Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 A rodar XLV

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 16 ... 21  Seguinte
AutorMensagem
TD124
Membro AAP


Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySex Dez 20 2019, 11:36

anibalpmm escreveu:
em dia de chuva e muito vento apetece estar em casa a ouvir uma boa musica
podia ser alegre, mas não, apeteceu-me ouvir um disco que considero o melhor desta década, pelo menos até agora
Thomas Feiner reincide e coloca-se mais uma vez no pelotão da frente depois de já ter feito obra maior na anterior década com Anywhen - The Opiates, agora com ajuda de Steve Jansen
disco com uma electrónica dark de origem nórdica, atravessada por elementos acústicos, com a voz profunda e magnifica de Thomas Feiner, com ambientes predominantemente negros e depressivos. nitidamente influenciada pelos Rain Tree Crow, David Sylvian, Japan mas também o Ryuichi Sakamoto, ou não estivesse Steve Jansen também no leme
...

Van Morrison é sempre bem vindo A rodar XLV - Página 11 754215

Hà um ano atràs tinha-me interessado a esse disco e escutei-o algumas vezes na bandcamp ... e finalmente a alquimia não aconteçeu e isto por vàrias razões. O video promocional do disco era tão cheio de alusões (visuais) aos universos do Max Richter e do Jóhann Jóhannsson o que me deu um sentimento de obra mais trabalhada do que inspirada. Depois, as quantas escutas que fiz arrefeceram-me definitivamente pela influência nitida tanto do universo do Sylvian que do Christian Fennesz. Finalmente fiquei distante quanto à obra ...

O Van Morrison é um artista que a voz de "cana rachada" me perturba ... mas o Astral Weeks roda agora e que dizer de outro fora que é um masterpiece do rock com arranjos de uma rara beleza e sensibilidade ...
A rodar XLV - Página 11 Dscn7720

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySex Dez 20 2019, 15:41



Nesta tarde de chuva...

Image hosted by servimg.com

Image hosted by servimg.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 08:09

antpaubarcar escreveu:
Nesta tarde de chuva...
...
A rodar XLV - Página 11 021010

Esse segundo album é tão bom quanto o primeiro !!! cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 11:41

TD124 escreveu:
antpaubarcar escreveu:
Nesta tarde de chuva...
...
A rodar XLV - Página 11 021010

Esse segundo album é tão bom quanto o primeiro !!! cheers

Eu sou suspeito porque sou fan dos Lynyrd Skynyrd...este álbum parece- me mais maturo que o 1º, a 1ª faixa do
lado 2 - The Ballad of Curtis Loew que mistura o country com o rock é fabulosa e não esquecendo a que abre o álbum -
Sweet Home Alabama com a famosa resposta ao amigo Neil Young que é sublime… a produção é de Al Kooper!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
resolectric

resolectric

Mensagens : 18
Data de inscrição : 25/11/2019
Idade : 59
Localização : Viana do Castelo

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 13:46

antpaubarcar escreveu:
...a produção é de Al Kooper!!!

Esse senhor tem uma história fantástica que marcou definitivamente o som e o estilo de uma das músicas mais importantes do século XX: "Like a Rolling Stone" do Bob Dylan.

Durante a gravação dessa música, com toda a banda a tocar em simultâneo na cabine, o Al Kooper cheio de vontade de participar mas não tocando nessa música e nem sequer a conhecendo, não se continha sentado ao lado do técnico, na sala de controle.
Saltou rapidamente da cadeira, "correu" para dentro da cabine e sentou-se no orgão Hammond (instrumento que nem sequer dominava - nem de perto nem de longe - tinha umas noções de teclas).
Do outro lado do vidro o técnico gesticulava para o mandar sair!
Entusiasmado com a prestação ensurdecedora de todos os músicos dentro da cabine, o Al Kooper sentia que tinha de participar!
Como não conhecia a música, olhava para as posições de mãos do Bob Dylan, na guitarra, e fazia os mesmos acordes no orgão.

Depois do "take" terminado (à primeira) sairam todos da cabine e foram para a sala de controle ouvir o resultado.
O técnico, entre o atrapalhado e o furioso (com Al Kooper) desculpava-se por ter deixado o Al entrar na cabine e "estragar" a gravação.
Acontece que o Bob Dylan ouviu o orgão e achou que aquela prestação era essencial.
"Mais forte! Mais orgão" ordenava o Dylan perante as reclamações do técnico, que aquilo era um erro, que o Kooper não participava e que para além disso, todos os acordes de orgão estavam atrasados.

Pois ficou assim mesmo, com o orgão atrasado e destacado que ainda hoje ouvimos nessa gravação.
O Al Kooper reproduzia os acordes da guitarra sempre com atraso, com erro, por não os conhecer e ter de olhar para a guitarra mas esse "erro" definiu o tema e o "Hino" que aí nasceu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://ampstudio.eu
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 13:47

antpaubarcar escreveu:
(...) Eu sou suspeito porque sou fan dos Lynyrd Skynyrd...este álbum parece- me mais maturo que o 1º, a 1ª faixa do lado 2 - The Ballad of Curtis Loew que mistura o country com o rock é fabulosa e não esquecendo a que abre o álbum - Sweet Home Alabama com a famosa resposta ao amigo Neil Young que é sublime… a produção é de Al Kooper!!!

Tém razão esse album é mais maturo ... mas o primeiro tém a "doidiçe" da juventude, é mais instinctivo! Para mim ambos são as duas faces de uma mesma moeda !!!...

Para mim é a mesma coisa que os dois primeiros albums dos Dream Syndicate cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 14:07

resolectric escreveu:
(...) Pois ficou assim mesmo, com o orgão atrasado e destacado que ainda hoje ouvimos nessa gravação.
O Al Kooper reproduzia os acordes da guitarra sempre com atraso, com erro, por não os conhecer e ter de olhar para a guitarra mas esse "erro" definiu o tema e o "Hino" que aí nasceu.

Bela historia ... obrigado pela partilha 2cclzes

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 21 2019, 14:10

TD124

Não conheço mas vou ouvir..obrigado pela info. A rodar XLV - Página 11 22692

RESOLECTRIC

Obrigado pela história A rodar XLV - Página 11 22692

A rodar…

Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Image hosted by servimg.com
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyDom Dez 22 2019, 20:36

Hoje o dia foi passado num entra e sai de casa marcado pelo aparecimento do Sol. A Música rodou na sua maioria pela via de CDs, mas a esta hora, enquanto esperamos pelo jantar, passamos para o formato vinil e para um registo mais intimista:
A rodar XLV - Página 11 Imag2138

O suave diálogo entre os Músicos revela cumplicidade e compromisso, mas a forma como Archie Shepp se apresenta é tocante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 23 2019, 09:31

José Miguel escreveu:
...
A rodar XLV - Página 11 Imag2138

O suave diálogo entre os Músicos revela cumplicidade e compromisso, mas a forma como Archie Shepp se apresenta é tocante.

O Trouble in Mind è um muito belo album ... a minha preferência nessa série com o Horace Parlan (pianista deficiente da mão direita o que lhe dà um jogo unico) é o Going Home! As gravações são excelentes o que é um selo de marca da SteepleChase ...

O Archie Shepp é de certeza o musico de Jazz que mais vezes vi em concerto, incluso com o Horace Parlan em duo ... discutimos mesmo longamente uma ou duas vezes. Tenta escutar o Ballads for Trane da Denon ... é um belo album de atmosfera !!!...

A rodar XLV - Página 11 021210

Esse Meat Loaf tinha-o quando adolescente e rodou muito. Obrigado pela lembrança desse album e pela parentese nostalgica que tal me procura !...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5703
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 23 2019, 22:50



Hoje tem tocado para mim a obra prima dos Smiths.

Claro que não é o Magnificat de Bach A rodar XLV - Página 11 933723
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 23 2019, 23:07

Esse é um daqueles que vai rodando por aqui, é um belo álbum!! A rodar XLV - Página 11 491368
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 24 2019, 16:38

TD124 escreveu:
...A rodar XLV - Página 11 021210

Esse Meat Loaf tinha-o quando adolescente e rodou muito. Obrigado pela lembrança desse album e pela parentese nostalgica que tal me procura !...

cheers

Tenho a mesma percepção principalmente quando ouço ''Paradise by the Dashboard Light''...

Ps.: já tenho os 4  1ºs álbuns dos The Dream Syndicate para ouvir!

Bom Natal e boas ''rodagens'' a todos os que rodam A rodar XLV - Página 11 22692
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQua Dez 25 2019, 14:17

Alexandre Vieira escreveu:


Hoje tem tocado para mim a obra prima dos Smiths. ...

Ah bom! ... e o "The Queen is Dead" dos Smiths scratch

lol!

santa

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5703
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQua Dez 25 2019, 18:58

TD124 escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:


Hoje tem tocado para mim a obra prima dos Smiths. ...

Ah bom! ... e o "The Queen is Dead" dos Smiths scratch

lol!

santa

Ahhhhh...este é o melhor!
A rodar XLV - Página 11 310490
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQua Dez 25 2019, 19:32

Alexandre Vieira escreveu:
... Ahhhhh...este é o melhor!
A rodar XLV - Página 11 310490

O que é que um fã(natico) dos Kraftwerk pode compreender da musica dos The Smiths A rodar XLV - Página 11 707387

lol!

Hoje rodou o Exile on Main Street ... não é necessario ném capa ném nada para apresentar um dos mais grandes discos da historia do Rock&Roll, e dos Stones !!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5703
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQua Dez 25 2019, 20:04

TD124 escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:
... Ahhhhh...este é o melhor!
A rodar XLV - Página 11 310490

O que é que um fã(natico) dos Kraftwerk pode compreender da musica dos The Smiths A rodar XLV - Página 11 707387

lol!


Kraftwerk é ainda melhor que Smiths. 2cclzes


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 12:04

Uns dias antes do Natal recebi uma prendinha indesejada e agora ando a arrastar-me... pale Ninguém me mandou meter em aventuras no meio de caminhos estreitos e escorregadios. Mad

Para compensar esta situação vou dedicar o tempo a escutar uns disquinhos que fazem bem ao espírito:
A rodar XLV - Página 11 Imag2139

É dificil resistir a I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama!, os Blues são a base de expressão da menina Janis que em 1969 (tinha 26 anos!) já cantava como gente muito grande.

É preciso viver para se sentir o que se diz/canta, quando se escuta Janis Joplin não se pensa em falhas, as palavras estão carregadas de significado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 12:31

José Miguel escreveu:
Uns dias antes do Natal recebi uma prendinha indesejada e agora ando a arrastar-me... pale Ninguém me mandou meter em aventuras no meio de caminhos estreitos e escorregadios. Mad

Para compensar esta situação vou dedicar o tempo a escutar uns disquinhos que fazem bem ao espírito:
A rodar XLV - Página 11 Imag2139 ...

Tens problemas ... algo de grave ???

A Janis Joplin teve tantos problemas que escutà-la jà é meio-remédio !!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 12:47

Na semana passada atirei-me devarinho para o chão quando fui dar a minha volta de bicicleta... Resultado: a perna e a zona esquerda do peito estão menos bem.

Já me meti em muitas aventuras, já caí de forma violenta, desta vez o que parecia "nada", deixou marcas... Deve ser da idade. Evil or Very Mad


Para continuar a tratar do espírito, vou seguir com um álbum que trouxemos desses lados (Nantes):
A rodar XLV - Página 11 Imag2141
Brigitte Fontaine Est... Folle (1968)

A língua Francesa está nas palavras e na composição da Música nota-se a presença da "Chanson", mas o álbum tem tanto mais que a capa se torna bem reveladora. Há psicadelismo, há palavras que expressam vontade de mudança, desejo do diferente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 13:02

José Miguel escreveu:
... Já me meti em muitas aventuras, já caí de forma violenta, desta vez o que parecia "nada", deixou marcas... Deve ser da idade. Evil or Very Mad

Para continuar a tratar do espírito, vou seguir com um álbum que trouxemos desses lados (Nantes):
A rodar XLV - Página 11 Imag2141
Brigitte Fontaine Est... Folle (1968) ...

Com a idade essas "pequenas coisas" tornam-se em "acidentes". tens que tomar cautela com issso !!!...

Quanto à Brigitte Fontaine Ela é efectivamente ... genialmente Maluca  lol!

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 15:45

José Miguel escreveu:
Na semana passada atirei-me devarinho para o chão quando fui dar a minha volta de bicicleta... Resultado: a perna e a zona esquerda do peito estão menos bem.

Já me meti em muitas aventuras, já caí de forma violenta, desta vez o que parecia "nada", deixou marcas... Deve ser da idade. Evil or Very Mad


Para continuar a tratar do espírito, vou seguir com um álbum que trouxemos desses lados (Nantes):
A rodar XLV - Página 11 Imag2141
Brigitte Fontaine Est... Folle (1968)

A língua Francesa está nas palavras e na composição da Música nota-se a presença da "Chanson", mas o álbum tem tanto mais que a capa se torna bem reveladora. Há psicadelismo, há palavras que expressam vontade de mudança, desejo do diferente.

Em primeiro lugar rápidas melhoras!

Agora a testar ''os Sansui' s'' um álbum despretensioso mas o Down Under continua a fazer mexer o pé

Image hosted by servimg.com

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 17:24

Agradeço os votos de melhoras, espero estar a caminhar sossegado em breve. Wink

Este Natal trouxe duas prendinhas que nos ocupavam a mente faz algum tempo. Uma delas está a rodar agora:

A rodar XLV - Página 11 Imag2142
Ornatos Violeta - O Monstro Precisa de Amigos (1999, reedição em vinil 2019)

Num outro tópico tentei perceber se estas reedições (esta e a do Cão) estavam boas e valiam a pena, mesmo sem respostas conclusivas arriscamos.

As nossas edições em CD são dos anos em que os álbuns saíram e tocam bem, o trabalho de produção não é perfeito e por vezes parece que as guitarras andam numa outra sala de gravação (algo baixas).

Neste momento o gira-discos não compromete face ao leitor de CD e esta reedição foi trabalhada de uma forma que corrige o que disse. Ao mesmo tempo, os instrumentos que andam pelas frequências mais baixas estão mais arejados (baixo e bombo da bateria distinguem-se muito bem)...

A dinâmica está no ponto, aqui não se nota compressão, apenas trabalho na produção.

Quem ainda estiver em dúvida, pode avançar. Os dois álbuns estão bem prensados, há silêncio (o vinil azul do Cão está muito bem neste campo), nada de distorção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 18:04

Depois da experiência com os Ornatos Violeta não resisti a pegar no álbum que se segue:
A rodar XLV - Página 11 Imag2143
Peixe - Motor (2015)

Peixe é um belo guitarrista e a forma como a sua guitarra foi gravada faz-nos pensar que ele está aqui e tudo é imediato - já tive a oportunidade de o ver num concerto intimista na cave de um bar... é uma memória que salta para o presente ao ouvir esta gravação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 19:16

Escutei muitas coisas diferentes hoje, mas em modo "escuta analitica", buscando fraquezas, defeitos ou colorações diversas. Não é o tipo de escuta propicia a compreender as obras, a intenção do autor, ou a desvanear num passeio interno. Mas no fim da tarde apareçeu este nos meandros do streamer e como jà fazia algum tempo que não o ouvia tentei ... e é que o escutei em inteiro e com um prazer renovado, descobri coisas !!!...
A rodar XLV - Página 11 81fgjn10

Esta "Estratégia da ruptura" (Stratégie de la rupture) é certamente a melhor obra do prolifico pianista belga Wim Mertens. Classificado como clàssico ou contemporaneo este artista é muito mais do que esta gaveta fàcil poderia dar a pensar, pois ele é surpreendente. Alternando melodias eficazes, minimalistas e quase "pop" com a destreza do interprete clàssico ... a sua musica não é ném hermetica ném simples, mas é fàcil de apreciar. Aqui neste album paira um cheiro (ou uma atmosféra) de sentimentos errantes, de zigzagues do destino, de contrapontos sentimentais. Nada aqui é triste, ném alegre ... simplesmente o fluxo de notas melodicas, ponctualmente acompanhadas pelos vocalismos de contra tenor do artista, desliza sém abrandar como uma seiva desce da arvore, naturalmente. E de repente as nossas proprias experiências misturam-se às dele e tudo toma sentido ... sém uma palavra pois esta destroi a musica !!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5703
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Dez 26 2019, 21:29

TD124 escreveu:
Escutei muitas coisas diferentes hoje, mas em modo "escuta analitica", buscando fraquezas, defeitos ou colorações diversas. Não é o tipo de escuta propicia a compreender as obras, a intenção do autor, ou a desvanear num passeio interno. Mas no fim da tarde apareçeu este nos meandros do streamer e como jà fazia algum tempo que não o ouvia tentei ... e é que o escutei em inteiro e com um prazer renovado, descobri coisas !!!...
A rodar XLV - Página 11 81fgjn10

Esta "Estratégia da ruptura" (Stratégie de la rupture) é certamente a melhor obra do prolifico pianista belga Wim Mertens. Classificado como clàssico ou contemporaneo este artista é muito mais do que esta gaveta fàcil poderia dar a pensar, pois ele é surpreendente. Alternando melodias eficazes, minimalistas e quase "pop" com a destreza do interprete clàssico ... a sua musica não é ném hermetica ném simples, mas é fàcil de apreciar. Aqui neste album paira um cheiro (ou uma atmosféra) de sentimentos errantes, de zigzagues do destino, de contrapontos sentimentais. Nada aqui é triste, ném alegre ... simplesmente o fluxo de notas melodicas, ponctualmente acompanhadas pelos vocalismos de contra tenor do artista, desliza sém abrandar como uma seiva desce da arvore, naturalmente. E de repente as nossas proprias experiências misturam-se às dele e tudo toma sentido ... sém uma palavra pois esta destroi a musica !!!...
cheers

Toca por aqui muitas vezes, um autor de enorme referência! A rodar XLV - Página 11 754215
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySex Dez 27 2019, 19:11

É uma banda sonora, mas funciona tão bem como álbum... Tom Waits escreveu todas as canções e teve acesso a uma boa banda.

A rodar XLV - Página 11 Imag2144

As vozes funcionam muito bem, os arranjos estão à altura, as letras bem escritas e a produção está no ponto. Este é um daqueles álbuns que merece uns minutos de atenção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 28 2019, 10:47

Sol de Inverno, manhã de sábado... vou colocar um álbum que mostra bem como Caetano Veloso merece ser escutado cuidadosamente:
A rodar XLV - Página 11 Imag2145

Araçá Azul foi lançado em 1972, Caetano já estava no Brasil, mas a sua mente ainda estava bem cheia de coisas experimentadas em Londres. A abertura do álbum lembra o universo de Robert Wyatt e mesmo dos Soft Machine (as bandas de Canterbury devem ter sido visitadas...), mas logo depois somos transportados para outra latitude pela mão da balada Tú Me Acostumdraste, o "violão" não engana e estamos no meio de arranjos dignos da Tropicalia.
Gilberto Misterioso é a faixa que se segue e é uma boa mostra das capacidades de Caetano, ele navega alegremente entre influências, criando o seu próprio caminho. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 28 2019, 11:32

A Música segue o seu caminho mediante o contexto, depois de ouvir Caetano e o que ele nos transmite do Brazil de então, agora é hora de visitar a Venezuela (1975).
A rodar XLV - Página 11 Imag2146
Fernando Yvosky - dos mundos (1975).

O álbum abre com um Prólogo que parece saído do universo da Clássica, até no nome Despierta Un Mundo. Depois segue-se La Musica, Magico Vehiculo... Nem sempre conseguimos traduzir em palavras o pensamento, a Música enquanto forma de Arte e expressão tem a magia de criar imagens que permitem a comunicação com fronteiras mais largas.

O álbum segue e dou comigo a imaginar que este poderia ter saído das mãos de uma banda Italiana, o Rock progressivo sinfónico e de fino recorte e todas as camadas muito bem definidas. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 28 2019, 12:36

José Miguel escreveu:
É uma banda sonora, mas funciona tão bem como álbum... Tom Waits escreveu todas as canções e teve acesso a uma boa banda.

A rodar XLV - Página 11 Imag2144

As vozes funcionam muito bem, os arranjos estão à altura, as letras bem escritas e a produção está no ponto. Este é um daqueles álbuns que merece uns minutos de atenção.

Tenho um apreço muito especial pelo Tom Waits e isto desde sempre, ao ponto de possuir pràticamente tudo o que ele produziu oficialmente ... e não sò! No entanto esse é-me desconhecido, talvez por ser uma banda sonora mas vou escutà-la com a atenção devida. Esta manhã quando li esta tua mensagem deu-me vontade de começar a sessão de escuta por esse senhor ... foi este o escolhido, em digital pois queria apreciar devidamente a obra Wink
A rodar XLV - Página 11 5192d-10

Esta obra, enevoada pelos vapores etilicos do Bourbon e pelos cigarros é uma das mais conseguidas do periodo drunken spirit do Tom Waits (Asylum Records), aliàs tudo està subentendido na capa...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 28 2019, 13:03

Tom Waits é um sujeito incrível, apesar da vida boémia pela quel é conhecido, ele mal se deixa tocar (a separação entre a vida de Músico e pessoal é quase inviolável). Desde o início que gere a sua carreira com pinças, ao longo dos muitos anos de carreira lançou álbuns quando lhe apeteceu e não conheço nenhum mau...

Porque a conversa merece banda sonora, deste lado roda:

A rodar XLV - Página 11 Imag2147
Colheita de 1981, Bounced Checks já pertence à fase em que Waits está ao lado (e ainda está!!) da esposa Kathleen - ela nem sempre é colocada em créditos, mas ele já disse que ela ajuda e muito...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySab Dez 28 2019, 21:52

Involuntariamente, uma activa individualidade desta praça, fez o Fantasma regressar ao vinilo.

Editado em 1980, remasterizado em 2017 por Eroc (Grobschnitt) e reeditado nesse ano, a sonoridade deste álbum em nada é desactualizada. O LP começa e termina com »Death of an analogue»; nesta faixa, é perceptível onde, quiçá, Robert Myles se influenciou para a composição do álbum «Children» e conseguinte grafismo da capa (1995).
A rodar XLV - Página 11 R-472246-1172557647.jpeg
(Vertigo/Capitol, 5789266)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyDom Dez 29 2019, 10:40

Ghost4u escreveu:
...O LP começa e termina com »Death of an analogue» ...
A rodar XLV - Página 11 R-472246-1172557647.jpeg
(Vertigo/Capitol, 5789266)

Trata-se de um erro na impressão da reedição desse disco. A quarta e ultima faixa desse album é Synthasy !

Vàrias pessoas se queixam disso nos forums de musica e mesmo na discogs jà li qualquer coisa sobre isso ...

Tracklist original: A1_ Death of an Analogue A2_ Weird Caravan A3_ The Looper Isn't a Hooker B4_ Synthasy

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5703
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyDom Dez 29 2019, 13:02

José Miguel escreveu:
Tom Waits é um sujeito incrível, apesar da vida boémia pela quel é conhecido, ele mal se deixa tocar (a separação entre a vida de Músico e pessoal é quase inviolável). Desde o início que gere a sua carreira com pinças, ao longo dos muitos anos de carreira lançou álbuns quando lhe apeteceu e não conheço nenhum mau...

Porque a conversa merece banda sonora, deste lado roda:

A rodar XLV - Página 11 Imag2147
Colheita de 1981, Bounced Checks já pertence à fase em que Waits está ao lado (e ainda está!!) da esposa Kathleen - ela nem sempre é colocada em créditos, mas ele já disse que ela ajuda e muito...

De facto tem uma bela carreira! É daqueles que quando toca, por aqui toca de estaca!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyDom Dez 29 2019, 13:19

TD124 escreveu:
Ghost4u escreveu:
...O LP começa e termina com »Death of an analogue» ...

Trata-se de um erro na impressão da reedição desse disco. A quarta e ultima faixa desse album é Synthasy !

Está repleto de razão. Consultei o CD que possuo desde os anos 90, no qual a informação está correcta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyDom Dez 29 2019, 23:19

Com um fecho-éclair na braguilha da calça de ganga que preenche a capa do LP «Sticky fingers», projectada por Andy Warhol, assim era notória a irreverente e provocadora postura dos Rolling Stones em 1971. Considerada obscena, foi proibida em diversos países, entre os quais: Espanha. Os Stones foram forçados a modificar algumas letras para actuarem na televisão norte-americana, nomeadamente «Brown sugar». Neste álbum, pela primeira vez surge a língua e os lábios como imagem de marca do grupo. Mas, as estreias também foram extensíveis ao uso dos instrumentos de sopro e ao facto desse disco ser o primeiro editado sob o selo Rolling Stones.
A rodar XLV - Página 11 Sticky_Fingers
(EMI Electrola, 1C 064-63 152)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 30 2019, 07:56

Ghost4u escreveu:
Com um fecho-éclair na braguilha da calça de ganga que preenche a capa do LP «Sticky fingers», projectada por Andy Warhol, assim era notória a irreverente e provocadora postura dos Rolling Stones em 1971. Considerada obscena, foi proibida em diversos países, entre os quais: Espanha. ...
A rodar XLV - Página 11 Sticky_Fingers
(EMI Electrola, 1C 064-63 152)

Grande(issimo) album ... que mereçe a versão original com o verdadeiro fecho-éclair 2cclzes

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 30 2019, 11:50

Possuo um exemplar da época, edição germana, que contém tal acessório. A bolacha mantém-se irrepreensível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
antpaubarcar

Mensagens : 821
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 63
Localização : SM Infesta

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptySeg Dez 30 2019, 16:26




Eu também tenho uma edição ''Japona'', (rima com Germana), sem fecho mas muito boa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 10:21

In The Nursery - grupo britânico catalogado na electrónica industrial e atmosférica - surgiram em 1981 e, desde então, têm actividade fecunda, plasmada em considerável número de registos discográficos. Editado em 1999, «Man with a movie camera», pauta por gravação primorosa, garantindo relaxamento no final de ano, contrastando com frenesim pretendido pelo nosso semelhante no dia em que termina o espaço de tempo que a Terra dispensa numa translação completa em volta do Sol, nascendo um novo ano.
A rodar XLV - Página 11 A0826750545_10
(INT Corporation, CD 70121-2)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 12:09

Ghost4u escreveu:
Possuo um exemplar da época, edição germana, que contém tal acessório. A bolacha mantém-se irrepreensível.

antpaubarcar escreveu:
Eu também tenho uma edição ''Japona'', (rima com Germana), sem fecho mas muito boa!

Felicito o amigo fantasma por tal posseção ... eu que não sou ném coleccionista ném fetichista, esse album no dia em que o possuir (em vinilo) deverà possuir tal acessorio, pois faz parte da historia da obra !!!

E se a bolacha estiver em boas condições ... nada terei a discutir, o ideal sendo uma capa "germana" com uma bolacha "japona" dentro lol!

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 12:13

TD124 escreveu:

(...) eu que não sou ném coleccionista ném fetichista, esse album no dia em que o possuir (em vinilo) deverà possuir tal acessorio, pois faz parte da historia da obra !!!

(...)

cheers

Quando visitamos Copenhaga tivemos na mão vários exemplares desse álbum com o fecho, em bom estado, preços acessíveis... dito isto, não trouxemos nenhum! A rodar XLV - Página 11 843159

Fica a dica. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 12:42

José Miguel escreveu:
...Quando visitamos Copenhaga tivemos na mão vários exemplares desse álbum com o fecho, em bom estado, preços acessíveis... dito isto, não trouxemos nenhum! A rodar XLV - Página 11 843159

Fica a dica. Wink

Olà José, eu não disse que seja caro ou raro pois é o album mais conhecido (e um dos melhores) dos Stones ... se a edição original (com o fecho éclair que se pode complétamente abrir ou fechar) é mais cara e rara, um edição com o fecho-éclair aberto de metade é acessivel (aceitàvel) mesmo com o disco em estado perfeito !...

Se não gostam dos Stones não é um problema de não o terem comprado ... mas se tal não é o caso, então perderam a oportunidade de possuir um dos melhores (e mais iconicos) albums do grupo, e também da historia do Rock A rodar XLV - Página 11 491368

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 13:02

Nós gostamos da banda, não somos fãs, mas gostamos. Acabamos por comprar coisas locais, bem sei que para algumas pessoas pode parecer estranho, mas entre esse álbum muito famoso e um nada famoso local, escolhemos o segundo. Wink

Em Nantes encontramos uma bela cópia do A Love Supreme, mas acabamos a trazer o álbum da Brigitte Fontaine.

Normalmente trazamos sempre um ou dois discos da viagem, tentamos que nos diga algo. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 14:08

TD124 escreveu:
Felicito o amigo fantasma por tal posseção ... eu que não sou ném coleccionista ném fetichista, esse album no dia em que o possuir (em vinilo) deverà possuir tal acessorio, pois faz parte da historia da obra !!!

Por não ser coleccionista, o grupo de amigos onde estou inserido e que gosta de vinílo, fica admirado quando dispenso um LP histórico. Recordo sempre que, a meu ver, ter um disco designado por bom e histórico de um grupo ou individualidade notável, não faz sentido possuir se desgosto do mesmo, pois limita-se a ocupar espaço ao invés de rodar agradavelmente no gira-bolachas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 15:04

José Miguel escreveu:
...Em Nantes encontramos uma bela cópia do A Love Supreme, mas acabamos a trazer o álbum da Brigitte Fontaine.

Normalmente trazamos sempre um ou dois discos da viagem, tentamos que nos diga algo. Smile

Eu também trago sempre alguns discos das viagens, mas muito raramente locais pois não é um "souvenir"! Geralmente aproveito que algumas obras que procuro estejam mais baratas ou numa edição de melhor qualidade...

Aprecio a personagem e por vezes a artista B. Fontaine ... então, visto que não gostam do Coltrane compreendo perfeitamente a troca  Laughing

Ghost4u escreveu:
...
Por não ser coleccionista, o grupo de amigos onde estou inserido e que gosta de vinílo, fica admirado quando dispenso um LP histórico. Recordo sempre que, a meu ver, ter um disco designado por bom e histórico de um grupo ou individualidade notável, não faz sentido possuir se desgosto do mesmo, pois limita-se a ocupar espaço ao invés de rodar agradavelmente no gira-bolachas.

Complétamente de acordo e aliàs, porque razão posseder uma obra qualquer que não seja desejada e escutada ?...
Eu não sou adepto ném fã dos Stones mas jà o disse que o Exile... é um dos raros discos que iria comigo para a ilha deserta e é assim mesmo. Tenho-o em re-edição e chega-me perfeitamente. No entanto o Sticky Fingers tém uma historia por detràs dessa capa que a torna parte integrante da obra. Como disse, se um dia dever possuir esse album ferei o esforço de o ter com uma capa original ou replicando-a ao melhor ... mas serà para escutà-lo tanto como qualquer outra obra para a qual tenho apreço, evidentemente Cool

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 16:04

O A Love Supreme chegará aqui, não duvidamos, mas aquela não era a sua hora. Wink

Porque o Coltrane é mais do que esse álbum, agora e em modo de pura fruição roda:
A rodar XLV - Página 11 Imag2210

(cremos ter encontrado melhor lugar para as colunas, ligeiramente mais afastada e um nadinha mais recuadas...) Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5621
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyTer Dez 31 2019, 20:29

Em 1990 surge um álbum preenchido com uma faixa. Ao longo de 3604 segundos é notória a veia experimentalista de Mike Oldfield, num registo que coloca à prova os sistemas hi-fi onde seja difundido.
A rodar XLV - Página 11 61SKCpm619L._SX355_
(Virgin, CDV 2640)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5017
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Jan 02 2020, 12:28

José Miguel escreveu:
...(cremos ter encontrado melhor lugar para as colunas, ligeiramente mais afastada e um nadinha mais recuadas...) Rolling Eyes

Uma fita de tapete de ginastica por detràs das colunas pode ajudar muito ... e apertar os parafusos dos altifalantes também  Wink

Ghost4u escreveu:
Em 1990 surge um álbum preenchido com uma faixa. ...
A rodar XLV - Página 11 61SKCpm619L._SX355_
(Virgin, CDV 2640)

Não conheço essa obra, mas do Mike Oldfield nunca consegui ir além do Tubular Bells que tive e escutei muito adolescente ... evidentemente que nessa época "levei" com o Moonlight Shadow e To France que passavam na radio. O percurso do Mike Oldfield, sém que seja unico, pareçe-me ser deveras singular  Neutral

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Jan 02 2020, 12:38

TD124 escreveu:


Uma fita de tapete de ginastica por detràs das colunas pode ajudar muito ... e apertar os parafusos dos altifalantes também  Wink

cheers
Ora aí está uma coisa que nunca me tinha passado pela cabeça... Vou verificar isso. Wink

Quando fomos tratar do gira-discos, em conversa surgiu a ideia de verificar as colunas... Elas estão quase a fazer 30 anos e não sei se olhar para o crossover está em falta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel

Mensagens : 6722
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 38
Localização : A Norte, ainda a Norte...

A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 EmptyQui Jan 02 2020, 12:50

Esta manhã, princípio de tarde, está a ser passada na lavandaria... Para me distrair puxei de um álbum nascido na/da nova cena Jazz Londrina.
A rodar XLV - Página 11 Screen23

É Jazz, mas tem os elementos de Electrónica, Hip-Hop, Ambient, ... Fusão de influências para nos proporcionar grandes paisagens, diferentes texturas, ... Grande álbum.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A rodar XLV - Página 11 Empty
MensagemAssunto: Re: A rodar XLV   A rodar XLV - Página 11 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A rodar XLV
Voltar ao Topo 
Página 11 de 21Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12 ... 16 ... 21  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral :: O que andam a ouvir (a rodar)-
Ir para: