Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Canton reference 3.2 DC

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ricardo onga-ku
Membro AAP


Mensagens : 4812
Data de inscrição : 02/01/2012

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Dom Jul 13 2014, 23:48

Depende do nível de exigência.
4.000€ por um resultado "aceitável" parece-me exagerado.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64424
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Dom Jul 13 2014, 23:50

ricardo onga-ku escreveu:
Depende do nível de exigência.
4.000€ por um resultado "aceitável" parece-me exagerado.

R


Pode-se ser exigente, pode não ser totalmente ideal (teoricamente) e o resultado ser muito bom, digo eu.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Digital Man
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1055
Data de inscrição : 09/01/2012

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 10:09

ricardo onga-ku escreveu:

Segundo as medições da Stereophile a impedância de saída é moderadamente elevada, o que significa que os 12 serão moderadamente afectados pelas variações da "carga" produzida pelas Canton:



Ou seja, a resposta dos 12 vai deixar de ser plana e irá mimetizar a curva de impedância das colunas.

R

Pelo contrário, a impedância é baixa e não elevada. Desce até aos 3ohms pelos 350Hz, mas os baixos andam ali pelos 4 ohm com excepção do habitual pico (duas unidades de 8ohm em paralelo). O que há partida exige amplificadores que gostem de 4ohm. Pelos 90Hz há uma fase eléctrica negativa que conciliada com a impedância baixa significa que a coluna está a clamar 'dêem-me Amperes! nham nham', porque sem uma resposta dinâmica nessa zona...  

A variação de impedância é uma nova variável e não a mesma variável na análise. Posso ter uma curva de resposta plana de 4ohm, por exemplo.
Nesta matéria, as variações de impedância da Canton são moderadamente baixas. Há muito muito pior. Só para termos noção do que estamos a falar, eis um exemplo em que existem fortes variações de impedância:


Ou seja, fortes oscilações + picos abaixo dos 2ogm e acima dos 14ohm (semdo que há colunas que vão ainda mais além).
Se olharmos apenas para a variável 'resposta/frequência' este tipo de colunas irá observar variações na resposta com amplificadores a transistores, em particular aqueles que duplicam a potência sempre que a impedância é reduzida para metade. Já tive alguns amplificadores de classe A que faziam isto (em 2ohm punham 4x mais potência do que em 8ohm, o que significará aproximadamente 6dB) e eram notórias as diferenças de carácter, mesmo em comparação com outros amplificadores a transístores em que a potência sobe inversamente face à impedância com rácios mais baixos. Bom, é preciso salvaguardar sempre o caso em que o fabricante (des)afina o crossover para um amplificador específico, representativo do sistema que os clientes irão ter.

afonso escreveu:
Tenho em vista umas Canton reference 3.2 DC por menos de 4000 euros...  

Atenção que esse será o valor comercial da coluna na Alemanha...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4812
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 12:02

Digital Man escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:

Segundo as medições da Stereophile a impedância de saída é moderadamente elevada, o que significa que os 12 serão moderadamente afectados pelas variações da "carga" produzida pelas Canton:



Ou seja, a resposta dos 12 vai deixar de ser plana e irá mimetizar a curva de impedância das colunas.

R

Pelo contrário, a impedância é baixa e não elevada. Desce até aos 3ohms pelos 350Hz, mas os baixos andam ali pelos 4 ohm com excepção do habitual pico (duas unidades de 8ohm em paralelo). O que há partida exige amplificadores que gostem de 4ohm. Pelos 90Hz há uma fase eléctrica negativa que conciliada com a impedância baixa significa que a coluna está a clamar 'dêem-me Amperes! nham nham', porque sem uma resposta dinâmica nessa zona...

Eu referia-me à "impedância de saída é moderadamente elevada" dos amplificadores CJ mencionada pela Stereophile e não às características de magnitude e fase da impedância das colunas Canton.

Quando a impedância de saída de um amplificador é elevada, a resposta deste é afectada pelas características da impedância das colunas que alimenta.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4812
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 12:17

Neste gráfico podemos constatar o modo como a resposta de frequências praticamente plana do Premier 12 é afectada quando este está ligado a uma "carga simulada":



Neste outro podemos ver as características de magnitude e fase da impedância da "carga simulada", um circuito que pretende representar uma coluna de duas vias c/ caixa selada e uma impedância média de 8 Ohm:



Como se pode verificar, as alterações na resposta do Premier 12 quando ligado à "carga" assemelham-se à curva de impedância da dita coluna simulada, ou seja, quando a carga é elevada dá-se uma atenuação na resposta e as frequências em que o valor da impedância é mais elevado são exageradas.


Esta é a razão pela qual nunca devemos efectuar audições (comparativas) de colunas utilizando um amplificador com uma impedância de saída elevada, como é o caso de muitos dos amplificadores a válvulas.

Um bom exemplo de um (mau) amplificador muito sensível à carga é o Prima Luna Prologue One (que apresenta uma impedância de saída elevadíssima):




O factor de amortecimento ou damping factor, "representação" para leigos da capacidade que um amplificador tem em resistir à carga produzida pelas colunas, é inversamente proporcional ao valor da impedância de saída.
Como não há colunas com impedância constante em toda a gama de frequências o Prologue One irá soar diferente com todas as colunas a que for ligado; uma espécie de Maria-vai-com-as-outras...

Acho que isso já foi discutido noutro tópico pelo Joaquim Pinto.

R



P.S.: pode obter mais informação sobre este teste aqui -> http://www.stereophile.com/reference/60/
Voltar ao Topo Ir em baixo
afonso
Membro AAP


Mensagens : 2309
Data de inscrição : 17/06/2012

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 13:43



Os CJ permitem escolher a impedancia...


The Twelve comes with the output transformer wired for 4 ohm use, but dealer-selectable taps for 2, 8, and 16 ohm operation are also provided. Setting and maintaining the output tube bias is particularly easy: using the supplied screwdriver, you turn a pot (there one for each tube) clockwise until an LED lights. Then you back it off until the LED goes dark again. You're done. There's also a factory adjustment for minimizing distortion when changing
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4812
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 14:24

afonso escreveu:


Os CJ permitem escolher a impedancia...


The Twelve comes with the output transformer wired for 4 ohm use, but dealer-selectable taps for 2, 8, and 16 ohm operation are also provided. Setting and maintaining the output tube bias is particularly easy: using the supplied screwdriver, you turn a pot (there one for each tube) clockwise until an LED lights. Then you back it off until the LED goes dark again. You're done. There's also a factory adjustment for minimizing distortion when changing

Nesse caso deves escolher 4 Ohms mas isso não vai alterar grandemente o resultado.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
Digital Man
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1055
Data de inscrição : 09/01/2012

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 16:17

ricardo onga-ku escreveu:

Eu referia-me à "impedância de saída é moderadamente elevada" dos amplificadores CJ mencionada pela Stereophile e não às características de magnitude e fase da impedância das colunas Canton.
R

Erro meu de leitura!  Cool 

Este casamento CJ 12 - Canton 3.2 faz-me lembrar aqueles casamentos 'culturais' (para não usar outra expressão) que ainda se orquestram em certas zonas do planeta... chegando a haver casos extremos em que os noivos só se conhecem no dia da cerimónia...
 smedley
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64424
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   Seg Jul 14 2014, 16:19

Digital Man escreveu:
... em que os noivos só se conhecem no dia da cerimónia...
 smedley



A pergunta é....será que mesmo assim vão ser felizes para sempre?  lol! 

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Canton reference 3.2 DC   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Canton reference 3.2 DC
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Colunas, Altifalantes e Crossovers-
Ir para: