Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Como ouvimos a nossa musica.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Como ouvimos a nossa musica.   Sex 19 Abr - 22:44

Há já alguns dias que tenho vindo para lançar este tema, sem saber do seu interesse ou não. Sem querer tornar pesado o tema, mas de alguma forma forma adivinhando por alguns dos caminhos por onde irá.

Temos formas e tempos de ouvir a nossa musica que serão diferentes para cada um de nós. Assim aqui vai...

De manhã nas tarefas matinais, banho, pequeno almoço, etc. , gosto da minha musica ritmada, despreocupada, alta (não aos berros!)
Tudo o que seja dos anos sessenta, blues, com baixos ritmados, marcantes, enfim algo que me anime a alma para enfrentar o dia de trabalho.

No final do dia (quando não trabalho em casa), Coltrane, Dexter gordon, Gillespie, Chet Baker etc. quando preparo o jantar e ando de um lado para o outro, alias uma boa metade das minhas audições (se é que assim podem ser chamadas) são feitas com a musica como companhia mas sem ser a preocupação principal.
Enfim despreocupada.

Gosto igualmente de me sentar a ler um jornal, um livro, escrever esta pataquadas mas sempre na companhia da "gaja" (a musica).

Televisão vejo-a (literalmente), mas no silencio, e com a musica a tocar, e lendo qualquer coisa, seja no computador em em papel (e que prazer me dá folhear ....).
No fim da noite sentado na poltrona do Rei (sou o rei da Casa), um cachimbo com SunSet Breeze ou Sweet Kilarney ou por vezes um Robusto e ouvir A voz melosa do Chet Baker, Miles, Oscar peterson................ e acabo o dia.

Por uma ou outra vez e com amigos lá se faz uma audição mais critica, ou porque um traz um disco novo, ou um outro equipamento para opinarmos, e ai sim sim temos 30 segundos de audição critica, porque rapidamente nos distraimos.

Sweet spot? já foi!!! Mas de vez em quando, a tocar um qualquer peça, uma passagem chama-me a atenção! por qualquer razão nesse dia naquela hora, minuto chamou-me a atençao, como uma descoberta ou redescoberta. É maravilhoso! e ai sento-me e oiço essa peça outra vez para ouvir algo que me tinha passado despercebido.

Recuso ouvir musica com atenção propositada numa sala escura, desprovida dos meus gostos e vicios. Ponho musica a tocar porque gosto desta companhia e existem momentos em que ela me leva.............

Eis as minha formas de ouvir musica.



Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 8:03

Para mim a Escuta vai muito para além do entretenimento ou da companhia e só muitíssimo raramente o faço com música "ligeira"; normalmente trata-se de música erudita, por vezes de algum jazz ou (cada vez menos) de música tradicional/étnica.
Quando quero escutar música, o que normalmente sucede entre as 21 e as 23h depois e deitar os miúdos, desligo o telemóvel, fecho as portas da sala e posiciono a cadeira no sweet spot; por vezes desligo as luzes mas isso depende muito do meu estado de espírito.
De certa forma procuro replicar o ambiente propício à concentração que se obtém numa sala de concertos.
É um momento "sagrado"...

O pop/rock oiço como música de fundo quando trabalho, cozinho, viajo de carro, ou para ver os miúdos aos pinotes e os orientar para autores mais interessantes do que a Shakira ou qualquer outro de calibre semelhante.
Sinto cada vez menos vontade de ir a concertos de pop/rock, acima de tudo porque os níveis de pressão sonora são completamente imbecis e sinto pouca vontade de conhecer novos autores...

Ao almoço se estou só escuto quase sempre jazz e se tiver companhia posso escutar qualquer um dos géneros, dependendo mais do gosto de quem estiver comigo.

Tenho uma enorme dificuldade em ouvir música pop/rock numa emissão de rádio sem estar permanentemente a fazer zapping, de tal modo que no carro acabo sempre por ouvir mais CDs do que FM.

Hoje em dia recorro bastante ao Youtube para a música de fundo que me acompanha no trabalho.
Está na altura de aderir ao Spotify...

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 10:24

microseiki escreveu:


Recuso ouvir musica com atenção propositada numa sala escura, desprovida dos meus gostos e vicios. Ponho musica a tocar porque gosto desta companhia e existem momentos em que ela me leva.............





Essa parte é muito importante e aquela que nunca me fez "desejar" tanto assim uma sala de escuta dedicada.
Gosto de ter a a família por perto, mesmo que tenha que ouvir mais baixo por causa deles, mas a presença deles é tudo para mim. Gosto de ter a televisão, mas sempre com o som desligado. Se ligar o som, desligo o do sistema. Estou sempre, ou a ler ou a escrever, maioritariamente aqui no AAP.
Infelizmente (ou felizmente) não me é possível fumar um bom charuto por imposição superior hierárquico, mas de resto tenho quase tudo o que gosto.
A audição como sabem, é maioritariamente Jazz e em quase todos os seus géneros, eu diria uns 80% da "palete" musical.
Sempre que posso, começa logo pela manhã e acabo a altas horas da noite.
Posicionamento de escuta é quase sempre "errado" em termos técnicos, mas confortável em termos pessoais.
Também acontece sentar-me numa posição mais central (nem lhe vou chamar o ponto doce), para ouvir uma ou outra peça, mas isso nem sempre acontece.

O que acontece sempre, é a musica a acompanhar fielmente a minha vida desde os meus 13 anos até hoje, e enquanto eu não for desta para a melhor ou a minha audição, será sempre assim.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1482
Data de inscrição : 24/11/2010
Idade : 48
Localização : Elvas

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 13:43

Parece que eu de momento, sofro de um dos males que com o tempo tende a desaparecer neste conceito, escuta de música associado ao áudio.

Não consigo ouvir música descomprometido do sistema, como se referem nos post anteriores. Tenho de estar sempre centrado no maple quando coloco música. Ainda por cima tenho a "paranóia" do desgaste do equipamento, ou seja, estando a funcionar muitas horas de forma descomprometida dá-me cabo do "sistema nervoso" o facto de haver consumo e desgaste permaturo dos equipamentos. Para isso tenho um segundo sistema em que aí já deixo funcionar sem preocupação.

Tenho a certeza que com o tempo estes sintomas passarão, ou não!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 13:48

Pierre escreveu:
Parece que eu de momento, sofro de um dos males que com o tempo tende a desaparecer neste conceito, escuta de música associado ao áudio.

Não consigo ouvir música descomprometido do sistema, como se referem nos post anteriores. Tenho de estar sempre centrado no maple quando coloco música. Ainda por cima tenho a "paranóia" do desgaste do equipamento, ou seja, estando a funcionar muitas horas de forma descomprometida dá-me cabo do "sistema nervoso" o facto de haver consumo e desgaste permaturo dos equipamentos. Para isso tenho um segundo sistema em que aí já deixo funcionar sem preocupação.

Tenho a certeza que com o tempo estes sintomas passarão, ou não!


Tens que ir urgentemente para um centro de reabilitação te áudiodependentes. lol!


Nem quando vou almoçar ou jantar desligo os equipamentos, excetuando se for fora de casa obviamente.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3304
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 14:11

Olà,

para mim a escuta em casa divide-se em três categorias: Sozinho, em familia e com os amigos!

Quando estou sozinho é uma escuta de relaxação e de encontro comigo mesmo, quase sempre em vinilo. Geralmente a fraco volume sonoro e acompanhado de um copo de vinho branco ou de um Whisky, mais raramente de um chà japonês. Habitualmente leio poesia ou às vezes um pouco de prosa. È um momento que procuro de calma, na qual a escolha da musica vai ser feita em função do meu estado de espirito do momento, e a escuta é atentiva. Mais raramente, a escuta pode ser puramente audiofila e vou debuscar as particularidades do meu sistema, afim de o fazer evoluir. Durante o dia visto que o sistema està no andar superior, lanço ficheiros para criar uma musica de fundo. Os meus gostos sendo complétamente diferentes, a musica oscila do minimalismo electronico até à musica contemporanea... o unico juiz de escolha é o desejo do momento.

Em familia é geralmente uma escuta de ficheiros, mais raramente de vinilo. È um momento de convivio, aonde cada um vai escolher uma faixa e tentar iniciar os outros à beleza dessa musica, ou às razões por que a ama. Geralmente fazemos uma refeição rapida com legumes, charcutaria e queijo no chão, à frente das colunas, jogando do telecomando para mudar as faixas. Evidentemente isto é sempre acompanhado de uma bela garrafa...

Com os amigos é outra historia. A maior parte dos meus amigos sendo audiofilos, e no pior dos casos grandes melomanos, a escuta vai ser comparativa e geralmente temàtica. Ontém comparà-mos cinco giras a roda contra um a correia por ex. Assim cada um traz uma garrafa e algo a petiscar, metemo-nos todos na sala, e toca a andar. È um momento de puro convivio à volta da musica e do material, aonde vamos discutir de audio, de musica e de nòs mesmos evidentemente. São momentos animados, aonde cada um vai tentar convençer os outros das suas convições. A musica que escutamos nesses momentos é essencialmente do Jazz, Classico e Rock. Não é necessario explicar que quase sempre isto acaba em lerpa monumental, mas são momentos de felicidade, que tentamos fazer uma vez por semana, na casa de uns e dos outros...

Voilà! e até +

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 14:20

TD124 escreveu:
. Ontém comparà-mos cinco giras a roda contra um a correia por ex...



Ora ai está algo bastante interessante que podias relatar.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 15:31

De manhã






Percebem-me ?

quando se preve um dia mais duro, então....





Temos de começar bem o dia. São exemplos para um bom acordar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
luis lopes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4474
Data de inscrição : 25/02/2011
Idade : 50
Localização : algueirão

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 20 Abr - 21:32

no meu caso, gosto de acordar com som
passar o dia com som.
e deitar-me com som.
passo pelo FM do carro, em pop,rock,vintage.
no trabalho entra o mp-3 com smooth.
em casa gosto de desfrutar do vinil a sós.
eu e o vinil sermos UM.
a escolha primaria recai sobre o jazz.
se a "chefa" está em casa, o volume baixa e temos um
pouco de FM, e uns vinis de pop, rock.
á noite se quero musica é só nos phones do portatil.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Riskas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 663
Data de inscrição : 14/03/2012

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Dom 21 Abr - 16:44

Sendo músico, a música está indelével no meu quotidiano, dando eu por mim a precisar de silêncio tal e qual as outras pessoas precisam de música. Agora há entre o ouvir o escutar e o analizar que será feito em qualquer lado, em minha casa com o meu equipamento e com headphones, pela ordem correspondente ao que pretendo. Quanto a géneros, tudo depende do que o meu espirito precisa ou a ocasião pede. Nas Festas da Aldeia quero ouvir as Bandas, num baile de terreiro quero ouvir Quim Barreiros e afins, numa disco de verão e com uns canecos,vai bem música electrónica e de dança, num dia de sol uma pop, um funkie,á noite uma música soul,jazz ou clássica,durante um jantar vai de música ambiente ou música brasileira, numa casa de fados vão fados, claro, para analizar e compreender vai uma de étnica,popular ou experimental.....ou seja,ao fim ao cabo ouço o que me apetecer e pode ter temporadas. É para onde estiver virado. Como tb há alturas em que só quero ouvir o silêncio (que tb é música, pois faz parte dela).
Voltar ao Topo Ir em baixo
tomaz
Membro AAP


Mensagens : 199
Data de inscrição : 21/10/2010
Idade : 44
Localização : Torrão

MensagemAssunto: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 22 Abr - 16:39

No meu caso as escutas também variam muito com o local e o contexto.

Se estiver na casa de banho é a rádio que impera na antena 2 durante o dia e na 3 à noite, uma vez que no Alentejo são as únicas decentes em termos de recepção do sinal e qualidade musical. Se me apetecer ouvir outras rádios que não tenho captação aqui tenho de o fazer via net, no caso da radar e oxigénio por exemplo. A radar tem um dos meus programas de eleição à noite, intitulado "vidro azul".

No trabalho é através do pc e a escuta é feita com base no youtube e links do livro das carinhas que amigos meus vão deixando, o meu "carinhas" funciona como uma rede permanente de amigos que a usam quase em exclusivo para partilhar música.

Depois numa fase mais tardia e seja em modo solitário ou com a cara-metade e uma vez que partilhamos os mesmos gostos, sentamo-nos a ler ou não e ouvimos música que pode variar entre contemporânea e Indie muito "pesada", Clássica e Jazz.

No carro não prescindo do meu ponto azul com leitor de cassetes e aproveito para ouvir as minhas antigas gravações e também as novas que vou fazendo como é o caso de alguns concertos transmitidos quer na 2 e na 3.

A minha atitude com a música e as escolhas que faço incluem o que considero ter qualidade e me emociona e consequentemente isso implica escutar coisas com muitos anos mas também buscar as novas. Sempre me pareceu estranho ouvir sempre o mesmo ou quedar-me imóvel num determinado período ou estilo. Para mim não faz qualquer sentido deixar estilos e estéticas de fora porque se corre o risco de estar a perder clássicos instantâneos e garanto-vos que ao contrário do que se diz, eles aparecem todos os dias e cada vez mais.

Há alturas em que bebo um chá e fumo um cachimbo e leio um livro, outras é mesmo só estar no ponto doce e escutar a música sem mais nada. De qualquer forma não há muitas situações em que a música me passe ao lado quando sou eu que a escolho ou se for na rádio, alguma coisa que me agrada, por isso é que somos dotados da capacidade de realizar tarefas e simultaneamente escutar. Já outras coisas não são conciliáveis.



Saudações

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 22 Abr - 16:46

Grande descrição tomaz.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sex 31 Maio - 23:22














Quando chegar a casa vai ser assim que vou ouvir




Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 1 Jun - 11:45

microseiki escreveu:













Quando chegar a casa vai ser assim que vou ouvir







Tratas-te bem meu malandro.


Quando vieres visitar os pobres e tristes que deixastes para trás, lembra-te de mim.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1610
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 59
Localização : Paço de Arcos

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 16:55

A base é uma pequena sala onde tenho a tralha, até ao tecto (ou será teto?) e que parece a botica do Xéxé, neste tugúrio ouço CD e vinyl. Monto e desmonto faço combinações variadas e lá vou lutando para ouvir música no meio de tanto experiência. O que se ouve? maioritáriamente jazz, blues, rock anos 60 e 70, alguma música francesa e portuguesa, bem como qualquer novidade sunny que me desperte a atenção.

Além disso tenho fases .

Durante a penúltima levei um rack akai para o quarto e ouvia a Rádio Radar, com headphones, até adormecer. Aperfeiçoei tão bem a técnica de dormir imóvel que por vezes só deligava a música quando acordava às 4 ou 5 da manhã (pelo meio aconteciam estados de consciência farao peculiares).

Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

No emprego enquanto trabalho ouço música no computador (ripada ou youtube) ao sabor do que a disposição e a memória me proporcionam, por exemplo hoje quando cheguei de manhã fui repescar uma canção do José Afonso que não ouvia há kanos mas que me assaltou como otovírus durante o fim de semana.

Deixo-vos aqui a letra (ainda bem que foi escrita numa época em que todos eram "bacanos", se fosse hoje os senhores magistrados da toga ensebada e os advogados políticos que acumulam os cargos de deputado com o exercício da advocacia eram capazes de levar isto a sério) actualíssima.

Foram-se os bandos dos chacais
Chegou a vez dos tribunais
Vão reunir o bom e o mau ladrão
Para votar sobre um caixão
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu

A decisão do tribunal
É como a sombra do punhal
Vamos matar o justo que ali jaz
Para quem julga tanto faz
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também

Soa o clarim soa o tambor
O morto já não sente a dor
Quando o deserto nada tem a dar
Vêm as águias almoçar
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver

Se o criminoso se escondeu
Nada de novo aconteceu
A recompensa ao punho que matou
Uma fortuna a quem roubou
Guarda o teu roubo guarda-o bem
Dentro de um papel a lei



Espero não ter fugido ao tópico mas para mim as palavras são como as cerejas penduradas nos ramos do etéreo pensamento.


Bem hajam
Voltar ao Topo Ir em baixo
enxuto
Membro AAP


Mensagens : 1284
Data de inscrição : 14/05/2011
Idade : 43

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 17:37

microseiki escreveu:

No fim da noite sentado na poltrona do Rei (sou o rei da Casa)


Aí está uma coisa que eu não sou...

Com os fedelhos praticamente nem tem dado para audições.

Começo a mandá-los para a cama lá para as 21:30. A partir daí nunca se sabe mas demora até adormecerem. depois já não da´...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.abportal.net
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 20:44

enxuto escreveu:
microseiki escreveu:

No fim da noite sentado na poltrona do Rei (sou o rei da Casa)


Aí está uma coisa que eu não sou...

Com os fedelhos praticamente nem tem dado para audições.

Começo a mandá-los para a cama lá para as 21:30. A partir daí nunca se sabe mas demora até adormecerem. depois já não da´...

Exclamation As crianças começam a "perder" o sono perto das 22h por isso é melhor deitá-las entre as 20h30 e as 21h. Exclamation

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
enxuto
Membro AAP


Mensagens : 1284
Data de inscrição : 14/05/2011
Idade : 43

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 21:21

Não duvido.

Mas é mais fácil dizer do que fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.abportal.net
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 22:05

Mário Franco escreveu:
A base é uma pequena sala onde tenho a tralha, até ao tecto (ou será teto?) e que parece a botica do Xéxé, neste tugúrio ouço CD e vinyl. Monto e desmonto faço combinações variadas e lá vou lutando para ouvir música no meio de tanto experiência. O que se ouve? maioritáriamente jazz, blues, rock anos 60 e 70, alguma música francesa e portuguesa, bem como qualquer novidade sunny que me desperte a atenção.

Além disso tenho fases .

Durante a penúltima levei um rack akai para o quarto e ouvia a Rádio Radar, com headphones, até adormecer. Aperfeiçoei tão bem a técnica de dormir imóvel que por vezes só deligava a música quando acordava às 4 ou 5 da manhã (pelo meio aconteciam estados de consciência farao peculiares).

Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

No emprego enquanto trabalho ouço música no computador (ripada ou youtube) ao sabor do que a disposição e a memória me proporcionam, por exemplo hoje quando cheguei de manhã fui repescar uma canção do José Afonso que não ouvia há kanos mas que me assaltou como otovírus durante o fim de semana.

Deixo-vos aqui a letra (ainda bem que foi escrita numa época em que todos eram "bacanos", se fosse hoje os senhores magistrados da toga ensebada e os advogados políticos que acumulam os cargos de deputado com o exercício da advocacia eram capazes de levar isto a sério) actualíssima.

Foram-se os bandos dos chacais
Chegou a vez dos tribunais
Vão reunir o bom e o mau ladrão
Para votar sobre um caixão
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu

A decisão do tribunal
É como a sombra do punhal
Vamos matar o justo que ali jaz
Para quem julga tanto faz
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também

Soa o clarim soa o tambor
O morto já não sente a dor
Quando o deserto nada tem a dar
Vêm as águias almoçar
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver

Se o criminoso se escondeu
Nada de novo aconteceu
A recompensa ao punho que matou
Uma fortuna a quem roubou
Guarda o teu roubo guarda-o bem
Dentro de um papel a lei



Espero não ter fugido ao tópico mas para mim as palavras são como as cerejas penduradas nos ramos do etéreo pensamento.


Bem hajam



Interessantes hábitos. O de ouvir rádio na cama, é um dos que já tive, passou, voltou e passou novamente nos últimos anos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.
Raramente estou no "sweet-spot" mas em contrapartida estou rodeado dos que amo, e isso faz toda a diferença (para mim).

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 22:58

António José da Silva escreveu:







Quando chegar a casa vai ser assim que vou ouvir







Tratas-te bem meu malandro.


Quando vieres visitar os pobres e tristes que deixastes para trás, lembra-te de mim. [/quote]

O Barca Velha de facto é um luxo!!!

Mas foram um oferta!!! 2 já marcharam

agora vou a 3ª!!!




Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 23:04

Mário Franco escreveu:
A base é uma pequena sala onde tenho a tralha, até ao tecto (ou será teto?) e que parece a botica do Xéxé, neste tugúrio ouço CD e vinyl. Monto e desmonto faço combinações variadas e lá vou lutando para ouvir música no meio de tanto experiência. O que se ouve? maioritáriamente jazz, blues, rock anos 60 e 70, alguma música francesa e portuguesa, bem como qualquer novidade sunny que me desperte a atenção.

Além disso tenho fases .

Durante a penúltima levei um rack akai para o quarto e ouvia a Rádio Radar, com headphones, até adormecer. Aperfeiçoei tão bem a técnica de dormir imóvel que por vezes só deligava a música quando acordava às 4 ou 5 da manhã (pelo meio aconteciam estados de consciência farao peculiares).

Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

No emprego enquanto trabalho ouço música no computador (ripada ou youtube) ao sabor do que a disposição e a memória me proporcionam, por exemplo hoje quando cheguei de manhã fui repescar uma canção do José Afonso que não ouvia há kanos mas que me assaltou como otovírus durante o fim de semana.

Deixo-vos aqui a letra (ainda bem que foi escrita numa época em que todos eram "bacanos", se fosse hoje os senhores magistrados da toga ensebada e os advogados políticos que acumulam os cargos de deputado com o exercício da advocacia eram capazes de levar isto a sério) actualíssima.




Espero não ter fugido ao tópico mas para mim as palavras são como as cerejas penduradas nos ramos do etéreo pensamento.


Bem hajam

Quando lancei o tópico foi para isto mesmo!!!

Como ouvimos a nossa musica!!

Acertaste no alvo!!!!

Tambem tenho o meu cantinho de tralha amontoada ate ao tecto (com c) !!!!




Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 23:20

António José da Silva escreveu:
Mário Franco escreveu:
Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

Interessantes hábitos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.

Não consigo compreender esse hábito de ligar a televisão sem som; ou bem que se escuta música, ou se vê televisão... scratch
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 23:30

ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
Mário Franco escreveu:
Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

Interessantes hábitos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.

Não consigo compreender esse hábito de ligar a televisão sem som; ou bem que se escuta música, ou se vê televisão... scratch


Eu adoro, estou a ver um filme com legendas e a ouvir musica. E consigo fazer isso o dia inteiro.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 23:34

ricardo onga-ku escreveu:


Interessantes hábitos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.

Não consigo compreender esse hábito de ligar a televisão sem som; ou bem que se escuta música, ou se vê televisão... scratch [/quote]






adoro ver programas de culinaria e ouvir musica!!!

ai têm o FoodNetWork? adoro a conjugação

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Seg 3 Jun - 23:41

António José da Silva escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
Mário Franco escreveu:
Durante a fase actual (que durará enquanto não me cansar ou descobrir outra rotina) tenho o hábito de me sentar na sala a ver televisão sem som (geralmente filmes) enquanto ouço a rádio Star FM na minha consola Grundig de 1962 (o som é estupidificantemente agradável) a audição sobrepõe-se e impõe-se sem que me esforce para obter qualquer concentração especial.

Interessantes hábitos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.

Não consigo compreender esse hábito de ligar a televisão sem som; ou bem que se escuta música, ou se vê televisão... scratch


Eu adoro, estou a ver um filme com legendas e a ouvir musica. E consigo fazer isso o dia inteiro.

Usando a analogia da comida isso é o mesmo que deitar uma lasca de garoupa grelhada ou de um bom bacalhau num copo de Barca Velha e beber a mistela que daí resulta...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1610
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 59
Localização : Paço de Arcos

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sex 7 Jun - 18:14

Não podendo ignorar o mote reuni com o meu staff jocolor study Emplastro elephant bom pig affraid santa Shocked albino rabbit

O Emplastro apontou para a biblioteca da Academia de Ciências onde lançámos uma equipa de estagiários do ISLA.

Graças à diligente pesquisa bibliográfica conseguimos apurar que a ideia não é nova.

Com efeito encontrámos um incunábulo do Séc. XII no qual consta a insólita receita que vamos agora partilhar neste fórum.

Para a transcrição contámos com a leitura paleográfica do Dr. Nabantino Serôdio da Faculdade de Letras de Lisboa.

As porções foram convertidas para o SI com o apoio do "Gabinete de Pesos e Medidas Meditadas e Reflectidas" da Faculdade de Ciências de Lisboa.

Tisana de Garoupa

Ingredientes
1/2 dl de vinho
1/2 de uma entrecha de garoupa
3 dl de água com ph neutro
1 espinha canicular da barbatana ventral
3 pequenas partículas de carvão activado

Preparação
Orquestra (rufar de tambor)

De véspera, derrama-se o vinho, num recipente raso, sobre o qual se pousa a polpa da garoupa.

Tapa-se o recipiente.

No dia seguinte destapa-se e junta-se a espinha canicular.

Repousa 2 horas, novamente tapado.

Destapa-se e expõe-se durante meia hora para facilitar a osmose óxida.

Em seguida prepara-se uma vasilha vitrificada onde se coloca a água e iniciamos o seu aquecimento com uma lamparina de pez.

Enquanto a água aquece filtramos a polpa de garoupa com uma fralda de bébé e reservamos.

Vai-se verificando a temperatura e quando á água atinge 80º Célsius introduzimos a polpa previamente filtrada e mantemos em infusão sem deixar alterar a temperatura durante quinze minutos.

Retira-se e serve-se em recipiente estreito para potenciar a impressão olfactiva.












Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sex 7 Jun - 18:17

Então confirma-se que a Garoupa em vinho pode ser maravilhoso. Eu sabia que não podia estar completamente errado. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bluegirl
Membro AAP
avatar

Mensagens : 283
Data de inscrição : 24/04/2013
Idade : 33
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Qui 3 Out - 15:39

luis lopes escreveu:
no meu caso, gosto de acordar com som
passar o dia com som.
e deitar-me com som.
passo pelo FM do carro, em pop,rock,vintage.
no trabalho entra o mp-3 com smooth.
em casa gosto de desfrutar do vinil a sós.
eu e o vinil sermos UM.
a escolha primaria recai sobre o jazz.
se a "chefa" está em casa, o volume baixa e temos um
pouco de FM, e uns vinis de pop, rock.
á noite se quero musica é só nos phones do portatil.

A minha rotina também passa muito por aqui Smile

De manha tenho o hábito ( já antigo, de ligar a " telefonia" sim porque eu ainda oiço e digo telefonia sem qualquer problema lol  ) ponho na minha estação de rádio favorita, e arrumo a casa assim.

Quando me canso, ligo o meu gira-discos e tal como o Luís, gosto muito de ser só eu e o meu vinil Very Happy a escolha recai sempre ( quase sempre) pelo meu grunge, Pearl Jam, Nirvana, Soundgarden e recentemente adquiri uma pérola Mad Season.

Quando tenho companhia em casa, sou "obrigada" a ouvir música pelo itunes ( yes, tambem tenho um ipod:oops: não consigo sair de casa sem música)

Á noite igual, estou no pc e oiço música por aqui, o meu gira-discos está na sala, não tenho espaço no quarto para ele Sad e agora ando á procura de um sistema micro-hifi para poder ususfruir da música que tenho em cd.

microseiki escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:


Interessantes hábitos. O de ouvir musica com a televisão "calada", é um hábito que tenho há muito e que veio para ficar.
A mulher lê livros, eu oiço musica, e a televisão vai dando só os bonecos.
Não consigo compreender esse hábito de ligar a televisão sem som; ou bem que se escuta música, ou se vê televisão... scratch

 



adoro ver programas de culinaria e ouvir musica!!!  

ai têm o FoodNetWork?  adoro a conjugação  

[/quote]
Engraçado, eu também ADORO ver programas de culinária com a minha banda sonora   
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Qui 3 Out - 21:23

Bluegirl escreveu:




adoro ver programas de culinaria e ouvir musica!!!  
 

Se a receita depois ficar algo estranha e o prato insípido, não será de admirar.  

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1833
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 5 Out - 21:29

Eu por exemplo, não oiço música depois de me levantar, pois acordo muito cedo (7H00) e a essa hora até sair de casa (7H45) só vejo a sic notícias.
Quando vou para o trabalho, se for de carro oiço CD's ou a rádio na Smoth FM, normalmente isso acontece quando está mau tempo, pois a maior parte das vezes vou de moto.
No trabalho como é numa oficina e estou com outros colegas, o rádio (velhinho) foi posicionado na Comercial pois estão todos de acordo quanto a ela, para não haver discussões quanto a tipo de música.
Eu gosto de a ouvir só até às 10H00 da manhã e depois gostava de por noutro posto, mas depois de certeza que ouvia comentários que eu é que mandava no rádio, assim fica na comercial todo o dia.
Em casa gosto de ouvir música quando tenho tempo, tanto Vinil como CD ou rádio. Mas quando quero estar sozinho na sala gosto de ouvir sentado na minha cadeira de repouso centrado em relação às colunas e ouvir música seja ela qual for com pouca luz ambiente (quase escuro) e desfrutar de toda a informação que vem do sistema, normalmente fico em relaxe total, adoro porque penso em muitas coisas.
À noite, depois das 22H00 e como moro num prédio oiço música através dos auscultadores.
Tenho pena de em minha casa só eu ligar a certa música pois não consigo que estejam comigo a ouvi-la (mulher e filha) e eu oiço muito tipo de música.
Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1833
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 42
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 5 Out - 21:31

Ah! Esqueci-me de dizer que também gosto imenso de ouvir música em casa quando estou a lavar os discos  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 5 Out - 22:18

fernando3728 escreveu:

Tenho pena de em minha casa só eu ligar a certa música pois não consigo que estejam comigo a ouvi-la (mulher e filha) e eu oiço muito tipo de música.
Um abraço
Como eu te compreendo Fernando !

Se eu vivesse sozinho era musica desde o acordar até ao deitar...e até mesmo deitado seria com musica para adormecer....
Assim, tenho que refrear os meus impetos audiomanos para ligar as traquitanas apenas e só quando estou sozinho em casa....

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 5 Out - 22:20

Milton escreveu:

Assim, tenho que refrear os meus impetos...

Não digas mentiras, na tua idade já não há ímpetos.  

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Como ouvimos a nossa musica.   Sab 5 Out - 22:51

António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:

Assim, tenho que refrear os meus impetos...
Não digas mentiras, na tua idade já não há ímpetos.   
Há pois !
Olha aqui um :  

 

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como ouvimos a nossa musica.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Como ouvimos a nossa musica.
» Os Melhores Arranjos da Música Popular Brasileira
» Abrindo uma escola
» Dúvida quanto ao uso de escalas em blues
» Amazing Grace - baixo solo e bateria

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: