Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Eu, audiófilo (em inglês)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
António José da Silva
Membro AAP


Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 20:23

Mas não deixa de ser fascinante que algo com graves problemas soe real, e algo tão perfeito soe tão limitado.

Será falta do açúcar analógico ou do adoçante digital?
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 20:39

Pois é, é um dos maiores mistérios da natureza, como algo tão perfeito soa tão mal e algo tão mau soa tão perfeito Smile

E ainda mais incrível é como há tanta gente neste mundo que tem uma natural obsessão pelo que é mau lhe soa mal, seja analógico ou digital, o que o pessoal realmente gosta e procura é o que é mau! hehehehhehehe Isto é tão sado-maso que mais vale chamar-lhe as 50 Distorções de Grey ou algo do género Very Happy


Última edição por ViciAudio em Sex Fev 27 2015, 23:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 20:46

António José da Silva escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
...eu prefiro o CD porque praticamente não tem som.



Pois...resume a coisa. dvil

Sim, a coisa resume-se à música (ou ao sinal gravado), não há aditivos. cyclops


Ricardo, desculpa mas toda a tua ilusão de perfeição não se manifesta na realidade. E esta constatação não é só dos que gostam de "distorção" como gostas de apregoar. É um facto. Vives agarrado a dogmas que se baseiam (na sua maioria) em belos contos de fadas mal explicados que nos são impingidos.

Mas a realidade é bem audível.

Qual realidade?
A única realidade é que tu gostas do som do vinil e eu não.
Não tem nada a ver com contos de fadas, é aquilo que nós ouvimos.
Para ti o vinil é menos imperfeito do que o CD, para mim é o contrário.
O resto são technicalities...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 21:17

ricardo onga-ku escreveu:

Para ti o vinil é menos imperfeito do que o CD, para mim é o contrário.
O resto são technicalities...






Mas existem problemas nessas technicalities...

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 21:34

ricardo onga-ku escreveu:

Para ti o vinil é menos imperfeito do que o CD, para mim é o contrário.

Finalmente sai alguma coisa que se aproxima de uma contestação séria e que não reduz os outros a ignorantes...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 21:53

Isto tudo são temas que despoletam toda a nossa paixão.
Mas obviamente que é nosso dever acalmar a nossa paixão o máximo possível.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1833
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 23:04

António José da Silva escreveu:
Wiki.


An audiophile is a person enthusiastic about high-fidelity sound reproduction. Audiophile values may be applied at all stages of music reproduction: the initial audio recording, the production process, and the playback, which is usually in a home setting.



Obrigado António pela bela discrição que eu desconhecia.

Quanto aos amigos que andam à sobre o digital e o analógico, vejam pelos grandes gurus de venda de ficheiros digitais, que andam a fazer fortuna com isso e depois enriquecem as suas colecções de analógico, entendem, então quem é que sabe o que é bom HHeimmmmmm
Um grande abraço e vejam lá se vão mas é beber umas boas bejecas
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sex Fev 27 2015, 23:09

fernando3728 escreveu:

Um grande abraço e vejam lá se vão mas é beber umas boas bejecas

Claro, isso é o mais importante. Sou a favor de beber umas bejecas ao som de um bom vinil.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sab Fev 28 2015, 10:30

Esta anedota tem a sua graça... Não admira que os audiófilos não gostem de um suporte que seja "transparente".


Spokesmen for the CD record manufacturers have claimed "There is no possibility for sonic degradation!" or "Science does not know how to make a better-sounding record," or "The CD sounds exactly like our master tapes," or...Hey, wait a minute. What was that last one? Exactly like the master tapes, eh? And what, pray tell, do your master tapes sound like? Like your CDs, perhaps?
"Exactly like them."

Well then, let's examine the pedigrees of those tapes? How were they recorded?
"Why, we just put a bunch of instruments in this great big hall, and we use microphones to convert all those squiggly little sound waves into..."

No, no. What microphones do you use to make your master tapes?
"Well, we usually like AKG and Neumann condensers, and sometimes our chief technician brings in his Acme electret because...."

Hold it right there! Why don't you use Schoeps or Coles or B&K mikes? They're supposed to produce the most accurate sound.
"Oh, we don't want accuracy; we want each mike to have its own sonic flavor, so we can choose the one that gives the best sound from the instruments it was aimed at."

You mean, they weren't just aimed at the whole orchestra?
"Oh dear, no. That's so primitive. Bell Labs was recording that way back in the 1930s. We find it easier to get the kind of sound we want that is—that our market researchers want—if we pick up every instrumental group separately, from closeup, and..."

You mean you multimike?
"Of course. Doesn't everybody?"

Some don't. But tell me, what do you feed those mikes to? A Neve console, maybe?
"What's a Neve? No, ours was custom-designed by a local firm that services touring rock groups. It's a honey! Twenty four inputs, six independent foldbacks, separate bass and treble controls, artificial reverb on each input. Weighs a ton and a half! Give you an idea how good it is, it cost us $27,000 before installation."

Uh-huh. What digital mastering recorder do you use?
"Oh, we don't master in digital. Do you know how expensive that stuff is? Heavens no! We have this old Ampex 350 tubed recorder. Helluva reliable machine. Would you believe, that thing has run for over 13,000 hours and it's never needed any attention at all. How's that for reliability! Oh, the heads need cleaning every few months, but that's normal for any professional recorder."

Yes. Well, who converts your tapes to digital?
"Oh, we have that done by the Japanese firm that stamps our CDs. They're really good, y'know? There's this little Japanese gentleman, I think his name's Osha or something like that, but he's got real good ears. He can hear 18kHz! He trims up our tapes before he transfers them to PCM-1601 format—you know, adds a little bass here, puts some bite into those violins—the real thing sounds so dull, you know."

So after your programs go through your public-address mixer and equalizer and onto your never-maintained Ampex, they get processed a second time before they become CDs?
"That's right. We put a lot of care into our product, because we want it to be good. After all, that's what CD is all about, isn't it?"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mister W
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4327
Data de inscrição : 07/03/2012
Idade : 50
Localização : Margem Sul... Margem Norte...

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sab Fev 28 2015, 11:13

ricardo onga-ku escreveu:
Esta anedota tem a sua graça... Não admira que os audiófilos não gostem de um suporte que seja "transparente".

É verdade, ainda há muitos a optar pelo CD... lol!

Muito bom... mas não é uma anedota, é a triste realidade (com uma narrativa algo extremada...).

Estas questões são transversais ao formato utilizado e (infelizmente) acontecem com todos eles...





Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sab Fev 28 2015, 12:07

Este topico partiu de um texto de um jornalista americano, que explica e defende o seu estatuto de audiofilo, ou ao menos do que para ele representa ser um audiofilo... o que é perfeitamente o direito dele !!!

Eu recuso a associação do termo audiofilo aos dogmas que o Sr Kaplan cita, mas reconhecendo que um audiofilo contemporaneo é assim que ele se vê!... recusei a ideia de me associar ao seu discurso e então despi o casaco de audiofilo afim de vestir o de melomano... e isto é o meu direito também !!!

O topico evoluiu (como sempre...) em direção dos antagonismos tecnologicos e da nobreza suposta de uns e outros... sò falta a (MC vs MM, Correia vs DD, Vàlvula vs SS, SE vs PP, Classe A vs AB, etc etc etc...) para que seja mais um topico modelo sobre a audiofilia moderna !!!... mas, isto também é o nosso direito !!!

Durante o topico, alguns sentém-se ofendidos quanto às argumentações dos outros... e isto jà é mais chato !!!

E no fim, este topico (como todos os outros sob o mesmo tema), vai se dissolver na massa dos topicos de audio que não fizeram em nada avançar o problema e que vai continuar intacto até à proxima... mas é isto a audiofilia !!!

E cada um tém direito de considerar que o seu ponto de vista é mais nobre e razoàvel do que o do outro... é obvio !!!

E tudo isto... em nome da audiofilia... evidentemente e assumidamente é claro !!!

Até+ Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sab Fev 28 2015, 13:51

Quando cheguei a França em 1990, descobri com surpresa e admiração a existência da revista "underground" L'audiophile. Era uma revista sem publicidade, anti-marketing e afastada do mercado do audio que era editada todos os dois meses. No interior havia artigos sobre tudo, mas essencialmente era do DIY sém concessão, criticas de grande material do comércio, criticas de discos e textos gerais sobre tudo o que abrangia o audio como comparações de agulhas, de Dac's, de amplificadores ou de phonos e mesmo as técnicas de gravação etc...  tudo isto numa optica objectiva e ciêntifica que não impedia a sensibilidade de cada um de existir. O melhor era o melhor, e tanto fazia que fosse a vàlvulas ou a transistores, pois as escutas eram feitas às cegas e devidamente balizadas, não era uma escuta entre amigos com um copo na mão o que é agradàvel, mas não é objectivo !!!

As pessoas que liam a revista e que aderiam às bases dessa disciplina, eram chamados e proclamados audiofilos, e nessa época era muito pejorativo como termo pois:

O audiofilo era um gajo rebelde, que se barimbava da estética, marca, origem e tecnologia dos aparelhos dos quais gostava ou não, que defendia a escuta contra qualquer dogma técnico, que sò falava do que conhecia ou tinha escutado, que recusava o mercado do high-end e da manipulação marketing, que criticava os artesãos que às escondidas ainda eram mais ladrões que alguns construtores etc, etc, etc...  para resumir então, o audiofilo era uma pessoa livre de toda influência material, estética ou ideologica e que conhecia a musica e as bases do audio...

O audiofilo era odeado pois, não comprava grande coisa nas lojas e quando ia era para um produto especifico. Ele criticava os artesãos e todos os implicados pelo mercado da hifi, que não respeitavam a fidelidade e o consumidor! Então era um gajo chato, que não gastava muito dinheiro no mercado clàssico e que sabia perfeitamente porquê... mas capaz de gastar fortunas, pelos produtos que verdadeiramente iam muito longe, e mesmo os ir buscar aos EUA ou Japão etc...

Hoje, os audiofilos que vejo pasmam-se pelas linhas de um bonito valvulado, adoram ver os filamentos acesos e de preferência muitos. Apreciam o objecto gira-discos mais pela estética ou tanto que pelo som, e evidentemente não gostam do transistor ném do CD, pois não se acende ném aquece ném é vintage e ainda menos bonito. A austeridade visual e estética das novas tecnologias não seduz a sua sensibilidade... e isto é o padrão dos audiofilos que vejo hoje !!!

Então entre o audiofilo punk que fui e a nova vaga de audiofilos estetas à qual não posso aderir pois estaria em contradição, hà que escolher e é o que fiz...

Então continuo como sempre a ouvir tanto Vinilos como Digital (hoje desmaterialisado), os meus aparelhos teem vàlvulas e transistores, não gosto do som das MC mas admito que hà algumas boas, não sou adepto da classe D mas sera o futuro e ainda bem, tenho colunas grandes (muito grandes) e pequenas (muito pequenas) e prefiro de longe as ultimas e desde sempre, tenho sete auscultadores que utiliso com amplificadores a vàlvulas e a transistors sém preferência marcada, não gosto de ver aparelhos e a estética deixa-me frio, mas quando escuto algo que me toca pela honestidade e fidelidade fico sensibilisado e adopto sém remorsos, qualquer que seja a origem, técnica ou estética !!!...

Mas é por isto tudo, que jà não sou um audiofilo, ou então sou um velho audiofilo punk e anarquista mas não estéta... e que justifica o meu primeiro comentàrio neste topico !

Até+ Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Sab Fev 28 2015, 17:00

Acho que uma das obrigações do verdadeiro audiófilo, é lutar contra certos dogmas instalados e procurar a "realidade" ou a sua ilusão. Não é tarefa fácil. Existe muita variável, muita confusão difícil de vislumbrar por meros leigos. Tal como mencionado pelo Paulo, umas das questões (para dar um exemplo), é a "guerra" MM/MC em que analisando friamente, as MM não estão longe (se é que estão) de uma boa MC. Mas como sempre, para um mero leigo, é mais fácil atingir o pretendido com a MC por várias razões.
E pelo que tenho andado a analisar, esses dois não são os únicos sistemas viáveis, mas quanto a isso, outro tópico será aberto para o efeito.


_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Dom Mar 01 2015, 09:11

TD124 escreveu:
Quando cheguei a França em 1990, descobri com surpresa e admiração a existência da revista "underground" L'audiophile. Era uma revista sem publicidade, anti-marketing e afastada do mercado do audio que era editada todos os dois meses. No interior havia artigos sobre tudo, mas essencialmente era do DIY sém concessão, criticas de grande material do comércio, criticas de discos e textos gerais sobre tudo o que abrangia o audio como comparações de agulhas, de Dac's, de amplificadores ou de phonos e mesmo as técnicas de gravação etc...  tudo isto numa optica objectiva e ciêntifica que não impedia a sensibilidade de cada um de existir. O melhor era o melhor, e tanto fazia que fosse a vàlvulas ou a transistores, pois as escutas eram feitas às cegas e devidamente balizadas, não era uma escuta entre amigos com um copo na mão o que é agradàvel, mas não é objectivo !!!

As pessoas que liam a revista e que aderiam às bases dessa disciplina, eram chamados e proclamados audiofilos, e nessa época era muito pejorativo como termo pois:

O audiofilo era um gajo rebelde, que se barimbava da estética, marca, origem e tecnologia dos aparelhos dos quais gostava ou não, que defendia a escuta contra qualquer dogma técnico, que sò falava do que conhecia ou tinha escutado, que recusava o mercado do high-end e da manipulação marketing, que criticava os artesãos que às escondidas ainda eram mais ladrões que alguns construtores etc, etc, etc...  para resumir então, o audiofilo era uma pessoa livre de toda influência material, estética ou ideologica e que conhecia a musica e as bases do audio...

O audiofilo era odeado pois, não comprava grande coisa nas lojas e quando ia era para um produto especifico. Ele criticava os artesãos e todos os implicados pelo mercado da hifi, que não respeitavam a fidelidade e o consumidor! Então era um gajo chato, que não gastava muito dinheiro no mercado clàssico e que sabia perfeitamente porquê... mas capaz de gastar fortunas, pelos produtos que verdadeiramente iam muito longe, e mesmo os ir buscar aos EUA ou Japão etc...

Hoje, os audiofilos que vejo pasmam-se pelas linhas de um bonito valvulado, adoram ver os filamentos acesos e de preferência muitos. Apreciam o objecto gira-discos mais pela estética ou tanto que pelo som, e evidentemente não gostam do transistor ném do CD, pois não se acende ném aquece ném é vintage e ainda menos bonito. A austeridade visual e estética das novas tecnologias não seduz a sua sensibilidade... e isto é o padrão dos audiofilos que vejo hoje !!!

Então entre o audiofilo punk que fui e a nova vaga de audiofilos estetas à qual não posso aderir pois estaria em contradição, hà que escolher e é o que fiz...

Então continuo como sempre a ouvir tanto Vinilos como Digital (hoje desmaterialisado), os meus aparelhos teem vàlvulas e transistores, não gosto do som das MC mas admito que hà algumas boas, não sou adepto da classe D mas sera o futuro e ainda bem, tenho colunas grandes (muito grandes) e pequenas (muito pequenas) e prefiro de longe as ultimas e desde sempre, tenho sete auscultadores que utiliso com amplificadores a vàlvulas e a transistors sém preferência marcada, não gosto de ver aparelhos e a estética deixa-me frio, mas quando escuto algo que me toca pela honestidade e fidelidade fico sensibilisado e adopto sém remorsos, qualquer que seja a origem, técnica ou estética !!!...

Mas é por isto tudo, que jà não sou um audiofilo, ou então sou um velho audiofilo punk e anarquista mas não estéta... e que justifica o meu primeiro comentàrio neste topico !

Até+ Wink

Obrigado Paulo, por este momento de sanidade. 2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 02 2015, 08:57

Accuracy is Not Applicable to Most Recordings Made Today

Most recordings made today are not intended to sound like the live performance.
Anyone who heard Taylor Swift's live performance with Stevie Nicks at the 2010
Grammy Awards understands why.(Note: you can relive the magical moment on
Youtube. Warning: this may be offensive for the musically-inclined). About 90%
of commercial recordings are studio creations consisting of a series of
overdubs, processed with auto-tuning, equalization, dynamic compression, and
reverb sampled from an alien nation. For these recordings, there is no
equivalent live performance to which the recording/reproduction can be compared
for accuracy. The only reference is what the artist heard over the loudspeakers
in the recording control room. If the important performance aspects of the
playback system through which the art (the music and recording) was created can
be reproduced in the home, then the consumer will hear an accurate reproduction
of the music, as the artist intended. It is possible to achieve this if we adopt
a science in the service of art philosophy towards audio recording and
reproduction.

Sean Olive - http://seanolive.blogspot.sg/2010/07/why-live-versus-recorded-listening.html


Nunca ouvi nada desta Taylor Swift mas aposto que o engenheiro de som faz maravilhas com as gravações de estúdio:



Ainda se queixam que os putos conseguem ouvir mp3...o que me espanta é que consigam escutar estes cantores de treta ao vivo!!! Censored
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 02 2015, 10:38

TD124 escreveu:
... tenho colunas grandes (muito grandes) e pequenas (muito pequenas) e prefiro de longe as ultimas e desde sempre ...

Hi Paulo,

You prefer the small speakers to the big ones? Could you explain why?

Cheers
Manfred
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 02 2015, 13:26

mannitheear escreveu:
TD124 escreveu:
...  tenho colunas grandes (muito grandes) e pequenas (muito pequenas) e prefiro de longe as ultimas e desde sempre ...

Hi Paulo,

You prefer the small speakers to the big ones? Could you explain why?

Cheers
Manfred


Small speakers are normally more fun. But I still prefer the big once.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 02 2015, 13:37

It's interesting in the context of Hi-fi. Small speakers have less bass extension and have dynamic limitations. And the sonic picture is often quite small. Advantages of small speakers could be imaging precision and low level dynamics. So I wonder, because Paulo's big speakers are very good in this regard.

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 02 2015, 13:58

As far as I know, both of Paulo's speakers are made by ProAc: D80 and Tablette Signature.

I don't think I've listened to the D80s but most ProAcs I did exagerated the frequency extremes, with the exception of the Tablettes which had hardly any mid or low bass at all...that makes them very room-friendly.
I think that most ProAcs usually present an easy load which together with the "smiling" frequency response makes them good partners for valve amplifiers.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 09:56

mannitheear escreveu:
TD124 escreveu:
...  tenho colunas grandes (muito grandes) e pequenas (muito pequenas) e prefiro de longe as ultimas e desde sempre ...

Hi Paulo,

You prefer the small speakers to the big ones? Could you explain why?

Cheers
Manfred

Hi Man,

I've said that I prefer Signature's over the D80's and not that is best ! Wink ... and I really prefer because small speakers have a faster transient response and so the dynamics are less large but more natural. Also they are room friendly and more transparent about low level details. The small case/box, have less "acoustic shadow" and the stereophonic stage are wider, deeper and best focused. Last but not least, they are more linear on the reproduced band and I'm sensitive to that. Of course, not all small speakers are like that, and I'm talking about what I have and know...

But, Signature's are ampkillers, because they're so transparent that you heard any amp defaults. My Agora, have been made and tuned specially for them, and that helps in my choice...

Cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 11:25

I think that this relation between lower frequencies and a subjective sense of "slowness" and of lack of "transparency" is real but seldom mentioned in the press.
That and the better "soudstaging"-abilities of narrow-front boxes can be the clue to why so many people prefer small two-way bookshelf speakers to large floorstanders with more extension in the lower range (the cute-factor must also help).

Now when it comes to large floorstanders, many people tend to like those that produce a considerable amount of floor-bounce and the resulting cancelation in the 150-350Hz range.
I find that kind of sound (tonal balance) very unmusical and unnatural, perhaps because those frequencies are the core of the music, the range where the all the richness and warmth of the music lies.

R


Última edição por ricardo onga-ku em Ter Mar 03 2015, 11:40, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 11:29

I guess we each have our preferences for tonal balance, "presence" and "detail" and when a lot of this has already been decided at the recording stage (mic placement, EQ, etc.) there's little we can do about it.

There are many people that prefer close-mic'ed recordings over live performances (lets stick to acoustic unamplified music for now).
I will not pass judgement on that but must confess that I find this very strange; as much as choosing an orange drink produced from concentrate with chemicals added for artificial colouring, sweetening and flavouring over the real freshly-squashed thing.
But we as persons are the result of our different upbringing, education and life experiences.
Could it be possible that the "democratization" of domestic playback created generations of people who grew up listening exclusively to artificial, amplified sound and these prefer a reproduction with all it's shortcomings to the original?

From a sonic perspective, even the best recording methods and playback systems in the best rooms fall somewhat short of representing reality.
I think that this is an indisputable truth.
But there's also a cultural matter that I find relevant: composers have used diferent instruments with a palette of distictive timbres and pitches to create art from organised sounds, sounds that are generated in a room whose acoustic properties were conscioulsly used as a contribute to the beauty and emotional content of that music. And correct me if I'm wrong but as far as I know, they were not interested in the unmusical and superfluous mechanical noises that instruments make when they produce sound; to be honest, I can easily imagine that they would actually avoid those noises.

I can understand that one would wish create the illusion of having the musicians playing in one's room (although many if not most of our rooms would not be really adequate for this purpose, either from and acoustic nor from a dimension/scale perspective).
Edgar Vilchur tried it with the famous Acoustic Research "live vs. playback" demos in the 60's. He was able to fool a lot of people by recording each of one the musicians outdoors and playing back the recording in a music hall using one speaker for each musician; he probably decided for a quartet to simplfy the process but also to reduce low frequency extension and dynamic needs; my guess is that the room contribution was very significant.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 12:03

ricardo onga-ku escreveu:
I think that this relation between lower frequencies and a subjective sense of "slowness" and of lack of "transparency" is real but seldom mentioned in the press.
That and the better "soudstaging"-abilities of narrow-front boxes can be the clue to why so many people prefer small two-way bookshelf speakers to large floorstanders with more extension in the lower range (the cute-factor must also help).

Now when it comes to large floorstanders, many people tend to like those that produce a considerable amount of floor-bounce and the resulting cancelation in the 150-350Hz range.
I find that kind of sound (tonal balance) very unmusical and unnatural, perhaps because those frequencies are the core of the music, the range where the all the richness and warmth of the music lies.

R

Natural (not artificial!) warmth is essential. Nothing worse than a cello which sounds thin and bleached out.

What about combining small speakers with 2 active subwoofers?

I long believed that narrow baffles are good for imaging, but my Tannoy have quite large baffles and image quite good, because they radiate directionally.

Nevertheless,  every time I hear a good small monitor I am quite impressed . The good ones image indeed better than larger speakers. But I would fear constrained sound at higher levels and perhaps miss the comfortable,  substantial and light-footed bottom that is present in a live symphony concert.

What about the correct sound reproduction in the time domain? Almost all.speakers do not have a ideal step response and therefore cannot reproduce transients correctly without distortion in the time domain! This fact is widely ignored.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 12:47

mannitheear escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
I think that this relation between lower frequencies and a subjective sense of "slowness" and of lack of "transparency" is real but seldom mentioned in the press.
That and the better "soudstaging"-abilities of narrow-front boxes can be the clue to why so many people prefer small two-way bookshelf speakers to large floorstanders with more extension in the lower range (the cute-factor must also help).

Now when it comes to large floorstanders, many people tend to like those that produce a considerable amount of floor-bounce and the resulting cancelation in the 150-350Hz range.
I find that kind of sound (tonal balance) very unmusical and unnatural, perhaps because those frequencies are the core of the music, the range where the all the richness and warmth of the music lies.

R

Natural (not artificial!) warmth is essential. Nothing worse than a cello which sounds thin and bleached out.

What about combining small speakers with 2 active subwoofers?

I long believed that narrow baffles are good for imaging, but my Tannoy have quite large baffles and image quite good, because they radiate directionally.

Nevertheless,  every time I hear a good small monitor I am quite impressed . The good ones image indeed better than larger speakers. But I would fear constrained sound at higher levels and perhaps miss the comfortable,  substantial and light-footed bottom that is present in a live symphony concert.

I have the same feelings towards small 2-way speakers and would not be able to live with them.

mannitheear escreveu:
What about the correct sound reproduction in the time domain? Almost all.speakers do not have a ideal step response and therefore cannot reproduce transients correctly without distortion in the time domain! This fact is widely ignored.

I don't think it that has been ignored; from what I have learnt there really isn't a consensus on the audibility of time alignment.
I have these 3 links in my bookmarks:

http://sound.westhost.com/ptd.htm#s1
http://www.linkwitzlab.com/frontiers.htm#F
http://ethanwiner.com/phase.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 12:49

P.S.: currently listening to Saint-Sains' "Organ" Symphony...what pleasure would one take from listening to it in a small bookshelf?
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 12:54

ricardo onga-ku escreveu:
P.S.: currently listening to Saint-Sains' "Organ" Symphony...what pleasure would one take from listening to it in a small bookshelf?
Which recording?
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 13:12

ricardo onga-ku escreveu:


mannitheear escreveu:
What about the correct sound reproduction in the time domain? Almost all.speakers do not have a ideal step response and therefore cannot reproduce transients correctly without distortion in the time domain! This fact is widely ignored.

I don't think it that has been ignored; from what I have learnt there really isn't a consensus on the audibility of time alignment.
I have these 3 links in my bookmarks:

http://sound.westhost.com/ptd.htm#s1
http://www.linkwitzlab.com/frontiers.htm#F
http://ethanwiner.com/phase.html

It seems that German Engineer Michael Weidlich is one of the few which can build passive 2- and 3-way speakers which have a proper step response:
Citação :

To return to the time domain, take a gander at the Myro-sourced upper impulse response of the Whisky. It indeed shows a text-book-correct positive-going attack with fast decay and minimal ringing. Weidlich is pedantic about clean step response for each driver and pays extreme attention to proper acoustic phase. But he is averse to calling it time coherence. He is simply after the very basic matter of having his speakers output, as cleanly as possible, what they’re fed. "The abstract term time coherence does not relate to any audible event. I prefer signal precision. Speakers convert electrical input signal into equivalent pressure waves. Since all we hear are these pressure waves, a speaker has to correctly translate the input signal."
http://www.6moons.com/audioreviews/myro/myro_2.html

With DSP it is quite easy to create an active speaker with good step response...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 13:25

Thiel and Vandersteen (and the defunct Dunlavy) have been doing this for years.

There's an interesting interview with Jim Thiel @ stereophile on the subject:

http://www.stereophile.com/interviews/221/
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 806
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 13:51

ricardo onga-ku escreveu:
Thiel and Vandersteen (and the defunct Dunlavy) have been doing this for years.

There's an interesting interview with Jim Thiel @ stereophile on the subject:

http://www.stereophile.com/interviews/221/

I knew that Thiel and Vandersteen pay attention in time alignment. I never heard a Vandersteen or Dunlavy but some (older) Thiel models and liked them a lot.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 17:53

mannitheear escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
Thiel and Vandersteen (and the defunct Dunlavy) have been doing this for years.

There's an interesting interview with Jim Thiel @ stereophile on the subject:

http://www.stereophile.com/interviews/221/

I knew that Thiel and Vandersteen pay attention  in time alignment. I never heard a Vandersteen or Dunlavy but some (older) Thiel models and liked them a lot.

Why spent a lot of energy with things that others have effortless!... cos stewart tyler have a very good imaging without complicated processes, and with no sacrifice of speed response, witch is a problem on Thiel and Vandersteen speakers...

As I've said, I'm a Can maniac, so when I want to listen Aphex Twin or Stravinsky I pick one of my headphones and I have the entire frequencies from bass to highs, with transparency, linearity, coherence and immediate speed... or, when I listen to floor stand speakers, they always seem to me like something "breaking the waves"... but its my feelings and is not an universal way of thinking...

So, for me is small speakers (but very very good...), and the rest you may keep it !!! lol!

By the way, my friend with the Onken Speakers intend to buy a pair of monitors... the Signature's are killers

Cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 18:28

E quais são os headphones (e respectiva amplificação) que usa TD124? Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 18:36

Speakers and different technical approaches to make them work, it's really all very nice... but I'd like to see much more music lovers being equally (or more) concerned with the quality of the mastering of their music... every 1 hour spent researching audio production of our beloved music is woth 100 hours researching loudspeaker technology, and I say that fully aware that the speakers are really the most "vocal" part of any system, being that they have enormous impact on the sound they produce and with room interaction, but the source, the true source (capturing, recording, editing, mixing, but most of all in practical terms: the MASTERING), is still and will always be the "mother" of domestic sound reproduction.

That being said... I love small speakers, and "speed" is probably the factor that I'm most sensitive for when it comes to speaker performance, most speakers with respectable range have sluggish response...

But if you want to hear big speakers with really impressive speed and accuracy, try TAD speakers... Smile

But even the best speakers can never sound better than the mastering of the audio they are playing Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 19:40

ViciAudio escreveu:
E quais são os headphones (e respectiva amplificação) que usa TD124? Wink

Como jà disse, neste momento tenho 7 auscultadores e quatro amplificadores:

Sony MDR 2000
Sony MDR MA900
AKG Q701 (a versão austriaca)
Beyerdynamic DT 880 Pro (600 ohms)
Ultrasone 2900 Pro
Philips Fidelio X2
Shure SRH 1840
e um par de Senheiser HD 600 emprestados para experiências...

Os amplificadores são todos feitos por mim e são:

Um SE mono-vàlvula de 1,5 Watts
Um SE hibrido OTL com transistor em saida
Um hibrido em PP de 1 Watt
Um puro transistor em PP de 750mW

Os amplificadores sendo todos universais, vou misturando uns com outros à medida do humor do momento... Wink

Até+



_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 03 2015, 19:46

Ena ena Smile

Eu tive uns AKG K701 e gostava muito deles apesar de terem as altas frequências um pouco exageradas, mas a sensação "espacial" era fantástica e o conforto de utilização fabuloso! Smile

Agora tenho os Sennheiser HD600, são muito neutros, na altura ia comprar os HD650 mas pareceram-me demasiado coloridos com graves abusados e lentos... quando ouvi os 600 fiquei maravilhado, ainda por cima mais baratos!

No entanto eu hoje em dia raramente oiço música com headphones. Para comparativos de discos são muito úteis porque permitem muitas vezes tirar dúvidas excluindo o efeito da acústica da sala da equação sonora Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Qua Mar 04 2015, 07:48

ViciAudio escreveu:
...
Eu tive uns AKG K701 e gostava muito deles apesar de terem as altas frequências um pouco exageradas, mas a sensação "espacial" era fantástica e o conforto de utilização fabuloso! Smile

Agora tenho os Sennheiser HD600, são muito neutros, na altura ia comprar os HD650 mas pareceram-me demasiado coloridos com graves abusados e lentos... quando ouvi os 600 fiquei maravilhado, ainda por cima mais baratos!

No entanto eu hoje em dia raramente oiço música com headphones. ...

Efectivamente os K701 (K501, K702...) são regularmente acusados de terem uma proeminência nas altas frequências, que se atenua muito apòs uma longa e violenta rodagem com impulsões e ruido rosa/branco. Mas a associação com o amplificador e a mudança do cabo de origem podem equilibrar e permitem de obter um conjunto fabuloso...

O HD600/HD650 jà é um fenomeno mais complexo, pois teoricamente trata-se dos mesmos drivers e praticamente dos mesmos auscultadores, ora que o resultado não é exactamente o mesmo. Hà adeptos de um e de outro, mas os HD600 são os que téem mais "socios" pela linearidade e equilibrio global superiores. Não sou um adepto desse modelo, que considero um pouco lento e teatral (grande imagem e volume sonoro no baixo médio), mas pouco a pouco estou a fazer as pazes com ele, e reconheço que é um grande auscultador sobretudo com musica acustica e vozes...

Quanto a ouvir ou não musica com auscultadores, penso que é uma questão de habito, sensibilidade e material. A escuta classica com colunas é externa e fisica ora que com auscultadores ela torna-se interna e intelectual pois a musica desenvolve-se na cabeça... mas é porque gusto de escutar assim, que prefiro as pequenas monitoras. A escolha do bom auscultador para cada individuo, permite de iniciar as pessoas a esse tipo de escuta, pois a maioria dos meus amigos preferem uma ou outra das minhas associações...

Tenho amigos que conheço hà muito, que apesar de lhes ter feito escutar algumas das associações das quais gosto muito nunca aderiram à escuta com auscultadores. E um dia por acaso, vou-lhes fazer escutar algo que vai lhes tocar e convertem-se à escuta "interna", sem que seja complétamente claro os fenomenos em causa para essa conversão... é assim que muitas paixões nasçem !!!...

Até+

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Qua Mar 04 2015, 15:43

Eu nunca gostei de usar headphones e acho a sua apresentação espacial muito estranha.
Na minha opinião, as colunas conseguem criar na sala uma ilusão mais convincente e mais "natural" de uma performance musical do que os headphones.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Qua Mar 04 2015, 20:56

ricardo onga-ku escreveu:
Eu nunca gostei de usar headphones e acho a sua apresentação espacial muito estranha.
Na minha opinião, as colunas conseguem criar na sala uma ilusão mais convincente e mais "natural" de uma performance musical do que os headphones.

R


Também gosto mais da apresentação e sensação que as colunas me dão. Mas existe uma intimidade onde os auscultadores são reis. Depois temos o farto de que um bom pré de headphones consegue fazer milagres. Eu só soube aquilo que os HD-650 eram capazes, com o pré do Paulo, pois anteriormente estava a funcionar a 30% das suas reais capacidades.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1833
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Qui Mar 05 2015, 22:47

ricardo onga-ku escreveu:
Eu nunca gostei de usar headphones e acho a sua apresentação espacial muito estranha.
Na minha opinião, as colunas conseguem criar na sala uma ilusão mais convincente e mais "natural" de uma performance musical do que os headphones.

R

Estou de acordo com o Ricardo e ainda acho que headphones fazem mal aos tímpanos, só utilizo auscultadores para me defender de ruído prejudicial à minha saúde
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Qui Mar 05 2015, 23:17

O tipo de headphones "externos" aqui falados não faz qualquer mal aos tímpanos, a não ser que os tentem enfiar dentro dos ouvidos Very Happy Very Happy Wink

A apresentação sonora dos headphones é obviamente completamente diferente e nem sequer se pretende fazer isso na maioria dos casos (bom, algumas marcas/modelos indicam isso como objectivo mas são excepções).

Aquilo em que os headphones são realmente muito úteis é no facto de permitirem ouvir sem o efeito de sala, ou seja o mesmo disco com o mesmo amp/headphones, em qualquer lado vai soar igual. E como é muito mais fácil dominar e conhecer as "manias" de uns headphones do que as "manias" de uma sala/sistema, isso permite avaliações técnicas e comparações, complementares à audição tradicional com colunas, por exemplo de masterizações diferentes do mesmo album, que podem ser muito reveladoras... não só pelo "ecosistema sónico" controlado e repetível, mas também porque os headphones permitem ouvir detalhes e nuances que, independentemente do realismo com que soam (normalmente, pouco), dificilmente se poderiam avaliar e ouvir num sistema de colunas normais.

Atenção, estou a falar de audição técnica, para investigação ou por motivos profissionais, etc... não de ouvir música. Para ouvir música, com bom som e da forma que mais me agrada que o som me chegue aos sentidos todos, é com colunas Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
nicodemes
Membro AAP


Mensagens : 56
Data de inscrição : 08/10/2014
Idade : 68

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Seg Mar 09 2015, 15:43

Também gosto auscultadores. Apesar de diferente das colunas ,a audição por uns bons ausc. é uma boa forma de ouvir a gravação tal foi registada
Por serem diferentes ,concordo que as colunas são mais físicas ao contrário dos auscultadores
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 16:55

ViciAudio escreveu:
... Aquilo em que os headphones são realmente muito úteis é no facto de permitirem ouvir sem o efeito de sala, ou seja o mesmo disco com o mesmo amp/headphones, em qualquer lado vai soar igual. ... Para ouvir música, com bom som e da forma que mais me agrada que o som me chegue aos sentidos todos, é com colunas ...
nicodemes escreveu:
... Apesar de diferente das colunas ,a audição por uns bons ausc. é uma boa forma de ouvir a gravação tal foi registada ... Por serem diferentes ,concordo que as colunas são mais físicas ao contrário dos auscultadores

A comparação entre a escuta com os auscultadores e as colunas é possivel evidentemente, mas pareçe-me que as duas visões dessa reprodução sejam algo antagonistas. As colunas permitem uma escuta fisica, materialisada, convivial e orgânica ora que ao contràrio os auscultadores mergulham-nos na intimidade, intelectualisação, precisão e solidão o que procura outras sensações obviamente. Não creio que uma seja melhor que a outra, mas que ao contràrio que sejam complementares o que é criador de riqueza sensitiva e emocional...

Pessoalmente a minha relação com os auscultadores é paradoxal, pois prefiro essa escuta à das colunas, mas sou incapaz de escutar os vinilos, pois com os auscultadores tenho a sensação de ouvir todos os defeitos do format, ora que com as colunas é ao contràrio e é o digital que me perturba... mas são hàbitos evidentemente e não certezas !!!

Até+

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:01

TD124 escreveu:
com os auscultadores tenho a sensação de ouvir todos os defeitos do format,

Até+


Lava os discos....

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:22

António José da Silva escreveu:
TD124 escreveu:
com os auscultadores tenho a sensação de ouvir todos os defeitos do format,

Até+


Lava os discos....

Os aprendizes lavam os discos !!!  

Os mestres, téem verdadeiros giras (vàrios/muitos...), verdadeiros braços (muitos e muitos...) e verdadeiras células (uma grande quantidade...) para não se chatear a lavar os discos e ter a impressão que o vinilo soa bem...

Com um verdadeiro gira/braço/célula, mesmo um disco rasca arranca as làgrimas e faz mexer os pés !!!

Mas vais aprender tudo isto com o tempo...     se tiveres sorte !

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:25

TD124 escreveu:
António José da Silva escreveu:
TD124 escreveu:
com os auscultadores tenho a sensação de ouvir todos os defeitos do format,

Até+


Lava os discos....

Os aprendizes lavam os discos !!!  

Os mestres, téem verdadeiros giras (vàrios/muitos...), verdadeiros braços (muitos e muitos...) e verdadeiras células (uma grande quantidade...) para não se chatear a lavar os discos e ter a impressão que o vinilo soa bem...

Com um verdadeiro gira/braço/célula, mesmo um disco rasca arranca as làgrimas e faz mexer os pés !!!

Mas vais aprender tudo isto com o tempo...     se tiveres sorte !

cheers


Resumindo, lava lá os discos e deixa-te de tangas.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:25

Mas os Can's, é uma escuta demasiado exigente para os limites desse formato analogico... é certo !!!




_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:28

TD124, também vai aprender com o tempo se tiver sorte Very Happy que a boa lavagem dos discos aumenta brutalmente a longevidade de qualquer cabeça, se tocar apenas discos lavados e bem tratados poucas vezes na vida teria de substituir uma célula...

Não se trata apenas de reduzir ruídos e aumentar a fidelidade do "pickup", eu diria que 75% da vantagem de lavar os discos como deve ser é mesmo a poupança com o tempo de vida muito maior das células, que não só duram mais como conseguem manter uma performance sonora muito equilibrada e sem grandes quebras/alerações durante quase todo o seu tempo de vida. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 17:31

TD124 escreveu:
Mas os Can's, é uma escuta demasiado exigente para os limites desse formato analogico... é certo !!!






Nem mais, um formato cheio de defeitos mas que quando toca, a única coisa que faz é encantar.


_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3305
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 18:01

ViciAudio escreveu:
TD124, também vai aprender com o tempo se tiver sorte Very Happy que a boa lavagem dos discos aumenta brutalmente a longevidade de qualquer cabeça, se tocar apenas discos lavados e bem tratados poucas vezes na vida teria de substituir uma célula... ...

Amigo ViciAudio, estava a brincar e a fazer uma "private joke" com o meu amigo Antonio, mas hà ao menos dois rebentos de verdade no que disse:

Não gosto de escutar os vinilos com os Can's (nunca gostei), e essa escuta mostra os limites técnicos do vinilo !, mas é o meu ponto de vista e não um "auto da fé" acusador!

E efectivamente, a avantagem de ter muitas células e giras... é que o desgaste é a ultima das minhas preocupações !!! então, é verdade que nunca lavei um disco !!! Embarassed

Mas, basta perguntar aos membros do forum que jà ouviram aqui se estiveram impressionados pela poeira ou pela musica !,... pois eu nunca senti a necessidade de lavà-los !!!

cheers

António José da Silva escreveu:
TD124 escreveu:
Mas os Can's, é uma escuta demasiado exigente para os limites desse formato analogico... é certo !!! ...

Nem mais, um formato cheio de defeitos mas que quando toca, a única coisa que faz é encantar.

Mesmo quando os vinilos são novos e a estrear, .... arranham-me os co*$£s, perdão Can's !!!

affraid

jocolor

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 18:36

TD124 escreveu:
....   arranham-me os co*$£s...

affraid

jocolor



Mais uma maravilhosa vantagem do vinil. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ViciAudio
Membro AAP


Mensagens : 494
Data de inscrição : 13/03/2012
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 18:37

Eu também não gosto de ouvir vinil com auscultadores...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64363
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   Ter Mar 10 2015, 18:58

ViciAudio escreveu:
Eu também não gosto de ouvir vinil com auscultadores...


Mas mau mau é cêdê, com ou sem auscultadores.


Mas volto a referir, quem nunca lavou discos, não sabe o que perde. Até dá para ouvir com auscultadores.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Eu, audiófilo (em inglês)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Eu, audiófilo (em inglês)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Eu, audiófilo (em inglês)
» Glossário Audiófilo (inglês)
» Pre-phono TCC TC-750
» Chefe de Estado Audiófilo?!
» Venda de LPs - Ajudem um jovem audiófilo a comprar um gira-discos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: