Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 LIXO BOM e LIXO MAU

Ir em baixo 
AutorMensagem
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 17:18

Para quem não sabe a diferença entra LIXO BOM do LIXO MAU aqui vai mais uma, hoje entrou na minha colecção particular mais um amplificador (LIXO BOM), porque alguém meteu no Lixo Mau esta maquineta que por inquirível que pareça é um Class A com uns míseros 105W RMS 8 Ohm e um THD 0,08% e uma largura de banda de 0,25Hz ~ 280.000Hz, um HCC de 80A, Damping Factor de 84, e com 2 pares de transístores por saída em que cada um deles pode debitar uns 130W, o 2SC3907O e o complementar 2SA1516O, isto estava no Lixo Mau, cheguei a casa, abri liguei o compressor e vá de dar umas gasadas de ar para limpar o pó, depois foi ligar umas colunas JAMO 300PRO e ligar o bicharoco, lá veio o clique do relé e esperar cerca de 10mim, para ver o podia acontecer, o dissipador ficou ai nuns 30º, depois foi só levantar o volume e ficar a ouvir o power da maquina, era um Harman/Kardon HK6650R, coisas destas não são LIXO MAU mas sim LIXO BOM.

















Este já é o 2º apanhado no LIXO MAU, vamos ver se apareçe mais://_:
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 17:46

Lixo desse nunca é demais. Bela aquisição ou recuperação. Como diz o ditado, o que uns não querem, estão os outros desejosos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 49
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 19:22

manuelmadeira escreveu:
 que pareça é um Class A com uns míseros 105W RMS 8 Ohm e um THD 0,08% e uma largura de banda de 0,25Hz ~ 280.000Hz, um HCC de 80A, Damping Factor de 84, e com 2 pares de transístores por saída em que cada um deles pode debitar uns 130W, o 2SC3907O e o complementar 2SA1516O,  



















Este já é o 2º apanhado no LIXO MAU, vamos ver se apareçe mais://_:






excelente aquisiçaõ!


mas acho excessivo o funcionamento em class A e pra mais 105 Watts! muito pouca area de dissipação do calor gerado.
Talvez uns 10/15 watts e depois comuta para AB.

Mas é um maquina a manter e merece uma recuperação.
Que continue á haver mau lixo para uns que assim nó os recicladores, ficamos com lixo bom pra nós:lol!:
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 19:41

Pois dá para assar sardinhas os transístores podem dar por canal 260W tem 1 par para o positivo e outro para o negativo, ao fim de 10min ou menos já esta a mais de 30º de temperatura o dissipador, isto sem som e pelo esquema dele é Class A, temperatura de trabalho dele a meio gás anda nos 60 a 70º de temperatura, se fosse para dar só os 100W bastava só 2 transístores de saída em Class AB, daria os 100W sem problema, eles aguentam 130W, o amplificador está em condução mesmo sem som, os Technics ainda tem dissipadores mais pequenos mas controlam o bias de maneira diferente.
Mas vou perder algum tempo a analizar o esquema dele a ver se realmente é Class A.Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1932
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 43
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 23:16

Boa aquisição (achado), eu tenho o HK6550 e continua na luta estes amplificadores têm um pré de phono muito jeitosos.
Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Jun 23 2013, 23:32

Pois o pré do fono só tem 20 transístores por canal, é do mais complexo que tenho visto, o pré é engraçado, o seu desenho é de um amplificador e não de um pré, tenho estado por aqui a analisar o esquema do amplificador e pelo que tenho visto é bastante bom, mas isto é como digo há gostos para tudo, comparado com o DENON que por aqui tenho o som é mais suave mas também mais agressivo que outros que por cá tenho, só acho que em altas frequências há uma perda mas com o tempo vou ver como alterar o circuito para não atenuar as altas frequências, deve haver algum condensador a descarregar á massa, tenho que analisar o circuito a pente fino, ligar o gerador de funções e o osciloscópio e procurar as perdas, gosto do som mais linear e não abafado nas altas frequências.
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Ter Jun 25 2013, 23:23

Bom após uma analise do circuito do amplificador contino a achar que é mesmo um Class A, o dissipador pode ser (pequeno) como aqui foi dito, mas a DENON tem amplificadores em Class A com potencias de saída superiores á potencia de consumo na rede, um milagre da natureza, e com dissipadores mais pequenos que o deste, como trabalho com um POA-4400 como fonte de alimentação alterna, para alimentar os SYNCOS e fazer o ensaio de erro angular, conheço bem essa maquineta e se tem 180W RMS 8 Ohm em Class A, com um consumo máximo de 250W na alimentação, que a potencia de saída +- respeita a regra de 1/5 ou de 1/4 da potencia de consumo, neste e em muitos outros não se verifica, seria +- o rendimento de um Class AB, mas isto deve-se a um controlo do BIAS aprimorado para aumentar o rendimento do amplificador e por sua vez baixar o seu consumo energético.
Já está calibrado e recalibrado, e é um bom assador de sardinhas, pois este menino como tem os transístores em condução, a sua temperatura ao fim de 20 min sem as colunas ligadas (isto para calibrar), a temperatura do dissipador quase chega aos 50º de temperatura, com o som quase a meio não se consegue ter a mão em cima do dissipador, dá para ouvir musica e fazer o almoço tudo ao mesmo tempo, mas não deixa de ter um bom som quer em quantidade quer em qualidade, com presença e limpo sem ruido dos prés, já está todo limpo e montado, agora vai para a outra casa onde tenho as relíquias e esperar pela próxima maquina que vai chegar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Ter Jun 25 2013, 23:28

manuelmadeira escreveu:
... e esperar pela próxima maquina que vai chegar.


O homem não para...

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
BAILOTE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1642
Data de inscrição : 16/02/2011
Idade : 46
Localização : Albufeira

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Ter Jul 30 2013, 13:46

Eu punha o meu nº de telefone no caixote do lixo a advertir para os malificios que estas peças constituem para as costas ...   

Parabens pelo achado
Voltar ao Topo Ir em baixo
td125mkii
Membro AAP


Mensagens : 47
Data de inscrição : 20/06/2012
Idade : 74
Localização : Verdizela, Portugal

MensagemAssunto: Amplificadores de classe A e de classe AB   Qui Ago 01 2013, 23:06

Os amplificadores de classe A verdadeira, de 50 watts RMS ou contínuos por canal, são geralmente enormes e pesadíssimos... Por exemplo o Luxman M-300 (funciona em classe A verdadeira ou em classe AB), o Accuphase P-400 (caso idêntico) embora ambos não produzam mais que 40 watts em classe A. São bem pesados. Veja-se também o KRELL KSA50 (este de 50 watts contínuos por canal).

Não há muitos modelos de amplificadores de verdadeira classe A; são 'bastante' caros e pesados. Grande parte dos amplificacores de potência e de integrados funciona em classe AB.

Cumprimentos.

td125mkii
Voltar ao Topo Ir em baixo
r4f4
Membro AAP
avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 27/02/2013

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 02 2013, 03:59

Eu é que não tenho este tipo de sorte...
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 02 2013, 18:29

Bom em relação ao KRELL KSA50 é um amplificador bastante simples com 4 transístores de potencia bem potentes, agora a questão é outra com esses transístores na saída podia dar mais potencia, mas para isso teria que se subir as tensões de alimentação do amplificador e aumentar o ganho dos andares intermédios, pelo que vi há pelo menos 2 tipos de amplificador KRELL KSA50, um com realimentação e outro sem, isso altera as coisas ao nível de potencia de saída, e quanto ao peso isso deve-se aos entreferros dos transformadores e também da sua caixa robusta, eu tenho um amplificador em Class AB com 120W RMS e pesa uns 23Kg, mas também tenho outro em Class A com 100W RMS com os seus 23Kg, bom o peso é idêntico mas o que muda, é simples o Class AB é um dualmono com uma caixa bem mais robusta que o Class A, em que é um amplificador mais (apresentável), ao nível de transístores de saída, o Class AB tem 2 pares por canal num total de 260W em potencia dos transístores isto para dar os 120W RMS, com um consumo energético de 800W.
Em relação ao Class A, tem também 2 pares de transístores por canal num total de 400W em potencia dos transístores isto para os seus 100W RMS, o que teoricamente também está correcto, 100W são 25% dos 400W, isto devido á sua eficiência energética ser boa, com um consumo energético de 750W, também sabemos que o rendimento típico de um Class A do tipo do KRELL KSA50 anda na casa dos 10%, isto a versão sem realimentação o que também está correcto, o rendimento típico de um amplificador puro Class A anda nos 10%.
Mas não há melhor que ligar um gerador de funções na entrada de um amplificador, e ligar na saída um osciloscópio e ver as suas curvas, isto para quem tem esse tipo de equipamentos.
Como já disse por aqui trabalho em informadores de angulo, e como tal eles trabalham com correntes alternas a varias frequências, temos algumas fontes de alimentação de corrente alterna e geradores de funções, isto para injectar nas fontes a forma de onda sinusoidal, amplitude e a respectiva frequência do sinal, uma das fontes que temos é um amplificador da DENON, um Optical Class A mono com 220W de consumo energético, isto para uma potencia de 160W RMS e 10Kg de peso, com 2 pares de transístores num total de 260W para dar os 160W RMS, agora podem questionar se este amplificador é realmente um Class A, é e tem que ser porque é utilizado para fazer alimentação de Sincros e Resolvers, para o respectivo ensaio de erro angular, se não fosse um Class A não estava a trabalhar num laboratório, daria valores de desfasamento, correntes e erros angulares descabidos.
O KRELL KSA50 é um Class A na palavra e até na sua eficiência energética muito pouco verde, mas não esquecer que a Class A também pode ser VERDE, mas para isso há que saber como controlar essa eficiência energética.

Já agora os amplificadores aos quais me referi são 2 dos muitos que tenho quer em Class A ou AB, ROTEL RA-1412 Class AB, e o FISHER RS-Z1


O forum serve para estas coisas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 02 2013, 19:09

manuelmadeira escreveu:



O forum serve para estas coisas.


 

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
td125mkii
Membro AAP


Mensagens : 47
Data de inscrição : 20/06/2012
Idade : 74
Localização : Verdizela, Portugal

MensagemAssunto: 'Classe A pura' versus 'classe AB considerada como classe A'   Seg Ago 05 2013, 15:47

manuelmadeira:

Alguns fabricantes produziram/produzem amplificadores que funcionam parcialmente em classe A (até uma certa potência) e que depois ‘disparam’ para a classe AB em potências mais elevadas. Para efeitos de comercialização apresentam-nos como ‘amplificadores de classe A’. Alguns ‘entendidos’ não muito exigentes consideram tais amplificadores como representativos da classe A. Os fabricantes mais sérios e de aparelhagem de topo de gama, e os especialistas de HiFi mais credenciados, consideram que só os ‘amplificadores de classe A pura’ são representativos da ‘classe A’.

Os amplificadores de ‘classe A pura’são muito pouco eficientes. Necessitam de alimentações muito potentes, consomem muita energia e produzem temperaturas muito elevadas, pelo que requerem sistemas de arrefecimento (dissipadores) sobredimensionados. São essas alimentações e os sistemas de dissipação de calor que determinam a construção de caixas robustas e pesadas, e não a simples opção pela ‘classe A’ que requer a opção por uma caixa sobredimensionada...

A concepção extremamente rigorosa e exigente da ‘classe A pura’ como estrita representante da ‘classe A’, corresponde a uma realidade e a uma postura científica ‘ortodoxa’ tanto da parte de especialistas de craveira como da parte de fabricantes de grande prestígio (Accuphase, Musical Fidelity, Krell, etc). São empresas que não vendem gato por lebre, são especialistas de renome e fiáveis, são ‘normas’ e não opiniões.

Pessoalmente (muito embora não seja um conservador…) atenho-me a essa concepção: ‘classe A’ = a ‘classe A pura’.

São amplificadores com um som muito especial, como os bons amplificadores a válvulas têm o seu som muito especial, que consomem muita energia e são muito caros. Os aparelhos a válvulas consomem, além de muita electricidade, uma grande quantidade de válvulas bastante caras…

Embora pessoalmente pudesse dar-me ao luxo de pagar mais pela electricidade consumida (pago mais de 200 Euros mensais… à EDP) e por algumas válvulas, por considerações sociais e ambientais recuso-me a fazê-lo. Estou muito satisfeito com os meus amplificadores de classe AB. Por outro lado prefiro ‘ouvir música’ em vez de ‘ouvir a aparelhagem’.

Penso que é cultural, social e economicamente mais inteligente esta opção do que correr atrás de ilusões criadas pelos vendedores e ‘HiFi writers’ e dos interesses de fabricantes e vendedores. Mas cada um segue a opção que melhor lhe sirva…

Desde há muitos anos que a minha divisa audiófila é ‘o melhor som possível pelo menor custo possível’, que era, creio, o princípio seguido pela ‘Amateur Audio’ e pela antiga ‘HiFi World’…

Cumprimentos

Td125mkii
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stereo
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 58
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Seg Ago 05 2013, 20:11

Pois... Classe A não é brincadeira: para dissipar o calor gerado por cada W, seria necessário muitos desses dissipadores, para essa potência.
Mas o importante é mesmo o potencial, pois se se aproximar de tal proposta, já não importa muito o ser classe A. Se toca bem, isso é que é importante!
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Ter Ago 06 2013, 21:23

Bom com respeito á falada Class A nem o KRELL é um puro Class A, o puro Class A é aquele em que os transístores de saída fazem a sinusóide completa, e não a sua divisão em 2 semiciclos o positivo e o negativo para cada um dos transístores de saída, mas isso nem lá vão os 20W.







Com respeito ao Harman/Kardon HK6650R, os transístores estão em condução mesmo sem som, o seu dissipador está a uma temperatura de 70º em repouso, já arranjei o manual técnico, e a potência desta versão são 60W RMS e não os 105W, os 105W é uma versão com uma alteração no BIAS, porque há 5 versões deste amplificador mas todos com a mesma referência.

Mas se pretende um boa eficiência energética, pode usar amplificadores em Class H ou mesmo Class D, eu não tenho nenhum em Class D, nem ainda ouvi a trabalhar mas ainda vou arranjar um, mas Class H tenho cá um com 2X500 RMS, mas também não sou lá grande fan dele, gosto dos Class A mas cada amplificador tem o seu som característico, de todos os que tenho e são uns 5 em Class A, o que mais gosto é o FISHER.

Quanto á Class AB não tenho nada a assinalar em contra, também tenho vários amplificadores, mas dos que tenho o ROTEL RA-1412 é o melhor, este é da velha guarda 1976, o pré é Class A o andar amplificador em Class AB, tem um som fora de serie, com os seus 120W RMS e 23Kg de peso, não é um Class A mas sim um AB, e peso não lhe falta.

Mas já vem a caminho mais 2 amplificadores para a colecção, um Pioneer e um TEAC, o Pioneer vem com avaria o TEAC está bom, vou reparar o Pioneer e depois logo se vê se ficam ou se vão, e estou em negociações com um americano dos anos 70 em Class H com 2X250W, vamos ver o que se consegue.

Para mim o principal é gostarmos do que ouvimos, o que conta é o casal amplificador colunas, mas quando nós temos varias opções de escolha, sempre podemos escolher o amplificador que queremos ouvir a tocar.
Não é que goste mais da Class A, mas se temos escolha e não há problemas de estar a ouvir musica e a assar sardinhas para o almoço ou a aquecer a casa no inverno lá vem o A.
Mas isso deixo ao gosto de cada um, não critico ninguém de gostar mais de um que de outro, desde que reparei um TV a um cliente, e quando lho entreguei e ele me disse que não era o dele, e eu perguntei-lhe o porque de ele dizer isso, e ele me disse que o TV dele nunca tinha tido uma imagem assim tão boa, a partir dai numa mais mexi na imagem dos TV.

Aqui falamos uns com os outros, expomos os nossos problemas, trocamos opiniões, tiramos conclusões e no final continuamos o carrocel, há sempre alguma coisa para mudar, é bom sinal a falar é que nós nos entendemos.

Já agora se precisarem alguma informação a respeito de CCTV, também trabalho na instalação e reparação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64911
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Ter Ago 06 2013, 21:38

manuelmadeira escreveu:


Para mim o principal é gostarmos do que ouvimos...


Ora essa e uma verdade inegável. De nada valem as topologias (sejam elas quais forem), se depois estamos em casa a ouvir musica e o pé não bate.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
td125mkii
Membro AAP


Mensagens : 47
Data de inscrição : 20/06/2012
Idade : 74
Localização : Verdizela, Portugal

MensagemAssunto: Repor a verdade dos factos: Krell KSA 50 é amplificador de 'pura classe A'   Qua Ago 07 2013, 14:36

Caro manuelmadeira,

"Bom com respeito á falada Class A nem o KRELL é um puro Class A [...]" : lamento ter de discordar de si, mas o Krell KSA 50, assim como o Krell KSA 250 e outros modelos da série KSA, são amplificadores de pura classe A. Isso é atestado quer por especialistas que publicam na 'Stereophile', e que são autoridades mundiais na matéria, quer pelos engenheiros da Krell (ver p. ex. o manual de operações do Krell KSA 50 / KSA 50 S).

Esses indivíduos são autoridades mundiais no campo da amplificação de HiFi e da electrónica, formaram-se nas melhores universidades e institutos de tecnologia internacionais e trabalham para empresas de topo. São reconhecidos e seguidos mundialmente!

Não é crível que eles fassam afirmações inverosímeis...

Creio que o manuelmadeira confunde 'pseudo classe A' com 'classe A pura'. Mas deixo isso para especialistas credenciados na matéria, e não para simples curiosos de questões de Alta Fidelidade. A minha área científica é outra, mas a preocupação pelo rigor e pela verdade dos factos é idêntica à dos profissionais dos outros campos...

Saudações.

td125mkii
Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3133
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 74
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Qua Ago 07 2013, 18:29

Lixo? ...
Será, concerteza!? ...
 

Mas do bom ou do mau?? ...
 

Eis o meu amp CHINÊS



JungSon Hedo/Duro, 80 W classe A! ... What a Face 
Pura?? ... Quem sabe!? ... affraid 

E, aqui, algumas das habilidades que lhe fazem (quem sabe, claro ... ):
http://www.troelsgravesen.dk/Duro.htm#From_my_solid_state_expert:
Quando aparecer o subsídio das férias  drunken  Question   ainda vou desafiar o Joaquim!? ...
 

king
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Qui Ago 08 2013, 18:44

Bom, até que enfim um amplificador independentemente de ser Chines, é mais Class A que muitos e bem mais caros, ora bem respondendo ao facto de este amplificador se um Class A e ser mais um a trabalhar as saídas em push pull, mas a boa coisa é a realimentação que não existe neste amplificador, não mascara o som este é limpo nas saídas, sem realimentação o que é uma coisa rara, este é um Class A no sentido da palavra mas em Push Pull, para ser prefeito em Class A é sem Push Pull, ai não temos os 80W, mas com um amplificador sem ser em Push Pull poderíamos chegar 20 ou 30W, mas colocar um transístor a fazer a onda completa em vez de semiciclo (Push Pull), isso seria o máximo em áudio, há amplificadores que trabalham com uma só válvula na saída, e também á a transístores com um único transístor na saída a fazer a onda completa.

Só lhe tenho a dar os parabéns pela máquina.  


O sistema de amplificação perfeito seria assim, mas com pouca potencia, Amplificador Emissor Comum.





O sistema em Push Pull tem sempre um momento de transição por tensão a 0V (zero), em que existe a transição de um transístor para o outro transístor, fazendo cada um o seu semiciclo como na imagem, este princípio aplica-se á Class A AB e por ai a fora.





Sai mais caro a uma marca desenvolver um sistema eficiente de controlo de BIAS, e ter uma eficiência energética boa, num dito amplificador Class A, do que desenvolver um amplificador Class A dito (puro), colocar uma quantidade de transístores em paralelo para ter potencia na saída não é difícil, difícil é fazer isso e controlar isso eficientemente (BIAS), há quem o faça por microcontrolador ou por sistema óptico ou mesmo de outras maneiras, se querem saber se realmente é Class A, basta ligar um gerador de funções na entrada e excitar o amplificador, e colocar ligado na sua saída um osciloscópio, e ver a forma de onda na entrada e comparar o que sai na saída, e tirem as conclusões.
Só assim é que sabem o que tem, se é verdadeira ou falso Class A.


Nós falamos por falar, faz bem á alma, o ser humano é comunicativo e por isso continuamos a comunicar uns com os outros, eu tenho um lema em que acredito e que é o seguinte: Nós até com quem nada sabe apendemos alguma coisa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
jpamplifiers
Membro AAP
avatar

Mensagens : 608
Data de inscrição : 16/09/2011
Localização : Sintra

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Qui Ago 08 2013, 19:08

manuelmadeira escreveu:
Bom, até que enfim um amplificador independentemente de ser Chines, é mais Class A que muitos e bem mais caros, ora bem respondendo ao facto de este amplificador se um Class A e ser mais um a trabalhar as saídas em push pull, mas a boa coisa é a realimentação que não existe neste amplificador, não mascara o som este é limpo nas saídas, sem realimentação o que é uma coisa rara, este é um Class A no sentido da palavra mas em Push Pull, para ser prefeito em Class A é sem Push Pull, ai não temos os 80W, mas com um amplificador sem ser em Push Pull poderíamos chegar 20 ou 30W, mas colocar um transístor a fazer a onda completa em vez de semiciclo (Push Pull), isso seria o máximo em áudio, há amplificadores que trabalham com uma só válvula na saída, e também á a transístores com um único transístor na saída a fazer a onda completa.

Só lhe tenho a dar os parabéns pela máquina.  


O sistema de amplificação perfeito seria assim, mas com pouca potencia, Amplificador Emissor Comum.





O sistema em Push Pull tem sempre um momento de transição por tensão a 0V (zero), em que existe a transição de um transístor para o outro transístor, fazendo cada um o seu semiciclo como na imagem, este princípio aplica-se á Class A AB e por ai a fora.





Sai mais caro a uma marca desenvolver um sistema eficiente de controlo de BIAS, e ter uma eficiência energética boa, num dito amplificador Class A, do que desenvolver um amplificador Class A dito (puro), colocar uma quantidade de transístores em paralelo para ter potencia na saída não é difícil, difícil é fazer isso e controlar isso eficientemente (BIAS), há quem o faça por microcontrolador ou por sistema óptico ou mesmo de outras maneiras, se querem saber se realmente é Class A, basta ligar um gerador de funções na entrada e excitar o amplificador, e colocar ligado na sua saída um osciloscópio, e ver a forma de onda na entrada e comparar o que sai na saída, e tirem as conclusões.
Só assim é que sabem o que tem, se é verdadeira ou falso Class A.


Nós falamos por falar, faz bem á alma, o ser humano é comunicativo e por isso continuamos a comunicar uns com os outros, eu tenho um lema em que acredito e que é o seguinte: Nós até com quem nada sabe apendemos alguma coisa.
Não estará o amigo por distração, a comparar uma saída classe A com uma classe B, em vez de uma classe A com uma classe AB?
É que jamais verá num osciloscopio esse erro de transição (erro de crossover) num classe AB, porque simplesmente ele não existe, e a imagem que apresenta é de uma saída em classe B, e a classe B não é usada em audio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
manuelmadeira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 109
Data de inscrição : 14/10/2012
Idade : 52
Localização : Évora

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 09 2013, 00:05

Hoje estou com pouco vagar, não tinha outra imagem, na classe AB cada dispositivo de saída conduz corrente durante um pouco mais do que semiciclo, quando um dispositivo assume o sinal, o outro ainda está ativo e portanto não existe a descontinuidade citada na classe B, A qualidade sonora aproxima-se da classe A.
Quando digo ligar um osciloscopio é á saida de cada transistor para ver o que ele faz, assim pode ver as curvas do semiciclo e pode ver que tipo de amplificador tem.



Voltar ao Topo Ir em baixo
jpamplifiers
Membro AAP
avatar

Mensagens : 608
Data de inscrição : 16/09/2011
Localização : Sintra

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 09 2013, 11:04

manuelmadeira escreveu:
Hoje estou com pouco vagar, não tinha outra imagem, na classe AB cada dispositivo de saída conduz corrente durante um pouco mais do que semiciclo, quando um dispositivo assume o sinal, o outro ainda está ativo e portanto não existe a descontinuidade citada na classe B, A qualidade sonora aproxima-se da classe A.
Quando digo ligar um osciloscopio é á saida de cada transistor para ver o que ele faz, assim pode ver as curvas do semiciclo e pode ver que tipo de amplificador tem.





Mas a saída de cada transistor é o ponto comum dos dois não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Stereo
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3493
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 58
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Sex Ago 09 2013, 21:35

Há por aí muita confusão acerca dos classe A e dos SE. Já por cá se abordou a temática - com a magnifica colaboração do td124 - onde se desvenda estas coisas. E sempre se pode consultar...
Força neles!...
Voltar ao Topo Ir em baixo
FBatista
Membro AAP
avatar

Mensagens : 997
Data de inscrição : 21/03/2013
Idade : 40
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   Dom Ago 18 2013, 00:12

Bom trabalho nessa reparação.
Pessoalmente gosto bastante desses HK.

Concordo com o fernando3728 ao referir-se à entrada phono do seu HK.
Tenho um HK6100 cuja entrada phono é bastante honesta e interessante. Além de que o amplificador não desilude.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: LIXO BOM e LIXO MAU   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
LIXO BOM e LIXO MAU
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Já viram o louco do lixo?? Hilário!
» Slipknot é um lixo!!!!!!!
» LIXO BOM e LIXO MAU
» Pq quando algum desgraçado xinga o black metal ele ganha positivo,e se algum xinga o lixo do axl ele é negativado?
» 2011-10-15 - Attick Demons + Scar for life - Side b

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Estado "sólido" (transístores)-
Ir para: