Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio
Áudio Analógico de Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistarEntrar
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Alta fidelidade para assalariados

Ir para baixo 
+16
Studio 51
taunus
Goansipife
Pmoura43
José Miguel
mannitheear
Ghost4u
TD124
ricardo onga-ku
Alexandre Vieira
agorgal
Mário Franco
radamel
galvaorod
fredy
alexandremartins
20 participantes
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
José Miguel
Membro AAP



Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyDom Dez 09 2018, 05:12

rednef escreveu:
Meus caros, como parto do principio, que todos os que participam ativamente neste tópico têm conhecimentos suficientes para fundamentar as suas opiniões, penso que não será necessário falar em THD / Damping factor / SNR / Crosstalk, etc, mas se assim for necessário também o poderemos fazer. Quando falei na especificação 20-20 foi para dar apenas um exemplo, como é lógico existem muitas outras variantes que definem a qualidade da reprodução, o que eu digo é que chegando a um patamar, Rega Brio por exemplo(não considerado alta fidelidade pelo amigo José Miguel) a parte tecnológica do que vem a seguir não é justificativa de diferenças de preços que assistimos, já que ganhos no desempenho são muito relativos e variam sim com o gosto de cada um.

Eu creio ter percebido a sua posição e apenas segui com o exemplo - não me leve a mal por isso. Nenhuma (ou todas) das características que estão inscritas nos rótulos dos equipamentos nos dizem com efectividade quais as diferenças na reprodução propriamente dita.
Quando diz que a partir do Rega Brio já não há justificação para os preços que assistimos, eu não entendo. Mantenho a posição que expressei, nada tenho contra o Brio, mas há muito melhor e até dentro das fileiras da Rega. Dei o exemplo do Elicit-r, que é bem mais capaz do que o Brio, para justificar o que queria dizer com a questão de ser ou não ser Alta Fidelidade. Se o Conceito refere Alta, fica simples de perceber que existirão outros patamares de Fidelidade.

Vejo que acusa muito a questão dos preços, essa questão nunca me levou a escrever muito... não avaliei nenhum equipamento pelo preço e até referi um exemplo de colunas caras que se portaram de tal forma numa audição, que me levou a dizer que nessa situação (por aquela experiência!) elas não representariam Alta Fidelidade.

Deixa ainda uma questão que está muito bem resolvida pela Economia (teoria geral), que é a diferença entre a curva de preços e a curva de desenvolvimento tecnológico ou a curva de ganho. Existe algum exemplo (produto ou serviço) onde a curva de preço acompanha directamente a curva de qualidade ou desenvolvimento?

Quanto mais nos aproximamos da excelência, maior será a escalada do preço - que é como se costuma dizer, para se ganhar um pouquinho nos últimos metros é preciso um investimento cada vez maior.



Relativamente ao exemplo dos violinos mais uma vez deixe-me discordar, existem violinos com sons bastante diferentes no que toca ao seu detalhe e se é de detalhes que estamos a falar não reconheço exemplo no referido, não me diga que o som vulgarmente reconhecido por leigos na matéria como o som do violino, não é reproduzido em qualquer amplificador existente no mercado? Agora pergunto-lhe, consegue distinguir o som de um violino de uma viola d´arco que toca no registo do violino? Tenho as minhas dúvidas...

Volto a insistir na questão do Contexto... eu poderei nem distinguir Violinos de Contra-baixos numa dada nota, mas isso não significa que eu não consiga distinguir a forma como essa nota é reproduzida pelo amplificador A, B ou C. A menos que me julgue por surdo, peço-lhe que considere o exemplo: já comparamos o nosso amplificador com outros, com as mesmas colunas, mesmas fontes, mesmos cabos, mesma sala, ... mesmo em amplificadores semelhantes nas características no papel, havia diferenças perceptíveis na reprodução. Numa orquestra, por exemplo, havia diferenças como a separação entre instrumentos, fazendo com que uma "massa" de som se tornasse mais ou menos distintiva. Num álbum como Scott 4 o coro fazia muito mais sentido via um amplificador ou outro... em Lou Reed - Walk On The Wild Side era mais ou menos perceptível as mãos do Produtor (as vozes de coro, por exemplo), ...

Nunca experimentou isto? Ou seja, nunca experimentou diferenças de desempenho?

Outra questão é a de pensarmos se o preço a pagar vale a diferença... e foi por isso que referi os ordenados médios em Portugal, porque a nossa perspectiva de custo varia com o que ganhamos - eu ganho muito pouco, sinto o peso da compra, mas isso não me impossibilita de ouvir.


Relativamente às gravações e ao consenso de boa ou má gravação, mais uma vez tenho que discordar, se pensar na sua afirmação verá que o resultado de tal critica é baseado não na verdade absoluta da tentativa de reprodução o mais colada ao que foi gravado mas sim o resultado de um gosto pessoal, quantas gravações saem do estúdio com supostos problemas de masterização, que não são mais do que o resultado pretendido na altura...

Peço-lhe que leia novamente o que escrevi.

Eu não falei em "verdade absoluta", desde logo porque concordei consigo na questão do Conhecimento único para cada pessoa - sendo assim, a Verdade Absoluta é para outro tipo de Ser...

O que eu disse e repito é: se pegarmos num álbum que esteja mal gravado (ao vivo há muitos) e o dermos a ouvir a muita gente habituada a ouvir Música gravada num qualquer suporte, teremos uma opinião maioritária ou consensual. Isto acontece porque, apesar de cada um conhecer de forma única, há coisas que nos unem no acto de conhecer, referi a Educação, o Ensino, a Cultura, ... caso não fosse assim, seria IMPOSSÍVEL Comunicar sem pegar na coisa e a mostrar.

Por exemplo, para falarmos da Serra da Estrela, teríamos que estar os dois perante ela... ora, não é necessário eu pegar na Serra da Estrela e a colocar aqui para perceber de que Serra falo.



Como disse no meu post, hoje em dia, grande parte das músicas, são gravadas com instrumentos virtuais (VST´s e companhia) nem sequer são instrumentos reais, quando estas utilizam instrumentos reais, estes sofrem mutações até chegar ao produto acabado, logo a primeira passa pela captação, que é o resultado das caracteristicas do microfone, prés e posterior equalização, só neste primeiro passo o som resultante já é diferente do que foi captado, imaginem no final do processo... não me venham novamente com "o mais semelhante ao que foi gravado" isso é pura treta!

O que está gravado é igual para todos os que compram um álbum, não interessa se compramos um álbum de Clássica totalmente gravado com instrumentos reais ou um álbum de Música Electrónica completamente conseguido pelo uso de um computador. Foi por isto e pela questão do Conhecimento que afirmei que não interessava falar do Estúdio.

Ou seja, se o álbum, gravado é igual para todos, é possível verificar a reprodução - melhor ou pior - mediante o uso de vários aparelhos, assim como é possível falar do álbum entre várias pessoas.


Ao amigo Pmoura, que eu saiba a Behringer ainda não entrou no Hi-fi logo não me parece que a ironia associada seja válida... em todo o caso convido-o a ouvir alguns amplificadores feios, relativamente baratos, construidos para PA mas que devido a terem pouca potência acabaram por ser utilizados em estudio, pode ser que tenha uma surpresa e comece a ouver as coisas de forma diferente.

A titulo de curiosidade, sabem quais os limites de frequencia audiveis por nós meros humanos? sabem por exemplo a amostragem a que são gravadas as músicas em estudio? sabem a compressão feita para serem "impressas" nos formatos que conhecemos? Ou são daqueles que têm um DAC super especial que que lê ficheiros e faz conversões a 32bits e 192Khz (ou mais) e reproduz um cd a 16bit, ou ouve spotify(eu também o ouço)?
Ir para o topo Ir para baixo
rednef
Membro AAP
rednef


Mensagens : 729
Data de inscrição : 20/03/2012
Localização : Quinta do Conde

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyDom Dez 09 2018, 12:37

A lição que tiro desta pequena "conversa" é que os seus conhecimentos de economia são demasiado altos para os meus conhecimentos de música. Peço desculpa mas à semelhança de outros aqui, desisto... Boas audições para si!
Ir para o topo Ir para baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
ricardo onga-ku


Mensagens : 6017
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyDom Dez 09 2018, 21:44

José Miguel escreveu:
José Miguel escreveu:

(...)
No que toca a reconhecer... bem, quantas vezes já se afirmou que não há duas pessoas a Conhecer de forma igual no Mundo!?!?!?!? Mesmo que estivessem dentro do estúdio duas pessoas e ouvissem depois a mesma reprodução... bem, não ouviriam da mesma forma desde o início e por isso essa questão tem que ser resolvida de outra forma: apesar de conhecermos de forma diferente (objectivamente), nós temos um Conhecimento aproximado pela Cultura, Educação, ...

Nós devemos ser capazes, como bases semelhantes, de reconhecer entre dois equipamentos qual o melhor, o que é capaz de se aproximar mais do som característico de um instrumento (por exemplo).

Os Violinos não são todos iguais, bem sei, mas não temos que ouvir todos os Violinos do Mundo para reconhecer o seu som, pois não?


Infelizmente a tecnologia de ponta tem um preço e para mim o High End é como um laboratório onde se testam todas as possibilidades, sendo que no final haverá bons e maus resultados, novos caminhos de investigação abertos e experiências para esquecer.  

rednef escreveu:
Caro Gonçalo partilho da tua opinião, acrescento ainda:

- No mercado do suposto high-end a maior parte do gasto está na "beleza" do equipamento e não na tecnologia, quem pensa o contrário, convido a abrir um fantastico amplificador / pré / leitor de cds e até mesmo o caso dos fantásticos gira discos com aspeto galático e posinhos de prelimpimpim, depois percebe-se facilmente que uma caixa em aluminio toda bonita é cara, que o acabamento espelhado das colunas também se paga, se isso é o high end... para mim é high budget, contrariamente ao que foi aqui defendido por alguns, a definição de alta fidelidade é fácil de perceber, quando este conceito foi implementado ouvia-se música em gramophones e em mono, não é necessário ter um curso superior para perceber de onde veio a definição de alta fidelidade.

- Quanto à questão da reprodução fiel... bem essa ainda é uma caça às bruxas melhor... sabem certamente que todos os aparelhos hoje fabricados tem que corresponder a normas? não existem no mercado amplificadores(por exemplo) que não respondam às frequencias 20-20 com um desvio infimo? Sabem certamente que todos os instrumentos captados em estudio numa gravação são processados na hora certo? Isto para não falar que hoje em dia nem instrumentos reais são...
Também sabem que o nosso aparelho auditivo e a percepção sonora de cada um é singular e varia de pessoa para pessoa?

Agora outra história é se eu gosto de música mais ou menos dinâmica, se eu gosto mais ou menos de graves, se eu gosto mais de musica recuada ou frontal... não venham é com a história da reprodução da música o mais parecida com o que foi gravado... isso é areia para os olhos!

E ao amigo José Miguel, se acha que por ouvir um violino conhece o som dos violinos responde de uma forma simples e o mais errada possível justificando algumas das suas opiniões pessoais!

A conversa continua animada e ainda bem!

Permita-me chamar a sua atenção para algo simples como é o contexto em que está escrita uma frase, nomeadamente a que refere os violinos. Eu vinha de dizer algo muito semelhante ao que diz (a negrito e sublinhado), contudo, sabendo que cada um Conhece de forma Única, também sei que todos os que crescem dentro de uma Cultura atribuem Significados e Referências semelhantes...

O exemplo dos violinos é simples e ajuda a perceber o que muitos aqui afirmam: em casa interessa tentar reproduzir o que está gravado.

Como se chega à conclusão que o gravado é bom ou nem por isso?
Porque temos referências.

Como é que várias pessoas chegam a acordo que um álbum está bem ou mal gravado?
Porque têm referências semelhantes - devido à Cultura, Educação...


Não sei se continua a pensar que estou errado, mas o exemplo que eu dei refere um tipo de Instrumento, um que se distingue da Viola de Arco, do Violoncelo ou do Contra-baixo... por exemplo. Quando afirmo que não necessitamos de conhecer todos os violinos do mundo para conseguirmos perceber o que podemos esperar em termos de som, não estou a dizer que todos os violinos irão produzir exactamente o mesmo som, antes que partilharão características que participam da definição desse instrumento.



Eu percebo as suas generalizações (que em si são erros de pensamento, mas normais em todos nós - todos fazemos generalizações), com alguns dos princípios eu concordo, com outros não. Quando diz que hoje os equipamentos têm que seguir regras, eu concordo. Já aqui disse que hoje os consumidores estão mais protegidos e a Qualidade é hoje globalmente melhor. Mas o simples facto dos amplificadores (seguindo o exemplo) apresentarem essa característica 20/20 com desvio mínimo não quer dizer nada. É um bom princípio, mas essa característica isolada não nos diz mais do que a banda que ele é capaz de reproduzir. Por exemplo, não nos diz que colunas deverá ter emparelhadas, que sala, que fonte, ... para que tudo corra bem (todos sabemos que o segredo passa muitas vezes pela junção das peças certas).


Eu não sei se é preciso um curso para se perceber o que é Alta Fidelidade, mas mesmo sem curso nenhum eu sei que os Conceitos são abertos e mudam com o tempo... Alta Fidelidade nos anos 60 poderia ser definida com as mesmas palavras que é definida hoje, mas essas mesmas palavras não terão o mesmo Significado e Referência.

Como bem diz, nós não conhecemos todos da mesma forma e nos anos 60 as pessoas não tinham acesso ao Conhecimento que temos hoje! Wink

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 4019496139

Não se trata de conhecer o som de todos os violinos mas de saber como soa um violino, até porque a posição do microfone em relação ao violino e a resposta do mesmo irão sempre "colorir" o som gravado...

A avaliação subjectiva ou escuta é uma comparação daquilo que estamos a ouvir com experiencias prévias, experiencias de som reproduzido e de som ao vivo, as nossas referencias.
A experiencia de som ao vivo é importante para determinar o realismo ou naturalidade da reprodução mas isso requer a utilização de gravações adequadas para o efeito.
Depois importa também saber identificar problemas no desempenho e com a ajuda de medições tentar identificar as causas.
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Interessante    Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyQui Jan 07 2021, 21:59

Boa noite a todos. Este thread chamou-me a atenção e fez-me ingressar no fórum.
Como interessado no tema e em adquirir elementos de hi-fi, preciso de ouvir a opinião de conhecedores. Além de não ser conhecedor, sofro do problema de não ter acesso à experimentação e audição antes da compra de produtos de alta fidelidade. Comprei umas colunas baseadas em reviews, comprei um amplificador baseado em reviews, comprei um Dac em segunda mão baseado em reviews, e agora preciso de adquirir uma fonte. Não sei se compre um leitor de CD, se compre um receptor de rede... Enfim, sei muito pouco. Obrigado por sugestões.

Alexandre Vieira gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira


Mensagens : 8395
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 51
Localização : The Other Band

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyQui Jan 07 2021, 22:30

Ricardo Lopes escreveu:
Boa noite a todos. Este thread chamou-me a atenção e fez-me ingressar no fórum.
Como interessado no tema e em adquirir elementos de hi-fi, preciso de ouvir a opinião de conhecedores. Além de não ser conhecedor, sofro do problema de não ter acesso à experimentação e audição antes da compra de produtos de alta fidelidade. Comprei umas colunas baseadas em reviews, comprei um amplificador baseado em reviews, comprei um Dac em segunda mão baseado em reviews, e agora preciso de adquirir uma fonte. Não sei se compre um leitor de CD, se compre um receptor de rede... Enfim, sei muito pouco. Obrigado por sugestões.

Boa Noite e Bem vindo, temos aqui uma tradição secular no fórum que é apresentar-mo-nos. Quando tiver um bocadinho faça-o na secção para o efeito. Muito obrigado.

Relativamente à sua pergunta penso que seria melhor dizer-nos quais os elementos que tem, e por outro lado porque tem dúvidas entre um leitor de cd ou receptor de rede.

Ou seja tem muitos cd´s na coleção? Se sim valerá a pena ouvir a sua colecção se não tem então mais vale ouvir em streaming.

Eu pessoalmente prefiro o formato físico, mas existem por aqui muitos companheiros que são adeptos do streaming e segundo eles com bons resultados. Alta fidelidade para assalariados - Página 6 22692
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyQui Jan 07 2021, 23:17

Boa noite e obrigado pela receção. Irei apresentar-me no sítio respetivo já de seguida.
Tenho um par de colunas monitor audio bronze 6, um rega elex-r, um arcam rdac que recebe o digital de um leitor velhinho de DVD yamaha.
Tenho alguns cds mas começo a ter tudo em ficheiros flac. Os respetivos aos meus cds e outros que vou conseguindo..
Estou a pensar entre comprar um leitor de CD de qualidade minima ou passar para o receptor de rede/streamer.
A ideia é conseguir melhor qualidade de som e maior versatilidade. Partindo do princípio que vou manter as colunas e o amplificador, estou a ponderar portanto fazer o upgrade do leitor de DVD mais o Dac. Claro que o fator preço é sempre uma condicionante. Obrigado pelas opiniões/sugestões...
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySex Jan 08 2021, 21:15

Alexandre Vieira escreveu:
Ricardo Lopes escreveu:
Boa noite a todos. Este thread chamou-me a atenção e fez-me ingressar no fórum.
Como interessado no tema e em adquirir elementos de hi-fi, preciso de ouvir a opinião de conhecedores. Além de não ser conhecedor, sofro do problema de não ter acesso à experimentação e audição antes da compra de produtos de alta fidelidade. Comprei umas colunas baseadas em reviews, comprei um amplificador baseado em reviews, comprei um Dac em segunda mão baseado em reviews, e agora preciso de adquirir uma fonte. Não sei se compre um leitor de CD, se compre um receptor de rede... Enfim, sei muito pouco. Obrigado por sugestões.

Boa Noite e Bem vindo, temos aqui uma tradição secular no fórum que é apresentar-mo-nos. Quando tiver um bocadinho faça-o na secção para o efeito. Muito obrigado.

Relativamente à sua pergunta penso que seria melhor dizer-nos quais os elementos que tem, e por outro lado porque tem dúvidas entre um leitor de cd ou receptor de rede.

Ou seja tem muitos cd´s na coleção? Se sim valerá a pena ouvir a sua colecção se não tem então mais vale ouvir em streaming.

Eu pessoalmente prefiro o formato físico, mas existem por aqui muitos companheiros que são adeptos do streaming e segundo eles com bons resultados. Alta fidelidade para assalariados - Página 6 22692



Alexandre Vieira Eu não descarto a opção do leitor de CD... Considerando a minha fonte (leitor DVD yamaha + arcam rdac), que leitor de CD, com preço acessível, melhoraria a qualidade de forma notória?

Obrigado
Ir para o topo Ir para baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u


Mensagens : 9833
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySex Jan 08 2021, 21:42

Rotel RCD-965BX (https://www.olx.pt/anuncio/rotel-rcd-965bx-limited-edition-IDG8v33.html#328811c498), RCD-991 (https://www.olx.pt/anuncio/rotel-leitor-de-cd-rcd-991-IDE3QF1.html#b380d28f24) ou Philips CD-850 (https://www.olx.pt/anuncio/philips-cd-850-leitor-de-cds-vintage-IDFV0g8.html#fe49859146).

Ricardo Lopes gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySex Jan 08 2021, 22:02

Muito obrigado pelas sugestões. Estas opções conseguem melhor resultado do que o obtido pelo meu DAC?
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySex Jan 08 2021, 22:05

Estes leitores, que concerteza foram referências, ou ainda são, conseguem melhor resultados que alguns marantz que andam por aí a ganhar prémios por volta de 500€?
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySex Jan 08 2021, 22:16

Muito obrigado pelas sugestões. Estas opções conseguem melhor resultado do que o obtido pelo meu DAC?
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 00:24

O Ricardo Lopes faz perguntas complicadas, mas uma delas pode ser respondida por si com uma pequena experiência antes da compra: leve o seu DAC e escute a mesma faixa com o leitor de CD sozinho e novamente com o leitor de CD ligado ao seu DAC (ficando assim o leitor de CD como transporte).


O seu leitor de DVD permite ligar ao DAC (via coaxial ou óptico)? Já experimentou tal coisa?
Seria interessante você perceber o que vale o seu DAC externo versus o DAC do DVD que tem, pode ajudar a escolher um leitor de CD ou ficar quieto com o que tem.

Fica a ideia.
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 01:07

Obrigado. Um grande problema que tenho é que não tenho como experimentar produtos. Hoje em dia infelizmente quase não há espaços comerciais com possibilidade de audição. O que eu tenho é precisamente o que diz: o meu medianissimo leitor yamaha de DVD está a enviar o digital para o Dac. Sem o dac arcam, o som é fraquissimo. Daí eu ter solicitado opiniões de conhecedores.
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 01:28

Assim sendo, basicamente o que ouve é o resultado do seu DAC.

Permita-me as perguntas: sente diferenças entre streaming+DAC ou DVD+DAC? Gosta do som do seu DAC?

Eu não conheço muitos leitores de CD, mas como todos os componentes, eles foram sofrendo evoluções. Os actuais têm DACs mais precisos, mais próximos do seu. Os antigos poderão dar-lhe um som diferente, mas depende do que procura como resultado.

Testar não é fácil, mas se partir para algo usado, aconselho a testar tal como hoje faz com o seu DVD, pois assim saberá se vale ou não a pena investir num leitor de CD.

Não sei de onde é, mas talvez ajude partilhar para que outros possam partilhar referências de anúncios e algumas palavras.
Ir para o topo Ir para baixo
fredy
Membro AAP
fredy


Mensagens : 5094
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 59
Localização : Casal do Marco - Seixal

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 10:09

Olá

O leitor da Philips...
https://www.olx.pt/anuncio/philips-cd-850-leitor-de-cds-vintage-IDFV0g8.html#3909ae8f23
que se encontra em venda não tem nada a ver com o Philips 850 MKII esse sim uma grande máquina, o 850 é inferior mas é tudo uma questão de gosto pessoal.

Fredie

O Audio é tramado... o que uns adoram... outros detestam...

Ricardo Lopes gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira


Mensagens : 8395
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 51
Localização : The Other Band

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 13:17

Ricardo Lopes escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:
Ricardo Lopes escreveu:
Boa noite a todos. Este thread chamou-me a atenção e fez-me ingressar no fórum.
Como interessado no tema e em adquirir elementos de hi-fi, preciso de ouvir a opinião de conhecedores. Além de não ser conhecedor, sofro do problema de não ter acesso à experimentação e audição antes da compra de produtos de alta fidelidade. Comprei umas colunas baseadas em reviews, comprei um amplificador baseado em reviews, comprei um Dac em segunda mão baseado em reviews, e agora preciso de adquirir uma fonte. Não sei se compre um leitor de CD, se compre um receptor de rede... Enfim, sei muito pouco. Obrigado por sugestões.

Boa Noite e Bem vindo, temos aqui uma tradição secular no fórum que é apresentar-mo-nos. Quando tiver um bocadinho faça-o na secção para o efeito. Muito obrigado.

Relativamente à sua pergunta penso que seria melhor dizer-nos quais os elementos que tem, e por outro lado porque tem dúvidas entre um leitor de cd ou receptor de rede.

Ou seja tem muitos cd´s na coleção? Se sim valerá a pena ouvir a sua colecção se não tem então mais vale ouvir em streaming.

Eu pessoalmente prefiro o formato físico, mas existem por aqui muitos companheiros que são adeptos do streaming e segundo eles com bons resultados. Alta fidelidade para assalariados - Página 6 22692



Alexandre Vieira Eu não descarto a opção do leitor de CD... Considerando a minha fonte (leitor DVD yamaha + arcam rdac), que leitor de CD, com preço acessível, melhoraria a qualidade de forma notória?

Obrigado

O Dac que tem é muito jeitoso, mas infelizmente não depende só do dac o resultado final. Diga-me porque sente necessidade de mudar, o som é frio, pouco preciso?
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7264
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySab Jan 09 2021, 17:53

Ricardo Lopes escreveu:
... Tenho alguns cds mas começo a ter tudo em ficheiros flac. Os respetivos aos meus cds e outros que vou conseguindo..
Estou a pensar entre comprar um leitor de CD de qualidade minima ou passar para o receptor de rede/streamer.
A ideia é conseguir melhor qualidade de som e maior versatilidade. ...

Caro Ricardo Lopes ... se afirma ter poucos CD's e que os poucos que tém jà estão copiados em flac, mais outros ficheiros que arranjou, então comprar um leitor de CD não o vai levar a lado nenhum, compre um leitor de rede de qualidade e basta. Visto que busca a qualidade de som e a versatilidade tal é o caminho natural ... um leitor de CD sò lê CD's e voçê diz ter poucos ora que um leitor de rede permite-lhe de ler os seus ficheiros, mesmo em alta definição, de fazer streaming, escutar as webradios e consoante o modelo pode servir de servidor musical e de partilhar a sua discoteca com os amigos ...

Alexandre Vieira e Ricardo Lopes gostam desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyDom Jan 10 2021, 21:49

Caro TD124, muito obrigado pela resposta bastante objetiva. Faço uma pergunta que pode ser básica mas não sei mesmo a resposta: qualquer streamer atual me dará melhor performance do que a situação que uso atualmente? : faço streaming do meu telemóvel para o meu DAC arcam rdac.

Como não tenho experiência em hifi nem tenho possibilidade de fazer audição de produtos, é uma grande dúvida que tenho é que me faz hesitar em investir num Streamer qualquer.

Muito obrigado desde já pelas respostas.
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptyDom Jan 10 2021, 21:59

José Miguel escreveu:
Assim sendo, basicamente o que ouve é o resultado do seu DAC.

Permita-me as perguntas: sente diferenças entre streaming+DAC ou DVD+DAC? Gosta do som do seu DAC?

Eu não conheço muitos leitores de CD, mas como todos os componentes, eles foram sofrendo evoluções. Os actuais têm DACs mais precisos, mais próximos do seu. Os antigos poderão dar-lhe um som diferente, mas depende do que procura como resultado.

Testar não é fácil, mas se partir para algo usado, aconselho a testar tal como hoje faz com o seu DVD, pois assim saberá se vale ou não a pena investir num leitor de CD.

Não sei de onde é, mas talvez ajude partilhar para que outros possam partilhar referências de anúncios e algumas palavras.

Esqueci-me de lhe responder ao ponto acerca do que melhor me parecem as minhas soluções. Não tenho dúvidas que o leitor de DVD + Dac tem muito melhor qualidade que o telemóvel +Dac...

Obrigado novamente.
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7264
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 08:46

Ricardo Lopes escreveu:
... Faço uma pergunta que pode ser básica mas não sei mesmo a resposta: qualquer streamer atual me dará melhor performance do que a situação que uso atualmente? : faço streaming do meu telemóvel para o meu DAC arcam rdac. ...

Caro Ricardo Lopes ... eu nunca fiz ném nunca ouvi musica em streaming a partir de um telémovel ... foi sempre com aparelhos de sala (streamers) ou com computadores. Apesar disso, teria tendência a dizer que hà menos diferenças sonoras entre streamers do que entre Dacs ... eu nunca notei uma grande diferença entre um streamer e um computador bem afinado por exemplo! Que não possa fazer escutas é verdadeiramente um problema pois voçê jà tém um sistema de qualidade e seria pena de introduzir um aparelho que o desiquilibre Wink
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 11:34

Tenho seguido esta conversa por ter interesse nela, já tentei ler sobre o assunto e quase sempre se vai parar ao mesmo: entrar no caminho de um streamer é para criar algo complexo.

Paulo, um telefone de hoje (não precisa ser dos mais caros) é basicamente um computador. Aqui em casa pegamos no meu antigo telefone, limpamos todas as aplicações possíveis, ficaram as mais básicas... a fazer streaming por ele ou pelo computador não noto diferenças (pelo menos que sejam dignas de registo usando Tidal). Smile

Já li maravilhas sobre o uso de programas como o audirvana no PC, é possível testar um mês gratuitamente. Este tipo de programa será melhor para uma biblioteca hospedada num disco... creio que é isso.

O Paulo ou outras pessoas que usem, notam uma grande diferença (de registo notório) entre o PC ligado ao DAC e o uso de um dispositivo dedicado (seja o básico raspberry ou outros mais desenvolvidos)?

Ricardo Lopes gosta desta mensagem

Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 11:38

Ricardo Lopes escreveu:


Esqueci-me de lhe responder ao ponto acerca do que melhor me parecem as minhas soluções. Não tenho dúvidas que o leitor de DVD + Dac tem muito melhor qualidade que o telemóvel +Dac...

Obrigado novamente.
Eu não tenho como fazer essa experiência, mas fico curioso com o resultado.

Os níveis de som/volume foram igualados para testar? Usou as mesmas masterizações/edições dos álbuns quando testou?


Sendo o DAC o mesmo, o ficheiro semelhante (mesma edição e tamanho) e igual nível de som, pensei que iria encontrar diferenças mínimas.
Ir para o topo Ir para baixo
TD124
Membro AAP
TD124


Mensagens : 7264
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 56
Localização : França

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 13:38

José Miguel escreveu:
Tenho seguido esta conversa por ter interesse nela, já tentei ler sobre o assunto e quase sempre se vai parar ao mesmo: entrar no caminho de um streamer é para criar algo complexo. ...

Eu sempre digo que o audio é algo de complexo e peso as minhas palavras ... dou como exemplo esta tua simples intervenção e que tive que a cortar em quatro, guardando-a na integral, para poder dar uma resposta objectiva. Visto que sabes que o audio é a minha profissão, podes imaginar a quantidade de perguntas que tenho todos os dias e a quantidade de vinho necessario para hidratar a garganta durante essas conversas! Ontém entre amigos num almoço um deles que quer se iniciar no vinil, ora que jà tém um grande sistema com três streamers, perguntou-me qual é a maneira mais simples e qualitativa para entrar nessa fonte analogica ao qual respondi: Depende do tipo de gira que queres, do tipo de braço, do tipo de célula, do tipo de phono, do tipo de ergonomia e finalmente do tipo de som que buscas e arrematei ... para cada resposta é-me necessario dias de conversa contigo para que ela seja justa e ponderada! Ele riu ... eu menos pois vou ter que explicar passo a passo a coisa pois ela não é nada simples!...

No digital actual a coisa é mais ou menos a mesma ... é possivel de "streamar" com um portamovel, com um computador, com um Raspberry e equivalentes, com um aparelho especifico e cada escolha vai induzir as escolhas seguintes! Efectivamente pode pareçer complexo ... para um amador de vinis é simplesmente um caminho jà conhecido, natural e obrigatorio  Wink

José Miguel escreveu:
... Paulo, um telefone de hoje (não precisa ser dos mais caros) é basicamente um computador. Aqui em casa pegamos no meu antigo telefone, limpamos todas as aplicações possíveis, ficaram as mais básicas... a fazer streaming por ele ou pelo computador não noto diferenças (pelo menos que sejam dignas de registo usando Tidal). Smile ...

Esta frase e que é uma das mais trocadas nos forums cria-me sempre um sentimento de impotência e de incompleto. Que tu me digas que sentes diferenças ou o contrario (são as principais frases dos forums), eu não estou presente e não posso opinar então nesses casos direi como sempre: Se não sentes diferenças e estàs contente então deixa-te estar como estàs, se for ao contrario tenta compreender e remediar o assunto! Ontém na casa do amigo em questão sò ouvimos musica em streaming e comparà-mos três streamers de topo ... hà diferenças audiveis é certo! Se tu não sentes diferenças então deixa-te estar como estàs, não hà necessidade de complicar o que é simples  Laughing

José Miguel escreveu:
... Já li maravilhas sobre o uso de programas como o audirvana no PC, é possível testar um mês gratuitamente. Este tipo de programa será melhor para uma biblioteca hospedada num disco... creio que é isso. ...

Os players ou programas de leitura (Audirvana, Aimp, Foobar, Volumio, Roon e etc...) são o equivalente da célula no vinil ... são eles que fazém a decodificação do ficheiro que este esteja em streaming ou em local. Consoante os algoritmos utilisados e a adaptação com os processadores das maquinas, assim que a afinagem, os resultados podem variar e muito. Para uma biblioteca hospedada, é o meu caso, encontrar o player ideal é uma obrigação ora no streaming jà é um pouco diferente pois o Tidal, e os outros, jà tém o seu proprio player ... se não é possivel de o contornar e utilisar outro player no lugar ficas dependente da qualidade do player do fornecedor de streaming. Poderia dizer que não gosto do Audirvana mas seria complicar e entrar em debates sém saida. Da mesma maneira que escolheste uma célula, escolhe um player e se estiveres contente deixa-te ficar assim Laughing

PS: Leste maravilhas mas jà o experimentaste?... jà o comparaste com os outros?... pois sò isso tém sentido! Eu, em quinze anos de desmaterialisação jà li e entendi tudo e mais alguma coisa sobre os players (sobre as células também), mas os meus sentidos ném sempre estiveram de acordo com o que leio ou li  Wink

José Miguel escreveu:
... O Paulo ou outras pessoas que usem, notam uma grande diferença (de registo notório) entre o PC ligado ao DAC e o uso de um dispositivo dedicado (seja o básico raspberry ou outros mais desenvolvidos)?

O basico raspberry com a boa carta de conversão digital (allodigione), o bom player e uma alimentação linear digna desse nome é das melhores coisas que jà escutei ... jà começa a ser caro mesmo feito em DIY ... o PC é quase sempre ligado em USB e continuo a não gostar desse tipo de ligação fora com processadores USB discretos do tipo Henry Audio ... então muitas vezes as diferenças não estão ligadas ao tipo de aparelho que faz o streaminga mas ao tipo de ligação com o Dac (coaxial, usb, optico e etc) e sobretudo às afinagens do proprietario!...

Hà pessoas que com uma faca cortam-se os dedos em vez de cortar o chouriço ... hà outras que não! Eu jà ouvi giras TD124 ou Pink Triangle a soar muito mal, jà ouvi células Dynavector a soar muito mal também ... a culpa não era dos giras ném da célula, no digital é a mesma coisa mas mesmo mal afinado este ultimo soa sempre melhor que o vinil igualmente mal afinado, é uma avantagem e uma simplificação! Existém diferenças entre os leitores digitais (streamer, computador, raspberry e afins...) mas não analisei suficientemente para saber se são as maquinas ou os proprietarios os principais responsaveis ... como no vinil diria que são os dois Laughing
Ir para o topo Ir para baixo
Ricardo Lopes




Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/01/2021

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 14:11

José Miguel escreveu:
Tenho seguido esta conversa por ter interesse nela, já tentei ler sobre o assunto e quase sempre se vai parar ao mesmo: entrar no caminho de um streamer é para criar algo complexo.

Paulo, um telefone de hoje (não precisa ser dos mais caros) é basicamente um computador. Aqui em casa pegamos no meu antigo telefone, limpamos todas as aplicações possíveis, ficaram as mais básicas... a fazer streaming por ele ou pelo computador não noto diferenças (pelo menos que sejam dignas de registo usando Tidal). Smile

Já li maravilhas sobre o uso de programas como o audirvana no PC, é possível testar um mês gratuitamente. Este tipo de programa será melhor para uma biblioteca hospedada num disco... creio que é isso.

O Paulo ou outras pessoas que usem, notam uma grande diferença (de registo notório) entre o PC ligado ao DAC e o uso de um dispositivo dedicado (seja o básico raspberry ou outros mais desenvolvidos)?

Quando uso streaming a ideia é usar serviço de alta qualidade (tidal) ou usar os meus ficheiros de som flac.

Daí a minha grande duvida: usando o telemóvel e um Dac jeitosinho como é o meu DAC arcam rdac, de que streamer precisarei para fazer um upgrade que valha o dinheiro?

Obrigado
Ir para o topo Ir para baixo
José Miguel
Membro AAP
José Miguel


Mensagens : 8805
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 40
Localização : A Norte, ainda a Norte...

Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 EmptySeg Jan 11 2021, 20:30

TD124 escreveu:


Eu sempre digo que o audio é algo de complexo e peso as minhas palavras ...
(...)

Eu cortei quase tudo, mas li com atenção, apenas não queria deixar a mensagem com a citação longa. Wink

Deixei essa frase pois quero deixar claro que não olho para o áudio via digital de forma simplista, apesar dele poder entregar bons resultados de forma simples (coisas diferentes). Um serviço de streaming + um telefone/computador + um DAC ligado a um sistema de sala ou auscultadores são um belo pontapé de saída - é mais simples ter bons resultados face ao vinil e gira-discos e com muito menos investimento pessoal e financeiro.

Eu não parti para descarregar o audirvana ou outro player dedicado e pago, já escrevi sobre isso no tópico que iniciei. Optei por um player grátis (o MusicBee) que me permite ter uma boa ligação com o DAC (o que estava no computador não permitia a boa leitura do tamanho dos ficheiros, por exemplo). A questão para mim é simples: neste momento não tenho uma centena de faixas no computador, logo não faz sentido estar a pensar nisso.
Bem sei que poderei ir à internet descarregar álbuns, mas nunca foi coisa que fizesse e não me parece que vá começar agora. Assim sendo, a assinatura Tidal será para manter e com tempo logo se vê.

Quando eu sugeri o player, até o raspberry, fiz com a conversa deste tópico em mente, assim como todos os intervenientes. Do que fui lendo, inclusive lançaram-me esse desafio no outro tópico, esse será o caminho mais económico, mas complexo... complexo pois depende muito do empenho do proprietário para fazer do raspberry o que ele pode ser.


Eu referi que entre o telefone e o computador não escuto diferenças dignas de registo e mantenho. Não é conversa de fóruns, pois o que eu mais leio é que as diferenças aparecem - eu não me envergonho por não as ouvir, mas isto não é fruto da falta de empenho, passo a explicar.

O meu actual telefone (Samsung de baixa gama) é uma porcaria, funciona nas operações básicas que é para o que preciso, mas tudo o resto é mau. Para ligar ao DAC eu fui recuperar o htc, o meu antigo e que tem uma boa capacidade para Música. O htc está vazio, quando corre o Tidal pouco mais corre (apenas não apaguei o que não podia). Face ao computador que temos em casa, nada especial, o telefone até parece ser capaz de introduzir mais "ar" na reprodução, ora isto significaria que ele é capaz de trabalhar melhor uma zona precisa do espectro de som (as altas frequências)... pode ser mania, placebo... a diferença não é muito significativa e por isso não me encontro em posição de dizer algo diferente do que escrevi antes. Para usar Tidal (ou outra plataforma de streaming), um computador ou um telefone jeitoso podem ser o tal pontapé de saída.

Eu sigo atento tópicos sobre "computer-fi" ou digital faz tempo, o Ricardo dedicou muito tempo a tentar partilhar conhecimento. É mesmo pelas condições que temos aqui em casa que não vejo a evolução acontecer nos próximos tempos, mas se algo mudar não direi que não. A compra do DAC veio revelar como é possível ter uma bela experiência e escutar Música que não temos fisicamente connosco, elevar esta experiência requererá algum empenho extra e ele aparecerá, assim que aparecerem as condições e oportunidades. Wink
Ir para o topo Ir para baixo
Conteúdo patrocinado





Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Alta fidelidade para assalariados   Alta fidelidade para assalariados - Página 6 Empty

Ir para o topo Ir para baixo
 
Alta fidelidade para assalariados
Ir para o topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissões neste fórumVocê não pode responder aos tópicos
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: