Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ

Ir em baixo 
AutorMensagem
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 21:31

Caros amigos da Luta,
venho falar daquela que é para mim a melhor editora de vinil actual de Jazz a americana "Music Matters".

Antes disso quero referir que já há muitos anos que compro discos audiófilos da Analogue Productions, Classic records, Mobile Fidelity, e afins...

Sempre gostei destas editoras que para mim eram as melhores.

A Mobile Fidelity foi há falência, mas reabriu de novo há uns anos atrás e embora continue a fazer belos discos hoje em dia, a qualidade já não tem exactamente a elevada excelência que tinha antes, apesar de ainda ser realmente muito boa e uma editora sempre a comprar desde que se goste dos discos.

A Classic Records nos últimos anos deixou muito a desejar no que diz respeito ao controle de qualidade das prensagens, embora o grande Bernie Grundman mexesse nas master tapes analógicas em práticamente todas as edições e fizesse belos trabalhos de remastering analógica nas suas valvulas transparentes, mas na prática a prensagem dos discos começou a falhar muito no controle de qualidade e os discos vinham muitas vezes com defeitos de prensagem, apesar de serem feitos na fábrica americana RTI, tanto é que a Classic Records acabou por falir e foi comprada recentemente pelo Chad Kassem mas a Classic Records acabou para sempre enquanto o Chad Kassem for o dono e tiver também a Analogue Productions.

O Chad Kassem para quem não sabe tem neste momento um império completo, esse homem é esperto e tem mesmo olho para o negócio,
e temos de lhe dar valor por isso, pois começou por apenas vender discos através da sua empresa distribuidora Acoustic Sounds,
a quem eu comecei a comprar discos audiófilos há mais de 20 anos atrás quando ele próprio me respondia aos faxes, sim porque nessa altura as encomendas eram por fax, depois ele foi crescendo nas vendas e rápidamente criou um dos maiores e melhores catálogos de discos audiófilos a quem cada vez mais pessoas compravam os discos, fosse qual fosse a editora ele vendia.

Depois disso ele criou a editora audiófila Analogue Productions que fez muitos discos fabulosos os primeiros remasterizados pelo grande Doug Sax, que belos discos...a analogue productions continuou a fazer discos bons remasterizados na Acoustech por nomes como Steve Hofman, Kevin Gray, Stan Riker e prensados também na RTI, mas o Chad sempre garantiu que o controle de qualidade da RTI era bom para os seus discos, ao contrário da Classic Records que a partir de certa altura deixou de garantir isso...

A analogue productions continua ainda a fazer discos muito bons agora remasterizados alguns no estúdio do bernie grundman mas a maioria pelo George Marino na Sterling Sound.

A analogue prodictions fez reedições audiófilas de Jazz da Prestige/Riverside, depois da Blue Note, depois da Impulse e agora está a começar uma da VERVE.

Recentemente o Chad Kassem criou a fábrica para fazer os seus próprios discos e assim deixar de precisar da RTI para esse efeito, a fábrica chama-se "Quality Record Pressings" ao que parece faz belas prensagens e também faz discos para outras editoras tais como os dois titulos que a Reference Recordings lançou na sua volta também ao vinil, também faz alguns discos da Sony Legacy, etc...

Portanto o Chad Kassem neste momento tem o circuito completo, a fábrica, a editora e a distribuição, este homem está rico mas agora vai enriquecer muito mais...

De qualquer forma a qualidade actual das edições da Analogue Productions deve ser vista caso a caso e edição a edição, pois não sei se o George Marino fará sempre um bom trabalho tal como o Steve Hofman também não o fez sempre em todos os seus trabalhos com a Analogue Productions, a questão é que o Chad tem muito com que se preocupar e já não anda em cima do trabalho das remisturas como antes o fazia...

Finalmente a Music Matters que está a reeditar clássicos de Jazz da Blue Note desde 2007 e ainda lhe falta mais alguns até acabar a série, em termos de pura qualidade de som é fabulosa, ligeiramente melhor que as reedições da Blue Note da Analogue Productions, embora as da Analogue Productions também sejam muito boas, mas nas capas então a diferença é brutal, as capas da analogue productions são muito fraquinhas comparadas com as da Music Matters que são brutais!!!!

Estes discos perfeitos da Music Matters são com capas gatefold pois são edições a 45rpm ou seja são precisos dois para fazer o LP original, e aproveitaram o interior da capa gatefold que o original não tinha para colocarem fotografias originais a preto e branco das sessões da própria gravação da Blue Note. As capas são de cartão grosso e laminadas há moda antiga. Os discos são feitos na RTI mas com elevados padrões de controlo de qualidade.

O vinil é claro que tem 180 gramas, mas até o tipo de tinta utilizado nas capas é especial.

Ron Rambach é um grande colecionador de vinil e o dono da Music Matters, e com o seu amigo Joe Harley garantem a excelente qualidade de cada titulo que é reeditado, os primeiros titulos foram remasterizados por Steve Hoffman e Kevin Gray mas sempre supervisionados de perto pelo Rambach e Harley não fosse o Hoffman fazer asneira...

Rambach e Harley gostam de música em primeiro lugar e são colecionadores e conhecedores.

A Blue Note não foi apenas uma qualquer editora de jazz, Alfred Lion fez as suas primeiras faixas em 1939 com alguns 78rpm de Meade Lux Lewis e Albert Ammons, que foram os primeiros lançamentos do selo azul, que passou a ser sinônimo de alguns dos discos de jazz da mais alta qualidade e mais inovadores do século 20. O rótulo realmente cresceu nos anos do pós-guerra, em primeiro lugar, abraçando bebop e os novos discos long-play, em seguida foi a busca continua de novos talentos. Lion gravou muitos músicos importantes que mais tarde se tornaram lendas quando foram chegando os anos 50 e 60.

Alfred Lion deu voz a muitos inovadores, músicos de jazz, muitas vezes jovens, interpretações ousadas e performances extraordinárias que fizeram clássicos instantâneos. Pura e simplesmente ele gravou os melhores artistas que conseguiu encontrar e deu-lhes a liberdade de fazer as suas próprias músicas. No processo, ele construiu o que é sem dúvida o mais importante e valioso catálogo de gravações em jazz.

Com relançamentos que vêm frequentemente com qualidade de som comprometida, especialmente em CD muitas vezes com uma mescla de compressão e alterações que não faz nada para embelezar a música.

A Music Matters escolheu discos fabulosos para reeditar não necessáriamente os mais conhecidos tais como o fabuloso disco do Gil Melle que de outro modo não veria de novo a luz do dia.

Normalmente as editoras escolhem outra abordagem para reedição que é uma triste realidade econômica da indústria fonográfica. Títulos populares e simplesmente vender mais cópias. O catálogo da Blue Note não foi poupado desta estratégia míope, o que é lamentável, porque muitos dos títulos menos conhecidos são tão musicalmente satisfatórios ou mais como os grandes êxitos cujas reedições são mais que muitas. Este pecado de omissão era algo que Rambach e Harley foram determinados a evitar. Eles não se quiseram focar nos cavalos de guerra do catálogo, as fitas são um tesouro de grande material, e um dos objetivos desde o início foi trazer para fora grandes títulos que foram sub-ouvidos pelo público.

Para obter a melhor qualidade de som possível para o projeto, Rambach e Harley tiveram acesso às fitas master originais analógicas gravadas por Rudy Van Gelder, em Hackensack, NJ U.S.A.

As fitas são arquivadas pela dona actual da Blue Note a EMI, e obter as masters implicou a execução de uma quantidade de termos e condições. Apesar dos obstáculos, as fitas originais foram uma exigência absoluta para o projeto. Cópias digitais, ou mesmo fitas de segunda geração, iriam introduzir compromissos sonoros que simplesmente não eram compatíveis com os objetivos da série. Usando as fitas master analógicas originais seria garantir que a nova prensagem seria o mais perto possível que poderiamos estar das sessões originais. Nada menos do que as fitas originais e teria feito o projeto inútil.

Claro que, obter essas fitas não é tão simples como o empréstimo de um livro da biblioteca. Harley e Rambach começaram por escrever cartas à EMI, com pouco sucesso. Até que foram ter com um amigo, o Michael Cuscuna (Mosaic Records), que, além de ter uma longa história com o rótulo e conexões sólidas à EMI, é também quem toma conta das belas fotos a preto e branco das sessões de gravação da Blue Note do grande Francis Wolff. Com a intervenção de Cuscuna e o seu apoio conhecedor, e depois de darem garantias de que este seria um projeto de nicho de baixo volume de prensagens (apenas um máximo de 3000 de cada título), a EMI deu finalmente a luz verde, e em 2007 a série de Blue Notes reeditada pela Music Matters estava a andar...

As fitas Blue Note são únicas, insubstituíveis documentos de um ponto alto na música americana, e, portanto, exigem cuidados especiais. a EMI tem muito cuidado em preservar esse material em arquivos especializados. Claro, cada vez que uma fita é tocada ou mesmo tratada, há um risco de dano. A Music Matters tinha que garantir uma apólice de seguro de um milhão de dólares para cada fita antes da EMI as libertar.

Com fitas magnéticas de 50 anos de idade, as fitas correm o risco de degradação que vem com o tempo de uso. A condição das fitas foi uma preocupação desde o início. As fitas Scotch (sim, essa é a marca) estavam em condição surpreendentemente boas e provaram ser fáceis de trabalhar. A qualidade do som quase intacto e com anomalias notavelmente poucas. Alguns títulos (muito poucos) sofriam de qualidade de som não tão bom, e esses não foram incluídos nesta coleção.

Desde o início que Rambach e Harley acreditam que apenas uma cópia verdadeira analógica original das fitas da Blue Note renderia a qualidade do som que eles queriam, então decidiram lançar a série apenas em vinil. Eles decidiram também fazer cada título em dois LPs em 45rpm de 180 gramas em vez de um LP de 33rpm, porque a maior velocidade de rotação 45rpm reduz o impacto da distorção, bem como a perda de altas freqüências com os movimentos da agulha para o centro do álbum. Custa mais, é claro, como tudo, tem de ser em 2 LP's para incluir todas as músicas, mas eles estão convencidos de que o esforço paga dividendos sonoros. Francamente, é difícil argumentar o contrário com os resultados.

É por estes motivos que muitas das edições audiófilas hoje em dia são feitas a 45rpm.

A masterização ficou a cargo de Kevin Gray, proprietário da Áudio Cohearent. Com quase 40 anos no ramo de gravação com projectos de alta qualidade. O estúdio Cohearent tem uma variedade de componentes de alta qualidade do vintage para facilitar a transferência de música a partir de fita, incluindo um Studer reel-to-reel deck modificado, classe A em amplificação, e um vintage Neumann para o corte, todo o equipamento com a capacidade de fazer trabalhos de primeira linha.

Apesar de décadas de experiência com este tipo de material, Gray ainda ficou um pouco deslumbrado pelo processo. Pois é uma janela para a história incrível, ver as caixas com as notas de Rudy Van Gelder à mão e de Alfred Lion, em alguns casos as notas, muitas vezes de Lion para Van Gelder, com instruções de produção, ajudou a orientar o processo de remasterização também.

Claro, remasterização é apenas um passo numa série de links de produção.

A Music Matters virou-se para as instalações da RTI e certificou-se que a RTI abraçava também as metas deste projeto para atender todas as expectativas de alta qualidade. O sucesso é fácil de verificar. Esta é uma das melhores edições de vinil que jamais vai poder ouvir.

Para capturar todos os elementos de design das capas originais, a Music Matters virou-se para Jack Sloughton, cuja empresa tem vindo a fazer reproduções exactas através da sua meticulosa combinação de cores, bem como o retocar. Todas as capas são impressas em cartão grosso peso-pesado, acid-free para garantir a longevidade e laminados há moda antiga.

As lindas fotos de alta definição no interior de Wolff a preto e branco fornecem uma janela adicional para as sessões de gravação.

Estas reedições de música são um produto premium, a experiência de manuseamento e de audição é realmente especial.

Estes álbuns têm a marca "som Blue Note", que é um produto do espaço em que foram gravados. Van Gelder, literalmente, começou a gravar músicos de jazz na casa dos seus pais no início dos anos 1950, incluindo gigantes como o pianista Thelonious Monk e Miles Davis.

Van Gelder fez um grande esforço para se certificar de que cada musico era audível nas suas gravações, mesmo quando isso criou alguns efeitos colaterais. Mesmo no início de 1958, quando ele abriu um estúdio real, continuou a empregar uma configuração de gravação bastante simples. Durante a maior parte da década de 1960 todas as sessões foram gravadas ao vivo com duas pistas, e não houve overdubbing. O som tem algumas qualidades notáveis. Som rico e cheio de nuances subtis de tons. A percussão é muitas vezes clara o suficiente para dizer se o baterista estava a bater na borda do prato ou no centro. Fazer essas gravações tem algumas limitações? Esse é um ponto discutível, mas estas gravações capturaram um monte de detalhes que os engenheiros de hoje em dia não capturam.

Apenas poucas gravações desta série da Blue Note da Music Matters são MONOS, na verdade a maior parte são STEREO pois os originais eram Stereo, muitos deles pensava-se que eram MONOS até a Music Matters ver as anotações das caixas dessas gravações e trabalhar nelas.

Estes discos custam 50 Dólares nos States, são portanto dos discos mais caros que se fazem hoje em dia, cá na Europa dificilmente conseguimos comprá-los por menos de 70 euros, mas valem bem a pena.

A Music Matters faz 1500 exemplares numerados numa primeira fase de cada titulo e depois uma nova prensagem de mais 1500 sem serem numerados se a procura assim o justificar e depois acabou-se.

Serão feitos apenas os titulos que estão no site da Music Matters e que podem visitar e até assinar o resto dos poucos titulos que ainda faltam sair e assim podem obter sempre um exemplar númerado com um número baixo e sempre o mesmo até ao final.

Eu tenho duas assinaturas (sim duas) desde o inicio e ficam-me a cerca de 50 euros cada titulo com portes e alfândega incluidos.

Portanto assinar directamente é vantajoso, eles só cobram o visa quando enviam (2 titulos por mês),
e a pessoa que trata das assinaturas (Lori) é muito prestável e até aguenta os discos lá se por acaso não tiverem plafond no visa num determinado mês, se quiserem podem desistir da assinatura em qualquer momento.

O site deles é :

http://www.musicmattersjazz.com/


Desculpem mas isto sim é paixão,
como se pode ver pelo testamento que escrevi Razz

Abraços amigos da Luta,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15265
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 21:46

Mas que belo testamento !!
Muito obrigado pela partilha JPereira !
Abraço

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 22:08

Milton escreveu:
Mas que belo testamento !!
Muito obrigado pela partilha JPereira !
Abraço

Como é que adivinhou que sou Jorge Peres Ferreira ? heheheehe Smile

Já agora outra editora a investigar é a ORG (Original Recording Group).

Que está a reeditar neste momento alguns titulos de Clássica da LONDON Blue Back (as edições equivalentes americanas das gravações fabulosas da DECCA SXL Inglesa) também em duplos a 45rpm.

A ORG também reeditou mais alguns titulos de Jazz a 45rpm além da Diana Krall, tais como alguns IMPULSE e VERVE's.

Todos os titulos são remisturados supostamente a partir das master tapes originais analógicas no estúdio do Bernie Grundman, mas antes eram feitos na Europa na fábrica alemã em Pallas mas agora são feitos nos states na RTI mas não sei se a RTI está tão empenhada na qualidade das prensagens como se empenha com a Music Matters.

As capas da ORG também são boas e estas edições são limitadas a 2500 exemplares numerados, com capas gatefold também laminadas.

Apenas acho que muitos dos titulos não são muito boa escolha e tenho dúvidas na qualidade dessas prensagens da ORG na RTI, apesar das da Music Matters serem feitas no mesmo sitio não sei se o controle de qualidade será tão rigido ou não...

Estas edições da ORG a 45rpm são as mais caras de todas as que são feitas actualmente pois custam 55 dólares e algumas da VERVE ainda são mais caras custam 60 dólares (acho um exagero principalmente para os titulos que são).

Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15265
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 22:12


Isto a seguir ao jantar tambem fica a carburar mal....
BTW, eu também sou Jorge...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15265
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 56
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 22:17

E é curioso que ainda antes d'ontem eu tinha colocado aqui um link referente á RTI
http://www.audioanalogicodeportugal.net/t1851-rti-record-plant...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 22:22

Milton escreveu:
E é curioso que ainda antes d'ontem eu tinha colocado aqui um link referente á RTI
http://www.audioanalogicodeportugal.net/t1851-rti-record-plant...

Sim eu vi, acerca da RTI e do Steve Hoffman Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 23:18

Primeiro que tudo, obrigado pelo extensivo e esclarecedor texto. Vou reler novamente com certeza. As edições a 45 de qualidade são sem duvida um mimo auditivo e a demonstração daquilo que o analógico é capaz e que poderá ser ainda melhorado com a máquina de corte que está a ser desenvolvida por um amigo alemão.
Quem já ouviu a qualidade das edições da Analogue Productions como é o caso do famoso Hope, sabe o que significa um vinil de qualidade. Nem sempre é garante de qualidade superior, mas na maioria das vezes é fabuloso. Claro que o preço a pagar...doí.

Felizmente há discos de qualidade parecida e ás vezes superior a preços moderados.

Mas ainda bem que moras em Palmela pois isto é assunto para uma almoço (muito) prolongado e também convêm que saibas que tenho muita cassete virgensinha de Metal e Chrom para gravar.

Apesar de já começar a ser um hábito, obrigado pelo magnifico texto partilhado. O AAP e os seus users só têm a ganhar.

Deu-me vontade de ouvir o Hope que já roda....

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 23:34

António José da Silva escreveu:
Primeiro que tudo, obrigado pelo extensivo e esclarecedor texto. Vou reler novamente com certeza. As edições a 45 de qualidade são sem duvida um mimo auditivo e a demonstração daquilo que o analógico é capaz e que poderá ser ainda melhorado com a máquina de corte que está a ser desenvolvida por um amigo alemão.
Quem já ouviu a qualidade das edições da Analogue Productions como é o caso do famoso Hope, sabe o que significa um vinil de qualidade. Nem sempre é garante de qualidade superior, mas na maioria das vezes é fabuloso. Claro que o preço a pagar...doí.

Felizmente há discos de qualidade parecida e ás vezes superior a preços moderados.

Mas ainda bem que moras em Palmela pois isto é assunto para uma almoço (muito) prolongado e também convêm que saibas que tenho muita cassete virgensinha de Metal e Chrom para gravar.

Apesar de já começar a ser um hábito, obrigado pelo magnifico texto partilhado. O AAP e os seus users só têm a ganhar.

Deu-me vontade de ouvir o Hope que já roda....

Esse do Masekela que é um clássico e tens toda a razão é um dos melhores que a Analogue Productions já fez, e já fez muitos muito bons.

Tais como o Meeting By the River do Ry Cooder com os Indianos, as caixas das gravações do Miles com o Coltrane para a Prestige e a dos Creedence, Benny Carter Jazz Giant, Art Pepper Meets the Rhythm Section, Chet Baker "Chet", Bill Evans Waltz for Debbie, os do Elvis, os do Nat King Cole, Miles Davis Someday my prince will come (fabuloso), os mais recentes do Cat Stevens e o Folk Singer do Mudy Waters, o do oscar peterson We get requests, todos muito bons.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 23:36

Vou ter que te levar alguns que te vão trocar os olhos. Não esperes pela demora.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 23:55

António José da Silva escreveu:
Vou ter que te levar alguns que te vão trocar os olhos. Não esperes pela demora.

Não me piques... heheheehehehe Very Happy

Qualquer dia tenho de fazer mais um testamento sobre as caixas de Jazz da Mosaic Records e as da Classic Records 45rpm Clarity vinyl...não me piques...

Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Nov 10 2011, 23:59

Jorge Ferreira escreveu:


Qualquer dia tenho de fazer mais um testamento sobre as caixas de Jazz da Mosaic Records e as da Classic Records 45rpm Clarity vinyl...não me piques...

Smile

Podes começar a preparar o texto.

Assim que poderes, empresto-te o Sony Clark Memorial Quartet para veres o que uma edição "normal" mas do melhor que há é capaz. De cair para o lado....

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:01

António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:


Qualquer dia tenho de fazer mais um testamento sobre as caixas de Jazz da Mosaic Records e as da Classic Records 45rpm Clarity vinyl...não me piques...

Smile

Podes começar a preparar o texto.

Assim que poderes, empresto-te o Sony Clark Memorial Quartet para veres o que uma edição "normal" mas do melhor que há é capaz. De cair para o lado....

Agradeço a intenção do impréstimo mas olha que para mim os discos de vinil são como as mulheres e os carros, não se emprestam!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:04

Jorge Ferreira escreveu:
António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:


Qualquer dia tenho de fazer mais um testamento sobre as caixas de Jazz da Mosaic Records e as da Classic Records 45rpm Clarity vinyl...não me piques...

Smile

Podes começar a preparar o texto.

Assim que poderes, empresto-te o Sony Clark Memorial Quartet para veres o que uma edição "normal" mas do melhor que há é capaz. De cair para o lado....

Agradeço a intenção do impréstimo mas olha que para mim os discos de vinil são como as mulheres e os carros, não se emprestam!

Isso depois falamos....

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:24

Temos de fazer uma tertúlia (não audiófila mas sim dos amantes da musica e do vinil),
e nessa altura eu levo alguns discos da Music Matters para a malta ouvir, ver e sentir.

E depois logo me dizem se vale a pena ou não...

Era giro a malta fazer umas tertúlias para dar a conhecer (ouvindo) últimas edições para assim vermos se realmente valem a pena ou não, não era ? em vez de ficarmos pelos simples testamentos que por mais que eu tente jamais conseguem transmitir a realidade.

Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:26

Jorge Ferreira escreveu:
Temos de fazer uma tertúlia (não audiófila mas sim dos amantes da musica e do vinil),
e nessa altura eu levo alguns discos da Music Matters para a malta ouvir, ver e sentir.

E depois logo me dizem se vale a pena ou não...

Era giro a malta fazer umas tertúlias para dar a conhecer (ouvindo) últimas edições para assim vermos se realmente valem a pena ou não, não era ? em vez de ficarmos pelos simples testamentos que por mais que eu tente jamais conseguem transmitir a realidade.

Abraços,
Jorge Ferreira

Uma excelente ideia. Só carece de um local indicado para tal.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:34

Para quem quiser espreitar as edições da Music Matters, fica o link.

http://store.acousticsounds.com/l/2344/Music_Matters_Blue_Note

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Nov 11 2011, 00:35

António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
Temos de fazer uma tertúlia (não audiófila mas sim dos amantes da musica e do vinil),
e nessa altura eu levo alguns discos da Music Matters para a malta ouvir, ver e sentir.

E depois logo me dizem se vale a pena ou não...

Era giro a malta fazer umas tertúlias para dar a conhecer (ouvindo) últimas edições para assim vermos se realmente valem a pena ou não, não era ? em vez de ficarmos pelos simples testamentos que por mais que eu tente jamais conseguem transmitir a realidade.

Abraços,
Jorge Ferreira

Uma excelente ideia. Só carece de um local indicado para tal.

Pois, isso sim é um problema...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sab Nov 12 2011, 19:17

Aqui vão umas fotos de um dos meus preferidos.

Reparem no laminado e perfeição da capa



A contra capa



A numeração dos primeiros 1500 é que podia ser um bocadinho melhor do que um autocolante, é o único reparo que tenho a fazer,
podia ser gravado na capa a dourado tipo Mobile Fidelity



Como são a 45rpm são duplos e a capa em gatefold,
vejamos então as fotos da sessão da gravação da Blue Note dentro da capa Razz Razz Razz







Abraços,
Jorge
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sab Nov 12 2011, 19:25

Lindíssimo e logo o Hank Mobley....

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Seg Nov 14 2011, 13:54

Ainda para falar um pouco mais acerca da Music Matters,
os dois grandes patrões desse projecto de reedição dos Blue Notes são o Ron Rambach que é o dono da Music Matters própriamente dita, ele é o maior colecionador de LP's de Jazz dos estados unidos com mais de 300.000, um verdadeiro amante de música e audiófilo.

O outro grande sócio para este projecto de reedição dos Blue Notes é Joe Harley que é há muitos anos Vice Presidente da conhecida companhia de cabos audiófilos Audioquest.

há cerca de 20 anos que Joe Harley tem produzido discos para várias etiquetas nomeadamente AudioQuest Music, Telarc, Enja, ECM e GrooveNote.

Harley também trabalhou como director criativo para o programa da JVC XRCD, Joe Harley é também um amante dos antigos Blue Notes.

Joe Harley fundou a Audioquest Music nos anos oitenta e que fez LP's com um som fabuloso!!! principalmente o meu favorito de todos que é o Keep On Movin’ do Mighty Sam McClain que é incrível tanto sonora como musicalmente.



É dos meus discos favoritos de Blues que felizmente comprei na altura,
pois hoje em dia é muito difícil de encontrar mesmo no Ebay.

A Audioquest Music infelizmente deixou de fazer discos de vinil e mudou de nome para Sledgehammer Blues e depois foi comprada pela Valley Entertainment que agora disponibiliza os discos apenas em formato digital.

Os discos de vinyl da Audioquest eram 100% analógicos, usavam electrónica modificada à base de valvulas, nada de compressão, nada de redução de ruído (dolbys), nada de equalização ou qualquer tipo de limitadores de som, ou seja os discos da Audioquest tinham uma dinâmica e transparência incrível, eles próprios avisavam nas capas para se ter cuidado com o volume de som pois a dinâmica era tão grande que podia danificar o equipamento se aumentassemos demais o volume.

Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Seg Nov 14 2011, 14:01

Jorge Ferreira escreveu:
Ainda para falar um pouco mais acerca da Music Matters,
os dois grandes patrões desse projecto de reedição dos Blue Notes são o Ron Rambach que é o dono da Music Matters própriamente dita, ele é o maior colecionador de LP's de Jazz dos estados unidos com mais de 300.000, um verdadeiro amante de música e audiófilo.

O outro grande sócio para este projecto de reedição dos Blue Notes é Joe Harley que é há muitos anos Vice Presidente da conhecida companhia de cabos audiófilos Audioquest.

há cerca de 20 anos que Joe Harley tem produzido discos para várias etiquetas nomeadamente AudioQuest Music, Telarc, Enja, ECM e GrooveNote.

Harley também trabalhou como director criativo para o programa da JVC XRCD, Joe Harley é também um amante dos antigos Blue Notes.

Joe Harley fundou a Audioquest Music nos anos oitenta e que fez LP's com um som fabuloso!!! principalmente o meu favorito de todos que é o Keep On Movin’ do Mighty Sam McClain que é incrível tanto sonora como musicalmente.



É dos meus discos favoritos de Blues que felizmente comprei na altura,
pois hoje em dia é muito difícil de encontrar mesmo no Ebay.

A Audioquest Music infelizmente deixou de fazer discos de vinil e mudou de nome para Sledgehammer Blues e depois foi comprada pela Valley Entertainment que agora disponibiliza os discos apenas em formato digital.

Os discos de vinyl da Audioquest eram 100% analógicos, usavam electrónica modificada à base de valvulas, nada de compressão, nada de redução de ruído (dolbys), nada de equalização ou qualquer tipo de limitadores de som, ou seja os discos da Audioquest tinham uma dinâmica e transparência incrível, eles próprios avisavam nas capas para se ter cuidado com o volume de som pois a dinâmica era tão grande que podia danificar o equipamento se aumentassemos demais o volume.

Abraços,
Jorge Ferreira


A pergunta é, porque não é tudo feito assim com qualidade e sem tentarem alterar o que é por si só já bom de natureza. O que irá acontecer à musica quando os últimos "guardiões" do bom som desaparecerem?
Resta-me a felicidade de haver milhões de coisas bem gravadas que ainda posso adquirir.

Andei à procura desses senhor do Blues, mas não encontrei nada.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Seg Nov 14 2011, 18:26

António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
Ainda para falar um pouco mais acerca da Music Matters,
os dois grandes patrões desse projecto de reedição dos Blue Notes são o Ron Rambach que é o dono da Music Matters própriamente dita, ele é o maior colecionador de LP's de Jazz dos estados unidos com mais de 300.000, um verdadeiro amante de música e audiófilo.

O outro grande sócio para este projecto de reedição dos Blue Notes é Joe Harley que é há muitos anos Vice Presidente da conhecida companhia de cabos audiófilos Audioquest.

há cerca de 20 anos que Joe Harley tem produzido discos para várias etiquetas nomeadamente AudioQuest Music, Telarc, Enja, ECM e GrooveNote.

Harley também trabalhou como director criativo para o programa da JVC XRCD, Joe Harley é também um amante dos antigos Blue Notes.

Joe Harley fundou a Audioquest Music nos anos oitenta e que fez LP's com um som fabuloso!!! principalmente o meu favorito de todos que é o Keep On Movin’ do Mighty Sam McClain que é incrível tanto sonora como musicalmente.



É dos meus discos favoritos de Blues que felizmente comprei na altura,
pois hoje em dia é muito difícil de encontrar mesmo no Ebay.

A Audioquest Music infelizmente deixou de fazer discos de vinil e mudou de nome para Sledgehammer Blues e depois foi comprada pela Valley Entertainment que agora disponibiliza os discos apenas em formato digital.

Os discos de vinyl da Audioquest eram 100% analógicos, usavam electrónica modificada à base de valvulas, nada de compressão, nada de redução de ruído (dolbys), nada de equalização ou qualquer tipo de limitadores de som, ou seja os discos da Audioquest tinham uma dinâmica e transparência incrível, eles próprios avisavam nas capas para se ter cuidado com o volume de som pois a dinâmica era tão grande que podia danificar o equipamento se aumentassemos demais o volume.

Abraços,
Jorge Ferreira


A pergunta é, porque não é tudo feito assim com qualidade e sem tentarem alterar o que é por si só já bom de natureza. O que irá acontecer à musica quando os últimos "guardiões" do bom som desaparecerem?
Resta-me a felicidade de haver milhões de coisas bem gravadas que ainda posso adquirir.

Andei à procura desses senhor do Blues, mas não encontrei nada.

Pois...agora é muito dificil de encontrar...
Deixa estar, eu abro uma excepção e empresto-te este para tu ouvires e gravares, assim já não perdes tudo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10418
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Seg Nov 14 2011, 20:10

Como possuidor de duas obras primas desse Senhor ( Give it up to love e Keep on movin`), confirmo em absoluto a qualidade do som, são uma minha referência, infelizmente só tenho em %#, assim, Sr. Adm AJS caso esteja interessado num intercâmbio %& / vinil, eu, prometo, aceito a troca.
Nota: Depois de vários anos de uso, estão em excelentes condições.
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Dom Fev 05 2012, 13:41

É com grande satisfação que posso adiantar que vou ter disponíveis no final do mês 49 titulos da Blue Note que estão a ser reeditados pela Music Matters em duplos a 45 rpm.

Estas são para mim não só as melhores reedições audiófilas que se fazem hoje em dia mas também as melhores que alguma vez já se fizeram.

Não é só a qualidade do som que é fabulosa (pois ainda é melhor que o som das 25 reedições de Blue Notes da Analogue Productions), mas também são as capas gatefold à moda antiga em papel grosso laminado e com tinta especial para durar uma vida, o cover art no interior das capas gatefold com as fotos originais das próprias sessões de gravação sendo que muitas delas nunca foram publicadas anteriormente e pertencem ao arquivo da Mosaic.

Devido ao contrato que a Music Matters fez com a EMI (detentora do catálogo da Blue Note),
apenas são feitas duas prensagens de cada titulo,
uma de 1500 numerados e outra de 1500 não numerados. E depois acabou-se...

Eu acredito sériamente que estes discos vão inflacionar e valorizar muito nos próximos anos, quando as pessoas se aperceberem da qualidade destas reedições limitadas.

Os 49 titulos que vou ter disponíveis no final do mês são:

ANDREW HILL/POINT OF DEPARTURE
ART BLAKEY/LIKE SOMEONE IN LOVE
CLIFFORD BROWN/MEMORIAL ALBUM (MONO)
CURTIS FULLER/THE OPENER (MONO)
DEXTER GORDON/A SWINGIN' AFFAIR
DEXTER GORDON/DOIN' ALLRIGHT
DEXTER GORDON/GETTIN' AROUND
DONALD BYRD/BYRD IN HAND
FREDDIE HUBBARD/OPEN SESAME
FREDDIE REDD/SHADES OF REDD
GIL MELLE/PATTERNS IN JAZZ (MONO)
GRACHAN MONCUR III/EVOLUTION
GRANT GREEN/SOLID
GRANT GREEN/TALKIN' ABOUT!
HANK MOBLEY/ANOTHER WORKOUT
HANK MOBLEY/QUARTET
HANK MOBLEY/QUINTET (MONO)
HANK MOBLEY/ROLL CALL
HANK MOBLEY/SEXTET (MONO)
HORACE PARLAN/ON THE SPUR OF THE MOMENT
HORACE SILVER/SONG FOR MY FATHER
HORACE SILVER/THE STYLINGS OF SILVER (MONO)
JACKIE MCLEAN/DESTINATION... OUT!
JACKIE MCLEAN/SWING, SWANG, SWINGIN'
JOE HENDERSON/INNER URGE
JOE HENDERSON/OUR THING
JOHN JENKINS WITH KENNY BURRELL (MONO)
JOHNNY GRIFFIN/A BLOWIN' SESSION (MONO)
JOHNNY GRIFFIN/THE CONGREGATION
KENNY BURRELL/FREEDOM
KENNY DORHAM/AFRO-CUBAN (MONO)
KENNY DORHAM/ROUND MIDNIGHT AT THE CAFE BOHEMIA (MONO)
LARRY YOUNG/UNITY
LEE MORGAN/INDEED! (MONO)
LEE MORGAN/TOM CAT
LEE MORGAN/VOL. 3 (MONO)
LOU DONALDSON/LOU TAKES OFF
LOUIS SMITH/SMITHVILLE
PAUL CHAMBERS QUINTET (MONO)
SAM RIVERS/FUCHSIA SWING SONG
SONNY CLARK/LEAPIN AND LOPIN
SONNY CLARK/SONNY'S CRIB
SONNY ROLLINS/NEWK'S TIME
SONNY ROLLINS/VOL. 1 (MONO)
STANLEY TURRENTINE/UP AT MINTON'S, VOL. 2
THAD JONES/THE MAGNIFICENT THAD JONES (MONO)
TINA BROOKS/BACK TO THE TRACKS
WAYNE SHORTER/JUJU
WAYNE SHORTER/NIGHT DREAMER

Se quiserem investigar, vejam o site da Music Matters:
http://www.musicmattersjazz.com/

Para quem anda muito distraido posso adiantar que a JPC já vende alguns destes títulos a 73€ e a 76€,
pois já se encontram muitos deles quase esgotados.

Eu espero conseguir fazer um preço de 68€ para todos estes titulos e faço um preço especial de 63€ para os membros do AAP.
Se estiverem interessados falem comigo por PM.

Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Qui Jun 14 2012, 22:55


A Music Matters acabou no passado mês de Maio a sua série de reedições de Blue Notes duplos a 45rpm totalizando 88 titulos fabulosos.

A boa notícia é que ainda vão fazer mais 13 titulos adicionais a partir de Setembro, totalizando então 101 titulos no final.

Os 13 titulos que vão fechar esta série fabulosa são:

(1.) MMBST-84170 Art Blakey And The Jazz Messengers - Free For All
(2.) MMBST-84147 Herbie Hancock - Inventions And Dimensions
(3.) MMBST-84166 Joe Henderson - In 'N Out
(4.) MMBST-84008 Horace Silver - Finger Poppin'
(5.) MMBST-84187 Larry Young - Into Somethin!
(6.) MMBST-84205 Pete LaRoca - Basra
(7.) MMBST-84279 Herbie Hancock - Speak Like A Child
(8.) MMBST-84092 Kenny Clarke & Francy Boland - The Golden Eight
(9.) MMBLP-1518 Horace Silver and the Jazz Messengers
(10.) MMBST-84159 Andrew Hill - Judgment!
(11.) MMBST-84401 Hank Mobley Quintet - The Feelin's Good
(12.) MMGXF-3058 Grant Green - Gooden's Corner
(13.) MMBST-84109 Herbie Hancock - Takin' Off


Abraço,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 00:02

Jorge Ferreira escreveu:

A Music Matters acabou no passado mês de Maio a sua série de reedições de Blue Notes duplos a 45rpm totalizando 88 titulos fabulosos.

A boa notícia é que ainda vão fazer mais 13 titulos adicionais a partir de Setembro, totalizando então 101 titulos no final.

Os 13 titulos que vão fechar esta série fabulosa são:

(1.) MMBST-84170 Art Blakey And The Jazz Messengers - Free For All
(2.) MMBST-84147 Herbie Hancock - Inventions And Dimensions
(3.) MMBST-84166 Joe Henderson - In 'N Out
(4.) MMBST-84008 Horace Silver - Finger Poppin'
(5.) MMBST-84187 Larry Young - Into Somethin!
(6.) MMBST-84205 Pete LaRoca - Basra
(7.) MMBST-84279 Herbie Hancock - Speak Like A Child
(8.) MMBST-84092 Kenny Clarke & Francy Boland - The Golden Eight
(9.) MMBLP-1518 Horace Silver and the Jazz Messengers
(10.) MMBST-84159 Andrew Hill - Judgment!
(11.) MMBST-84401 Hank Mobley Quintet - The Feelin's Good
(12.) MMGXF-3058 Grant Green - Gooden's Corner
(13.) MMBST-84109 Herbie Hancock - Takin' Off


Abraço,
Jorge Ferreira



Um monte de álbuns de peso, e se for com qualidade dos que já ouvi, é realmente apreciável.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 09:33

Jorge Ferreira escreveu:
Eu tenho duas assinaturas (sim duas) desde o inicio e ficam-me a cerca de 50 euros cada titulo com portes e alfândega incluidos.

3100€ por 62 discos! affraid

Isso é o que se chama "paixão"...haja "caroço". cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 10:35

ricardo onga-ku escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
Eu tenho duas assinaturas (sim duas) desde o inicio e ficam-me a cerca de 50 euros cada titulo com portes e alfândega incluidos.

3100€ por 62 discos! affraid
Isso é o que se chama "paixão"...haja "caroço". cheers

Boas Ricardo,
agora já vão em 88 e no final vão ser 101 titulos.

É uma grande paixão que eu tenho não tenhas dúvidas,
mas também é um grande investimento...

Eu acredito que daqui a uns anos as pessoas se apercebam do quanto estas reedições eram fabulosas,
e nessa altura já acabaram e já não se fazem mais...

Claro que depois apareço eu no Ebay a vender alguns númerados com números baixinhos, novos e selados,
e claro está que os vou vender bem mais caro do que os comprei!!!!

Vai render mais do que se tivesse metido o dinheiro no Banco...

Na verdade neste momento já vão em 88 titulos e ainda vão sair mais 13 ou seja vão ser 101 no final.
numerados vou ter 101x2=202.

Além disso tenho cerca de 150 novos/selados sem serem númerados que arranjei um pouco mais baratos,
mas que são bons para quem os quer ouvir e se está a borrifar para o facto de serem numerados ou não,
estes sem ser númerados estou a vender já a 63€ PVP (57€ para os membros AAP),
e alguns deles já estão quase esgotados.

Mas de facto estou a fazer um grande investimento nesta série porque acredito mesmo nela,
digamos que no final vou ter 202 númerados mais cerca de 150 sem ser númerados,
o que dá um investimento total de cerca de 350 x 50€ = 17.500€

Penso que o facto de eu investir quase 20.000€ nesta série fala por si sobre a qualidade da mesma...


Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 10:40

És um negociante de primeira ... eu, por mais que tente, e não é pela falta de interessados, não consigo vender a minha música
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 11:03

Fran escreveu:
És um negociante de primeira ... eu, por mais que tente, e não é pela falta de interessados, não consigo vender a minha música

Por acaso até nem sou grande negociante...
Nem sei se no fim vou ganhar alguma coisa de jeito com isto que justifique tanto trabalho e chatice, sinceramente...

Mas olha, pelo menos se uns pagarem uma parte dos outros que ficam para mim...já não era nada mau...

Eu também já tive uns milhares valentes de LP's na minha coleção particular e nessa altura era impensável para mim ver-me livre de um que fosse, ou vender algum...

Mas nos últimos anos vendi quase tudo e só fiquei mesmo com aqueles que levava para uma ilha deserta e que não posso passar sem eles, deixei-me disso do colecionismo...

Mas continuo a ter uma paixão muito grande pelos discos e vai ser sempre uma grande paixão.

Abraço,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10418
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 11:15

Jorge Ferreira escreveu:
Fran escreveu:
És um negociante de primeira ... eu, por mais que tente, e não é pela falta de interessados, não consigo vender a minha música

Por acaso até nem sou grande negociante...
Nem sei se no fim vou ganhar alguma coisa de jeito com isto que justifique tanto trabalho e chatice, sinceramente...

Mas olha, pelo menos se uns pagarem uma parte dos outros que ficam para mim...já não era nada mau...

Eu também já tive uns milhares valentes de LP's na minha coleção particular e nessa altura era impensável para mim ver-me livre de um que fosse, ou vender algum...

Mas nos últimos anos vendi quase tudo e só fiquei mesmo com aqueles que levava para uma ilha deserta e que não posso passar sem eles, deixei-me disso do colecionismo...

Mas continuo a ter uma paixão muito grande pelos discos e vai ser sempre uma grande paixão.

Abraço,
Jorge Ferreira

Penso que posso confirmar as palavras do amigo Jorge.
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
nbunuel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2460
Data de inscrição : 07/07/2010

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 11:22

Jorge Ferreira escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
Eu tenho duas assinaturas (sim duas) desde o inicio e ficam-me a cerca de 50 euros cada titulo com portes e alfândega incluidos.

3100€ por 62 discos! affraid
Isso é o que se chama "paixão"...haja "caroço". cheers

Boas Ricardo,
agora já vão em 88 e no final vão ser 101 titulos.

É uma grande paixão que eu tenho não tenhas dúvidas,
mas também é um grande investimento...

Eu acredito que daqui a uns anos as pessoas se apercebam do quanto estas reedições eram fabulosas,
e nessa altura já acabaram e já não se fazem mais...

Claro que depois apareço eu no Ebay a vender alguns númerados com números baixinhos, novos e selados,
e claro está que os vou vender bem mais caro do que os comprei!!!!

Vai render mais do que se tivesse metido o dinheiro no Banco...

Na verdade neste momento já vão em 88 titulos e ainda vão sair mais 13 ou seja vão ser 101 no final.
numerados vou ter 101x2=202.

Além disso tenho cerca de 150 novos/selados sem serem númerados que arranjei um pouco mais baratos,
mas que são bons para quem os quer ouvir e se está a borrifar para o facto de serem numerados ou não,
estes sem ser númerados estou a vender já a 63€ PVP (57€ para os membros AAP),
e alguns deles já estão quase esgotados.

Mas de facto estou a fazer um grande investimento nesta série porque acredito mesmo nela,
digamos que no final vou ter 202 númerados mais cerca de 150 sem ser númerados,
o que dá um investimento total de cerca de 350 x 50€ = 17.500€

Penso que o facto de eu investir quase 20.000€ nesta série fala por si sobre a qualidade da mesma...


Abraços,
Jorge Ferreira
No momento, qualquer investimento, é melhor que meter $$$ nos bancos!mais um ano e vai tudo para a falência...
Mas na generalidade concordo com o Jorge...apesar de preferir sempre os originais...estes discos têm uma boa probabilidade de se tornarem objecto de colecção a médio prazo
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4838
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 11:52

Quais é que têm melhor qualidade sonora?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8496
Data de inscrição : 08/12/2011
Localização : Usuário BANIDO

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 11:58

Pois, mas eu não consigo pensar assim, ou por outra, por vezes penso assim, compro numa de que é raro, ou vai ser raro dentro de uns tempos, mas depois não consigo "desfazer-me" deles ... chego a ter 2 e 3 cópias do mesmo disco, mas muito raramente, vendo alguma (já ofereci/dei, agora vender, não).

Enfim, pode ser que um dia isto mude, mas também se não mudar, que se lixe. Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 12:27

Jorge Ferreira escreveu:

A Music Matters acabou no passado mês de Maio a sua série de reedições de Blue Notes duplos a 45rpm totalizando 88 titulos fabulosos.

A boa notícia é que ainda vão fazer mais 13 titulos adicionais a partir de Setembro, totalizando então 101 titulos no final.

Os 13 titulos que vão fechar esta série fabulosa são:

(1.) MMBST-84170 Art Blakey And The Jazz Messengers - Free For All
(2.) MMBST-84147 Herbie Hancock - Inventions And Dimensions
(3.) MMBST-84166 Joe Henderson - In 'N Out
(4.) MMBST-84008 Horace Silver - Finger Poppin'
(5.) MMBST-84187 Larry Young - Into Somethin!
(6.) MMBST-84205 Pete LaRoca - Basra
(7.) MMBST-84279 Herbie Hancock - Speak Like A Child
(8.) MMBST-84092 Kenny Clarke & Francy Boland - The Golden Eight
(9.) MMBLP-1518 Horace Silver and the Jazz Messengers
(10.) MMBST-84159 Andrew Hill - Judgment!
(11.) MMBST-84401 Hank Mobley Quintet - The Feelin's Good
(12.) MMGXF-3058 Grant Green - Gooden's Corner
(13.) MMBST-84109 Herbie Hancock - Takin' Off


Abraço,
Jorge Ferreira

Escolhe , que eu fico com o pior

Voltar ao Topo Ir em baixo
Vinil
Membro AAP
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 40
Localização : Amadora

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 12:55

Infelizmente tenho apenas um Lp da Blue note original . Mas acho o preço uma loucura mesmo sendo com essa qualidade toda. Digo isto porque também tenho algumas edições de capas duras e com muitos extras e ronda sempre os 20/25 euros e são também edições super reduzidas de 500 cópias.

Dou este exemplo que por acaso não é duplo:








Mas pronto fica uma colecção bonita e muito apetecivel, sem dúvida
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://oaltifalante.blogspot.pt/
Ulrich
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4947
Data de inscrição : 06/10/2011
Idade : 39
Localização : Aveiro

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 12:58

Vinil escreveu:
Infelizmente tenho apenas um Lp da Blue note original


Mas, segundo consta porque não tenho nenhum, as primeiras prensagens em boas condições
são as melhores.

Mas aqui é difícil comparar discos mono com duplos 45rpm de 12".

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 13:37

Não acredito que na média final o Jorge lucre algo com o investimento. Os bons seres humanos raramente são bons negociantes. Entre os discos que ele abre para as tertúlias e os que oferece a amigos....enfim. Mas com a generosidade do Jorge, são-nos proporcionados belos momentos de convívio e isso (com discos caros ou não) não tem preço.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 16:33


É claro que algumas primeiras edições MONO americanas da Blue Note raras vão ser sempre mais valiosas e mais raras de encontrar em bom estado. É a questão do valor para colecionismo dos originais como é evidente...

Mas muitas dessas primeiras edições MONO nem sequer foram feitas com as Master tapes originais,
ao contrário destas reedições da Music Matters que foram.

Inclusivé descobriram que muitas dessas Masters tapes que se pensava serem MONO afinal eram Stereo,
e sempre que isso aconteceu a Music Matters reeditou em Stereo de acordo com as Master Tapes originais,
aqueles titulos cujas master tapes originais são MONO eles reeditaram em MONO como é evidente...

Quanto ao som, eu já ouvi alguns originais americanos MONO que valem um balúrdio e o som é muito bom não há dúvida,
mas não tão bom como o som destas reedições.

Não se esqueçam que os originais feitos nos anos 50 e 60 eram feitos para tocar bem em sistemas com algumas limitações principalmente devido às agulhas que se usavam na altura.

Já abri muitos destes Music Matters que tenho e nunca ouvi nenhum que não fosse fabuloso,
mas esse tipo de comentários deixo para outros que já tiveram o prazer de os ouvir.

Acima de tudo a transparência é incrivel, principalmente na bateria quanto a mim é onde se nota mais.

Mas realmente estes discos não são baratos, portanto uma pessoa tem de escolher as obras que mais gosta,
não é fácil ficar com todos...


Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Vinil
Membro AAP
avatar

Mensagens : 638
Data de inscrição : 10/07/2010
Idade : 40
Localização : Amadora

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 16:46

Jorge Ferreira escreveu:


Mas realmente estes discos não são baratos, portanto uma pessoa tem de escolher as obras que mais gosta,
não é fácil ficar com todos...


Infelizmente Jorge... não se pode ficar com todos.
Eu referi que eram caros em relação a outras edições com as mesmas caracteristicas de materiais utilizados, mas se pudesse ficava com esses 101 todos, nem pensava duas vezes pois devem ser uma maravilha para os olhos e sobretudo para os ouvidos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://oaltifalante.blogspot.pt/
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 16:47

Vinil escreveu:
... pois devem ser uma maravilha para os olhos e sobretudo para os ouvidos.


Ouvir para acreditar.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 16:56

O preço não é barato mas também não é caro, $50 nos states é o preço deles...

A malta é que ganha cada vez menos, ou então está no desemprego,
e esse sim é que é o verdadeiro problema...

Outro aspecto que vai valorizar estas reedições e que os originais não tinham é a questão das capas gatefold terem as fotos da sessão de gravação no interior tiradas pelo próprio Francis Wolff da Blue Note.

O Michael Cuscuna deu um precioso apoio neste aspecto já que ele é que é o responsável pela catalogação e preservação dessas fotos.


Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 17:22

Jorge Ferreira escreveu:
O preço não é barato mas também não é caro, $50 nos states é o preço deles...

A malta é que ganha cada vez menos, ou então está no desemprego,
e esse sim é que é o verdadeiro problema...

Outro aspecto que vai valorizar estas reedições e que os originais não tinham é a questão das capas gatefold terem as fotos da sessão de gravação no interior tiradas pelo próprio Francis Wolff da Blue Note.

O Michael Cuscuna deu um precioso apoio neste aspecto já que ele é que é o responsável pela catalogação e preservação dessas fotos.


Abraços,
Jorge Ferreira


É pena que 50 USD (39 euros) se transformem em quase 80 euros.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 20:14

António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
O preço não é barato mas também não é caro, $50 nos states é o preço deles...

A malta é que ganha cada vez menos, ou então está no desemprego,
e esse sim é que é o verdadeiro problema...

Outro aspecto que vai valorizar estas reedições e que os originais não tinham é a questão das capas gatefold terem as fotos da sessão de gravação no interior tiradas pelo próprio Francis Wolff da Blue Note.

O Michael Cuscuna deu um precioso apoio neste aspecto já que ele é que é o responsável pela catalogação e preservação dessas fotos.


Abraços,
Jorge Ferreira


É pena que 50 USD (39 euros) se transformem em quase 80 euros.

Só se for na JPC... cá na ourivesaria são 57€ para membros AAP,
excepto para Administradores com gira discos Rui Borges é que são 80€

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 20:18

Jorge Ferreira escreveu:

...excepto para Administradores com gira discos Rui Borges é que são 80€





Para esse, devia de haver um desconto especial depois de terem ficado tesos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 20:39

António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:

...excepto para Administradores com gira discos Rui Borges é que são 80€





Para esse, devia de haver um desconto especial depois de terem ficado tesos.

Então...mas tu tens um desconto especial!

Basta ires à JPC e pesquisares por "music matters" e depois tens um magnifico desconto de 8% sobre os quase 80€ que a maior parte deles já custam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64600
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 20:42

Jorge Ferreira escreveu:
António José da Silva escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:

...excepto para Administradores com gira discos Rui Borges é que são 80€





Para esse, devia de haver um desconto especial depois de terem ficado tesos.

Então...mas tu tens um desconto especial!

Basta ires à JPC e pesquisares por "music matters" e depois tens um magnifico desconto de 8% sobre os quase 80€ que a maior parte deles já custam.


_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 20:44

Já que achas muito os 57€ não é...

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 49
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Jun 15 2012, 23:21

Vinil escreveu:
Também tenho algumas edições de capas duras e com muitos extras e ronda sempre os 20/25 euros e são também edições super reduzidas de 500 cópias.

Dou este exemplo que por acaso não é duplo:




Esse album de Metal dizem que é muito bom e que vale a pena,
tem um cover art fantástico, com letras douradas, OBI, capa gatefold de cartão bem grosso e um booklet de 12 páginas salvo erro e o som parece que também é bom segundo dizem...

Mas vamos lá ver uma coisa,
eu dúvido é que fossem obrigados a fazer um seguro de um milhão de dólares para ter acesso às Master Tapes Analógicas Originais, se é que usaram Master Tapes Analógicas Originais...

Dessas editoras independentes também dúvido que façam apenas 500 cópias,
assim como dúvido também de algumas edições audiófilas que dizem serem limitadas a 2000 ou 2500 cópias,
mas estas da music matters da Blue Note eu sei que eles só estão mesmo autorizados pela EMI a fazer 1500 numerados e mais 1500 sem ser numerados no máximo...faz parte do contrato com a EMI.

Mas a questão principal é quanto custa o aluger das Masters Tapes Analógicas Originais, o seguro para as Masters, quanto cobrou o engenheiro de som para fazer o remastering e o aluguer do estúdio que usaram para fazer o remastering, estes são os factores que encarecem mais a produção e não o preço própriamente dito da produção da cover art ou de mais ou menos 180g de vinyl...

Mesmo assim, se esse fosse duplo certamente custaria 30 ou 40 e tal euros, e será que o preço o justificava, tendo em conta os custos que tiveram ?

Eu também conseguia arranjar Blue Notes feitos pela própria blue note nos states, que agora até trazem também o album em cd como oferta juntamente com o LP simples a 33rpm, e talvez conseguisse vender cada um por 15€,
mas não vou vender, pois são feitos a partir de mau digital e têm mau som.

Temos de ver muito bem as edições em causa e investigar se valem a pena,
existe de tudo...

Mas pelo que dizem esse disco de Metal que referes vale a pena e é de preço relativamente acessível.

Também existem uns LP's simples a 33rpm de Jazz da Original Jazz Classics feitos nos states que vendo a 15€ e que são feitos a partir de digital, mas são muito bons para o preço e têm muito bom som e esses eu vendo e aconselho, apesar de serem digitais, pois são honestos, baratos e têm bom som.

Tudo depende daquilo que se pretende, existem coisas boas e más para todos os preços.

Claro que também existe especulação nas editoras audiófilas em que muitas vezes fazem duplos a 45rpm apenas para poderem cobrar quase o dobro sem tirarem muito partido das 45rpm em termos de som,
mas outras tiram partido das 45rpm e isso nota-se no som em termos de altas frequências, resolução e dinâmica.


Abraço,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
PAINTER
Membro AAP


Mensagens : 972
Data de inscrição : 06/10/2012

MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   Sex Dez 27 2013, 15:29

Finalmente um tópico sério a reler não sei quantas vezes!

Gracias Jorge Ferreira !   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» AS MELHORES EDIÇÕES AUDIÓFILAS DE VINIL DE JAZZ
» Novas Edições Audiófilas a sair brevemente
» Saudações audiófilas
» As minhas audiófilas
» As minhas audiófilas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: