Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Mayday Mayday

Ir em baixo 
AutorMensagem
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 02:47

Os pioneiros do dia 1 de Maio.


http://www.precarios.net/?p=12455

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4409
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 56
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 09:55

Olá

Por enquanto o meu patrão ainda não me retirou este feriado...
Eu pela minha parte tento respeitá-lo ao máximo, nunca faço qualquer compra seja que de género for... neste dia.
Há minha conta não há nenhum patrão que faça 1 cêntimo neste dia.

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
lore
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 11/07/2010
Localização : lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 10:00

Nao bebes cafe , nao poes gasolina , nao passas nas portagens ?
O problema nao é trabalhar no feriado , mas sim as contrapartidas de trabalhar ....
Voltar ao Topo Ir em baixo
PAUCA SED BONA

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/09/2013
Idade : 14
Localização : CASAL DE CAMBRA

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 10:23

lore escreveu:
Nao bebes cafe , nao poes gasolina , nao passas nas portagens ?
O problema nao é trabalhar no feriado , mas sim as contrapartidas de trabalhar ....

Só tenho a acrescentar a escolha de querer ou não, trabalhar neste dia.

Para não dar a ganhar nada a patrão algum, neste dia , só dormindo as 24 horas (sem comer nem beber), de quadro eléctrico desligado e água fechada. Smile

Mesmo assim os senhorios e os bancos ganham na mesma, neste dia.

Cumprimentos
João
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://psb@paucasedbona.pt
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15359
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 10:27

Já começa a fazer mais sentido haver um dia do desempregado....

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
lore
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 11/07/2010
Localização : lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 10:35

A coisa esta a melhorar ....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15359
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 10:44

lore escreveu:
A coisa esta a melhorar ....

Prontsss ok....então um dia do mal-empregado ou do precário....

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4409
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 56
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 12:24

Olá

Citação :
Lore escreveu...
Nao bebes cafe , nao poes gasolina , nao passas nas portagens ?
O problema nao é trabalhar no feriado , mas sim as contrapartidas de trabalhar ....

Bebo café em casa como faço durante todo o ano excepto quando vou trabalhar ou almoçar fora.
Gasóleo se acho que preciso para esse dia ponho no dia anterior...
Na portagem se tiver que passar passo na via verde...

eu não pus em causa o trabalhar no dia 1º de Maio... coloco é em causa os serviços que não são essenciais e funcionam...
Hipermercados por exemplo que lançam o esquema das promoções...
porque...
transportes
hospitais
forças policiais...
e quem trabalha por conta própria que decide se deve trabalhar ou não neste dia e não lhe é imposto.
e muitos outros serviços têm que trabalhar neste dia... assim como o resto ano.


Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
João Henrique
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1482
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 53
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 13:27

fredy escreveu:
Olá

Por enquanto o meu patrão ainda não me retirou este feriado...
Eu pela minha parte tento respeitá-lo ao máximo, nunca faço qualquer compra seja que de género for... neste dia.
Há minha conta não há nenhum patrão que faça 1 cêntimo neste dia.

Fredie

Espero que não, mas nunca se sabe...

ps. os hospitais estão abertos, se precisares de um medicamento a farmácia está de serviço, os bombeiros dão no duro, se tiveres um ruptura de água, os serviços estão de piquete.
E os autocarros correm pela cidade para ires passear, se fores de carro pode ser que precises de gasolina, no dia seguinte há jornais à venda, pois... não gastam um cêntimo, mas quem trabalha deve receber, quem é que paga? Lá voltamos ao Verão Quente, e depois temos de ter um novo 25 de Novembro para repor o 25 de Abril.

Não é por ser 1.º de Maio que o País pára. Devemos comemorar o dia pelo seu significado e por quem sofreu na pele para que hoje os trabalhadores tenham direitos, mas sem esquecer os deveres.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lore
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 11/07/2010
Localização : lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 14:43

Enquanto ca no burgo se continuar a comprar coisas feitas em paises onde os direitos dos trabalhadores sao nulos... Compra se no "chines"porque ė barato ,e ninguem se lembra das razoes de ser barato ....
Voltar ao Topo Ir em baixo
João Henrique
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1482
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 53
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 15:08

lore escreveu:
Enquanto ca no burgo se continuar a comprar coisas feitas em paises onde os direitos dos trabalhadores sao nulos...  Compra se no "chines"porque ė barato ,e ninguem se lembra das razoes de ser barato ....

Há uns tempos atrás não sei em que canal vi uma reportagem sobre as grandes superfícies de venda mas só em grande quantidade.
Na sequência dessa reportagem estavam a falar com um proprietário de uma empresa que dizia não ter capacidade de prestar melhores condições aos trabalhadores a nível de protecção no trabalho porque não podia, mas o menino tinha um Porsche Cayenne, Vocês sabem quantos milhares de ordenados de trabalhadores daquele senhor era necessário para comprar o carrito?
Uma vergonha
Viverem em quartos sem condições e no local de trabalho, e com os filhos.

Mas não é só comprar no chinês, quando forem às compras vejam as etiquetas das roupas, vejam a ficha dos electrodomésticos, vejam a origem de milhares de componentes dos carros.

Não passa por deixar de comprar no chinês, que até vende bastantes produtos fabricados em Portugal.

Mas também não sei o que fazer, é um problema bastante complicado.
Se aqueles pobres não tiverem aquele trabalho mal pago, como irão viver?

Eles tiveram a Revolução de Xinhai e depois a Revolução Comunista
Nós tivemos um 25 de Abril e depois, felizmente, um 25 de Novembro

Bem lá melhor estamos, não é verdade?


Última edição por João Henrique em Sab Maio 02 2015, 15:12, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
vlopes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2993
Data de inscrição : 03/07/2010
Localização : Azeitão

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 15:11

Fonix!!!
Quando li o titulo, julguei que era um dos pilotos grevistas a despenhar-se com o seu *drone!!!






* o que eles vão passar a pilotar depois do funeral da TAP....
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 17:14

vlopes escreveu:
Fonix!!!


* o que eles vão passar a pilotar depois do funeral da TAP....




Eles acabam por arranjar uma solução, é gente a mais para ficar desempregada, digo eu.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
João Henrique
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1482
Data de inscrição : 21/07/2010
Idade : 53
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 18:39

António José da Silva escreveu:
Eles acabam por arranjar uma solução, é gente a mais para ficar desempregada, digo eu.

Também penso o mesmo

Agora aquele palerma dos transportes, aquele secretário de Estado a quem os paizinhos deram o nome de Sérgio Monteiro até pode ser um bom técnico mas como político é uma nódoa. Já é a segunda vez que faz cócó. Abre a boca e sai mer...

E depois, claro, ninguém gosta de ser pressionado daquela maneira, e deu no que deu. A greve, a meu ver, só não foi desconvocada por causa da intervenção desse menino. Porque já existiam conversações nesse sentido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ferpina
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10218
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 63
Localização : Assado - Perú

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Sab Maio 02 2015, 23:53

O tema já derivou para a greve dos pilotos... Não costumo abordar "politiquices" mas então...

A SIC deu há uns dois ou três dias uma reportagem dividida em duas partes, sobre o tema TAP. Bastante elucidativa sobre o que se tem passado nos últimos anos. A TAP perdeu 750% (setecentos e cinquenta por cento) do seu valor desde 2007!!! Porquê?
Má gestão (?), negócios estranhos (?), aquisições no Brasil ainda mais estranhas (?), handling (?), manutenção (?), etc...
Neste momento atiram-se as pedras aos pilotos (com ou sem razão), mas esquecemo-nos que numa contratação colectiva de 1999, estava então o PS no governo, tendo o eng. Guterres como 1º ministro, se lavrou em acta que os pilotos abdicavam de aumentos salariais a troco de entre 10% e 20% no capital da empresa numa futura e hipotética privatização.
Então o que temos agora? Um governo inflexível na privatização imediata (bem ou mal) e recusando honrar compromissos feitos, e uma classe profissional reinvindicando aquilo que acordou há uns anos. Isto no geral...

Concordo em absoluto que uma greve deste teor e feita pelo grupo em causa, o grupo com mais força na empresa, terá forçosamente que ter consequências muito nefastas para a própria empresa, para todos os sectores que lhe estão associados e em último caso para todos nós.

Provavelmente muitos de nós estamos esquecidos dos vários acordos feitos com o Estado, com a entidade patronal, sei lá, com qualquer entidade, e que foram puramente rasgados e vilipendiados neste últimos anos.
Mas também provavelmente já nos esquecemos dos Salgados, Silvas, Sócrates, Loureiros (há vários), Coelhos, Relvas, Z.Bavas, BPNs, submarinos, Pandurus, sobreiros, vistos gold, arguidos por assassínio, etc...

O nosso problema, é de falta de memória, de ganância, de promiscuidade, de corrupção, de "deixa andar", etc,... mas acima de tudo falta de honra!

P.S. Não defendo os pilotos da TAP, até tenho "arreceio" de me meter dentro dos aviões, mesmo parados no solo!

_________________
Cumprimentos, Fernando Pina
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   Dom Maio 03 2015, 00:56

Ferpina escreveu:
O tema já derivou para a greve dos pilotos... Não costumo abordar "politiquices" mas então...

A SIC deu há uns dois ou três dias uma reportagem dividida em duas partes, sobre o tema TAP. Bastante elucidativa sobre o que se tem passado nos últimos anos. A TAP perdeu 750% (setecentos e cinquenta por cento) do seu valor desde 2007!!! Porquê?
Má gestão (?), negócios estranhos (?), aquisições no Brasil ainda mais estranhas (?), handling (?), manutenção (?), etc...
Neste momento atiram-se as pedras aos pilotos (com ou sem razão), mas esquecemo-nos que numa contratação colectiva de 1999, estava então o PS no governo, tendo o eng. Guterres como 1º ministro, se lavrou em acta que os pilotos abdicavam de aumentos salariais a troco de entre 10% e 20% no capital da empresa numa futura e hipotética privatização.
Então o que temos agora? Um governo inflexível na privatização imediata (bem ou mal) e recusando honrar compromissos feitos, e uma classe profissional reinvindicando aquilo que acordou há uns anos. Isto no geral...

Concordo em absoluto que uma greve deste teor e feita pelo grupo em causa, o grupo com mais força na empresa, terá forçosamente que ter consequências muito nefastas para a própria empresa, para todos os sectores que lhe estão associados e em último caso para todos nós.

Provavelmente muitos de nós estamos esquecidos dos vários acordos feitos com o Estado, com a entidade patronal, sei lá, com qualquer entidade, e que foram puramente rasgados e vilipendiados neste últimos anos.
Mas também provavelmente já nos esquecemos dos Salgados, Silvas, Sócrates, Loureiros (há vários), Coelhos, Relvas, Z.Bavas, BPNs, submarinos, Pandurus, sobreiros, vistos gold, arguidos por assassínio, etc...

O nosso problema, é de falta de memória, de ganância, de promiscuidade, de corrupção, de "deixa andar", etc,... mas acima de tudo falta de honra!

P.S. Não defendo os pilotos da TAP, até tenho "arreceio" de me meter dentro dos aviões, mesmo parados no solo!



Subscrevo a 200% a tua analise sobre o assunto.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mayday Mayday   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mayday Mayday
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: