Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Analise à velocidade dos giras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
António José da Silva
Membro AAP


Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Qui Jun 14 2012, 15:10

PALUSE escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
PALUSE escreveu:
A excentricidade vai quase de certeza agravar o erro de pista, especialmente no braços radiais e consequentemente piorar o som nos finais do disco. Quando falo em excentricidade são aqueles casos em que nota-se sem esforço, o braço a dançar a valsa.

E isso ouve-se?
Oh, se se ouve! Razz

Orquestra
Boas a todos.

Se um desvio menor que 1mm em relação ao ajuste do erro de pista tem efeitos audiveis na reprodução da faixa do fim, a excentricidade tem que fazer os seus estragos!
Comento esta questão porque batalhei com um erro de paralaxe no ajuste do erro de pista que estava a estragar a reprodução no fim dos discos. Era um desvio muito pequeno. Agora encontrei um compromisso; a minha resolução mecânica tem limites, mas existe melhorias no som...

Inté



Um dia ainda tens que abrir um poste para mostrares o teu "approach" técnico na afinação do gira bolachas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
PALUSE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1384
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 52
Localização : Vale da Amendoeira.

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Qui Jun 14 2012, 16:19

Orquestra

O meu " approach técnico" não merece post, porque é igual ao de toda a gente. Peguei no cartão que vem com a Shure M97xE e ajustei como consegui. A posição do gira e a luz é que são sempre uma limitação.
Ao fim de algum tempo resolvi reconfirmar o ajuste, porque parecia-me que algo não estava a "jogar" para o meu gosto. Pimba, erro de paralaxe e novo ajuste. Agora com as minhas manápulas e a shell do braço do Pro-ject Xpression II, vai lá vai...
O SME 3009 SII Improved é muuiiito mais fácil de ajustar o erro de pista, e eu fazia-o com os meus 15 anitos, com umas mãos mais pequenitas!

PS: Bem, o erro de pista o VTA o LTA e venha o resto. O SME é outra guerra!



Inté
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 06:26

Mais um exemplo de um DD (Motor: brushless DC servo controlled motor) do Pioneer PL-71. Temos mais do mesmo no que a um DD diz respeito.

O dono deste DD já fez de tudo o que podia para ver se conseguia melhorar a situação, mas o gráfico continua a demonstrar a instabilidade que se vê e que é idêntica a do 1200.





Entretanto vou na página 57 deste muito interessante tema com participantes que entendem da coisa. Um tópico que tenho lido com muito agrado e onde se vão aprendendo umas coisas bem interessantes. Vou continuar a ler os post até ao fim e tenciono acompanhar visto que eles continuam a tentar entender e evoluir.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 07:55

Aqui um DD que se tornou num mito audiófilo e como com quase todos os mitos, com razão.

Technics SP-10




_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 09:37

António José da Silva escreveu:
Entretanto vou na página 57 deste muito interessante tema com participantes que entendem da coisa. Um tópico que tenho lido com muito agrado e onde se vão aprendendo umas coisas bem interessantes. Vou continuar a ler os post até ao fim e tenciono acompanhar visto que eles continuam a tentar entender e evoluir.

António, estou impressionado!
E dizias tu que não te interessavas por medições...
lol!

Como diz a assinatura de um conhecido Audiófilo português, "Musica é Arte, Audio é Engenharia..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 12:18


Eu também tenho andado a bisbilhotar a thread,
de trás para a frente, mas estes comentários motivaram-me a ler tudo direitinho.

Já agora alguém tem o software para fazer as medições, seria porreiro cada um poder
fazer aos seus giras e fazia-mos uma database AAP
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 13:33

Ulrich escreveu:

Eu também tenho andado a bisbilhotar a thread,
de trás para a frente, mas estes comentários motivaram-me a ler tudo direitinho.

Já agora alguém tem o software para fazer as medições, seria porreiro cada um poder
fazer aos seus giras e fazia-mos uma database AAP

Acho que só o tal Paul R tem o software (penso que foi ele que o desenvolveu).
Mas podes "digitalizar" a leitura de uma frequência de teste pelo teu gira-discos, inscreves-te no PFM e pedes-lhe que a analise.

Ricardo
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 13:40

Ele ainda está indeciso se passo o software a mais alguém porque diz que não tem tempo para dar a assistência que depois teria que dar. Mas não deixou a hipótese de lado.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 13:45

ricardo onga-ku escreveu:

Acho que só o tal Paul R tem o software (penso que foi ele que o desenvolveu).
Mas podes "digitalizar" a leitura de uma frequência de teste pelo teu gira-discos, inscreves-te no PFM e pedes-lhe que a analise.

Ricardo

Como é que digitalizo a leitura, e como faço esta última

António José da Silva escreveu:
Ele ainda está indeciso se passo o software a mais alguém porque diz que não tem tempo para dar a assistência que depois teria que dar. Mas não deixou a hipótese de lado.

Tu és um mitra , sempre na linha da frente...

...aperta com ele
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 14:02

Ulrich escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:

Acho que só o tal Paul R tem o software (penso que foi ele que o desenvolveu).
Mas podes "digitalizar" a leitura de uma frequência de teste pelo teu gira-discos, inscreves-te no PFM e pedes-lhe que a analise.

Ricardo

Como é que digitalizo a leitura, e como faço esta última

Para "digitalizar" um sinal analógico precisas de um conversor A/D e de um software tipo Audacity:

http://www.lojamusica.com/produto/behringer-uca-202/

Para "gerar" o sinal precisas de um disco de teste:

http://store.acousticsounds.com/browse_detail.cfm?Title_ID=35532

Mas estás realmente preparado para o resultado do teste? pirat

Boa sorte,
Ricardo
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 14:08

Mas também tem que ser dito o seguinte. Eles andam a testar e estão a fazer um trabalho quase único, todavia, não estão nem totalmente convencidos nem sabem se os testes representam algo e ainda estão a tentar interpretar da melhor forma os resultados. Para além disso, não sabem ao certo qual o paralelo entre as medições e a vida real por assim dizer.
Mas como sabemos, estas duvidas são em relação a muito do que se mede.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 14:30

Aqui a conclusão de um dos indivíduos que submeteu medições de 3 dos seus giras (um EMT (DD), um Telefunken (DD) e um Garrard 401 (idler))


All interesting stuff, but frankly, playing LPs on the three turntables, even percussive piano music doesn't bring up any audible wow on any of them, so my interest in this is more academic than practical.



Muito do que se mede, apesar de interessante sem duvida, (é quase um hobby dentro do hobby) não tem qualquer efeito prático por ser (pelo menos neste caso) inaudível.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 14:53

António José da Silva escreveu:
Mas também tem que ser dito o seguinte. Eles andam a testar e estão a fazer um trabalho quase único, todavia, não estão nem totalmente convencidos nem sabem se os testes representam algo e ainda estão a tentar interpretar da melhor forma os resultados. Para além disso, não sabem ao certo qual o paralelo entre as medições e a vida real por assim dizer.
Mas como sabemos, estas duvidas são em relação a muito do que se mede.

Não é verdade que existam dúvidas "em relação a muito do que se mede"...isso é uma ilusão em que vivem os audiófilos, mas não os engenheiros que concebem os equipamentos.

O que se passa é que eles ainda não conseguiram correlacionar estas medições com características específicas do som resultante da leitura, embora as mesmas tenham sido benéficas para quantificar as experiências feitas por alguns dos intervenientes com óleos de diferentes espessuras para aumentar o atrito.
As experiências têm também permitido identificar as vantagens e desvantagens de cada topologia (direct drive, idler wheel, belt drive, 1 motor, vários motores, etc.) e da forma como estão implementadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:09

António José da Silva escreveu:
Aqui a conclusão de um dos indivíduos que submeteu medições de 3 dos seus giras (um EMT (DD), um Telefunken (DD) e um Garrard 401 (idler))


All interesting stuff, but frankly, playing LPs on the three turntables, even percussive piano music doesn't bring up any audible wow on any of them, so my interest in this is more academic than practical.



Muito do que se mede, apesar de interessante sem duvida, (é quase um hobby dentro do hobby) não tem qualquer efeito prático por ser (pelo menos neste caso) inaudível.

O Serge é um mito no meio audiófilo britânico.
Compra os equipamentos sem os escutar, recorrendo exclusivamente às especificações, e escuta mp3 através de um Squeezebox Touch porque não consegue ouvir diferenças para o CD...os giras tem-nos por graça:

"If it were ever possible to engineer-out all of LP replay's flaws, the result would be very close to a CD. In other words, something essentially transparent to the original signal, and acting just as a carrier."

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:13

ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
Mas também tem que ser dito o seguinte. Eles andam a testar e estão a fazer um trabalho quase único, todavia, não estão nem totalmente convencidos nem sabem se os testes representam algo e ainda estão a tentar interpretar da melhor forma os resultados. Para além disso, não sabem ao certo qual o paralelo entre as medições e a vida real por assim dizer.
Mas como sabemos, estas duvidas são em relação a muito do que se mede.

Não é verdade que existam dúvidas "em relação a muito do que se mede"...isso é uma ilusão em que vivem os audiófilos, mas não os engenheiros que concebem os equipamentos.

O que se passa é que eles ainda não conseguiram correlacionar estas medições com características específicas do som resultante da leitura, embora as mesmas tenham sido benéficas para quantificar as experiências feitas por alguns dos intervenientes com óleos de diferentes espessuras para aumentar o atrito.
As experiências têm também permitido identificar as vantagens e desvantagens de cada topologia (direct drive, idler wheel, belt drive, 1 motor, vários motores, etc.) e da forma como estão implementadas.


Concordo.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:24

ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
Aqui a conclusão de um dos indivíduos que submeteu medições de 3 dos seus giras (um EMT (DD), um Telefunken (DD) e um Garrard 401 (idler))


All interesting stuff, but frankly, playing LPs on the three turntables, even percussive piano music doesn't bring up any audible wow on any of them, so my interest in this is more academic than practical.



Muito do que se mede, apesar de interessante sem duvida, (é quase um hobby dentro do hobby) não tem qualquer efeito prático por ser (pelo menos neste caso) inaudível.

O Serge é um mito no meio audiófilo britânico.
Compra os equipamentos sem os escutar, recorrendo exclusivamente às especificações, e escuta mp3 através de um Squeezebox Touch porque não consegue ouvir diferenças para o CD...os giras tem-nos por graça:

"If it were ever possible to engineer-out all of LP replay's flaws, the result would be very close to a CD. In other words, something essentially transparent to the original signal, and acting just as a carrier."

lol!



Os três júris acabaram de te deduzir pontos devido a esse golpe abaixo do cinto. Ainda me estou a contorcer com dores. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:30

ricardo onga-ku escreveu:

Para "digitalizar" um sinal analógico precisas de um conversor A/D e de um software tipo Audacity:

http://www.lojamusica.com/produto/behringer-uca-202/

Para "gerar" o sinal precisas de um disco de teste:

http://store.acousticsounds.com/browse_detail.cfm?Title_ID=35532
Boa sorte,
Ricardo

Thanks

mas ele já colocou o gráfico do sl 1200 , ou será que existem diferenças
entre os mesmos modelos?

essa é que é a minha grande dúvida ...

...dado que eles fazem as medições para verificarem mais valia das alterações.



ricardo onga-ku escreveu:

Mas estás realmente preparado para o resultado do teste? pirat


Bom ou mau eu prefiro a verdade ao "denial"...

uma das vantagens das medições é a aferição com parâmetros concretos,

o gosto já é outra coisa...



Última edição por Ulrich em Sex Jun 15 2012, 15:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:44

Ulrich escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:

Para "digitalizar" um sinal analógico precisas de um conversor A/D e de um software tipo Audacity:

http://www.lojamusica.com/produto/behringer-uca-202/

Para "gerar" o sinal precisas de um disco de teste:

http://store.acousticsounds.com/browse_detail.cfm?Title_ID=35532
Boa sorte,
Ricardo

Thanks

mas ele já colocou o gráfico do sl 1200 , ou será que existem diferênças
entre os mesmos modelos?

essa é que é a minha grande dúvida ...

...dado que eles fazem as medições para verificarem mais valia das alterações.

Se o teu gira-discos foi bem estimado e não rodou uma quantidade absurda de horas, e se o desempenho dos componentes electrónicos estiver próximo do especificado julgo que não devem existir diferenças de maior.
Mas convém não esquecer que, conforme eles demonstraram, o grau de viscosidade do lubrificante do veio tem um efeito significativo no desempenho e só por si pode significar alguma diferença.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:45

António José da Silva escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
António José da Silva escreveu:
Aqui a conclusão de um dos indivíduos que submeteu medições de 3 dos seus giras (um EMT (DD), um Telefunken (DD) e um Garrard 401 (idler))


All interesting stuff, but frankly, playing LPs on the three turntables, even percussive piano music doesn't bring up any audible wow on any of them, so my interest in this is more academic than practical.



Muito do que se mede, apesar de interessante sem duvida, (é quase um hobby dentro do hobby) não tem qualquer efeito prático por ser (pelo menos neste caso) inaudível.

O Serge é um mito no meio audiófilo britânico.
Compra os equipamentos sem os escutar, recorrendo exclusivamente às especificações, e escuta mp3 através de um Squeezebox Touch porque não consegue ouvir diferenças para o CD...os giras tem-nos por graça:

"If it were ever possible to engineer-out all of LP replay's flaws, the result would be very close to a CD. In other words, something essentially transparent to the original signal, and acting just as a carrier."

lol!



Os três júris acabaram de te deduzir pontos devido a esse golpe abaixo do cinto. Ainda me estou a contorcer com dores. lol!

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 15:52

Ulrich escreveu:


mas ele já colocou o gráfico do sl 1200 , ou será que existem diferênças



Entre modelos não sei, mas o mesmo 1200 em vários testes que o gajo tem feito na tentativa de conseguir uma rotação estável, aparece sempre aquela "patten" que se vê e que é sinal de cogging do motor. Basicamente, e por muito que no strob a rotação esteja estável, na realidade não parece ser o caso.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
stardrake
Membro AAP
avatar

Mensagens : 659
Data de inscrição : 29/01/2012
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 17:54

confesso que estou em estado comatoso,não por causa deste tópico,mas
devido a ter,neste momento, no meu sistema a tocar um GD que não é
DD,nem idler mas sim um ET

Estou a ouvir Niccoló Paganini- danza delle streghe através de
um Bergmann Magne:trata-se de um GD com tecnologia Airbearing(prato
suportado a ar) com braço tangencial a ar.
Neste caso seria certamente interessante obter os gráficos relativos à
estabilidade de rotação,dado que o prato gira ,sem atrito, sobre uma
almofada de ar.

Mário
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 18:03

stardrake escreveu:
confesso que estou em estado comatoso,não por causa deste tópico,mas
devido a ter,neste momento, no meu sistema a tocar um GD que não é
DD,nem idler mas sim um ET

Estou a ouvir Niccoló Paganini- danza delle streghe através de
um Bergmann Magne:trata-se de um GD com tecnologia Airbearing(prato
suportado a ar) com braço tangencial a ar.
Neste caso seria certamente interessante obter os gráficos relativos à
estabilidade de rotação,dado que o prato gira ,sem atrito, sobre uma
almofada de ar.

Mário


Há o sistema de air-bearing e por íman. A questão é saber se o atrito maior e mais malévolo se encontra na parte de baixo do veio onde normalmente só encosta num ponto ínfimo, ou nas paredes da chumaceira onde há bastante mais contacto.
Em minha opinião, o ponto de contacto que toca no espelho da chumaceira é o menos grave, mas posso estar enganado.
Há muitas soluções para essa problemática e vários caminhos a seguir. É mais um daqueles assuntos interessantes.

E que tal, estás a gostar do bicho?

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
stardrake
Membro AAP
avatar

Mensagens : 659
Data de inscrição : 29/01/2012
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 18:10



Há o sistema de air-bearing e por íman. A questão é saber se o atrito maior e mais malévolo de encontra na parte de baixo do veio onde normalmente só encosta num ponto ínfimo, ou nas paredes da chumaceira onde há bastante mais contacto.
Em minha opinião, o ponto de contacto que toca no espelho da chumaceira é o menos grave, mas posso estar enganado.
Há muitas soluções para essa problemática e vários caminhos a seguir. É mais um daqueles assuntos interessantes.

E que tal, estás a gostar do bicho?[/quote]

A primeira impressão é assim WOWWW.Postarei sitio próprio "a angustia da escolha" que passa a angustia dos €€ ou da
falta deles

Mário
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 18:13

stardrake escreveu:



a angustia da escolha" que passa a angustia dos €€ ou da
falta deles

Mário


Esse é sempre um grande problema, infelizmente.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 23:34

ricardo onga-ku escreveu:


Se o teu gira-discos foi bem estimado e não rodou uma quantidade absurda de horas, e se o desempenho dos componentes electrónicos estiver próximo do especificado julgo que não devem existir diferenças de maior.
Mas convém não esquecer que, conforme eles demonstraram, o grau de viscosidade do lubrificante do veio tem um efeito significativo no desempenho e só por si pode significar alguma diferença.

Estive a matar os neurónios , hoje um pouco, mas só cheguei à 6 página...

...é muito à frente .

Isto é daquelas coisas para ler, esquecer, voltar a pegar...

Mas essa dica do lub é bem pensada, não custa nada e vou começar por aí,
até porque noto uma quebra no torque, eu estou a dar-lhe muito uso


Em relação à opção maglev, eu penso que esse é o futuro...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sex Jun 15 2012, 23:43

Ulrich escreveu:


Estive a matar os neurónios , hoje um pouco, mas só cheguei à 6 página...

...é muito à frente .



Mas olha que fazes mal. Eu também não entendi muita coisa, mas se insistires vais lendo as conclusões e vai aprendendo bastante.

É aliás uma das razoes pelas quais estou a desenvolver mais o tópico do meu Rui Borges. É uma forma de todos juntos vermos e tentarmos aprender as razões e os porquês de certas coisas para se apreciar melhor as ideias por detrás de certos desenvolvimentos. Naquele tópico do fórum pfm, estão lá gajos com Mestrados em Física e outros que tais e mesmo que muito nos passe ao lado, há sempre alguma coisa que fica.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 00:00


Claro ,
foi precisamente isso que disse, eu gosto de avançar paulatinamente,
evoluindo consistentemente...

...tem de ser com calma, para entender de facto.

Tenho de encontrar o melhor Lub pró meu bolinhas DD
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 00:31

Ulrich escreveu:

Claro ,
foi precisamente isso que disse, eu gosto de avançar paulatinamente,
evoluindo consistentemente...

...tem de ser com calma, para entender de facto.

Tenho de encontrar o melhor Lub pró meu bolinhas DD


O ultimo comentário que consta daquele fórum é meu e a boa maneira tuga, logo a pedinchar. Meto o nariz em todo o lado. lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 00:35

Então e qual a relação entre os gráficos e os resultados sonoros ?
Conforme o hemisfério e a zona do globo os gráficos alteram-se ?
Mudando de disco mudam e muito os gráficos apresentados.
Quantos desses picos e flutuações apresentadas são artefatos de processamento de dados digital ?
Mas acima de tudo uma certa quantidade de "flutter" é uma parte normal de processos de gravação analógica, se é que não é a principal causa de tantas preferências analógicas ou será antes o ruído ?!

Entretido sêm dúvida este tópico, talvez tanto como verificar um estroboscópico ás escuras e verificar as variações de velocidade a olho nú !!!


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 00:41

Vodoo escreveu:
Então e qual a relação entre os gráficos e os resultados sonoros ?
Conforme o hemisfério e a zona do globo os gráficos alteram-se ?
Mudando de disco mudam e muito os gráficos apresentados.
Quantos desses picos e flutuações apresentadas são artefatos de processamento de dados digital ?
Mas acima de tudo uma certa quantidade de "flutter" é uma parte normal de processos de gravação analógica, se é que não é a principal causa de tantas preferências analógicas ou será antes o ruído ?!

Entretido sêm dúvida este tópico, talvez tanto como verificar um estroboscópico ás escuras e verificar as variações de velocidade a olho nú !!!




Tens que ler as muitas páginas para ver ao certo como as coisas são feitas. As mudanças de disco não alteram em nada as conclusões dos gráficos pelo menos no que esta em causa.
Mas quer aquilo seja muito ou pouco útil, e um bom exercício para pelo menos tentar compreender certos fenómenos e ver até que ponto e com a ajuda das medições, se podem chegar a conclusões que possam ajudar a melhorar a performance dos aparelhos.
Enfim, algo para quem entende ou para quem gosta.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 00:56

Até ai tudo certo, mas o que relaciona essa suposta perfomance dos aparelhos com os resultados sonoros se até o material do próprio prato em si têm carateristicas sónicas próprias.


Bêm ainda bêm que a squeezebox não sofre de atrito na reprodução !!!

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:08

Vodoo escreveu:
Até ai tudo certo, mas o que relaciona essa suposta perfomance dos aparelhos com os resultados sonoros se até o material do próprio prato em si têm carateristicas sónicas próprias.


Bêm ainda bêm que a squeezebox não sofre de atrito na reprodução !!!

lol!


Em primeira analise, não estão a procura de uma correlação entre os resultados obtidos e a performance sonora e subjetiva. O interesse primário é o de descobrir a estabilidade de rotação dos giras medidos. Algumas conclusões até são bem interessantes.
Claro que um EMT DD pode medir bem e a pessoa gostar muito mais da musicalidade de um velho Garrard 301 com o idler wheel já meio ovalizado.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:16

Um dos grandes problemas deste interessante tópico no fórum pfm é que só quem escreveu o software é que sabe o que la está e pode ser um software que pode levar a conclusões erradas. Enquanto esse mesmo software não for conhecido por mais entendidos na matéria, e uma questao de acreditar que o homem saiba exatamente o que esta a fazer apesar de lhe podermos dar o beneficio da duvida.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:18

Agora a sério António, por acaso gostaria de vêr o gráfico tambêm do Monaco Turntable, para alêm do Thorens que sujeriste.



Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:21

Vodoo escreveu:
Agora a sério António, por acaso gostaria de vêr o gráfico tambêm do Monaco Turntable, para alêm do Thorens que sujeriste.




Também eu, e gostava de o ouvir. Uma peça de aspeto divinal.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
PALUSE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1384
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 52
Localização : Vale da Amendoeira.

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:24



AJS, deixe-me fazer-lhe uma pergunta. Eu espero não ser indiscreto.

Qual é a sua fonte vinyl pré RB (Gira, braço,cabeça, RIAA) e a sua fonte digital?

Cumprimentos

Voltar ao Topo Ir em baixo
PALUSE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1384
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 52
Localização : Vale da Amendoeira.

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:26

Vodoo escreveu:
Agora a sério António, por acaso gostaria de vêr o gráfico tambêm do Monaco Turntable, para alêm do Thorens que sujeriste.




Epá, isso tem aspecto de direct drive, ou não?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:26

De aspeto dívinal não sei se será o caso, tenho é curiosidade de saber se o sistema do controlo de velocidade é mesmo eficiente ou não.


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:28

PALUSE escreveu:


AJS, deixe-me fazer-lhe uma pergunta. Eu espero não ser indiscreto.

Qual é a sua fonte vinyl pré RB (Gira, braço,cabeça, RIAA) e a sua fonte digital?

Cumprimentos



Já foram vários pratos mas o atual é um Micro Seiki DD com o braço Sony PUA 1600S (duplo pivô que vai ficar no RB), a célula é uma Yamamoto YC-O2 o pré é o Brutus feito pelo Joaquim Pinto. Fonte digital só "on the go".

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:28

Vodoo escreveu:
De aspeto dívinal não sei se será o caso, tenho é curiosidade de saber se o sistema do controlo de velocidade é mesmo eficiente ou não.




Penso que é o mínimo dos mínimos que se pode esperar de um produto que é vendido ao preço que é, pelo menos quero acreditar que sim.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:29

PALUSE escreveu:
Vodoo escreveu:
Agora a sério António, por acaso gostaria de vêr o gráfico tambêm do Monaco Turntable, para alêm do Thorens que sujeriste.




Epá, isso tem aspecto de direct drive, ou não?


DSP Processador de Sinal / Tecnologia Active Feedback Loop
O controlador de velocidade possuí um CPU que utiliza um DSP - Digital Signal Processor que mantém a velocidade e a controla 1000 vezes a cada volta, e assim, assegura uma precisão de frequências livre de distorção na reprodução que simplesmente não é possível nos sistemas convencionais. Um teste altamente preciso demonstrou que a percentagem de erro é extremamente baixa, de 0.002%! A precisão de velocidade é igual à precisão da frequência, o que significa que virtualmente não existe distorção na reprodução.


Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:37

Muitas imagens belas do animal, e uma reportagem.

http://www.positive-feedback.com/Issue25/monaco.htm

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
PALUSE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1384
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 52
Localização : Vale da Amendoeira.

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:49


Pois, tem que ser direct drive, senão a elasticidade da correia lixava a fineza do controle electrónico.
Sabe-se o valor do ruído do "bicho"?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:50

António José da Silva escreveu:
Muitas imagens belas do animal, e uma reportagem.

http://www.positive-feedback.com/Issue25/monaco.htm



Dynavector XV-1...excalibur....

será que existe mesmo
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 01:53

Ulrich escreveu:
António José da Silva escreveu:
Muitas imagens belas do animal, e uma reportagem.

http://www.positive-feedback.com/Issue25/monaco.htm



Dynavector XV-1...excalibur....

será que existe mesmo



Para os afortunados $$$$$$$ existe tudo.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
PALUSE
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1384
Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 52
Localização : Vale da Amendoeira.

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 02:01

António José da Silva escreveu:
PALUSE escreveu:


AJS, deixe-me fazer-lhe uma pergunta. Eu espero não ser indiscreto.

Qual é a sua fonte vinyl pré RB (Gira, braço,cabeça, RIAA) e a sua fonte digital?

Cumprimentos



Já foram vários pratos mas o atual é um Micro Seiki DD com o braço Sony PUA 1600S (duplo pivô que vai ficar no RB), a célula é uma Yamamoto YC-O2 o pré é o Brutus feito pelo Joaquim Pinto. Fonte digital só "on the go".



As cabeças da Yamamoto, não eram utilizadas pela MOFI? Com caixa em fibra de carbono e claro com a marca MOFI?

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 02:15

PALUSE escreveu:


As cabeças da Yamamoto, não eram utilizadas pela MOFI? Com caixa em fibra de carbono e claro com a marca MOFI?



Sinceramente, não sei. Se tiveres alguma informação nesse sentido, serei todo ouvidos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vodoo
Membro AAP


Mensagens : 7002
Data de inscrição : 05/07/2010
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 02:17

Mas depois do UNO e antes de umas colunas decentes, o António ainda irá equipar o PUA com algo mais deste género:





Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 03:17

Depois de acabar de ler todos os mais de 60 paginas do tópico e de ter ficado a conhecer coisas que desconhecia, seria bastante interessante que mais malta pudesse ler e comentar sobre o tópico.
Claro que vou continuar a acompanhar de perto e com interesse os próximos desenvolvimentos e tenho alguma fézada que façam mais medições a giras nossos conhecidos.
A ver vamos até onde pode chegar aquele tópico e a que conclusões se pode chegar.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 11:42

António José da Silva escreveu:

O ultimo comentário que consta daquele fórum é meu e a boa maneira tuga, logo a pedinchar. Meto o nariz em todo o lado. lol!

Aperta com eles AJS ,

é assim mesmo
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64327
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Analise à velocidade dos giras   Sab Jun 16 2012, 13:25

Ulrich escreveu:
António José da Silva escreveu:

O ultimo comentário que consta daquele fórum é meu e a boa maneira tuga, logo a pedinchar. Meto o nariz em todo o lado. lol!

Aperta com eles AJS ,

é assim mesmo


Para o bem ou para o mal, gostaria de saber como é que um td124 se bate.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Analise à velocidade dos giras
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Andamento, a velocidade da música
» Dúvida sobre velocidade da mão direita
» Software Reduz Velocidade das Musicas (mp3 e wav) e Altera o Tom...
» Ligar dois giras a um pré
» Para estudar linhas velozes

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: