Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Oracle Delphi, a Fénix renascida

Ir em baixo 
AutorMensagem
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptySeg Set 07 2020, 21:56

A primeira vez que ouvi falar deste giradiscos foi há cerca de 40 anos. Com efeito recordo-me, em 79-80 ter visto o lançamento desta peça numa revista, daquelas que passávamos de mão em mão, uma “espaçonave” que tocava discos. Oracle era a marca do dito, Delphi era o modelo, era um primor estético e de engenharia e, custava tanto quanto um automóvel de boa marca na altura.
Esporadicamente fui lendo algumas notícias sobre as evoluções do dito, mas, dado o preço, não fazia parte das minhas prioridades, nem nos momentos mais delirantes.
Eis senão quando, este ano, um amigo e companheiro destas artes “disponibilizou” os meus serviços a um amigo dele porque tinha um gira-discos parado, o que era uma pena porque a peça tinha um aspecto “do caraças” e, portanto, devia tocar bem.
Vai daí, apareceram-me os três (amigo + amigo do amigo + giradiscos) cá em casa (foi antes da pandemia) e, quando se foram, o último ficou cá em casa, mudo e quedo. Era um Oracle Delphi e parecia uma nave espacial, não obstante ostentar uma “patine” invejável, sinal do abandono a que estava votado.
A “coisa” estava ali à minha frente e era preciso pô-lo a funcionar. Informação disponível era quase inexistente e/ou incompreensível, próprio dos equipamentos de nicho de mercado, pelo que resolvi contactar a fábrica, no Québec, que, entretanto, tinha retomado a actividade depois de um longo período de ausência. O Martin Lefebvre e o Jacques Riendeau foram de uma disponibilidade total, o que permitiu identificar que se tratava de um Delphi Mk II equipado com um conjunto braço e cabeça da (holandesa) Kiseki, cujas características até a Oracle desconhecia, de tão raras.
Mais tarde foi possível referenciar que, o proprietário da Kiseki, o holandês Herman van den Dungen, tinha/teve um giradiscos semelhante, também equipado com o braço Kiseki Gold e a cabeça Kiseki Agathe (http://kiseki-eu.com/kiseki-mc-phono-cartridges-how-it-all-started/). Pode parecer estranho todo este detalhe, mas a suspensão do Oracle é ajustada em função do braço instalado. Noblesse exige!
O certo é que foi possível pô-lo a funcionar com a combinação de molas que trazia (branco/vermelho/azul) e, daí, a estupefacção com todo aquele detalhe e informação de baixo nível, musicalidade, etc., enfim, um céu com poucas nuvens na reprodução do vinil. E muito bonito, depois de lhe retirar a “patine”.
Oracle Delphi, a Fénix renascida 20200110
Deu muito trabalho pôr o dito a funcionar correctamente porque aquela suspensão é sofisticada e requer ser previamente compreendida antes de ser manuseada.
Oracle Delphi, a Fénix renascida 20200111
Como alguns componentes originais da suspensão estavam já muito degradados, foi adquirido o kit de manutenção disponibilizado pela marca, que eleva para a especificação Mk V, o que permitiu “ouver” (José Duarte dixit) o “ovni” de novo a voar como deve ser (ou a deslocar-se na deformação espaço/tempo, talvez seja mais adequado).
Para quem quiser saber mais sobre as especificações deste giradiscos, pode ver aqui: https://www.oracle-audio.com/delphi-mkvi-second-generation.
Bom, não descansei enquanto não adquiri um, tendo tido a sorte de encontrar um Mk I no mercado de usados, fabricado em 1981-82, por preço irrecusável e em muito bom estado, embora parado há alguns anos nas terras de Sua Majestade. O aparelho vinha já com upgrades importantes na suspensão e no prato, mas as partes eléctrica e electrónica eram as originais e a tampa estava partida e (mal) reparada. Todo o aspecto era de (quase) novo e, feitos os necessários ajustes na suspensão em função do braço utilizado, funcionava na perfeição.
Uma particularidade deste Oracle Delphi é que vinha equipado também com uma (verdadeira) geringonça, com sistema de amortecimento do braço através de tina (“damping trough”) com óleo de silicone onde é mergulhado o nariz postiço (“paddle”) acoplado à “shell” do braço, tal como o Townshend Elite Rock.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Oracle10
O braço não estava incluído, mas, quer a tina quer o “paddle” vieram no fornecimento e, parecem ser de concepção e implementação do próprio Max Townshend.
Não obstante, havia o risco dos apregoados “demónios” do Oracle acordarem. E acordaram (Lei de Murphy).
Cerca de um mês depois, apareceram problemas na estabilização das velocidades, nos interruptores da consola de comando e nas lâmpadas de iluminação da mesma, tudo problemas, com excepção das lâmpadas, que não permitiam uma utilização do aparelho. E, claro, a tampa acabou por partir definitivamente.
Segue-se a descrição das intervenções feitas, orientadas no sentido de o manter tão próximo quanto possível das especificações originais e/ou das especificações actualizadas da marca. Um Oracle Delphi original, AC ou (Mk 0), pode ser actualizado até à especificação actual, o que atesta ser um produto bem pensado e com uma engenharia de alto padrão.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Oracle10
ALIMENTAÇÃO E CONTROLO DA TENSÃO PARA O MOTOR
Constatei com incredibilidade que, a alimentação standard fornecida pela Oracle era de baixíssima especificação técnica, com rectificação de meia onda, apenas. Resultado, em vez dos 27 V cc especificados, apresentava cerca de 36 V cc, ainda por cima não estabilizados.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0219
Com consequências ao nível dos componentes da placa de controlo da tensão para o motor e restantes componentes da placa de comando (lâmpadas, contactos dos interruptores).
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0220
Constatava-se ainda uma oxidação acentuada nas pistas do circuito impresso, em alguns casos, com quebra da continuidade.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0221
Foi necessário substituir o regulador de tensão, o transístor e uma resistência, disponíveis no mercado pelo valor de alguns cêntimos.
Oracle Delphi, a Fénix renascida P8170010
E construí uma fonte de alimentação linear 27 V cc, com sobras de outros projectos.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0222
CONSOLA DE COMANDO
O interruptor para ligar/desligar já apresentava um funcionamento aleatório e alguma dificuldade de retenção das ordens. O de comutação 33,3/45, menos utilizado, estava um pouco melhor.
Tal como a placa de circuito impresso de controlo da tensão para o motor, havia oxidação acentuada nas pistas. Uma das lâmpadas (24 V cc) entretanto fundiu.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0223
Foram substituídos os interruptores (C&K Digitast Micro-miniature SPDT keyswitches, SET BK AU EE), há muito dados como descontinuados, mas que, realmente ainda estão disponíveis no mercado, bem como as lâmpadas de iluminação do display (24 ou 28 V cc).
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0224
MOTOR
Os problemas de controlo de velocidade no Oracle são frequentemente atribuídos ao motor e, no sentido de resolver o problema, a Oracle disponibiliza upgrades da fonte de alimentação, da placa de controlo e um novo motor por uns milhares de euros.
Analisado o problema com critério, cedo se chega à conclusão da quase impossibilidade de serem atribuídas culpas ao motor, um Papst GS 38.09 fabricado na Alemanha, que parece (e é) um Panzer e, construído com os padrões de qualidade de um Mercedes.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0225
Sem alterações.
SUSPENSÃO
A combinação de molas foi mudada para o braço SME 309 (branco/amarelo/verde), seguindo-se o necessário ajuste da suspensão, que é obra (para subir a suspensão desce-se a mola, para descer a suspensão sobe-se a dita – vezes 3). Leva tempo e requer muita paciência e método até estar tudo acertado. A página da Oracle disponibiliza a informação necessária, mas, é requerida alguma prática em sistemas mecânicos. A Oracle também fornece informação sobre o set de molas a usar em função do braço escolhido.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Sem_tz10
Curiosamente, a Oracle não fornece as 3 porcas ¼”-20 BSW de bloqueio da altura de ajuste do pilar, mas fornece um escantilhão para o ajuste em altura, sendo no entanto conveniente fabricar outros (em papel ou cartão) para os ajustes intermédios, para evitar ter de desmontar tudo sempre que é necessário fazer correcções. E se a altura da suspensão não for a correcta, a correia de tracção não se fixa na polia do prato e, cai. Portanto, tudo tem de estar comme il faut.
Oracle Delphi, a Fénix renascida 20200310
PLINTO
É o original, em acrílico fumado de ½” (12,7 mm). Sem alteração.
Os modelos mais recentes vêm com uma placa mais espessa e existe um upgrade em granito negro.
SUBCHASSIS
É o original. Sem alteração.
CHUMACEIRA
Foi mantida a chumaceira original.
É possível instalar as chumaceiras dos modelos mais recentes.
PRATO
O prato, original, vinha já com o “mat” em acrílico dos modelos mais recentes. Não sofreu mais nenhuma alteração e o “clamp” é também o original.
PLACA DE SUPORTE DO BRAÇO/ARMBOARD
Veio com a placa original, em acrílico fumado, a qual foi substituída pela placa mais recente, em alumínio, que permite melhor aperto e uma reprodução com muito mais recorte e definição. Para aproximar à sonoridade “mais redonda” do acrílico, na placa em alumínio foi aplicado pelo interior um “sound damper” (pastilhas de “Patafix” da UHU).
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0226
SISTEMA DE AMORTECIMENTO DO BRAÇO (DAMPING TROUGH AND PADDLE)
Dada a escolha do SME, optei por não instalar o sistema Townshend que veio com o giradiscos.
TAMPA
Foi substituída a tampa original em acrílico fumado que estava partida por uma nova em “cristal”, fabricada pela CcAcrílicos, idêntica à dos modelos mais recentes do Delphi.


Montado o conjunto, com óleo novo na chumaceira e nova correia, procedi, primeiro, ao ajuste primário das velocidades de rotação, através da resistência variável existente na placa de circuito impresso do motor.
Oracle Delphi, a Fénix renascida P8170011
Seguido do ajuste secundário (ajuste fino) nos trimmers também na placa do motor.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0227

E o resultado é este.
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0228
Este é um giradiscos de outro nível. Detalhe soberbo. Requer, contudo, um alinhamento irrepreensível do braço e cabeça, o que é relativamente fácil de conseguir dada a versatilidade da solução de montagem do armboard. O controlo da velocidade de rotação é muito bom. A desvantagem na reprodução de graves associada a giradiscos de prato suspenso é razoavelmente resolvido pelo armboard metálico. Até com o cabo fornecido com o braço SME (Van den Hul D-501 Silver Hybrid) tem um belíssimo desempenho.

Uma breve história do Delphi pode ser lida aqui:
http://forum.vintage-audio-laser.com/ecoute/oracle-delphi-t5181.html
https://www.oracle-audio.com/legacy-products


Última edição por rjbv17 em Ter Set 08 2020, 14:34, editado 2 vez(es)

RMI e Fernando Salvado gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7828
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 39
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptySeg Set 07 2020, 22:36

É uma bela história a sua e a desse Oracle, parabéns pela entrega nas respostas aos desafios.

É um gosto ver a forma como intervenciona as suas peças e como fala delas com estima e propriedade, continue as suas partilhas. Oracle Delphi, a Fénix renascida 754215


Não desapareça, é bom andar por perto alguém que percebe destas belas peças/gira-discos. Wink

ManuelGLopes e rjbv17 gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 08 2020, 13:19

rjbv17 escreveu:

A primeira vez que ouvi falar neste giradiscos ... Oracle
era a marca do dito, Delphi era o modelo, era um primor estético e de engenharia e, custava tanto quanto um automóvel de boa marca na altura.
Esporadicamente fui lendo algumas notícias sobre as evoluções do dito, mas, dado o preço, não fazia parte das minhas prioridades, nem nos momentos mais delirantes.
(...)

E o resultado é este.

Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0228
...

Permiti-me de resumir a sua bela restauração ao ponto que me pareçe crucial nessa sua historia que acaba por ser ... um sonho realisado!

Bravo pelo aspecto didàtico, empenhado e sensivel que deu ao seu texto e que se torna ludico pelas vàrias fotos de cada intervenção. È raro ver tanta dedicação na restauração de um aparelho de meia-idade pois para mim ... o Oracle Delphi não é suficientemente velho para ser Vintage, mas também não é suficientemente novo para ser moderno então està no meio  Smile

Continue a partilhar connosco essas belas historias ...

cheers

ManuelGLopes e rjbv17 gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6827
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 08 2020, 13:48

Uma recuperação é sempre de louvar ainda para mais de um modelo pouco comercializado.

Muitos parabéns!

Oracle Delphi, a Fénix renascida 754215

ManuelGLopes e rjbv17 gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 08 2020, 15:48

Caros,

Obrigado pelo feedback.
Sabendo que esta peça não foi comercializada oficialmente em Portugal, é do meu conhecimento existirem umas dezenas de Delphi no nosso País, infelizmente a maior parte a ganhar pó, por não haver quem, aqui, possa assegurar a sua manutenção. A minha intenção é partilhar a experiência, fornecendo elementos que permitam voltar a colocar essas peças em serviço.
Poderá ser também um incentivo para aqueles que pretendem adquirir um exemplar no mercado de usados, Portugal incluído. Este exemplar custou menos de 1/10 do preço de novo de um modelo actual, qualquer coisa entre, por exemplo, um Rega Planar 2 e um Rega Planar 3. O Oracle está, claramente, noutro campeonato.

ManuelGLopes gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7828
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 39
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 08 2020, 18:51

Eu apenas estive na presença de um Oracle bem mais recente (MKV), nunca me tinha dado para pesquisar os valores de mercado para os modelos mais antigos. 

Isso que refere é demonstrativo que o mercado audio está cheio de "relíquias", exista conhecimento para as identificar e, posteriormente, delas tratar.

O nosso Alexandre Vieira anda distraído, mas esse seu conhecimento, paixão e capacidade de operacionalização resultariam lindamente numa sala do AudioVintage/Portugaudio. 

Pense nisso, eu bem queria puxar algo para o Norte, mas uma ida a Lisboa pode ser positíva e aquela malta é boa companhia à mesa. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
João da Bernarda
Membro AAP
João da Bernarda

Mensagens : 343
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 46
Localização : Lisboa

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 08 2020, 23:46

Oracle Delphi, a Fénix renascida 754215 Oracle Delphi, a Fénix renascida 754215 Oracle Delphi, a Fénix renascida 4019496139

ManuelGLopes gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
analog_sa
Membro AAP
analog_sa

Mensagens : 235
Data de inscrição : 04/05/2017
Localização : Cascais

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 09 2020, 00:17

rjbv17 escreveu:

Constatei com incredibilidade que, a alimentação standard fornecida pela Oracle era de baixíssima especificação técnica, com rectificação de meia onda, apenas.


The PS can certainly be made better but what is shown in the pic is a full wave rectifier followed by a regulator, so it's basically ok.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 09 2020, 10:34

rjbv17 escreveu:

... Poderá ser também um incentivo para aqueles que pretendem adquirir um exemplar no mercado de usados, Portugal incluído. Este exemplar custou menos de 1/10 do preço de novo de um modelo actual, qualquer coisa entre, por exemplo, um Rega Planar 2 e um Rega Planar 3. O Oracle está, claramente, noutro campeonato.

Em paralélo com a Oracle existém vàrias marcas antigas, mais ou menos confidenciais, que possuém modelos cujo preço de venda no mercado de usados é relativamente acessivel (Transcriptor, Ariston, Michell, Le Tallec, Era, Pink Triangle, Barthe rotofluid e etc...). Apesar de serem gira-discos dignos de interesse e capazes com bons braços de aguentar a comparação com giras modernos de qualidade, pareçe-me dificil de os recomendar abertamente como soluções alternativas aos aparelhos mais badalados...

Ném todas as pessoas possuém as qualidades de paciência, destreza e logica requeridas para executar uma restauração como as que voçê nos gratificou aqui. Também é dificil de encontrar as peças de origem (ou re-maquinadas) se a pessoa não conheçer bem os circulos de amadores ... o que significa que os trabalhos de restauração ou de reparação podem custar (muito) caro. Um conhecido que comprou um PT One por 500€ no Ebay teve que gastar três vezes esse preço para pô-lo a funcionar como novo ... são realidades concrétas!...

Todas estas razões levam-me a ter reçeio de propor algumas marcas como alternativas aos giras mais clàssicos e badalados, mesmo se são objectivamente superiores, pois a coisa pode acabar em prenda envenenada! No entanto louvo o seu estado de espirito de didactismo e partilha ... e é verdade que quando se tém a possibilidade e as competências, existém pequenas maravilhas secretas que por poucas centenas de euricos, e apòs restauração, podem fazer a felicidade dos ouvidos mais exigentes como é o caso com o seu Oracle Delphi e talvez certamente com o PT LPT, pois esse ultimo nunca escutei  Wink

Bravo mais uma vez e continue as partilhas  cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 09 2020, 16:57

analog_sa escreveu:
rjbv17 escreveu:

Constatei com incredibilidade que, a alimentação standard fornecida pela Oracle era de baixíssima especificação técnica, com rectificação de meia onda, apenas.


The PS can certainly be made better but what is shown in the pic is a full wave rectifier followed by a regulator, so it's basically ok.

You may be right. The solution used in the regular PSU may be classified as a centre-tapped full wave rectifier with filtering.

The point is thas it revealed to be a weak solution, not up the standards of to the rest of the set. I've contacted Oracle and they were suprised when I told them I was getting a not steady 36 V cc but, searching the net, I found I was not the only one. All the componnents downstream the PSU, in the regulator circuit mainly, are not specified to work with this higher and floating voltage and suffered damages.

Oracle offers the Turbo PSU upgrade with a Full Wave Bridge Rectifier.
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 09 2020, 17:28

TD124 escreveu:
rjbv17 escreveu:

... Poderá ser também um incentivo para aqueles que pretendem adquirir um exemplar no mercado de usados, Portugal incluído. Este exemplar custou menos de 1/10 do preço de novo de um modelo actual, qualquer coisa entre, por exemplo, um Rega Planar 2 e um Rega Planar 3. O Oracle está, claramente, noutro campeonato.

...
Apesar de serem gira-discos dignos de interesse e capazes com bons braços de aguentar a comparação com giras modernos de qualidade, pareçe-me dificil de os recomendar abertamente como soluções alternativas aos aparelhos mais badalados...

Ném todas as pessoas possuém as qualidades de paciência, destreza e logica requeridas para executar uma restauração como as que voçê nos gratificou aqui. Também é dificil de encontrar as peças de origem (ou re-maquinadas) se a pessoa não conheçer bem os circulos de amadores ... o que significa que os trabalhos de restauração ou de reparação podem custar (muito) caro. Um conhecido que comprou um PT One por 500€ no Ebay teve que gastar três vezes esse preço para pô-lo a funcionar como novo ... são realidades concrétas!...

Todas estas razões levam-me a ter reçeio de propor algumas marcas como alternativas aos giras mais clàssicos e badalados, mesmo se são objectivamente superiores, pois a coisa pode acabar em prenda envenenada! No entanto louvo o seu estado de espirito de didactismo e partilha ... e é verdade que quando se tém a possibilidade e as competências, existém pequenas maravilhas secretas que por poucas centenas de euricos, e apòs restauração, podem fazer a felicidade dos ouvidos mais exigentes como é o caso com o seu Oracle Delphi e talvez certamente com o PT LPT, pois esse ultimo nunca escutei  Wink

...

Concordo com tudo o que referiu. Sei que a grande maioria não conseguirá/poderá seguir este caminho, o qual requer conhecimento, alguma destreza e, sobretudo vontade de fazer.
A electrónica não era nem a minha área de trabalho, nem a minha área de formação mas, a vontade de fazer era grande e a de aprender também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQui Set 10 2020, 09:11

rjbv17 escreveu:

... A electrónica não era nem a minha área de trabalho, nem a minha área de formação mas, a vontade de fazer era grande e a de aprender também.

Bem-vindo ao clube pois o meu percurso é idêntico  2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
TS1lva
Membro AAP


Mensagens : 153
Data de inscrição : 19/09/2017

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQui Set 10 2020, 15:39

Muito bom, Oracle Delphi, a Fénix renascida 4019496139

Já agora, essa caixa de fonte merecia um filtro EMI, não...?

https://www.ebay.com/sch/i.html?_from=R40&_trksid=p2047675.m570.l1313&_nkw=emi+filter&_sacat=0

Existem também melhores soluções "Low-Noise" em vez do standard LM317
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQui Set 10 2020, 17:33

TS1lva escreveu:
Muito bom, Oracle Delphi, a Fénix renascida 4019496139

Já agora, essa caixa de fonte merecia um filtro EMI, não...?

https://www.ebay.com/sch/i.html?_from=R40&_trksid=p2047675.m570.l1313&_nkw=emi+filter&_sacat=0

Existem também melhores soluções "Low-Noise" em vez do standard LM317

Talvez. Até o tenho aqui mas decidi não o instalar. Talvez um dia o faça.

Quanto ao regulador de tensão, a opção foi manter o original. Tenho aqui alguns substitutos com melhores especificações mas decidi deixá-lo assim, tal como o transistor 2N3904.

Ainda pensei fazer uma fonte como esta mas, fica para mais tarde: https://www.diyaudio.com/forums/analogue-source/260072-oracle-delphi-mk-ii-mods.html
Vale a pena ver as imagens.
Voltar ao Topo Ir em baixo
RMI

RMI

Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/02/2015
Localização : Charneca de Caparica

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyDom Set 13 2020, 21:04

Excelente trabalho!
Sempre tive um fascínio por esse modelo e pelo Michel Gyrodec. Não só pelo som mas também pelo aspecto. O meu Linn toca bem mas não dá gosto olhar para ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptySeg Set 14 2020, 18:32

RMI escreveu:
Excelente trabalho!
Sempre tive um fascínio por esse modelo e pelo Michel Gyrodec. Não só pelo som mas também pelo aspecto. O meu Linn toca bem mas não dá gosto olhar para ele.

Um gira -discos não é um quadro ném uma esculptura ... a função dele é outra e se ele consegue fazer brilhar a Musica então quer dizer que é bom nmho, mesmo se é feio  Wink

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6758
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 15 2020, 10:48

Prezado rjbv17,

Fazer renascer algo que, em tempos, deixou boas impressões a ponto de não cair no vazio da Caixa Idiota Instruída (cérebro), é salutar no contexto actual de pandemia, provocando cócegas no âmbito de autoestima e advindo benefício com a sua utilização. Conheço outra individualidade que é proprietário de um exemplar Delphi - versão produzida nos primeiros cinco anos da década 90 do século XX - ao qual mantém fidelidade quando pretende saborear uma bolachita.

Com melhores cumprimentos,
What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6758
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyTer Set 15 2020, 11:12

RMI escreveu:
Excelente trabalho!
Sempre tive um fascínio por esse modelo e pelo Michel Gyrodec. Não só pelo som mas também pelo aspecto. O meu Linn toca bem mas não dá gosto olhar para ele.

Prezado RMI,

Subscrevo o parecer de TD124, pois existem gira-bolachas dispendiosos na categoria high-end, que dada a sua conformação estética, são monstros. Ora, neste ponto de vista, ter um Linn Axis que não necessita de sucessivos upgrades - acontece no LP12 - garantindo momentos prazentes, seria suficiente para não sentir fastio ao observar a sua aparência. No entanto, se existir a possibilidade de ter um exemplar bonito e com desempenho admirável...

Com melhores cumprimentos,
What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 16 2020, 13:02

Ghost4u escreveu:
RMI escreveu:
Excelente trabalho!
Sempre tive um fascínio por esse modelo e pelo Michel Gyrodec. Não só pelo som mas também pelo aspecto. O meu Linn toca bem mas não dá gosto olhar para ele.

Prezado RMI,

Subscrevo o parecer de TD124, pois existem gira-bolachas dispendiosos na categoria high-end, que dada a sua conformação estética, são monstros. Ora, neste ponto de vista, ter um Linn Axis que não necessita de sucessivos upgrades - acontece no LP12 - garantindo momentos prazentes, seria suficiente para não sentir fastio ao observar a sua aparência. No entanto, se existir a possibilidade de ter um exemplar bonito e com desempenho admirável...

Com melhores cumprimentos,
What a Face

Caro Fantasma,

Eu acrescentaria outros pontos de vista.

Existem produtos que foram, logo no projecto, concebidos de modo a permitirem evoluções e, outros que foram concebidos para isso não acontecer. E isto está muitas vezes associado a estratégias comerciais.

De facto (o nosso colega do fórum TD124 já referiu isto), quando se pensa evoluir um produto, haverá sempre de ponderar a questão do custo/benefício. De um modo geral, num produto de entrada de gama não se justifica, para o construtor, disponibilizar upgrades quando ele possui um produto com concepção melhorada com preço a condizer, como é, por exemplo, o caso da Rega com a linha Planar/P. Por isso, estrategicamente, cria produtos em que a evolução, embora possível, não é prioriitária. Penso que o Axis da Linn entra neste grupo, tal como o LPT da Pink Triangle.

E aqui entra o DIY que permite "espremer" um pouco mais o desempenho destes produtos, com custos equilibrados, como no caso do seu ZX Spectrum e do meu LPT, que, claramente, não foram pensados para sofrerem alterações mas que, com engenho e arte, é possível elevá-los a outro patamar de desempenho.

Nos produtos hi-end, sobre-trabalhados em termos de engenharia e com soluções já muito optimizadas, os altos desempenhos conseguidos não dão muita margem para evoluções, as quais, quando disponíveis, têm preços incomportáveis também fruto da exclusividade desses produtos.

Depois existem os outros, claramente pensados de modo a permitir evoluções como é o caso do LP12, dos Michell e, também dos Delphi, quase sempre alicerçada na melhoria de materiais, fontes de alimentação e circuitos de controlo de velocidade.

Quanto à questão estética, concordo plenamente que se deva juntar a fome com a vontade de comer ...

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 16 2020, 13:19

rjbv17 escreveu:


... Quanto à questão estética, concordo plenamente que se deva juntar a fome com a vontade de comer ...

Caro rjbv17, eu não quiz dizer com a minha intervenção que a estética deveria ser menosprezada aquando da escolha de um elemento ... aliàs, a questão é tão pessoal que geralmente ném abordo o assunto. Para muitos um Lenco é feio e para muitos outros um Garrard 301 é lindo ... para mim ambos são feios e o cumulo do camafeu é o TD124 e os EMT  Wink

Isto pode ser levado até aos amplificadores aonde considero o Quad II como a coisa mais feia que jamais foi produzida no audio ... portanto intelectualmente e historicamente adoro esse aparelho! È evidente que o que venho de dizer haverà pessoas de acordo e outras complétamente em desacordo ... não serviria a nada de discutir disso pois não vamos mutualmente nos evangelisar, e jà sou demasiado velho para mudar radicalmente os meus gostos estéticos  Wink

Les goûts et les couleurs ne se discutent pas!... este ditado françês é bem verdadeiro, no entanto e para voltar à minha primeira intervenção, prefiro um camafeu bom a uma beleza que soe como um corno Laughing

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17
Membro AAP
rjbv17

Mensagens : 30
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 16 2020, 14:17

Totalmente de acordo. A estética não é o principal objectivo mas sim o desempenho. Podendo, a junção dos dois é bem vinda.

O foco da minha resposta ao colega de fórum "Fantasma" estava na questão das evoluções das soluções Linn.

Vou postar aqui a imagem do meu amplificador antes e depois de eu ser "obrigado" a encaderná-lo para ficar mais apresentável:
Antes
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0230

Eu viveria bem com isto.

Depois
Oracle Delphi, a Fénix renascida Img_0017

O que me cativou no Oracle foi a sonoridade e não o aspecto, não obstante ser difícil não reparar que o dito é, no mínimo, ostensivo e difícil de abstrair.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5968
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida EmptyQua Set 16 2020, 16:18

rjbv17 escreveu:

... O que me cativou no Oracle foi a sonoridade e não o aspecto, não obstante ser difícil não reparar que o dito é, no mínimo, ostensivo e difícil de abstrair.

Se està, apesar do que diz, duplamente contente tanto do desempenho que da estética ... talvez seja isso, e ém toda a simplicidade, a verdadeira felicidade audiofila  2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty
MensagemAssunto: Re: Oracle Delphi, a Fénix renascida   Oracle Delphi, a Fénix renascida Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Oracle Delphi, a Fénix renascida
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: