Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalPublicaçõesRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

 

 Quem disse que os cabos não fazem diferença'

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
Único
Membro AAP


Mensagens : 54
Data de inscrição : 26/08/2018

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 28 Set - 20:21

mannitheear escreveu:
Único escreveu:

Eu tento utilizar tudo o que está ao meu alcance para colocar o som em casa de "alta fidelidade" doméstica a soar como se estivesse no concerto com os artistas na minha frente.

Dear Único,

reading this topic after vacancies I was a bit surprised by the imaginary fronts that were put up here, because can assure you that I listened actually to a system by TD124 and it could exactly did that: it did put the artists in front of me, as natural breathing as I ever heard a domestic reproduction of music.

But the mentioned system can only do this with recordings where the natural sound is already captured well.

What would happen if one wanted to play a flawed, let's say colored and compressed recording in a way that it sounds natural and dynamic? Perhaps it's possible, but it will alter the signal in a way that it would certainly screw up a recording which is already good. Theoretically the system could be tuned to the diverse needs of each recording which would require a lot of work and the skills of a mastering engineer.

Regards, Manfred

Thank you dear mannitheear...

First I am not a good English writer, you must take that in account...

Overall I agreed with you... But I must say that "we" (the home hifi owner and builder) must be a "music selector" and a "quality selector" (this in general).

I have said that we must NOT buy bad music (even very well recorded!) and that good music poorly recorded must be avoided too... Why!??? By the same reason that we like listen to a very good quality musical concert! Or avoided bad live productions!

The ONLY way in order to make a good judgement about all this... Are at live concert hall's... After a dozen of live musical performances, we begin to understand that the artist use to make very good live productions... After a more dozens, we understand the sound  engineers signatures... And at the same time, we could identify that there are very good hardware sound reinforcement equipment (Professional hifi, as I like to say) in use.  And that the hall sound are terrible or pure garbage at all!

As an exemple, my last Motorhed live concert (with Lemmy - Ian Fraser Kilmister) are absolutely an hearing PAIN!!!! It is an imperative GO OUT immediately! I could stay the first three "musics" at an masochist level only...  

So, please... We must be able to make GOOD judgements with solid concerts foundations, but being intelligent and not swallow all recorded or living performance shiit!

In all the situations, the only good evaluate font is live performance concerts...

You must not understand hifi only as a good record performance... Because record music is more a "production performance" and an "record makers technical performance"...

Well... But how is the capacity from some "hifi guys" to build good sound systems at home, refusing to hear live music?... There are a bunch of reasons... That they are very good sound engineers, very good sound engineers followers, very good hearing sensible, and at last, that they could be very good (others) marketeer followers...  

This are the guys incapable of understand why is so bad or so good that Disco dancing environment, if I  am able to explain all that with some kind of foreign language discernment...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Único
Membro AAP


Mensagens : 54
Data de inscrição : 26/08/2018

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 28 Set - 20:57

TD124 escreveu:
Único escreveu:
...Claro que se quiser defender a sua dama, esteja à vontade! Mas não me passe a mim como a outros certificados de incultura ou de marginalidade ou desconhecimento de causa. Eu pelo menos sei muito bem o que estou a afirmar e mantenho o que afirmei. Pode não estar é habituado a lidar com gente assim, que refez os conceitos "audiotas" e os aplicou de forma inteligente em função das suas necessidades e do seu prazer auditivo.

Acima de tudo, o respeito.  

Leia o que està escrito por si e depois a frase em negrito que é sua também ... e que é uma verdade universal à qual subscrevo. Visto que sabe muito bem o que està a dizer pela escrita, pareçe-me normal de ter um pouco de paciência e de empatia em relação aos outros (como eu) mais estupidos, incultos e dogmaticos. Nada na intervenção do Ricardo mereçe uma resposta com tal veemência o que me pareçe despropositado da parte de alguém que reclama o respeito acima de tudo. Como digo sempre, se sabe mais que os outros ensine, explique e então vamos crescer todos ...

cheers

Caro TD124,

Era suposto nem sequer voltar a este espaço, mas dado que me convenceram a voltar, ainda pensei em deixar esta sua intervenção pública sem resposta...Mas como está em causa de alguma forma o meu bom nome e postura íntegra (o post punitivo continua ali na mesma), refiro apenas que se trata de uma MÁ INTERPRETAÇÃO linguística SUA. Rigorosamente eu, que escrevi o que escrevi, JAMAIS tive ou teria qualquer tipo de intenção de visar um membro aqui do Fórum de forma desrespeitosa ou objecto de um tipo de análise (essa sim ofensiva) como o caro fez do meu propósito.

Compreendo perfeitamente a SUA posição. Mas eu em matéria linguística e semântica nem sou assim muito mau... Dado que sou apenas conhecido virtualmente por alguns foristas e outros, como o caro TD124, não me conhecem de lado algum, o mais natural neste tipo de situações é usar as mensagens pessoais (!!) para obter satisfação sobre a intenção ou uso de determinadas frases, contextos gramaticais, vocabulário ou expressões, que possam suscitar dúvidas ou até (qual o problema?) requerer uma justificação ou explicação pública - como a que estou agora a fazer.

Posto isto, explico e justifico o uso "veemente" de vocabulário quanto a uma posição e ponto de vista ou óptica de análise sobre a matéria e contexto específicos e NÃO como um "ataque" pessoal ou ofensa a éticas, valores ou MORAL e integridade seja de quem for.

Não volto atrás a explicar tim tim por tim tim as frases e expressões usadas, mas se acharem isso obrigatório ou necessário, demora um bocado, serei algo chato, mas tudo é explicável e justificável, FORA de conotações pessoais!!!!

Eu não conheço os visados (Ricardo, TD12, etc.) como raio poderia tecer considerandos "pessoais"????

Posto isto dou por encerrado este assunto delicado e se entenderem eliminar "coisas incómodas" façam favor. Mas eliminem TUDO de cima a baixo por favor. Eu sou um mero forista e não um moderador ou administrador. Tenho de me sujeitar às regras da casa e à interpretação das regras feita por quem exerce a "justiça" neste espaço. Mas nunca deixo de ser quem sou e fiz questão de salientar logo na minha apresentação ao Fórum.

Reconheço isso é verdade, que sou algo intransigente quanto a Justiça e matérias de integridade... Que uso a língua portuguesa de forma correcta mas particular. E que detesto que me digam taxativamente "estás errado" sem saberem como faço para fruir do mesmo tipo de pressupostos que todos os restantes neste espaço...

Já li várias intervenções de respeitáveis foristas muito incomodados com este tipo de situações no geral (há mais, não sou único nisto). Também compreendo muito bem o alcance e tenho o meu entendimento pessoal sobre este tipo de coisas, pois já fui administrador de muitos grupos sobre muitas matérias, mas acima de tudo de intervenção política...

Conclusão e ponto a reter: não tive qualquer intenção de dolo pessoal ou de ataque pessoal à ética, moral e integridade seja de quem for. Pelo que agradeço que não me questionem falta de respeito quando nunca existiu falta de respeito. O que sucedeu, isso sim, foi uma franca falha de comunicação por parte dos vários emissores, eu incluído (que não contei com a possibilidade de tal ser assim interpretado).

Pela parte que me toca tentarei contar de ora em diante com esta possibilidade, evitando escrever o que me vai na alma, usando os argumentos conscientes que me saltem à cabeça em tudo quanto me apetece. Simplesmente não irei intervir desta forma de novo - ou de forma nenhuma - nas matérias polémicas ou mais delicadas. Já entendi a mensagem pública e o puxão de orelhas.

O meu respeito (SEMPRE!).








Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5022
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySab 29 Set - 11:55

Único escreveu:
... Pela parte que me toca tentarei contar de ora em diante com esta possibilidade, evitando escrever o que me vai na alma, usando os argumentos conscientes que me saltem à cabeça em tudo quanto me apetece. Simplesmente não irei intervir desta forma de novo - ou de forma nenhuma - nas matérias polémicas ou mais delicadas. Já entendi a mensagem pública e o puxão de orelhas.  ...

Caro Único, antes de mais estou muito contente que esteja de volta e activo aqui neste nosso espaço. Estou também contente que tenha posto "os pontos nos iis" em relação a esta historia, que ném valia a pena ter existido e da qual me sinto culpado ...

Se der uma volta pelos topicos mais antigos desta casa, vai ver que aqui tudo pode ser abordado e debatido sém censura ném limitação às ideias de cada um ... então os temas polémicos não existém, e considerar os cabos como um tema polémico não tém sentido nenhum, pois é um acessorio necessario como tantos outros num sistema!...

Deixe então o seu espirito viajar como bem entende e fale de tudo com a liberdade e alteridade que este espaço necessita e aprecia ... sém nenhum preconçeito de limitação administrativa ao livre pensar, pois tal não existe!

Pode aconteçer que não estejamos de acordo sobre um tema, pode ser o inverso noutro tema ... mas o mais importante é de sermos inteiros e empàticos uns com os outros. O objectivo é prazer e partilha, nada mais ...

cheers


_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
mannitheear

Mensagens : 1059
Data de inscrição : 01/08/2013

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyDom 30 Set - 12:03

Único escreveu:


Thank you dear mannitheear...

First I am not a good English writer, you must take that in account...

Overall I agreed with you... But I must say that "we" (the home hifi owner and builder) must be a "music selector" and a "quality selector" (this in general).

I have said that we must NOT buy bad music (even very well recorded!) and that good music poorly recorded must be avoided too... Why!??? By the same reason that we like listen to a very good quality musical concert! Or avoided bad live productions!

The ONLY way in order to make a good judgement about all this... Are at live concert hall's... After a dozen of live musical performances, we begin to understand that the artist use to make very good live productions... After a more dozens, we understand the sound  engineers signatures... And at the same time, we could identify that there are very good hardware sound reinforcement equipment (Professional hifi, as I like to say) in use.  And that the hall sound are terrible or pure garbage at all!

As an exemple, my last Motorhed live concert (with Lemmy - Ian Fraser Kilmister) are absolutely an hearing PAIN!!!! It is an imperative GO OUT immediately! I could stay the first three "musics" at an masochist level only...  

So, please... We must be able to make GOOD judgements with solid concerts foundations, but being intelligent and not swallow all recorded or living performance shiit!

In all the situations, the only good evaluate font is live performance concerts...

You must not understand hifi only as a good record performance... Because record music is more a "production performance" and an "record makers technical performance"...

Well... But how is the capacity from some "hifi guys" to build good sound systems at home, refusing to hear live music?... There are a bunch of reasons... That they are very good sound engineers, very good sound engineers followers, very good hearing sensible, and at last, that they could be very good (others) marketeer followers...  

This are the guys incapable of understand why is so bad or so good that Disco dancing environment, if I  am able to explain all that with some kind of foreign language discernment...

Dear Único,

thank you for your reply, in fact I'm glad you came back as it seems you have a lot of experience and much to say!

Please feel free to write in Portuguese, finally it's a Portuguese forum! It's understandable for me if it's not written too complicated .

I'm very much with your point of view and would even agree with Motörhead live sound. While it was a different concert, the sound was very very bad.

You mentioned that we should avoid to buy bad recorded music. But it's very hard to tell with most systems. My goal was always to have a system on which (almost) all recordings sound good, except the very bad ones. For me the way is to get the system as linear and transparent as possible.Another important factor is Macro- and Micro-dynamics. As the system got better and better it turned out that some "bad" recordings were not bad but in fact quite decent and some "flaws" of recordings disappeared. One example: on a certain track of Mary Black are one or 2 passages with a heavy piano attack and I always heard a slight distortion. One day I heard the track on the system of a friend and the distortion was audible, too. Therefore I thought it was flaw of the recording. But then I had another DAC and listened to that track and to my very surprise the passage was clear and undistorted. And a real transparent system has the ability to separate clearly the music from the recording defects, so that the music get's easier accessible even on lesser recordings. This is most obvious with vinyl.

Of course it is a good thing to attend live concerts as often as possible to get the feeling how real live sound is. But for me unamplified concerts are the main reference. Attending regularly classical concerts gives a good sense for real sound, even if we take into account that each orchestra has it's own sound, each concert hall etc. The most difficult thing in reproducing a full orchestra is to get the fff passages stressless straight and, even much more difficult, to get the presence, body and subtlety of the ppp passages, especially strings.

Amplified live music can be a bit tricky as a reference. When we saw the "Nordub" live a few weeks ago the mix was very different from the HD file of the studio recording. Both are good (live and studio), but while on the studio recording the drums are more in the background they put live the drums much forward and made especially the snare totally pop out of the mix. The whole audience winced at the first strokes of the snare, it was that loud and hard. It would be impossible to get at home a similar sound as in the live concert because of the very different mix - except one would divide the mix with a studio software program into its parts and remix it different.

To get back to the main topic which are the cables. I think cables sound make a difference but it's the last thing to optimize. A few years ago I had a cold sounding DAC and compensated that with certain expensive cables. They sounded good to me and everything was o.k. But when I changed the DAC and began to head towards more transparence, I realized that the cables stood in the way because they made the sound slightly warm and a tad fat. In fact inexpensive generic cables were better, but this does not mean that real transparent and neutral cables can't make another step forward.

Best
Manfred
Voltar ao Topo Ir em baixo
radamel
Membro AAP
radamel

Mensagens : 67
Data de inscrição : 06/09/2018
Localização : Porto

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyDom 30 Set - 17:12

De acordo a minha experiência os cabos podem fazer a diferença.

No meu sistema stereo já pude comprovar o impacto de diferentes cabos no nível de transparência, detalhe, articulação e realismo.

Como sempre, estes resultados dependem não só dos componentes em causa, da sinergia de todo o sistema, do tipo de música que ouvimos mais frequentemente mas também da forma como ouvimos e do que valorizamos.

Por isso, antes de comprar recomendo sempre uma audição, se possível com o nosso sistema na nossa sala.

Voltar ao Topo Ir em baixo
nbaptista
Membro AAP


Mensagens : 594
Data de inscrição : 31/03/2015

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyDom 30 Set - 19:10

radamel escreveu:


Como sempre, estes resultados dependem não só dos componentes em causa, da sinergia de todo o sistema, do tipo de música que ouvimos mais frequentemente mas também da forma como ouvimos e do que valorizamos.



Estou de acordo, tudo tem muito a vêr com a sinergia e o que valorizamos.Portanto a escolha de cabos é sempre um pouco subjetiva, e aliás ás vezes nas reviews focam precisamente isso, tudo depende do que valorizamos mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
nbaptista
Membro AAP


Mensagens : 594
Data de inscrição : 31/03/2015

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySab 29 Dez - 18:31

Caros,
Depois de mais algum tempo de audição, finalmente decidi-me pelo Audioquest. Confesso que li algumas reviews sobre o Qed, que me influenciaram muito. É o efeito placebo...he,he,he!O que me levou a retirar o Qed da equação foi o seu som "magro", num sistema como o meu isso não é admissível.Coloquei o Audioquest, e confesso que tinha algumas reticências por ser um cabo mais antigo, mas no mesmo momento as dúvidas dissiparam-se todas. Um som com maios "corpo", os instrumentos a ouvirem-se bem e bastante detalhe!E o melhor de tudo, não precisei de ir ao mercado comprar um cabo, porque o Audioquest andava esquecido cá por casa! Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 22692
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jdickson



Mensagens : 13
Data de inscrição : 02/01/2019

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 1:29

Único escreveu:


Ora bem... Um tipo afasta-se uns dias e dá com isto... Vou ver-me e desejar-me para responder a tudo em poucas linhas...

Referências...

Pois é, essa coisa de usar como "referências" audio, as GRAVAÇÕES e não os concertos e espectáculos ao vivo (sejam de clásscio, folk, pop, ou dos mais de 40 estilos de Rock) é algo que desde já afasta completamente a minha perspectiva da do estimado Ricardo onga-ku (a que chamarei a partir daqui apenas Ricardo, se me permite).

Pensei que tinha explicado o assunto devidamente. Mas para ser mais frontal, afirmo-me em completa rota de colisão ética e estética com os chamados "audiófilos de sofá" (por vezes transformados em "audiotas", quando se concentram apenas no hardware), os que "ouvem equipamentos" e "gravações de artistas" e não os próprios artistas ao vivo.

Considerar "gravações de artistas" melhores referências que "artistas" é a diferença entre um Original e um Poser... Isto para usar linguagem Rocker...

Destas duas diferentes e antagónicas posturas do áudio originam-se como se constacta em toda a intervenção do amigo Ricardo, as outras diferenças no engendrar do sistema de som...

Assim numa abordagem global, o discurso do estimado Ricardo é o "clássico" discurso do "vendedor de equipamentos" ou do "consultor de som" ou do "fabricante de produtos hifi"...

O meu dircurso é o do tipo que anda cá fora a abanar a carola nos concertos, aprecia os artistas e a música em primeiríssimo lugar e SÓ DEPOIS (muito depois) aprecia a correcta reprodução caseira de uma sonoridade que se aproxime o mais possível daquela que é a do som ao vivo.

Fidelidade áudio...

Nada dessa posição e "convicção" (dogma??) tem a ver com a minha abordagem destas coisas... Sim, conheço as várias "teorias" do hifi e quejandos e tal e coisa... Tal como com as ideologias político-sociais, aqui domino razoavelmente bem igualmente as "várias ideologias da reprodução musical". E aqui no hifi como lá fora no social afirmo-me não como Conservador mas como Tradicionalista... Isto para estabelecer uma analogia passível de ser "entendida" (obviamente não para ser aceite)... Ou seja, antes das "gravações" está o artista e o seu instrumento. E por melhor a produção e a qualidade da "gravação", esta TEM SEMPRE de ser avaliada e comparada com o "produto original" não só pelo produtor, mas também pelo tipo que gosta de som em sua casa.

De nada me serve ter "o melhor high end" em casa e as mais fidedignas gravações (abalizadas por sumidades da engenharia áudio) se nunca fui a um concerto e não sei como aquele artista ou cultura ou corrente estética ou obra sonora funciona ao vivo (conheço muita gente assim)...

E desde sempre estive no áudio desta forma. Assumo-me sem complexos como conhecedor das culturas e seus meandros estéticos antes de ser "apreciador de música e áudio". É por isso que como Original posso afirmar que "esta gravação caríssima" não vale um chavelho furado face ao "produto genuíno", que é o artista a tocar ao vivo... Para além disso, lá porque gosto de Barroco não deixo de ser Rocker por causa disso... Lá porque circulo de carro porque tenho a moto na oficina, não significa que deixe de ser Rocker motociclista...

Por exemplo, quem não se consegue expressar pelo movimento com música (vulgo dança) muito dificilmente será um Rocker, mas pode-se ser um bom "apreciador de Rock". E é aqui que se centram as diferenças...

E não é necessário (pelo contrário) tirar um curso avançado de técnica de "dança Rock" (que quando passa a ser só técnica perde o carisma e genuinidade toda)  se não sentimos aquilo, se não percebemos para que raio se dá saltinhos aqui e esbracejamos acolá ou nos mostramos angustiados, raivosos ou amorosos naqueloutra situação... Claro que um bocadinho de História e saber de onde vêm alguns passos engraçados (Jive, Blues ou swing, por mero exemplo) pode ajudar a melhor interpretarmos o tal PMC traduzido nos sentidos... Mas na essência, a importância está na genuinidade e no impacto visual, estético e virtuosismo técnico nuns casos... E no impacto visual, estético e virtuosismo emocional, por outro...

Recapitulando, não me digam que a "fidelidade está nas gravações" (nos bons engenheiros de som) porque eu só consigo observar a fidelidade no génio, performance e REALISMO do processo reprodutivo tendo como dogma (?) o artista. Isto porque o PMC tem 70% a ver com o artista e a música e 30% a ver com as tecnologias de produção áudio.


Distorção e reprodução de som...

Bom, eu não estudei Som propriamente salvo na escola, em Física e umas parcas investigações para ver se percebia a razão de ser de determinadas calinadas de "encaixes de hardware"... Mas não é preciso ir estudar tudo outra vez para perceber que "som" só por si, traduz distorção... Ou seja, a vibração de um corpo traduzida em som audível, resulta da distorção do corpo e não do silêncio que é estar numa sala anecóica sem ouvir pevide... Ahhh e tal mas isso não é distorção nenhuma, mas sim a correcta forma de "tocar ou fazer vibrar um instrumento"...

Distorsão designa a deformação de um objeto em relação à sua forma original. Pode também referir-se a:

1) Distorção (áudio) - um tipo de efeito acústico.
2) Distorção harmônica total ou THD (do inglês Total Harmonic Distortion) - uma medida da distorção de um sinal de áudio introduzida por um circuito amplificador de sinais elétricos... (E a IM e outras...).

Ora o que é o som senão um resultado da deformação de um objecto acústico em relação com a sua forma original?... O que é um "efeito acústico" senão isso mesmo, uma deformação vibratória audível?...

Os artistas que estudam os limites do com e do ruído como "música" normalmente são desprezados pela esmagadora maioria dos "audiófilos", que crispados nos conceitos ideológicos das sumidades vanguardistas (quais Grandes Líderes) transformam o prazer de audição num espartilhado processo de "ouvir equipamentos, gravações, discos e "salas", agarrando-se que nem lapas a dogmas religiosos e fundamentalistas, como quaisquer dirigentes partidários em época eleitoral...

Tal como os movimentos estéticos dadaístas (ou DADA para ser honesto) e surrealistas pegam nos "objectos" originais e os interpretam consoante a sua realidade funcional e não a do designer que concebeu aquele objecto... Também estes artistas que desconjuntam as melodias e "descompartimentam" (?) as emoções e fazem piruetas com os instrumentos, são por norma profundos conhecedores do instrumento e virtuosos do mesmo... Compreendidos é que nem por isso...

Ora, é um MITO esta coisa de serem as gravações o "referencial" a usar como base e fundamento da correcta reprodução de música. São os artistas" E só muito depois vem tudo o resto...

Ora bem, voltando atrás, portanto considero o som como distorção acústica natural... E é portanto na MINHA linguagem (que estou a ver se consigo explanar) "não correcto" falar da distorção como algo repelente ou indesejável. Ela existe quer num concerto ao vivo, quer em qualquer reprodução de música gravada ou audível.  Claro que "pode ser agravada" se os mecanismos intermédios da reprodução não deixam FLUIR a música ao ponto de o ouvinte FRUIR da música.

E é aqui neste importantíssimo ponto que entra a "Ciência do HiFi"... Que eu, como já perceberam reescrevi... Serei portanto um "contra-revolucionário" como "tipo gosta de ouvir música o mais parecida com o som ao vivo", antagonizando os "processos revolucionários (Conservadores) ideológicos de constituir um sistema de som com base em "gráficos bonitos" e especificações de "distorção" que de facto, apenas servem para "abalizar" se estamos perante hifi ou lowfi (o que não quer dizer que o low fi não seja muito mais prazenteiro). Como é o caso de alguns FABULOSOS discos de vinyl MONO de 78 rpm dos anos 50 e quejandos...

Esta conversa fiada toda para significar que de nada serve uma peça de equipamento deter uma incrível THD de 0,0000000000015!!!!! Se nada disso se "ouve"... Ou melhor, se a SOMA de todas as THD de tudo o que está envolvido na sala de audição tem como resultado uma fonte "intragável" de ruído de fundo, absolutamente desestabilizador do PMC... Ou se pura e simplesmente o MARKETING inventa processos cada vez mais aperfeiçoados de levar o CONSUMIDOR a perturbar-se psicologicamente e a sentir a necessidade de se reequilibrar CONSUMINDO...

Este  é o fundamento social do "Capitalismo" modernaço...

Posto isto, há que desmistificar o exagero na análise interpretativa das fichas técnicas e colocar a ênfase na "reprodução correcta das dinâmicas" que tem tudo a ver com o som ao vivo e não gravado... E de facto, é mais FIEL, porque tem em linha de conta o trabalho do produtor da peça gravada, da sala de concerto, a partir da performance dos artistas mais do que da tecnologia ao seu dispôr... Porque raio a utilização de instrumentos e colunas e amplificação a válvulas dita vintage está na moda no "sound reinforcement" (PA)??? Não me venham dizer que tem menos TH, IM e etc... Está na mesma linha de considerandos...

Mais uma vez, mesmo nos tais concertos "clássicos" ou Jazz (apre! a distorção aqui é mais que as mães!) e quejandos, o que o caro Ricardo afirma como "distorção" é referente às especificações dos equipamentos e do som gravado... Mas isso nada tem a ver com a reprodução ao vivo... Mais uma vez, excesso de considerandos de "distorção" pode dar cabo de uma correcta reprodução da distorção natural dos instrumentos, com ou sem amplificação... Note-se que cada instrumento contém por norma uma fonte de amplificação e essa fonte (caixa de ressonância, tubo, metal, cordas, etc.), tem a sua própria distorção harmónica e daí às outras sinergias com a distorção dos restantes instrumentos é que se compõe a obra musical... Ahhhh, mas isso não é distorção e tal... Ok, voltar a ler do início. Obrigado...  

Um pequena nota... Não confundir a ausência de condições acústicas (eléctricas, PA, ambiente, público, sala, má execução de alguns "artistas", etc.) com considerandos técnicos da falta de performance do Maestro ou Director de orquestra ou do Mestre de Sala...  

Obviamente, tanto é requerida Dinâmica eficiente num concerto de música clássica orquestral como num concerto de Heavy Metal... É mais uma vez um ERRO de paralaxe, considerar o Rock como subproduto em matéria de hifi... Antes pelo contrário, a indução de "distorcção" tanto é produzida por uma guitarra clássica como eléctrica, tenha ou não caixa de ressonância de ar... Aquilo que será suposto o sistema de som efectuar é APENAS, deixar FLUIR a Dinâmica toda original (isso é na teoria) e não "evitar a distorção" ou que a distorção "não exista" (valor absoluto) em qualquer som, seja ruído ou seja uma harmonia musical.

O que quero dizer como conclusão, é que não se deve dar muita ou tanta importância aos valores de THD ou IM (fichas técnicas) se os valores de amperagem ou damping factor (desempenho da fonte de alimentação grosso modo) são merdelosos e face a cargas complexas o que resulta é apenas "distorção pura" harmónica (ou seja RUÍDO) por clipping ou picos incontrolados dos cones... Olha-se para aquilo apenas para ter uma "sensibilidade" global...

É caso para dizer... Vão é aos concertos!!! Larguem as cadeirinhas em casa e parem de gastar rios de guito com propostas comerciais absurdas e abusivas!...

E atenção que eu como expliquei, não sou ideólogo nem engulo dogmas. Sou empirista e vivo isto do hifi como meio de obter a MINHA satisfação pessoal. Xiiiiiiiiii, ca grandessíssimo egoísta!!! Pois, mas não sou um grandessíssimo consumista, como já fui e curei-me... Para além disto, quem perca o seu tempo e guito atrás do Santo Graal  da "menor distorção" ou "melhor timbre" ou "maior transparência", nunca se satisfaz com a música e menos ainda com os artistas e muito menos ainda com os equipamentos de som lá de casa e continuará a perder tempo e guito, no lugar de retirar prazer em ouvir música satisfatoriamente... Para estes tenho a tal denominação particular que já usei neste Fórum e até nesta peça e não irei repetir, para não ferir susceptibilidades...  

Tudo o que escreveu baseia-se no princípio, aparentemente inabalável, de que qualquer artista ou performance "ao vivo" é melhor do que o supra-sumo dos sistemas audio podem reproduzir em casa.
Assim sendo, faço-lhe 2 perguntas:
1. Tirando os espetáculos 100% acústicos, não é verdade que o que ouve "ao vivo" também passa por muita electrónica, desde o microfone, amplificação e acabando nas colunas? A tal (presumida) "pureza" não acaba por ficar "conspurcada"?
2. Como explicar que eu (e, certamente qualquer um de nós que não seja surdo) já tenha tido experiências acústicas tão desagradáveis "ao vivo" face a artistas que eu até aprecio bastante, fora dos palcos e na "artificialidade" do meu sistema de hi-fi?
(E quem, como eu, pode ouvir os Cocteau Twins há uns bons 25-30 anos no Coliseu dos recreios de Lisboa, sabe ao que me refiro).

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2353
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 61

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 10:41

Jdickson escreveu:
Único escreveu:


Ora bem... Um tipo afasta-se uns dias e dá com isto... Vou ver-me e desejar-me para responder a tudo em poucas linhas...

Referências...

Pois é, essa coisa de usar como "referências" audio, as GRAVAÇÕES e não os concertos e espectáculos ao vivo (sejam de clásscio, folk, pop, ou dos mais de 40 estilos de Rock) é algo que desde já afasta completamente a minha perspectiva da do estimado Ricardo onga-ku (a que chamarei a partir daqui apenas Ricardo, se me permite).

Pensei que tinha explicado o assunto devidamente. Mas para ser mais frontal, afirmo-me em completa rota de colisão ética e estética com os chamados "audiófilos de sofá" (por vezes transformados em "audiotas", quando se concentram apenas no hardware), os que "ouvem equipamentos" e "gravações de artistas" e não os próprios artistas ao vivo.

Considerar "gravações de artistas" melhores referências que "artistas" é a diferença entre um Original e um Poser... Isto para usar linguagem Rocker...

Destas duas diferentes e antagónicas posturas do áudio originam-se como se constacta em toda a intervenção do amigo Ricardo, as outras diferenças no engendrar do sistema de som...

Assim numa abordagem global, o discurso do estimado Ricardo é o "clássico" discurso do "vendedor de equipamentos" ou do "consultor de som" ou do "fabricante de produtos hifi"...

O meu dircurso é o do tipo que anda cá fora a abanar a carola nos concertos, aprecia os artistas e a música em primeiríssimo lugar e SÓ DEPOIS (muito depois) aprecia a correcta reprodução caseira de uma sonoridade que se aproxime o mais possível daquela que é a do som ao vivo.

Fidelidade áudio...

Nada dessa posição e "convicção" (dogma??) tem a ver com a minha abordagem destas coisas... Sim, conheço as várias "teorias" do hifi e quejandos e tal e coisa... Tal como com as ideologias político-sociais, aqui domino razoavelmente bem igualmente as "várias ideologias da reprodução musical". E aqui no hifi como lá fora no social afirmo-me não como Conservador mas como Tradicionalista... Isto para estabelecer uma analogia passível de ser "entendida" (obviamente não para ser aceite)... Ou seja, antes das "gravações" está o artista e o seu instrumento. E por melhor a produção e a qualidade da "gravação", esta TEM SEMPRE de ser avaliada e comparada com o "produto original" não só pelo produtor, mas também pelo tipo que gosta de som em sua casa.

De nada me serve ter "o melhor high end" em casa e as mais fidedignas gravações (abalizadas por sumidades da engenharia áudio) se nunca fui a um concerto e não sei como aquele artista ou cultura ou corrente estética ou obra sonora funciona ao vivo (conheço muita gente assim)...

E desde sempre estive no áudio desta forma. Assumo-me sem complexos como conhecedor das culturas e seus meandros estéticos antes de ser "apreciador de música e áudio". É por isso que como Original posso afirmar que "esta gravação caríssima" não vale um chavelho furado face ao "produto genuíno", que é o artista a tocar ao vivo... Para além disso, lá porque gosto de Barroco não deixo de ser Rocker por causa disso... Lá porque circulo de carro porque tenho a moto na oficina, não significa que deixe de ser Rocker motociclista...

Por exemplo, quem não se consegue expressar pelo movimento com música (vulgo dança) muito dificilmente será um Rocker, mas pode-se ser um bom "apreciador de Rock". E é aqui que se centram as diferenças...

E não é necessário (pelo contrário) tirar um curso avançado de técnica de "dança Rock" (que quando passa a ser só técnica perde o carisma e genuinidade toda)  se não sentimos aquilo, se não percebemos para que raio se dá saltinhos aqui e esbracejamos acolá ou nos mostramos angustiados, raivosos ou amorosos naqueloutra situação... Claro que um bocadinho de História e saber de onde vêm alguns passos engraçados (Jive, Blues ou swing, por mero exemplo) pode ajudar a melhor interpretarmos o tal PMC traduzido nos sentidos... Mas na essência, a importância está na genuinidade e no impacto visual, estético e virtuosismo técnico nuns casos... E no impacto visual, estético e virtuosismo emocional, por outro...

Recapitulando, não me digam que a "fidelidade está nas gravações" (nos bons engenheiros de som) porque eu só consigo observar a fidelidade no génio, performance e REALISMO do processo reprodutivo tendo como dogma (?) o artista. Isto porque o PMC tem 70% a ver com o artista e a música e 30% a ver com as tecnologias de produção áudio.


Distorção e reprodução de som...

Bom, eu não estudei Som propriamente salvo na escola, em Física e umas parcas investigações para ver se percebia a razão de ser de determinadas calinadas de "encaixes de hardware"... Mas não é preciso ir estudar tudo outra vez para perceber que "som" só por si, traduz distorção... Ou seja, a vibração de um corpo traduzida em som audível, resulta da distorção do corpo e não do silêncio que é estar numa sala anecóica sem ouvir pevide... Ahhh e tal mas isso não é distorção nenhuma, mas sim a correcta forma de "tocar ou fazer vibrar um instrumento"...

Distorsão designa a deformação de um objeto em relação à sua forma original. Pode também referir-se a:

1) Distorção (áudio) - um tipo de efeito acústico.
2) Distorção harmônica total ou THD (do inglês Total Harmonic Distortion) - uma medida da distorção de um sinal de áudio introduzida por um circuito amplificador de sinais elétricos... (E a IM e outras...).

Ora o que é o som senão um resultado da deformação de um objecto acústico em relação com a sua forma original?... O que é um "efeito acústico" senão isso mesmo, uma deformação vibratória audível?...

Os artistas que estudam os limites do com e do ruído como "música" normalmente são desprezados pela esmagadora maioria dos "audiófilos", que crispados nos conceitos ideológicos das sumidades vanguardistas (quais Grandes Líderes) transformam o prazer de audição num espartilhado processo de "ouvir equipamentos, gravações, discos e "salas", agarrando-se que nem lapas a dogmas religiosos e fundamentalistas, como quaisquer dirigentes partidários em época eleitoral...

Tal como os movimentos estéticos dadaístas (ou DADA para ser honesto) e surrealistas pegam nos "objectos" originais e os interpretam consoante a sua realidade funcional e não a do designer que concebeu aquele objecto... Também estes artistas que desconjuntam as melodias e "descompartimentam" (?) as emoções e fazem piruetas com os instrumentos, são por norma profundos conhecedores do instrumento e virtuosos do mesmo... Compreendidos é que nem por isso...

Ora, é um MITO esta coisa de serem as gravações o "referencial" a usar como base e fundamento da correcta reprodução de música. São os artistas" E só muito depois vem tudo o resto...

Ora bem, voltando atrás, portanto considero o som como distorção acústica natural... E é portanto na MINHA linguagem (que estou a ver se consigo explanar) "não correcto" falar da distorção como algo repelente ou indesejável. Ela existe quer num concerto ao vivo, quer em qualquer reprodução de música gravada ou audível.  Claro que "pode ser agravada" se os mecanismos intermédios da reprodução não deixam FLUIR a música ao ponto de o ouvinte FRUIR da música.

E é aqui neste importantíssimo ponto que entra a "Ciência do HiFi"... Que eu, como já perceberam reescrevi... Serei portanto um "contra-revolucionário" como "tipo gosta de ouvir música o mais parecida com o som ao vivo", antagonizando os "processos revolucionários (Conservadores) ideológicos de constituir um sistema de som com base em "gráficos bonitos" e especificações de "distorção" que de facto, apenas servem para "abalizar" se estamos perante hifi ou lowfi (o que não quer dizer que o low fi não seja muito mais prazenteiro). Como é o caso de alguns FABULOSOS discos de vinyl MONO de 78 rpm dos anos 50 e quejandos...

Esta conversa fiada toda para significar que de nada serve uma peça de equipamento deter uma incrível THD de 0,0000000000015!!!!! Se nada disso se "ouve"... Ou melhor, se a SOMA de todas as THD de tudo o que está envolvido na sala de audição tem como resultado uma fonte "intragável" de ruído de fundo, absolutamente desestabilizador do PMC... Ou se pura e simplesmente o MARKETING inventa processos cada vez mais aperfeiçoados de levar o CONSUMIDOR a perturbar-se psicologicamente e a sentir a necessidade de se reequilibrar CONSUMINDO...

Este  é o fundamento social do "Capitalismo" modernaço...

Posto isto, há que desmistificar o exagero na análise interpretativa das fichas técnicas e colocar a ênfase na "reprodução correcta das dinâmicas" que tem tudo a ver com o som ao vivo e não gravado... E de facto, é mais FIEL, porque tem em linha de conta o trabalho do produtor da peça gravada, da sala de concerto, a partir da performance dos artistas mais do que da tecnologia ao seu dispôr... Porque raio a utilização de instrumentos e colunas e amplificação a válvulas dita vintage está na moda no "sound reinforcement" (PA)??? Não me venham dizer que tem menos TH, IM e etc... Está na mesma linha de considerandos...

Mais uma vez, mesmo nos tais concertos "clássicos" ou Jazz (apre! a distorção aqui é mais que as mães!) e quejandos, o que o caro Ricardo afirma como "distorção" é referente às especificações dos equipamentos e do som gravado... Mas isso nada tem a ver com a reprodução ao vivo... Mais uma vez, excesso de considerandos de "distorção" pode dar cabo de uma correcta reprodução da distorção natural dos instrumentos, com ou sem amplificação... Note-se que cada instrumento contém por norma uma fonte de amplificação e essa fonte (caixa de ressonância, tubo, metal, cordas, etc.), tem a sua própria distorção harmónica e daí às outras sinergias com a distorção dos restantes instrumentos é que se compõe a obra musical... Ahhhh, mas isso não é distorção e tal... Ok, voltar a ler do início. Obrigado...  

Um pequena nota... Não confundir a ausência de condições acústicas (eléctricas, PA, ambiente, público, sala, má execução de alguns "artistas", etc.) com considerandos técnicos da falta de performance do Maestro ou Director de orquestra ou do Mestre de Sala...  

Obviamente, tanto é requerida Dinâmica eficiente num concerto de música clássica orquestral como num concerto de Heavy Metal... É mais uma vez um ERRO de paralaxe, considerar o Rock como subproduto em matéria de hifi... Antes pelo contrário, a indução de "distorcção" tanto é produzida por uma guitarra clássica como eléctrica, tenha ou não caixa de ressonância de ar... Aquilo que será suposto o sistema de som efectuar é APENAS, deixar FLUIR a Dinâmica toda original (isso é na teoria) e não "evitar a distorção" ou que a distorção "não exista" (valor absoluto) em qualquer som, seja ruído ou seja uma harmonia musical.

O que quero dizer como conclusão, é que não se deve dar muita ou tanta importância aos valores de THD ou IM (fichas técnicas) se os valores de amperagem ou damping factor (desempenho da fonte de alimentação grosso modo) são merdelosos e face a cargas complexas o que resulta é apenas "distorção pura" harmónica (ou seja RUÍDO) por clipping ou picos incontrolados dos cones... Olha-se para aquilo apenas para ter uma "sensibilidade" global...

É caso para dizer... Vão é aos concertos!!! Larguem as cadeirinhas em casa e parem de gastar rios de guito com propostas comerciais absurdas e abusivas!...

E atenção que eu como expliquei, não sou ideólogo nem engulo dogmas. Sou empirista e vivo isto do hifi como meio de obter a MINHA satisfação pessoal. Xiiiiiiiiii, ca grandessíssimo egoísta!!! Pois, mas não sou um grandessíssimo consumista, como já fui e curei-me... Para além disto, quem perca o seu tempo e guito atrás do Santo Graal  da "menor distorção" ou "melhor timbre" ou "maior transparência", nunca se satisfaz com a música e menos ainda com os artistas e muito menos ainda com os equipamentos de som lá de casa e continuará a perder tempo e guito, no lugar de retirar prazer em ouvir música satisfatoriamente... Para estes tenho a tal denominação particular que já usei neste Fórum e até nesta peça e não irei repetir, para não ferir susceptibilidades...  


O texto é obviamente pouco consensual mas é uma visão arejada e dá-me uma agradável sensação de liberdade Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 2441895546
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5022
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 11:34

Mário Franco escreveu:
Único escreveu:
(...)Este é o fundamento social do "Capitalismo" modernaço...

(...) Sou empirista e vivo isto do hifi como meio de obter a MINHA satisfação pessoal. ...

O texto é obviamente pouco consensual mas é uma visão arejada e dá-me uma agradável sensação de liberdade Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 2441895546

Andar à porrada com aqueles que não partilham o nosso ponto de vista até nos torna mais leves e dà a sensação de liberdade ... mas é também pouco consensual, então como escreveu a Evelyn Beatrice Hall sobre o Voltaire:

"I disapprove of what you say, but I will defend to the death your right to say it..."

Muitas vezes é dificil ... lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
Goansipife

Mensagens : 3248
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 60
Localização : Freiria - Torres Vedras

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 11:45

Faço minhas as palavras do orador anterior (Mário) Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 2441895546
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
Mário Franco

Mensagens : 2353
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 61

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 16:44

TD124 escreveu:
Mário Franco escreveu:
Único escreveu:
(...)Este é o fundamento social do "Capitalismo" modernaço...

(...) Sou empirista e vivo isto do hifi como meio de obter a MINHA satisfação pessoal. ...

O texto é obviamente pouco consensual mas é uma visão arejada e dá-me uma agradável sensação de liberdade Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 2441895546

Andar à porrada com aqueles que não partilham o nosso ponto de vista até nos torna mais leves e dà a sensação de liberdade ... mas é também pouco consensual, então como escreveu a Evelyn Beatrice Hall sobre o Voltaire:

"I disapprove of what you say, but I will defend to the death your right to say it..."

Muitas vezes é dificil ... lol!

Hoje até estou mais virado para o amor flower (possivelmente inspirado pelas palavras do Papa smedley ) do que para a porrada Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 57537

"Salut les copains"


cheers  cheers  cheers  cheers  cheers  cheers  cheers  cheers  cheers  cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5706
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 20:14

[quote="Jdickson"]
Único escreveu:



(E quem, como eu, pode ouvir os Cocteau Twins há uns bons 25-30 anos no Coliseu dos recreios de Lisboa, sabe ao que me refiro).

Cumprimentos

Eu estava lá a pior experiência acústica da minha vida. Estive um bom par de anos sem os ouvir, aquilo deixou-me completamente prestado!

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 524928826
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
Goansipife

Mensagens : 3248
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 60
Localização : Freiria - Torres Vedras

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 20:20

Foi, sem dúvida, um problema de fusíveis dvil

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5706
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 20:22

Goansipife escreveu:
Foi, sem dúvida, um problema de fusíveis dvil

lol!


smedley

Antes fosse, antes fosse.

O mesmo aconteceu na época ao CCB que tiveram que fazer uma alteração profunda para aquilo ter uma acústica minimamente consciente.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jdickson



Mensagens : 13
Data de inscrição : 02/01/2019

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 20:38

Alexandre Vieira escreveu:
Goansipife escreveu:
Foi, sem dúvida, um problema de fusíveis dvil

lol!


smedley

Antes fosse, antes fosse.

O mesmo aconteceu na época ao CCB que tiveram que fazer uma alteração profunda para aquilo ter uma acústica minimamente consciente.


Não era só um problema da acústica da sala, (que, reconheço, à época não era famosa), foi um péssimo trabalho dos tipos da mesa de som.
O curioso foi que, como na altura os Cocteau Twins eram idolatrados pela imprensa, não saiu uma má crítica do concerto e não foi feita qualquer referência relevante ao desastre que foi o som...pela minha parte, saí a meio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5706
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 3 Jan - 20:47

Jdickson escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:
Goansipife escreveu:
Foi, sem dúvida, um problema de fusíveis dvil

lol!


smedley

Antes fosse, antes fosse.

O mesmo aconteceu na época ao CCB que tiveram que fazer uma alteração profunda para aquilo ter uma acústica minimamente consciente.


Não era só um problema da acústica da sala, (que, reconheço, à época não era famosa), foi um péssimo trabalho dos tipos da mesa de som.
O curioso foi que, como na altura os Cocteau Twins eram idolatrados pela imprensa, não saiu uma má crítica do concerto e não foi feita qualquer referência relevante ao desastre que foi o som...pela minha parte, saí a meio.

Por outro lado fiquei maravilhado com o trabalho das guitarras e a trama que sustentavam... Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 491368
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
Alexandre Vieira

Mensagens : 5706
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 50
Localização : The Other Band

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyDom 27 Jan - 20:05

Cabo China mas de "alto gabarito" em testes... lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
TD124

Mensagens : 5022
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 54
Localização : França

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySeg 28 Jan - 7:45

Alexandre Vieira escreveu:
Cabo China mas ...

Bom, chineses (feitos na china) são eles quase todos ... é o preço e a marca que vai variar um pouco lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
galvaorod
Membro AAP
galvaorod

Mensagens : 651
Data de inscrição : 14/04/2017

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySeg 28 Jan - 9:38

A áudio note, no facebook, colocou este link:
https://www.residentadvisor.net/features/2974

E cito:
"Despite all the variables in a cable's design and character, Miyoshi maintains they have little bearing on the listener's experience. "Even if we were to measure the traits of a cable using waveforms and the like, we probably would not find much difference." Yet we seem to notice audible differences when swapping cables. The reason, he points out, is due to a difference in transmission speeds. "A cable that sounds strong in the low frequencies is simply slowing the high range a little bit so that it can transmit low frequencies quickly. This is the same as when you have a kick, bass and snare playing at exactly the same time in a DAW but nudging one of them ahead by just one millisecond can vastly change how it sounds overall. This analogy might be the best way to grasp the differences between cables."

...outra pessoa diz:
"I did my own test where I took a one-, six- and 15-metre cable from the same high-end brand. Here I am talking about balanced signals—if you're working at instrument level with unbalanced cables, then length is quite important. So I plugged them into the input and output of an AD/DA convertor and ran the same signal through the one-metre cable five times, then again with the six-metre cable and so on. Then I played the various recordings together and inverted the phase. They cancelled each other out, creating silence, which means from a scientific point of view, the signals are identical."

...e eu da minha experiência digo que:
Cabos, independentemente do dinheiro que custam, fazem algumas melhorias, uns mais outros menos, mas essas diferenças são muito influenciadas por resultados de sinergias de equipamento e acústica, sendo que a perceção única de cada pessoa que ouve sempre de maneira diferente de outra, vai no limite, avaliar o resultado final.
Portanto, um cabo de boa qualidade, sem problemas técnicos, será um prolongamento apenas do ponto de vista pessoal de quem montou o sistema. Há sempre alguém que vai dizer que foi dinheiro mal gasto e há sempre alguém que vai achar o som muito bom. Verdades absolutas, não há. Só se os ouvidos fossem todos iguais.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jdickson



Mensagens : 13
Data de inscrição : 02/01/2019

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySeg 28 Jan - 15:38

galvaorod escreveu:

...e eu da minha experiência digo que:
Cabos, independentemente do dinheiro que custam, fazem algumas melhorias, uns mais outros menos, mas essas diferenças são muito influenciadas por resultados de sinergias de equipamento e acústica, sendo que a perceção única de cada pessoa que ouve sempre de maneira diferente de outra, vai no limite, avaliar o resultado final.
Portanto, um cabo de boa qualidade, sem problemas técnicos, será um prolongamento apenas do ponto de vista pessoal de quem montou o sistema. Há sempre alguém que vai dizer que foi dinheiro mal gasto e há sempre alguém que vai achar o som muito bom. Verdades absolutas, não há. Só se os ouvidos fossem todos iguais.


E eu, provocadora, mas conscientemente, digo que há certas diferenças, com certos cabos, que mostram diferenças que qualquer um pode avaliar e sempre no mesmo sentido, ou seja, tudo melhora no som, de forma inequívoca e imediata. Se morar na grande Lisboa, terei todo o prazer em combinar algo que o convença disso mesmo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4766
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyTer 18 Jun - 21:36

Olá

Andam aqui há já algum tempo uns cabos interconect a rodar à experiência que se estão a tornar um caso sério para o meu gosto pessoal...
Já os experimentei no sistema principal... Orquestra
Já os experimentei no sistema do quarto... Orquestra
Já os experimentei no sistema do Alentejo... Orquestra

Baratos e muito... muito bons...
Claro que para o meu gosto pessoal...

O Audio é tramado... o que uns adoram... outros detestam...

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 S-l225
Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 S-l225

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4766
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQua 19 Jun - 10:21

Olá

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 31cDh7oxc6L._SR600%2C315_PIWhiteStrip%2CBottomLeft%2C0%2C35_PIStarRatingFIVE%2CBottomLeft%2C360%2C-6_SR600%2C315_SCLZZZZZZZ_

Ao colocá-los em 3 sistemas diferentes chego à conclusão que são uns cabos polivalentes e neutros, de facto eu pessoalmente acho que é preferível ter um cabo isento e se quiser alterar o som para o nosso agrado usar os controles de tonalidade.
Nestes 3 sistemas 2 têm controles de tonalidade e 1 não, no entanto não estou a usar qualquer controle de tonalidade.
Neste momento até prova em contrário estes cabos para mim são os eleitos...

O Audio é tramado... o que uns adoram... outros detestam...

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
masa
Membro AAP


Mensagens : 200
Data de inscrição : 29/01/2013
Idade : 74
Localização : Vale de Milhaços

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQua 19 Jun - 11:38

Fredy , os Mogami rca têm várias referências .Qual é a que te referes ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4766
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQua 19 Jun - 11:39

Olá

Estes...
https://www.ebay.com/itm/Mogami-2524-with-Neutrik-Rean-RCA-plugs-Audiophile-Interconnect-Cable-Pair/122837141333?hash=item1c99aa0755ⓂmNpejViR4AcYErgFfOEi3Og

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
jpinto
Membro AAP
jpinto

Mensagens : 182
Data de inscrição : 03/08/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptyQui 20 Jun - 20:31

Há já algum tempo que estou a usar IC feitos com cabos da Mogami e estou a gostar bastante, são cabos neutros sem dúvida.
Ao entrarem saíram os MIT.

No meu caso usei o W2534 que é um cabo de microfone Quad (de 2 pares) tanto em IC balanceados com fichas XLR da Neutrik como em IC não balanceados com fichas RCA também da Neutrik.

A primeira foto penso que seja o cabo W2549 que também é de microfone de um par.
Os cabos que aparecem na site do Ebay são os W2524 que já é um cabo do tipo coaxial que a Mogami indica como de Guitarra.

Para quem tiver interesse fica aqui as referências no site da Mogami:

http://www.mogamicable.com/category/bulk/microphone/quad/
http://www.mogamicable.com/category/bulk/microphone/quality_balanced/
http://www.mogamicable.com/category/bulk/guitar/
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4766
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 10:31

Olá

Citação :
JPinto escreveu...
Há já algum tempo que estou a usar IC feitos com cabos da Mogami e estou a gostar bastante, são cabos neutros sem dúvida.
Ao entrarem saíram os MIT.

No meu caso usei o W2534 que é um cabo de microfone Quad (de 2 pares) tanto em IC balanceados com fichas XLR da Neutrik como em IC não balanceados com fichas RCA também da Neutrik.

A primeira foto penso que seja o cabo W2549 que também é de microfone de um par.
Os cabos que aparecem na site do Ebay são os W2524 que já é um cabo do tipo coaxial que a Mogami indica como de Guitarra

De facto os que estou a usar são estes...
Mogami 2549 with Neutrik Rean NYS373, Audiophile RCA Interconnect Cable Pair
Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 S-l500
Como já os tenho há algum tempo... enganei-me na imagem  Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 317942 , a 1ª é que está correcta.
Aqui vai o link correcto.
https://www.ebay.com/itm/Mogami-2549-with-Neutrik-Rean-NYS373-Audiophile-RCA-Interconnect-Cable-Pair/122837127712?hash=item1c99a9d220ⓂmNpejViR4AcYErgFfOEi3Og
Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
Goansipife

Mensagens : 3248
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 60
Localização : Freiria - Torres Vedras

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 12:11

fredy escreveu:

De facto os que estou a usar são estes...
Mogami 2549 with Neutrik Rean NYS373, Audiophile RCA Interconnect Cable Pair
Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 S-l500
Como já os tenho há algum tempo... enganei-me na imagem  Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 317942 , a 1ª é que está correcta.
Aqui vai o link correcto.
https://www.ebay.com/itm/Mogami-2549-with-Neutrik-Rean-NYS373-Audiophile-RCA-Interconnect-Cable-Pair/122837127712?hash=item1c99a9d220ⓂmNpejViR4AcYErgFfOEi3Og
Fredie

Não resisti!

Como o tópico se designa por "Quem disse que os cabos não fazem diferença", retiro tudo o que possa ter dito sobre cabos antes.

Vendo o preço... Claro que fazem toda a diferença... No bolso, então... smedley
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5627
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 13:10

Mais uma vez, a escolha recaiu em cabos do sector profissional, tão mal amados pelos senhores audióf... cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
fredy

Mensagens : 4766
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 58
Localização : Casal do Marco - Seixal

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 17:53

Olá

Aceito testes comparativos... Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 936335

Fredie

Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
JPEREIRA

Mensagens : 354
Data de inscrição : 13/07/2010

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 19:37

Olá

Eu também quero participar nos testes Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 693932
E também tenho Mogami mas de coluna e VanDamme de coluna mas a versão HI FI.
E também tenho neotech IC
E se for bom como dizes e barato também compro uns cabitos desses Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 271350
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
Goansipife

Mensagens : 3248
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 60
Localização : Freiria - Torres Vedras

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 22:08

Também ligo o cabo aos testes Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 693932

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
jpinto
Membro AAP
jpinto

Mensagens : 182
Data de inscrição : 03/08/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 23:27

Ghost4u escreveu:
Mais uma vez, a escolha recaiu em cabos do sector profissional, tão mal amados pelos senhores audióf... cheers

Mais as fichas do mesmo sector...
Voltar ao Topo Ir em baixo
jpinto
Membro AAP
jpinto

Mensagens : 182
Data de inscrição : 03/08/2011
Idade : 57
Localização : Lisboa

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySex 21 Jun - 23:29

JPEREIRA escreveu:
Olá

Eu também quero participar nos testes Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 693932
E também tenho Mogami mas de coluna e VanDamme de coluna mas a versão HI FI.
E também tenho neotech IC
E se for bom como dizes e barato também compro uns cabitos desses Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 271350

Se não for indiscrição qual é o cabo de coluna Mogami que tem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
Ghost4u

Mensagens : 5627
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 EmptySab 22 Jun - 0:24

jpinto escreveu:
Mais as fichas do mesmo sector...

Pois. Que por sua vez, marcas de cabos dispendiosos, usam as Neutrik Profi...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Quem disse que os cabos não fazem diferença'   Quem disse que os cabos não fazem diferença' - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quem disse que os cabos não fazem diferença'
Voltar ao Topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Cabos-
Ir para: