Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe
 

 Turismo!... trocas, photos e sensações

Ir em baixo 
AutorMensagem
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 07:59

Criei este topico para trocas sobre as viagens e o turismo em geral aproveitando uma discussão desenvolvida noutro topico. Deixo a integralidade das trocas aqui e assim jà se pode tomar o fio da meada ...

José Miguel escreveu:
Ainda ontem andamos pelo Porto, a passear lentamente pelo centro da cidade e agora já nada rima com nada... Ou melhor, ainda se encontram lugares onde há rimas e risos, mas já é preciso procurar bem - a sorte é que ainda há uns resistentes. Wink ...

antpaubarcar escreveu:
... Tem razão, parece que estamos noutra cidade, noutro país já nem há Bolhão nem Bom Sucesso...para ouvir aqueles palabrões bem do Puorto carago!

TD124 escreveu:
... Principio da impermanência e ainda bem. Se nada muda, pouco a pouco as coisas vão se transformar em "Still Life" aka Natureza Morta ! Neste contexto o disco dos VDG foi bem escolhido  Laughing

José Miguel escreveu:
... Ai, ai...

A forma como penso o Mundo, as Cidades, a Sociedade, não vai ao encontro do que vejo passar-se em frente aos meus olhos e com o Turismo como motor, ainda que entenda que não existe "receber" sem "dar".

No dia em que viajar para procurar a mesmidade... aí sim, aceitarei isto. Wink

O Porto ainda tem zonas que me fazem experimentar a cidade que guardo com muita estima, aquela sobre a qual falo de forma apaixonada, que me faz querer voltar lá a cada momento - creio que algumas pessoas ainda viajam para ver essa cidade, outras claro que o fazem para ver as fachadas limpas e negócios de cara bonita. ...

TD124 escreveu:
... Quando viajo numa cidade que possui o seu centro classificado na Unesco ... não é para ver as fachadas decrépitas que vi hà três anos atràs no Porto, mas os negocios que sejam bonitos ou feios estou me barimbando Laughing

O Porto é a tua cidade e gostas dela, como eu de Lisboa mas ... as fachadas sujas e decrépitas, os passeios com buracos e a sujidade global não são bons indicios sociais, ném em Marselha, ném em Nàpoles ném no Porto ou Lisboa. O turismo vai destruir coisas e amelhorar outras, mas cria uma riqueza que bem utilisada pode beneficiar a muitos ... pergunta aos espanhois Wink ...

José Miguel escreveu:
... O Paulo sabe que eu trabalhava no sector do Turismo e em Espinho será o mesmo sector (mudando de empresa e trabalho) a "alimentar-me", ora eu não cuspo no prato onde trato de comer, mas também não deixo de pensar... As cidades não se querem em ruinas, também não se querem como parques de diversões onde só entra quem tem muito para gastar.

Espanha já foi melhor exemplo a seguir, hoje continua a ser pela força do seu turismo interno (algo que deve ser pensado), mas muitas das cidades deixaram de ser para os seus habitantes e passaram a ser para turistas - ao ponto de serem propostas leis de contenção.

Por ter a memória fresca, lembro Nantes como um bom exemplo: a cidade pensou um projecto de médio prazo e está a apoiar-se nele para se reabilitar. Os locais não foram esquecidos (pelo que vi) e os negócios não são mais do mesmo (para comprar um postal tivemos que ir ao posto de turismo).

Espero que essa realidade não se altere e que sigam o plano, as pessoas com quem falamos pareciam satisfeitas.

Aqui (para falar daqui) falta um plano e como conhece melhor Lisboa, tente apontar algo que nesta onda de turismo está a beneficiar os Lisboetas?
Nem nos transportes públicos investem de forma eficiente...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5344
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 49
Localização : The Other Band

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 10:27

Excelente tópico! Turismo!... trocas, photos e sensações  754215
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 10:36

Turismo!... trocas, photos e sensações  Imag0711

Eu encaro o Turismo como encaro quase tudo na vida, por isso procuro sempre algo que está para lá da superfície. Quando fazemos uma viagem gostamos de sentir aquilo que apelidamos de "escala do Homem", ou seja, independentemente do tamanho da cidade, o factor humano tem que se fazer presente.

Como estamos num fórum dedicado ao Audio, escolhi essa imagem para ilustrar o que digo. Nós estávamos em Malmo e entramos numa loja que parecia dedicada a Banda Desenhada. Depois dos olhos passaram pelos livros, verificamos que havia lugar para a Música, em Vinil e CD.

Pouco tempo depois da nossa entrada, um álbum foi colocado e entre a Música que saía das colunas e a voz do proprierário, algo nos tocou. Decidimos perguntar o que estava a tocar e... A conversa seguiu alegremente, passamos um bom bocado e quando dissemos que queríamos comprar aquele álbum tudo se tornou melhor. O Músico era amigo do proprietário, que logo lhe ligou, e a conversa ficou ainda mais animada.


Eu sei que isto não acontece a cada minuto numa viagem, mas contece quando as cidades ainda são habitadas por quem nelas nasceu e/ou cresceu, pertence à teia social e sente o orgulho da história colectiva do lugar.


Isto será possível em cidades de grande escala?
Sim, claro que sim. Infelizmente torna-se mais difícil e cada vez mais raro, mas em todos os lugares há apaixonados e haverá sempre quem viaje com tempo para estar a sentir o fruto dessa paixão. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 15:40

José Miguel escreveu:
Turismo!... trocas, photos e sensações  Imag0711

Eu encaro o Turismo como encaro quase tudo na vida, por isso procuro sempre algo que está para lá da superfície. ...

Pouco tempo depois da nossa entrada, um álbum foi colocado e entre a Música que saía das colunas e a voz do proprierário, algo nos tocou. ...

Eu sei que isto não acontece a cada minuto numa viagem, mas contece quando as cidades ainda são habitadas por quem nelas nasceu e/ou cresceu, pertence à teia social e sente o orgulho da história colectiva do lugar. ...

Existe um ditado em frança (ligado a uma anedota  que um dia dia contarei...) que diz que não se deve confundir turismo e emigração ... eu proprio quando estou em portugal sinto-me, relativamente a isso um turista, e sou isso na realidade, ném mais ném menos!...

Acreditar que se possa entrar numa cultura diferente e conheçê-la, compreendê-la, no espaço de alguns dias é ousado e missão impossivel!...

O turismo é a contemplação ... não a compreensão! Mas é melhor do que nada e ajuda-nos a sentir em fase com os outros!!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 15:58

TD124 escreveu:

(...)
Acreditar que se possa entrar numa cultura diferente e conheçê-la, compreendê-la, no espaço de alguns dias é ousado e missão impossivel!...

O turismo é a contemplação ... não a compreensão! Mas é melhor do que nada e ajuda-nos a sentir em fase com os outros!!!...

cheers

Paulo, está a negrito a palavra mais me interessa: Sentir.

Há um pensamento global que diz: a ficção fica sempre aquém da realidade.

Não falta literatura e cinema a retratar um futuro longínquo em que tudo e todos se misturam como iguais, sociedades planas e com diferenças gigantes entre duas classes apenas... Ora, alguns dos relatos dos livros e filmes já acontecem de forma natural nos dias de hoje, outros poderão ou não acontecer.


O Turismo começou faz séculos e pela busca do diferente... porque se aprendia, crescia, evoluia com essa troca - sim, há troca pelo respeito para com o diferente, só assim há assimilação e compreensão.


Não quero travar o avanço da Economia e apesar de parecer, não sou um activista de "esquerda"... Mas gosto do Mundo plural e se a mesmidade está a crescer, a pluralidade está a diminuir - diz a Física: num mesmo lugar e tempo dois corpos não ocupam o mesmo espaço. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 16:30

José Miguel escreveu:
... Paulo, está a negrito a palavra mais me interessa: Sentir.

Há um pensamento global que diz: a ficção fica sempre aquém da realidade. ...

José!... sinto o teu sentir (penso) mas não posso estar "complétamente" de acordo !!!...

Eu parti de portugal com 17 anos e meio ... e até hoje nunca voltei. Não sou complétamente portugês evidentemente, ném francês e ainda menos russo ... mas sou alguém, sou um ser, e talvez mesmo mais do que a soma das nacionalidades que não sou ... e no entanto sinto afinidades, mesmo compreensão em relação às nacionalidaes que venho de citar !!!...

Na minha condição de expatriado se hà algo que vivi em pêrmanência foi "sentir" ... mas é algo de muito comum, todos os humanos "sentem", o que quer que seja !!!...

A Ryanair e a Easyjet permitem hoje aos europeus de se visitar mutualmente, e é melhor do que nada ... mas estas empresas não permitem a mutua compreensão. È um dos limites do turismo rapido de hoje, mas é os limites ao mesmo tempo da partilha cultural "turistica", pois ver o outro não é conheçer o outro !...

Faz trinta anos que estou em frança e não compreendo os franceses ... e eles não me compreendem, mas temos relações muito intimas, mesmo fraternais  cheers

Complicado isto tudo ... Não !!!  Evil or Very Mad

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 17:02

A revolução das transportadoras aéreas é algo que agradeço, porque facilitam muito a nossa vida. Wink

O problema não está nas coisas, mas no que fazemos com elas... Eu não vou compreender os nórdicos por passar lá duas semanas, mas vou compreender melhor pormenores do design nórdico, do estilo de vida que influenciou esse design e vice-versa, vou poder perceber um pouco mais da história deles e a eles, com a mente aberta ainda uso o pouco que aprendi.


Imagine que vai a Nápoles e entra numa pizaria que tem fama de tradicional, pede uma margarita e ela vem apenas com queijo e tomate... lá se vai a representação da bandeira com a falta de manjericão fresco, assim como a explicação...

Imagine que vai a Miranda do Douro e pede ajuda para ler uma placa escrita em Mirandês... Do outro lado respondem-lhe "não sei".

Imagine que está a passear com a sua esposa em Alfama e ela aponta para um estendal e pergunta: o que é isto?
https://www.google.com/amp/s/www.publico.pt/2019/09/20/p3/noticia/alfama-publicidade-estendais-moradores-divide-opinioes-1887372/amp

Se o Paulo visse um estendal cheio de roupa falaria da tradição, se visse publicidade diria o quê?

Quando disse que não viajava para ver fachadas bonitas, referia-me ao que está a acontecer com as cidades, infelizmente isso já aconteceu em outros lugares e nós não aprendemos, estamos (todos os países estão) a cometer graves erros, a renovar e ao mesmo tempo despir a memória colectiva.


Isto sente-se, não é preciso um ano num lugar, mas convém ter alguma sensibilidade. Wink

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 17:50

José Miguel escreveu:
A revolução das transportadoras aéreas é algo que agradeço, porque facilitam muito a nossa vida. Wink ...

Estàs num paradoxo em dizendo isso ... pois são essas transportadoras as responsaveis da explosão turistica de portugal ... e da "suposta" perda de identidade da tua cidade (consonte o teu ponto de vista que não é o meu  Wink )

Ao mesmo tempo elas permitem-te de ir numa outra cidade europeia fazer o que os outros fazém no Porto !!!... é bom ou mau, queres ir mas não queres que venham Question  

Portugal sendo um pais muito excentrado na europa, são essas transportadoras que permitiram o turismo de massa (e nos dois sentidos  Wink ) ... sém elas seria muito diferente, mas para mim é uma riqueza como jà dissse antes !!!...

José Miguel escreveu:
...Quando disse que não viajava para ver fachadas bonitas, referia-me ao que está a acontecer com as cidades, infelizmente isso já aconteceu em outros lugares e nós não aprendemos, estamos (todos os países estão) a cometer graves erros, a renovar e ao mesmo tempo despir a memória colectiva. ...

O que sublinho pareçe-me pretencioso ... o que é que tu chamas a memoria colectiva ?... sobre que bases tu defines isso, no "cliché"? Quando vens a frança estàs à espera de ver um velhote na bicicleta com um boné na cabeça e uma "baguette" em baixo do braço ??... pensas que a modernidade francesa destruiu os valores da republica francesa, à qual os franceses estão "ainda" extremamente ligados ???...

Se pensas isso, é que não compreendeste nada deste pais durante a tua estadia! E é exactamente a mesma coisa no resto da europa "historica"! O turismo não faz perder uma identidade!!!... e barcelona ou girona que frequento mensualmente desde hà trinta anos , nada perderam da indentidade catalana ... ganharam mesmo! Mas, hoje são belas cidades limpas e com o patrimonio arquitectural em perfeito estado, não era o caso hà trinta anos atràs Wink

Fica a questão em suspenso do que é o patrimonio (memoria colectiva) catalão ... ou português, ou polonês, ou françês ...

Vasta questão cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptyQui Jan 16 2020, 18:32

A primeira questão está respondida logo na frase seguinte à que usou, repare no que diz...
Diz assim: o problema não está nas coisas, mas no que fazemos com elas.

Uma arma não é boa nem má, é o uso dela que será julgado.

O Paulo sabe de alguma transportadora que tenha obrigado à venda de patrimônio, ocupação das casas com alojamentos locais, a abertura de cafés, restaurantes e lojas de souvenirs em todas as portas?

Não há nenhum paradoxo, desde o início que digo o mesmo, está escrito. Wink O turismo e os turistas não são demónios, mas cada lugar (cidade, país) tem que ter um plano de fundo para enfrentar as alterações profundas e até dei o exemplo de como Lisboa não usa o dinheiro arrecadado para investir em melhores transportes públicos (por exemplo, está escrito), já que viver no centro é quase impossível e os ordenados não acompanham a escalada dos preços.


A segunda questão é mais complexa, mas vale a pena seguir com ela.

Por memória colectiva pode entender-se o conjunto de saberes, tradições, procedimentos, ... que ligam, são partilhados por pessoas de um certo lugar (aldeia, cidade, país) e são transmissíveis/transmitidas de entre gerações.

Sabe o que acontece quando uma cidade é esvaziada das suas gentes?
A transmissão dessa memória é cortada... As gerações vindouras não terão como ligar o que é feito/dito a um significado e referência (teoria do Conhecimento, actos e palavras não são vazias).


Eu não confundo evolução com esvaziamento, o Paulo pensa que é obra do acaso que em França um pequeno papel baste para levar a baguete para casa e em Portugal se use um saco completo?


Eu viajo de sentidos e mente aberta, não espero ver bonecos animados, recebo o que os lugares e pessoas têm para dar, eu dou a minha atenção e respeito, creio que é o que quem gosta de um lugar e o "dá" (partilha) irá melhor receber.


Eu quero que as pessoas viajem muito, espero que os lugares saibam manter-se, requalificar-se sem este movimento de afastamento associado, afinal as cidades são para as pessoas.



Ah! Barcelona está no meio da luta pela autonomia da Catalunha, mas também se vê o povo lutar pelo seu lugar (cada vez mais pequeno) na cidade - são duas lutas distintas, mas tocam-se.

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 09:33

José Miguel escreveu:
... O Paulo sabe de alguma transportadora que tenha obrigado à venda de patrimônio, ocupação das casas com alojamentos locais, a abertura de cafés, restaurantes e lojas de souvenirs em todas as portas?

Não há nenhum paradoxo, desde o início que digo o mesmo, está escrito. Wink  O turismo e os turistas não são demónios, mas cada lugar (cidade, país) tem que ter um plano de fundo para enfrentar as alterações profundas e até dei o exemplo de como Lisboa não usa o dinheiro arrecadado para investir em melhores transportes públicos (por exemplo, está escrito), já que viver no centro é quase impossível e os ordenados não acompanham a escalada dos preços. ...

Alugar um apartamento de 15m² em Paris custa 800€ por mês ... é mais barato do que em Londres ou Oslo, mas é na mesma carissimo, ném falo de uma familia que terà necessidade de um T2. Então as pessoas que vivem em Paris "intramuros" são as que téem a possibilidade de pagar alugéis elevados, e é assim em qualquer grande cidade da europa ocidental, portugal à parte talvez ...

O fenomeno não é recente e o esvaziamento dos bairros populares de Paris (e das grandes outras capitais) começou nos anos 60 com Montmartre e Pigalle a serem esvaziados dos velhotes para renovar os apartamentos insalubres que foram depois invadidos pelos "bourgeois-bohème", não foi o turismo que criou este "ineluctàvel" fenomeno !!!...

Lisboa escapou a isto, talvez por falta de verba, mas hoje tanto Alfama como o Bairro-Alto ou a Madragoa vão seguir este caminho. O turismo neste caso sò fez acelarar um fenomeno que se teria produzido um dia ou outro ... pois Lisboa não é uma excepção neste urbanismo que dura jà hà 60 anos em Europa. È uma simples questão de atraso no plano e não de turismo, penso que no porto seja a mesma coisa ...

O que digo pode pareçer cinico, mas são realidades concrétas. Acreditar que Lisboa ou Porto, seguiriam um caminho diferente e mais equilibrado socialmente do que todos os outros paises ocidentais em termos de urbanismo e diversificação social ... é ilusorio! E no entanto, é Portugal o pais ocidental que mais tinha necessidade de re-estructurar o seu urbanismo, pois Alfama em certos pontos era uma favela insalubre no centro da cidade. Ném sequer falo de outros bairros dignos de serem apelidados, "da lata" ... e que apenas subsistem em Portugal !!!

Penso que gostarias de ver esses bairros reabilitados e depois devolvidos aos seus habitantes com o mesmo aluger, mas não é assim que isso funciona ... ém nenhuma grande cidade ocidental que eu conheça  Wink

José Miguel escreveu:
... Por memória colectiva pode entender-se o conjunto de saberes, tradições, procedimentos, ... que ligam, são partilhados por pessoas de um certo lugar (aldeia, cidade, país) e são transmissíveis/transmitidas de entre gerações.

Sabe o que acontece quando uma cidade é esvaziada das suas gentes?
A transmissão dessa memória é cortada...
As gerações vindouras não terão como ligar o que é feito/dito a um significado e referência (teoria do Conhecimento, actos e palavras não são vazias). ...

Se essa "memoria" não desapareçe com o esvaziamento ... vai desaparecer com as leis e o desenvolvimento economico e social. È interdito de fazer uma sardinhada com o fogareiro na rua como se fazia em Alfama e outros sitios, jà não hà mulheres a vender o peixe com o cesto na cabeça, ném gente a lavar a roupa no rio e talvez mesmo seja interdito um dia de meter a roupa a secar à janela sém que o turismo seja o culpado disto ... mas vai continuar a haver manjericos e sardinhadas durante o Santo Antonio apesar do turismo. Talvez essa "memoria" não se perca tanto quanto pensas, mesmo sém os velhotes ném os bairros populares e isto jà hà muito ... Paris continua a ser Paris e com uma "memoria" muito bem guardada, serà de mesmo em Lisboa  Wink

José Miguel escreveu:
... Eu não confundo evolução com esvaziamento, o Paulo pensa que é obra do acaso que em França um pequeno papel baste para levar a baguete para casa e em Portugal se use um saco completo?

Eu viajo de sentidos e mente aberta, não espero ver bonecos animados, recebo o que os lugares e pessoas têm para dar, eu dou a minha atenção e respeito, creio que é o que quem gosta de um lugar e o "dá" (partilha) irá melhor receber. ...

Não compreendi essa do papel/saco, mas se em frança no lugar da baguette pedires uns "petits pains ou croissants", também os levas num saco completo. Se a alusão era para mostrar os franceses mais "ecologistas" do que os portugueses então estàs complétamente errado. Como diz um amigo meu, chamar alguém de ecologista em frança é um insulto  Laughing

Eu quando viajo por poucos dias não tenho a pretensão de poder conheçer nada do lugar ou pais, fora a visita de monumentos e a descoberta da gastronomia. Mas quando passo 15 dias ou um mês a viver com as pessoas e a partilhar o quotidiano como fiz na noruega ou no médio-oriente ... jà dà melhor para perceber algumas coisas  Wink

José Miguel escreveu:
... Eu quero que as pessoas viajem muito, espero que os lugares saibam manter-se, requalificar-se sem este movimento de afastamento associado, afinal as cidades são para as pessoas.

Ah! Barcelona está no meio da luta pela autonomia da Catalunha, mas também se vê o povo lutar pelo seu lugar (cada vez mais pequeno) na cidade - são duas lutas distintas, mas tocam-se.

Como jà disse, fora em portugal aonde o processo està em curso, nos outros paises a coisa jà foi feita e hà muito tempo. Jà não hà muitos jamaicanos a viver em Soho, ném no West End em geral, não impede que encontres os melhores discàrios de Londres em Reggae e Dub ... a tradição continua!...

O "povo" que tu chamas é uma "classe média" espanhola que se queixa do barulho feito pelos turistas toda a noite e pela conversão dos apartamentos em locação airbnb ... um problema real que toca todas as grandes cidades para aonde a Ryanair e a Easyjet voam. Mas em barcelona, jà faz muito tempo que o povo desapareçeu das "ramblas" ... e foi a camara municipal que decidiu, como em todos os outros paises, o turismo é apenas um bode expiatorio e um pretexto neste caso. O esvaziamento dos centros das grandes cidades para renovação dos prédios e também para a "renovação social" é um programa antigo e jà esquecido por aqui. Para os portugueses, estonianos, checos ou poloneses é uma realidade actual ...

PS: Sublinhei as minhas frases que se enquadram no discurso original à volta do "turismo" Wink

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 10:17

Infelizmente neste momento não tenho muito tempo para escrever/responder, mas não consigo tirar isto da cabeça: eu não me contento com a posição de espectador e observar os erros repetirem-se (a História repete-se por uma razão, não é acaso ou lei própria).


Não falta literatura (teses, análises, ...) sobre os erros cometidos pelos ditos países de "primeiro mundo", nomeadamente esse processo que o Paulo refere - gentrificação de Paris, Londres, Madrid, Roma, Nova Iorque, Tóquio, ...

Em cada caso foram diferentes as razões que provocaram o fenómeno
, em comum existem as consequências e se as quer ignorar (aceitar como normal desenrolar das coisas) eu respeito, mas isso não faz com que elas desapareçam. Wink

Eu não consigo olhar para as coisas dessa forma, compreendo que em Portugal as coisas estão a ser feitas às três pancadas (como se fez nas décadas de 60, 70, 80 ao longo da costa e hoje os problemas batem-nos à porta) e não deixarei de pensar, falar, debater de mente aberta.


O Turismo é importante para os povos (Cultura) e para os lugares (Economia), esquecer que para tudo há uma medida razoável... é um preço que se pagará adiante.



Ah! Eu não quero rendas de 10/20 euros para prédios renovados, mas se o Paulo me explicar como é que se pode pagar uma renda/prestação de 800 euros num país com o ordenado médio de 900 euros... E ainda assim achar que Porrugal só está atrasado face a outros países mais evoluídos...
Não acredito na Economia fechada, bem sei que somos um entre muitos, mas o plano não está atrasado em Portugal, não existe plano.



A questão da baguete é simples e nada tem de ecologia, mas de tradição: em França o simples papel pequeno ao centro da baguete não fere a sensibilidade das pessoas e autoridades, aqui fere e isso tem razões que estão no passado/memória comum. Bem sei que não funciona assim para outro tipo de pão, por isso referi um específico.


Paulo, eu referi o Turismo no Porto e Portugal, espero que fique clara a ideia que deixei a negrito em cima. Eu não disse que Paris é vítima do Turismo, ou Londres, Nova Iorque, ... cada cidade tem a sua história, mas há problemas comuns e seria bom aprender com eles para não os repetir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2343
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 61

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 11:59

Turismo!... trocas, photos e sensações  754215

Paulo e Miguel são dois óptimos conversadores um pragmático o outro idealista mas apaixonados pelas suas ideias e isso é que interessa Turismo!... trocas, photos e sensações  22692

Entra citação suscitada pela questão do real versus ideal
Atributos de Sistemas Adaptativos Complexos (SAC)
Em 1989, Nicolis e Prigogine mostraram que quando um sistema físico ou químico são levados para fora ou longe do equilíbrio, ele pode
sobreviver e prosperar. Se o sistema permanecer em equilíbrio, ele morrerá. O "longe do equilíbrio“ ilustra como sistemas que são forçados a explorar
seu espaço de possibilidades vão criar diferentes estruturas e novos padrões de relacionamento.
Etc Etc
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 12:00

José Miguel escreveu:
... Ah! Eu não quero rendas de 10/20 euros para prédios renovados, mas se o Paulo me explicar como é que se pode pagar uma renda/prestação de 800 euros num país com o ordenado médio de 900 euros... E ainda assim achar que Porrugal só está atrasado face a outros países mais evoluídos...
Não acredito na Economia fechada, bem sei que somos um entre muitos, mas o plano não está atrasado em Portugal, não existe plano. ...

José, eu vivo numa pequena vila sò de vivendas a 5Km de Montpellier que é "apenas" a sétima cidade da frança. Montpellier não tém tecido industrial e os unicos sectores economicos da cidade são as Universidades, os centros de pesquisa biomedical e ... o turismo! Os professores de faculdade são bem pagos e os cientistas também mas o resto que são serviços é o ordenado minimo nacional ou seja 1200€! As estatisticas são claras, mais de metade da população de Montpellier (ou que trabalha na cidade) vive com o ordenado minimo. Um apartamento T3 velhote custa 200000€ e novo à volta de 350000€ ... impossivel a comprar com o ordenado minimo. Um apartamento T3 velhote a alugar é 800€ e novo é à volta de 1050€ ... ambos impossiveis a alugar a uma pessoa sozinha com o ordenado minimo e mesmo a um casal pois para alugar é necessario possuir três vezes em ordenado o valor da renda. Então as pessoas vão viver nos suburbios sociais (cité) ou então vão viver a 50 ou 60Km da cidade aonde é muito mais barato e véem trabalhar todos os dias ... é o mesmo caso, ainda pior, em paris, lyon, bordéus ou toulouse!...

Os preços alucinantes das casas em Montpellier estão ligadas ao facto que os reformados da classe média francesa de Paris, Lyon e outras vilas ricas do norte virem se instalar massivamente para beneficiar da excelente medicina, do sol, da montanha e do mar ... como vendém as casas deles muito mais caras nas cidades aonde viviam, então chegam aqui com um orçamento muito grande, e o preço das casas dispararam e hoje um montpellierano não pode comprar casa ném na cidade ném nos 45km à volta, esta situação jà dura hà 20 anos e chama-se a "bolha finançeira ou urbanistica". Este mesmo fenomeno, é o que se passa em Portugal com os reformados de outros paises que se instalam ... e que eu proprio farei quando me instalar  Embarassed. Como vês, aqui também não hà plano ném soluções ... sòmente uma precaridade que aumenta e que faz duvidar do modelo social françês, dantes muito gabado (os gillets jaunes não são um acaso)...

Cidades como Nantes, Limoges, Lille ou Estrasburgo escapam a isto pois são cidades do norte, frias sém sol ném mar, aonde ninguém quer ir viver ném passar a reforma. Mas em todas as cidades do sul da frança é um problema. Para viver em Nice ou Cannes pertençer a uma boa classe média ném chega ... é necessario ser verdadeiramente rico!

Isto não acalma o teu pensar e não é o meu objectivo ... mas mostra que o que os portugueses se queixam é partilhado pelos espanhois, franceses e italianos ... pois são os paises aonde a vida é agradàvel e que muitos europeus gostariam de se instalar. Pois ninguém quer ir viver ném em Oslo, ném em Helsinkia e ainda menos em Varsovia mas os habitantes destas cidades gostariam de viver em Lisboa, Barcelona, Milão ou Montpellier  Laughing

José Miguel escreveu:
... Paulo, eu referi o Turismo no Porto e Portugal, espero que fique clara a ideia que deixei a negrito em cima. Eu não disse que Paris é vítima do Turismo, ou Londres, Nova Iorque, ... cada cidade tem a sua história, mas há problemas comuns e seria bom aprender com eles para não os repetir.

Nisso estou de acordo, mas não penso que a solução seja fàcil. Serà mais fàcil de criar planos em cidades mais modestas e menos sedutoras. A maioria da população portuguesa vive rente ao mar deixando o interior das terras vazios e perdendo uma grande parte da identidade nacional. Os estrangeiros querem se instalar em Lisboa, Algarve ou Porto e os portugueses querem a mesma coisa ... vai ser complicado de meter todos no mesmo saco Laughing

Muitas pessoas em Paris fazém o trajecto de 220km ida e volta quotidianamente para ir trabalhar (o equivalente de Evora a Lisboa) e tal vai acabar por se produzir em Portugal com a obcessão de viver à frente do oceano e nas grandes cidades ... ora que as florestas vão continuar a arder, arder e arder até ficar sò a pedra estéril. Mais do que o turismo que é uma riqueza, é a fraca visão global e a perda continua da natureza e da identidade da terra que me  custa ... mas é a mesma coisa nos outros paises. Então o problema é grave, complicado e ultrapassa o fenomeno turismo. Fica contente que haja turistas e por duas razões ... porque não vai durar o turismo massivo em portugal e segundo porque o tempo que vai durar vai criar dinheiro suplementar que não sabemos fazer de outra maneira. O saldo é então positivo Wink

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 12:21

Mário Franco escreveu:
...Entra citação suscitada pela questão do real versus ideal
Atributos de Sistemas Adaptativos Complexos (SAC)
Em 1989, Nicolis e Prigogine mostraram que quando um sistema físico ou químico são levados para fora ou longe do equilíbrio, ele pode sobreviver e prosperar. Se o sistema permanecer em equilíbrio, ele morrerá. O "longe do equilíbrio“ ilustra como sistemas que são forçados a explorar o seu espaço de possibilidades vão criar diferentes estruturas e novos padrões de relacionamento.
Etc Etc

O Mário està a dar areia para a minha camioneta ... não serà do agrado do José Miguel Laughing

Esta frase que sublinhei vai no sentido da minha primeira intervenção neste tema quando falei do Principio de Impermanência! Tudo deve estar em movimento para poder evoluir, os ciclos são a garantia da continuidade da vida pois leva-a a se adaptar. Eu acredito que seja assim mesmo na escala social Wink

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 12:30

Sim, sim e sim! Wink

Eu estou consciente que os centros das grandes cidades em Portugal eram paraísos, ou oásis quando comparados com o resto da Europa e mesmo por esse Mundo fora... Resistimos mais 50/100 anos do que outros e agora estamos a entregar de mão beijada sem pensar no amanhã.


O que o Paulo diz é uma realidade conhecida, fazer 200km num dia é algo que em 1998 eu já conversava com os meus superiores Franceses e Alemães - trabalhei de perto com eles, fazia desenvolvimento de cablagens automóveis. Já nesse tempo era notório que o desenvolvimento do território, o seu tamanho, moldava a forma de pensar e estar.

Pensar o território é fundamental, vivemos dois anos em Viseu e de cada vez que queríamos rumar a norte não havia alternativa a autoestradas pagas... Empresas internacionais querem aquela parte do país, mas poderão estar a mudar... Repare no exemplo da Bodum: eles fazem quase tudo numa fábrica perto de Viseu, em Tondela, apenas o vidro vem da China, contudo já abriram uma nova unidade em Ílhavo (não para o vidro, eu perguntei, mas para fazer o que se faz em Tondela e tratar de enviar para o mundo todo).

Descer de Viseu/Tondela até ao porto de Aveiro é simples e rápido, mas pago e sem alternativa...

É por esta e outras que referi os transportes de Lisboa e poderia ter falado dos do Porto, porque o problema não é a boa receita do turismo (ou da indústria, para manter o exemplo da zona que referi), mas o que se faz com ela. Wink


No plano geral o problema é muito grande, mas creio que vale a pena falar dele... mesmo num fórum de Audio. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 12:36

TD124 escreveu:
Mário Franco escreveu:
...Entra citação suscitada pela questão do real versus ideal
Atributos de Sistemas Adaptativos Complexos (SAC)
Em 1989, Nicolis e Prigogine mostraram que quando um sistema físico ou químico são levados para fora ou longe do equilíbrio, ele pode sobreviver e prosperar. Se o sistema permanecer em equilíbrio, ele morrerá. O "longe do equilíbrio“ ilustra como sistemas que são forçados a explorar o seu espaço de possibilidades vão criar diferentes estruturas e novos padrões de relacionamento.
Etc Etc

O Mário està a dar areia para a minha camioneta ... não serà do agrado do José Miguel Laughing

Esta frase que sublinhei vai no sentido da minha primeira intervenção neste tema quando falei do Principio de Impermanência! Tudo deve estar em movimento para poder evoluir, os ciclos são a garantia da continuidade da vida pois leva-a a se adaptar. Eu acredito que seja assim mesmo na escala social Wink

cheers

Darwin é um pouco mais velho e o darwinismo social pensado faz muito tempo, obviamente que "do nada, nada se cria" e acrescento que "esperar um resultado diferente da aplicação da mesma fórmula é uma loucura"...


Há muitas formas de ler uma mesma coisa, o que o Mário Franco partilhou não me choca nem choca com o que penso, porque eu quero mudança (exemplo: restauro/requalificação), não quero é a mudança que replica outras que temos por erradas. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2343
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 61

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 12:37

TD124 escreveu:
Mário Franco escreveu:
...Entra citação suscitada pela questão do real versus ideal
Atributos de Sistemas Adaptativos Complexos (SAC)
Em 1989, Nicolis e Prigogine mostraram que quando um sistema físico ou químico são levados para fora ou longe do equilíbrio, ele pode sobreviver e prosperar. Se o sistema permanecer em equilíbrio, ele morrerá. O "longe do equilíbrio“ ilustra como sistemas que são forçados a explorar o seu espaço de possibilidades vão criar diferentes estruturas e novos padrões de relacionamento.
Etc Etc

O Mário està a dar areia para a minha camioneta ... não serà do agrado do José Miguel Laughing

Esta frase que sublinhei vai no sentido da minha primeira intervenção neste tema quando falei do Principio de Impermanência! Tudo deve estar em movimento para poder evoluir, os ciclos são a garantia da continuidade da vida pois leva-a a se adaptar. Eu acredito que seja assim mesmo na escala social Wink

cheers

Pois, infelizmente para desconforto dos velhotes como eu, a mudança é o facto. Turismo!... trocas, photos e sensações  424293

Mas já agora, para alimentar o paradoxo, dvil dvil dvil dvil poderemos afirmar que a reação à mudança espicaça a mudança e a mudança espicaça a reacção à mudança.

Portanto tudo faz parte do sistema e siga a dança  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845  Turismo!... trocas, photos e sensações  3832313845
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 13:22

José Miguel escreveu:
... Há muitas formas de ler uma mesma coisa, o que o Mário Franco partilhou não me choca nem choca com o que penso, porque eu quero mudança (exemplo: restauro/requalificação), não quero é a mudança que replica outras que temos por erradas. Smile

Para me ficar pelo turismo, e porque hà muitas maneiras de ler as coisas vou dar um exemplo:

A catalunha é considerada como uma das regiões mais ricas e mais desenvolvidas da espanha. A catalunha é comparavel a portugal no sentido em que a população é de dez milhões (8.5 milhões de catalães e 1.5 milhões de espanhois de outras regiões mais os estranjeiros residentes). O PIB da catalunha é de 228.682M€ em 2018 e o de portugal de 203.896M€ nesse mesmo ano ou seja, 20% inferior. A participação do turismo (apesar de um territorio de metade do português) no PIB é de 20% ora que em portugal é estimado a 10%. Se portugal tivesse o mesmo turismo que a catalunha em quantidade e preço gasto ... os PIB seriam deveras proximos. No entanto os 20% de diferença real no PIB, o que é muito e pouco relativamente, são suficientes para que os turistas considerem a catalunha como um sitio rico e portugal como um sitio pobre (em relação à média ocidental). Porquê esta distorção de ressentido ora que a diferença é de 20% ... e desde quando 20% é suficiente para fazer ressentir rico ou pobre ???...

Afinal, a diferença entre uma pessoa que ganha 800€ e outra que ganhe 960€ não me pareçe suficiente para ver um como pobre e o outro como rico. Mas, a maneira como a catalunha se modernisou para tirar mais dinheiro aos turistas durante a estadia, mostra que eles sabem fazer do turismo uma industria rentavel e nòs ainda não ou talvez no algarve exclusivamente. Talvez aches que o desenvolvimento turistico da catalunha é um erro e que ele destruiu a costa (até é verdade) ... mas nesse caso vai ser necessario compensar a perda no PIB do turismo por algo de sustentavel, o que me pareçe dificil em paises como portugal!...

O turismo é uma riqueza que pode beneficiar a todos ... se for feita com inteligência, é a diferença entre Florença e Napoles !!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry


Última edição por TD124 em Sex Jan 17 2020, 13:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 13:27

Mário Franco escreveu:
... Mas já agora, para alimentar o paradoxo, dvil dvil dvil dvil poderemos afirmar que a reação à mudança espicaça a mudança e a mudança espicaça a reacção à mudança. ...

Que eu saiba, a industria dos moldes plasticos (uma das tecnologias aonde portugal està no topo) foi desenvolvida durante o choque do petroleo nos anos 70. As start-up portuguesas que começam a dar cartas no mundo e fazem de Lisboa uma cidade atractiva tecnologicamente também se desenvolveram durante a ultima grande crise! Talvez esses "episodios" ajudem a encontrar soluções e ir para a frente ... às vezes é assim Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6394
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 14:06

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
... Há muitas formas de ler uma mesma coisa, o que o Mário Franco partilhou não me choca nem choca com o que penso, porque eu quero mudança (exemplo: restauro/requalificação), não quero é a mudança que replica outras que temos por erradas. Smile

Para me ficar pelo turismo, e porque hà muitas maneiras de ler as coisas vou dar um exemplo:

A catalunha é considerada como uma das regiões mais ricas e mais desenvolvidas da espanha. A catalunha é comparavel a portugal no sentido em que a população é de dez milhões (8.5 milhões de catalães e 1.5 milhões de espanhois de outras regiões mais os estranjeiros residentes). O PIB da catalunha é de 228.682M€ em 2018 e o de portugal de 203.896M€ nesse mesmo ano ou seja, 20% inferior. A participação do turismo (apesar de um territorio de metade do português) no PIB é de 20% ora que em portugal é estimado a 10%. Se portugal tivesse o mesmo turismo que a catalunha em quantidade e preço gasto ... os PIB seriam deveras proximos. No entanto os 20% de diferença real no PIB, o que é muito e pouco relativamente, são suficientes para que os turistas considerem a catalunha como um sitio rico e portugal como um sitio pobre (em relação à média ocidental). Porquê esta distorção de ressentido ora que a diferença é de 20% ... e desde quando 20% é suficiente para fazer ressentir rico ou pobre ???...

Afinal, a diferença entre uma pessoa que ganha 800€ e outra que ganhe 960€ não me pareçe suficiente para ver um como pobre e o outro como rico. Mas, a maneira como a catalunha se modernisou para tirar mais dinheiro aos turistas durante a estadia, mostra que eles sabem fazer do turismo uma industria rentavel e nòs ainda não ou talvez no algarve exclusivamente. Talvez aches que o desenvolvimento turistico da catalunha é um erro e que ele destruiu a costa (até é verdade) ... mas nesse caso vai ser necessario compensar a perda no PIB do turismo por algo de sustentavel, o que me pareçe dificil em paises como portugal!...

O turismo é uma riqueza que pode beneficiar a todos ... se for feita com inteligência, é a diferença entre Florença e Napoles !!!...

cheers
O Paulo fez umas contas estranhas... A diferença entre os PIB é de 11%, mas isso nem é o importante.

Não é essa diferença que faz parecer rico ou pobre, é o custo das coisas. Um exemplo muito básico: um menú daquele restaurante muito famoso custava em 2018 4,90 e 6,45€, nem preciso dizer onde e onde.


O salário mínimo em Barcelona, que eu saiba, era de 1050 euros, aqui 600....
O salário médio em Barcelona, líquido, era de 1455 euros e aqui não chegava aos 900....


Além disto tudo, Espanha é uma potência no Turismo e um caso a estudar, principalmente pela capacidade de atrair os internos e investir na requalificação/preservação. Tem problemas, mas a base de trabalho deles é tal que os problemas vão sentir-se de forma diferente.


Portugal tem esse grande problema, vende-se como deatino barato e de massas, tem problemas em subir o custo das coisas, desde logo porque perde a procura interna e entra na faixa de preços de muita concorrência.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5423
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 14:08

Mário Franco escreveu:

(...) poderemos afirmar que a reação à mudança
espicaça a mudança
e a mudança
espicaça a reacção à mudança.
Portanto tudo faz parte do sistema
e siga a dança
Temos poeta. Turismo!... trocas, photos e sensações  491368
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 4752
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  EmptySex Jan 17 2020, 14:11

José Miguel escreveu:
... Portugal tem esse grande problema, vende-se como deatino barato e de massas, tem problemas em subir o custo das coisas, desde logo porque perde a procura interna e entra na faixa de preços de muita concorrência.

Turismo!... trocas, photos e sensações  491368  E no entanto o seu potencial turistico de qualidade é enorme !!!...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty
MensagemAssunto: Re: Turismo!... trocas, photos e sensações    Turismo!... trocas, photos e sensações  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Turismo!... trocas, photos e sensações
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic :: Desporto * Motores * Viagens * Hobbies-
Ir para: