Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Pink Triangle LPT modificado

Ir em baixo 
AutorMensagem
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyQui 27 Ago - 23:54

Como prometido, deixo-vos aqui um resumo das modificações operadas no meu Pink Triangle LPT (Little Pink Thing).

Penso que a malta do analógico deve estar a pensar o que me deu para pegar num GD de entrada de gama e fabricado há mais de 30 anos e investir tanto no dito. Bom, francamente não tenho bem presente, mas penso que foi por gostar muito da sonoridade do mesmo no seu estado standard, sobretudo do som neutro que produzia. Lembro-me de ter ouvido na altura outras máquinas muito mais caras (e badaladas) mas, esta era mesmo muito diferente não só em termos sónicos como, também, pela robustez que ostentava.

Adquiri-o no ano 2000, no mercado de usados. "Namorei-o" uns meses e por fim lá me decidi.

Até ao presente fui fazendo algumas alterações e, confesso, não me arrependi; a base de trabalho era mesmo muito boa. Dou-vos conta a seguir da configuração atual.

PLINTO
No plinto, fabricado em MDF de média densidade (ou será um dos poucos exemplares em madeira de freixo?), foram alargados os furos de passagem do braço e cabos e, do motor cc fornecido pela OL. Foi preparado para instalar os pés roscados da Isonoe.
Pink Triangle LPT modificado Img_0010

PLACA SUPERIOR (top board)
É onde está apertada a chumaceira e onde é fixado o braço. De origem é fabricada em MDF de média densidade, com 25 mm de espessura, e possui entalhes para prevenir ressonâncias (ondas amortecidas, estacionárias, etc.).

Apercebi-me que o azimute da cabeça não estava correto e, como tinha um Rega RB300 montado, a única possibilidade de correcção passava por calçar a base, o que nunca resultou devido à espessura da placa e à baixa tolerância do furo de passagem da coluna do Rega. Vim a descobrir que o problema era causado pelo empeno da placa superior em MDF devido aos entalhes originais.
Pink Triangle LPT modificado Hi-fi010
Aqui as mudanças foram grandes. Em 2004 substituí a placa superior por outra em chapa de acrílico vazado, com a mesma espessura da original, mas sem entalhes, várias vezes mais pesada, mais densa e neutra. Mudança de filosofia, portanto, uma vez que a Pink Triangle defendia que a placa devia ser rígida, mas leve, como as utilizadas nos modelos mais caros, fabricadas em alumínio com estrutura em ninho de abelha (Aerolam). Como o LPT era um modelo de entrada de gama, em que era obrigatório fazer concessões para baixar o preço, a solução foi usar MDF. Difícil foi encontrar quem trabalhasse chapa de acrílico de grande espessura, mas a DAGOL (Porto e Lisboa) executou a tarefa utilizando a placa original como referência. Esta mudança alterou bastante o peso do gira-discos, que passou para uns robustos 12 kg. E as baixas frequências agradecem, já que estavam “envergonhadas” com o MDF.
Pink Triangle LPT modificado Hi-fi012

Em 2013 recorri à ACRILUZ (em VNGaia) para a abertura da caixa para encaixe de "armboards" para os 4 braços que possuo (Piezo PU-402, Rega RB300, Michell Tecnoarm e SME 309).
Pink Triangle LPT modificado Img_0013

SUSPENSÃO DA PLACA SUPERIOR
Sem alteração. Foram mantidos os 4 silent block de origem que garantem o desacoplamento entre a placa superior e o plinto. Como se pode observar, a suspensão do LPT é de uma simplicidade extrema, mas muito eficiente.
Pink Triangle LPT modificado Img_0014

CHUMACEIRA
Tomei conhecimento que, no Reino Unido, o antigo fabricante das chumaceiras dos Pink Triangle assegurava a assistência técnica quando a Funk deixou de o fazer e, assim, em 2013 o conjunto foi revisto, com substituição da safira e da esfera e, também foi adaptado um novo "clamp" roscado.
Pink Triangle LPT modificado Img_0016
True Point/TP é o nome da firma e, tem uma divisão “Audio” dedicada, sobretudo, aos Pink Triangle (http://www.true-point.audio/).

MOTOR E SISTEMA DE CONTROLO DE VELOCIDADE
Em 2004 a placa de controlo original do motor ca Philips/AIRPAX/Premotec original começou a pregar (as conhecidas) partidas.
Pink Triangle LPT modificado Img_0015
Não sendo viável proceder à reparação da placa por indisponibilidade de componentes electrónicos, há muito descontinuados, procurei soluções presentes em gira-discos de outras marcas, que pudessem ser instaladas no espaço disponível no plinto. As opções, na altura, não eram muitas e, as que existiam, eram muito caras, o que me levou a optar, em 2005, pelo kit Advanced da Origin Live/OL com placa de controlo externa, motor DC100 e, fonte de alimentação standard. Mais tarde, em 2011, fiz o upgrade da placa de controlo para uma versão actualizada e adquiri a fonte de alimentação estabilizada.

Poucas alterações, no entanto, no desempenho do kit da OL, mesmo com os upgrades, sendo (demasiado) frequente a necessidade de ajustar as velocidades. A causa pode estar no circuito de controlo de velocidade, elementar e, no motor escolhido pela OL, especificado para 36 V cc quando as tensões de serviço, para 33,33 e 45 rpm, são da ordem dos 3,5 V cc e 5 V cc, respectivamente.

Existe a possibilidade de testar brevemente uma solução da True Point para os LPT, ainda em fase de desenvolvimento.

PRATO
Levou apenas o "mat" Achromat 5 mm da Funk Firm.

TAMPA
Em 2020 substituí a tampa original “rosa” por uma em “cristal” fabricada pela Cc Acrilicos, no Porto.

CÉLULAS DE LEITURA
As células de leitura que utilizo são todas MC de baixo sinal e, trabalham com transformadores-elevadores (step-up) dedicados e com o necessário ajuste de impedância.

PRÉ DE FONO
O pré, a válvulas, foi construído por um amigo que percebe da poda, sendo baseado num esquema srpp com as ECC83 na entrada e as ECC81 na saída. Na fonte de alimentação, separada, a retificação é assegurada por uma EZ80.


E estou bastante contente com os resultados. O som é predominantemente neutro como eu tanto queria, mas com bom recorte em todo o espectro, controlado, mas ao mesmo tempo “vivo”. Não tão sofisticado como os PT mais caros mas, será necessário muito traquejo e ouvidos (muito) limpos para se perceber que é um LPT que está a tocar.

Pink Triangle LPT modificado Img_0110

JPEREIRA e japm gostam desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
JPEREIRA

Mensagens : 438
Data de inscrição : 13/07/2010

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 0:26

Olá

Está deveras um trabalho muito bom, dá gosto ver todos os melhoramentos e evolução do projecto Pink Triangle LPT modificado 874774

Toca bem com toda a certeza, analisando todos os detalhes técnicos da evolução, Parabéns e muitas
horas de prazer musical  Pink Triangle LPT modificado 491368
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6673
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 9:53

Está um com excelente aspecto! Pink Triangle LPT modificado 1213685197
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7666
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 15:53

Que bela reportagem, é um gosto ver como evoluiu essa sua peça. Parabéns! Wink


Permita-me uma pergunta sobre esse Rega Rb300: que alterações tem ele e que resultados conseguiu?

Não estou a pensar mudar para células MC, mas sempre achei curioso ver a troca do contra-peso. Por outro lado, penso na possibilidade de mudar a cablagem do que está no nosso Lenco.

_________________
Por quem me vê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4910
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 16:45

Olá

Parabéns pela iniciativa que desfrute de muitas e longas horas de audições.
Pink Triangle LPT modificado 754215
Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 17:15

José Miguel escreveu:

...

Permita-me uma pergunta sobre esse Rega Rb300: que alterações tem ele e que resultados conseguiu?

Não estou a pensar mudar para células MC, mas sempre achei curioso ver a troca do contra-peso. Por outro lado, penso na possibilidade de mudar a cablagem do que está no nosso Lenco.
Viva,

Aquele RB300 está no estado standard em relação à cablagem interna. Curiosamente, neste caso, resultou de um "downgrade" de outro RB300 que eu próprio tinha melhorado com o "Incognito wire loom" da Moth. Na altura (lá vem a questão da resolução dos sistemas) não conseguia tirar partido da evolução do braço e fiz a troca com um companheiro destas lides, que o instalou num Micro Seiki MB10 (fui eu que o instalei, na verdade). A toca da cablagem interna é uma verdadeira melhoria mas, há que ter equipamento adequado para tirar partido da mesma.

Não se compreende que a Rega (Rega British) cometa aquele "crime" de, em cerca de 20 cm de cablagem, efectuar duas emendas (uma junto à shell e outra na base do pilar) nos cabos do braço. E não existir uma ligação de massa separada ainda faz menos sentido. Se era para baixar custos, não era nestas questões essenciais que se poderiam fazer concessões. O braço tem um potencial de melhoria enorme.

Hoje, não faria a troca e já penso em efectuar a substituição da cablagem interna. Provavelmente instalarei na base do pilar uma ficha DIN de 5 pinos para permitir a utilização dos cabos fono que possuo.

Na imagem que anexei, o RB300 está com o Heavy Weight da Expressimo, bem como o respectivo regulador do VTA (o anel azul na base do pilar). O contrapeso, talvez porque fica colocado mais próximo do pilar, melhora consideravelmente a reprodução do grave.

Recentemente, fiz uma substituição da cablagem interna (e externa) de um Rega R200 (Rega original) com resultados muito bons. Ei-lo aqui em "testes" no LPT:
Pink Triangle LPT modificado Img_0213

Quanto à cablagem do (braço) Lenco, há no Seixal um entusiasta (Luís Gaio) que também se dedica à melhoria desta marca e que habitualmente comercializa no ebay com o username "Kazumof", se não me equivoco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7666
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 18:01

Agradeço o cuidado de toda a explicação, com a partilha algumas ideias vão ganhando forma.


No Lenco já temos instalado um Rb300, por isso perguntei se havia alterações e quais os resultados sentidos. Creio apenas ter escutado um braço Rega alterado, mas o sistema era-me estranho e não saberia apontar quais os efeitos do braço. No nosso sistema todas as alterações são notadas, já temos resolução para perceber que noances vão aparecendo. Se a cablagem será um upgrade substancial ou não, isso já requererá experiência.

O nosso pré de phono é do Guilhermino Pereira, neste momento a trabalhar em modo MM com uma Ortofon Bronze. O resultado do conjunto (gira-discos, braço, ...) é muito agradável, boa resolução, rapidez e impacto, bom ataque. Há sempre algum peso do Lenco, mas torna a Música viva - neste momento escuto Signs of Life dos Penguin Cafe Orchestra e as cordas aparecem com muita naturalidade de um fundo escuro.

Porque tenho a ideia de reunir palavras (entrevistas, talvez) de construtores de peças audio, se não for indiscrição, posso perguntar-lhe quem construiu o seu pré de phono?

_________________
Por quem me vê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 19:41

Seguiu MP.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7666
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySex 28 Ago - 20:54

rjbv17 escreveu:
Seguiu MP.
Recebida!

Continue as suas partilhas. Wink

_________________
Por quem me vê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySab 29 Ago - 11:55

rjbv17 escreveu:
Como prometido, deixo-vos aqui um resumo das modificações operadas no meu Pink Triangle LPT (Little Pink Thing).
...
Adquiri-o no ano 2000, no mercado de usados. "Namorei-o" uns meses e por fim lá me decidi.
...
PRÉ DE FONO
O pré, a válvulas, foi construído por um amigo que percebe da poda, sendo baseado num esquema srpp com as ECC83 na entrada e as ECC81 na saída. Na fonte de alimentação, separada, a retificação é assegurada por uma EZ80.

E estou bastante contente com os resultados. O som é predominantemente neutro como eu tanto queria, mas com bom recorte em todo o espectro, controlado, mas ao mesmo tempo “vivo”. ...

O que dizer em frente de um trabalho feito com tanta abnegação carinho e coragem fora que é de  2cclzes

Nunca ouvi um LPT e nunca pensei que a estructura da subplaca fosse tão diferente da dos irmãos que efectivamente é em Aerolam (aqui diz-se Derenid) e com um sistema de desacoplagem em três pontos com 2 horizontais e um vertical, então muito diferente do sistema que o seu utilisa...

A chumaçeira também é diferente das em aluminio e teflon que conheço ... mas pareçe que o seu também tém o eixo inversado (giroscopio) como os outros modelos da marca...

Esse phono (conceptualmente) é um classico audiophilo desenhado pelo Anzai nos anos 60/70 e depois re-imaginado pela revista Elektor nos anos 80/90 utilisando efectivamente uma EZ80 na alimentação. Penso mesmo que o lado "vivo" da escuta não esteja somente ligado ao LPT mas que esse phono tenha uma influência preponderante ... pessoalmente, conheço somente dois phonos que sejam mais dinamicos do que o SRPP Anzaï  Wink

Estou curioso de saber que transformadores elevadores voçê utilisa ???...

Bravo mais uma vez pelo trabalho feito, pelo belo topico assim que pela paixão distilada nas palavras  cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySab 29 Ago - 12:03

rjbv17 escreveu:


... Hoje, não faria a troca e já penso em efectuar a substituição da cablagem interna. Provavelmente instalarei na base do pilar uma ficha DIN de 5 pinos para permitir a utilização dos cabos fono que possuo. ...

A ficha DiN5 é também uma forma de emenda aonde a perda de transparência é flagrante ... comparativamente acho mesmo a solução da Rega com o circuito impresso no pilar mais interessante pois os contactos estão soldados. No entanto reconheço o aspecto pratico da DIN5...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6611
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySab 29 Ago - 13:24

Prezado rjbv17,

Felicito pelas obras de beneficiação efectuadas no gira-bolachas, tão bem descritas em palavras desenhadas.

Com melhores cumprimentos,
What a Face

rjbv17 gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySab 29 Ago - 23:30

Citação :


...

Esse phono (conceptualmente) é um classico audiophilo desenhado pelo Anzai nos anos 60/70 e depois re-imaginado pela revista Elektor nos anos 80/90 utilisando efectivamente uma EZ80 na alimentação. Penso mesmo que o lado "vivo" da escuta não esteja somente ligado ao LPT mas que esse phono tenha uma influência preponderante ... pessoalmente, conheço somente dois phonos que sejam mais dinamicos do que o SRPP Anzaï  Wink

Estou curioso de saber que transformadores elevadores voçê utilisa ???...

...  cheers

É de facto um SRPP derivado, em grande escala, do Anzai. Toca bem, sim senhor. Foi construído em 1995 e, este ano, substituí todas as resistências e todos os condensadores, quer na fonte de alimentação, quer no andar fono. Na fonte, as resistências passaram a ser todas de filme metálico, TKD e Takman, e os condensadores electrolíticos são Elma e Mundorf. No andar fono, as resistências passaram a ser todas Takman de filme metálico, com excepção das resistências de carga resistiva (47 k) e RIAA (47 k) que são Charcroft Z-foil. As válvulas são Mullard originais, ECC83 na entrada e ECC81 na saída. A Rectificadora é uma Telefunken EZ80.

Quanto aos step-up, utilizo os Lundhal e os Hashimoto.
Com a cabeça Hana SL, utilizo os Lundhal 9226, 1:10, com ajuste de impedância através de uma resistência AMRG 470 k (filme de carbono!), conjunto montado numa placa de circuito impresso KK.
Pink Triangle LPT modificado Img_0214
Com a cabeça DH103 (Denon DL103R modificada pelo Dominic Harper), utilizo os Lundhal 1681, 1:26, com ajuste de impedância através de uma resistência AMRG 47 k (filme de carbono!), conjunto montado numa placa de circuito impresso KK.
Pink Triangle LPT modificado Img_0215
Com a cabeça Yamamoto YC-02, utilizo os Hashimoto HM-03, montados pela Sound Tradition (Live! MC-10), não sendo necessário qualquer ajuste de impedância.
Pink Triangle LPT modificado Img_0216
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyDom 30 Ago - 10:42

rjbv17 escreveu:

... Foi construído em 1995 e, este ano, substituí todas as resistências e todos os condensadores, quer na fonte de alimentação, quer no andar fono. Na fonte, as resistências passaram a ser todas de filme metálico, TKD e Takman, e os condensadores electrolíticos são Elma e Mundorf. No andar fono, as resistências passaram a ser todas Takman de filme metálico, com excepção das resistências de carga resistiva (47 k) e RIAA (47 k) que são Charcroft Z-foil. As válvulas são Mullard originais, ECC83 na entrada e ECC81 na saída. A Rectificadora é uma Telefunken EZ80.
...
Com a cabeça Yamamoto YC-02, utilizo os Hashimoto HM-03, montados pela Sound Tradition (Live! MC-10)...

Vejo que é um disciplo da audiofilia à la japonaise como o Jean Hiraga apregoou durante décadas na revista L'Audiophile. Jà fazia muito tempo que não ouvia alguém falar de componentes aonde todos são de origem controlada. Lembra-me os clubes audiofilos de Montpellier nos anos 90 ... agora a audiofilia é outra, mas não vou me queixar pois prefiro globalmente as coisas como são hoje em dia. Visto que o seu sistema tém vàrias peças feitas ou modificadas por si, poderia ser interessante de os descrever no sector do AAP dedicado ao DIY. Poderia ser uma ajuda ou mesmo uma faisca para que outros téntem novos caminhos no audio...

Tenho um amigo aqui ao lado que possui esse MC-10 da Sound Tradition com uma Dynavector XX2 montada num Roksan Xerxes 2.0, então conheço o bicho  Smile


PS: O SRPP é deveras sensivel ao tipo de alimentação utilisada tendo uma preferência em relação às alimentações estabilisadas ou mesmo reguladas nmho  Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7666
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyDom 30 Ago - 12:07

Bom dia!!

É um gosto ver os pormenores desse seu sistema, revelam a paixão que tem por peças particulares e, arrisco, uma estética que, como aponta o Paulo, é mais comum em outras paragens. Parabéns!


Eu repito o repto, apresente o seu sistema com a arte que nos tem presenteado, será um enorme gosto seguir as descrições e, se tiver essa disponibilidade, as razões das escolhas.

Continue. Wink

_________________
Por quem me vê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySeg 31 Ago - 16:50

Eu já tinha feito uma descrição do meu sistema na minha apresentação: https://www.audioanalogicodeportugal.net/t11871-apresentacao-rjbv17

Como é um sistema evolutivo, embora cada vez menos porque tento só ficar com aquilo que verdadeiramente me agrada, tendo consciência que será completamente diferente daquilo que outros gostam. Esta é uma vantagem do DIY porque não ficamos agarrados a soluções comerciais que, conduzem àquilo que frequentemente assistimos (eu também passei por isso), que é a troca sucessiva de equipamentos até dar certo.

E a forma como o meu sistema evoluiu tem a ver muito com o espaço que disponho, uma sala pequena (cerca de 11 m2) e difícil. A sala de escuta é muito importante na qualidade de reprodução mas, nem todos podem ter uma sala com as proporções da "Secção Dourada".

Diferenças para o sistema actual são poucas mas com impacto relevante; a fonte digital que está actualmente em serviço é o velhinho Marantz CD60 que adquiri em 1990, com o oversampling retirado assim como o opamp da saída. Está também com o TDA1543 instalado em vez do original TDA1541, apenas por questões de nível do sinal de saída, para não complicar mais a pré-amplificação. É possível também utilizar o Marantz como transporte apenas, trabalhando com o DAC Mónica (com o TDA1545).

A pré-amplificação é agora diferente da que estava implementada com as 3A5 apenas para o DAC Mónica, estando agora instalado um pré para todas as fontes dentro da mesma caixa, mas realizado com os pêntodos de aquecimento directo 4P1L ligados em modo tríodo, com rectificação a cargo de uma 5Z3, um pouco como o "Siberian" do Bartola. O pré passivo TVC Little Django da chinesa DIY Supply está a funcionar como caixa de comutação de entradas (com isolamento, com ganho no máximo e sem o overboost de 6 dB) estando implantado antes do pré a válvulas. Um dia introduzo o TVC dentro da caixa do pré com as 4P1L.

O giradiscos actualmente em serviço é o Oracle Delphi e, nos OB, o woofer de serviço é agora o Faital 15PR400 em vez dos Eminence Alpha-15A.

O resto mantem-se.
Pink Triangle LPT modificado Img_0217
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7666
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySeg 31 Ago - 18:20

A sua apresentação passou-me, mas ao ler o tópico fica a vontade de voltar a este e esperar por mais desenvolvimentos.

O seu sistema é peculiar, ou melhor, é particular e é sempre um gosto ver algo assim ganhar forma - o som por aí também deve ganhar forma e matéria. Wink

_________________
Por quem me vê...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySeg 31 Ago - 18:36

rjbv17 escreveu:
... Esta é uma vantagem do DIY porque não ficamos agarrados a soluções comerciais que, conduzem àquilo que frequentemente assistimos (eu também passei por isso), que é a troca sucessiva de equipamentos até dar certo.

E a forma como o meu sistema evoluiu tem a ver muito com o espaço que disponho, uma sala pequena (cerca de 11 m2) e difícil. A sala de escuta é muito importante na qualidade de reprodução mas, nem todos podem ter uma sala com as proporções da "Secção Dourada". ...

Caro rjbv17 , estou perfeitamente de acordo com a importância da sala de escuta no resultado ... mesmo se a foto que apresento e que corresponde à visita em Toquio pelo Guy Marec do sistema do Sr Tanaka, mostra que é possivel em 9m² ter um par de Onken em tri-amplificação e isto jà hà muito tempo (revista l'Audiophile 1984). A sala é importante mas a inventividade e abnegação humana podém fazer milagres, eis a prova do que digo  Wink
Pink Triangle LPT modificado Sans_t17

Quanto ao DIY a questão jà me pareçe mais complexa. De um lado porque existe DIY e DIY ... e um deles pode ser tão caro quanto as soluções comerciais e ainda por cima leva regularmente a fazer evoluir os componentes o que pode representar uma bela factura anual ... alguns componentes possuém preços absolutamente indecentes (mesmo se justificados). Nos anos 90 quando tinha um sistema com cornetas bi-amplificado penso que foi nessa época aonde gastei mais dinheiro com o audio ora que era um sistema DIY!!!

Um sistema DIY feito de maneira X pode ser um caminho tranquilo até ao céu sém gastar "demasiado" ... um sistema DIY do tipo japonês, mesmo feito pela pessoa, pode custar um verdadeiro balurdio (jà era o caso nos anos 80) e o resultado é altamente dependente da competência do proprietario...

No verdadeiro DIY Audiofilo à moda antiga, antes de trocar de aparelho troca-se vinte vezes todos os componentes por outros melhores ... isso também tém um custo pois é praticamente o equivalente de fazer vinte aparelhos  Laughing

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySeg 31 Ago - 19:12

Caro TD124,

Concordo com tudo o que referiu.

A minha filosofia é, como bem pode observar, evoluir o que tenho ... à medida da carteira. Doucement comme il faut. Leve 10, 20 ou mais anos.

E as peças compradas, faço-o com muita frequência no mercado de usados, desde que os preços sejam equilibrados e acessíveis.

Por exemplo, aquele Oracle adquiri-o a um preço que não me atrevo aqui a revelar. Está com cerca de 60% das especificações dos novos modelos (já vinha assim). Um modelo actual, que na essência não é muito diferente, custa mais de €10.000 como é sabido.

Esclareço apenas que quando me referi à vantagem do DIY me referia à possibilidade de ajustar o "produto" à realidade que se tem. Não entro em paranóias e tento dar um passo de cada vez.


P.S.- Esqueci-me de referir que tenho também um sub no sistema, um Velodyne MicroVee, adquirido no mercado de usados e por excelente preço como não podia deixar de ser.
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptySeg 31 Ago - 22:29

José Miguel escreveu:
A sua apresentação passou-me, mas ao ler o tópico fica a vontade de voltar a este e esperar por mais desenvolvimentos.

O seu sistema é peculiar, ou melhor, é particular e é sempre um gosto ver algo assim ganhar forma - o som por aí também deve ganhar forma e matéria. Wink

Caro José Miguel,

O próximo post será sobre o Oracle, fica a promessa. Espero não demorar 3 anos como foi o caso do LPT.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyTer 1 Set - 6:47

rjbv17 escreveu:
... A minha filosofia é, como bem pode observar, evoluir o que tenho ... à medida da carteira. Doucement comme il faut. Leve 10, 20 ou mais anos. ...

... Esclareço apenas que quando me referi à vantagem do DIY me referia à possibilidade de ajustar o "produto" à realidade que se tem. Não entro em paranóias e tento dar um passo de cada vez. ...

Caro rjbv17, compreendo perfeitamente o seu ponto de vista. A minha intervenção foi no objectivo de mostrar que o DIY de alta qualidade tém um preço e que tal não deve ser subestimado. Vejo que tém o SRPP desde hà vinte e cinco anos então pareçe-me ser a prova da filosofia que apresenta  Wink

Aliàs, estou curioso de saber a maneira como conheçeu o DIY ... leu a revista L'Audiophile ???


cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6611
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyTer 1 Set - 8:17

Prezado rjbv17,

Tal como os seus gira-bolachas e leitor de CD, as peças que constituem o meu sistema, foram adquiridas no mercado de usados. Posteriormente, por ser partidário de optimização, também foram alvo de obras de beneficiação.

Quanto à unidade de subgraves, o mês passado, um amigo, proprietário de um REL, questionou qual a marca a adquirir. Disse que "existe um bom fabricante que não me recordo o nome"; ora, a minha pretensão era indicar a Velodyne.

Com melhores cumprimentos,
What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyTer 1 Set - 19:07

TD124 escreveu:
rjbv17 escreveu:


...

Aliàs, estou curioso de saber a maneira como conheçeu o DIY ... leu a revista L'Audiophile ???


cheers


O DIY começou ainda na década de 1970, quando ainda era estudante e os meios que tinha eram para as necessidades básicas e acabar o curso e começar a trabalhar. Mas, na residência universitária onde vivia, um colega com fortes ligações a França "fazia umas coisas" para compor o orçamento. Nenhum de nós estava ligado às electrónicas (ele na área das ciências médicas e eu na área da energia térmica). Mas, pensando bem, foi aqui que surgiu o gosto pelo "faça você mesmo".

Muito tempo decorreu até o bicho morder outra vez. Em meados dos anos 90, um amigo para toda a vida, colega da minha mulher no sector bancário, tinha por vício construir uns aparelhos e, assim apareceu o primeiro amplificador a válvulas, logo seguido do pré de fono que ainda tenho. Ele, com conhecimentos profundos na electrónica por força do serviço militar e eu, mecânico térmico, a mandar bocas e "empacotar" as invenções. A base de trabalho e fonte de inspiração estava nos mestres japoneses e, mais próximo de nós, no Jean Hiraga. É preciso lembrar que não havia internet e a informação que aqui chegava vinha nas pouquíssimos revistas que podíamos deitar a mão (aliás, passavam de mão em mão) como era o caso da Elektor e da L'Audiophile.

Hoje a coisa é mais fácil:
http://6bm8.lab.free.fr/Documentations/Revues/Audiophile/index-1977-1988.html
http://6bm8.lab.free.fr/Documentations/Revues/Audiophile/index-1988-1995.html

Responde à segunda questão.

O salto para me aventurar a construir, embora sempre com o apoio técnico especializado, ocorreu em 2007, com um amplificador, por acaso fabricado em França, em consequência da má experiência com a assistência técnica oficial. Resolvi eu corrigir a asneira e ...


Última edição por rjbv17 em Ter 1 Set - 21:41, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
rjbv17

rjbv17

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/12/2017
Idade : 64
Localização : Porto

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyTer 1 Set - 19:37

Ghost4u escreveu:
Prezado rjbv17,

Tal como os seus gira-bolachas e leitor de CD, as peças que constituem o meu sistema, foram adquiridas no mercado de usados. Posteriormente, por ser partidário de optimização, também foram alvo de obras de beneficiação.

Quanto à unidade de subgraves, o mês passado, um amigo, proprietário de um REL, questionou qual a marca a adquirir. Disse que "existe um bom fabricante que não me recordo o nome"; ora, a minha pretensão era indicar a Velodyne.

Com melhores cumprimentos,
What a Face

Caro Fantasma,

Curiosamente, o Velodyne MicroVee veio substituir um REL Quake que passou para a sala, para trabalhar com uns OB, também feitos em casa, equipados com os Hemp FR8C.

O Velodyne, embora mais compacto que o REL, é de outro campeonato, sem dúvida. São difíceis de encontrar no mercado de usados e, muito menos a preços convenientes.
Pink Triangle LPT modificado Img_0218
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5849
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyQua 2 Set - 12:23

rjbv17 escreveu:

... A base de trabalho e fonte de inspiração estava nos mestres japoneses e, mais próximo de nós, no Jean Hiraga. É preciso lembrar que não havia internet e a informação que aqui chegava vinha nas pouquíssimos revistas que podíamos deitar a mão (aliás, passavam de mão em mão) como era o caso da Elektor e da L'Audiophile. ...

Não me admira o que escreve e efectivamente foi o que senti de uma maneira subentendida durante a descoberta do seu sistema assim que dos detalhes técnicos nas modificações que fez ao SRPP ... por isso fiz a pergunta. A revista L'Audiophile foi a fonte que deu a beber a duas ou três gerações de audiofilos aqui em França e mais tarde no mundo. A Elektor era uma revista diferente pois muito pertinente técnicamente mas mais afastada da musica (era menos Audiofila, no sentido nobre que este termo tinha nessa época). Efectivamente as fontes de informação são mais e mais fàceis de aceder hoje, mas não me pareçe que se tornou mais simples por isso, bem ao contràrio. Na L'Audiophile os metodos de concepção, de medida e de escuta eram muito exigentes e pertinentes ... hoje em dia o DIY globalmente pareçe-me muito menos rigoroso no conjunto desses três pontos, portanto fundamentais. O DIY tal qual existia nessa revista era visionario ora que o de hoje é globalmente complacente. Hà que lembrar que marcas como a Triangle, a 3D Lab, a Davis, a Focal/JM Lab, a Artec e mesmo em parte a Verdier são frutos dessa revista  Wink

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6611
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado EmptyQua 2 Set - 17:54

Prezado,

Ainda a temática subwoofers... No meu sistema AV (sigla sem qualquer relação com um ser verde desta praça), possuo um MJ Acoustics. Mas, se batesse à porta a oportunidade de adquirir um MicroVee... No século passado, a Velodyne foi representada no nosso país.

Continuação de boa semana!
What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Pink Triangle LPT modificado Empty
MensagemAssunto: Re: Pink Triangle LPT modificado   Pink Triangle LPT modificado Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Pink Triangle LPT modificado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: