Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 O contexto na música

Ir em baixo 
AutorMensagem
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 14:55

Tenho uma tape de que gosto muito: tem a música que tocava nos anos 50 e 60 na rádio: inclui música italiana, espanhola, francesa, latino-americana; Joselito, Sarita Montiel, Trio Odemira, músicas dos festivais da canção e da eurovisão, Marino Marini, Carlos Ramos, Max e por aí fora: estão a ver o género.

Aqui há uns tempos estando a almoçar em minha casa com uns amigos, pus a fita a tocar: a maioria dos amigos ficou deliciado a ouvir música que não ouvia há quarenta anos: olha o Non ho l’etá; olha o João Villaret; olha o Bikini às bolinhas amarelas, e por aí fora. Dois amigos por sua vez começaram o gozo de imediato: olha o curucucu; olha o Joselito; e a cada comentário o riso demorava meia hora.

Aquilo que disse a esses dois amigos na altura partilho agora com o fórum.

A tape em causa tem dois motivos de interesse:

O primeiro, é que a tape contem a música que ensinou a todos os que nasceram em Portugal nos anos 40 e 50 a, gostar de música: nos anos 50 e 60 era tão só aquela música que tocava na radio: O jazz estava restrito aos “5 minutos de Jazz”; e eram mesmo tão só 5 minutos que tocavam diariamente em todas as estações de rádio do país. Rock nem pensar. A certa altura apareceu a “Vigésima terceira hora”, que tinha música mais composta, mas muito pouca: mais tarde aparece o “Em Órbita”: esse programa sim, pôs-nos a todos em órbita mesmo. Mas nessa altura, se gostávamos de música, era porque tínhamos aprendido a gostar com o curucucu e com a Eurovisão. Os festivais da Canção e da Eurovisão paravam o país todo: o Joselito foi o nosso primeiro ídolo: chorávamos “baba e ranho” nos filmes do Joselito”.

Em resumo: temos de respeitar o passado: se não respeitarmos o passado não temos futuro.

O segundo é que a tape tem muito boa música.

O Max, que eu conheça, foi dos primeiros cantores de protesto em Portugal: muito antes do Bob Dylan. No deserto que é a melodia nas músicas portuguesas, o trio Odemira tocava músicas extremamente melodiosas. Se algum fadista devia ir para o Panteão Nacional, era o Carlos Ramos: deu uma dimensão única ao fado.

Em toda a música, desde a música da selva, até à clássica, passando pela pimba, há boa música. Música que associamos a determinados momentos da nossa vida: que tocava quando partilhávamos uma qualquer emoção: música que nos faz vibrar.

Por natureza contextualizamos tudo: na música, isso ganha particular realce: eliminamos na nossa cabeça a possibilidade de ouvir, e/ou gostar de uma determinada música, tão só, porque está incluída numa classificação que desprezamos.

Se não tivéssemos “aranhas na cabeça” deveríamos considerar apenas duas classificações para uma música: é boa ou é má. O seu contexto não interessa para nada.

Para quem não considera possível gostar de uma música pimba ou do Vanuatu, refiro um exemplo notável que ilustra a incongruência disso. Joshua Bell, um dos maiores violinistas do mundo, deu um concerto em Washington. Meses antes os lugares estavam todos esgotados a preços gordos. O assunto foi amplamente divulgado, com direito a primeiras páginas dos jornais. Dois dias depois, o mesmo individuo, com um boné de basebol na cabeça e com um violino de 3,5 milhões de dólares foi para uma estação de metro e tocou durante 45 minutos seis peças das mais intricadas e elegantes de Bach: ninguém lhe ligou nenhuma, (o vídeo está no Youtube).

https://www.youtube.com/watch?v=hnOPu0_YWhw

Assim, música é música, e não podemos desprezar uma boa música, devido o seu contexto, (classificação), como os passantes do metro fizeram naquele dia, ao desprezar da melhor música, alguma vez mais bem tocada, tão só porque era música de metro.

Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 15:23

Gostei de ler, muito bonito

Na minha opinião, ou se gosta, ou não se gosta, independentemente dos "rótulos" ... obviamente, muitas das vezes o gostar, poderá estar relacionado (de froma inconsciente) com contextos especificos do passado, como foi o caso desse almoço que referiste.

Nesta coisa de ouvir música, sempre fui muito independente/solitário, e tanto me faz que os outros gostem (ou não gostem), do que eu ouço, pois se existe coisa que não tenho (e penso nunca vir a ter), é qualquer tipo de preconceito, já que sou uma pessoa muito directa e frontal.

Parabéns pelo teu "relato" sentido
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 15:55

CNeves escreveu:


Por natureza contextualizamos tudo: na música, isso ganha particular realce: eliminamos na nossa cabeça a possibilidade de ouvir, e/ou gostar de uma determinada música, tão só, porque está incluída numa classificação que desprezamos.

Se não tivéssemos “aranhas na cabeça” deveríamos considerar apenas duas classificações para uma música: é boa ou é má. O seu contexto não interessa para nada.


A primeira frase está repleta de razão, mas da segunda já discordo.
Digo isto porque entendo que não se deve classificar a musica(ou as artes em geral)de boa ou má.
Pode ser melhor ou pior executada, melhor ou pior criada, ter um ou outro estilo, mas o que é certo é que , por exemplo o estilo que designamos "pimba" tem uma legião de admiradores e por isso pessoas que a acham muito boa musica.
Como dizes , tudo tem um contexto, e até mesmo ouvir o Zé Cabra num arraial popular a comer uma sardinha no pão e com os ouvidos amaciados com aquela pinga de estalo, pode ter(salvaguardando as devidas distancias) o mesmo efeito emotivo de ouvir o render da guarda no palacio de Buckingham... Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10460
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 18:29


Gostos não de discutem!!
Se dá "gozo".... do melhor, óptimo.
« Music Is The Best » FZ
Dito isto, vou ouvir uma trilogia, no "belo" do vinil, que já não ouvia há anos ( em vinil, claro)
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 19:28

Concordo com todos. Gostos não se discutem, e devemos procurar ser o mais independentes possíveis nos nossos gostos.

Quem considera uma música boa ou má é o seu ouvinte: uma música que é boa para mim pode ser má para o meu vizinho.

Cada ouvinte determina a música que considera boa e a que considera má.

O mesmo se aplica ao contexto: uma pessoa pode considerar a música pimba a oitava maravilha do mundo e o Jazz uma porcaria; e outra pessoa faz uma avaliação desses contextos exatamente ao contrário.

Agora o que nenhum deles deve fazer, é, logo à partida, considerar uma música má, tão só porque está fora do seu contexto.

Cada ouvinte deve saber que em todos os contextos há música que pode ser do seu agrado.

Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 07 2013, 19:50

CNeves escreveu:
Concordo com todos. Gostos não se discutem, e devemos procurar ser o mais independentes possíveis nos nossos gostos.

Quem considera uma música boa ou má é o seu ouvinte: uma música que é boa para mim pode ser má para o meu vizinho.

Cada ouvinte determina a música que considera boa e a que considera má.

O mesmo se aplica ao contexto: uma pessoa pode considerar a música pimba a oitava maravilha do mundo e o Jazz uma porcaria; e outra pessoa faz uma avaliação desses contextos exatamente ao contrário.

Agora o que nenhum deles deve fazer, é, logo à partida, considerar uma música má, tão só porque está fora do seu contexto.

Cada ouvinte deve saber que em todos os contextos há música que pode ser do seu agrado.

Boas audições
É isso Neves.
Eu, por exemplo, não ouço Fado em casa, mas adoro ouvi-lo ao vivo e cores...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Ter Jan 08 2013, 00:54

Milton escreveu:

Eu, por exemplo, não ouço Fado em casa, mas adoro ouvi-lo ao vivo e cores...


Eu também raramente oiço em casa e adoro ao vivo, apesar de serem raras as ocasiões em que fui.

Quanto ao vídeo do famoso violinista, nunca entendi muito bem a razão se ser daquilo. Uns pagaram para ouvir musica sentados numa sala para o efeito, outros estão de passagem e à pressa para os seus empregos. O mais certo seria agirmos da mesma maneira, não por desrespeito ao violinista e ás peças tocadas, mas porque simplesmente estava-mos só de passagem.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Qua Jan 09 2013, 14:58

As razões porque os amigos gostam de ouvir fado ao vivo e não gostam de o reproduzir é simples.

Ao vivo toca-se o fado vadio, muitas vezes cantado por pessoas com pouca voz, mas que põe uma emoção da música que nos põe uma lágrima no olho.

Nos meios de comunicação social toca-se o fado guinchado, que é um horror de ouvir.

Ao vivo se aparecer alguém a guinchar o fado é corrido com tomates e cebolas.


Mas na realidade existe fado, muito agradável de ouvir, reproduzido por qualquer meio, e ouvido em qualquer lugar:

Aqui vão alguns exemplos:


https://www.youtube.com/watch?v=LXeRNtU3e40

https://www.youtube.com/watch?v=BWRCkYk6Hfs

https://www.youtube.com/watch?v=ZN7AeKUEwK0


https://www.youtube.com/watch?v=-q7Ge0Q3LTE

https://www.youtube.com/watch?v=njMwkB7KCHU

https://www.youtube.com/watch?v=iUgJsI66gt0&list=AL94UKMTqg-9A3h4Zc81SJLRCA-a5OPfPT

https://www.youtube.com/watch?v=6Qvr87le6fk



https://www.youtube.com/watch?v=tCPNywR-y-A&list=AL94UKMTqg-9A3h4Zc81SJLRCA-a5OPfPT

https://www.youtube.com/watch?v=BWRCkYk6Hfs


https://www.youtube.com/watch?v=nyWFv5McKto&list=AL94UKMTqg-9A3h4Zc81SJLRCA-a5OPfPT


Voltar ao Topo Ir em baixo
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Qua Jan 09 2013, 15:12

Mais dois:

https://www.youtube.com/watch?v=Yk_cjQ1bA4Y

https://www.youtube.com/watch?v=dknbefHlTSs

Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Qua Jan 09 2013, 15:42

Para tirar um amplo prazer destas música façam o favor de ligar o computador á vossa aparelhagem.

Podemos não gostar do digital, mas não há razão para logo à partida o atarmos de pés e mãos.

Boas audições

Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Qua Jan 09 2013, 16:07

Voltar ao Topo Ir em baixo
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Qua Jan 09 2013, 19:55

Amigo Fran

Grandes fadistas: grandes fados.

Junto aqui mais um do Rão Kiau.

https://www.youtube.com/watch?v=iE9FgE9n8DY


Depois de o ouvir fica-se com a certeza que o saxofone nasceu para tocar fado: não se compreende porque é que não é mais utilizado no dito fado.


Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 19:20

Realmente, o contexto em que a música está inserida pode limitar bastante a sua apreciação.
O contexto influencia e de que maneira a questão da aceitação e do reconhecimento.

Mas não é apenas o contexto em que a música está inserida, mas também o contexto em que cada um de nós está inserido e cada um de nós tem a capacidade de criar dentro de si próprio o seu contexto num dado momento.

Por isso é que sempre que vamos ver e ouvir um concerto ao vivo devemos préviamente libertar-nos ao máximo de preconceitos e de qualquer arrogância pseudo-intelectual e irmos ao concerto de espirito aberto.

Mais do que o contexto exterior em que a música está inserida é o nosso próprio contexto interior que influencia ainda mais o nosso entendimento da mensagem e a nossa aceitação.

Claro que também a vivência e a cultura do ouvinte pode alterar completamente o entendimento de uma determinada música, ou seja a forma como o ouvinte a entende e sente.

Façam a seguinte experiência agora mesmo, leiam a letra desta música com toda a simplicidade que ela tem, mas que ao mesmo tempo tem a complexidade suficiente para se integrar ela própria em contextos distintos, consoante a vida de cada um, ela pode ser a letra favorita de um emigrante, mas também pode ser a letra favorita de um amante:

São duas lágrimas que eu choro amor
Tu sabes que uma é de felicidade outra é de dor
São duas lágrimas nos olhos meus
Tu sabes que uma é quando eu te vejo outra no adeus
São duas lágrimas que a minha alma chora
Tu sabes que uma é quando volto e a outra quando vou embora

Quando chego aqui amor venho chorando
De alegria por sentir que estou voltando
Há uma lágrima a cair pelo meu rosto
E uma outra que há-de vir depois de agosto
Meus olhos nunca vão secar desta maneira
Passo o ano a atravessar esta fronteira

Uma lágrima a chegar não me dói nada
Só a outra custa é mais salgada
Mais amarga que a tristeza, tem outra cor
É diferente da primeira que é por amor
Meus olhos nunca vão secar desta maneira
Passo o ano a atravessar esta fronteira


Abraços,
Jorge Ferreira


Última edição por Jorge Ferreira em Seg Jan 14 2013, 20:18, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 19:30

Não posso concordar mais.






Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 20:00

A letra é realmente bem escrita, mas mesmo assim não consigo gostar do senhor que a canta. Talvez tenha a haver com a musica que a faz acompanhar. Confesso que com um bom arranjo e musica, poderia ser uma musica (para mim) de topo.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 20:57

António José da Silva escreveu:
A letra é realmente bem escrita, mas mesmo assim não consigo gostar do senhor que a canta. Talvez tenha a haver com a musica que a faz acompanhar. Confesso que com um bom arranjo e musica, poderia ser uma musica (para mim) de topo.



Eu por acaso não gosto nem da música nem da voz do Tony Carreira, mas muitas das letras são de facto fabulosas, não fossem quase todas feitas pelo Ricardo Landum, um mestre neste estilo de letras aparentemente simples.

Acima de tudo reconheço que o Tony Carreira é um grande senhor, um grande profissional e um grande exemplo na sua forma de estar, uma pessoa sempre simples e sempre grato por tudo o que a sua enorme legião de fans lhe proporcionaram.

Achei que era um bom exemplo para colocar aqui neste tópico.

Não deixem que o contexto das músicas, nem que o vosso próprio contexto interior, vos impeça de apreciarem pelo menos algumas das letras que ele canta.

E se gostarem da voz e da música tanto melhor para vocês...

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
CNeves
Membro AAP


Mensagens : 1098
Data de inscrição : 13/11/2012

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:12

Eu julgo que nunca ouvi uma música do Tony Carreira; pelo menos que a identificasse com ele.

Mas a culpa é só minha: se calhar estou a fazer figura igual ao dos passantes do metro no exemplo que apontei.

Agora o texto que introduz o poema é corretíssimo; e o poema é muito belo: o poema cantado pelo Tony Carreira, lamento mas não sei, nunca ouvi.

Mas para que não me comecem a rezar pela pele por nunca ter ouvido o Tony Carreira ,digo que gosto muito, por exemplo, do Trio Odemira , do Max, do António Machim, Marino Marini e outros.

Boas audições
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:16

CNeves escreveu:
Eu julgo que nunca ouvi uma música do Tony Carreira; pelo menos que a identificasse com ele.

Mas a culpa é só minha: se calhar estou a fazer figura igual ao dos passantes do metro no exemplo que apontei.

Agora o texto que introduz o poema é corretíssimo; e o poema é muito belo: o poema cantado pelo Tony Carreira, lamento mas não sei, nunca ouvi.

Mas para que não me comecem a rezar pela pele por nunca ter ouvido o Tony Carreira ,digo que gosto muito, por exemplo, do Trio Odemira , do Max, do António Machim, Marino Marini e outros.

Boas audições

E faz muito bem em assumir o que gosta, é assim mesmo!!!



Já agora, que o AJS estragou o suspense e práticamente revelou o artista,
vou dedicar ao AAP esta letra de mais uma música do Tony Carreira :

Tantas vezes eu penso quando estou sozinho
Quando as luzes se apagam e a cortina fechou
Se não fossem vocês a traçar um caminho
Eu, por certo, não era hoje o homem que sou

Tantas vezes ao espelho hoje ainda choro
Nas horas mais difíceis que passam por mim
Mas como se eu fosse um filho vocês levam me ao colo
Um aplauso, um carinho e volto a sorrir

São vocês que me dão a força que eu preciso
E a paixão que me faz entregar-me em cada canção
São vocês a razão deste sonho que eu vivo e a vocês hoje digo obrigado por tudo o que me dão

Tantas vezes perdido na estrada da vida
Duvidei de mim mesmo e pra onde seguir
Mas vocês com a vossa entrega infinita
Acenderam-me a chama sempre que a perdi

E se ainda aqui estou depois de tantos anos
Com a mesma inocência da primeira vez
É pra dar o que tenho a quem tanto amo
E receber em troca todo o amor de vocês

São vocês que me dão a força que eu preciso
E a paixão que me faz entregar-me em cada canção
São vocês a razão deste sonho que eu vivo e a vocês hoje digo obrigado por tudo o que me dão




Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:42

No meio disto tudo, e por mais incrivel que possa parecer, eu nunca liguei às letras, e talvez por isso, ouço música de todo o mundo. Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:44

Fran escreveu:
No meio disto tudo, e por mais incrivel que possa parecer, eu nunca liguei às letras, e talvez por isso, ouço música de todo o mundo. Laughing


Então a ver se começas a reparar nas letras, e como sei que assim que as ouvires irás odiar mais de metade da tua coleção, eu posso ficar (gratuitamente) com aquilo que não gostares.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:49

António José da Silva escreveu:
Fran escreveu:
No meio disto tudo, e por mais incrivel que possa parecer, eu nunca liguei às letras, e talvez por isso, ouço música de todo o mundo. Laughing


Então a ver se começas a reparar nas letras, e como sei que assim que as ouvires irás odiar mais de metade da tua coleção, eu posso ficar (gratuitamente) com aquilo que não gostares.



Não, agora a sério, sempre tive a sensação que deveria ser um "problema" meu, mas a realidade é mesmo essa, nunca quis (nem quero) saber o que dizem enquanto a música toca.

Estranho?! scratch
Às tantas ... não sei Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:51

Fran escreveu:



Não, agora a sério, sempre tive a sensação que deveria ser um "problema" meu, mas a realidade é mesmo essa, nunca quis (nem quero) saber o que dizem enquanto a música toca.

Estranho?! scratch
Às tantas ... não sei Laughing


Conheço mais malta assim e muita gente se deixa encantar mais pela musica e toda a sua estrutura do que pela letra.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 21:54

Para aqueles que não ligam às letras, nem sabem o que perdem....
Razz

Quando eu estava no seminário
Havia uma pessoa lá
Que anunciou a proposição
Que você pode suplicar ao senhor com oração
Suplicar ao senhor com oração
Suplicar ao senhor com oração
Você não pode suplicar ao senhor com oração

Você pode me dar um santuário?
Preciso de um lugar para me esconder
Um lugar para me esconder

Você pode encontrar um asilo para mim?
Eu não consigo mais fazer isso
O homem está à porta

Minissaia hortelã, bala de chocolate
Campeão do saxofone e uma menina chamada sandy
Há apenas quatro formas de você resolver
Uma é dormir e a outra é viajar
Uma é um bandido no topo das colinas
Uma é amar o próximo até
A mulher dele chegar em casa

Catacumbas
Ossos de enfermaria
Mulheres de inverno Cultivando pedras
(Carregando bebês para o rio)

Ruas e sapatos.Avenidas
Cavaleiros de couro vendendo notícias
(O monge comprou o almoço)

Os morros triunfantes estão aqui para ficar
Tudo deve continuar do mesmo jeito
Ruas calmas onde as pessoas brincam
Bem-vindos ao lento desfile

Passamos a vida toda suando e poupando
Construindo uma cova rasa
Deve haver algo além disso, costumamos dizer
Algum modo de defender esse lugar
Tudo deve continuar do mesmo jeito
Tudo deve continuar do mesmo jeito

O lento desfile agora começou
Ouça o roncar dos motores
As pessoas estão nas ruas para se divertirem
Há uma cobra no meu lado esquerdo
E um leopardo no direito

A mulher-cervo vestida em seda
E as garotas com contas em volta do pescoço
Beijam o caçador de uniforme verde
Que lutou corpo a corpo
Com os leões na noite

Impossível de se ver
As luzes estão ficando mais brilhantes
O rádio está gemendo
Chamando os cachorros
Há ainda alguns animais
Restantes no pátio
Mas está ficando mais difícil
Descrever os marinheiros
Para os esfomeados

Corredor tropical
Tesouro tropical
O que nos trouxe para tão longe
Até esse ameno equador?

Precisamos de alguém ou de algo novo
Algo que nos transcenda

Chamando os cachorros
Chamando os cachorros
Chamando os cachorros
Chamando os cachorros
Chacinar os cachorros
Chamando todos os cachorros
Chamando os deuses
Encontre-me na encruzilhada
Encontre-me na borda da cidade
Periferia da cidade
Só você e eu
E o céu à noite
É melhor vir sozinho
É melhor trazer sua arma
Nós vamos nos divertir

Quando todo o resto falha
Podemos açoitar os olhos dos cavalos
E fazê-los dormir
E chorar...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:01

Se eles lessem essa tradução, fechar-te-iam todas as portas.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:01

Eu tambem raramente tento perceber as letras de musicas estrangeiras, pela simples razão que muitas delas serem poemas enigmaticos apenas compreensiveis por alguns iluminados ou "gazeados" drunken

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:02

António José da Silva escreveu:
Se eles lessem essa tradução, fechar-te-iam todas as portas.
E até as janelas do meu computador estão a querer fechar-se....
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:07

Milton escreveu:
António José da Silva escreveu:
Se eles lessem essa tradução, fechar-te-iam todas as portas.
E até as janelas do meu computador estão a querer fechar-se....





Mas olha que o texto não só é belo como tem profundo significado. Tem que ser lido no contexto do tempo e visto como uma critica à sociedade da altura.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:09

António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
António José da Silva escreveu:
Se eles lessem essa tradução, fechar-te-iam todas as portas.
E até as janelas do meu computador estão a querer fechar-se....





Mas olha que o texto não só é belo como tem profundo significado. Tem que ser lido no contexto do tempo e visto como uma critica à sociedade da altura.
Claro que sim, mas o meu ponto é que a letra apresentada como está sem a musica , sem os musicos e descontextualizada, pode provocar reações adversas do tipo urticária...
lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64737
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:10

Nesse aspeto, Tonny Carreira é bem mais simples.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 22:16

É incrivel como se consegue contruir uma coisa "brutal" à volta deste "poema"...

Eu tive um sonho. Um sonho louco.
Qualquer coisa que que eu quisesse saber
Qualquer lugar que eu quisesse ir, ouça minha canção

Gente, vocês não vão ouvir agora?
Cantem junto, você não sabe o que está perdendo agora
Qualquer cançãozinha que você conheça
Tudo o que é pequeno tem que crescer
E isso tem que crescer!

Na luz do Sol da Califórnia, na doce chuva de Calcutá
Na Honolulu estrelada, a canção continua a mesma
Cante Hare Hare, dance o Hoochie Koo
As luzes da cidade são brilhantes, enquanto vamos escorregando, escorregando, escorregando por completo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15325
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 23:01

Para acabar com o suspense vou levantar a ponta do vèu :
A 1ª é uma letra dos Doors e a 2ª é dos mui famosos e grandes Led Zeppelin...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 40
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Seg Jan 14 2013, 23:19


Está aqui uma bela discussão ...

...em relação às letras não podemos avaliar traduções, a própria fonética e expressões de estilo são muito
diferentes de Língua para Língua.

Eu também estou numa fase de som e não ligo nada às letras, tanto que no Jazz nem sequer tenho ido ao cantado

Para mim o contexto na música resume-se ao nosso estado de espírito.

Todos nós desenvolvemos reações muito próprias em termos sensoriais, tanto que queremos partilha-las com os outros,
mas os outros nunca sentirão exatamente como nós.

Voltar ao Topo Ir em baixo
jonniesousa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 436
Data de inscrição : 09/09/2012
Localização : Oeiras

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Ter Jan 22 2013, 08:50

CNeves escreveu:


Dois amigos por sua vez começaram o gozo de imediato: olha o curucucu; olha o Joselito; e a cada comentário o riso demorava meia hora.



Muita coisa foi dita, concordou-se com algumas coisas.... discordou-se de outras...

Eu pessoalmente não concordo com os teus amigos mas percebo-os.... lol.... se calhar não se conseguiram controlar.... lol

Eu próprio tenho um gosto muito abrangente e variado de música....

Agora, há limites.... lol

Cenas tugas... parece-me muito bem... património histórico e cultural... bla... bla... bla. Havia Cenas muito boas e mesmo de entre pimbas cresceram muitos e bons músicos.

Agora cenas italianas.... Marino Marini, Roberto Carossone, Mássimo Ranieri, Catarina Ranieri, Gianni Morandi, Johnny Hallyday.... etc.... embora se oiçam, preferi deixar isso para o património histórico e cultural deles....


Tenho "varrido" cá de casa todos os 45 desse género....

E poder-se-ia juntar mais uma extensa lista de franceses e espanhois.... embora dos franceses já se tenham destacado alguns no meu entender bastante bons e que por isso guardei.....

A questão é que não conseguimos atender a tudo... a não ser como esse maluco aí em baixo que quer coleccionar todas as músicas feitas no mundo.... fácil, não?


Voltar ao Topo Ir em baixo
jonniesousa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 436
Data de inscrição : 09/09/2012
Localização : Oeiras

MensagemAssunto: Re: O contexto na música   Ter Jan 22 2013, 08:53

E o homem sabe o que é bom... também ele tem música portuguesa....

Respeito.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O contexto na música   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O contexto na música
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: