Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalÚltimas imagensPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Canções que atravessam uma vida

Ir para baixo 
AutorMensagem
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1336
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Canções que atravessam uma vida Empty
MensagemAssunto: Canções que atravessam uma vida   Canções que atravessam uma vida EmptyTer 14 maio 2024 - 22:49

Há canções que, por uma razão ou por outra, permanecem isentas do desgaste do tempo. A sua valia enquanto música+palavra é tão grande (mesmo que a palavra e a música sejam, por vezes, extraordinariamente simples) que continuam a ser interpretadas e reinterpretadas, com um resultado que poderá levantar a questão "qual é a melhor"...

Deixo-vos a primeira da minha lista:

Bang Bang (My Baby Shot Me Down)

De certa maneira recuperada por Quentin Tarantino no seu filme Kill Bill I, escrita por Sonny Bono e interpretada, aqui na sua primeira versão, 1966, por Cher:



Por Frank Sinatra:



Por Nancy Sinatra:



Uma nova versão da Cher, de 1969:



"Muitos" anos depois a mesmíssima Cher:



Dalida, 1966, numa outra língua:



Do outro lado do mundo, uma versão em francês:



Muito simples esta:



Não podia estar ausente:



Num registo hard-rock:



Dua Lipa numa versão que  diria que de anteontem:



Por um"artista de rua", também no séc. XXI:



Agora a preto e branco:



Um outro registo que diria que doméstico:



Termino num ritmo muito, muito latino!

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1336
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Canções que atravessam uma vida Empty
MensagemAssunto: Re: Canções que atravessam uma vida   Canções que atravessam uma vida EmptyQui 16 maio 2024 - 20:57

... ne me quitte pas... ne me quitte pas... ne me quitte pas!

A mais triste (ou melancólica) canção de Jacques Brel. Gravada em 1959, foi reinterpretada inúmeras vezes, reescrita em várias línguas, mantendo-se ainda hoje como paradigma da canção de amor estilhaçado:



Por Édith Piaf:



Nina Simone reinterpreta assim:



Haitiano, Wyclef Jean, canta-a assim:



Barbra Streisand, em inglês (If You Go Away):



Haverá voz mais poderosa do que a de Shirley Bassey?:



Ainda na língua inglesa, nem Frank Sinatra escapou ao fascínio desta canção:



Celine Dion, e regressando ao francês:



Com um soque brasileiro, por Maria Gadú:



Britânica, Cynthia Erivo:



Não gostando eu do Júlio, aqui fica a versão Iglesias:



De regresso ao Rio, Alcione:



Uma "artista de rua", portuguesa,  en français, on the bank of the Thames:



Em dueto, ali, num cantinho acolhedor:



De regreso aos grandes nomes, Ray Charles:



Sting:



Uma versão instrumental, Toots Thielemans (harmónica) e Fred Hersch (piano):



Terminando em beleza, Iggy Pop & Fabrice Eulry

ducar gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1336
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Canções que atravessam uma vida Empty
MensagemAssunto: Re: Canções que atravessam uma vida   Canções que atravessam uma vida EmptyDom 19 maio 2024 - 22:40

(The) House of the Rising Sun

Canção tradicional americana (folk song/blues) com uma longa história.

A gravação mais antiga que encontrei:



Woody Guthrie:



Em 1962, Bob Dylan:



The Animals, grupo britânico, pega na canção e faz dela um sucesso comercial em 1964:



A partir daqui sem qualquer preocupação na sua ordem temporal...
Frigid Pink, grupo norte-americano sem ligação aos Pink Floyd:



Joni Mitchel (fantástica voz):



Joan Baez:



Belíssima esta versão por Odetta:



Uma versão "a capella"(?):



Dolly Parton:



Nina Simone:



Kronos Quartet, instrumental (a quem não conhecer recomendo vivamente este quarteto de música de câmara):



Versão "sexi", piano solo:



An old guy with a lot of feeling:



Os Metallica:



Em alemão, pelos Wolfenstein:



Em japonês, excerto do filme Perfect Days de Wim Wenders:



Termino em "papagaiês":

masa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
agorgal
Membro AAP
agorgal


Mensagens : 1336
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

Canções que atravessam uma vida Empty
MensagemAssunto: Re: Canções que atravessam uma vida   Canções que atravessam uma vida EmptyOntem à(s) 14:13

Summertime

George Gershwin escreveu a partitura da ópera "Porgy and Bess" em 1934 (da qual esta ária faz parte). O libreto é de DuBose Heyward e Ira Gershwin.

Começo pelo CascaisJazz de 1973, com a Sarah Vaughan (apenas porque foi um concerto cá na terrinha):



Em 1969 Janis Joplin interpretava-a assim:



No seu real contexto operático, por Golda Schultz



Ella Fitzgerald & The Tee Carson Trio (1968):



Billie Holiday:



Ella Fitzgerald & Louis Armstrong:



Norah Jones em 2010:



Natalie King em 2018:



Lana del Rey (2019):



Billy Stewart, anos sessenta:



Uma outra versão operátiva, talvez dos anos 70, por Harolyn Blackwell:



Katheleen Battley:



Doc Watson, guitarra acústica e voz:



Pelos Stringspace:



Uma versão cabaret:

Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado





Canções que atravessam uma vida Empty
MensagemAssunto: Re: Canções que atravessam uma vida   Canções que atravessam uma vida Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
Canções que atravessam uma vida
Ir para o topo 
Página 1 de 1
 Tópicos semelhantes
-
» Canções em modo repeat
» José Afonso - Fados de Coimbra e outras canções
» A lista das 500 melhores canções... para a Rolling Stone.
» Os 3 da vida airada...
» As bandas da minha vida

Permissões neste sub-fórumNão podes responder a tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: