Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Tribunal das escutas!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
mannitheear
Membro AAP


Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 17:50

Goansipife escreveu:
Are you joking Bless You


António José da Silva escreveu:
LMAA


Evan Oliveira escreveu:
E o nosso amigo Manfred que me desculpe, não sabia que era Alemão...!!! mas pode sempre melhorar o Português, vindo cá mais vezes...!!! dvil
I'll try my very best!
The Google translator is not so bad in Portuguese <-> English! But the more refined the Portuguese is, the worse is the translation. One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64941
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 17:53

mannitheear escreveu:
Goansipife escreveu:
Are you joking Bless You


António José da Silva escreveu:
LMAA


Evan Oliveira escreveu:
E o nosso amigo Manfred que me desculpe, não sabia que era Alemão...!!! mas pode sempre melhorar o Português, vindo cá mais vezes...!!! dvil
I'll try my very best!
The Google translator is not so bad in Portuguese <-> English! But the more refined the Portuguese is, the worse is the translation. One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...


Aber LMAA verstehst du noch ohne translator oder? lol!

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evan Oliveira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 78
Data de inscrição : 15/11/2017
Idade : 58
Localização : Anadia

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 17:58

António José da Silva escreveu:
Evan Oliveira escreveu:
...!!! mas pode sempre melhorar o Português, vindo cá mais vezes...!!! dvil

Alguma vez, punha-se a comer sardinhas e a mamar jarros de vinho e para além de não aprender a língua, até as que sabe pioravam. lol!

Ai é, pois comigo não. Depois de uma grande sardinhada e uns bons jarros de vinho, falo as linguas todas... e mais algumas...!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2744
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 20:15

António José da Silva escreveu:



Depende, uma grade de cerveja???? lol!  Senao.... LMAA (que é uma expressão bem alema). cheers

Depende digo eu. Se avisares quando estás cá podes ter a grade
Voltar ao Topo Ir em baixo
analog_sa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 175
Data de inscrição : 04/05/2017
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 23:40

mannitheear escreveu:


I tried to learn Portuguese but with little success.




Me too. Spent an entire weekend trying Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4144
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : The Other Band

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 23:43

analog_sa escreveu:
mannitheear escreveu:


I tried to learn Portuguese but with little success.




Me too. Spent an entire weekend trying Laughing




I've tried all my life, and still have days that do not go so well !
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5512
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 37
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 09 2018, 23:46

analog_sa escreveu:
mannitheear escreveu:


I tried to learn Portuguese but with little success.




Me too. Spent an entire weekend trying Laughing
You two must try a dinner with some Portuguese enthusiasts... Portuguese is the most beautiful language. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Dom Nov 11 2018, 11:20

mannitheear escreveu:
... One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...

You're just saying that i speak a very basic portuguese ... or, that i don't know how to write in a portuguese way!...

I know that !!!

But beside that i speak french, spanish, russian and even english ... i can go everywere except germany

lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 09:09

Recently I had the opportunity to loan a AKG K812 from a friend for some days to evaluate. He said, if I liked it, he would probably sell it to me for a reasonable price because he is totally happy with his electrostatic cans (several serious Stax cans and a Sennheiser HE60 with Stax amps and a Alpha Centauri).

The K812 is meanwhile a long time in the market and an established classic. With a former list price of almost 1.600 € my expectations were not low and I anticipated to be a proud K812 owner soon.

My current situation with cans is quite comfortable, there is a AKG K701, a Sennheiser HD580Jubillee, a Audio Technica ATH-R70x and a Beyerdynamic DT880 600 Ohms. Most of the listening time get two of them, the DT880 and the ATH-R70x which I like both because they complement each other very nicely. Both are uncolored in their way: while the 880 is transparent, crisp, clear but a bit too lean and bright on some recordings the R70x is softer and more full-bodied but lacks sometimes a bit of speed and transparency.

Therefore I was open for a true Superior Reference Monitor Headphone which perhaps would offer the best of two worlds?

The first listening was with diverse classical recordings, from chamber to orchestra. There was good spatiality and a nice full-bodied tone I liked.
Next were two choral recordings (proprius Viska du Vind, 44/16 ALAC rip for CD and Nidaros, a 192/24 FLAC download.) Reproduction of choral music is one of the most difficult for a system. The choir should be presented as a whole while it should be clear that the sound comes from many distinct and different singers (you should see them), plus the perception of the room. To achieve this, the system must have veryhigh resolution and get the timbres right.. But playing Viska du vind with the K812 I noticed that the sibilants (very critical in choral recordings) were not natural and located to each individual singer but more one sshhh over the whole group. Same picture with the Nidaros. A cross check to the DT880 and the ATH-R70x showed that both much cheaper cans have no problem with the sibilances. Hmm.

Then I listened to Talk Talk Eden. The instrumental intro was again very pleasant and with good 3-dimensionality, more like listening with speakers than with cans. But the voice of Mark Hollis was more hollow and colored than in my memory.

The next check was with film. I love the immense of details when the score of a film is played over enFase and DT880 because the natural voices and immense detail of ambient noises of the scene never fail to draw me into a film. The ATH-R70x is also good in that regard but not quite on par. Unfortunately the K812 could not convince me in this regard.

Finally I checked out what Reinhard Brunsch (a german manufacturer of can amps) mentioned about the K812: He found, that in the second movement of Tchaikovsky's Symphony in E minor, No. 5 op. 64 Andante cantabile (San Francisco Symphony Orchestra under Michael Tilson Thomas) the K812 shows unusually conspicuous discolorations, especially when the horn solo "dolce con molto espressione" from bar 8 is counter-punctuated from bar 16 by the A-clarinet. The timbral difference and separation of the two wind instruments was, according to Brunsch worse than with the AKG K7xx or 6xx series.
In my perception the DT880 and the ATH-R70x mastered this passage indeed (slightly) better than the K812.

Then I wanted to know more about the bass qualities I liked with the K812 in classical recordings and listened to "Super Bass 2" by the double bass giants Ray Brown, John Clayton and Chris McBride (44/16 CD rip). While, listening with high volume over the DT880, this live recording put me directly into the club, the presentation with the K812 lacked some atmosphere, perhaps because the bass region was a bit too thick and not fast enough.

Since the choral recording my interest to buy a K812 dropped suddenly to zero and the other odds made the thing not better. I expected more from a can that is multiple times more expensive than my personal references.

Now, this does not mean that the K812 is a bad can, far from that, it is good and I liked some of its characteristics like the full-bodied sound with classical. But my point is: if we believe the forums, it’s clear that the megabuck cans are way superior to the low and middle class like DT880, K7xx etc. But my own experience tells me it’s not so easy and finally not even true.

There are many reports about the „sharp“ treble of the K812. But the treble isn’t really sharp - the DT880 is hotter in the treble - and yet has less problems. My suspicion is, that the K812 lacks resolution in a part of the treble region (which causes the sibilance problem) and has some cavity resonance in a certain region of the middle range which causes problems with some timbres.

Buth both has imho nothing lost in a monitoring device…

At this point it should be mentioned that according to some forum writers, a better cable than the stock cable and / or a "mesh" as used in the closed K872 would adress the treble problem of the K812. I could not verify this because I didn't have another cable or a mesh but a can in this price range should be good as it is. To be fair, the K812 is available for 700 € and below now, which is less than the half of the former list price.

From a technical and conceptional view I find it a little odd, that the K812 design resembles practically the opposite of the former AKG flagship K1000 -in which the engineers tried to avoid any cavity resonances by leaving off driver cups and ear pads completely and instdead placed the big drivers as free as possible in front of the ears! But the successor of the K1000 is not AKG buth the Mysphere 3, developed by the engineers who made the K1000.

Anyway it's quite sad that last year the history-charged AKG headquarters and manufacturing plant in Vienna was closed by the owner Samsung which bought the whole Harman consortium to which AKG belongs...

Sorry to bore you all with so many words!

Please report about your surprising or odd experiences with hifi equipment!

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Evan Oliveira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 78
Data de inscrição : 15/11/2017
Idade : 58
Localização : Anadia

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 09:59

mannitheear escreveu:

The Google translator is not so bad in Portuguese <-> English! But the more refined the Portuguese is, the worse is the translation. One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...

Sim, eu sei. O Inglês é afinal a língua mais universal... que eu próprio uso quando estou na Alemanha...!!!
De falar Alemão, também não sei nada.
Große Umarmung. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 10:27

Evan Oliveira escreveu:

Sim, eu sei. O Inglês é afinal a língua mais universal... que eu próprio uso quando estou na Alemanha...!!!
De falar Alemão, também não sei nada.
Große Umarmung. Smile

Grande abraço! cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 11:44

mannitheear escreveu:
(...) Please report about your surprising or odd experiences with hifi equipment!

No topico ao lado gabei recentemente a atitude da Beyerdynamic que continua a fazer excellentes Can's, sém perder de vista a relação qualidade preço. No entanto nada é perfeito e mesmo esta grande instituição dos auscultadores pode falhar. Pareçe-me ser o caso do T90, que sém que possa ser considerado um mau Can (bem ao contràrio...), foi uma desilusão no que diz respeito à "musicalidade", assim que na universalidade de emprego. O facto que a marca o tenha retirado da gama, ora que utilisa a tecnologia Tesla, pode ser visto como uma confissão desse tropeço ...

Escutei-o vàrios meses com três amplificadores de can's (a vàlvulas, a transistores e hibrido) e a mesma sensação algo frustrante dominou ... ou seja, o sentimento de escutar um exercicio de estilo tecnologico no lugar de um aparelho para a reprodução da musica. Trata-se de um aparelho extremamente rapido, dinamico e definido. O nivel de extração do detalhe assim que a reprodução limpa e ciselada é praticamente do nivel dos bons electroestàticos. Uma grande coerência dos registros em toda a banda açentua essa sensação de linearidade, de ausência de distorsão subjectiva assim que a mestria técnica. Visto assim, e por causa destas grandes qualidades sonoras citadas, até pode pareçer estranho que o critique. Ora, um aparelho que vai (muito) longe em alguns pontos, tém de o ir igualmente em todos os outros senão torna-se desiquilibrado!...

Aparentemente este T90 sofre dos mesmos problemas que os electroestàticos, que é uma forma de "magreza sonora". Durante a reprodução musical a ausência de peso, de sentimento palpàvel nas notas, cria uma sensação de recorte exagerada e que soa electronica, luminosa mas sém expressão orgânica. Passada a excitação de ouvir uma série de sons apenas apercebidos com outros cans, o auditor dà-se conta que hà mais sons mas não hà mais musica!... Um sentimento frustrante que acaba por criar uma fatiga auditiva deveras rapida. Finalmente é um aparelho que vai "demasiado longe" nos parâmetros técnicos sém dar o contrabalanço do lado subjectivo. Os timbres muitos dificeis dos instrumentos antigos (cravo, viola da gamba, violino com cordas em tripa de gato...) soam com demasiado brilho e sém o contraponto quente da madeira, o que torna os timbres acidos, rutilantes ...

Finalmente fica a sensação que a Beyerdynamic fez um Can no estilo da moda audiofila actual. Um aparelho austero e virtuoso técnicamente, feito para ser associado aos multiplos amplificadores a vàlvulas que inundam o mercado dos can's e que apresentam uma sonoridade de caramelo amanteigado ...

Espero que o Amiron que substitui o T90 na gama tenha aprendido a lição e que saiba ler a musica ...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 12:22

TD124 escreveu:

Espero que o Amiron que substitui o T90 na gama tenha aprendido a lição e que saiba ler a musica ...
If things go well I'll check the Amiron Home, the DT1990 and perhaps the T1 end of the week...
Afaik the Amiron and the DT1990 are based on the same driver but have different sound balancing and many differences in the details. I tend a bit to the DT1990 because they say it's the more neutral and detailed one. And it comes with a second pair of ear pads with a slightly different sound signature.
https://support.beyerdynamic.com/hc/en-us/articles/212800025-What-is-the-difference-between-DT-1990-PRO-and-Amiron-home-
Interestingly, in the german forums Beyerdynamic is very underrated.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 12:45

mannitheear escreveu:
... Interestingly, in the german  forums Beyerdynamic is very underrated.

As french people say: No one is a prophet in their own land !!!

Biz

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 12:54

Hi Paulo,

new Avatar pic??? New logo? I do not quite get it...

....now I do...

Biz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2744
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 13:11

mannitheear escreveu:


[...]

Sorry to bore you all with so many words!

Please report about your surprising or odd experiences with hifi equipment!

cheers

Dear Manfred

First of all you didn´t bore me at all;

secondly Welcome to the Frustrated Club. Not for the K812 that I've never heard before, but because expectations like those you had with those cans I've had several with different equipment for multiple reasons. And when you spend the money I assure you'll going weep.

One of my stories:

It is known that women are much more careful with quality coupled with aesthetics than we are. When I renewed the furniture in my living room, my full range XTZ 99.36 speakers became too blatant in their imposing matte-black and at same time was they were over-sounding for the room. So, we thought of finding speakers that would meet same quality, price and desired aesthetics. In other words, the true cost-benefit ratio.

I'd liked very much of the Forest and Mani Two by Totem Acoustic, but I was advised to choose Arro or Staf also by Totem, as better choise for my room.

They had had very good reviews. Howerver both proved disappointing to me. The announced exquisite middle-range frequencies was reveled as too dark, unnatural and the high and bass frequencies had both a unexpected roll-off. The sound of an classical orchestra the violins section was like dipped in water without natural extension.

They were not much priciest, but they were costiest considering the tremendous lack of cost-benefic ratio I wrote before. Much more cheapiest speakers you could found away for more sound and less money

This issue only was solved when I moved to this new house in Freiria. Now I've got the same furniture, new good architetural design for the main living room and the speakers that match well with the sound I like, the room, the aesthetics and with my wife's sense.

For the old cellar, in the basement I´ve got my old and faithful Concertino by Sonus faber. I still have the 99.36, but I prefere the Sonus faber

cheers



Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3152
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 74
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 13:45

Evan Oliveira escreveu:
mannitheear escreveu:

The Google translator is not so bad in Portuguese <-> English! But the more refined the Portuguese is, the worse is the translation. One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...

Sim, eu sei. O Inglês é afinal a língua mais universal... que eu próprio uso quando estou na Alemanha...!!!
De falar Alemão, também não sei nada.
Große Umarmung. Smile


Para nós que já falamos e escrevemos galaico-português quase desde os tempos dos Visigodos...  o alemão é uma lingua algo básica e muito recente, começou com a bíblia de Lutero nos principios do XVI...

Para mim, para sobreviver lá, bastavam-me e bastaram(!) quatro ou cinco bálbucios!?...  
Como:  - "moment";
           - "bitte";
           - "nas pregas dói-te?", expressão idiomática para começar conversa com "fraulein`s";
           - "viva o afonso costa!", igual ferramenta para as compras;
           - "wienerschnitzel" ou "eisbein mit sauercraut" ou "ox......suppe", para matar a fome! ...

king
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 14:43

reirato escreveu:
Evan Oliveira escreveu:
mannitheear escreveu:

The Google translator is not so bad in Portuguese <-> English! But the more refined the Portuguese is, the worse is the translation. One I almost always understand perfectly is TD124 because he writes very simple Portuguese...

Sim, eu sei. O Inglês é afinal a língua mais universal... que eu próprio uso quando estou na Alemanha...!!!
De falar Alemão, também não sei nada.
Große Umarmung. Smile


Para nós que já falamos e escrevemos galaico-português quase desde os tempos dos Visigodos...  o alemão é uma lingua algo básica e muito recente, começou com a bíblia de Lutero nos principios do XVI...

Para mim, para sobreviver lá, bastavam-me e bastaram(!) quatro ou cinco bálbucios!?...  
Como:  - "moment";
           - "bitte";
           - "nas pregas dói-te?", expressão idiomática para começar conversa com "fraulein`s";
           - "viva o afonso costa!", igual ferramenta para as compras;
           - "wienerschnitzel" ou "eisbein mit sauercraut" ou "ox......suppe", para matar a fome! ...

king

Reirato, you're the best!

But here in Germany nobody masters German, not even the native people... and the best is, you don't need it really. Except perhaps in rural areas but there you would not understand a word even if you speak fluently because of the local idioms...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4531
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Seg Nov 12 2018, 21:04

TD124 escreveu:
No tópico ao lado gabei recentemente a atitude da Beyerdynamic que continua a fazer excellentes Can's, sem perder de vista a relação qualidade preço.

Em alguns períodos do dia, ao efectuar vigilância no Ilhéu Chão a pé ou quando estou em terra firme continental, utilizo uns baratos e eficientes Beyerdynamic DTX-11 no leitor MPtretas (vulgo MP3). Para melhorar a resposta nas frequências localizadas no espectro inferior, optei por colocar esponjas em cada auscultador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 894
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 07:37

The last post of José Miguel in the MM thread remembered me a story:
A few years ago I was invited to listen to the system of a german turntable manufacturer. With much expectation I sat down in the sweet spot and waited for the first tones. But what was that? Thin, lifeless, 2-dimensional??? Could that be with such high class equipment? My host told me later that he assumed my reaction and was very amused to see how my face fell.
It was a vdH Colibri blah blah in a Reed arm... So I wouldn't blame the poor Reed and the Colibri had only a few hours on it, but the cell - arm combination was not far from 10.000 € (turntable not included!!!) and...

Further listening was made with a Lyra (don't remember the exact model) in a Kuzma 4point arm on the same turntable - and the sound was as good as assumed and expected!

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 10:42

mannitheear escreveu:
... Further listening was made with a Lyra (don't remember the exact model) in a Kuzma 4point arm on the same turntable - and the sound was as good as assumed and expected! ...

Well Man!, the last time i've heard an MC with pleasure was at my ancient shop. I've heard a Dynavector Te Kaitora on the Dynavector DV507 tonearm with Avid Acutus .. the phono was an Aesthetix Rhea! Indeed the sound was dynamic, open, very accurate and with a lot of "class" ... almost a spiritual and female sound (MC) wich i've appreciate a lot. But the classical and elegant "ffsst" on cymbals, without energy and height signed once more the MC sound !!!...

The last time i've heard with pleasure an MM, was two days ago "chez Pat"!!!... no need to tell more cheers

Biz

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2744
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 10:59

TD124 escreveu:
mannitheear escreveu:
... Further listening was made with a Lyra (don't remember the exact model) in a Kuzma 4point arm on the same turntable - and the sound was as good as assumed and expected! ...

Well Man!, the last time i've heard an MC with pleasure was at my ancient shop. I've heard a Dynavector Te Kaitora on the Dynavector DV507 tonearm with Avid Acutus .. the phono was an Aesthetix Rhea! Indeed the sound was dynamic, open, very accurate and with a lot of "class" ... almost a spiritual and female sound (MC) wich i've appreciate a lot. But the classical and elegant "ffsst" on cymbals, without energy and height signed once more the MC sound !!!...

The last time i've heard with pleasure an MM, was two days ago "chez Pat"!!!... no need to tell more cheers

Biz

Well, well, well... Not so radical
Yesterday was the last time I heard with pleasure a MM (Lenco 78 / Shure M75) and it was yesterday I heard a MC (WT Amadeus GTA / Dynavector XX-2 Mk II) with pleasure too

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 11:46

Goansipife escreveu:
... Well, well, well... Not so radical
Yesterday was the last time I heard with pleasure a MM (Lenco 78 / Shure M75) and it was yesterday I heard a MC (WT Amadeus GTA / Dynavector XX-2 Mk II) with pleasure too ...

Eu sei que és capaz de viver com os dois ... e talvez tenhas razão! Foi o que fiz durante anos antes de de me zangar complétamente com as MC's. Hoje escuto muito pouco pois hà minha volta sò hà um amigo "irreductivel" que ainda utilisa MC's (Dynavector e Ortofon) o que compreendo. Ele possui colunas de alta sensibilidade com cornetas (klipshorn) e as fontes devem ser "doces" senão o som perfura os timpanos !!! Ele possui um Roksan xerxes com MC's e no seu caso a escolha pareçe-me inteligente ... então como vive a 5mn, de vez em quando là escuto umas coisitas em MC com um copo ...

Uma MC num braço WT (mesmo se é uma DXX2) pareçe-me quase um crime ... mas isso sou eu lol!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4531
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 12:42

TD124 escreveu:
(...) Uma MC num braço WT (mesmo se é uma DXX2) pareçe-me quase um crime...

Na tipologia MC, a Goldring Legacy foi a célula que mais gostei no WTL Amadeus GTA. É uma delícia!
Voltar ao Topo Ir em baixo
analog_sa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 175
Data de inscrição : 04/05/2017
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sex Nov 16 2018, 14:13

TD124 escreveu:
Foi o que fiz durante anos antes de de me zangar complétamente com as MC's.

A good friend of mine shares the same view. We often have arguments Smile

My only happy co-habitation with an MM (a Signet with a boron cantilever) was at the time i had an ET-2. Eventually got annoyed with the noisy air pumps and that was the end of it. For me the ET-2 is still one of the best arms i have had.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2744
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Sab Nov 17 2018, 14:37

Estou farto de mandar "bitaites" neste tópico e ainda não trouxe a esta barra de tribunal, alguns dos meus arguidos com causas críticas e um móbil do crime que pode levar a uma moldura penal elevada, em termos de anos de prisão.

Esta é p'ró Alexandre Vieira lol!

Então aqui vai:

Sempre as eternas válvulas - A Bota 'diz-me' pouco com a Perdigota

Duas marcas de equipamentos que usam esta tecnologia e que, para mim, têm, muito regularmente, modelos bem bonitos esteticamente são: Jadis (francesa) e a Audio Research (norte americana)

Não espantando muito o estilo e bom gosto a que a França já nos habituou, em termos de design e em múltiplos sectores da indústria, o Jadis contempla equipamentos, habitualmente de

A combinação da elegância com o luxo de joalharia, no ouro frontal, e a provocação e ousadia da roupa, ou, melhor dizendo na falta dela, leva-nos a sonhar com um objecto de excepção, em todas as vertentes inclusivamente no que ao som diz respeito.



A norte americana, já motiva maiores espantos, porquanto os States, têm mais prática na "brutalidade" das linhas e até um sentido algo grotesco e pró-piroso das mesmas.

Mas a Audio Research, contradiz este sentido. Elegante, sem deixar o sentido high-tech (habitual), com um retro bem patente mas actual e elegante.


Não entrando em pormenores do processo, porque o mesmo ainda está sob segredo de justiça, e exceptuando a Audio Research, nalguns dos equipamentos que produz com bastante interesse, pelo menos num pré de fono e num cd, ouvidos, a família de amplificação destes e dos Jadis, cometem (para mim, claro) o mesmo tipo de crime.

Som:
- Algo lento e sem alma;
- Palco sonoro por vezes demasiado estendido em largura mas sem grande profundidade e altura. Algo confuso.

A par destes crimes cometidos e como cúmplices dos mesmos, temos sempre as mesmas colunas no final do processo musical em curso. As Sonus faber, marca que tanto gosto mas, com estas amplificações, deixam-se levar pela ganância do status.

Sempre que os ouvi no importador, que por sinal é o mesmo, foi com esta marca de transdutores, na qual não reputo como o melhor casamento.

O Ministério Público do Áudio está a fazer os possível e os impossíveis para integrar a causa crime das SF no mesmo processo de Julgamento e esperamos que transitado o processo em tribunal, o futuro se apresente muito mais prazeroso do que até então.

Assim, a acusação do processo de investigação efectuada pelo DIAP - Departamento de Investigação do Áudio com Prazer - já foi formulada e espero novos desenvolvimentos, por forma a que a Bota - estética - me diga e muito com a Perdigota - prazer de audição.

Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3152
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 74
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 01:31

A salinha é pequena .. Pouco mais de 13 m2. eu sei!...
O orçamento foi contido e as colunas canibalisadas  "em casa", o amp é minimalista, só as válvulas foram mudadas para 12AT7/ECC81 da Siemens (1x) e 6N30P-DR da Reflektor, 1984 (2x), a tal super-válvula(??) russa...

O resultado para o aprendiz de feiticeiro é muito interessante, quase adictivo....
Então para uma escuta relaxada nestas noites frias e húmidas deste Outono/Inverno que nos gela, nada melhor para rebolar nas almofadas do canapé...


Estas as fontes usadas, encaminhadas para o pre BAT, Vk-5
-
ICON AUDIO, Hp8, Mk 1 - CanAmp com saída de 2Wrms para colunas

Drivers Full Range CORAL, Beta 8 com 100dB

king[/b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 13:40

José Miguel escreveu:
... Se duas células apresentarem dados técnicos semelhantes, são ou não comparáveis no mesmo sistema?
Sabemos que o som vai mudar, mas não será uma boa experiência? ...

Teoricamente sim!... na realidade não sei. Um dos elementos que permite de fazer comparações auditivas objectivas é a "constância sonora" e vou jà me explicar:

Se voçê casar um amplificador X com vàrias colunas diferentes, estas ultimas com especificações diferentes e que o som seja sempre lento e pouco definido ... pode afirmar que isso vém do amplificador pois existe uma "constante repetitiva"!

Se ao contràrio casar um par de colunas com amplificadores de tecnologia e potências diferentes e o som seja sempre lento e pouco definido ... pode afirmar que tal vém das colunas pois de novo ouviu algo de "constante", apesar dos elementos diferentes...

1) Mas se voçê utilisar um Lenco L75 com braço RB250 e fizer uma comparação entre uma Shure M97xe e uma Ortofon 2M Blue (que téem especificações) muito proximas, ambas vão soar como células sedosas e envolventes mas com mais vida e ar do lado da Ortofon...

2) Depois agarre num Rega Planar com braço RB300 e monte de novo as duas células e toca a comparar! Neste caso a Shure vai ter mais luz e abertura, mas continua sedosa ora que a Ortofon vai aparecer aberta e dinamica ... com "garra"!!!

3) Enfim vamos montar as duas num Garrard GB com braço Jelco e de novo comparar. A Shure vai soar mais aberta, limpida e ciselada ora que a Ortofon vai soar mais fechada, envolvente e pouco nitida ...

Que conclusão retirar sobre o som de cada uma ... e finalmente o escutado foi realmente as células, ou a sua associação com os braços, ou os braços com os giras, ou as células com os giras ... e o phono nisto tudo ???...

Complicado não é! No entanto por prazer pode ser uma experiência a fazer entre amigos e é mesmo esclarecedor da complexidade da leitura vinilo ... no entanto tirar conclusões jà é mais complicado!!!...

PS: As experiências (1, 2, 3) foram feitas com três amigos hà poucos anos atràs. A escuta era sistematicamente comparada individualmente ao ficheiro do mesmo vinilo, lido tanto no sistema que com Cans! As escutas com maior "coincidência" em relação ao ficheiro (definição, equilibrio espectral, palco, timbres...) foram a M97xe no Garrard e a 2M Blue no Rega...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4144
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : The Other Band

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 14:21

Goansipife escreveu:
Estou farto de mandar "bitaites" neste tópico e ainda não trouxe a esta barra de tribunal, alguns dos meus arguidos com causas críticas e um móbil do crime que pode levar a uma moldura penal elevada, em termos de anos de prisão.

Esta é p'ró Alexandre Vieira lol!


Assim, a acusação do processo de investigação efectuada pelo DIAP - Departamento de Investigação do Áudio com Prazer - já foi formulada e espero novos desenvolvimentos, por forma a que a Bota - estética - me diga e muito com a Perdigota - prazer de audição.


Estimado Gonçalo, nunca consegui viver com nada que fosse verdadeiramente feio. Eu seu que quer as pessoas quer as coisas, devem ser tidas em conta tendo em conta os seus princípios intrínsecos.

Mas....,

Existe sempre um mas, o "belo" é um facto sempre a ter em conta.

Espero não ter que efetuar a abertura da Instrução validar esta ideia, tão só e apenas, porque o TIC neste momento está cheio de toupeiras. dvil
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 14:26

Goansipife escreveu:
... a família de amplificação destes e dos Jadis, cometem (para mim, claro) o mesmo tipo de crime.

Som:
- Algo lento e sem alma;
- Palco sonoro por vezes demasiado estendido em largura mas sem grande profundidade e altura. Algo confuso. ...

Durante a leitura deste texto (complétamente on-topic e dedicado ao Alexandre Vieira Laughing ), imediatamente três angulos de analise me vieram à cabeça:

1) Não posso criticar uma pessoa que durante uma escuta de colunas que aprecia e conheçe, não encontrando o som ao qual està habituado, inculpe os amplificadores do fenomeno. Também não posso criticar a pessoa que nessas condições, e verificando que ambos são a vàlvulas, acuse essa tecnologia dos resultados ouvidos ...

2) Ninguém pode afirmar que as vàlvulas sejam lentas, ném que os transistores sejam rapidos, ném o contràrio ... pois nos dois campos existe de tudo e o pecado tanto da vàlvula que do transistor não me pareçe ser do lado da rapidez, ném do palco. Um Jadis que não é "muito" lento e um Audio Research que é mesmo veloz, se não aparecem assim, é que o casamento não lhes é favoràvel ... ou não o é às colunas, o que vai dar a mesma coisa ou seja uma "lentidão subjectiva" neste caso. Não sabendo qual era a fonte, ném a sala, considero que o problema estava numa mà "cumplicidade" entre amplificador e colunas...

3) A abnegação dos importadores a representar marcas que não se casam "naturalmente" umas com as outras e que acabam por se descreditar umas às outras ... continua a ser um enigma para mim. Isto produz-se em todos os paises que conheço professionalmente e faz parte dos elementos que levaram a Hifi de topo à triste situação na qual està hoje. Uma boa demonstração dos aparelhos é vital para consolidar o mercado e respeitar o consumidor...

Pelo que disse atràs ao amigo José Miguel, pareçe-me evidente que para retirar conclusões seja necessario cruzar vàrios aparelhos. Se um Jadis e um AR acoplados a vàrias colunas diferentes e com caracteristicas sonoras complementares, continuarem a brindar de um som lento então são eles os culpados. Se vàrios outros aparelhos a vàlvulas, acoplados às mesmas diferentes colunas continuarem a produzir "lentidão" ... então é possivel que a tecnologia a vàlvulas seja ela a responsàvel! Se uma excepção aparecer nestes dois casos ... então é necessario de vasculhar até encontrar a causa!

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry


Última edição por TD124 em Dom Nov 18 2018, 14:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3814
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 14:29

Alexandre Vieira escreveu:
... Existe sempre um mas, o "belo" é um facto sempre a ter em conta. ...

Mais subjectivo do que "o belo" ... não sei se existe affraid

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5280
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 16:30

TD124 escreveu:
Goansipife escreveu:
... a família de amplificação destes e dos Jadis, cometem (para mim, claro) o mesmo tipo de crime.

Som:
- Algo lento e sem alma;
- Palco sonoro por vezes demasiado estendido em largura mas sem grande profundidade e altura. Algo confuso. ...

Durante a leitura deste texto (complétamente on-topic e dedicado ao Alexandre Vieira  Laughing ), imediatamente três angulos de analise me vieram à cabeça:

1) Não posso criticar uma pessoa que durante uma escuta de colunas que aprecia e conheçe, não encontrando o som ao qual està habituado, inculpe os amplificadores do fenomeno. Também não posso criticar a pessoa que nessas condições, e verificando que ambos são a vàlvulas, acuse essa tecnologia dos resultados ouvidos ...

2) Ninguém pode afirmar que as vàlvulas sejam lentas, ném que os transistores sejam rapidos, ném o contràrio ... pois nos dois campos existe de tudo e o pecado tanto da vàlvula que do transistor não me pareçe ser do lado da rapidez, ném do palco. Um Jadis que não é "muito" lento e um Audio Research que é mesmo veloz, se não aparecem assim, é que o casamento não lhes é favoràvel ... ou não o é às colunas, o que vai dar a mesma coisa ou seja uma "lentidão subjectiva" neste caso. Não sabendo qual era a fonte, ném a sala, considero que o problema estava numa mà "cumplicidade" entre amplificador e colunas...

3) A abnegação dos importadores a representar marcas que não se casam "naturalmente" umas com as outras e que acabam por se descreditar umas às outras ... continua a ser um enigma para mim. Isto produz-se em todos os paises que conheço professionalmente e faz parte dos elementos que levaram a Hifi de topo à triste situação na qual està hoje. Uma boa demonstração dos aparelhos é vital para consolidar o mercado e respeitar o consumidor...

Pelo que disse atràs ao amigo José Miguel, pareçe-me evidente que para retirar conclusões seja necessario cruzar vàrios aparelhos. Se um Jadis e um AR acoplados a vàrias colunas diferentes e com caracteristicas sonoras complementares, continuarem a brindar de um som lento então são eles os culpados. Se vàrios outros aparelhos a vàlvulas, acoplados às mesmas diferentes colunas continuarem a produzir "lentidão" ... então é possivel que a tecnologia a vàlvulas seja ela a responsàvel! Se uma excepção aparecer nestes dois casos ... então é necessario de vasculhar até encontrar a causa!

cheers

O que significa "lentidão" ("velocidade")? Como é que se identifica através da escuta? Qual seria um sistema que poderiamos usar como referência (isto porque a avaliação subjectiva é uma comparação com referências)?

Quais são os factores que podem causar "lentidão" num amplificador?

Alguma das medições possíveis de efectuar a um amplificador serve/servem para illustrar essa característica de "velocidade"?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2744
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   Ontem à(s) 19:11

Paulo,

Obviamente que, na minha anterior intervenção, meio a brincar, meio a sério, para provocar o discurso jurídico do Alexandre Vieira, não estava a:

- Considerar as válvulas lentas, sem alma e com um palco sonoro confuso;
- Também não considero que os AR e os Jadis estejam neste plano de sonoridade, e tão pouco que sejam más amplificações.

Seria uma estupidez da minha parte fazê-lo, sem mais "elementos de prova" em concreto. Juridicamente termos "matéria de facto" para integrar esses "elementos de prova".

Estava sim, e percebeste, a atingir os casamentos menos felizes de amplificação vs colunas seleccionadas para "noivas". Então aqui as verdadeiras "culpadas do crime", poderão ser as colunas. Por isso, disse que o "processo ainda estava em segredo de justiça", como uma metáfora de que me era completamente desconhecido, se as SF eram, ou não, as prováveis responsáveis pela escuta menos agradável que até agora tenho tido com estes equipamentos, pois nunca tive a oportunidade de os ouvir estes com outras "meninas falantes" (Ghost4u). Com modelos de marcas diferentes.

Também por outro lado, e apanhaste completamente a minha mais directa crítica, estava a abordar o facto de os importadores / distribuidores insistirem em sessões de audição (tardes inteiras, que por vezes se prolongam por noites) com "sets" que não se apresentam com a melhor afinação - ou seja, o casamento mais ideal possível entre todos os elementos - e é bem verdade que constituem um verdadeiramente um enigma, também para mim.

Devo dizer aqui que, para a minha forma de estar, é facto eu não ter nada a ver, nem me meter, com os objectivos comerciais, ou outros, que esses distribuidores têm quando fazem estas demonstrações. Continuo a agradecer-lhes o terem me convidado a pertencer ao grupo, muitas vezes restrito, de ouvintes dessas tardes / noites. Mas que é um enigma, é! Pelas mesmas razões que apontaste.

Pessoas que possuam amplificação da Jadis, não conheço nenhuma, mas pessoas a possuirem Audio Research, conheço (ou lembro-me de já ter ouvido nos seus ambientes familiares), pelo menos 3. Todos com Sonus Faber no fim da cadeia de hardware. O resultado de escuta é praticamente sempre o mesmo.

Chegado aqui, tenho a dizer, que por várias outras experiências com válvulas, mesmo em minha casa, as Sonus Faber não são as melhores e ideias parceiras para tal tipologia. Nunca eu, ou outras pessoas, que fizeram este tipo de experiências, com vários modelos da SF (mais modernos, ou mais antigos), conseguimos resultados satisfatórios.

Quando também metaforicamente digo que "Assim, a acusação do processo de investigação efectuada pelo DIAP - Departamento de Investigação do Áudio com Prazer - já foi formulada e espero novos desenvolvimentos, por forma a que a Bota - estética - me diga e muito com a Perdigota - prazer de audição.", quero dizer e posso já adiantar que há já algum tempo que está planeado entre mim e o Joaquim Pinto e agora, há 2 dias atrás, com o Fernando Mota a audição das minhas Concertino com um JP Viriatus, no próximo PISA II. Vamos ver o que dá a experiência.

Então, a única conclusão que tiro, até seguindo a tua estratégia, é:

- Até hoje, não consegui ouvir com prazer, amplificação de tipologia a válvulas com as SF;
- Dos AR e Jadis que ouvi "casados" com esta marca - Sonus Faber - a audição teve longe de ser prazerosa;
- Fica para breve, ver/ouvir como é que a experiência, que se prevê num futuro próximo, vai correr. Depois relato aqui. É uma promessa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Tribunal das escutas!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Tribunal das escutas!
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» La Toya Jackson grita e mãe de Michael Jackson chora com condenação do doutor Conrad Murray

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: