Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Como poupar dinheiro...

Ir para baixo 
+3
fredy
José Miguel
rednef
7 participantes
AutorMensagem
rednef
Membro AAP
rednef

Mensagens : 729
Data de inscrição : 20/03/2012
Localização : Quinta do Conde

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyQui Dez 24 2020, 00:38

Meus caros, ando em processo de cura...depois de alguns anos a consumir tudo e mais alguma coisa, chegou a hora de mudar, nada melhor do que um novo ano para começar hábitos diferentes.
Depois de anos a comprar, vender, trocar e ouvir muitos sistemas, chegou a hora de abrandar (tretas...), elaborei um conjunto de "mandamentos" a seguir que gostava de partilhar convosco, pois penso que muitos sentirão o mesmo que eu.

1º (fundamental e indispensável para todos os que se seguem) Perceber de uma vez por todas e consequentemente aceitar como facto que nem todas as gravações que ouvimos foram bem feitas e segundo padrões "audiófilos", este penso ser um erro que muitos cometem, achar que o nosso sistema tem que tocar tudo bem, como se tudo o que lá metemos fosse bem gravado, dou por mim em certas alturas a pensar "o que se passa com o sistema hoje?" (a minha assinatura diz tudo), não podemos/devemos querer um sistema a fazer milagres, sistema que toca tudo bem é porque alguma coisa está mal!
Com experiência em estúdio e em todo o processo de gravação, dou por mim a pensar que o sistema não está a tocar certo instrumento como deveria tocar, esquecendo que o problema poderá estar na gravação e o resultado do timbre do instrumento em gravação é aquele e não o que eu escolheria ou acho como certo.

2º Não ir com demasiada sede ao pote - Quando um sistema já está num patamar bom, as mudanças que efetuarmos, mesmo sendo passos em frente, não serão algo de tirar o fôlego, serão sim detalhes. Muitas das vezes estamos à espera de um fogo de artifício à madeirense e ficamos desiludidos com o fogo de artifício da santa terrinha, embora sejam ambos sinal de festa.

3º Dar oportunidade - Quantos de nós é que já não experimentamos um aparelho e nem uma hora (ou menos), convivemos com ele? Na minha última experiência, o som por ter características tímbricas diferentes, a minha primeira reação foi dizer que não me agradavam as mudanças, no entanto fui contra o meu instinto e tive a calma suficiente para dar oportunidade e conviver com as mudanças durante algumas semanas, resultado... voltei ao antigo para tirar teimas e o antigo parecia um rádio a pilhas. Por vezes estamos tão habituados a um certo tipo de som (equalização sonora) que são precisos dias para reconfigurar o nosso cérebro como se de um reset de tratasse e aí poder realmente ter uma opinião não tendenciosa.

4º Os opinadores profissionais - Sei que não é fácil escolher os componentes para o nosso sistema experimentando os mesmos no nosso espaço, mas seguir as opiniões dos outros é pior a emenda que o soneto! Nos dias de hoje, com tudo o que se passa nas redes sociais, existem os que eu chamo de opinadores profissionais, são os srs. de ouvidos dourados, donos de todas as certezas que fazem reviews a tudo o que mexe, à pouco li um texto que me fez rir à brava, um sr. desses gurus, seguido por imensidões de audiófilos foi confrontado com uma situação, ao longo de 5 anos foi alterando cabos de corrente no seu sistema À medida que ía fazendo reviews, em cada reviews dizia que notava uma diferença enorme no silêncio do sistema, ora alguma das ovelhas mais atentas fez um comentário dizendo que o sistema devia ter um efeito central elétrica antes de todas as mudanças enormes...voltando ao tema, isto para reforçar o markting direcionado que se faz hoje em dia, e nem tudo o que tem avaliação 5 estrelas é fantástico assim como o que tem 2 não é muito fraco.

5º O sistema é nosso - Esta também é muito importante...somos nós que o compramos, somos nós que o montamos e configuramos, somos nós que passamos horas em frente deles, é com os nossos ouvidos que o ouvimos, então para quê dar tanta importância ao que os outros dizem do nosso sistema? Eu sou vaidoso, prefiro que digam bem do meu som do que mal, mas mesmo quando os amigos fazem análises verdadeiras, é segundo os parâmetros e gostos deles e nem sempre iguais aos nossos, então alterar algo porque o amigo A,B ou C achava que estava mal... se calhar é gastar dinheiro em vão!

6º A música! - por último vem o propósito da coisa... ouvir música! Devemos parar de ouvir sons e começar a ouvir música, muita música e o mais variada que conseguirmos, tendo o prazer de a ouvir, só assim tudo isto faz sentido!

Estes 6 mandamentos não serão novidade para muitos, mas acho que valem a pena ser pensados e tentados levar a sério, é isso que cada vez mais ponho em prática, tenho o bixinho da curiosidade e ambição de atingir o inatingível, mas cada vez mais sigo o caminho dos passos seguros e ponderados, no final a carteira agradece e a música também!

Alexandre Vieira, masa e ruife gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 8685
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 39
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyQui Dez 24 2020, 09:15

Muito boa partilha, gostei de ler a forma como se coloca perante a coisa. Wink

Eu acrescentaria dois pontos que se ligam aos seus:

- Assim como não existe a gravação perfeita (percebo essa sensibilidade ao timbre), também não existe sistema ou peça perfeita. Todas as peças (activas ou passivas) de um sistema adicionam uma assinatura própria, no mundo ideal a procura seria pela menor possível, mas no mundo possível devemos procurar a assinatura com a qual melhor convivemos. Saber o que se quer é meio caminho para se encontrar o que se procura, caso contrário poderemos entrar numa roda viva e o resultado será sempre semelhante, a insatisfação.

- Intimamente ligado com o que disse em cima, é necessário compreender como se conhece. O refúgio do "gosto" é o equivalente ao tentar ver no escuro, não dá grandes resultados. O nosso gosto está directamente dependente do nosso conhecimento e é por isso que ele muda a cada instante. Quantas vezes voltamos a um lugar, voltamos a provar um alimento, voltamos a ver uma pessoa, voltamos a ouvir um álbum, ... voltamos ao que nos recordamos de gostar e ficamos a pensar que algo mudou? Mudamos nós e o nosso gosto mudou connosco (para usar a imagem que o "rednef" colocou, o fogo da aldeia só é pequeno para quem viu um maior, eu ainda me lembro do espanto que sentia ao ver e ouvir o fogo da minha aldeia, hoje ainda me espanto, mas as razões são outras - espanto-me com a força que as pessoas dedicam a uma tradição, por momentos não penso na força do fogo, penso apenas na sua existência). O fechar dos juízos no suposto "gosto" é um dos maiores erros que vejo multiplicar-se, já ninguém se esforça para partilhar ou tentar compreender, conduzindo ao processo de trocas e mais trocas... trocas por "gosto". Ter a mente aberta para o conhecimento é uma necessidade para se perceber os processos do gosto, para a estabilização de um sistema e encontro com a Música.



Eu não tenho o bichinho das trocas, gosto (gostamos, felizmente é algo partilhado) muito de experimentar sistemas de grande desempenho, mas nunca chegamos a casa e sentimos tristeza por apenas termos o que temos - e temos peças muito modestas. Compreendemos onde estamos e o que temos, não projectamos nas peças o que ouvimos com outras, não esperamos um milagre. Este sistema é fruto de todas as experiências que já tivemos, de todas as mudanças que fomos acumulando, da evolução do conhecimento e consequentemente do gosto. Faz cinco anos e meio que o sistema é basicamente o mesmo, as mudanças foram feitas pela via da entrada de um pré de phono e das alteração no gira-discos (alterado braço e célula). A evolução do sistema não foi enorme, nem poderia. Tal como uma pedra opaca que se apanha suja do chão pode ser polida sem deixar de ser o que é, mas ainda assim brilhar mais, o sistema também saiu deste processo sendo o que é, mas um pouco mais limpo.

Ouvir Música é a justificação de ter tralha na sala, uma das coisas que aprendi ao longo deste caminho foi ver o lado de função das peças (aprendi muito por aqui!). Quando se gosta e busca a Música, o sistema passa para um outro plano, pois ele tem que nos servir e servir o que está a reproduzir. O equilíbrio estre estas duas faces (como numa moeda) é fruto do processo de conhecimento e consequentemente do gosto (também são duas faces de uma mesma coisa...).


Agradeço a sua partilha, continue a relatar as suas experiências. Wink

Alexandre Vieira e masa gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 5088
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 59
Localização : Casal do Marco - Seixal

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyQui Dez 24 2020, 12:54

Olá

Rednef escreveu...
Citação :
...elaborei um conjunto de "mandamentos"...

Faltam 4...  smedley   lá diria Moisés...

Plenamente de acordo... diria mesmo na mouche... só que cai em saco roto para muitos.  Como poupar dinheiro... 809774
Fredie

O Audio é tramado... o que uns adoram... outros detestam...

masa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 7127
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 55
Localização : França

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptySex Dez 25 2020, 15:15

rednef escreveu:
Meus caros, (...) elaborei um conjunto de "mandamentos" a seguir que gostava de partilhar convosco, pois penso que muitos sentirão o mesmo que eu.
(...)
6º A música! - por último vem o propósito da coisa... ouvir música! Devemos parar de ouvir sons e começar a ouvir música, muita música e o mais variada que conseguirmos, tendo o prazer de a ouvir, só assim tudo isto faz sentido!...

Todos esses "mandamentos" estão repletos de bom sentido e fez muito bem de os partilhar com a nossa comunidade. Pessoalmente penso que este ultimo "mandamento" é o mais importante ... por si sò e a sua aplicação, ele coloca os aparelhos no seu justo lugar de ferramentas de reprodução e não de objecto de desejo ou de delirio. Ver os aparelhos como meros objectos com uma função especifica e a musica como uma arte vai levar automaticamente as pessoas a cometerem menos erros pois a verdade é que: a maioria dos aparelhos são comprados pelo preço, pela marca, pelo design, pela fabricação, pela tecnologia, pelo artesão, pelo prestigio, por colecionismo e por mais uma série de razões pessoais e respeitàveis ... mas muito mais raramente pelo seu som Wink

Belo apontamento, Bravo 2cclzes

masa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
luis lopes
Membro AAP
luis lopes

Mensagens : 4865
Data de inscrição : 25/02/2011
Idade : 54
Localização : Maiorca

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyDom Dez 27 2020, 21:53

Ora está ai uma bela reflexão,
poupas nos equipamentos, e agora
gastas nas musicas.
santa

masa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2475
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 63

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyTer Dez 29 2020, 15:33

Tudo acertado e concordo com tudo.

Uma nota para a parte dos apreciadores profissionais. Considero de evitar porque as escolhas têm de ser pessoais, o que nos leva a mais um mandamento: definir o tipo de som que se deseja (sim porque todos os aparelhos têm assinatura, até os que têm resposta flat, mas não quero entrar aqui em filosofias do áudio/treta).

E sem dúvida ouvir música em vez de pesquisar sons.

Alexandre Vieira, masa e Fernando Salvado gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 8357
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 51
Localização : The Other Band

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyTer Dez 29 2020, 15:46

Todos estes mandamentos são para respeitar até dar aquele louco desejo de querer mudar tudo, nem se sabe ao certo porquê!!! lol!

masa gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 7127
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 55
Localização : França

Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... EmptyTer Dez 29 2020, 16:48

Alexandre Vieira escreveu:
Todos estes mandamentos são para respeitar até dar aquele louco desejo de querer mudar tudo, nem se sabe ao certo porquê!!! lol!

Talvez porque dar um pontapé no passado seja a mais legitima pulsão da juventude lol!
Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado




Como poupar dinheiro... Empty
MensagemAssunto: Re: Como poupar dinheiro...   Como poupar dinheiro... Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
Como poupar dinheiro...
Ir para o topo 
Página 1 de 1

Permissões neste fórumVocê não pode responder aos tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: