Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

  Clube da "Rodinha" aka Idler's

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
José Miguel
Membro AAP


Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Dom Out 16 2016, 22:53

Muito agradecido pela partilha via vídeo... bem sei que este é um espaço de aúdio, mas alguém tem que o fazer:
Que belo espaço e estante! Wink


Para tudo o resto faltam-me as palavras, mas não podia deixar passar a oportunidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Dom Out 16 2016, 23:14

José Miguel escreveu:
Muito agradecido pela partilha via vídeo... bem sei que este é um espaço de aúdio, mas alguém tem que o fazer:
Que belo espaço e estante! Wink


Para tudo o resto faltam-me as palavras, mas não podia deixar passar a oportunidade.



Pena o resto do equipamento ter ficado envergonhadamente no escuro.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Dom Out 16 2016, 23:19

António José da Silva escreveu:
José Miguel escreveu:
Muito agradecido pela partilha via vídeo... bem sei que este é um espaço de aúdio, mas alguém tem que o fazer:
Que belo espaço e estante! Wink


Para tudo o resto faltam-me as palavras, mas não podia deixar passar a oportunidade.



Pena o resto do equipamento ter ficado envergonhadamente no escuro.

Vê-se bem... Rega e Sonus Faber Concertino são as minhas apostas no escuro... Rolling Eyes mas gostei mesmo do espaço e estante, tem "cara" de ser um belo refúgio!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Dom Out 16 2016, 23:49

José Miguel escreveu:


Vê-se bem... Rega e Sonus Faber Concertino são as minhas apostas no escuro...  Rolling Eyes  mas gostei mesmo do espaço e estante, tem "cara" de ser um belo refúgio!

Envergonhado, Sr. António

Sim, José Miguel, são as minhas mui queridas Concertino da Sonus Faber, amplificadas pelo Rega Elicit-R, apoiado pelo Rega Aria, no pré de phono. Aqui, no sistema do escritório, existe ainda, no rack onde está, neste momento o Lenco, um DAC Musical Fidelity M1 e um CD Marantz CD50. Fora do rack estão, num móvel audiofilamente construído, made in IKEA, um receiver AV Sony STR DB 1070 (raramente mexe) e o Rega RP3 (provisoriamente em situação estática), com a respectiva PSU. Existe ainda um conjunto (parado) de colunas 5.1 da Sony da série ED, mas que já não faço a mínima ideia da referência específica.

Portanto, envergonhado????
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 00:28

Até eu que não entendo nada...

A verdade é que já tive o prazer de me cruzar com essas colunas numa sala com vista para o Atlântico. Elas estavam ligadas a um amplificador que gostei na altura, um híbrido que não me recordo o nome...

Ouvi três álbuns que acabei por trazer para casa e os três me soaram muito bem mesmo tocados em volume controlado - o que é muito bom, porque o sistema colocava muito perante nós (um dos álbuns experimentado foi o Bitches Brew do Miles Davis).


Parabéns pelo escritório, gosto de espaços assim!

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 06:04

José Miguel escreveu:



Parabéns pelo escritório, gosto de espaços assim!



Deve de trabalhar uma grande coisa deve.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3057
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:04

Goansipife escreveu:
(...) as minhas mui queridas Concertino da Sonus Faber, amplificadas pelo Rega Elicit-R, apoiado pelo Rega Aria (...)

Eis umas Concertino da velha guarda da Sonus Faber. Quanto ao amplificador, recordo-me de ouvir nas instalações de JNA, o Elicit (primeira geração) com o gira-bolachas Planar 3, reproduzindo, com o auxílio das meninas falantes Rega Ela, «Cantigas do Maio», de José Afonso (álbum obrigatório nas demonstrações efectuadas na época). Tais audições, tornaram-se inesquecíveis!

Em matéria de amplificação, ainda hoje gosto do Elicit e do Musical Fidelity A1. A meu ver, ambos são superiores a amplificadores mais dispendiosos, entre os quais o KAV-300i.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:20

Ghost4u escreveu:


Em matéria de amplificação, ainda hoje gosto do Elicit e do Musical Fidelity A1. A meu ver, ambos são superiores a amplificadores mais dispendiosos, entre os quais o KAV-300i.[/justify]

Quanto ao KAV-300i, tenho uma história, no mínimo curiosa.

Aqui há muitos anos atrás, um audiófilo escriba da revista da especialidade da nossa praça, entrou-me pela loja dentro, com o dito debaixo do braço a dizer "tenho aqui uma lança em África" depois de ouvir, estas mesmas Concertino, com um mui humilde Pioneer A-400, saiu com a lança espetada nas costas
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:22

António José da Silva escreveu:
TD124 escreveu:
... ao qual em tempos idos assisti no Kirov de Leningrado  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven  Like a Star @ heaven

Paulo, é nessa cidade que as temperaturas médias rondam os 30º ? lol!

Com um pouco de aguardente local ainda faz mais calor do que isso  drunken ... e as indigenas também aumentam a temperatura local  bounce  ..... lol!

Goansipife escreveu:
... são as minhas mui queridas Concertino da Sonus Faber, amplificadas pelo Rega Elicit-R, ...

A Sonus não é a minha chàvena de chà, mas fui depositario muito tempo da Rega e o Elicit (qualquer que seja a geração) foi sempre um ampli do qual gostei muito. È um espeçie de vàlvulado disfarçado de transistor ... ou o contrario o que vai dar à mesma coisa, ou seja, uma escuta compléta !

Junto-me aos outros nos parabens ao local ... deve dar para passar um bom momento com um copo na mão !!!... e a faixa "Dead Flowers" é calibrada para os Lenco, pois pareçeu-me soar deveras roots e groove como deve ser numa boa faixa de Rythm & Blues cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:31

[quote="TD124"]
António José da Silva escreveu:


Com um pouco de aguardente local ainda faz mais calor do que isso  drunken ... e as indigenas também aumentam a temperatura local  bounce  ..... lol!


Não vale a pena dizer isso ao AJS, porque ele agora só anda de bicicleta e não nestas bicicletas



smedley
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3057
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:32

Goansipife escreveu:
Aqui há muitos anos atrás, um audiófilo (...) depois de ouvir, estas mesmas Concertino, com um mui humilde Pioneer A-400, saiu com a lança espetada nas costas

Ainda hoje, o A-400 baralha as cartas e volta a dar, deixando perplexo quem o escuta.

TD124 escreveu:
(...) fui depositario muito tempo da Rega e o Elicit (qualquer que seja a geração) foi sempre um ampli do qual gostei muito.

Uma vantagem da primeira geração de Elicit, era o facto de possuir um bom andar de phono (MM/MC).
Outro amplificador integrado que junto ao Rega e ao A1, é o YBA Intégré DT.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:49

Ghost4u escreveu:
... Outro amplificador integrado que junto ao Rega e ao A1, é o YBA Intégré DT.

Num espirito diferente (oposto mesmo), pois tanto o Elicit que o A1 são amps suaves, envolventes e sensuais ora que o YBA DT é analitico, luminoso e ràpido ... mas fazem uma bela troika é verdade !!!...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 10:57

Bom dia a todos!

Quando trocamos/decidimos trocar de amplificador o Musical Fidelity e um Rega (que por acaso deixei como dica em outro tópico) estiveram a ser observados, mas lá apareceu o Mclaren A150 aqui ao lado e tudo ficou simples.

Depois dos arrojados da década de 70, foram estes "simples", pequemos e elegantes amplificadores a mexer com a nossa imaginação, uma vez que parecem colocar numa boa relação o preço e a possibilidade de escutar Música no sossego do lar.

Não conheço o YBA Intégré DT, mas tem uma bela imagem e um interior muito arrumadinho.


O Elicit já me parece de outro campeonato, um degrau para cima pelo menos, mantendo os atributos supra refefidos: "simples", pequeno e elegante. (aparência... segundo li já tem uma força e tanto, capaz de ser delicado)


Sempre a aprender...!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 11:28

José Miguel escreveu:
... O Elicit já me parece de outro campeonato, um degrau para cima pelo menos, mantendo os atributos supra refefidos: "simples", pequeno e elegante. (aparência... segundo li já tem uma força e tanto, capaz de ser delicado) ...

O que aprecio no Elicit é o facto que materialise a frase: ... um punho de aço numa luva de veludo. È um amplificador com uma bela riqueza harmonica e um excelente equilibrio tonal, com fineza e um toque de suavidade permanente ... mas estructurado, com uma banda larga, e uma transparência fina que é o segredo dos bons transistores. Dai ter dito que é um vàlvulado disfarçado ou o contrario...

Em todos os caso é um amplificador que gosto muito e um dos meus integrados preferidos ... Cool

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 11:43

Goansipife escreveu:
... Não vale a pena dizer isso ao AJS, porque ele agora só anda de bicicleta e não nestas bicicletas  ...

Se ele não tiver vontade de ir a moscovo dar uma volta com esta bicicleta... então é que sò anda de OTL (ora toma là) o coitado do rapaz RIP

lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 11:47

Uma single-speed não é para todas as pernas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 12:02

Não se preocupem comigo que ja tenho companhia para as voltas...seus invejosos.

E antes que perguntem, sim, neste dia estava frio.




_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 12:09

António José da Silva escreveu:






E tens pedal para esta máquina?

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 12:12

Goansipife escreveu:
António José da Silva escreveu:






E tens pedal para esta máquina?



Claro que tenho, é uma BTT normal com rodas 26" á moda antiga, nada de especial. Só nas subidas é que custa mais um pouco.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
unidade
Membro AAP
avatar

Mensagens : 200
Data de inscrição : 08/03/2012
Idade : 54
Localização : Almada

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 12:48

Caro Goansipife

Parabéns pelo seu sistema/espaço...

na sequência da conversa, quando ouço falar em YBA fico logo com os ouvidos em sentido…
E apesar de gostos não se discutirem…ajudando há uns anos, um amigo a escolher o seu novo amplificador…e sendo fã, tal como eu, das Sonus faber (de algumas…) estávamos a escolher o que melhor "casasse" com as minhas “antigas” e agora suas “novas” colunas, Sonus faber Minuetto,  (detentoras de uma gama média, cremosa e romântica…, desde que acolitadas pelo  amplificador certo… para não se tornarem “dengosas”…)

Então os protagonistas/convidados foram…

(Especificações de diferentes potências, apenas para reforçar que, dependendo do contexto/associação e outros pormenores técnicos, as referidas se podem tornar irrelevantes…)

Audiolab 8000 A mkIII          60 W RMS  
Primare A30       -             100 W RMS  (Duplo Mono)
Plinius 9200        -             200 W RMS
YBA Integrê DT   -               50 W RMS
(“Dual Transformer” de núcleo em C)

O casamento perfeito foi  o YBA Integrê DT   -   a precisão do “Timing”, a excepcional transparência/luz que projectava sobre os interpretes, a naturalidade (sem esforço), num exercício puro de razão, à qual a emoção “piscava o Olho”, permitiu assumir um casamento de conveniência, em que os “enamorados” destacavam/conciliavam os seus melhores atributos, concedendo-lhes maior elevo, do que às características menos bem conseguidas das suas “personalidades”,…
Ou seja, fiquei um fã incondicional e ainda hoje (apesar de todas as idiossincrasias que a marca e Yves Bernard André tem atravessado…) se alguém me perguntasse por um amplificador que aconselharia de imediato, para permanecer longo tempo num sistema (dependendo da sinergia) seria o YBA Integrê DT, (não foi por acaso que o seu irmão mais velho, YBA PASSION INTEGRÊ, que hoje é, o “maestro” do meu sistema, foi considerado à alguns anos atrás, o melhor integrado do ano, no Japão)  
Voltar ao Topo Ir em baixo
unidade
Membro AAP
avatar

Mensagens : 200
Data de inscrição : 08/03/2012
Idade : 54
Localização : Almada

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 12:58

já agora...metendo a minha colherada...
Ok.., esta "Beleza" destrona YBA"s e outros que tais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:23

José Miguel escreveu:
Uma single-speed não é para todas as pernas...

António José da Silva escreveu:
... Não se preocupem comigo que ja tenho companhia para as voltas...seus invejosos.  ...

Goansipife escreveu:
... E tens pedal para esta máquina?  ...

Bom, aqui é um topico sério ... então toca a falar das "rodinhas" e não de bicicletas ...
...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:36

TD124 escreveu:

...

Esta (bicicleta) é a lebre do AJS lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:38

unidade escreveu:
... Sonus faber Minuetto,  (detentoras de uma gama média, cremosa e romântica…, desde que acolitadas pelo  amplificador certo… para  não se tornarem “dengosas”…) ...

O casamento perfeito foi  o YBA Integrê DT  ...  permitiu assumir um casamento de conveniência, em que os “enamorados” destacavam/conciliavam os seus melhores atributos, concedendo-lhes maior elevo, do que às características menos bem conseguidas das suas “personalidades”,…    ...

Efectivamente acredito que num caso como esse ou com colunas um pouco dark-side do tipo (Harbeth, Sterling, Chario, PMC, Kef, Tannoy etc...) o YBA seja o amp ideal...

Mas com as minhas ou com colunas minerais como as (Apertura, Penaudio, Fischer & Fischer, Triangle etc...) é melhor desviar complétamente de YBA e ir directamente à sonoridade oposta...

O resultado da união inteligente de dois aparelhos é superior ao valor adicionado dos dois !!! cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:38

Desde que ela não seja muito rápida, tudo bem.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:41

Goansipife escreveu:
... Esta (bicicleta) é a lebre do AJS lol!

Sò se a seguir ao cheiro ... porque o rapaz anda cego e sobretudo surdo estes ultimos tempos ... lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:45

unidade escreveu:
Caro Goansipife

Parabéns pelo seu sistema/espaço...

na sequência da conversa, quando ouço falar em YBA fico logo com os ouvidos em sentido…
E apesar de gostos não se discutirem…ajudando há uns anos, um amigo a escolher o seu novo amplificador…e sendo fã, tal como eu, das Sonus faber (de algumas…) estávamos a escolher o que melhor "casasse" com as minhas “antigas” e agora suas “novas” colunas, Sonus faber Minuetto,  (detentoras de uma gama média, cremosa e romântica…, desde que acolitadas pelo  amplificador certo… para  não se tornarem “dengosas”…)

Então os protagonistas/convidados foram…

(Especificações de diferentes potências, apenas para reforçar que, dependendo do contexto/associação e outros pormenores técnicos, as referidas se podem tornar irrelevantes…)

Audiolab 8000 A mkIII          60 W RMS  
Primare A30       -             100 W RMS  (Duplo Mono)
Plinius 9200        -             200 W RMS
YBA Integrê DT   -               50 W RMS
(“Dual Transformer” de núcleo em C)

O casamento perfeito foi  o YBA Integrê DT   -   a precisão do “Timing”, a excepcional transparência/luz que projectava sobre os interpretes, a naturalidade (sem esforço), num exercício puro de razão, à qual a emoção “piscava o Olho”,  permitiu assumir um casamento de conveniência, em que os “enamorados” destacavam/conciliavam os seus melhores atributos, concedendo-lhes maior elevo, do que às características menos bem conseguidas das suas “personalidades”,…
Ou seja, fiquei um fã incondicional e ainda hoje (apesar de todas as idiossincrasias que a marca e Yves Bernard André tem atravessado…) se alguém me perguntasse por um amplificador que aconselharia de imediato, para permanecer longo tempo num sistema (dependendo da sinergia) seria o YBA Integrê DT, (não foi por acaso que o seu irmão mais velho, YBA PASSION INTEGRÊ, que hoje é, o “maestro” do meu sistema, foi considerado à alguns anos atrás, o melhor integrado do ano, no Japão)  

Começo por dizer que lamento imenso que agora a Ultimate Audio-Elite, não aposte tanto, ou quase nada, nos equipamentos desta origem. Quando os mesmos eram, então (há muitos anos) representados pela Audioelite, o Jorge Gaspar conseguia sempre pô-los a tocar muito bem, mas... enfim, estratégias comerciais, que não discuto.

Neste sistema, o Rega Elicit-R, que acabo por ouvir mais tempo que o sistema a que chamo principal, na sala, onde pontua o Osiris (mais requintado, mais completo na dimensão do palco sonoro e mais poderoso), leva-me muitas vezes a distrair-me do trabalho que estou a fazer (tenho que estar sempre a ouvir música) tais são os momentos de "delícia" que me provoca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
unidade
Membro AAP
avatar

Mensagens : 200
Data de inscrição : 08/03/2012
Idade : 54
Localização : Almada

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:54

Goansipife escreveu:
unidade escreveu:
Caro Goansipife

Parabéns pelo seu sistema/espaço...

na sequência da conversa, quando ouço falar em YBA fico logo com os ouvidos em sentido…
E apesar de gostos não se discutirem…ajudando há uns anos, um amigo a escolher o seu novo amplificador…e sendo fã, tal como eu, das Sonus faber (de algumas…) estávamos a escolher o que melhor "casasse" com as minhas “antigas” e agora suas “novas” colunas, Sonus faber Minuetto,  (detentoras de uma gama média, cremosa e romântica…, desde que acolitadas pelo  amplificador certo… para  não se tornarem “dengosas”…)

Então os protagonistas/convidados foram…

(Especificações de diferentes potências, apenas para reforçar que, dependendo do contexto/associação e outros pormenores técnicos, as referidas se podem tornar irrelevantes…)

Audiolab 8000 A mkIII          60 W RMS  
Primare A30       -             100 W RMS  (Duplo Mono)
Plinius 9200        -             200 W RMS
YBA Integrê DT   -               50 W RMS
(“Dual Transformer” de núcleo em C)

O casamento perfeito foi  o YBA Integrê DT   -   a precisão do “Timing”, a excepcional transparência/luz que projectava sobre os interpretes, a naturalidade (sem esforço), num exercício puro de razão, à qual a emoção “piscava o Olho”,  permitiu assumir um casamento de conveniência, em que os “enamorados” destacavam/conciliavam os seus melhores atributos, concedendo-lhes maior elevo, do que às características menos bem conseguidas das suas “personalidades”,…
Ou seja, fiquei um fã incondicional e ainda hoje (apesar de todas as idiossincrasias que a marca e Yves Bernard André tem atravessado…) se alguém me perguntasse por um amplificador que aconselharia de imediato, para permanecer longo tempo num sistema (dependendo da sinergia) seria o YBA Integrê DT, (não foi por acaso que o seu irmão mais velho, YBA PASSION INTEGRÊ, que hoje é, o “maestro” do meu sistema, foi considerado à alguns anos atrás, o melhor integrado do ano, no Japão)  

Começo por dizer que lamento imenso que agora a Ultimate Audio-Elite, não aposte tanto, ou quase nada, nos equipamentos desta origem. Quando os mesmos eram, então (há muitos anos) representados pela Audioelite, o Jorge Gaspar conseguia sempre pô-los a tocar muito bem, mas... enfim, estratégias comerciais, que não discuto.

Neste sistema, o Rega Elicit-R, que acabo por ouvir mais tempo que o sistema a que chamo principal, na sala, onde pontua o Osiris (mais requintado, mais completo na dimensão do palco sonoro e mais poderoso), leva-me muitas vezes a distrair-me do trabalho que estou a fazer (tenho que estar sempre a ouvir música) tais são os momentos de "delícia" que me provoca.

Caro Goansipife

...e esse é o melhor prémio, quando após passos em todas as "direcções" se chega a um "local" que mesmo que possa ser temporário, deixe de existir aquela "urgência" de "reparar" o que aparentemente se possa melhorar...e a prioridade passa a ser usufruir do que já tanto "prazer" nos proporciona...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 13:58

Goansipife escreveu:
..., na sala, onde pontua o Osiris (mais requintado, mais completo na dimensão do palco sonoro e mais poderoso), ...

È a minha vez de dizer que :... do Osiris e do Isis sò falo em presença do(s) meu(s) advogado(s) !!!

Ninguém é perfeito ném mesmo a Rega ... e finalmente errar é humano !  

lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
unidade
Membro AAP
avatar

Mensagens : 200
Data de inscrição : 08/03/2012
Idade : 54
Localização : Almada

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 14:05

TD124 escreveu:
Goansipife escreveu:
..., na sala, onde pontua o Osiris (mais requintado, mais completo na dimensão do palco sonoro e mais poderoso), ...

È a minha vez de dizer que :... do Osiris e do Isis sò falo em presença do(s) meu(s) advogado(s) !!!

Ninguém é perfeito ném mesmo a Rega ... e finalmente errar é humano !  

lol!

caro TD124

...sem querer ser insistente...mas porque apesar de nunca os ter ouvido...confesso, que apelavam à minha curiosidade...seria possível "destapar" mais alguns dos pormenores, da razão de base do potencial recurso a "litígio judicial..." dvil
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 15:18

unidade escreveu:
(...) ...sem querer ser insistente...mas porque apesar de nunca os ter ouvido...confesso, que apelavam à minha curiosidade...seria possível "destapar" mais alguns dos pormenores, da razão de base do potencial recurso a "litígio judicial..." dvil

Amigo unidade, jà deve ter percebido que aqui no forum inclino-me mais fàcilmente a gabar as qualidades (reais) de um aparelho do qual não gosto, do que à critica fàcil de um que não aprecio ... e isto por vàrias razões que passo a explicar:

1- Como administrador, penso que ter uma atitude moderada em vez de excessiva no elogio, na critica e mesmo na pseudo-publicidade para uns e outros ... é um acto constructivo e saudàvel...

2- Criticar aparelhos (mesmo com razão) que outros foristas possuém, sém deixar espaço ao humor, gozo e leveza intelectual é fazer pena a alguém, ora isso não é my cup of tea. Por demais, desde que hà num forum critica, controversa e conflito... a lei da mesquinheza leva as pessoas a se aglomerar à volta dessas trocas, o que é ainda menos a minha chàvena de chà...

3- Penso que criticar um aparelho do passado que jà não é comercialisado hà muito tempo e um aparelho moderno não sejam a mesma coisa. Penso que um forum deve criar a curiosidade e não certezas, então os aparelhos modernos devem ser escutados pelos interessados que assim vão se forjar uma ideia pessoal...

4- Enfim, como professional, penso que a critica mal argumentada (tal como o elogio endeusado) produz resultados mais negativos do que positivos para a evolução do audio e a compreensão dos produtos e ou dos constructores. Penso também, que a critica/elogio entre um aparelho a 200€ e outro a 2000€, não possa ser feita da mesma maneira... e se por acaso o é, então é o aparelho a 2000€ que sera sempre o prejudicado...

Por todas estas razões, e pelo facto que jà me exprimi com a equipa da Rega (o que é o principal), não vejo razão de "destapar" algo mais do que o facto que não sejam my cup of tea ...

Mas, hà tantos que não são a minha chàvena de chà!!! ... ora que os produtos da Rega até gosto !!!!!!!!!!  


_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 16:07

Bom... Respeitando integralmente a posição do Senhor Administrador - TD124 - que, ainda por cima admiro sempre digo que:

1- Tem todo o direito de evocar a ação / intervenção judicial para reclamar a presença dos seus advogados;
2 - Tal como diz o nosso amigo Fredy: "O que uns adoram os outros detestam". É um direito inabalável, que lhe assiste;
3- Não me sinto nada melindrado, portanto, que goste mais ou menos do Osiris.;
4- Só há, para mim uma marca que abomino, mas eu não sou administrador e por isso manifesto livremente a minha opinião, assim como existe uma que, com o tempo, aprendi a admirar - Rega - essencialmente pela valência de busca constante da relação custo / benefício. Mas, desde já digo, que odeio o nome colocado, pese embora compreenda que na origem não gera a mesma confusão percebida na língua de Camões.

Por isso tá-se bem!!!

Gostei e apreciei a postura séria e profissional, Paulo:__((:

cheers

Gonçalo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 16:09

Goansipife escreveu:
Bom... Respeitando integralmente a posição do Senhor Administrador - TD124 - que, ainda por cima admiro sempre digo que:

1- Tem todo o direito de evocar a ação / intervenção judicial para reclamar a presença dos seus advogados;
2 - Tal como diz o nosso amigo Fredy: "O que uns adoram os outros detestam". É um direito inabalável, que lhe assiste;
3- Não me sinto nada melindrado, portanto, que goste mais ou menos do Osiris.;
4- Só há, para mim uma marca que abomino, mas eu não sou administrador e por isso manifesto livremente a minha opinião, assim como existe uma que, com o tempo, aprendi a admirar - Rega - essencialmente pela valência de busca constante da relação custo / benefício. Mas, desde já digo, que odeio o nome colocado, pese embora compreenda que na origem não gera a mesma confusão percebida na língua de Camões.

Por isso tá-se bem!!!

Gostei e apreciei a postura séria e profissional, Paulo

cheers

Gonçalo  
Voltar ao Topo Ir em baixo
unidade
Membro AAP
avatar

Mensagens : 200
Data de inscrição : 08/03/2012
Idade : 54
Localização : Almada

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 16:16

Caro TD124

Nada a obstar ao que refere…, e provavelmente se estivesse no seu lugar e detivesse o conhecimento que já manifestou sobre diversos equipamentos, procuraria de igual modo “ …salientar o que de positivo existe em cada um… em detrimento de apontar o negativo…” (nomeadamente tendo em devida conta parte de subjetividade/escolha pessoal que normalmente estão associados… e sobretudo por não existir qualquer tipo de vantagem em “diminuir” equipamentos que provavelmente proporcionam aos seus detentores orgulho e deleite emocional )

No caso em concreto e porque também sou um apreciador da simplicidade/eficiência da Rega, apesar do “vermelhinho” tratava-se mais de uma curiosidade efectiva sobre os mencionados, (que cheguei a pensar em experimentar) mas provavelmente não o terei colocado com a devida evidência o facto… ou a sequência da conversa eventualmente poderia torna-lo menos adequado.

Saudações cordiais
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 17:15

Goansipife escreveu:
1- Tem todo o direito de evocar a ação / intervenção judicial para reclamar a presença dos seus advogados;

È verdade!... sobretudo quando o acusado são "instituições de estado" como a Rega ... ou a Linn !!!  Wink

2 - Tal como diz o nosso amigo Fredy: "O que uns adoram os outros detestam". É um direito inabalável, que lhe assiste;

È verdade também e não sò no audio ... mas apreciaria que gosto e qualidade fossem de par! Mas como se diz aqui: Se todos os gostos fossem de qualidade ... pobres das feias !!!  Twisted Evil

3- Não me sinto nada melindrado, portanto, que goste mais ou menos do Osiris.;

Espero bem, pois não hà absolutamente razão nenhuma para isso ...  cheers

4- Só há, para mim uma marca que abomino, mas eu não sou administrador e por isso manifesto livremente a minha opinião, assim como existe uma que, com o tempo, aprendi a admirar - Rega - essencialmente pela valência de busca constante da relação custo / benefício. ...

Eu sou muito mais excessivo, tanto na paixão que no odio... mas como sou budista!  silent  Silêncio... e Ouuummmm!

cheers

unidade escreveu:
(...) No caso em concreto e porque também sou um apreciador da simplicidade/eficiência da Rega, apesar do “vermelhinho” tratava-se mais de uma curiosidade efectiva sobre os mencionados, (que cheguei a pensar em experimentar) mas provavelmente não o terei colocado com a devida evidência o facto… ou a sequência da conversa eventualmente poderia torna-lo menos adequado.

Amigo unidade eu percebi perfeitamente, e sobretudo não leve a resposta "séria" como pessoal pois não era o caso. Se estivessemos os três a discutir com um copo na mão (entre nòs), teria respondido sém hesitação. Ora estamos num forum, e quando três falam hà 30 a ouvir... então não é privado mas publico. Ora a ideia que algumas das minhas "impressões", sejam desviadas afim de alimentar polémicas tribais ... não é algo que me interessa, e dai ter dado esta resposta "séria", mas que em nada o incrimina e a curiosidade sã não me pareçe ser um defeito... Wink

E de todas as maneiras, as minhas criticas em relação a essa série de aparelhos, tém mais a ver com parâmetros industriais e menos com a sonoridade ...  Smile

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 17:24

Goansipife escreveu:
Bom... Respeitando integralmente a posição do Senhor Administrador - TD124 - que, ainda por cima admiro sempre digo que:

1- Tem todo o direito de evocar a ação / intervenção judicial para reclamar a presença dos seus advogados;
2 - Tal como diz o nosso amigo Fredy: "O que uns adoram os outros detestam". É um direito inabalável, que lhe assiste;
3- Não me sinto nada melindrado, portanto, que goste mais ou menos do Osiris.;
4- Só há, para mim uma marca que abomino, mas eu não sou administrador e por isso manifesto livremente a minha opinião, assim como existe uma que, com o tempo, aprendi a admirar - Rega - essencialmente pela valência de busca constante da relação custo / benefício. Mas, desde já digo, que odeio o nome colocado, pese embora compreenda que na origem não gera a mesma confusão percebida na língua de Camões.

Por isso tá-se bem!!!

Gostei e apreciei a postura séria e profissional, Paulo:__((:

cheers

Gonçalo  


E é assim mesmo que se quer, é essa a atitude e maneira de estar amigo Gonçalo. Sempre estranhei aquela malta que basta um reparo à marca/modelo, e parece que se ofendeu a família inteira (com forte predominância na mãe).   lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 17:37

TD124 escreveu:

È verdade também e não sò no audio ... mas apreciaria que gosto e qualidade fossem de par! Mas como se diz aqui: Se todos os gostos fossem de qualidade ... pobres das feias !!!  Twisted Evil


É verdade! Essa é a Utopia de todos e cada um de nós. A qualidade é uma coisa subjectiva, dizem os filósofos e os pensadores e eu acredito. Então no audio...

Aquilo a que chamamos qualidade, muitas das vezes não passa de eficiência ou fiabilidade, ou outro adjectivo qualquer, mas não, verdadeiramente Qualidade. Isso é uma percepção que cada um de nós tem e é livre de ter. Diferente do outro, mais próximo, ou mais afastado.

André Citroën, para o seu braço direito quando este o interpelou sobre a provável falta de qualidade do 2CV: "Ora o que eu quero e o que as pessoas querem é um carro, que seja prático e lhes sirva para as suas vidas, não ponha em causa a sua dignidade e não custe este mundo e o outro. A isso chamo eu Qualidade" (é mais ou menos este o sentido da frase, que lhe é atribuída)

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 18:29

Goansipife escreveu:

(...) Qualidade. Isso é uma percepção que cada um de nós tem e é livre de ter. Diferente do outro, mais próximo, ou mais afastado.


cheers
Essa é uma afirmação com qual concordo, aplica-se ainda a tudo, porque ela encerra aquele que é o limite do nosso Conhecimento.

Acredito, por outro lado, na Educação e por ela não só aprendemos a lidar com os nossos limites como, conscientes deles, a evoluir com eles.

O que significa "Qualidade", por exemplo, para cada um de nós evolui com o passar do Tempo e com o acumular de experiências. Quem partilha aqui as suas ajuda a sua própria evolução - porque acaba a reflectir - e ajuda o Outro na sua evolução - porque provoca a reflexão.

Ainda hoje falamos nisto pelo desenvolvimento deste tópico... porque também nós um dia deixamos de olhar como era habitual para estas peças e mudamos.


Continuem a agradável troca de palavras!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 18:38

Goansipife escreveu:
... A qualidade é uma coisa subjectiva, dizem os filósofos e os pensadores e eu acredito. Então no audio...   ...

Oh não amigo Gonçalo!, a qualidade não tém nada de subjectivo e estaria bem arrasca se fosse incapaz (objectivamente) de defender um aparelho meu contra um chinoca de preço igual no Ebay...

A qualidade de um aparelho é mensuràvel (não sò em laboratorio...) pela relação industrial para começar, e assim foi atà à nascensa da Linn !...

Um Lenco era melhor construido e mais caro a construir do que um Thorens TD150, no entanto o Thorens soava melhor e custava apenas um pouco menos... então a qualidade industrial é 1 a 0 para o Lenco !!!

Um Pink Triangle não é fiàvel, é feito com materiais toscos e improvisados e mal acabado, mas soa muito melhor do que um Linn custando na época o mesmo preço ... então 1 a 0 para a Linn ...

Um Xerxes custava a mesma coisa que um Linn, soava melhor mas era pouco fiàvel e não tão bem construido então 1 a 0 para a Linn... mas o Xerxes de hoje é melhor acabado, tão fiàvel e mais caro a produzir pelo mesmo preço então 1 a 0 para o Roksan Xerxes 2.0 ...

Um shindo é muito menos bem acabado do que um Air Tight, é tão fiavel mas é feito à mão por um artisão ... então aqui a qualidade é relativa, pois é ao consumidor de considerar o artesanato como uma razão para custar mais caro, mas a qualidade industrial é mais ou menos equivalente ...

A Linn integrou a noção de musicalidade, e desviou mesmo a atenção da qualidade industrial. Então hoje a questão é de saber se a qualidade é indexada à fabricação, ao som ou aos dois ... o que efectivamente mereçe debate, mas saber se a qualidade é algo de objectivo não e não, que seja em audio ou em carros  

PS: O pais de origem também entra na equação, pois com uma qualidade de fabricação idêntica um produto dinamarquês sera sempre mais caro do que um português, sém que possa ser criticado por isso, pois ligado a uma grande diferença de nivel de vida ...

PS MKI: A qualidade é um dos elementos que determina o preço industrial de um produto. Se ela não for mensuràvel objectivamente, então temos que mudar toda a logica de produção industrial...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 20:03

É um ponto de vista que eu aceito e respeito, mas, com o qual, não me revejo.

Na empresa onde trabalho e no produto com que trabalho - cerveja - a percepção de qualidade de hoje é completamente diferente da percepção da qualidade de tempos já idos, para o grosso dos consumidores. No entanto, existe ainda um grande número de consumidores que afirma ser a qualidade da cerveja de hoje, muito inferior à do passado. É uma percepção de qualidade.

A utopia dos cervejeiros, continua, todavia, a ser de agradar a todos. Não é fácil, para não dizer, impossível.

Apesar destas percepções de qualidade, o certo é que hoje os riscos de produção (incluindo de segurança alimentar), a facilitação do processo produtivo, os tempos de processo, as tecnologias de suporte ao dispor e as matérias primas, já evoluíram tanto, que uma cerveja hoje, seja ela qual for, a nível industrial de grande volume, é muito mais fiável nas medições laboratoriais, quer nos valores globais, quer nos valores de cada factor.

Mas continua-se na dicotomia Passado vs Presente!

Nos exemplos que deu, falou, certamente, com muito mais propriedade de conhecimento técnico electrónico e mecânico do que meu, em fiabilidade, eficiência e formas de percepcionar, sejam elas resultantes de um medidor altamente calibrado, sejam da percepção de um ouvinte, que ouve e percepciona de maneira completamente diferente de outro qualquer.

Quantas vezes um aparelho tem medidas extraordinárias e o ouvinte não gosta, pura e simplesmente, e o contrário também é verdadeiro?

Para mim uma coisa é certa. Dificilmente se poderá dizer que, num caso ou no outro, haja falta de qualidade, se o processo de produção / construção seguiu parâmetros sérios e correctos (mais um factor a considerar).

Aqui o "malandro" do consumidor é Rei. É ele que na sua "douta sapiência e convencimento" dita sobre a doutrina da qualidade de um aparelho electrónico, de uma cerveja, ou, de um outro bem material qualquer. E, se esse consumidor for um opinon maker levará outros a seguirem a sua cartilha e a julgarem que, também eles são "doutos conhecedores" da qualidade.

Mesmo eu, que embirrei com o Linn, já me julgo senhor e dono da doutrina de qualidade do desgraçado gira discos.

Sei que não estou sozinho quando afirmo que o LP12 não tem qualidade alguma. Existem milhares, certamente, a dizerem o mesmo que eu. Mas, falemos verdade, quantos milhares não contradizem esta minha afirmação e dos outros e exaltam a superior qualidade do aparelho? Afinal quem são os donos da Qualidade?

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 20:15

José Miguel escreveu:
(...) O que significa "Qualidade", por exemplo, para cada um de nós evolui com o passar do Tempo e com o acumular de experiências. ...

... porque também nós um dia deixamos de olhar como era habitual para estas peças e mudamos.

A palavra "qualidade" tornou-se num saco vazio, pois cada um mete o que quer là dentro... no entanto a palavra tém um sentido bem proprio, mas que pouco a pouco fomos (vamos ???) esqueçendo, por interesse, facilidade ou por omissão não sei !!!

O homém muda, mas a qualidade de um objecto ou de uma obra não! ... tanto mais ela vai ser melhor compreendida com o tempo e torna-se "culto", mas a sua qualidade continuou a ser a mesma (suponho que é a alusão da sua primeira frase). No entanto, num exercicio de comparação directa a qualidade torna-se relativa e não absoluta por ex:

Um Lenco é um gira de qualidade e vai continuar a sê-lo, mas comparado a um produto "de qualidade equivalente" moderno, então é desclassificado e apareçe comparativamente como inferior. Chama-se a isto "la relation de qualité intrinséque" e é por isso que não custa caro. Mas existe também o modelo de "qualité-satisfaction" ao qual o Gonçalo se referiu com o 2CV... mas jà é uma maneira de fazer ping-pong com as palavras e de não avançar ... pois esta teoria pressupõe que a mediocridade não existe se ela dà satisfação!... e então, se dà prazer a mediocridade transforma-se em qualidade... o que justifica um Garrard 301 a mais de 2000£ !   Mad

Quanto à frase em negrito jà é diferente, pois o nosso olhar sobre os objectos é ditado em parte pelo desejo freudiano, e de novo vou-lhe dar um exemplo no qual outros se verão... ou não !

Começei a minha vida de adulto a dormir em 10m² na Cidade universitaria e apertado numa cama de 1m de largo com a minha namorada, ia à faculdade de metro e tinha um pequeno sistema no quarto...

Depois tive um T1 e uma mota, depois um T2 e um carro e a qualidade desejada foi sempre aumentando. No que diz respeito ao audio, hà 15 anos atràs tinha umas colunas de quatro vias e três moveis de cinco estantes para pousar os elementos do sistema, o que ocupava um terço da sala de jantar !!!... verdadeiramente um "grande sistema" como se diz na linguagem audiofila vaidosa...

A partir desse momento o desejo mudou, pois o facto de ter atingido um expoente de qualidade, não estava de par com um expoente de musicalidade ... então decidi de ir para tràs na "qualidade" e para a frente na "musicalidade". Assim fiz, até atingir o nivel de minimalismo que tenho hoje ... e que devo ainda simplificar muito afim de atingir o expoente que me fixei...

Creio, que sò viramos as costas ao desejo quando o atingimos... não é uma questão de aprendizagem! Ora o problema é que muitas vezes vemos "qualidade" aonde està simplesmente o nosso "desejo"... e os forums são um bom laboratorio para aprofundir esta ideia, e este topico sobre os rodinhas um paradoxo desta mesma ideia... Idea   Question  scratch  study  drunken  Sleep

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 20:30

Goansipife escreveu:
(...) Sei que não estou sozinho quando afirmo que o LP12 não tem qualidade alguma. Existem milhares, certamente, a dizerem o mesmo que eu. Mas, falemos verdade, quantos milhares não contradizem esta minha afirmação e dos outros e exaltam a superior qualidade do aparelho? Afinal quem são os donos da Qualidade?

Eu não defendo a Linn e utilisei-a apenas como exemplo, pois a Linn sendo de uma "qualidade industrial" inferior a muitos outros giras ... pois é um Thorens TD150, em melhor construido mas em muito mais caro ... era interessante para eles, de desviar a atenção do consumidor em 1972 da "qualidade industrial" aonde a Linn era fraca e os japoneses bons, para levar o debate à "musicalidade" aonde se sentiam melhor ... pois em 72 os produtos japoneses eram vistos musicalmente como hoje os chinocas ...

Finalmente a resposta à sua questão era o fim da minha argumentação:
TD124 escreveu:
... A Linn integrou a noção de musicalidade, e desviou mesmo a atenção da qualidade industrial. Então hoje a questão é de saber se a qualidade é indexada à fabricação, ao som ou aos dois ... o que efectivamente mereçe debate, ...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 22:00

A questão levantada pelo Gonçalo já foi levanada por mim em tempos e gerou uma conversa semelhante a esta. Como gosto mesmo dela, cá vamos mais uma vez!

Como é que o Paulo pensa que o Homem (todos nós) Conhece?

É a partir daqui que tudo se desenrola, saber quais são os limites do nosso conhecimento e como é que ele acontece.

O Paulo não gosta da palavra "subjectividade", mas a verdade (para mim e até que me provem o contrário) é que cada um de nós vê o Mundo pelos seus olhos, logo... Como disse Pessoa: dói-me a cabeça porque me dói a cabeça; dói-me o Universo porque me dói a cabeça.

Isto nada tem que ver com áudio ou peças/equipamentos de áudio, com a cerveja acontece o mesmo - tal como disse o Gonçalo.

A evolução do Conhecimento marca a forma como ouvimos, ou a esta hora a Grafonola que temos lá em casa ainda soaria bem... como se explica que não responda à exigência actual?
Não conheço ninguém que queira ouvir muito tempo, mas todos acham graça.

O mesmo em relação ao Lenco ou outras peças que nos chegam de um outro tempo, elas não mudaram com o tempo, nós é que mudamos com o passar do Tempo e negar isto parece-me complicado.


No fundo e mais uma vez parece-me que estamos a falar da mesma coisa, mas com perspectivas bem diferentes. A qualidade nesse sentido estreito (técnico, de construção) é importante, mas isso nunca vai definir o Homem e como ele Conhece.

O meu exemplo: comecei estas coisas a adorar peças dos anos 70, mas o limitado orçamento sempre foi uma barreira. Com paciência lá chegamos a algumas peças interessantes e a cada troca que fizemos sentimos que melhoramos; os amigos, também com peças semelhantes gostavam mais do qur ouviam em nossa casa. Depois ouvimos um "outro tipo de som", mais transparente e o mesmo álbum parecia outro.
A nossa percepção de Qualidade mudou... mudamos a forma como definimos Qualidade em relação ao som reproduzido.

Eu não percebo nada de "construção", mas ouço Música e estou em processo de aprendizagem na forma de ouvir, o que me leva a ser mais esquisito com os equipamentos.

Qualidade não é um saco vazio, ela é cheia por cada um de nós.



Queria escrever mais, mas o trabalho... mas seguirei a conversa claro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63909
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 22:08

Eu vou lendo... study

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Seg Out 17 2016, 22:24

TD124 escreveu:

(...)
No que diz respeito ao audio, hà 15 anos atràs tinha umas colunas de quatro vias e três moveis de cinco estantes para pousar os elementos do sistema, o que ocupava um terço da sala de jantar !!!... verdadeiramente um "grande sistema" como se diz na linguagem audiofila vaidosa...

A partir desse momento o desejo mudou, pois o facto de ter atingido um expoente de qualidade, não estava de par com um expoente de musicalidade ... então decidi de ir para tràs na "qualidade" e para a frente na "musicalidade". Assim fiz, até atingir o nivel de minimalismo que tenho hoje ... e que devo ainda simplificar muito afim de atingir o expoente que me fixei...

Creio, que sò viramos as costas ao desejo quando o atingimos... não é uma questão de aprendizagem! Ora o problema é que muitas vezes vemos "qualidade" aonde està simplesmente o nosso "desejo"... e os forums são um bom laboratorio para aprofundir esta ideia, e este topico sobre os rodinhas um paradoxo desta mesma ideia... Idea   Question  scratch  study  drunken  Sleep

cheers

Paulo, as suas últimas palavras, pela minha maneira de ver a coisas, provam que passou, ao longo destes últimos anos a percepcionar a sua Qualidade de outra forma. Nem mais, nem menos verdadeira, ou qualitativa, que a primeira forma. Tão só diferente.

Foi uma Evolução. Certamente!

Não creio, que se sinta hoje, ter seguido o caminho da mediocridade

É tão somente, uma outra perspectiva. Um outro olhar. Mas o Paulo Marcelo é o mesmo. E o seu gosto por música, na tal forma intrínseca, a mesma também

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3178
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 16:50

José Miguel escreveu:
(...) O mesmo em relação ao Lenco ou outras peças que nos chegam de um outro tempo, elas não mudaram com o tempo, nós é que mudamos com o passar do Tempo e negar isto parece-me complicado. ...

Goansipife escreveu:
(...) pela minha maneira de ver a coisas, provam que passou, ao longo destes últimos anos a percepcionar a sua Qualidade de outra forma. Nem mais, nem menos verdadeira, ou qualitativa, que a primeira forma. Tão só diferente.  ...

Acho giro que este topico algo "vintage e passeista", se tenha tornado em palco de discussão filosofica em relação ao audio... pois penso que o gosto pelos rodinhas implica uma forma de incoerência na evolução da hifi ... mas, não é uma incoerência do mercado, mas sim do consumidor ou seja, nòs mesmos !!!

Que seja por razões finançeiras, intelectuais ou "politicas", nada para mim justifica a marcha atràs e o mergulho no passado ... mas, admito que no audio este retorno pode ser rico e perturbante ...

Muitas vezes me pergunto à escuta de um aparelho moderno qual é o problema : Vai ele longe demais e desvia da musicalidade ... ou a musicalidade reside em algo de defeituoso e incompléto ???...

Não sei!!!, em contrapartida sei que estou farto de ouvir, entender, ler que no passado era melhor... que seja musica, carros ou audio pois não é verdade e é mesmo muito falso !!!... mas, admito que no contacto real estou mais excitado quando conduzo um Lancia stratos, escuto um velho King Crimson e deleito-me com um TD124...

Mas é um jogo de espirito, penso eu!, pois no fundo sei ... que possuo um carro moderno e que não quero ir comprar o pão com um velho Lancia, prefiro a musica electronica aos King Crimson e tenho giras melhores à escuta do que o TD124 ...

Então na minha "riqueza" dà-me gosto de dormir uma noite no meu quarto de estudante ... mas uma noite sòmente... penso que a hifi é a mesma coisa. No estar em abundância, desejamos um pouco de outra coisa ... ném que seja da pobreza!

È violento como maneira de pensar ... mas hà algo disto na nossa maneira de ver o audio ...

O que pensam !!! cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3967
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 18:34

Boa tarde!

Tendo a concordar com todas as partes do texto que o Paulo escreveu, de resto eu próprio revelei que o meu/nosso caminho passou e passa pela compreensão de como optimizar a reprodução da Música e este caminho tem-nos aproximado de peças mais recentes ou outras mais idosas que para mim/nós possibilitam uma vantagem, uma melhor experiência a ouvir Música.

O que mudou ao longo deste caminho?
Mudamos nós, porque as peças não mudaram... mudou a nossa forma de ver o Mundo, porque nós mudamos.

É aqui que entramos em caminhos diferentes e pensamos de forma diferente, por alguma razão o Paulo entende que existe uma forma diferente de "ver" as coisas.


Mais uma vez o meu exemplo: que outros me digam que existem gira-discos melhores que o Lenco eu aceito, porque até eu sei por experiência; que alguém me diga que são passos atrás escolhendo um Lenco não aceito, porque isso seria negar o meu Conhecimento e Caminho, a minha Experiência.

Falei do Lenco, mas posso falar de carros ou roupa...

Uma vez realizei um pequeno teste, perguntando a várias pessoas de várias origens qual a roupa/marca de roupa que queriam vestir.
Como é fácil de imaginar, as respostas mudaram conforme as pessoas e as suas experiências, com algumas a afirmar desejarem a marca "X" que tem preços que vão dos 1,99€ a 50/70€, enquanto outras desejavam a marca "Y" ou "Z" com preços bem mais altos...


Aqui no trabalho é comum ouvir falar de carros, entre amigos não falo de carros... mas tenho um amigo que costuma andar em carros que custam tanto como casas. Ora, a malta aqui do trabalho sonha, como diz a canção, com um GTi, ou Seat Ibiza (que conheço bem porque trabalhei nas entranhas deles/cablagens) ou ainda com Hondas Civic ...

Digo isto porque acredito mesmo que o nosso Caminho/Experiência/Conhecimento é a base de tudo, não só de gira-discos. Nós não sonhamos com algo que não conhecemos ou nunca vimos, porque até os sonhos são "colagens" da nossa "realidade".


Posto isto, concordo que se deva olhar para o Futuro, não esquecer o Passado e tirar as melhores liçoes dele.

Termino: há un livro muito famoso que diz algo como isto: não ofereças o peixe, ensina a pesar... É o que tenho vindo a sugerir, porque cada um de nós tem o seu Caminho e a partilha pode servir de algo para o Outro.  Wink



Mais uma vez a trabalhar, sinto que deixei muito por dizer...
Voltar ao Topo Ir em baixo
mango
Membro AAP
avatar

Mensagens : 603
Data de inscrição : 04/10/2010

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 19:28

António José da Silva escreveu:
Eu vou lendo... study

Eu ainda não tirei os olhos da miúda em cima do selim por isso vou levar algum tempo...

ps: A Rega tem feito material extraordinário ao longo dos anos mas o mote do less is more também tem servido para desculpa na escolha de materiais nem sempre melhores
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 20:04

Boas,

O Paulo abriu outro factor. O da Nostalgia. Melhor o da "Nostalgia Romântica".

Faz parte da condição humana todos sermos atacados pelo síndroma da "Nostalgia Romântica". Há vários exemplos:
- Quando temos à nossa frente uma cerveja com processos mais cuidados e rigorosos, assim como com matérias primas mais desenvolvidas, a cerveja de antigamente é que era boa;
- Quando, perante um jovem, lhe dizemos "no nosso tempo é que era";
- Quando, entre amigos, afirmamos, de forma empolgada, que o Rock acabou nos anos 70 e daí para a frente não há mais nada;
- Quando os equipamentos de hifi do passado é que eram..., é que tinham aquele som;
- Etc., etc.

Não estamos a passar por mais nada, do que por um ataque de "Nostalgia Romântica", provocado por uma "bactéria", que os especialistas no comportamento humano chama de "Complexo do Tempo" ou "Resistência natural à Mudança". [esta ideia foi amplamente difundida e defendida por Burrhus Frederic Skinner]

Realmente, como já escreveu o José Miguel, estamos todos a dizer mais ou menos as mesmas coisas, com traços diferentes de exposição. Por isso, subscrevo tudo o que disse neste último post.

Claro que existem hoje equipamentos mais evoluídos (outros talvez, aceito, não tanto), mesmo que essa evolução não traga grande genialidade ou criatividade tecnológica dos congéneres do passado. Por vezes, e a maioria dessas vezes, traz maior facilidade de lidar com técnicas, tecnologias e ferramentas disponíveis, face também à maior facilidade de usar outras técnicas, tecnologias e ferramentas. As de construção.

Muitas vezes também somos atacados pelo espanto e pela admiração. Quantas vezes não pensamos perante um equipamento de hifi "Como é que estes gajos, naquele tempo, já faziam coisas destas?". Logo a seguir e normalmente arrematamos o pensamento com um "Já não se fazem coisas destas, hoje". Pura Nostalgia Romântica

Tenho um casal amigo que tem uma casa espetacularmente bem decorada, com uma lógica Hi-Tech. Tudo acciona por comandos de Apps descarregadas para iPhone, ou iPAd. Desconfio que têm um comando qualquer, que faz saltar, de um qualquer lado, uma mãozinha, para lhes coçar as costas.

No meio da decoração, em lugar muito bem pensado, têm um rádio Nordmend, de 1957. Fiz-lhes já esse reparo, como sendo o único aparelho que não aciona por iPhone. Resposta do dono da casa: "Mas tem muita classe!".

É isso! O comportamento humano ainda junta outras variáveis na sua percepção, tais como: Classe, status, apego sentimental, etc.

Enfim... São estas discussões filosóficas que dão sal e pimenta à vida. Já não se fazem muitas discussões destas, hoje-em-dia, com a malta nova
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1957
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 58
Localização : S. Domingos de Rana

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 20:17

Goansipife escreveu:
Boas,

O Paulo abriu outro factor. O da Nostalgia. Melhor o da "Nostalgia Romântica".

Faz parte da condição humana todos sermos atacados pelo síndroma da "Nostalgia Romântica". Há vários exemplos:
- Quando temos à nossa frente uma cerveja com processos mais cuidados e rigorosos, assim como com matérias primas mais desenvolvidas, a cerveja de antigamente é que era boa;
- Quando, perante um jovem, lhe dizemos "no nosso tempo é que era";
- Quando, entre amigos, afirmamos, de forma empolgada, que o Rock acabou nos anos 70 e daí para a frente não há mais nada;
- Quando os equipamentos de hifi do passado é que eram..., é que tinham aquele som;
- Etc., etc.

Não estamos a passar por mais nada, do que por um ataque de "Nostalgia Romântica", provocado por uma "bactéria", que os especialistas no comportamento humano chamam de "Complexo do Tempo" ou "Resistência natural à Mudança". [esta ideia foi amplamente difundida e defendida por Burrhus Frederic Skinner]

Realmente, como já escreveu o José Miguel, estamos todos a dizer mais ou menos as mesmas coisas, com traços diferentes de exposição. Por isso, subscrevo tudo o que disse neste último post.

Claro que existem hoje equipamentos mais evoluídos (outros talvez, aceito, não tanto), mesmo que essa evolução não traga grande genialidade ou criatividade tecnológica dos congéneres do passado. Por vezes, e a maioria dessas vezes, traz maior facilidade de lidar com técnicas, tecnologias e ferramentas disponíveis, face também à maior facilidade de usar outras técnicas, tecnologias e ferramentas. As de construção.

Muitas vezes também somos atacados pelo espanto e pela admiração. Quantas vezes não pensamos perante um equipamento de hifi "Como é que estes gajos, naquele tempo, já faziam coisas destas?". Logo a seguir e normalmente arrematamos o pensamento com um "Já não se fazem coisas destas, hoje". Pura Nostalgia Romântica

Tenho um casal amigo que tem uma casa espetacularmente bem decorada, com uma lógica Hi-Tech. Tudo acciona por comandos de Apps descarregadas para iPhone, ou iPAd. Desconfio que têm um comando qualquer, que faz saltar, de um qualquer lado, uma mãozinha, para lhes coçar as costas.

No meio da decoração, em lugar muito bem pensado, têm um rádio Nordmend, de 1957. Fiz-lhes já esse reparo, como sendo o único aparelho que não aciona por iPhone. Resposta do dono da casa: "Mas tem muita classe!".

É isso! O comportamento humano ainda junta outras variáveis na sua percepção, tais como: Classe, status, apego sentimental, etc.

Enfim... São estas discussões filosóficas que dão sal e pimenta à vida. Já não se fazem muitas discussões destas, hoje-em-dia, com a malta nova
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 779
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Clube da "Rodinha" aka Idler's   Ter Out 18 2016, 20:34

TD124 escreveu:

Acho giro que este topico algo "vintage e passeista", se tenha tornado em palco de discussão filosofica em relação ao audio... pois penso que o gosto pelos rodinhas implica uma forma de incoerência na evolução da hifi ... mas, não é uma incoerência do mercado, mas sim do consumidor ou seja, nòs mesmos !!!

Que seja por razões finançeiras, intelectuais ou "politicas", nada para mim justifica a marcha atràs e o mergulho no passado ... mas, admito que no audio este retorno pode ser rico e perturbante ...

Muitas vezes me pergunto à escuta de um aparelho moderno qual é o problema : Vai ele longe demais e desvia da musicalidade ... ou a musicalidade reside em algo de defeituoso e incompléto ???...

Não sei!!!, em contrapartida sei que estou farto de ouvir, entender, ler que no passado era melhor... que seja musica, carros ou audio pois não é verdade e é mesmo muito falso !!!... mas, admito que no contacto real estou mais excitado quando conduzo um Lancia stratos, escuto um velho King Crimson e deleito-me com um TD124...

Mas é um jogo de espirito, penso eu!, pois no fundo sei ... que possuo um carro moderno e que não quero ir comprar o pão com um velho Lancia, prefiro a musica electronica aos King Crimson e tenho giras melhores à escuta do que o TD124 ...

Então na minha "riqueza" dà-me gosto de dormir uma noite no meu quarto de estudante ... mas uma noite sòmente... penso que a hifi é a mesma coisa. No estar em abundância, desejamos um pouco de outra coisa ... ném que seja da pobreza!

È violento como maneira de pensar ... mas hà algo disto na nossa maneira de ver o audio ...

O que pensam !!! cheers

Dear friends,
I'm sorry, but can only contribute very personal: it's TD124 which takes old things like Lenco, Shure M75, tubes and so on and give them a quite special shift - and voilà, time is getting hard for modern equipment! I'm a bit confused about that - and find myself surrounded with these things although I absolutely wasn't seeking for nostalgia!
The really good things are still rare, and were rare in the past.

I'm a bit nostalgic about literature, see almost only garbage today compared to the masterpieces of the 19th century. The modern books have modern plots but don't carry any relevant new thoughts and insights but celebrate only the ubiquitous misery and are too often badly written.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Clube da "Rodinha" aka Idler's
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 9 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Clube kubicki factor
» Clube dos Baixistas de Belém/PA - Pai d'égua! (agora administrado pelo afonsodecampos)
» Clube Mark Bass
» Clube Hofner -Tópico Oficial
» Clube dos não somente baixistas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: