Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Armonicos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mário Franco
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1603
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 59
Localização : Paço de Arcos

MensagemAssunto: Armonicos    Qui Set 03 2015, 10:51

Mais qualquer coisa sobre este tema (retirado da Novacon - no fim do texto está o link para quem quiser ler o artigo completo)

Dividindo os amplificadores em três grupos segundo as de características da distorção, a etapa seguinte é determinar como os harmónicos se relacionam à audição.
Há um paralelo aqui entre a distorção eletrônica e a coloração do tom musical que é a chave do porque as válvulas e os transistores soam diferentes.
Provavelmente as maiores autoridades nesta área são os artesãos construtores de órgãos e instrumentos musicais.
Com muitos anos de cuidadosa experiência estes artesãos determinaram como os vários harmônicos se relacionam à coloração de um instrumento.


A coloração característica preliminar de um instrumento é determinada pela intensidade dos primeiros harmônicos. Cada um dos harmônicos mais baixos produz seu próprio efeito característico.
Quando é dominante pode modificar o efeito de um outro harmônico dominante mais baixo se lhe é proeminente.
Na classificação mais simples, os harmônicos mais baixos são divididos em dois grupos tonais.
Os harmônicos impares (terceiros e quintos) produzem uma "paralisação" ou "cobertura" do som.
Os harmônicos pares (segundo, quarto, e sexto) produzem um efeito de som como "coral" ou "cântico".


Os segundos e terceiros harmônicos são os mais importantes do ponto de vista dos gráficos eletrônicos quanto a  distorção conforme vimos na seção precedente.
O segundo é uma oitava musical acima da fundamental e é quase inaudível; contudo adiciona o “corpo” ao som, fazendo-o mais cheio.
O terceiro é denominado têmpera ou um musical duodécimo.
Produz um som que muitos músicos referem como o "esvaziador." Uma vez que em lugar de fazer o tom mais cheio, um terceiro harmônico forte torna som mais macio.
Adicionar um quinto harmônico a um terceiro forte dá ao som uma qualidade metálica que começa a irritar a medida que sua amplitude aumenta.
Um segundo harmônico forte com um terceiro harmônico forte tende a abrir o efeito de "cobertura".
Adicionar o quarto e o quinto harmônicos, muda o som para uma característica de "trombeta".


Os harmônicos mais elevados, acima do sétimo, dão ao som "abrupto" ou "mordido". Quando esta “borda” abrupta é equivalente ao tom musical básico, ela tende a reforçar a fundamental, dando ao som uma qualidade “cortante” ao ser ouvida.
Muitos dos harmônicos de alta ordem possuem cadência musical não relacionada com a fundamental, tais como o sétimo, o nono, e o décimo primeiro. Conseqüentemente, harmônicos de alta ordem em demasia podem produzir um desagradável som “raspante”.
O ouvido parece ser muito sensível aos harmônicos de alta ordem, controlar sua amplitude é de importância primordial.
O estudo previamente mencionado do tom da trombeta mostra que o efeito dos harmônicos de alta ordem estão relacionados diretamente ao volume do som.
Tocar a mesma nota da trombeta alta ou macia faz pouca diferença na amplitude da fundamental e dos harmônicos mais baixos. Entretanto harmônicos acima do sexto aumentam ou diminuem em amplitude na proporção quase direta ao volume. Este contrapeso proporcionado pelos harmônicos de alta ordem é um sinal critico para reconhecimento do volume pelo ouvido humano.

---------------------------------------------------

O fator básico na diferença do som da válvula e do transistor é o peso relativo das distorções que ocorrem nos harmônicos em cada amplificador na região da sobrecarga. Os amplificadores de transistor exibem um componente forte da distorção de terceiro harmônico quando conduzidos na sobrecarga. Este harmônico produz um som "coberto", dando à gravação uma qualidade restrita. Alternativamente um amplificador de válvula quando sobrecarregado gera um espectro inteiro dos harmônicos. Particularmente fortes são os segundos, terceiros, quartos, e quintos que dão um "corpo de bronze cheio" ao som. Quanto mais o amplificador é conduzido à saturação, maior a amplitude dos harmônicos mais elevados como o sétimo, o oitavo, o nono, etc. Estes adicionam uma característica abrupta ao som que o ouvido traduz como informação de volume. Sobrecarregar um amplificador operacional produz tal quantidade de harmônicos abruptos que se tornam desagradáveis dentro de uma escala de apenas 5-dB. Os transistores estendem esta escala da sobrecarga aproximadamente à 10-dB e as válvulas aceitam 20-dB ou mais. Usando esta análise básica, as características de psicoacústica indicadas anteriormente podem ser relacionadas às propriedades elétricas dos harmônicos de cada tipo de amplificador.

http://www.novacon.com.br/audiocontamp1.htm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10375
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 11:31


Interessante.....
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3029
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 73
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 12:42

Profundo!! ...
study

king
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 20:52

Mário Franco escreveu:




O fator básico na diferença do som da válvula e do transistor é o peso relativo das distorções que ocorrem nos harmônicos em cada amplificador na região da sobrecarga. Os amplificadores de transistor exibem um componente forte da distorção de terceiro harmônico quando conduzidos na sobrecarga. Este harmônico produz um som "coberto", dando à gravação uma qualidade restrita. Alternativamente um amplificador de válvula quando sobrecarregado gera um espectro inteiro dos harmônicos. Particularmente fortes são os segundos, terceiros, quartos, e quintos que dão um "corpo de bronze cheio" ao som. Quanto mais o amplificador é conduzido à saturação, maior a amplitude dos harmônicos mais elevados como o sétimo, o oitavo, o nono, etc. Estes adicionam uma característica abrupta ao som que o ouvido traduz como informação de volume. Sobrecarregar um amplificador operacional produz tal quantidade de harmônicos abruptos que se tornam desagradáveis dentro de uma escala de apenas 5-dB. Os transistores estendem esta escala da sobrecarga aproximadamente à 10-dB e as válvulas aceitam 20-dB ou mais. Usando esta análise básica, as características de psicoacústica indicadas anteriormente podem ser relacionadas às propriedades elétricas dos harmônicos de cada tipo de amplificador.


Eu pessoalmente sou e continuo adepto dos amplificadores a transístores mesmo sabendo os seus defeitos e limitações.

O único sistema a válvulas que me surpreendeu positivamente até hoje foi um cj da Jadis composto por um pré e dois mono-blocos ligados a umas colunas iguais as minhas Proac.

Acredito e sei que existe muitos sistemas a Válvulas competentes no mercado, mas sou fiel aos meus gostos pessoais.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15153
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 55
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 21:18

E aqui segue um belo exemplo :




_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 21:22

Milton escreveu:
E aqui segue um belo exemplo :




Pronto já lixaste o tópico

Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15153
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 55
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Qui Set 03 2015, 22:16



Para me redimir aqui vai :


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 01:42

Mário esta é para ti, nem de propósito sabes que o supressor de ruído Adress melhora o rácio SN e gama dinâmica. Também é possível reduzir a distorção harmônica e distorção de intermodulação.





Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 02:26

Mário Franco escreveu:


---------------------------------------------------

O fator básico na diferença do som da válvula e do transistor é o peso relativo das distorções que ocorrem nos harmônicos em cada amplificador na região da sobrecarga. Os amplificadores de transistor exibem um componente forte da distorção de terceiro harmônico quando conduzidos na sobrecarga. Este harmônico produz um som "coberto", dando à gravação uma qualidade restrita. Alternativamente um amplificador de válvula quando sobrecarregado gera um espectro inteiro dos harmônicos. Particularmente fortes são os segundos, terceiros, quartos, e quintos que dão um "corpo de bronze cheio" ao som. Quanto mais o amplificador é conduzido à saturação, maior a amplitude dos harmônicos mais elevados como o sétimo, o oitavo, o nono, etc. Estes adicionam uma característica abrupta ao som que o ouvido traduz como informação de volume. Sobrecarregar um amplificador operacional produz tal quantidade de harmônicos abruptos que se tornam desagradáveis dentro de uma escala de apenas 5-dB. Os transistores estendem esta escala da sobrecarga aproximadamente à 10-dB e as válvulas aceitam 20-dB ou mais. Usando esta análise básica, as características de psicoacústica indicadas anteriormente podem ser relacionadas às propriedades elétricas dos harmônicos de cada tipo de amplificador.

http://www.novacon.com.br/audiocontamp1.htm


Não é por acaso que um dos estudo do Dr. Seibt, se intitula, "Amplificadores a Válvulas - Inigualável"
A superioridade das válvulas na aplicação em amplificadores de alta fidelidade.


http://members.aon.at/aseibt/publications/Roehrenverstaerker.pdf

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 11:05

António José da Silva escreveu:
Mário Franco escreveu:


---------------------------------------------------

O fator básico na diferença do som da válvula e do transistor é o peso relativo das distorções que ocorrem nos harmônicos em cada amplificador na região da sobrecarga. Os amplificadores de transistor exibem um componente forte da distorção de terceiro harmônico quando conduzidos na sobrecarga. Este harmônico produz um som "coberto", dando à gravação uma qualidade restrita. Alternativamente um amplificador de válvula quando sobrecarregado gera um espectro inteiro dos harmônicos. Particularmente fortes são os segundos, terceiros, quartos, e quintos que dão um "corpo de bronze cheio" ao som. Quanto mais o amplificador é conduzido à saturação, maior a amplitude dos harmônicos mais elevados como o sétimo, o oitavo, o nono, etc. Estes adicionam uma característica abrupta ao som que o ouvido traduz como informação de volume. Sobrecarregar um amplificador operacional produz tal quantidade de harmônicos abruptos que se tornam desagradáveis dentro de uma escala de apenas 5-dB. Os transistores estendem esta escala da sobrecarga aproximadamente à 10-dB e as válvulas aceitam 20-dB ou mais. Usando esta análise básica, as características de psicoacústica indicadas anteriormente podem ser relacionadas às propriedades elétricas dos harmônicos de cada tipo de amplificador.

http://www.novacon.com.br/audiocontamp1.htm


Não é por acaso que um dos estudo do Dr. Seibt, se intitula, "Amplificadores a Válvulas - Inigualável"
A superioridade das válvulas na aplicação em amplificadores de alta fidelidade.


http://members.aon.at/aseibt/publications/Roehrenverstaerker.pdf

Esse Seibt não é nada "tendencioso".

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 14:34

ducar escreveu:


Esse Seibt não é nada "tendencioso".



É sim senhora, tens toda a razão, é um gajo com uma tendência enorme para o conhecimento profundo.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mister W
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4323
Data de inscrição : 07/03/2012
Idade : 50
Localização : Margem Sul... Margem Norte...

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 15:09

António José da Silva escreveu:
ducar escreveu:


Esse Seibt não é nada "tendencioso".


É sim senhora, tens toda a razão, é um gajo com uma tendência enorme para o conhecimento profundo.  

Esse senhor até pode ser um grande conhecedor mas tem uma grande dificuldade em exprimir-se... pois não entendí nada do que ele escreveu...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 15:22

António José da Silva escreveu:
ducar escreveu:


Esse Seibt não é nada "tendencioso".



É sim senhora, tens toda a razão, é um gajo com uma tendência enorme para o conhecimento profundo.  

Desculpa lá António mas eu sou alérgico a gurus.



Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3029
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 73
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 15:25

António José da Silva escreveu:
ducar escreveu:


Esse Seibt não é nada "tendencioso".



É sim senhora, tens toda a razão, é um gajo com uma tendência enorme para o conhecimento profundo.  

Com uma tendência muito pronunciada para as harmónicas pares de 2ª ou 4ª ordem... não será defeito, é mais feitio (mau)!? ...

smedley

king


Última edição por reirato em Sab Set 05 2015, 17:37, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 16:34

ducar escreveu:
António José da Silva escreveu:
ducar escreveu:


Esse Seibt não é nada "tendencioso".



É sim senhora, tens toda a razão, é um gajo com uma tendência enorme para o conhecimento profundo.  

Desculpa lá António mas eu sou alérgico a gurus.



 


É tudo menos guru, antes, um estudioso da matéria que trabalhou para as maiores empresas europeias e americanas de áudio e na electrónica da industria automóvel. Em ambos os ramos, tem dezenas de patentes em seu nome. Sabe bem mais do que eu?

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 16:49

Algumas publicações.

http://www.amazon.de/Handbuch-Oszilloskoptechnik-Schaltungstechnik-Me%C3%9Fpraxis-Wartung/dp/3928051733/ref=sr_1_747?s=books&ie=UTF8&qid=1349890555&sr=1-747

http://members.aon.at/aseibt/publications.htm

http://w140.com/Handbook_of_Oscilloscope_Technology.pdf

http://www.hifi-forum.de/viewthread-18-1197.html (página 18)

http://hescon-electronics.de/hallo-welt/

http://audioclassica.de/files/Dokumente/EA_Folder_Technische_Details_DinA5_0.pdf

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mister W
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4323
Data de inscrição : 07/03/2012
Idade : 50
Localização : Margem Sul... Margem Norte...

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 19:06

António José da Silva escreveu:

...
É tudo menos guru, antes, um estudioso da matéria que trabalhou para as maiores empresas europeias e americanas de áudio e na electrónica da industria automóvel. Em ambos os ramos, tem dezenas de patentes em seu nome. Sabe bem mais do que eu?

Da união entre essas duas indústrias ainda vai nascer um Auto-Rádio high-end a válvulas...

P.S. Não creio que a diferença entre guru e estudioso (professor, conhecedor) seja assim tão grande...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:22

Mister W escreveu:


P.S. Não creio que a diferença entre guru e estudioso (professor, conhecedor) seja assim tão grande...


Pois, as diferenças estão mais na óptica do espectador do que do visado. Mas por alguma razão, Guru passou a ter uma conotação negativa. Mas também entendo que no meio de tanto falso "guru", haja quem se sinta enganado. O outro problema é que existem gurus para todos os gostos e com discursos diferentes, e para nós, os leigos na matéria, é impossível saber quem é quem.

Portanto, nem sequer se pode levar a mal a quem desdenhe nem aos que não desenham.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mister W
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4323
Data de inscrição : 07/03/2012
Idade : 50
Localização : Margem Sul... Margem Norte...

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:46

António José da Silva escreveu:
Mister W escreveu:


P.S. Não creio que a diferença entre guru e estudioso (professor, conhecedor) seja assim tão grande...


Pois, as diferenças estão mais na óptica do espectador do que do visado. Mas por alguma razão, Guru passou a ter uma conotação negativa. Mas também entendo que no meio de tanto falso "guru", haja quem se sinta enganado. O outro problema é que existem gurus para todos os gostos e com discursos diferentes, e para nós, os leigos na matéria, é impossível saber quem é quem.

Portanto, nem sequer se pode levar a mal a quem desdenhe nem aos que não desenham.

Estás a desconversar... por isso vou chamar-te um nome feio: És um g'anda Guru do analógico!

Um tópico tão bem intencionado sobre armónicos já descambou nas harmónicas, auto-rádios e gurus... sorry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64185
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:49

Mister W escreveu:


Um tópico tão bem intencionado sobre armónicos já descambou nas harmónicas, auto-rádios e gurus... sorry


Só não estás a falar de "Armónicas" porque não queres. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:52

António José da Silva escreveu:
Mister W escreveu:


P.S. Não creio que a diferença entre guru e estudioso (professor, conhecedor) seja assim tão grande...


Pois, as diferenças estão mais na óptica do espectador do que do visado. Mas por alguma razão, Guru passou a ter uma conotação negativa. Mas também entendo que no meio de tanto falso "guru", haja quem se sinta enganado. O outro problema é que existem gurus para todos os gostos e com discursos diferentes, e para nós, os leigos na matéria, é impossível saber quem é quem.

Portanto, nem sequer se pode levar a mal a quem desdenhe nem aos que não desenham.

Isso é tudo muito bonito mas a questão não se põe de nós sermos uns leigos ou não na matéria, o que vale aqui é o que nos soa bem ao nosso ouvido, não vou mudar de opinião só porque um falso ou verdadeiro Guru discorda do meu gosto pessoal, no entanto temos que respeitar a sua opinião mas dai ter que seguir à risca as ideias do Sr. vai uma grande distância.

O que seria do amarelo. Se todos gostassem do azul?




Voltar ao Topo Ir em baixo
Mister W
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4323
Data de inscrição : 07/03/2012
Idade : 50
Localização : Margem Sul... Margem Norte...

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:53

António José da Silva escreveu:
Mister W escreveu:


Um tópico tão bem intencionado sobre armónicos já descambou nas harmónicas, auto-rádios e gurus... sorry

Só não estás a falar de "Armónicas" porque não queres. lol!

Deixa lá isso... Esses temas ficam prós Gurus do audio (conotação positiva)... study
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4340
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Armonicos    Sab Set 05 2015, 20:57

Mister W escreveu:
António José da Silva escreveu:
Mister W escreveu:


Um tópico tão bem intencionado sobre armónicos já descambou nas harmónicas, auto-rádios e gurus... sorry

Só não estás a falar de "Armónicas" porque não queres. lol!

Deixa lá isso... Esses temas ficam prós Gurus do audio (conotação positiva)... study

Um dia destes os válvulados vão andar a Leds

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Armonicos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: