros nos procedimentos dos testes…

Rigoletto
― Mas desde quando é que nos preocupamos com o som? Estamos aqui para medir.
Até agora nada de significativo. Vamos passar aos testes cegos. Primeiro o verniz.
António, por acaso não tem nenhum violino sem verniz e outro com um verniz mais bera?

António
― Tenho, ando há algum tempo a fazer experiências. Tento e erro até acertar.

Rigoletto
― O quê? Não usa um método científico para construir os seus violinos?

António
― Uso apenas a minha técnica de construção e baseio-me nos meus ouvidos.

Nicolò toca, mais uma vez de uma forma sublime, os três instrumentos de Stradivarius.

Rigoletto, após retirar as vendas aos seus asseclas,
― Bom, vamos agora consultar o que vocês escreveram e verificar se notaram alguma diferença.

Pausa

Rigoletto,
― Ora cá está. Como eu previa, vocês não foram capazes de distinguir as diferenças entre os três violinos Stradivarius.

Optalidon
― Mas chefe, o resultado indica que em 95% dos casos nós conseguimos identificar e classificar os violinos que soavam melhor e pior.

Rigoletto
― 95% não são conclusivos. Em ciência pura, 100% ou nada. 95% constituem uma percentagem de erro perfeitamente admissível.

Nicolò
― António, tenho que me ir embora. Tenho uma cataplana combinada para hoje e como detesto filas na estrada, vou já para a outra margem. Felicidades com o teu novo violino. Tens aí um instrumento do caraças.

António
― Adeus Nicolò e obrigado.
Senhor Rigoletto, podemos dar por terminados os testes? Posso voltar ao trabalho?

Rigoletto
― Sim, claro. Vou já telefonar ao meu patrão informando-o que mais uma vez a ciência e as medições desmascararam um mito. Viva a ciência, abaixo os mitos.

António
― Já agora quando falar com o seu patrão, pergunte-lhe qual seria o orçamento para uma pequena campanha que pretendo lançar para promover os meus violinos para estudantes.

Rigoletto
― Hum, bem, não sei se será possível aceitar a sua campanha e ao mesmo tempo publicar um artigo a zurzir os seus instrumentos. Não temos esse hábito. Costumamos respeitar os nossos anunciantes. Vou ter que discutir este assunto com o surdo.

António
― Então até mais.

Pausa

António Stradivari, pegando no telefone,
― Estou? Milton? Olha afinal sempre vou à cataplana. Acabo de ter uma experiência bizarra com uns marados das medições. O que me valeu foi ter ouvido uma das minhas últimas criações ser tocada pelo Nico. Sim o Paganini. Logo eu explico melhor. Um abraço.

A cortina cai lentamente, ao som de »Le Streghe« (Dança das Bruxas) e com um ligeiro odor a cataplana.



MF Agosto de 2010
Ir para o topo Ir para baixo
*©uℓto do Ʋıƞıℓ ®
Membro AAP



Mensagens : 1377
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 48
Localização : Terra da Capa Rica

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 12:26

O Novo Verniz de Stradivarius 265963
Ir para o topo Ir para baixo
António José da Silva
Membro AAP
António José da Silva


Mensagens : 64575
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 55
Localização : Quinta do Anjo

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 13:45

A velha história da medições onde nem o vinil, nem os ampes a válvulas conseguem vencer.

Temos que aplaudir a forma sublime e divertida com que o Mário a expôs. Sempre acreditei nas potencialidades deste senhor. O Novo Verniz de Stradivarius 933723
Ir para o topo Ir para baixo
vlopes
Membro AAP
vlopes


Mensagens : 3026
Data de inscrição : 03/07/2010
Localização : Para onde nos pode levar uma música? Para qualquer lugar onde seja capaz de voar o pensamento.

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 13:49

Fantabuloso Mario! O Novo Verniz de Stradivarius 758687 O Novo Verniz de Stradivarius 758687 O Novo Verniz de Stradivarius 758687 O Novo Verniz de Stradivarius 758687
Ir para o topo Ir para baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u


Mensagens : 10157
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 14:15

Bis! Bis! O Novo Verniz de Stradivarius 874774
Ir para o topo Ir para baixo
Vodoo
Membro AAP



Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 20:14

O Novo Verniz de Stradivarius 447836

Compreendi mas não entendi ???

Quêm eram esses das maricões das medições ?? O Novo Verniz de Stradivarius 933723

Ir para o topo Ir para baixo
Stereo
Membro AAP
Stereo


Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 61
Localização : Lisboa

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptySab Ago 21 2010, 22:52

Que espectáculo!!!... O Novo Verniz de Stradivarius 754215 Bis! Bis!... O Novo Verniz de Stradivarius 874774 O Novo Verniz de Stradivarius 874774
Ir para o topo Ir para baixo
Vodoo
Membro AAP



Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius EmptyDom Ago 22 2010, 00:01

Esta invenção é digna mas é do Leonardo Davinci !!!

O Novo Verniz de Stradivarius 693932

http://recordrevirginizer.com/index.html
Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado





O Novo Verniz de Stradivarius Empty
MensagemAssunto: Re: O Novo Verniz de Stradivarius   O Novo Verniz de Stradivarius Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
O Novo Verniz de Stradivarius
Ir para o topo 
Página 1 de 1

Permissões neste fórumVocê não pode responder aos tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: