Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 A rodar XLVI

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 20, 21, 22  Seguinte
AutorMensagem
BVG
Membro AAP


Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 14:51

Just As I Am, Bill Withers (2012, reissue by Music On Vinyl)
A rodar XLVI - Página 21 C56e9710
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 15:38

Alexandre Vieira escreveu:


Completamente desconhecido para mim, Tenho que investigar!

O nosso enviado a França anda distraído com os sons vindos do longínquo Norte, mas ali bem perto dele há muito para explorar. Eu gosto muito deste tipo de álbuns, conceptuais, com muito perfume de psicadelismo e orquestrações com boa escala (cada nacionalidade tem as suas marcas, em França há vários nomes que elevaram a "chanson" para outro patamar). Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 17:18

A conversa sobre álbuns vindos de França fez-me pensar em mais um, por coincidência também pouco falado até por lá (segundo sei):

A rodar XLVI - Página 21 20201012
Laurence Vanay (Jacqueline Thibault) - La petit fenêtre.

Além de trabalhar para outros nomes da Música, quer como instrumentista (teclista) quer como produtora no Château d'Hérouville, a senhora arranjou tempo para lançar os seus próprios trabalhos. Este surge um pouco tardio, editado recentemente, mas com trabalhos que recuam até aos 70's. É um álbum particular no estilo, toca em várias frentes para se tornar carregado de sentimentos que ora puxam para a melancolia ora puxam para a exuberância, no fundo o que se pode mirar pela janela de forma "naïf".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 20:55

A rodar XLVI - Página 21 PinkFloyd_ThePiperAtTheGateOfDawn


Os Floyd dos bons tempos! A rodar XLVI - Página 21 491368
The Piper at the Gates of Dawn foi produzido no estúdio Abbey Road, simultaneamente às gravações de outro grande sucesso da indústria fonográfica britânica: o oitavo dos Beatles, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. O convívio durante esse período acabou proporcionando grande troca de influências musicais entre as duas bandas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 21:13

Por aqui a noite tem sido salpicada pela tempestade ou lá o que é, mas para a deixar do lado de fora e sem mais, seguimos por terras de França e o belíssimo:
A rodar XLVI - Página 21 20201013
Este álbum é uma maravilha, a então menina Fontaine estava em grande forma e muito bem acompanhada. Como os álbuns que andei a escutar hoje, este também tem um perfume psicadélico, mas vai além e cai em momentos de uma suave melancolia que embala os sentidos.

Estamos no pós jantar e ainda nos resta:
A rodar XLVI - Página 21 20201014
Já falei algumas vezes desse vinho, mas creio que ainda não tinha partilhado uma imagem dele. É muito bom e merece ser experimentado, tem um bom corpo e estrutura, vai envelhecer uns anitos sem problemas. As notas estão bem integradas, bebe-se lindamente já, os taninos são discretos, há lugar para tudo na boca: frescura, acidez, fruta, doçura e aquele toque seco. Persiste de forma muito agradável com a sua complexidade jovem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 22:28

Voodoo, The Sonny Clark Memorial Quartet (2019, reissue by Black Saint)
A rodar XLVI - Página 21 95e6d810
Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 23:10

O Grande Medo Do Pequeno Mundo, Samuel Úria (2018, FlorCaveira)
A rodar XLVI - Página 21 Af314810
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 23:11

O Aníbal apresentou esse álbum - Voodoo - um destes dias, agora volta a aparecer desse lado. Tenho que o espreitar com mais atenção. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 02 2020, 23:37

BVG escreveu:
O Grande Medo Do Pequeno Mundo, Samuel Úria (2018, FlorCaveira)
A rodar XLVI - Página 21 Af314810

Um Autor que já é uma referência em Portugal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 10:50

José Miguel escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:

Completamente desconhecido para mim, Tenho que investigar!

O nosso enviado a França anda distraído com os sons vindos do longínquo Norte, mas ali bem perto dele há muito para explorar. Eu gosto muito deste tipo de álbuns, conceptuais, com muito perfume de psicadelismo e orquestrações com boa escala (cada nacionalidade tem as suas marcas, em França há vários nomes que elevaram a "chanson" para outro patamar). Wink

Como o Alexandre, nunca tinha ouvido falar do Guy Skornik ... não duvido que haja muito para explorar em França, na Italia, na Espanha, na Alemanha, na Australia, no Japão e etc etc etc. Não sou um grande conheçedor da musica francesa em geral ném um adepto ... gosto do Rap françês, dum certo jazz e de alguns grupos de rock/electronica. Fora o Bach e o Monk que se obstinam a não envelheçer, escuto pouca musica anterior à década dos 90 que considero "demasiado" assinada pela produção e tendências dessa época ... vai ser complicado então de explorar nessas direções, mesmo se estão aqui ao lado  Wink


Deixo-te a ti e ao Alexandre a tarefa de continuar a paleontologia da musica popular francesa pois pouco posso ajudar ... fora de vez em quando lembrar quais são os artistas vistos como fundamentais aqui destes lados  study


Deixo 7 minutos de flow e hip-hop magnificos da parte do grupo de Rap IAM ... as letras são de um nivel superlativo e de uma lucidez implacàvel. A esperança de vida nos suburbios norte de Marselha é muitissimo curta e a existência acaba-se ao mesmo tempo que a adolescência. Tão a ver, de vez em quando até  mando musica francesa, mas boa  Laughing







- Pour Pauwel- Pour Pauwel

Detected language : French
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 10:58

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:

Completamente desconhecido para mim, Tenho que investigar!

O nosso enviado a França anda distraído com os sons vindos do longínquo Norte, mas ali bem perto dele há muito para explorar. Eu gosto muito deste tipo de álbuns, conceptuais, com muito perfume de psicadelismo e orquestrações com boa escala (cada nacionalidade tem as suas marcas, em França há vários nomes que elevaram a "chanson" para outro patamar). Wink

Como o Alexandre, nunca tinha ouvido falar do Guy Skornik ... não duvido que haja muito para explorar em França, na Italia, na Espanha, na Alemanha, na Australia, no Japão e etc etc etc. Não sou um grande conheçedor da musica francesa em geral ném um adepto ... gosto do Rap françês, dum certo jazz e de alguns grupos de rock/electronica. Fora o Bach e o Monk que se obstinam a não envelheçer, escuto pouca musica anterior à década dos 90 que considero "demasiado" assinada pela produção e tendências dessa época ... vai ser complicado então de explorar nessas direções, mesmo se estão aqui ao lado  Wink


Deixo-te a ti e ao Alexandre a tarefa de continuar a paleontologia da musica popular francesa pois pouco posso ajudar ... fora de vez em quando lembrar quais são os artistas vistos como fundamentais aqui destes lados  study


Deixo 7 minutos de flow e hip-hop magnificos da parte do grupo de Rap IAM ... as letras são de um nivel superlativo e de uma lucidez implacàvel. A esperança de vida nos suburbios norte de Marselha é muitissimo curta e a existência acaba-se ao mesmo tempo que a adolescência. Tão a ver, de vez em quando até  mando musica francesa, mas boa  Laughing







- Pour Pauwel- Pour Pauwel

Detected language : French


Bem hajas!

Por acaso não é inaudível ! Digo isso porque não gosto muito de musica RAP acho que tem uma agressividade subjacente que não me agrada. Mas este tema é qualquer coisa diferente. Pena não entender 10% do que ele diz acho que tornaria ainda a recepção do tema ainda melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 11:49

Alexandre Vieira escreveu:

... Por acaso não é inaudível ! Digo isso porque não gosto muito de musica RAP acho que tem uma agressividade subjacente que não me agrada. Mas este tema é qualquer coisa diferente. Pena não entender 10% do que ele diz acho que tornaria ainda a recepção do tema ainda melhor.

O tema é de uma lucidez e realismo quase inaudivéis pela implacàvel realidade que descreve ... mas o Rap françês também sabe ser poético e lirico, dizendo sempre algo de profundo. Se entendeste 90% desse tema é que falas bem françês então vais poder melhor compreender esta maravilha. O Mc Solaar é o representante de um rap françês poético e altamente intelectual. È um dos mestres e este live numa radio sentado e com um flow superlativo é um caso de escola ... até o apresentador canta com ele no final e os samples de violinos dissonantes são do Steve Reich (Music for 18 Musicians). Esta letra supra-religiosa é um hino de tolerância Wink


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 11:53

TD124 escreveu:


Como o Alexandre, nunca tinha ouvido falar do Guy Skornik ... não duvido que haja muito para explorar em França, na Italia, na Espanha, na Alemanha, na Australia, no Japão e etc etc etc. Não sou um grande conheçedor da musica francesa em geral ném um adepto ... gosto do Rap françês, dum certo jazz e de alguns grupos de rock/electronica. Fora o Bach e o Monk que se obstinam a não envelheçer, escuto pouca musica anterior à década dos 90 que considero "demasiado" assinada pela produção e tendências dessa época ... vai ser complicado então de explorar nessas direções, mesmo se estão aqui ao lado  Wink

(...)

Paulo, o Fórum não tem dinheiro para enviados, não tem que investigar a boa Música Francesa do passado. Smile

Mais sério... eu compreendo o que o Paulo diz, eu tenho alguns problemas com o que se fez na década de 80. Claro que há coisas boas, mas a produção por vezes não me entra. No caso desse álbum que partilhei, ser Francês é um acidente, para mim ele seria bom em qualquer língua. Eu gosto da forma como a final da década de 60 e princípio da de 70 permitiram o crescimento de formas de Rock. Não olho para algumas dessas obras como datadas, essa em particular tem muito de actual, até nos arranjos.

O tema que o Paulo partilhou é muito interessante - Alexandre, procure a letra. Wink

O Hip-hop não é todo pura agressividade e palavrões, já referi várias vezes a banda Portuguesa Dealema como exemplo. Não é por os conhecer pessoalmente, mas eles escrevem bem e têm o tal "flow" que permite acompanhar muito bem cada palavra.
https://www.youtube.com/watch?v=-Mr4W-NUd_M
Aqui fica a faixa V Império.

Há uma "mixtapes" dos Orelha Negra que merecem atenção, a produção deles é muito bem conseguida. É um colectivo que passa por baixo do radar, apesar da enorme qualidade...


Apesar desta boa conversa, o que me acompanha neste momento é outra coisa:
A rodar XLVI - Página 21 0012834581_10
Papa M - Live From A Shark Cage

Por coincidência, esse álbum até parece ir beber algo ao Hip-hop, os "beats" estão logo na primeira faixa, mas escute-se Plastic Energy Man, o diálogo entre as guitarras dedilhadas e o trabalho de fundo com elementos de electrónica. É um exemplo de Post-Rpck, de um dos elementos dos Slint que nos deram o gigante Spiderland. Por si só isto que refiro não significa "qualidade", Live From A Shark Cage até representa outro tipo de sonoridade, é mais atmosférico e leve, mas altamente pertinente.

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5748
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 13:03

Eu acho graça ao Thomas Fersen.





Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
anibalpmm

Mensagens : 9448
Data de inscrição : 05/03/2012

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 16:50

Já que o “toca....mas não roda” está misturado com o “a rodar”

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 19:00

Mais um álbum que sai da "escola" de Londres, bem apontado Aníbal!!  A rodar XLVI - Página 21 22692

Este álbum da Nubia Garcia é algo diferente do anterior, o 5ive. Neste ela aproxima-se mais do Reggae e Dub, no outro andava mais perto do Coltrane. A capa fica-lhe bem, assim como o título (muito pertinente).
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
anibalpmm

Mensagens : 9448
Data de inscrição : 05/03/2012

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 19:25

Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
anibalpmm

Mensagens : 9448
Data de inscrição : 05/03/2012

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 19:34

Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 21:36

Morning Phase, Beck (2014, Capitol Records) 😌
A rodar XLVI - Página 21 06d2d510
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6735
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 03 2020, 22:25

Magnífico álbum escutado por BVG!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyDom Out 04 2020, 12:39

José Miguel escreveu:


A rodar XLVI - Página 21 0012834581_10
Papa M - Live From A Shark Cage

Por coincidência, esse álbum até parece ir beber algo ao Hip-hop, os "beats" estão logo na primeira faixa, mas escute-se Plastic Energy Man, o diálogo entre as guitarras dedilhadas e o trabalho de fundo com elementos de electrónica. É um exemplo de Post-Rpck, de um dos elementos dos Slint que nos deram o gigante Spiderland. Por si só isto que refiro não significa "qualidade", Live From A Shark Cage até representa outro tipo de sonoridade, é mais atmosférico e leve, mas altamente pertinente.

Não conhecia esse album e fui espreitar ... desde o inicio senti um ar familiar com os Aerial M (recomendo) e aparentemente não era por acaso pois o David Pajo é o elemento de ligação nos dois grupos. Ao mesmo tempo fez-me pensar ao guitarrista Steven R Smith nos seus momentos calmos e também aos Durutti Column e Woo. Bonita descoberta que agradeço este album  Wink

Apos a escuta do album estva com vontade de continuar com guitarras mas num estilo menos minimalista ... parti para os lados do grande norte escutar os putos de For a minor reflection. È um daqueles albums que escuto quando busco uma lufada de ar fresco. Uma musica no espirito "crescendo" do math-rock mas sém pretensão outra que fazer prazer aos musicos e dar boa disposição ao auditor. O album é verdadeiramente refrescante e é pena que sò tenham feito um ... deixo um cheirinho dos putos live là para os lados deles (Islândia) numa central eléctrica  Razz

PS: Não é musica pretenciosa mas o rapazes sabem o que fazém e as harmonias inter-guitarras por vezes são suficientemente virtuosas para espantar mesmo os aficionados de Mogwai. Hà anos atràs eram estes putos que faziam a primeira parte dos concertos dos Sigur Ros...



ricardo onga-ku gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5748
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyDom Out 04 2020, 15:04

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:


A rodar XLVI - Página 21 0012834581_10
Papa M - Live From A Shark Cage

Por coincidência, esse álbum até parece ir beber algo ao Hip-hop, os "beats" estão logo na primeira faixa, mas escute-se Plastic Energy Man, o diálogo entre as guitarras dedilhadas e o trabalho de fundo com elementos de electrónica. É um exemplo de Post-Rpck, de um dos elementos dos Slint que nos deram o gigante Spiderland. Por si só isto que refiro não significa "qualidade", Live From A Shark Cage até representa outro tipo de sonoridade, é mais atmosférico e leve, mas altamente pertinente.

Não conhecia esse album e fui espreitar ... desde o inicio senti um ar familiar com os Aerial M (recomendo) e aparentemente não era por acaso pois o David Pajo é o elemento de ligação nos dois grupos. Ao mesmo tempo fez-me pensar ao guitarrista Steven R Smith nos seus momentos calmos e também aos Durutti Column e Woo. Bonita descoberta que agradeço este album  Wink

Apos a escuta do album estva com vontade de continuar com guitarras mas num estilo menos minimalista ... parti para os lados do grande norte escutar os putos de For a minor reflection. È um daqueles albums que escuto quando busco uma lufada de ar fresco. Uma musica no espirito "crescendo" do math-rock mas sém pretensão outra que fazer prazer aos musicos e dar boa disposição ao auditor. O album é verdadeiramente refrescante e é pena que sò tenham feito um ... deixo um cheirinho dos putos live là para os lados deles (Islândia) numa central eléctrica  Razz

PS: Não é musica pretenciosa mas o rapazes sabem o que fazém e as harmonias inter-guitarras por vezes são suficientemente virtuosas para espantar mesmo os aficionados de Mogwai. Hà anos atràs eram estes putos que faziam a primeira parte dos concertos dos Sigur Ros...




A música nesse video é bem engraçada. Boa dica. 2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 16:16

Cornbread, Lee Morgan (2019, Blue Note Tone Poet Series)
A rodar XLVI - Página 21 49c20610
Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 17:35

Face to Face, 'Baby Face' Willette (2019, Blue Note Tone Poet Series)
A rodar XLVI - Página 21 Cca38310
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 18:09

TD124 escreveu:


Não conhecia esse album e fui espreitar ... desde o inicio senti um ar familiar com os Aerial M (recomendo) e aparentemente não era por acaso pois o David Pajo é o elemento de ligação nos dois grupos.
(...)

Ontem e hoje não consegui ouvir Música, nem tempo tive para espreitar devidamente a banda que o Paulo partilhou.

Em relação aos projectos do David Pajo, eu já conheço os três com a letra "M". São esses dois mais o "pequeno" M is the Thirteenth Letter - resultou um single. Não sei de onde vem a panca com a letra "M", mas os trabalhos dele valem a pena escutar, conhecemos aquando da passagem pelos Açores e fase de exploração do Post-Rock. Wink

Mogwai é outra daquelas bandas que conhecemos a partir das várias apresentações aqui, há álbuns deles que me lembram o universo do metal (ao que parece, eles gostam), mas por várias razões ainda não temos nada deles fisicamente (algo a ultrapassar em breve).
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 18:14

BVG escreveu:
Cornbread, Lee Morgan (2019, Blue Note Tone Poet Series)
A rodar XLVI - Página 21 49c20610

Esse álbum em particular não temos, mas Lee Morgan é um daqueles que dá gosto ouvir - técnica e paixão, muito bom. Wink

Esse álbum tem um alinhamento de luxo, vou espreitar isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
BVG
Membro AAP
BVG

Mensagens : 1938
Data de inscrição : 04/07/2010
Idade : 39
Localização : Fátima

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 18:20

The Empyrean, John Frusciante (2019, reissue by Record Collection) 😌
A rodar XLVI - Página 21 463ed710
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 18:31

ricardo onga-ku escreveu:
Eu acho graça ao Thomas Fersen.



Na altura em que ouvi as faixas que o Ricardo partilhou não consegui comentar, mas deixo essa pois gostei bastante do vídeo e canção.

É French Pop, muito bem conseguida, leve, mas com aquele gostinho das especiarias todas. Wink

Em alguns momentos pensei em Beirut, deixo uma amostra cuja letra toca fantasmas de dois:
https://www.youtube.com/watch?v=KsaikztLVBc
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5748
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 18:38

José Miguel escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
Eu acho graça ao Thomas Fersen.



Na altura em que ouvi as faixas que o Ricardo partilhou não consegui comentar, mas deixo essa pois gostei bastante do vídeo e canção.

É French Pop, muito bem conseguida, leve, mas com aquele gostinho das especiarias todas. Wink

Em alguns momentos pensei em Beirut, deixo uma amostra cuja letra toca fantasmas de dois:
https://www.youtube.com/watch?v=KsaikztLVBc

Gosto dos Beirut. Tenho o "Gulag Orkestar" e o EP "Long Island".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6735
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySeg Out 05 2020, 22:16

António Victorino d´Almeida / Carlos Paredes, foram amigos de extensa data. Em 1986, mediante a captação sem mácula de José Manuel Fortes, conceberam «Invenções livres». Pese embora o nome do LP, a criação das peças pauta por substância, ao invés do "vale tudo", prescindindo, assim, de destacarem o virtuosismo de cada um dos instrumentistas (piano e guitarra portuguesa).
A rodar XLVI - Página 21 R-6315289-1416262171-6571.jpeg
(Philips, 830 402-1)

masa gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyTer Out 06 2020, 19:21

Ghost4u escreveu:
António Victorino d´Almeida / Carlos Paredes, foram amigos de extensa data. Em 1986, mediante a captação sem mácula de José Manuel Fortes, conceberam «Invenções livres». Pese embora o nome do LP, a criação das peças pauta por substância, ao invés do "vale tudo", prescindindo, assim, de destacarem o virtuosismo de cada um dos instrumentistas (piano e guitarra portuguesa).
A rodar XLVI - Página 21 R-6315289-1416262171-6571.jpeg
(Philips, 830 402-1)

Grandes, enormes senhores da música Portuguesa! A rodar XLVI - Página 21 754215
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyTer Out 06 2020, 19:32

A rodar XLVI - Página 21 R-1522979-1323726920.jpeg

David Bowie ‎– Lodger

Lodger recebeu críticas relativamente negativas em seu lançamento original, com a Rolling Stone o chamando de "um dos seus mais fracos... difuso, uma nota de rodapé para "Heroes", um ato de marcação de tempo",[9] e a Melody Maker o considerando "levemente sem rosto".[2] Na Smash Hits, o álbum foi descrito como tendo uma sonoridade de uma "sacola velha de sobras de estilos anteriores" com "raios de genialidade somente ocasionais".[10] Foi também criticado por ter uma mixagem mais débil e turva do que os álbuns anteriores de Bowie.[2] Lodger alcançou o n°4 nas paradas britânicas e o n°20 nas americanas, numa época em que o artista estava saindo comercialmente da cena e dando lugar aos seus "filhos" da new wave, como Gary Numan.

É o último da trilogia de Berlim, um álbum experimental, que corta com o Heroes, criando um novo paradigma na carreira de Bowie, longe de ser o seu melhor disco, ainda assim é um disco de Bowie num dos seus melhores momentos criativos e também de Eno. Por aqui toca muito e até a pedido... A rodar XLVI - Página 21 2441895546
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQua Out 07 2020, 11:15

José Miguel escreveu:


... Mogwai é outra daquelas bandas que conhecemos a partir das várias apresentações aqui, há álbuns deles que me lembram o universo do metal (ao que parece, eles gostam), mas por várias razões ainda não temos nada deles fisicamente (algo a ultrapassar em breve).

Nos anos 90 e começo dos anos 2000 nos concertos de Post-Rock sò era possivel comprar vinis, ainda hoje é o caso para alguns grupos ... era normal então possuir vinis pois eram mais fàceis a adquirir do que os CD's, não é o caso hoje e ném me pareçe ser necessario pois o Post-Rock não soa melhor em vinil, jà o Rythm&Blues sim  Wink

No entanto e para voltar a Mogwai que é um grupo do qual gosto se tiveres que ter um, seja em vinilo ou em CD é o primeiro, tornou-se carote em vinilo mas se o queres verdadeiramente em fisico ainda é possivel:
A rodar XLVI - Página 21 R-816910
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQua Out 07 2020, 11:21

Alexandre Vieira escreveu:

... É o último da trilogia de Berlim, um álbum experimental, que corta com o Heroes, criando um novo paradigma na carreira de Bowie, longe de ser o seu melhor disco, ainda assim é um disco de Bowie num dos seus melhores momentos criativos e também de Eno. Por aqui toca muito e até a pedido...

Tenho poucos albums do Bowie, todos oferecidos, e é conhecida a minha indiferença quanto à obra desse artista ... fora o Blackstar do qual gosto muito, existe este que com o tempo aprendi a apreciar e que roda por vezes:
A rodar XLVI - Página 21 28e12c10
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQua Out 07 2020, 13:23

[quote="TD124]
Nos anos 90 e começo dos anos 2000 nos concertos de Post-Rock sò era possivel comprar vinis, ainda hoje é o caso para alguns grupos ... era normal então possuir vinis pois eram mais fàceis a adquirir do que os CD's, não é o caso hoje e ném me pareçe ser necessario pois o Post-Rock não soa melhor em vinil, jà o Rythm&Blues sim"
No entanto e para voltar a Mogwai que é um grupo do qual gosto se tiveres que ter um, seja em vinilo ou em CD é o primeiro, tornou-se carote em vinilo mas se o queres verdadeiramente em fisico ainda é possivel (...)[/quote]

Ter alguns álbuns em formato físico é algo que se prende com valores simbólicos, mais do que pela qualidade no acto de escuta (ainda sem Dac, o vinil quando bem prensado, é superior). Não corremos atrás de tudo o que sai, antes do que nos toca. Wink

Não nos é necessário ter uma colecção que ocupe toda a casa, nem discos que simplesmente enfeitem a estante, mas há alguns que marcam e mesmo que depois os escutemos pela via digital, haverá vezes em que colocaremos o disco a rodar e nesse momento, a julgar pelo que vamos sentindo, ficaremos bem. 

O Paulo já leu alguns dos meus pensamentos sobre a pretensa desmaterialização do "mundo", sabe que eu acredito na relação positiva com alguns objectos (menos, mas alguns), digo até mais a estes do que a carros ou casas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQua Out 07 2020, 15:43

José Miguel escreveu:



... sabe que eu acredito na relação positiva com alguns objectos (menos, mas alguns), digo até mais a estes do que a carros ou casas...

 ... álbuns em formato físico é algo que se prende com valores simbólicos, mais do que pela qualidade no acto de escuta (ainda sem Dac, o vinil quando bem prensado, é superior). ...

Tinha o hàbito de dizer com 17 ou 18 anos que nenhum bem material faria a minha felicidade ... hoje com 54 e daqui a pouco 55 ainda sou mais radical nesse ponto de vista. Fora os meus quadros que andam pela casa, algumas garrafas e algumas peças de cerâmica japonesa ... nenhum objecto me faria falta de tudo o que tenho ou tive! Evidentemente sou eu, e longe de mim de imaginar que um congénere possa pensar como eu, gosto da solidão que me confere a singularidade humana. Talvez por esta visão espartana da vida me tenha dirigido em direção do budismo ... mas não é o momento, ném o sitio, para uma auto-analise clinica  Laughing

Quanto à ultima frase devo admitir que não compreendi! O digital é superior na reprodução musical em todos os dominios, que estejamos a falar de um CD ou de um ficheiro ... do menos em relação a uma leitura vinil! Se não é o caso na vossa casa ... gostaria de conheçer a marca do leitor digital para nunca o recomendar a ninguém  Laughing

Apòs umas horas de trabalho com reflexão relativamente intensa senti a necessidade de escutar um pouco de Post-Rock num estilo mais intelectual. Os Esmerine são um dos grupos de eleição quando busco neste estilo uma musica que soe como Musica. Ainda hesitei a pousar o vinil ... mas tinha vontade de escutar e não de ouvir  Wink
A rodar XLVI - Página 21 R-447610
Esmerine_Aurora (2005)
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQua Out 07 2020, 17:33

TD124 escreveu:

(...)
Quanto à ultima frase devo admitir que não compreendi! O digital é superior na reprodução musical em todos os dominios, que estejamos a falar de um CD ou de um ficheiro ... do menos em relação a uma leitura vinil! Se não é o caso na vossa casa ... gostaria de conheçer a marca do leitor digital para nunca o recomendar a ninguém  Laughing

(...)

Eu com a idade estou a ficar menos radical, no que às ideias diz respeito. Smile Já fui mais agarrado a pequenos objectos, aos grandes nunca fui, mas hoje creio que encontrei um bom equilíbrio. No que toca à Música, gosto de ter por perto álbuns que me dizem muito ou que marcam uma fase e dos quais gosto. Quando começamos a comprar vinil ainda pensamos que chegaríamos a um grande número, hoje não, pensamos no valor das centenas, mas que serão escutados durante um ano (caso um álbum não rode num ano, algo de errado se passa... e ponderamos a libertação de espaço).


A frase que o Paulo não entende já foi abordada em outros lugares, ainda não chegou a hora de a tratar devidamente, mas vou explicar: a reprodução de ficheiros não está à altura do vinil e até recuou com a minha troca forçada de telefone (o anterior, um htc, tinha melhor Dac interno do que este, mas eu agora comprei um modelo sem pensar nisso); como o Paulo sabe bem, não interessa ter os ficheiros e não ter peças à altura deles, como a compra de um Dac é algo que nos tem feito avançar e recuar, vamos ficando assim e sabemos bem que em perda.

Quando dermos o salto logo o relatarei, como relatei cada um dos que já demos. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyQui Out 08 2020, 21:55

A rodar XLVI - Página 21 R-13987637-1567663788-3012.jpeg

Uma espécie de compilação de gravações caseiras de Kurt Vale que vale a pena escutar com muita atenção,. Algumas ainda efetuadas antes do lançamento do seu primeiro disco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5949
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 12:01

José Miguel escreveu:

... mas vou explicar: a reprodução de ficheiros não está à altura do vinil e até recuou com a minha troca forçada de telefone (o anterior, um htc, tinha melhor Dac interno do que este, mas eu agora comprei um modelo sem pensar nisso)...

Fui eu que compreendi mal e não me lembrei que usas o telefone para fazer o streaming  2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 15:40

Já me custa tocar nesse tema (Dac), é algo para resolvermos quando tivermos a oportunidade e disponibilidade de tostões.  Embarassed Para colocar o streaming ao nível do vinil pelo menos (separação de instrumentos, imagem, presença, coerência, ...). 


Para já, aproveitando o resto desta tarde em que finalmente tenho tempo para mim, seguirei com um álbum que ganha no formato digital:
A rodar XLVI - Página 21 20201015

On Land é um dos álbuns da série Ambient, gosto particularmente dele. Tem algo de espiritual, talvez por ser o mais orgânico... Rolling Eyes Brian Eno interfere mais, aqui ele veste a roupa de Músico que rejeita, controla mais o processo, permite que as suas ideias e memórias se materializem enquanto ao controlo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5748
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 17:38

Ando tentado a experimentar este: https://www.amazon.co.uk/TOPPING-E30-Hi-Res-AK4493-Decoder-Black/dp/B0868J7NRV/
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 19:04

ricardo onga-ku escreveu:
Ando tentado a experimentar este: https://www.amazon.co.uk/TOPPING-E30-Hi-Res-AK4493-Decoder-Black/dp/B0868J7NRV/
Eu já andei a ler sobre esse tipo de Dac, principalmente depois de descobrir o Audio Science Review. Pelas revisões, esse pequenos já conseguem coisas boas nas medições. Confesso que antes estava mesmo tentado a começar pelo Ifi Nano, mas parece haver melhor e mais barato.
Caso o Ricardo experimente esse ou outro semelhante, partilhe a sua experiência, ou melhor, se perante o tribunal dos ouvidos eles passam como passam pelo tribunal dos testes.


Agora é hora de dar uso a outras máquinas, quando liguei o amplificador também liguei o pré de phono e dediquei-me aos CDs... reparei na luz azul e coloquei-lhe a mão, está no ponto para:

A rodar XLVI - Página 21 20201016

Telectu - CTU é uma daquelas obras que não nega de onde vem, de que ano vem para ser mais preciso, contudo assim que é aberta percebe-se que envelheceu bem. Tem tiques de produção dos 80's, é verdade. Aqui e acolá lembra os trabalhos mais arrojados dos GNR, também é verdade. Mas tudo isto não acontece por acaso, Vitor Rua acabava de fazer a passagem e deixou boa marca nos dois projectos.
Vale a pena embarcar na viagem proposta. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 20:55

Hoje jantamos "petiscos", apeteceu-nos algo variado que nos levasse a fazer passear os sentidos (de conservas a enchidos, com direito a um pão com alho feito por aqui).

Já tratamos de preparar o café, enquanto não fica pronto, continuamos a beber o Galharda 2017, uma boa surpresa que se seguiu da indicação do senhor do mercado onde vou. Ele viu-me a pegar numa que é habitual e lá me sugeriu esta. Ainda jovem, é bom para acompanhar este tipo de refeição, tem boas notas de fruta madura. Na primeira prova a madeira parecia mal integrada, mas com uma hora e meia desde a abertura já se apresenta mais equilibrado e muito agradável na boca e nariz.
Para repetir.

Acompanha o belo álbum, que não precisa de apresentação:
A rodar XLVI - Página 21 20201017
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 21:42

Continuando... uma escolha de longa data da Luciana, um álbum com grande energia, muito "funky" e um "swing" que nos faz dar ao pé.

A rodar XLVI - Página 21 20201018

É uma sessão e tanto, a faixa de abertura atira-nos logo para cima. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySex Out 09 2020, 22:35

Como o anterior terminou de forma suave, pensamos voltar a um álbum que tem uma das nossas faixas favoritas - Ishmael.
A rodar XLVI - Página 21 20201019

Na versão apresentada em Africa - Tears and Laughter a faixa tem voz, o que lhe confere uma profundidade especial. O "loop" criado pelo contra-baixo é hipnótico e transporta-nos para o que todos os outros Músicos nos apresentam em pormenor. Espiritual, mas muito terreno... para quem não conhece, vale mesmo a pena.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku

Mensagens : 5748
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 10 2020, 13:25

José Miguel escreveu:
Continuando... uma escolha de longa data da Luciana, um álbum com grande energia, muito "funky" e um "swing" que nos faz dar ao pé.

A rodar XLVI - Página 21 20201018

É uma sessão e tanto, a faixa de abertura atira-nos logo para cima. Wink

Boa sugestão!
Não conhecia o Jackie McLean.

Estou a escutar este, gosto ainda mais:

A rodar XLVI - Página 21 815nk8%2B4C-L._AC_SL300_
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 10 2020, 17:32

A rodar XLVI - Página 21 R-6509900-1420932995-8526.jpeg


Sequeira Costa é um enorme nome da música Portguesa. Tive uma enorme sorte em encontrar este disco em que se consegue ter a percepção da sua mestria. Recomendo vivamente o mesmo.

Fernando Salvado gosta desta mensagem

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 6796
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 10 2020, 17:41

A rodar XLVI - Página 21 R-5787219-1531405364-1790.jpeg

Muito obrigado ao nosso Fantasma por me iniciar neste autor que hoje em dia toca muito por aqui. Pedro Barroso um trovador delicado mas cheio de alma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 7804
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptySab Out 10 2020, 18:30

ricardo onga-ku escreveu:

Boa sugestão!
Não conhecia o Jackie McLean.

Estou a escutar este, gosto ainda mais:

A rodar XLVI - Página 21 815nk8%2B4C-L._AC_SL300_
Hoje a Música deste lado é outra, é dia de visitar a minha terrinha natal - Santo Tirso. 

Amanhã espreitaremos esse, ele tem uma bela técnica.  Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6735
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyDom Out 11 2020, 09:41

Alexandre Vieira escreveu:
Muito obrigado ao nosso Fantasma por me iniciar neste autor (...). Pedro Barroso um trovador delicado mas cheio de alma.

Só por esse motivo, a minha passagem por este planeta está justificada. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 6735
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 EmptyDom Out 11 2020, 14:57

Em curto espaço de tempo, regresso à obra de um compositor e pianista lusitano, por quem nutro grande apreço. «Os jogos do mundo», de António Pinho Vargas, editado à 31 anos.
A rodar XLVI - Página 21 R-4200514-1358358514-7138.jpeg
(EMI - Valentim de Carvalho, 7923491)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A rodar XLVI - Página 21 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLVI   A rodar XLVI - Página 21 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A rodar XLVI
Voltar ao Topo 
Página 21 de 22Ir à página : Anterior  1 ... 12 ... 20, 21, 22  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral :: O que andam a ouvir (a rodar)-
Ir para: