Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Interpretação musical e alta-Fidelidade

Ir em baixo 
AutorMensagem
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5125
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Interpretação musical e alta-Fidelidade   Sab Abr 20 2013, 18:05

A dualidade entre "reprodução" e "interpretação" não é exclusiva do audio e estende-se também ao papel dos instrumentistas.

Artur Pizarro, hoje, em entrevista para a TSF (a propósito do festival Dias da Música no CCB) sobre a interpretação de uma obra musical, neste caso o Concerto para Piano e Orquestra de Schuman:

Eu sou o equipamento de estereo, as colunas de estereo ao qual o Schuman neste momento tem acesso.
Portanto a única coisa que eu tenho que criar é a alta-fidelidade.
A alta-fidelidade sou eu, portanto tem a marca; pode comprar Philips, Marantz, Akai, isso é a escolha do pianista.
A escolha do pianista é a marca do aparelho de som.
Mas, o disco é o Schuman; eu sou só o aparelho de som portanto eu tenho de ser alta-fidelidade, o público tem que estar confortável e eu tenho que seduzir o público em nome de Schuman, não em nome de Artur Pizarro.
Eu não quero que (digam): "ah, lembras-te do Artur Pizarro a tocar aquele concerto de Schuman?"
Não, é ao contrário: "lembras-te daquele concerto de Schuman que o Artur Pizarro a tocou?"
É isso que eu gostava de ter.


http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=3177189

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Interpretação musical e alta-Fidelidade   Dom Abr 21 2013, 01:33


Eu percebo o que o homem quer dizer.

Para mim existem duas coisas muito importantes,
quer sejam num sistema de alta fidelidade ou na interpretação de uma obra por parte de um músico.

Essas duas coisas são equilibrio e alma/essência da música.

Um Músico ou um sistema de som podem aqui ou ali mostrar algo que é seu,
pois cada um tem as suas qualidades e caracteristicas próprias.

Mas tem de existir sempre um certo equilibrio e acima de tudo um respeito pela alma e essência da música, tal como foi composta e idealizada.

No caso dos discos o engenheiro de som também entra nesta equação,
o entendimento da obra por parte do engenheiro de som também tem muita influência no resultado final.

Por vezes um disco tem um som muito agradável e fabuloso, mas a alma e essência da música não está lá e perdeu-se.

Há uns anos atrás eu procurei ter um sistema de som com o tipo de som que eu queria,
mas acabei por verificar que os discos tocavam sempre todos da mesma maneira, parecia que eram todos iguais...

Depois procurei ter um sistema de som agradável mas que me mostre a diferença entre os diferentes tipos de som dos diferentes tipos de discos, e agora já não tocam todos iguais, já se nota a diferença nos discos.

Um sistema de som ou um músico têm de mostrar dentro de um certo equilibrio a essência e alma da música,
caso contrário deixam de cumprir a sua função principal e estão a meter-se num assunto que não é o seu e passam a adulterar a obra.


Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
taly
Membro AAP
avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 30/01/2012
Idade : 50
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Interpretação musical e alta-Fidelidade   Dom Abr 21 2013, 22:53

Jorge Ferreira escreveu:

Eu percebo o que o homem quer dizer.

Para mim existem duas coisas muito importantes,
quer sejam num sistema de alta fidelidade ou na interpretação de uma obra por parte de um músico.

Essas duas coisas são equilibrio e alma/essência da música.

Um Músico ou um sistema de som podem aqui ou ali mostrar algo que é seu,
pois cada um tem as suas qualidades e caracteristicas próprias.

Mas tem de existir sempre um certo equilibrio e acima de tudo um respeito pela alma e essência da música, tal como foi composta e idealizada.

No caso dos discos o engenheiro de som também entra nesta equação,
o entendimento da obra por parte do engenheiro de som também tem muita influência no resultado final.

Por vezes um disco tem um som muito agradável e fabuloso, mas a alma e essência da música não está lá e perdeu-se.

Há uns anos atrás eu procurei ter um sistema de som com o tipo de som que eu queria,
mas acabei por verificar que os discos tocavam sempre todos da mesma maneira, parecia que eram todos iguais...

Depois procurei ter um sistema de som agradável mas que me mostre a diferença entre os diferentes tipos de som dos diferentes tipos de discos, e agora já não tocam todos iguais, já se nota a diferença nos discos.

Um sistema de som ou um músico têm de mostrar dentro de um certo equilibrio a essência e alma da música,
caso contrário deixam de cumprir a sua função principal e estão a meter-se num assunto que não é o seu e passam a adulterar a obra.


Abraços,
Jorge Ferreira

Caro Jorge:
Concordo com quase tudo o que disseste, apenas discordo da parte dos engenheiros de som, pois esses eu conheço bem, e depois depende da munição, do estudio, dos músicos, e pior, do Marketing que se cria em torno de algumas obras.
Caro Ricardo :
Em relação a interpretações dos instrumentistas (para mim), não cabem no conceito da reprodução, mas sim da liberdade de cada um de analizar os factores aleatórios.
Cumprimentos
Paulo
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5125
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Interpretação musical e alta-Fidelidade   Seg Abr 22 2013, 09:15

taly escreveu:
Caro Ricardo :
Em relação a interpretações dos instrumentistas (para mim), não cabem no conceito da reprodução, mas sim da liberdade de cada um de analizar os factores aleatórios.
Cumprimentos
Paulo

Bom dia Paulo,

Eu concordo com o seu ponto de vista daí ter colocado a palavra reprodução (para facilitar a analogia com a alta-fidelidade) entre aspas.

Além disso, no que se refere à interpretação não estou completamente de acordo com o Artur Pizarro pois consigo apreciar com igual intensidade tanto uma interpretação do Arturo Benedetti Michelangeli como uma do Cláudio Arrau.

No que se refere à reprodução doméstica concordo com em parte com o que escreveu Jorge mas dando especial relevo ao facto de que se trata de reprodução (ou seja, fidelidade ao registo).

Boas escutas,
Ricardo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Interpretação musical e alta-Fidelidade   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Interpretação musical e alta-Fidelidade
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» As 12 Colunas mais Importantes da História da Alta-fidelidade
» Receiver ou Rádio
» Acabo de comprar um novo pré, um Sansui CA-F1...
» Uma pequena história da Alta Fidelidade
» Alta fidelidade 1969

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: