Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Gastronomia e o Audio?!?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Ulrich
Membro AAP


Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qua Nov 14 2012, 22:32

Manel escreveu:
Fran escreveu:
Manel escreveu:
... à frente da "bicha" ...
E isso não é perigoso?

Demorei um bocado para perceber o que querias dizer, mas quando reparei no teu avatar do Marco Paulo...aí entendi!!!





Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 00:46

Manel escreveu:
Fran escreveu:
Manel escreveu:
... à frente da "bicha" ...
E isso não é perigoso?

Demorei um bocado para perceber o que querias dizer, mas quando reparei no teu avatar do Marco Paulo...aí entendi!!!








Voltar ao Topo Ir em baixo
Manel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1414
Data de inscrição : 12/06/2012

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 01:05

Não contes com isso. Eu vou bufar. Ai vou, vou.





Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 10:14

Manel escreveu:
Não contes com isso. Eu vou bufar. Ai vou, vou.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Manel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1414
Data de inscrição : 12/06/2012

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 13:49

Um texto que encontrei na net e que penso que fica bem aqui, pois acho que vai de encontro ao pensamento do "micro" sobre o assunto.

"Assim como na música a harmonia encontra-se presente na gastronomia, onde melodias (pratos principais) se fundem a excelentes acordes (guarnições) formando uma afinada sinfonia de sabores, cores, texturas e aromas. Soando como um arranjo musical, a gastronomia está na delicadeza da apresentação, na suavidade e no picante do sabor, onde ingredientes fazem fuzão... E nosso paladar agradece!"

Fonte: http://warisonnacozinha.blogspot.pt/2010/09/musica-e-gastronomia.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 13:53

Manel escreveu:
Um texto que encontrei na net e que penso que fica bem aqui, pois acho que vai de encontro ao pensamento do "micro" sobre o assunto.

"Assim como na música a harmonia encontra-se presente na gastronomia, onde melodias (pratos principais) se fundem a excelentes acordes (guarnições) formando uma afinada sinfonia de sabores, cores, texturas e aromas. Soando como um arranjo musical, a gastronomia está na delicadeza da apresentação, na suavidade e no picante do sabor, onde ingredientes fazem fuzão... E nosso paladar agradece!"

Fonte: http://warisonnacozinha.blogspot.pt/2010/09/musica-e-gastronomia.html


E é nesta analogia que o analógico manda e há-de mandar para aqueles que realmente se interessam.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Qui Nov 15 2012, 15:04

Manel escreveu:
Um texto que encontrei na net e que penso que fica bem aqui, pois acho que vai de encontro ao pensamento do "micro" sobre o assunto.

"Assim como na música a harmonia encontra-se presente na gastronomia, onde melodias (pratos principais) se fundem a excelentes acordes (guarnições) formando uma afinada sinfonia de sabores, cores, texturas e aromas. Soando como um arranjo musical, a gastronomia está na delicadeza da apresentação, na suavidade e no picante do sabor, onde ingredientes fazem fuzão... E nosso paladar agradece!"

Fonte: http://warisonnacozinha.blogspot.pt/2010/09/musica-e-gastronomia.html



Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Jan 19 2013, 14:37






Pura Audiofilia Gastronomica!!!
e ainda por cima analogica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Jan 19 2013, 14:46

microseiki escreveu:





Pura Audiofilia Gastronomica!!!
e ainda por cima analogica!


Isso é um uni-pivô e a célula e uma Sumiko N 2 não é?


lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Jan 19 2013, 19:51

microseiki escreveu:





Pura Audiofilia Gastronomica!!!
e ainda por cima analogica!

Só podia ser um unipivot, estava bom?
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 15:37

Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

O picante, que nao em exagero, foi a mestria com que os MC 275 conseguiram ligar paladares distintos mas me deixaram deliciado.

Privilégio o meu de ter um amigo que me presenteou com tal oferenda.

O Jantar foi iniciou com uma sopinha tailandesa, seguido de uns camaroes de rio demolhados num riquissimo molho picante que nos trazem lagrimas e nos aquecem o coração.
depois um pargo ao vapor!

tudo acompanhado por Sakê na temperatura de 35º

Mais uma excelente noite


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 15:41

microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

O picante, que nao em exagero, foi a mestria com que os MC 275 conseguiram ligar paladares distintos mas me deixaram deliciado.

Privilégio o meu de ter um amigo que me ofereceu tal oferenda.

O Jantar foi iniciou com uma sopinha tailandesa, seguido de uns camaroes de rio demolhados num riquissimo molho picante que nos trazem lagrimas e nos aquecem o coração.
depois um pargo ao vapor!

tudo acompanhado por Sakê na temperatura de 35º

Mais uma excelente noite




Essa conversa para quem vive no país da ausência culinária, é terrível.

Mas hoje também vai haver umas carnes no forno (temperado à tuga) com uma salada de atum escondido e ovo mexido com farinheira.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 17:35

microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

O picante, que nao em exagero, foi a mestria com que os MC 275 conseguiram ligar paladares distintos mas me deixaram deliciado.

Privilégio o meu de ter um amigo que me presenteou com tal oferenda.

O Jantar foi iniciou com uma sopinha tailandesa, seguido de uns camaroes de rio demolhados num riquissimo molho picante que nos trazem lagrimas e nos aquecem o coração.
depois um pargo ao vapor!

tudo acompanhado por Sakê na temperatura de 35º

Mais uma excelente noite




....
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 17:51

microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

Essas colunas devem ser interessantes, embora estejam mesmo a pedir algumas "melhorias" como umas cornetas Tractrix ou Le Cleac'h para os médios e a adição de um tweeter.
Foram compradas cá no burgo?

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 17:57

ricardo onga-ku escreveu:
microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

Essas colunas devem ser interessantes, embora estejam mesmo a pedir algumas "melhorias" como umas cornetas Tractrix ou Le Cleac'h para os médios e a adição de um tweeter.
Foram compradas cá no burgo?

R

Se calhar ainda não tinhas reparado que o amigo CNeves tem umas com um supertweter da visaton, podes ver no tópico dele
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 18:07

Não reparei...por acaso também usei um tweeter desses quando andava às voltas com as minhas cornetas.

Um abraço,
Ricardo
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 18:24

ricardo onga-ku escreveu:
microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

Essas colunas devem ser interessantes, embora estejam mesmo a pedir algumas "melhorias" como umas cornetas Tractrix ou Le Cleac'h para os médios e a adição de um tweeter.
Foram compradas cá no burgo?

R

o jantar não foi em minha casa!

Este Amigo meu tem-nas desde 1997. na conversa de ontem disse-me que ja tinha experimentado com supertweeter mas que prefere o som delas sem acrescentos.
Gostos!
Mac 275 estavam em mono. O pre é um velhinho Mac C20
o braço instalado era o Ikeda mas ele prefere o EMT 997/TSD 15. (não se experimentou. ou se jantava ou se fazia audição critica e a preferencia caiu na gastronomia e musica)
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 18:26

microseiki escreveu:
... a preferencia caiu na gastronomia e musica)



Melhor escolha, não há.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 19:10

microseiki escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
microseiki escreveu:
Ontem jantei um Oscar Peterson no prato de um JC verdier la Platine acompanhado por uma Shilabe/Ikeda IT407 acompanhado por um Phono Cube da 47Labs.
mas caros Amigos, a degustação final , o que deu o toque de mestria na diversidade dos paladares foram umas Exclusive 2402.

Essas colunas devem ser interessantes, embora estejam mesmo a pedir algumas "melhorias" como umas cornetas Tractrix ou Le Cleac'h para os médios e a adição de um tweeter.
Foram compradas cá no burgo?

R

o jantar não foi em minha casa!

Este Amigo meu tem-nas desde 1997. na conversa de ontem disse-me que ja tinha experimentado com supertweeter mas que prefere o som delas sem acrescentos.
Gostos!

Os gostos educam-se. What a Face
Ele não precisa de um super-tweeter mas de uma unidade de altas frequências que cubra a gama acima dos 6-8kHz...
E essa unidade obriga a uma alteração no filtro: introduzir um passa-baixo para a unidade de compressão e um passa-alto (ou mesmo um passa-"banda") para o novo tweeter com a eventual atenuação deste último, caso contrário as gamas das duas unidades irão sobrepor-se com resultados muito prejudiciais para o som.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 22:52

ja as utilizou em tri amplificação activa (tem para lá por baixo de uma serie de revista da MJ audio e StereoSound japonesas um Accuphase F25 cheio de pó) e segundo ele diz, gosta mais de tudo mais simplificado.

e o que ouvi, não sei porque razao iria complicar. gostei tal como estava.




Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Mar 17 2013, 23:34

microseiki escreveu:
ja as utilizou em tri amplificação activa

Bem jogado. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Mar 18 2013, 00:04

ricardo onga-ku escreveu:
microseiki escreveu:
ja as utilizou em tri amplificação activa

Bem jogado. Wink


Se for como no totobola, uma tripla nunca falha. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
kazumbi
Membro AAP
avatar

Mensagens : 201
Data de inscrição : 11/04/2013
Idade : 55
Localização : Vila Nova de Santo André

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sex Abr 12 2013, 18:12

Sou novo aqui no forum. Por isso andei por aí a viajar pelos vário tópicos. Achei coisas interessantes, outras menos, como é normal. Este tópico pareceu-me muito interessante porque, para além de gostar de música, também também sou um apaixonado por estas coisas da gastronomia. Li algumas analogia entre reproduzir música e reproduzir pituras, etc.
Uma coisa é certa, só se pode saber se a reprodução em papel de jornal do Guernica é fiel ao original se se já tiver visto o original. Os quadros são para se verem ao vivo. A música é para se ouvir ao vivo. Muita dessa rapaziada, dita audiófila, que fala e ecreve sobre aparelhos, cabos, spikes, etc, nunca entrou numa sala de concertos. Muitos deles nunca ouviram um violino ao vivo, ou um trombone, ou a voz de um tenor. Quando digo ao vivo, é sem amplificação. A música produzida ao vivo, sem amplificação, é que é o verdeiro original. Será que alguém, no seu perfeito juizo, gastaria fortunas para reproduzir em casa a porcaria de som do Pavilhão de Cascais, ou dos concertos no Estádio de Alvalade?
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original... A música é uma arte efémera, perde-se no éter. Guardá-la numa caixa é como filmar uma peça de teatro. Quando o pomos um disco é porque gostamos do tema músical, não porque queiramos ter o músico dentro da nossa sala. Quando pomos o teatro gravado ao vivo é porque gostamos do tema e da representação dos actores, não porque queiramos ter o espéctaculo na nossa sala. Nenhum músico toca a mesma peça da mesma maneira. Nós também não ouvimos sempre da mesma maneira.
Provar um vinho depois de lavar os dentes é diferente de o provar depois de uma dentada num queijo de ouvelha. É diferente, não digo que seja melhor ou pior. Cada um que escolha.
Boas musicas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sex Abr 12 2013, 20:57

kazumbi escreveu:
Sou novo aqui no forum. Por isso andei por aí a viajar pelos vário tópicos. Achei coisas interessantes, outras menos, como é normal. Este tópico pareceu-me muito interessante porque, para além de gostar de música, também também sou um apaixonado por estas coisas da gastronomia. Li algumas analogia entre reproduzir música e reproduzir pituras, etc.
Uma coisa é certa, só se pode saber se a reprodução em papel de jornal do Guernica é fiel ao original se se já tiver visto o original. Os quadros são para se verem ao vivo. A música é para se ouvir ao vivo. Muita dessa rapaziada, dita audiófila, que fala e ecreve sobre aparelhos, cabos, spikes, etc, nunca entrou numa sala de concertos. Muitos deles nunca ouviram um violino ao vivo, ou um trombone, ou a voz de um tenor. Quando digo ao vivo, é sem amplificação. A música produzida ao vivo, sem amplificação, é que é o verdeiro original. Será que alguém, no seu perfeito juizo, gastaria fortunas para reproduzir em casa a porcaria de som do Pavilhão de Cascais, ou dos concertos no Estádio de Alvalade?
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original... A música é uma arte efémera, perde-se no éter. Guardá-la numa caixa é como filmar uma peça de teatro. Quando o pomos um disco é porque gostamos do tema músical, não porque queiramos ter o músico dentro da nossa sala. Quando pomos o teatro gravado ao vivo é porque gostamos do tema e da representação dos actores, não porque queiramos ter o espéctaculo na nossa sala. Nenhum músico toca a mesma peça da mesma maneira. Nós também não ouvimos sempre da mesma maneira.
Provar um vinho depois de lavar os dentes é diferente de o provar depois de uma dentada num queijo de ouvelha. É diferente, não digo que seja melhor ou pior. Cada um que escolha.
Boas musicas...



E que cada um seja feliz com aquilo que realmente gosta.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Abr 13 2013, 19:29

kazumbi escreveu:
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original...

Mas está a esquecer-se que os defeitos auditivos de cada um são a sua realidade e que a correcção dos mesmo irá deturpar a "naturalidade" do som...um violino deixa de soar como um violino tal como o conhecemos (através do nosso aparelho auditivo defeituoso).
Como tal, a reprodução tem de ser igual ao original e não adaptada a essas deficiências.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
kazumbi
Membro AAP
avatar

Mensagens : 201
Data de inscrição : 11/04/2013
Idade : 55
Localização : Vila Nova de Santo André

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Abr 13 2013, 19:58

ricardo onga-ku escreveu:
kazumbi escreveu:
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original...

Mas está a esquecer-se que os defeitos auditivos de cada um são a sua realidade e que a correcção dos mesmo irá deturpar a "naturalidade" do som...um violino deixa de soar como um violino tal como o conhecemos (através do nosso aparelho auditivo defeituoso).
Como tal, a reprodução tem de ser igual ao original e não adaptada a essas deficiências.

R

E quem e que ouvidos é que irão aferir e certificar que essa reprodução é igual ao original? Ou será outra máquina a fazer isso.
A finalidade dos aprelhos é tocarem para os ouvidos de quem os compra, não para outros aparelhos que farão medições. Essas mesmas medições também têm margens de erro. Os próprios violinos soam diferente uns dos outros. E a gravação foi fiel ao original?
Nós deveremos escolher o aparelho que mais nos agradar ao nosso ouvido. Como raio vou saber se se aproxima do original se nem conheço o original?
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Abr 13 2013, 20:57

kazumbi escreveu:


E quem e que ouvidos é que irão aferir e certificar que essa reprodução é igual ao original? Ou será outra máquina a fazer isso.
A finalidade dos aprelhos é tocarem para os ouvidos de quem os compra
, não para outros aparelhos que farão medições. Essas mesmas medições também têm margens de erro. Os próprios violinos soam diferente uns dos outros. E a gravação foi fiel ao original?
Nós deveremos escolher o aparelho que mais nos agradar ao nosso ouvido. Como raio vou saber se se aproxima do original se nem conheço o original?

Isso são duas verdades irrefutáveis, assim como o facto de dois aparelhos que tenham medidas iguais poderem soar diferentes.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
MicroGruas
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3204
Data de inscrição : 12/11/2011
Idade : 48
Localização : Oriente

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Sab Abr 13 2013, 22:29

kazumbi escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
kazumbi escreveu:
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original...

Mas está a esquecer-se que os defeitos auditivos de cada um são a sua realidade e que a correcção dos mesmo irá deturpar a "naturalidade" do som...um violino deixa de soar como um violino tal como o conhecemos (através do nosso aparelho auditivo defeituoso).
Como tal, a reprodução tem de ser igual ao original e não adaptada a essas deficiências.

R

E quem e que ouvidos é que irão aferir e certificar que essa reprodução é igual ao original? Ou será outra máquina a fazer isso.
A finalidade dos aprelhos é tocarem para os ouvidos de quem os compra, não para outros aparelhos que farão medições. Essas mesmas medições também têm margens de erro. Os próprios violinos soam diferente uns dos outros. E a gravação foi fiel ao original?
Nós deveremos escolher o aparelho que mais nos agradar ao nosso ouvido. Como raio vou saber se se aproxima do original se nem conheço o original?

Áo 6º post e já na divergencia doutrinal do Objectivismo versus Subjectivismo!!!

Gostei!

Concordo!

Á muito que deixei de acreditar na premissa que a gravação é igual ao original!
De facto ao vivo é ao vivo e nada o substitui!!!

Na gravação existem sempre intervenientes no caminho do Mic (e o proprio Mic) e a fita. Portanto deixei á muitos anos de seguir esse caminho.

Vou a concertos, e nºao tento reproduzi-los, para já porque o concerto em concreto raramente irá ser o que nós depois compramos na gravação.
Em casa quero passar um momento que é diferente por natureza da ida ao concerto.

Nunca ouvi uma gravação seja qual seja o suporte que se iguale ao real.



Última edição por microseiki em Dom Abr 14 2013, 15:47, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Abr 14 2013, 09:30

kazumbi escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
kazumbi escreveu:
Voltando às pinturas, parece que todos nos esquecemos que mesmo para ver o Guernica ao vivo é preciso ter olhos. E ainda assim será visto de maneira diferente por um míope, por um estrábico ou por um daltónico. E, no entanto, todos eles acharão o quadro maravilhoso, ainda que lhes despertem emoções diferentes. Ora, para ouvir música é preciso ter ouvidos e, como com as impressões digitais, não há um pavilhão auditivo igual entre todos os seres humanos. Logo, cada um deve ouvir a música da forma que mais lhe agradar e evitar generalizações. E essa coisa de ser fiel ao original...

Mas está a esquecer-se que os defeitos auditivos de cada um são a sua realidade e que a correcção dos mesmo irá deturpar a "naturalidade" do som...um violino deixa de soar como um violino tal como o conhecemos (através do nosso aparelho auditivo defeituoso).
Como tal, a reprodução tem de ser igual ao original e não adaptada a essas deficiências.

R

E quem e que ouvidos é que irão aferir e certificar que essa reprodução é igual ao original? Ou será outra máquina a fazer isso.

Se conhecermos o som "real" de instrumentos ou de vozes estaremos certamente aptos a realizar essa avaliação subjectiva.

E para que a reprodução seja "semelhante" ao original (trata-se afinal de uma "representação" ou "ilusão") é necessário que o registo e a leitura deste sejam o mais fiéis possível, daí o termo alta-fidelidade.

Imaginemos alguém que está dentro de uma sala fechada, diante de um monitor, que reproduz cenas de uma paisagem nos Alpes Suíços.
Mesmo que esse espectador nunca tenha visitado a Suíça já terá visto árvores e vacas, prados e montanhas e facilmente determinará se a reprodução é ou não "realista" ou "fiel" ao original.
Mas se o monitor reproduzir cenas artificiais, por exemplo desenhos animados que são eles próprios uma representação da realidade, será impossível determinar se a reprodução é fiel pois não existem referências comparáveis na realidade.

Com o audio passa-se o mesmo, daí eu defender que seja utilizada música acústica não amplificada tocada ao vivo em locais de reverberação natural como forma de determinar a fidelidade da reprodução.

Avaliação subjectiva, que implica cultura sónica e musical, não é mais do que uma comparação com as nossas referências, tanto as de som natural como as de som reproduzido.
Caso contrário não passará de uma degustação...poderemos afirmar "eu gosto" mas não que "é bom".

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3304
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Dom Abr 14 2013, 23:39

microseiki escreveu:

...
Áo 6º post e já na divergencia doutrinal do Objectivismo versus Subjectivismo!!!
...

ricardo onga-ku escreveu:

...
Caso contrário não passará de uma degustação...poderemos afirmar "eu gosto" mas não que "é bom".

R

Olà,

paradoxalmente estamos a derivar, efectivamente em direção da doença de todos os forums da terra, que é o combate entre os seres "ditos" subjectivos e os "ditos" objectivos. Digo paradoxalmente, pois o AAP, estava calminho em relação a esse debate, mas o problema era latente como sempre. Ora, este debate é estéril, e denota sobretudo uma falta de compreensão (e às vezes de respeito), entre estes dois tipos de auditores. Vamos resumir a coisa:

O objectivo busca a verdade, o subjectivo busca o prazer...

O subjectivo tém necessidade de sentir, o objectivo tém necessidade de compreender...

O objectivo tém prazer na busca da verdade e o subjectivo acredita que o prazer dele é a verdade...

O subjectivo é estéta e o objectivo pragmàtico...

O objectivo é intelectual, o subjectivo é espontâneo...

O subjectivo "crê que..." ora que o objectivo "pensa que..."...

O objectivo gosta de alta-fidelidade, o subjectivo gosta de audio...

O subjectivo gosta dos aparelhos ora que o objectivo gosta das ideias por detràs dos aparelhos...

Mas,... mas teoricamente os dois gostam de musica!!! ...teoricamente pois a batalha também se pode alastrar a esse campo...

O subjectivo gosta de musica ligeira ora que o objectivo gosta de musica séria...

O objectivo escuta musica clàssica, barroca e contemporanea e o subjectivo pop, rock e jazz clàssico...

Posso mesmo afirmar que o subjectivo gosta de feijoada ou de cozido e o objectivo de bacalhau com natas ou caril de lulas !!!...

Todos os dois podem dizer "eu gosto" pois não se discute, mas sò o objectivo pode dizer "é bom" ou "é mau" ...
Pois a anàlise da qualidade implica o saber, e o saber nasce do compreender que é a obcessão dos objectivos...

Não creio que o debate avançe muito com isto, mas como sou objectivo e assumo...

Até+

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 09:37

TD124 escreveu:
...falta de compreensão (e às vezes de respeito), entre estes dois tipos de auditores...



É um ponto importante. Tentar entender os pontos de vista dos outros e a sua forma de ver e sentir e interpretar.


















_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 10:37

Salvo a rara excepção à regra que encontrei num fórum anglófono (compra todos os seus equipamentos sem os escutar, olhando apenas para as especificações técnicas), desconheço a existência audiófilos objectivistas que não sejam também, na sua prática, pelo menos um pouco subjectivistas.

Parece-me igualmente importante distinguir os audiófilos exigentes (ou com expectativas elevadas) que procuram "temperar" a sonoridade dos seus sistemas daqueles que se contentam com algo que lhes "soa" bem.
"Adicionar", de forma intencional e consciente, uns pózinhos de 2ª harmónica ou atenuar ligeiramente o extremo agudo é radicalmente diferente de renegar a adequabilidade técnica ou aceitar uma resposta de frequências aberrante só porque a dado momento (aquilo a que os britânicos apelidam de flavour of the month), com um conjunto de gravações especificas, isso aparentemente nos "soa bem".

Mas embora concorde que certos sistemas de sonoridade "vincada" podem de facto valorizar algumas gravações, acho que estes jamais poderão ser uma panaceia universal pois no que se refere à igualização/equalização de gravações mal executadas e de sonoridade desagradável cada caso é um caso que precisa de ser abordado de um modo distinto...

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
kazumbi
Membro AAP
avatar

Mensagens : 201
Data de inscrição : 11/04/2013
Idade : 55
Localização : Vila Nova de Santo André

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 16:03

Pois é. Assim sendo, sou, definitivamente, um “Subjectivo”.
Embora pareça paradoxal, estou também de acordo com a maior parte das opiniões já expostas, até as dos “Objectivos” mais fundamentalistas.

Ouço (degusto) com o mesmo prazer a “ligeireza” do Pássaro de Fogo do Stravisnky como a “seriedade” do Born Under Punches dos Talking Heads; uma ária soberbamente interpretada por Caruso ou um fado magistralmente interpretado por Ricardo Ribeiro; O Requiem do Mozart ou o Por Este Rio Acima do Fausto Bordalo Dias; a Lucia di Lammermoor ou a Ópera do Malandro do Chico Buarque; a Sinfonia nº 3 de Dvorak ou o Black Dance do Klaus Shulze… e prefiro ouvir uma péssima gravação de Jelly Roll Morton numa “aparelhagem” compacta com colunas de plástico do que ouvir o PSY e o seu Gangnam Style numa super audiófila gravação num super híper milhionário sistema.

Uma bifana feita na tasca do Zé dos Anzóis, numa frigideira que tem o mesmo óleo há séculos, tem mais ou menos qualidade do que uma feita no restaurante XPTO, pelo Chefe YXZ em frigideiras de melhor inox? Aos olhos da ASAE e do Instituto Ricardo Jorge é evidente que sim, mas ao palato provavelmente não. Cada um que escolha. Eu prefiro o palato, seja para apreciar o mais fino e sério caviar ou o mais ligeiro(!) cozido à portuguesa.

Quanto à Alta-Fidelidade, estou de acordo com a objectividade por parte dos audiófilos fundamentalistas, dos que passaram anos a afinar os pormenores e se esqueceram de ouvir o álbum. Se não fossem eles, provavelmente, ainda ouvíamos música num gramofone.
Para nós, os comuns dos mortais, que só temos acesso a tripas à moda do Porto, que vivemos na “província”, a léguas de tempo, distância e dinheiro dos centros onde se pode ver e provar o caviar, utilizamos a audiofilia como um meio e não como um fim. Ouvir música é muito diferente de ouvir sons.

Eu só gostaria que a rapaziada que aparece pelos fóruns à procura de conselhos para construir o seu sistema e encontrar o melhor som, se sinta tão feliz a a ouvir a sua música no seu sistema de 500 euros e na sua sala de 30 m2 como aquele que ouve numa sala dedicada e num sistema de 500 euros a grama. E isso só é possível se ele confiar mais nos seus ouvidos do que nas críticas objectivas, nas características técnicas, nas marcas e na sua nacionalidade.

O Pessoa fez uma crítica fabulosa, num jornal lisboeta, a uma exposição do Almada, sem conhecer o Almada de lado nenhum, sem nunca ter visto nenhum dos seus quadros e sem ter posto os pés na exposição. Fê-la porque lhe pagavam pelos seus artigos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 16:25

A meu ver, avaliação técnica (conjunto de medições) e avaliação subjectiva (escuta) são complementares e pessoalmente não ficaria satisfeito se tivesse que optar por apenas uma das metodologias, especialmente na avaliação de colunas onde as medições não são suficientes para caracterizar em pleno o seu desempenho.

Mas estou a referir-me à avaliação do desempenho o que pressupõe a exclusão do gosto; para mim, hoje, não faz sentido procurar um sistema com um "som agradável" mas um sistema cuja "assinatura sonora" seja o mais leve possível: prefiro a ilusão "realista" à ilusão "melhorada" ou "hiper-realista"...a apreciação degustativa deixo-a para a música.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
kazumbi
Membro AAP
avatar

Mensagens : 201
Data de inscrição : 11/04/2013
Idade : 55
Localização : Vila Nova de Santo André

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 17:27

ricardo onga-ku escreveu:
A meu ver, avaliação técnica (conjunto de medições) e avaliação subjectiva (escuta) são complementares e pessoalmente não ficaria satisfeito se tivesse que optar por apenas uma das metodologias, especialmente na avaliação de colunas onde as medições não são suficientes para caracterizar em pleno o seu desempenho.

Mas estou a referir-me à avaliação do desempenho o que pressupõe a exclusão do gosto; para mim, hoje, não faz sentido procurar um sistema com um "som agradável" mas um sistema cuja "assinatura sonora" seja o mais leve possível: prefiro a ilusão "realista" à ilusão "melhorada" ou "hiper-realista"...a apreciação degustativa deixo-a para a música.

R

Basicamente estou de acordo consigo. As medições são verdadeiramente importantes, mas devem ser meramente orientativas.
Mas, no fim de contas, como já disse antes, são os meus ouvidos, na minha sala, que irão determinar a avaliação do desempenho do sistema. Sou eu que lá vou estar a ouvir música e não os aaprelhos de medição. Nem se trata de uma questão de gosto, é também uma questão técnica - o meu aparelho auditivo pode ser mais ou menos sensível a determinadas frequências, logo eu vou escolher um sistema em função disso. O que quero dizer é que os ouvidos também fazem parte do sistema, mesmo do ponto de vista técnico. É esse pormenor que muitos audiófilos esquecem com frequência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 17:57

Hoje as minhas papilas gustativas "ouviram " uma musica maravilhosa !!
Foi um autentico concerto sinfónico, de garagem por estar rodeado de amigos...
Aquele bacalhau à lagareiro, bem azeitado e carregado de cabeças de alho, acompanhado de batatinhas a sopapo e um magusto de estalo soube a concerto no D. Carlos....olá se soou!!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
stardrake
Membro AAP
avatar

Mensagens : 659
Data de inscrição : 29/01/2012
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 18:14

Ou este tema é sobre Audio ou sobre Gastronomia.
Se é sobre ambos, então estamos a falar de apreciações subjectivas, baseadas
no gosto de cada um.
Se é sobre Audio, então estão os meus amigos a perorar sobre o sexo dos anjos,
peditório para o qual me recuso a dar qualquer coisinha.

Bom paladar!!

Mário

PS Caro Milton, os meus jaquins com arroz de tomate, a escorrer, estavam de
chorar por mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4809
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 18:40

stardrake escreveu:
Ou este tema é sobre Audio ou sobre Gastronomia.
Se é sobre ambos, então estamos a falar de apreciações subjectivas, baseadas
no gosto de cada um.
Se é sobre Audio, então estão os meus amigos a perorar sobre o sexo dos anjos,
peditório para o qual me recuso a dar qualquer coisinha.

Bom paladar!!

Mário

PS Caro Milton, os meus jaquins com arroz de tomate, a escorrer, estavam de
chorar por mais

Sexo, comida, bebida, arte...os romanos sabiam como degustar a vida.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 18:57

kazumbi escreveu:
Pois é. Assim sendo, sou, definitivamente, um “Subjectivo”.
Embora pareça paradoxal, estou também de acordo com a maior parte das opiniões já expostas, até as dos “Objectivos” mais fundamentalistas.

Ouço (degusto) com o mesmo prazer a “ligeireza” do Pássaro de Fogo do Stravisnky como a “seriedade” do Born Under Punches dos Talking Heads; uma ária soberbamente interpretada por Caruso ou um fado magistralmente interpretado por Ricardo Ribeiro; O Requiem do Mozart ou o Por Este Rio Acima do Fausto Bordalo Dias; a Lucia di Lammermoor ou a Ópera do Malandro do Chico Buarque; a Sinfonia nº 3 de Dvorak ou o Black Dance do Klaus Shulze… e prefiro ouvir uma péssima gravação de Jelly Roll Morton numa “aparelhagem” compacta com colunas de plástico do que ouvir o PSY e o seu Gangnam Style numa super audiófila gravação num super híper milhionário sistema.

Uma bifana feita na tasca do Zé dos Anzóis, numa frigideira que tem o mesmo óleo há séculos, tem mais ou menos qualidade do que uma feita no restaurante XPTO, pelo Chefe YXZ em frigideiras de melhor inox? Aos olhos da ASAE e do Instituto Ricardo Jorge é evidente que sim, mas ao palato provavelmente não. Cada um que escolha. Eu prefiro o palato, seja para apreciar o mais fino e sério caviar ou o mais ligeiro(!) cozido à portuguesa.

Quanto à Alta-Fidelidade, estou de acordo com a objectividade por parte dos audiófilos fundamentalistas, dos que passaram anos a afinar os pormenores e se esqueceram de ouvir o álbum. Se não fossem eles, provavelmente, ainda ouvíamos música num gramofone.
Para nós, os comuns dos mortais, que só temos acesso a tripas à moda do Porto, que vivemos na “província”, a léguas de tempo, distância e dinheiro dos centros onde se pode ver e provar o caviar, utilizamos a audiofilia como um meio e não como um fim. Ouvir música é muito diferente de ouvir sons.

Eu só gostaria que a rapaziada que aparece pelos fóruns à procura de conselhos para construir o seu sistema e encontrar o melhor som, se sinta tão feliz a a ouvir a sua música no seu sistema de 500 euros e na sua sala de 30 m2 como aquele que ouve numa sala dedicada e num sistema de 500 euros a grama. E isso só é possível se ele confiar mais nos seus ouvidos do que nas críticas objectivas, nas características técnicas, nas marcas e na sua nacionalidade.

O Pessoa fez uma crítica fabulosa, num jornal lisboeta, a uma exposição do Almada, sem conhecer o Almada de lado nenhum, sem nunca ter visto nenhum dos seus quadros e sem ter posto os pés na exposição. Fê-la porque lhe pagavam pelos seus artigos.



Mas que bela descrição. Aquela parte das bifanas no óleo "velho", foi musica para os meus ouvidos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 19:26

stardrake escreveu:

PS Caro Milton, os meus jaquins com arroz de tomate, a escorrer, estavam de
chorar por mais
Já "marchavam"....olá se marchavam...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 19:32

Milton escreveu:
stardrake escreveu:

PS Caro Milton, os meus jaquins com arroz de tomate, a escorrer, estavam de
chorar por mais
Já "marchavam"....olá se marchavam...


Já vi que com o entrar na idade, é muito menos sexo e mais pensar em comer. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:22

Os gostos refinam-se com a idade...
lol!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:24

Milton escreveu:
Os gostos refinam-se com a idade...
lol!


E vai-se excluindo o que já não se consegue saborear, lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:30

António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
Os gostos refinam-se com a idade...
lol!


E vai-se excluindo o que já não se consegue saborear, lol!
O meu problema não é igual ao teu... é que há "pratos" que não são prós meus "queixos"....

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:31

Milton escreveu:
António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
Os gostos refinam-se com a idade...
lol!


E vai-se excluindo o que já não se consegue saborear, lol!
O meu problema não é igual ao teu... é que há "pratos" que não são prós meus "queixos"....


Com a tua idade, tens muita sorte de ainda estares nos sólidos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15209
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:34

António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
Os gostos refinam-se com a idade...
lol!


E vai-se excluindo o que já não se consegue saborear, lol!
O meu problema não é igual ao teu... é que há "pratos" que não são prós meus "queixos"....


Com a tua idade, tens muita sorte de ainda estares nos sólidos.
Quando não puder mastigar resta-me

lol!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64345
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:37

Milton escreveu:

Quando não puder mastigar resta-me

lol!


Que se lixe, ouvir por um funil e usar a , é presido é cá andar. Repara no ferpina.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rui Mendes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3173
Data de inscrição : 17/04/2012
Idade : 46
Localização : Alfragide

MensagemAssunto: Re: Gastronomia e o Audio?!?   Seg Abr 15 2013, 20:38

Milton escreveu:


Quando não puder mastigar resta-me

lol!

Diz uma para a outra:
-Ouvi dizer que não consegues...
-Más !

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Gastronomia e o Audio?!?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Gastronomia e o Audio?!?
» Como adicionar player de audio no tópico
» Groove com fretless - AUDIO
» Ultimate Audio em festa com TT Rui Borges no próximo fim-de-semana
» Colunas Monitoras Monitor Audio Silver 3i

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: