Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 vincent sv 227 MK

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: vincent sv 227 MK    Dom Jun 24 2018, 16:02

Boa tarde a todos

apesar de andar mais arredado do forum, trabalho oblige, regresso com um ataque de upgradatite aguda.
pesquisando por aí dei de caras com aparente óptimo desconto neste amplificador - Vincent sv 227 MK.
Encontrei poucas reviews pelo que peço aqui a vossa opinião, a quem conhece o dito, a quem conhece a marca, e mesmo a quem não conhece mas cujos bitaites sempre agradeço e relevo.

Seriam para casar, para já, com umas Tecnhics sb-X50 e um project rpm 1.3 com ortofon 2m red através de um rega fono mm

desde já agradecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4286
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 56
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Dom Jun 24 2018, 19:00

Olá
Fui dono de 4 monoblocos SP 996 durante alguns anos, não eram maus... até ouvir o Pioneer M90a.
Tinham bastante músculo e não tocavam mal, por isso os tive alguns anos.
Claro que depende do gosto de cada um, mas se gostas de um som a puxar para o detalhado e um pouco frio (para mim), deve ser uma aposta segura.

O audio é tramado... o que uns adoram... outros detestam...

Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Dom Jun 24 2018, 21:34

Tratando-se de um híbrido, manterá essas características?

Nada como ouvir primeiro, certo?

Obrigado Fredy, cumprimentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4227
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Seg Jun 25 2018, 00:41

Mesmo que a maioria dos pareceres sejam abonatórios, a meu ver, não dispensa prévia audição.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Seg Jun 25 2018, 22:50

Pois claro!

Queria apenas "auscultar" opiniões de quem porventura conhecesse o dito ou a marca.

Obrigado
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 13/07/2010

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Seg Jun 25 2018, 23:52

Olá

Essa marca tem aparelhos de muito boa qualidade e tem a vantagem de não ser cara.
Ouvi diversos modelos e alguns mais potentes na casa do representante da altura, e ganhei uma opinião muito favorável em relação á marca.
Esse modelo não conheço, mas com um pouco de paciência e ajuda de alguns amigos, acho que fará o seu sistema cantar bem.
O problema de sempre é as imensas oportunidades no mercado de segunda mão.
Na net existe de certeza alguma informação que possa pelo menos dar uma ajuda na escolha.
Analise também o assunto como um negócio, comprar bem e futuramente numa venda não perder muito dinheiro.
Hoje gostamos imenso,amanhã pensamos em comprar melhor.

Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jun 26 2018, 00:48

Obrigado

Já pesquisei e não encontrei muita informação, o que encontrei são reviews que me pareceram muito comerciais i.e. dizem sempre muito bem.
As especificações, do site do fabricante, são as seguintes:

Frequency Response: 20 Hz – 20 kHz +/-0,5 dB; 20 Hz – 50 kHz +/-2 dB
Nominal Output Power RMS/8 Ohm: 2 x 100 Watt
Nominal Output Power RMS/4 Ohm: 2 x 196 Watt
T.H.D.: < 0.1 % (1 kHz, 1 Watt)
Input Sensitivity: 280 mV
Signal-Noise-Ratio: > 90 dB
Input Impedance: 47 kOhm
Max. Power Consumption: 320 Watt
Inputs: 4 x Stereo RCA, 1 x Optical, 1 x Coax
Outputs: 1 x Stereo RCA Rec Out, 1 x Stereo RCA Pre Out, 2 x Power Control, 4 x 2 Speaker Terminals
Tubes: 3 x 12AX7
Colour: Black or Silver
Weight: 20 kg
Dimensions (WxHxD): 430x150x435 mm

Agrada-me a estética, o facto de ser novo e de ter DAC incorporado para poder ligar a tv.
A ideia é casa-lo com um


Apesar de seguir este forum com atenção e de já aqui ter aprendido muita coisa, não tenho grande disponibilidade para ouvir tudo. De vez em quando dão-me uns impulsos para fazer uns upgrades. No primeiro troquei amp e colunas novas por material mais antigo - aos nossos ouvidos ficamos a ganhar no som lá em casa mas fiquei com a pulga atrás da orelha de que levámos uma banhada no negócio (pouco depois o vendedor "perdeu" o perfil no OLX mas julgo tê-lo encontrado mais tarde com outro nome). Daí que não queria levar mais banhadas até porque já considero valores mais altos - o que, confesso, me traz alguma segurança em relação à efectividade do upgrade. Isto, claro está, para um leigo como eu que não ouviu aparelhos senão aqueles que estiveram lá em casa. É que isto de ouvir e experimentar tem toda a razão de ser mas a logística pode ser muito complicada - não posso andar a pedir para virem cá a casa experimentar ou ir eu com o GD e colunas atrás de mim para ouvir todos os amps que me parecem boas soluções.

Este aparelho aparece com desconto na ultimate audio pelo que o considero precisamente pela possibilidade - julgo eu - de me poderer dirigir ao estabelecimento e ouvir, mas lá está, não vou levar os trambolhos de colunas atrás de mim nem o gira... Daí que procure entre os membros deste forum opiniões de alguém que porventura já se tenha cruzado com o mesmo.

A ideia é ouvir o que leio que muitos de vocês ouvem - o palco, os graves e os agudos no sítio, tudo definido e coiso e tal... e claro, que nos agrade!
Vamos continuar a dar mais valor à musica que ao som, mas caramba, depois de tantas horas a lê-los por aqui, também quero um pouquinho desse prazer que é ter o som a fazer jus à musica lá de casa.

Portanto, e desculpem que isto já vai longo, agradeço desde já as vossas opiniões e ajudas, vou ver se ganho coragem e amanhã/esta semana vou lá conhecer o bicho e ouvi-lo... pode ser que venha comigo!

Cumprimentos


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jun 26 2018, 16:13

Boa tarde!


Eu não conheço o Vincent, mas para lançar a confusão... aqui estou eu. Wink

Faz pouco tempo vi um Rega Elicit-r no olx, dizia o vendedor que tinha dois meses e estava perto do preço do Vincent (1000 euros). Se ainda lá andar, eu tentaria ouvir - é muito bom e um bom aparelho para futuramente ser vendido caso pensem em trocas.

Não conheço os Rega Elex-r, os novos, mas andam dois no Mercado de Usados... Refiro estes porque poderiam deixar margem para pensarem nas colunas (com certeza há aqui quem conheça os Elex-r e possa dizer se 700 euros por um usado é bom).

Depois, caso encontrem um tempinho, eu experimentaria um Hegel h80 que está na Ajason (tentaria negociar o valor, é usado) e tentaria ouvir mais alguns da mesma "liga", como os Primare e afins.


Caso pensem manter as colunas, tentem mesmo experimentar com elas, porque as colunas imfluenciam muito o resultado final, mais do que o amplificador.


Boas compras, divirtam-se e experimentem. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jun 26 2018, 16:57

Também não conheço o modelo em questão, mas entre novos / descontinuados, retomas e novos mesmo, à volta dos 1.000 € eu ouviria mais alternativas.

Isto do ser melhor ou pior, só os nossos ouvidos o dirão no conjunto de amplificação, equipamentos a montante e a jusante que possamos ter, e o equipamento não desprezível chamado SALA.

Não conheço nenhuma review que consiga, inquestionavelmente, afirmar se este é melhor do que aquele. Dão indicações, que poderão dar pistas e extrapolações. Nada mais! Cada situação e cada pessoa é uma situação e uma pessoa.

Dos modelos da Vincente que conheço, confesso, que nenhum me gerou alguma admiração, mas...

De retomas, eu tentaria ouvir:

- Rega Elicit-R na Audioteam, em estado impecável

De novos, iria para:

- Marantz PM-8006 - 1.086 €, na FGC - Fernando Gonçalves Carvalho, Lda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jun 26 2018, 17:25

Os Elicit-r não se aguentam muito tempo no Mercado, o que estava no olx foi vendido, já não anda por lá (anda um Elicit 2, que não conheço).


Se o que está na AudioTeam ainda por lá anda, é uma boa proposta (ainda não está na página e ir lá deve valer a pena).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4227
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jun 26 2018, 18:22

Sem ser novidade para alguns companheiros, das encarnações Elicit, prefiro a anciã. No entanto, nas oportunidades da Audio Team, está um bom integrado: Rega Brio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jun 27 2018, 16:18

Obrigado pelas sugestões, parecem me bastante válidas.
Afinal ontem não pude ir experimentar nada, a ver se consigo amanhã.

Confesso que o Vincent atrai me pelo facto de ser híbrido e por também ter DAC, salvo erro.

Reparei agora que no meu post anterior acabei por não referir o casamento... Pois propõe se casamento com colunas Technics SB x50, fonte project rpm 1.3 genie através de um rega fono mm (não sei bem que geração, seguramente segunda ou terceira). A sala é um covil de 3x4m


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jun 27 2018, 16:31

Fascínio pelas válvulas!? Smile

Que tal experimentarem um integrado a válvulas?
(nem que seja para saberem do que são capazes...)

Nós esquecemos as válvulas por uns tempos, não são coisa fácil, mas há integrados a válvulas a preços simpáticos.


O casamento já tinha sido referido, foi uma das razões que me levou a escrever... Não conheço o Vincent, mas se conseguirem comprar um bom Integrado e deixarem orçamento para colunas, melhor (digo isto porque me parece que as colunas estão com guia de marcha).


Repito o conselho que dei em cima: se vão manter as colunas, levem as colunas para as experiências - o Elicit-r, se estiver na AudioTeam, merece a passagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
nbaptista
Membro AAP


Mensagens : 404
Data de inscrição : 31/03/2015

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jun 28 2018, 11:24

Na Audioteam está lá um Rega Brio dos novos, vale a pena a audição, até pelo preço.Nos classificados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Seg Jul 02 2018, 22:37

Ora bem, depois de duas passagens pela Ultimate audio e outra pela Ajasom...

Isto de entrar nestes sítios com mil euros para gastar tem pouco que se lhe diga. Oferta muito limitada!
O Vincent 227 já lá não morava - não devo ter sido o único a achar que valeria a pena.
Agradeço a paciência e disponibilidade do Sr.Rui e Sr. Nuno que me aturaram.

Acabei por ouvir um Primare i32, um vincent sv 400 e um Rotel não sei quantos (sorry, overload de nomes e números nos útimos dias) na Ultimate Audio e o que gostei mais foram as colunas. Impressionaram umas Technics SB-C700, pequeninas mas raçudas, e umas Elac Adante AS-61. A fonte era um leitor de CD. Tudo ligado com uns cabos bem grossos daqueles que dão ar de serem dos bons. Smile
Quanto aos amplificadores, gostei do Primare mas o vincent bateu-se bem. Ambos ofereceram um palco amplo (ou seriam as colunas?) com som agradável e de efeito audiófilo aos meus ouvidos. O Rotel não gostei tanto, achei mais fechado, não sei.

Depois fui à Ajasom onde ouvi o Hegel H80 pareado com umas PMC, salvo erro Twenty5 22. A fonta era um streamer, não sei qual...
Fiquei menos impressionado, tenho de que confessar. Nada muito óbvio que possa apontar, tocou tudo muito direitinho, as gamas todas certinhas, mas não sei, faltou qualquer coisa. O que mais me impressionou foi um integrado a válvulas (primeira audição a válvulas aqui do moi meme) que era um Leben CS-300XS. Não que tivesse notado assim uma grande diferença para o Hegel, aliás, estava lá tudo o que ouvia no Hegel, mas com mais "finesse"...

Não tive oportunidade de ouvir os Rega da Audioteam - fecha às segundas...

Depois disto, as audições que mais impressionaram foram as da Ultimate Audio. Não sei se pela escolha musical mais apropriada para demonstração, se pelas colunas, se o quê... fiquei com a ideia de ter ali material High end. Ora isto aborrece-me porque gostava que o Hegel acompanhasse já que tem DAC incorporado o que facilitava para ligar a TV (a melhor metade anda sempre a dizer "uma sistema tão XPTO e não consegues lá ligar a TV..."). Ainda assim o que me encheu os olhos foi o tal integrado a valvulas e as ELAC. Combinando os dois gastaria mais de 6000€, fora suportes para as colunas.

Em termos de valores, Primare e Hegel à volta dos 1000 euricos. O Vincent pelos 400€. Portanto, nem americanos, nem ingleses nem chinocas... escandinavos e alemão

Vincent e Hegel em Stock-off - já foram actualizados - e o primare é uma retoma.

Vim de lá com mais dúvidas que certezas. Damn
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3286
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 00:16

Buck Banzai escreveu:
Ora bem, depois de duas passagens pela Ultimate audio e outra pela Ajasom...

Isto de entrar nestes sítios com mil euros para gastar tem pouco que se lhe diga. Oferta muito limitada!
O Vincent 227 já lá não morava - não devo ter sido o único a achar que valeria a pena.
Agradeço a paciência e disponibilidade do Sr.Rui e Sr. Nuno que me aturaram.

Acabei por ouvir um Primare i32, um vincent sv 400 e um Rotel não sei quantos (sorry, overload de nomes e números nos útimos dias) na Ultimate Audio e o que gostei mais foram as colunas. Impressionaram umas Technics SB-C700, pequeninas mas raçudas, e umas Elac Adante AS-61. A fonte era um leitor de CD. Tudo ligado com uns cabos bem grossos daqueles que dão ar de serem dos bons. Smile
Quanto aos amplificadores, gostei do Primare mas o vincent bateu-se bem. Ambos ofereceram um palco amplo (ou seriam as colunas?) com som agradável e de efeito audiófilo aos meus ouvidos. O Rotel não gostei tanto, achei mais fechado, não sei.

Depois fui à Ajasom onde ouvi o Hegel H80 pareado com umas PMC, salvo erro Twenty5 22. A fonta era um streamer, não sei qual...
Fiquei menos impressionado, tenho de que confessar. Nada muito óbvio que possa apontar, tocou tudo muito direitinho, as gamas todas certinhas, mas não sei, faltou qualquer coisa. O que mais me impressionou foi um integrado a válvulas (primeira audição a válvulas aqui do moi meme) que era um Leben CS-300XS. Não que tivesse notado assim uma grande diferença para o Hegel, aliás, estava lá tudo o que ouvia no Hegel, mas com mais "finesse"...

Não tive oportunidade de ouvir os Rega da Audioteam - fecha às segundas...

Depois disto, as audições que mais impressionaram foram as da Ultimate Audio. Não sei se pela escolha musical mais apropriada para demonstração, se pelas colunas, se o quê... fiquei com a ideia de ter ali material High end. Ora isto aborrece-me porque gostava que o Hegel acompanhasse já que tem DAC incorporado o que facilitava para ligar a TV (a melhor metade anda sempre a dizer "uma sistema tão XPTO e não consegues lá ligar a TV..."). Ainda assim o que me encheu os olhos foi o tal integrado a valvulas e as ELAC. Combinando os dois gastaria mais de 6000€, fora suportes para as colunas.  

Em termos de valores, Primare e Hegel à volta dos 1000 euricos. O Vincent pelos 400€. Portanto, nem americanos, nem ingleses nem chinocas... escandinavos e alemão

Vincent e Hegel em Stock-off - já foram actualizados - e o primare é uma retoma.

Vim de lá com mais dúvidas que certezas. Damn

Eu convivo faz uns anos com um Primare e não penso em mudar tão depressa. Para além de ser potente tem uma neutralidade que poucos ingleses têm. Foi esse aspecto que me fez ter um. Ou seja, a musicalidade que dele emana não advém de um qualquer "aprumo de engenharia" do amplificador, antes da melodia.

E Pronto mais não digo porque posso parecer imparcial. lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 07:22

Buck Banzai escreveu:
Ora bem, depois de duas passagens pela Ultimate audio e outra pela Ajasom...
(...)
O que mais me impressionou foi um integrado a válvulas (primeira audição a válvulas aqui do moi meme) que era um Leben CS-300XS. Não que tivesse notado assim uma grande diferença para o Hegel, aliás, estava lá tudo o que ouvia no Hegel, mas com mais "finesse"...

Não tive oportunidade de ouvir os Rega da Audioteam - fecha às segundas...

(...) Ora isto aborrece-me porque gostava que o Hegel acompanhasse já que tem DAC incorporado o que facilitava para ligar a TV (a melhor metade anda sempre a dizer "uma sistema tão XPTO e não consegues lá ligar a TV..."). Ainda assim o que me encheu os olhos foi o tal integrado a valvulas e as ELAC. Combinando os dois gastaria mais de 6000€, fora suportes para as colunas.  
(...)


Bom dia!


Quando referi o Hegel e os Primare como possíveis soluções, estava longe de imaginar que se iriam cruzar com todas essas experiências - boas, pelo que parece.


Não me admira que o Leben tenha encantado os olhos - é muito bonito! -, mas... "mais finesse"!?

Nós depois de termos experimentado um, deixamos de o ver com o mesmo encanto. Num outro tópico já se falou desse modelo, andam dois no Mercado de Usados. Para mim/nós (a Luciana ficou com a mesma ideia), ligado a umas colunas que nem eram das mais difíceis - 89 db de sensibilidade, como essas PMC -, ele revelou-se pouco ágil e sem força. O som, pode dizer-se, era agradável, mas faltava-lhe energia, rapidez, impacto, equilíbrio - para nós não interessa tanto quão baixo um amplificador consegue fazer as colunas chegar ou até aquilo a que se chama de palco, o mais importante é a coerência.

O Leben merecerá a escolha de umas colunas de elevada sensibilidade, talvez ali para os 93/95db... mas novas serão colunas caras, cada vez é mais difícil encontrar colunas assim sensíveis.

As ELAC têm estas características:
Sensitivity: 85dB at 2.83 v/1m
Recommended amplifier power: 50 to 160 wpc
Peak power handling: 160 wpc
Nominal Impedance: 6 Ohms

Não me parece que o Leben as segurasse... mas posso estar enganado, não conheço as colunas.

Dito isto, o que mais interessa é o que cada um pretende dos equipamentos, porque quem vai viver com eles tem que lhes dar uso!


Vocês experimentaram os vários amplificadores com colunas bem diferentes, cuidado! Eu não consigo dizer se o resultado final se deve mais a uma ou outra parte do sistema sem que tenha uma mesma referência... no caso do Leben nós ouvimos as mesmas faixas, com as mesmas colunas mais outros dois amplificadores diferentes, ficamos a perceber onde é que ele nos deixava de agradar.


Não é fácil, mas o ideial seria levar as vossas colunas e usar as mesmas faixas (bem conhecidas)... a sala seria diferente, mas pelo menos teriam mais elementos comuns.


Com um orçamento de 1000 euros para um amplificador a oferta pode parecer curta, mas não é assim tanto e encontram-se coisas já muito boas! Wink

Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 09:50

José Miguel escreveu:


Não me admira que o Leben tenha encantado os olhos - é muito bonito! -, mas... "mais finesse"!?


Aqui está um bom exemplo da frase que o Fredy, não se cansa de repetir:

- "O que uns adoram, os outros detestam"

Ora no meu caso pessoal, o Leben é um excelente equipamento e está uns furos, bem perceptíveis, acima de outras boas máquinas como o Hegel e os Primare. Para mim é outro campeonato, a todos os níveis: sónico, desenho do circuito electrónico, desenho da caixa, construção, etc.

Ouvi o Leben - 15 W a 8ohm - (pvp 3.490,00 €), quando da sua apresentação, na Ajason, a puxar por umas Audiovector SR3 Avangarde Arretè - 91,5 Db/W/m e 8 ohm de imp nominal - (pvp 9.000,00 €). No final, à questão do António José se tinha gostado, respondi: "(...) imenso, mas é um equipamento caro!".

Perante o franzir de testa dele, justifiquei a minha afirmação porquanto, juntar este amplificador, com esta potência, será sempre com colunas com elevada sensibilidade, que são normalmente [e necessariamente] caras!

Gastar cerca de 12,5 K € em amplificação + colunas, não se poderá dizer que é propriamente barato e acessível a todas as bolsas, pese embora, o potencial de qualidade e prazer auditivo percepcionados. Não é verdade? Ou será que estou a ficar, para além de velho, muito ferreta?  

Não sei, nem nunca perguntei ao Joaquim Pinto, em quanto fica um Viriatus, mas tendo em atenção que um amplificador que já se "mistura" melhor com várias soluções de colunas e já que estamos numa de válvulas, penso que ficará uma solução bem mais barata e a diferença, a existir, é desprezível, para os meus ouvidos.

Por outro lado, com paciência, sempre poderemos encontrar no mercado de 2ª mão, uma daquelas raridades vintage (colunas), que nos deixam deleitados com o Viriatus.


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 13:43

José Miguel escreveu:

(...)

O Leben merecerá a escolha de umas colunas de elevada sensibilidade, talvez ali para os 93/95db... mas novas serão colunas caras, cada vez é mais difícil encontrar colunas assim sensíveis.

(...)
Não me parece que o Leben as segurasse... mas posso estar enganado, não conheço as colunas. (Elac)

Dito isto, o que mais interessa é o que cada um pretende dos equipamentos, porque quem vai viver com eles tem que lhes dar uso!

(...)

Goansipife escreveu:
José Miguel escreveu:


Não me admira que o Leben tenha encantado os olhos - é muito bonito! -, mas... "mais finesse"!?


Aqui está um bom exemplo da frase que o Fredy, não se cansa de repetir:

- "O que uns adoram, os outros detestam"

Ora no meu caso pessoal, o Leben é um excelente equipamento e está uns furos, bem perceptíveis, acima de outras boas máquinas como o Hegel e os Primare. Para mim é outro campeonato, a todos os níveis: sónico, desenho do circuito electrónico, desenho da caixa, construção, etc.

Ouvi o Leben - 15 W a 8ohm - (pvp 3.490,00 €), quando da sua apresentação, na Ajason, a puxar por umas Audiovector SR3 Avangarde Arretè - 91,5 Db/W/m e 8 ohm de imp nominal - (pvp 9.000,00 €). No final, à questão do António José se tinha gostado, respondi: "(...) imenso, mas é um equipamento caro!".
(...)

Gastar cerca de 12,5 K € em amplificação + colunas, não se poderá dizer que é propriamente barato e acessível a todas as bolsas, pese embora, o potencial de qualidade e prazer auditivo percepcionados. Não é verdade? Ou será que estou a ficar, para além de velho, muito ferreta?  

Não sei, nem nunca perguntei ao Joaquim Pinto, em quanto fica um Viriatus, mas (...)

Boa tarde Gonçalo!

Talvez não estejamos assim tão distantes na opinião sobre o Leben, infelizmente eu só o ouvi com umas colunas e com essas ele não se aguentou (comparado com um amplificador bem mais caro e outro bem mais barato...).

Eu contei o episódio, não para falar mal do amplificador (gosto dele e até já tinha falado dele em outro tôpico), mas para alertar sobre o que ele pode fazer com as Elac ou outras colunas menos sensíveis, alertei até para a necessidade de se escutar com algo que realmente conhecemos ou fazer isso que o Gonçalo refere: entrar na loja, encontrar um par ideal e seguir em frente.

A frase que tantas vezes aparece aqui sobre o audio é válida e verdadeira, mas poderia referir-se à Literatura, Escultura, Cinema, Moda, Carros, Comida... A tudo, porque ela apenas refere que pela forma como Conhecemos somos únicos - o audio não tem nada de especial, é da Natureza do Homem. Claro que existem pontos de contacto, crescemos todos sob a mesma Cultura e no caso da experiência que relatei, até o proprietário do Leben percebeu que aquele não era o casamento ideal - mais uma vez, depois há a questão de gosto que pode superar a questão de desempenho e também isso referi, porque acredito nisso, acredito que quem compra informado escolherá melhor e viverá sossegado.


Posto isto, é possível comprar um Leben 300x (usado e como novo) por menos de 2000 euros... Mas mantenho a opinião sobre as colunas, é preciso cuidado para o permitir brilhar e ganhar em Música.


Quanto ao Viriatus... Nada como contactar o senhor Joaquim, ele responde prontamente e não deixará de o fazer de forma simpática, clara e precisa. Não conheço o Viriatus e não sei se ele é melhor do que um integrado a transistores na casa dos mil euros (usado, retoma, ...), mas é preciso triplicar o orçamento e por isso também se abririam tantas possibilidades sem válvulas...

Desejo muita diversão no caminho de escolha e compra, é um caminho que sabe bem fazer. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 13/07/2010

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 21:48

Olá

Quanto ao Viriatus... Nada como contactar o senhor Joaquim, ele responde prontamente e não deixará de o fazer de forma simpática, clara e precisa. Não conheço o Viriatus e não sei se ele é melhor do que um integrado a transistores na casa dos mil euros (usado, retoma, ...), mas é preciso triplicar o orçamento e por isso também se abririam tantas possibilidades sem válvulas...,

Sem que pareça ofensa ,a frase de ( não sei se o Viriatus é melhor do que um integrado a transistores na casa dos mil euros)  
No dia que tiver a possibilidade de conhecer o Viriatus, vai ter um problema sério para resolver  
É que ele vai aumentar de preço para ser encarado como um grande amplificador, e ombrear com aparelhos ditos, muita bons.
E mais a sério , amplificadores até 4 ou 5 mil €, isso é brincadeira de crianças pró Viriatus.

Cumps
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 22:14

Pode rir à vontade, a minha frase não encerra nenhum insulto e, ao contrário do que se vai fazendo por aqui (fórum), eu deixo sempre a sugestão de contactar o senhor Joaquim - foi o que eu/nós fizemos e obtivemos resposta pronta, clara e simpática sobre o produto que pretendiamos.

Alimenta-se um mito e afastam-se as pessoas do trabalho do senhor - honestamente, se acreditasse em tudo o que leio, nem tentava contactar o senhor Joaquim, uma vez que se "vende" o mito da impossibilidade.


Repito: não conheço o Viriatus e não sei se ele será melhor do que um integrado a transístores de 1000 euros (retoma, usado - ou seja, contando o preço dele em retoma, usado). Deixemos para lá a adjectivação superlativa, ela não ajuda ninguém, nem o senhor Joaquim e as suas peças, muito menos quem procura comprar. (a menos que já se tenham feito todos os testes e comparações... mas não foram feitos, pois não!?)


Nada como experimentar, quando os valores sobem para a ordem dos milhares (1, 2, 3...), as experiências deverão ser feitas para se acabar a escolher o que se gosta.



Já se aniquilou um tópico que poderia ser útil para mais pessoas perceberem o valor de uma peça como o Viriatus, que por ter uma produção limitada é difícil de conhecer.


Ah! Acredito que o Viriatus (45/60 watts) seja mais eficaz que o Leben (15 watts), são outros números que abrem a possibilidade a uma maior selecção de colunas... não todas as colunas, mas mais com certeza.


Atenção, consegui escrever isto tudo sem me rir de outra pessoa e sem ofender um equipamento e um senhor (construtor) que respeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 13/07/2010

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 22:43

Olá
Prezado José Miguel, entendo que não tenho o dom da escrita, e não foi minha intenção rir de ninguém.
Se assim entendeu, as minhas desculpas, não é meu hábito gozar com pessoas e muito menos com quem não conheço.
Mais, se um dia vier a Lisboa terei muito gosto em mostrar-lhe o Viriatus a tocar com vários sistemas .
No fim, talvez me agradeça sem ficar zangado comigo.
O meu Viriatus está na casa de um amigo meu, sr, Francisco Frias aqui do fórum.
Pergunte por MP o que lhe aconteceu.
Só um esclarecimento, eu tenho mais amplificadores e já tive , BAT VK 60, Plinius SA 100, Electrocompaniet  AW 180 monoblocos e AW 100,
NAD silver S200 x2 , TAG Maclaren entre outros, e também ouço música com um Pioneer A400.
Vale o que vale, mas são muitos anos a carregar caixotes para casa, não faz de mim um sábio, mas um estivador experiente

Com os melhores Cumprimentos
Jorge
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Ter Jul 03 2018, 23:03

Eu não fico zangado, mesmo! Honestamente leio o que escrevem sobre os produtos do senhor Joaquim e pergunto-me: qual a razão para não se ser aberto e referir logo o contacto com o próprio!? Ele respondeu-nos logo, não há necessidade de criar o "mito", o melhor é permitir que se conheça mostrando que o caminho é possível - é a minha opinião.

Eu/nós sempre tivemos abertura para todos os equipamentos e para as várias tecnologias, até hoje já nos cruzamos com alguns equipamentos e sempre escolhemos pelo que gostamos, não pelos nomes ou fama dos produtos.


Por exemplo: a nossa muito curta experiência diz-nos que amplificadores a válvulas (também já privamos umas horas com um BAT desses) pedem cuidado na escolha das colunas e quando digo isto não estou a dizer mal das peças, apenas alerto para algo que experimentei... Quem lê esta opinião pode contrariar, eu não conheço tudo, conheço muito pouco até.


Repare que desde o início deixo a sugestão de experimentar, não sei se com as colunas "X" vai funcionar melhor válvulas ou transístores, não coloco e nem colocarei as coisas da forma radical esta tecnologia é melhor do que aquela e por isso disse que o Viriatus pode não ser superior a um integrado... Só isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 15:09

JPEREIRA escreveu:
(...)

Só um esclarecimento, eu tenho mais amplificadores e já tive , BAT VK 60, Plinius SA 100, Electrocompaniet  AW 180 monoblocos e AW 100,
NAD silver S200 x2 , TAG Maclaren entre outros, e também ouço música com um Pioneer A400.
Vale o que vale, mas são muitos anos a carregar caixotes para casa, não faz de mim um sábio, mas um estivador experiente

(...)

José Miguel escreveu:
(...)

Por exemplo: a nossa muito curta experiência diz-nos que amplificadores a válvulas (também já privamos umas horas com um BAT desses) pedem cuidado na escolha das colunas e quando digo isto não estou a dizer mal das peças, apenas alerto para algo que experimentei... Quem lê esta opinião pode contrariar, eu não conheço tudo, conheço muito pouco até.
(...)

Olá José Miguel e Jorge,

Tal como dizes, Jorge, também já me passaram por casa ou a nível comercial (quando julguei ter essa capacidade), bastantes equipamentos, tendo também já participado em diversas demonstrações, de outros tantos, a convite de bons amigos que, generosa e simpaticamente, me convidam para tal e eu aceito entusiasmado. Logo, sendo a sapiência pouca ou nenhuma, a estiva e a curiosidade são igualmente por demais elevadas.

Conheci o Viriatus relativamente pouco tempo depois de ter aderido ao AAP e conheci pessoalmente o Joaquim Pinto, num célebre almoço do AAP em Santarém (que não esqueço), organizado pelo incansável e entusiasta João Militão (Milton).

Nesse almoço, não tendo ouvido o amplificador, fiquei a conhecer pela voz do próprio Joaquim, a sua ideia e filosofia de construção, que logo se compatibilizou com aquela que eu tenho, tão só de leituras, visto que a habilidade...

O Joaquim ficou logo conhecido em muito poucos minutos de conversa. A simpatia, a humildade, a natural e inteligente simplicidade, são características transparentes no Homem, que desarmam qualquer um. Ficámos amigos. É fácil!

Do almoço de Santarém até hoje já ouvi por diversas vezes o Viriatus (e outros projectos do JP), inserido em diversos sets e, obviamente, com diversas colunas a jusante, a maioria, ou de produção portuguesa DIYer, ou Vintage.

É, para mim, inquestionavelmente um grande amplificador. Simples de design, mas poderia dizer, sem afronta a ninguém, que é o vlavulado, com o som mais transistorizado, naquilo em que os bons transístores são realmente muito bons. Poder, ataque, rapidez, largura de banda passante e transparência.

Todavia, como diz o José Miguel, não dispensa de todo de um bom casamento entre ele e o par de colunas que lhe seja colocado no final da "cadeia", aliás como todos. Estou completamente convencido que umas colunas com alguma sensibilidade agregada a alguma facilidade de condução, farão o "animal" agradecer. Não quero dizer que colunas com maior resistência e snobeira de driving, ele não as pegue também ao colo.

O desenho de circuito, a escolha criteriosa dos componentes, sem "doidices" audiófilas, mas cuidada, a construção e, por último, mas não menos importante, a paixão e o efectivo conhecimento do seu criador, estão bem patentes no equipamento, como deveriam estar em todos os componentes áudio.

É o melhor amplificador, ou o melhor amplificador a válvulas que conheço? Não! Não é!

Não conheço nenhum a ter o epíteto de "O MELHOR!". Isso é uma ilusão

Mas também não é esse o objectivo da sua criação - ser o melhor - nem do seu criador. É, mais uma vez para mim, dos amplificadores mais justos que encontrei e, a minha extrema curiosidade e entusiasmo, ao longo de mais de 40 anos nestas andanças, já me levou a ouvir muitos.

Corroboro contudo com a ideia, que o grande problema dos bons amplificadores a válvulas, mesmo os mais acessíveis, conjugam-se melhor - de um modo geral (muito geral, mesmo) - com boas colunas de elevada sensibilidade. Estas, novas, são muito caras, o que torna sempre, ou quase, numa conjugação cujo preço final é considerável.

Mesmo as colunas do chamado mercado vintage, com essas características, não aparecem todos os dias, não menosprezando o feito do Fredy, que encontrou as Sanyo - grandes colunas, mesmo nos dias de hoje - a um preço, mais do que simpático, para aquilo que elas oferecem.

Actualmente, as boas colunas disponíveis no mercado de produtos novos, são maioritariamente de média / média-baixa sensibilidade e impedância. Assim, amps a transístores são mais dedicados e conduzem-nas mais facilmente.

Por outro lado, estas colunas oferecem coisas, ao mais impregnado audiófilo, que as ditas vintage, não ofereciam, nem estavam preocupadas em oferecer, a não ser MÚSICA.


Orquestra
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 16:20

Boa tarde!!!

É por conversas destas que aprecio tanto este espaço e não resisto a espreitar dia após dia o que se passa aqui. Wink


O Gonçalo coloca o dedo numa ferida que alguns de nós temos aberta, eu e a Luciana infelizmente também sofremos com ela - Curiosidade!!


Não escondemos o gosto que temos em conhecer coisas novas, mas... não escondemos que temos os pés no chão e que no final do dia, chegados a casa, conseguimos usufruir da Música de que gostamos com as peças que temos.

Estas peças devem-se a esse caminho de Curiosidade, vamos aprendendo com estas conversas, com as experiências, observando e escutando quem sabe mais do que nós.


Um dia, quem sabe, participaremos de uma dessas reuniões que se fazem mais a Sul, a Norte há menos, mas lá nos vamos cruzando com pessoas que gostam disto e são igualmente Curiosas, abertas e generosas (a última oportunidade surgiu com a compra do pré de phono...).


Por vezes pode parecer tempo mal gasto, mas no final as experiências e Curiosidade vão ajudar a escolher e ficar satisfeito por mais tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4286
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 56
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 21:18

Olá

Citação :
Goansipife escreveu sobre o Viriatus...
É, para mim, inquestionavelmente um grande amplificador. Simples de design, mas poderia dizer, sem afronta a ninguém, que é o valvulado, com o som mais transistorizado, naquilo em que os bons transístores são realmente muito bons. Poder, ataque, rapidez, largura de banda passante e transparência.

Acho que descreveste na perfeição o Viriatus...
Melhor era impossível...
Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 13/07/2010

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 22:18

Olá

Concordo Gonçalo na tua opinião sobre o Viriatus, mas faltou evidenciar uma virtude que poucos equipamentos têm, Naturalidade
De tudo o que ouviste no Viriatus nas diversas situações,aponta lá um pormenor que te tenha agradado menos, diz-me se consegues sentir alguma assinatura sônica.
Eu pessoalmente, é o melhor amplificador que tive até hoje e para mim pouco me interessa se é válvulas ou transistores.
Tenho colunas de 6 ohms, as Paragon Regent , e ele brinca com elas que até parecem de alta sensibilidade  
Esse é o problema do catálogo, transistores toca de uma forma e válvulas toca de outra.
É a grande diferença para com o resto dos aparelhos que o Viriatus tem.
Confesso que eu estava satisfeito com o meu som até ao dia que o AJS trouce o dele a minha casa, pronto,estraguei tudo, o mal é sempre a comparação, e aí vem aquele bicho muito difícil de segurar quando queremos muito aquilo.....
Estava louco se achá-se que Viriatus era o melhor amplificador do mundo
Mas para mim pouco me importa, nem quero saber de nada, mesmo que me saia o Euromilhões ele vai sempre fazer parte da minha coleção privada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3286
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 22:30

JPEREIRA escreveu:


...vai sempre fazer parte da minha coleção privada


Quer dizer que o resto das coisas são públicas?

Assim tipo de um gajo conseguir-se "aviar à brava"?...

É que essas paragon são qualquer coisa...

É uma pena estarem tão mal entregues! Elas tocariam bem era com os meus AMC....

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8625
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 22:32

José Miguel escreveu:
Eu não fico zangado, mesmo! Honestamente leio o que escrevem sobre os produtos do senhor Joaquim e pergunto-me: qual a razão para não se ser aberto e referir logo o contacto com o próprio!? Ele respondeu-nos logo, não há necessidade de criar o "mito", o melhor é permitir que se conheça mostrando que o caminho é possível - é a minha opinião.

Eu/nós sempre tivemos abertura para todos os equipamentos e para as várias tecnologias, até hoje já nos cruzamos com alguns equipamentos e sempre escolhemos pelo que gostamos, não pelos nomes ou fama dos produtos.


Por exemplo: a nossa muito curta experiência diz-nos que amplificadores a válvulas (também já privamos umas horas com um BAT desses) pedem cuidado na escolha das colunas e quando digo isto não estou a dizer mal das peças, apenas alerto para algo que experimentei... Quem lê esta opinião pode contrariar, eu não conheço tudo, conheço muito pouco até.


Repare que desde o início deixo a sugestão de experimentar, não sei se com as colunas "X" vai funcionar melhor válvulas ou transístores, não coloco e nem colocarei as coisas da forma radical esta tecnologia é melhor do que aquela e por isso disse que o Viriatus pode não ser superior a um integrado... Só isso.
Jose não percebo muito esta história scratch
Alguém te recusou o contacto do JP?
E q história é essa do mito? Aqui não há mito nenhum apenas excelentes aparelhos para o preço a q são vendidos. A única coisa é q tens q esperar por eles pois o JP faz quase tudo sozinho e é um homem muito ocupado (o trabalho dele não é este e isto é só um hobie para ele). De resto é aproveitar para ter aparelhos de topo a um preço q de outra maneira não terás IMHO.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qua Jul 04 2018, 22:53

Olá Jorge,

Efectivamente não, não faltou.

Na verdade, quando opino sobre um equipamento, dentro das minhas capacidades de o ouvir, perceber e sentir, não sou capaz de o fazer na forma que o fazem os críticos de áudio, que não sou e não pretendo ser.

Ao referir-me à característica de transparência do Viriatus, estou também a pensar em naturalidade, pois não consigo perceber transparência - qualidade muito importante para mim, num equipamento - sem perceber também a sua Natural, Clara e Verdadeira capacidade de transmitir-nos o processo musical em curso. Isento de esforços e de "artifícios". Sem, por exemplo (entre outros possíveis) tocar mais alto para parecer, com algum pendor exagerado da zona dos médios - agudos, que ouvimos um som muito realista.

Mas lá está, como não sou crítico, não sei aplicar todos os adjectivos, que estes tanto gostam de adornar os testes. Por vezes, de forma algo bacoca, não dizendo nada.

O único defeito que lhe encontro, é, calhando, não ter aquele glamour nem os rococós e prelipimpins de outros mais conhecidos/badalados.

De resto, como qualquer dos bons, coloquem-lhe "petiscos" a montante e a jusante e o rapaz responde de pronto. Em sentido contrário, também não deixa de reclamar

Nunca o ouvi com umas Paragon, mas quando falo em colunas com sensibilidade e facilidade de conduzir, faço-o em termos gerais e não absolutos.

Nunca o ouvi com as Paragon Regent, mas estou certo que em breve o ouvirei

lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 07:55

anibalpmm escreveu:

Jose não percebo muito esta história scratch
Alguém te recusou o contacto do JP?
E q história é essa do mito? Aqui não há mito nenhum apenas excelentes aparelhos para o preço a q são vendidos. A única coisa é q tens q esperar por eles pois o JP faz quase tudo sozinho e é um homem muito ocupado (o trabalho dele não é este e isto é só um hobie para ele). De resto é aproveitar para ter aparelhos de topo a um preço q de outra maneira não terás IMHO.

Bom dia Aníbal!

Faz tempo que acompanho com interesse muitas conversas que acontecem por aqui e sobre as peças construídas pelo Joaquim Pinto, as conversas também não me escapam - creio que até perguntei ao Aníbal a opinião sobre o Brutus (que era a peça pela qual tínhamos interesse).

Pois bem, em todas as conversas que acontecem sobre as peças criadas pelo Joaquim Pinto leio constantemente coisas sobre como é difícil ter uma dessas peças, entrar em contacto com o senhor ou... que não há melhor (a tal adjectivação superlativa).

O meu comentário foi apenas uma critica construtiva, porque acredito que se deve afirmar que o senhor responde aos contactos (como nos respondeu de imediato) e que é perfeitamente normal que se espere por uma peça que será criada de raiz - isto acontece com outros construtores, é assim mesmo - e construirá mesmo para quem não conhece.

Por outro lado, a adjectivação superlativa pode criar expectativas complicadas de gerir, quem vai ouvir já leva em mente essa ideia e, mantenho, não acredito em peças perfeitas que funcionam bem com tudo... Acredito, isso sim, que bem casado, esse amplificador poderá brilhar e que, em alguns casos, poderá não brilhar tanto como outros...


Ora, nisto, em tudo isto o que disse, não há ataque nenhum, creio até que disse algo próximo de uma tautologia... por este Fórum fora é das coisas que mais se diz: cuidado com os "casamentos" e afins... espero que não seja mal compreendido.


Ah! a nós ninguém recusou dar o contacto do senhor Joaquim Pinto, o contacto dele é público e quem o quer encontrar, procura - nós encontramos http://jpamplifiers.com/contactos.htm


Eu e a Luciana teremos todo o gosto em um dia visitar o senhor, ainda não aconteceu, mas sabemos que a visita poderá ser feita.


Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 8625
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 08:42

Bom dia José
Não leves a mal aquilo q eu disse
Apenas axo q a visão q escreves sobre o JP não corresponde à realidade
Tenho o pré de phono Brutus MM e MC dele e já mandei arranjar várias peças ao JP e fiquei sempre satisfeito
O JP é uma pessoa afável e de fácil trato q não complica
Por isso é o meu técnico e construtor de referência
Já em relação ao viriatus (q não tenho mas q já ouvi muitas vezes) posso dizer q não me parece um amp difícil de combinar com colunas, para mim será mesmo mais fácil q muitos amps a transistores q por aí andam, é preciso é q as colunas estejam à altura dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 09:09

Aníbal, eu disse isso mesmo - o senhor Joaquim foi pronto a responder, muito simpático, claro e disponível. Longe de mim apontar algo ao senhor, pelo contrário, repare que desde o início digo o mesmo.

Já disse isto várias vezes!!!

O que critiquei foi o que se escreve por aqui, que faz parecer que ele é inacessível, não responde e não tem igual disponibilidade para todos... e a forma superlativa como se qualificam as peças - é uma opinião, apenas isso, opinião sobre algo que por acaso nos fez demorar a contactar o senhor.


Também desde o início que digo que não conheço o Viriatus e não falei, uma palavra que seja, mal dele - a vantagem da escrita é essa mesma, pode ser revisitada.

O nosso interesse era o Brutus, víamos com bons olhos válvulas aplicadas na etapa de pré-amplificação, mas acabamos por escolher outro de outro construtor português. Na amplificação as válvulas não nos conquistaram, ou melhor, é preciso um grande investimento e não temos euros para isso (porque obrigaria a pensar em colunas... algo que disse já várias vezes, é a nossa experiência apenas).


Por mim, já o disse, são estas conversas que me fazem visitar o Fórum, não as levo a mal, pelo contrário. Sem elas não conhecia umas quantas coisas. Por outro lado, espero sempre não ser mal entendido, falo naturalmente de tudo, se for ler a minha opinião começou com o Leben, esse sim, conhecemos.


Já disse algures que se estas conversas acontecessem numa mesa de café, parte das confusões não aconteciam... Mas não estamos no café e eu continuo a gostar de conversas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3286
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 12:02

O Joaquim é um tipo fantástico e na garagem dele ouve-se música e bebe-se uns copos fantásticos, e recebe sempre muito bem todos os que aparecem!

Os aparelhos que faz são extraordinários (mesmo!) e não digo isto com esta lisura porque não tenho nenhum. São muito reveladores e como já se disse por aqui, têm o melhor das válvulas e dos transistores. Raios me partam, fiquei com um problema para resolver...

Caro Miguel, ficas a saber que para teres a um aparelho desta categoria, terás que abrir os cordões à bolsa, para saciares o apetite dos intermediários só para teres acesso à presença do Joaquim...

E olha que sai mais caro do que o amplificador, eles só bebem vinho de boa qualidade, bebidas espirituosas raras, e parecem térmitas a comer...

Eu sei do que falo, já gastei um dinheirão e ainda não me colocaram sequer na lista de espera...

Aparece no próximo Portugaudio ou Audiovintage e terás oportunidade de conhecer os intermediários  e ainda ouvir aquelas peças.

P.S. - não esquecer de vir munido do bom vinho dessa zona e da bela da chouriça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 13:57

Alexandre Vieira escreveu:
(...)

P.S. - não esquecer de vir munido do bom vinho dessa zona e da bela da chouriça.


Naaaaaaa.....

Isso é pouco. Como eles agora vivem em Viseu, então o belo do queijinho da Serra ????? Question Question Question Question


lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 14:00

Goansipife escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:
(...)

P.S. - não esquecer de vir munido do bom vinho dessa zona e da bela da chouriça.


Naaaaaaa.....

Isso é pouco. Como eles agora vivem em Viseu, então o belo do queijinho da Serra ????? Question Question Question Question


lol!

Estava mesmo a escrever que a nossa estratégia tinha sido desmascarada... E agora ainda se refere o queijo!?!?


Não há quem aguente!!! Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4227
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 14:14

Goansipife escreveu:
(...) Como eles agora vivem em Viseu, então o belo do queijinho da Serra ????? Question Question Question Question

Se eu fosse o José Miguel, levava um queijo de Azeitão. Considerando que perto dessa localidade existe uma serra -  Arrábida - afinal, não deixa de ser um queijinho da serra... Além disso, é mais barato. Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3286
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 48
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 15:26

José Miguel escreveu:
Goansipife escreveu:
Alexandre Vieira escreveu:
(...)

P.S. - não esquecer de vir munido do bom vinho dessa zona e da bela da chouriça.


Naaaaaaa.....

Isso é pouco. Como eles agora vivem em Viseu, então o belo do queijinho da Serra ????? Question Question Question Question


lol!

Estava mesmo a escrever que a nossa estratégia tinha sido desmascarada... E agora ainda se refere o queijo!?!?


Não há quem aguente!!! Smile

Eu não disse?

Fala-se em comida e aparecem logo os "gosmas" todos...

Eu quando evolui o meu Gira no Rui Borges gastei mais dinheiro em bebidas espirituosas do que na evolução que até ficou em conta...
Voltar ao Topo Ir em baixo
JPEREIRA
Membro AAP
avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 13/07/2010

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Qui Jul 05 2018, 21:38

Boas

Comer, também gosto muito, mas não se distrai-ão, porque o mestre tem novidades na amplificação, para já, Lindos de morrer
E a tocar que um gajo até tem uma coisinha má
O homem tá possesso de criatividade
Já dei início á austeridade
E essa coisa da compatibilidade é só com aparelhos de outras marcas, com o material do Joaquim até ficam de olhos em bico e ouvidos limpinhos  lol!
Por mim, aparelhos do Joaquim Pinto, assino de cruz mesmo cheio de placebo, é mesmo aquilo, porra pró homem pá.

Inté
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:20

Bem... o que para aqui foi...

Como diz o José Miguel, é também por isto que gosto de acompanhar o forum, só não se aborreçam que não vale a pena.

Ao José Miguel, quando disse finesse queria dizer bem do dito Leben. Achei (a ver se me faço entender) menos "punchy" mas mais delicado e agradável.
Em relação às colunas, as que tocam lá em casa vêm apregoadas como sensibilidade de 93dB pelo que confio que se portem bem, mas nada como experimentar.

Em relação aos famigerados Brutus ou Viriatus... são aparelhos bem apregoados desde há muito. Ouvi falar deles assim que me iniciei aqui no forum. Curiosamente também fiquei com a ideia que seriam "algo" inatingíveis... produção limitada e quando calha, ou assim o entendi. Contactei o Sr. Joaquim Pinto por email há coisa de um ano porque gostava que me olhasse para o Marantz e fizesse por ele. Não tive resposta pronta mas sempre apareceu, disponibilizou o seu número de telefone (que não cheguei a utilizar) mas acabou por não me responder mais e a tal revisão do Marantz ficou em águas de bacalhau. Voltei a contactá-lo esta semana por email e ainda não obtive resposta. Nada que me aborreça... se não me responder vou acabar por ligar, gostava que me revisse o Marantz agora no período de férias que me fará menos falta. Não insisto porque ponho a possibilidade de ser trabalho que não lhe interesse... não sei...

Em relação aos amplificadores, viro-me agora para uma revisão ao Marantz e um eventual pre de phono novo. A ganhar tempo para um upgrade mais à séria mais tarde (válvulas??), com outra disponibilidade financeira.

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:30

Por aqui também investimos num pré de phono, mas nós estamos contentes com o nosso pequnote Mclaren A150 em termos de amplificação.

Se não quiserem ver os bolsos perderem muito, espreitem este:
https://www.imacustica.pt/pt/catalogo/oportunidades/vinil/rotel-rhq-10/

Costuma aparecer ao dobro do valor...


Eu creio ter percebido o signifocado de "finesse", mas como ouvi esse Leben, fiquei a pensar se significaria o mesmo que para mim/nós (a Luciana pensa o mesmo).

O Leben tem tudo lá, mas precisa de colunas "amigas", para as poder fazer cantar sem ter que colocar a língua de fora. É como todos os equipamentos, precisa de ser olhado pelo que é!

Em todo o caso, por menos de 2000 euros têm um como novo... Bem sei que é o dobro do que queriam pagar pela mudança, mas bem menos que os 3600 dele novo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:33

e onde está esse Leben a 2000 euricos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2461
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:46

Buck Banzai escreveu:
e onde está esse Leben a 2000 euricos?

Há pouco tempo estava um na Ultimate Audio Elite, mas já foi. Parece-me

De qualquer forma eu insistiria a telefonar ao Joaquim Pinto. Ele acaba por responder.

Combinas uma visita até ele e a conversar...

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:48

Goansipife escreveu:


De qualquer forma eu insistiria a telefonar ao Joaquim Pinto. Ele acaba por responder.

Combinas uma visita até ele e a conversar...

É o plano

abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
galvaorod
Membro AAP
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 14/04/2017

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 12:56

Buck Banzai escreveu:
e onde está esse Leben a 2000 euricos?


Um amigo meu é capaz de colocar um Leben no OLX daqui a uns tempos, mas ainda não decidiu se vende.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4227
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 18:58

Buck Banzai escreveu:
e onde está esse Leben a 2000 euricos?

Resposta na ponta dos dedos: https://www.audioforeignoffice.com/en/products/products_detail.aspx?id=658698b4-ea60-4159-a886-2f5e1669b73c
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sex Jul 06 2018, 19:03

Ghost4u escreveu:
Buck Banzai escreveu:
e onde está esse Leben a 2000 euricos?

Resposta na ponta dos dedos: https://www.audioforeignoffice.com/en/products/products_detail.aspx?id=658698b4-ea60-4159-a886-2f5e1669b73c

Revelado... Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fernando Jesus
Membro AAP
avatar

Mensagens : 499
Data de inscrição : 05/09/2011
Idade : 54
Localização : VNG

MensagemAssunto: vincent sv-236   Ter Jul 10 2018, 17:56

Boas, tenho um vincent sv 236 MK, e nunca o venderia pelo motivo de que o som é muito realista, tem tudo que procurava, agudos doces e reais, banda média detalhada e um grave real e forte, claro comparando com modelos que já tive de gama mais baixa, penso que para trocar por um amplificador em que notasse muito melhor qualidade eu teria que pedir um empréstimo ao banco a pagar em 20 anos hi-hi..hi..hi.., não o troco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Buck Banzai
Membro AAP
avatar

Mensagens : 154
Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 38
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sab Jul 14 2018, 11:23

Fernando Jesus escreveu:
Boas, tenho um vincent sv 236 MK, e nunca o venderia pelo motivo de que o som é muito realista, tem tudo que procurava, agudos doces e reais, banda média detalhada e um grave real e forte, claro comparando com modelos que já tive de gama mais baixa, penso que para trocar por um amplificador em que notasse muito melhor qualidade eu teria que pedir um empréstimo ao banco   a pagar em 20 anos hi-hi..hi..hi.., não o troco.

Fernando Jesus, ainda bem que lhe enche as medidas e que parece ter encontrado o seu amplificador definitivo. Também tinha altas expectativas em relação a esse Vincent mas infelizmente já tinha "voado" quando lá cheguei.


Quanto ao Leben, obrigado pela referência ao disponível para venda e ainda para mais cá em Portugal. Gostei muito daquele que ouvi que me pareceu ser uma versão ligeiramente mais "kitada" - o CS-300XS (julgo que as válvulas serão diferentes). Foge um pouco ao orçamento estabelecido ainda para mais prevendo-se a necessidade de umas colunas mais adequadas.... vou andando atento.

Para além disso, decidi adquirir o Brutus MM. Agradou-me imenso a sua escuta lá em casa e acabou por ficar. Parece-me que tenho pré de phono para acompanhar futuros upgrades de amplificador e colunas notando-se já de imediato melhoria no meu sistema em relação ao rega fono mm. Mas cheira-me que beneficiará ainda mais com um amp mais potente (digo eu que percebo pouco disto).

Vi online um McCormack DNA-1 - amplificador de potência - que me deixa bastante curioso e gostava de o experimentar com o Brutus... Alguém conhece?


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5054
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    Sab Jul 14 2018, 11:38

Um Amplificador de Potência "ataca" as colunas, sendo depois necessário um Pré de Linha (o Marantz 1090 tem Pré in/out) e só depois o Pré de Phono - o Brutus não tem potenciometro/botãp de volume.


O Brutus não ganhará directamente com um Amplificador mais potente, isso é uma falácia. O Som final poderá ser melhor, se a cadeia for melhor... Mas não se prende com potência.


Um amplificador de 50 watts bem equilibrado/transparente e umas colunas de 89 db's de sensibilidade para cima fazem a festa, sem que o botão de volume chegue a meio!!!


Não conheço o amplificador em causa, mas a solução Power mais Pré pode ser um passo interessante... Mais caro, mas com algumas vantagens.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: vincent sv 227 MK    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
vincent sv 227 MK
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Phono Geral-
Ir para: