Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Como construir (+/-) correctamente um sistema?

Ir em baixo 
AutorMensagem
Tankado
Membro AAP
avatar

Mensagens : 699
Data de inscrição : 29/01/2016
Idade : 26
Localização : Leiria

MensagemAssunto: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 17:00

Boa tarde a todos.

Já vi este tema abordado de forma dispersa em alguns tópicos, contudo nunca debatido num único tópico.
Aproveito já para pedir desculpa, se tal tópico já existir.

Na vossa opinião, qual o método correcto para construir um sistema para ouvir musica?
Supondo que o ouvinte não consegue comprar um sistema de uma só vez e ouvindo todos os equipamentos em casa em simultâneo.

Qual na vossa opinião deve ser a ordem de escolha dos equipamentos?
Vamos lá ver se há um consenso...


Cumprimentos,
Rafael Silva
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mr Bojangles
Membro AAP
avatar

Mensagens : 738
Data de inscrição : 17/02/2013
Idade : 41
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 17:29

Este é um tema que certamente não reunirá consenso.
Penso que seja quase impossível acertar à primeira, sem ter de trocar este ou aquele equipamento, o que não é forçosamente mau e acho mesmo que faz parte do processo. Eu começaria com as colunas e amplificador, as fontes depois. É importante comprar "bem", para não perder muito dinheiro se tiver de trocar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2459
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 17:35

Caro Rafael,

Cada um tem a sua mania / hábito. Por isso, não há, propriamente uma regra. Nem de ouro, nem de pechisbeque.

Se eu estivesse nessa situação, começaria sempre pelas colunas que me atraíssem mais e às quais pudesse chegar lá com o caroço. Sou bastante atraído por colunas. Mas...

Todavia esta não é a solução mais objectiva, pois todos sabemos que umas colunas, por muito que nos encante o seu aspecto e / ou a sua voz necessitam de um bom "acolhimento" da sala onde iremos colocar o sistema. Cada sala é, por si só, um transdutor tão importante como as ditas.

Para sabermos se esse "acolhimento" é perfeito, ou o mais perfeito possível para a nossa situação. teremos de ter uma amplificação e uma fonte. Ou de acreditarmos muito na experiência / conhecimento da nossa sala e das características dos outros componentes em mente

Ora, aqui já estaria uma sistema completo e muita filosofia empírica. Para confundir ainda mais. Portanto, a questão do "não conseguir comprar de uma só vez", não se pode regular por aquela fórmula.

É por isso que muita gente ligada ao áudio afirma que se deve começar pela(s) fonte(s). Principalmente por aquela, pela qual estamos interessados em conviver por um tempo suficientemente longo e, para a qual, tenhamos dinheiro suficiente para a adquirir.

Mas há-de chegar uma altura em que a relação amplificador - colunas - sala vai colocar-se e, para tal, teremos de ouvir/experimentar, de uma virada, o(s) amplificador(es) e o(s) par(es) de colunas, que melhor se conjugam com todo o sistema, sem esquecer, de todo a nossa sala, percebendo qual o conjunto que forma o "casamento" mais perfeito possível, para não haver "divórcios" rápidos e vermos o graveto a voar-nos dos bolsos à velocidade da luz.

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierre
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1536
Data de inscrição : 24/11/2010
Idade : 49
Localização : Elvas

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 18:05

Ponto nº 1
Espaço. Onde irá ficar o local do ouvinte em relação á distância da parede traseira.
O mesmo para a colocação de colunas, qual a possibilidade máxima de distância entre as mesmas e as paredes traseiras e laterais formando o triângulo ao ouvinte.
Só assim se pode determinar o tipo de coluna á sala. Existem tantas colunas, modelos e alturas e larguras em que só uma determinada "espécie" é que se adequará.
O resto do equipamento depois é mais simples.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mário Franco
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1875
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 59
Localização : Paço de Arcos

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 18:34

Não percebo nada disto mas nessas circunstâncias

1 Comprar tudo da mesma marca e modelo é o caminho mais seguro (experimente uma Akai ou Kenwood dos anos 90).

2 Se a sala for pequena ou média não deve ir além de umas colunas monitoras.

2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qua Mar 14 2018, 21:05

Eu concordo com aquilo que o Mr Bojangles e o Pierre escreveram.

Algumas dicas para iniciados:

• Ignorar as reviews.
• Aprender a avaliar pela escuta. http://www.audioanalogicodeportugal.net/t9511-a-escuta-analitica-ou-critica
• Aprender a interpretar as medições publicadas por poucos fabricantes e por algumas revistas (não estou a falar de especificações técnicas).
• Escutar alguns sistemas de elevado desempenho para usar como referências.
• Nunca alterar mais do que uma variável no sistema durante o período de avaliação de um equipamento.
• As avaliações comparativas devem cingir-se a um único elo da cadeia de cada vez, p.ex. amplificadores.
• Nunca substituir um equipamento sem antes determinar quais são as suas deficiências (e qualidades).
• Nunca efectuar avaliações comparativas de colunas usando um amplificador com uma impedância de saída elevada.
• É na transdução — células e colunas — que o sinal é mais afectado (negativamente).
• Num sistema com fonte digital é nas colunas que deve ser investida a porção mais substancial do budget.
• Se a fonte principal for um leitor de vinil, que é composto por muitos equipamentos e também produz muita distorção, o valor investido deverá ser semelhante ao das colunas, e o amplificador deverá ser o sacrificado.
• As características das colunas devem adequar-se à sala de escuta e ao posicionamento provável.
• As colunas de suporte necessitam de suportes apropriados.
• Os leitores de vinil necessita de suportes apropriados (p.ex. suporte de parede).
• O amplificador tem ser capaz de alimentar as colunas.
• Cabos é o nome pomposo dado a fios eléctricos com fichas. Num sistema de 1000€ um IC e um par de cabos de coluna não deve custar mais de 5%, num de 5000€ não mais do que 1%.
• Quanto mais curtos melhor.
• Os metros em excesso de um cabo de coluna não deve ser enrolados.
• KISS (Keep It Simple Silly).

• Ignorar as reviews.
Voltar ao Topo Ir em baixo
jorge.henriques
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1216
Data de inscrição : 07/11/2014
Idade : 48
Localização : Águeda

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qui Mar 15 2018, 10:49

Na minha opinião, começaria por uma peça que me atraísse de uma ou de outra forma.... uma peça que gostasse muito. Um amplificador, as colunas, o leitor, o gira discos, ...
A partir dessa primeira peça, começaria a juntar possibilidades e optaria por aquela que, aos meus ouvidos, casasse melhor.
Por ex, se começasse por um amplificador, testaria varias colunas e escolheria as que soassem melhor (pedia um leitor emprestado, se já não possuísse um).
Já com o amplificador e as colunas escolhidas, ligaria vários leitores até "dar de caras" com aquele que tocasse melhor. E assim sucessivamente para cabos, etc etc...
Importa salientar que estas experiências deverão ser realizadas no espaço onde o sistema irá funcionar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
luis lopes
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4564
Data de inscrição : 25/02/2011
Idade : 51
Localização : algueirão

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qui Mar 15 2018, 11:51

na maior parte dos casos o maior problema é a sala partilhada.
raros são aqueles que possuem uma sala dedicada, dai
o meu palpite recaia sobre sala vs colunas.
no meu caso solucionei o problema com "prazer privado"
no qual posso na mesma escolher em primeiro
os headphones mas ficando o bichinho de equacionar sempre mais um par,
o amp. e no final as fontes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5032
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Qui Mar 15 2018, 16:13

Boa tarde Rafael!!

O Ricardo coloca aqui uma lista que é indicativa de um caminho que pode dar frutos, sem dúvida.

Imagino que não estejas a pensar mudar as "fontes", por isso eu olharia primeiro para as colunas.

O teu amplificador tem energia que chegue para muitas das colunas que por aí andam, não penses que Watts falam por si.

Um bom amplificador com 50 watts/8ohm consegue carregar umas colunas com sensibilidade à volta dos 90db e encher uma sala de som!!!

Se tiver 100 watts/8ohm será melhor?
Depende... há colunas que não precisam, há salas que não precisam, há amplificadores que transportam consigo uma "marca/assinatura" muito notória no som...

Válvulas ou Transístores!?
Podem aparecer os fãs do Dynavox vr70 a dizer que há um no olx por "three nine-nine"... e que ele é melhor do que qualquer integrado a transístores várias vezes o seu preço (podes ler muito sobre isto aqui no Fórum).


Outra coisa, transportando algo que dizes no tópico ebay/olx... colunas de chão não são mais difíceis por serem de chão, há muitas monitoras de baixa sensibilidade que vão colocar amplificadores a "soar" de tanto trabalho.

Umas colunas de chão poderão ter uma melhor resposta nas baixas frequências e serem de fácil posicionamento, mas o mais importante é teres em conta que sala tens disponível e que tipo de posicionamento vais conseguir "trabalhar" (caso as colunas tenham abertura (bass reflex) traseira, precisas de espaço para as afastar da parede sejam colunas de chão ou monitoras pequenas)!!


Eu apostaria em ter algumas experiências, tentar escutar conjuntos de referência, como diz o Ricardo.

Outra coisa, ainda no que diz respeito a experiências: a mudança de colunas talvez seja a mais notada e tendo em conta as que tens, a mudança para colunas "modernas" provocará uma mudança muito grande - já passamos por isso, mas era isso mesmo que queríamos.

Pega no teu Pioneer e visita algumas "capelinhas", antes de outra coisa faz isso. Pensa no tipo de som que queres ter em casa antes de mudanças, isso vai poupar trabalho e euros! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3488
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 17:40

Tankado escreveu:
(...) Na vossa opinião, qual o método correcto para construir um sistema para ouvir musica?
Supondo que o ouvinte não consegue comprar um sistema de uma só vez e ouvindo todos os equipamentos em casa em simultâneo.

Qual na vossa opinião deve ser a ordem de escolha dos equipamentos? ...

Vou então dar a minha pitada ... pois neste caso uma boa organização, pode ser o que lhe evitarà muitos dissabores no futuro, e a garantia de "criar" um sistema que lhe vai perfeitamente corresponder, pois tal é o seu objectivo...

Começar pelas colunas ... pois são elas que transformam a energia electrica do sinal em energia acustica (o som na sala). Se as suas colunas não forem adequadas à sala e ao seu gosto, nenhum elemento poderà mudar a situação e estarà sempre frustado. O "bom equilibrio" das colunas vai conduzi-lo a compreender o "equilibrio natural" dos outros elementos (amplificador e fontes) o que facilita a escolha mais tarde destes ... e abre um leque de casamentos mais vasto.

As colunas devem ser escolhidas em função da sala, então siga uma regra mais ou menos assim:

Sala de 10 a 20m²: Micro-monitora ou monitora pequena (driver de 10 a 13cm max.)
Sala de 20 a 30m²: Monitora média ou coluna de chão (ambas com driver de 17cm max.)
Sala de 30 a 40m²: Colunas de chão com drivers multiplos de 17cm ou unicos de 21cm max.
Sala de 40 a 60m²: Colunas de chão com drivers multiplos de 21cm ou driver unico de 25/30cm max.

Recorde que numa grande sala uma pequena coluna não é um problema fora o fraco nivel sonoro ora que uma grande coluna numa sala pequena ... é sinonimo (fora um bom conhecimento...) de desastre sonoro !!!...

Escolha as colunas apòs escuta na sala (ou numa equivalente) e de preferência com vàrios amplificadores diferentes pois vai lhe permitir de constatar a coerência do comportamento destas em função do amplificador.

As mini-monitoras e as monitoras devem ser pousadas de maneira a que a orelha de uma pessoa sentada esteja ao nivel baixo do tweeter (altifalante de agudos) mais ou menos, pois não é critico. Utilise uns pés especificos ou então (o que é melhor e muitissimo barato!) utilise um bloco de cimento como o da imagem. Existem de vàrios tamanhos então escolha o mais adaptado às colunas ... eles dão resultados "extraordinàrios" e até podem ser bonitos uma vez pintados, e isto por menos de 10€ o par!!!...

Encontre uma disposição na sala aonde as colunas restituam um palco estàvel, centralisado e profundo sém que os graves produzam resonâncias na sala e sém agudos brilhantes ou agressivos. Um tapete ou cortinados podem ser soluções para equilibrar esses problemas...

( O mesmo trabalho de disposição deve ser feito com as colunas de chão evidentemente! )

Com este par de colunas voçê estarà perfeitamente equipado para comparar amplificadores, giras, células e mesmo cabos  Wink  ... o resto serà mais simples e "quase" evidente!

A partir deste ponto, tanto a fonte como o amplificador podem ser o elemento seguinte, buscando sempre os elementos que valorisam as colunas sém provocar defeitos ... e no fim o sistema feito assim não deve ser mau à escuta  Wink

Voilà  cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry


Última edição por TD124 em Dom Mar 18 2018, 19:22, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 18:26

Ao contrário do Paulo eu não sou adepto das mini-monitoras, apesar de por me ter iniciado no audio com um par de Wharfedale Diamond III.

As principais limitações de pequenas colunas com altifalantes mid-woofer de diâmetro reduzido são ao nível da extensão das baixas frequências e da distorção a volumes elevados.
Mas essas limitações podem ser atenuadas com a adição de um ou dois subwoofers.

Os aspectos que considero mais importantes no desempenho de uma coluna são:
- a resposta de frequências ao eixo e fora deste
- a resolução ou capacidade de reproduzir o sinal a volumes reduzidos
- as colorações ou distorções produzidas pelos altifalantes, caixa e pórtico

Para reproduzir a uma gama que vai dos graves aos agudos (60Hz - 20kHz) com maior qualidade a coluna deverá ter 3 vias por forma a reduzir a distorção por intermodulação e produzir uma resposta suave fora do eixo.
O altifalante dos graves (woofer) deverá estar instalado numa caixa selada para se obter uma melhor resposta aos transitórios.

Não sou adepto dos altifalantes de cúpula e ou de cone rígidos porque produzem ressonâncias audíveis que considero desagradáveis. Essas ressonâncias podem ser atenuadas recorrendo a mais vias e filtros com pendente acentuada.


Última edição por ricardo onga-ku em Dom Mar 18 2018, 18:28, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5032
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 18:26

Que bela ideia essa dos blocos de betão!! Wink


Para nós vem mesmo a calhar, precisamos de uns suportes mais estáveis, mas numa primeira procura encontramos blocos de 50cm de altura, precisamos de uns com 30/35cm.

Um destes dias visitamos umas fábricas por estes lados. Wink



Tudo o resto creio que sintetiza muito bem as razões para se começar pelas colunas, o que parece ser o mais certo quando as experiências são limitadas. Wink



ps.: pertinente a relação que faz entre as salas e as colunas, ajuda a procurar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 18:35

O sistema que uso como referência está instalado num quarto não tratado acusticamente que não tem mais de 15m2.
As colunas têm um woofer de 12'' instalado numa caixa selada com uns 150 litros, que é aproximadamente o volume interno de uma máquina de lavar louça.
A resposta é muito equilibrada e o grave tem uma resolução como nunca escutei.

Por vezes as mini-monitoras acentuam o médio-grave para disfarçar a falta de extensão e essa bossa na resposta pode criar mais problemas do que uma coluna de dimensões mais generosas e um woofer maior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5032
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 36
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 18:48

Ricardo, essa sala com 15m² está profundamente tratada!??

A nossa actual sala tem uns 28m² (um rectângulo) e as nossas colunas, monitoras com driver de 8", poderiam descer mais um pouco... Ainda nos falta preencher um pouco a parede traseira, contudo, umas estantes com livros ajudam a evitar grandes reflexos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 19:28

José Miguel escreveu:
Ricardo, essa sala com 15m² está profundamente tratada!??

A nossa actual sala tem uns 28m² (um rectângulo) e as nossas colunas, monitoras com driver de 8", poderiam descer mais um pouco... Ainda nos falta preencher um pouco a parede traseira, contudo, umas estantes com livros ajudam a evitar grandes reflexos.

É um quarto e não está tratado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3488
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 19:44

ricardo onga-ku escreveu:
O sistema que uso como referência está instalado num quarto não tratado acusticamente que não tem mais de 15m2.
As colunas têm um woofer de 12'' instalado numa caixa selada com uns 150 litros, que é aproximadamente o volume interno de uma máquina de lavar louça.

Num dos artigos da revista L'Audiophile vi um Sr que utilisava no japão um par de Onken (Boomer de 38cm) numa sala de 25m² e talvez até ném soassem mal ... mas o meu amigo Fabrice tém um par das mesmas colunas numa sala de 80m² e as resonâncias são multiplas ... mas ele não é um mestre japonês e os seus conhecimentos em electroacustica são limitados. Isto para dizer que, aconselhar uma pessoa sém experiência a começar um sistema com grandes colunas num pequeno espaço é uma  affraid

A resposta é muito equilibrada e o grave tem uma resolução como nunca escutei. ...

Imagino que dois altifalantes de 30cm numa sala de 15m² deve dar algo de "surpreendente" no grave ... seria como ter auscultadores fechados com drivers de 10cm! confused

Colunas pequenas num espaço pequeno ... é uma boa e velha regra que convém respeitar e não esqueçer !!!

cheers


_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Dom Mar 18 2018, 20:36

TD124 escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
O sistema que uso como referência está instalado num quarto não tratado acusticamente que não tem mais de 15m2.
As colunas têm um woofer de 12'' instalado numa caixa selada com uns 150 litros, que é aproximadamente o volume interno de uma máquina de lavar louça.

Num dos artigos da revista L'Audiophile vi um Sr que utilisava no japão um par de Onken (Boomer de 38cm) numa sala de 25m² e talvez até ném soassem mal ... mas o meu amigo Fabrice tém um par das mesmas colunas numa sala de 80m² e as resonâncias são multiplas ... mas ele não é um mestre japonês e os seus conhecimentos em electroacustica são limitados. Isto para dizer que, aconselhar uma pessoa sém experiência a começar um sistema com grandes colunas num pequeno espaço é uma  affraid

A resposta é muito equilibrada e o grave tem uma resolução como nunca escutei. ...

Imagino que dois altifalantes de 30cm numa sala de 15m² deve dar algo de "surpreendente" no grave ... seria como ter auscultadores fechados com drivers de 10cm!  confused

Colunas pequenas num espaço pequeno ... é uma boa e velha regra que convém respeitar e não esqueçer !!!

cheers


Pensei que me davas mais crédito...  Rolling Eyes

Uma coluna pode ter mais extensão (o que para quem não sabe significa ir mais baixo) nos graves sem forçosamente excitar mais os modos da sala que é o que realmente importa (a menos que a alternativa seja uma coluna que não reproduza graves baixos).
E um woofer de 30cm não significa automaticamente uns graves exagerados (p.ex. as Opera Consonance Barque M12 que eu tive em tempos).
A resposta anecóica das colunas que mencionei começa a perder intensidade abaixo dos 50Hz mas fá-lo com uma pendente suave, compensando dessa forma o ganho produzido pela sala:


A palavra chave é qualidade e não quantidade.

Em salas problemáticas a adição de um par de subs pode ser vantajosa pois permite efectuar a transição na frequência do modo mais nocivo.

Depois há questão da amplificação.
Tu ouviste tão bem quanto eu como soavam as TAD com o teu amplificador. Altifalantes de 38cm numa sala com 50(?) m2. Admito que o posicionamento do ponto de escuta não seria o melhor mas serviu para demonstrar a importância da adequabilidade do amplificador às colunas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3488
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 07:55

ricardo onga-ku escreveu:
(...) Pensei que me davas mais crédito...  Rolling Eyes
...
A palavra chave é qualidade e não quantidade. ...

Não vejo em quê a minha resposta não te dà crédito ... e na realidade penso que sabes o que fazes!

Para continuar on topic sublinho que a minha resposta tinha como intenção de ajudar um noviço a caminhar do lado da qualidade e não da quantidade. Penso sincéramente que para um primeiro sistema é melhor e mais razoàvel de respeitar certas regras de bom senso ... depois com o tempo e a experiência é possivel de abandonar os grandes caminhos e começar a viajar pelos atalhos!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2459
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 10:14

Meus Caros,

Começo por dizer que corroboro a 100%, tudo quanto o Paulo (TD124) aconselhou, principalmente se for o caso de um principiante. Ainda hoje eu sigo estas regras anunciadas pelo Paulo, pese embora, já o faça de forma inconsciente, sem medir salas, nem unidades à fita métrica. Olho para a sala e sua envolvência e, dentro das colunas que conheço e já ouvi, selecciono mais facilmente aquelas que poderão dar certo.

Isto facilita, e muito, o trabalho, pois existirão uma série delas que ficarão excluídas à partida. Não quero dizer que por vezes não haja este ou aquele dissabor, mas... Ajuda-nos a poupar algum tempo de troca - escuta, escuta - troca... Contudo, quando já temos alguns anos de vivências em "brincadeiras", com estes "brinquedos", vamos também ganhar alguma desmesurada confiança, que nos gera estereótipos na "cabecinha", logo, é sempre bom regressarmos às velhas regras e verificar se não ultrapassámos alguma, que pode ser aquela que se aplique à situação.

Quando o nosso companheiro Tankado lançou este tópico, pareceu-me um pedido de conselho e, por consequência, ele não teria muita experiência, ou melhor dizendo, muitas experiências de construir sistemas e queria partir do zero.

Assim, eu também comecei pelas colunas. Todavia, para quem não tem muita experiência, para começar pelas colunas - transdutores - temos de contar com o principal transdutor que já temos - a sala - e, portanto teremos de conjugar essas (colunas) com esta (sala). Tal, só é possível com um amplificador e uma fonte, muita audição e a maior dose possível de bom senso, para não andarmos a lançar o "pilim" para o caixote do lixo.

Depois existem outras variáveis, tal como ouvir essas colunas com alguns amps. Mas para além disso, é preciso ter alguma experiência e conhecimento de conjugação teórica, de características dessas colunas em conjugação necessária com os amplificadores disponíveis para ouvir e, por aí fora.

Neste momento, já começo por ter saudades daqueles "malditos Nipónicos" dos anos 70 Laughing , que apresentavam sistemas completos, com colunas e tudo, tudo muito bem "artilhado" e com uma sinergia fantástica, entre elementos. Para além disso, ainda ofereciam uma excelente qualidade de construção e fiabilidade e, no final, somente necessitaríamos de dar este ou aquele arranjo acústico à sala, para que tudo cantasse lindamente.

Será por isso que hoje-em-dia as "magnânimas" marcas ditas audiófilas estão a apresentar conjuntos "quase" completos (nalguns casos até com as colunas incluídas) ?? Ainda ontem, foi o que mais vi no AudioShow

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3488
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 11:33

Goansipife escreveu:
(...) Será por isso que hoje-em-dia as "magnânimas" marcas ditas audiófilas estão a apresentar conjuntos "quase" completos (nalguns casos até com as colunas incluídas) ??   Ainda ontem, foi o que mais vi no AudioShow    ...

Não creio desviar do topico em dando a minha resposta a esse teu questionamento ... e sempre ajuda os menos experimentados a comprender algumas das arcanas do audio de falar disto tudo!

Os sistemas dos quais falas dos anos 70, eram concebidos para trabalhar em salas de tamanho "normal" da época e para facilitar a vida do proprietàrio quando as instalasse em casa ... em preservando a filosofia sonora e industrial do constructor, pois nessa época os fabricantes "ainda" tinham principios morais e respeito do consumidor. O nivel de transparência, definição e rapidez desses sistemas era médio (não é uma critica) e isso facilitava a obtenção de um som orgânico e equilibrado do tipo "british style" de maneira natural e sém grandes necessidades de compensações...

Hoje em dia TUDO é diferente e assistimos desde o final dos 80 a uma corrida ao armamento "performance técnica" que envia a musica para segundo lugar. As marcas como a Audio Research e a Mark Levinson estabeleceram (talvez involuntàriamente...) a dictadura da definição e com a ajuda das revistas a escolha do material é feita em escutando o zumbido da mosca no estudio ... e não as notas de musica. Mesmo marcas como a Naim ou Linn começaram a fazer sistemas complétos apòs desavenças de "cornos" entre os dirigentes, pois no começo estavam ligados sentimentalmente (eram todos amigos) com a ProAc e esta fazia as colunas, a Naim as electronicas e braços e a Linn os giras, isto foi me contado pelo P. Stevenson da Naim !!!

Os japoneses como a Pioneer, Sony, Onkyo e etc. sempre fizeram grandes colunas e sistemas complétos, mesmo se alguns não eram exportados então téem o saber fazer para isso. As marcas que hoje fazem isso pareçe-me ser por uma pura questão de ganhar mais ... mas posso estar errado !!!

Isto não impede que marcas como a Rega, Roksan, Epos/Creek façam sistemas complétos e de certeza com convições nobres, mas são marcas de preços médios e não tenho a impressão que seja a mesma coisa nas marcas de topo. A crise que atinge o topo de gama obriga a ganhar por todo o lado ... então se as colunas e mesmo os cabos são da mesma marca, é uma boa ajudinha sém que a coerência da restituição seja o objectivo principal. O dinheiro que é gasto na estética dos produtos é superior hoje à electronica embarcada, e o resultado sofre disso, apesar dos preços altos(issimos...). Hoje o objectivo é de impressionar pela estética dos elementos assim que pela "performance" bruta, mais do que seduzir pelo natural sonoro, mesmo se existem excepções. De novo ... é apenas a minha impressão!

Abraço

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2459
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 14:05

Ói Paulo, Tudo Bem?

É claro que percebeste a minha picadinha do costume, e, mais uma vez, foste ao âmago da questão.

É claro que existem inúmeras diferenças entre as escolhas técnicas e comercias entre os anos ditos de ouro e a actualidade. É claro também, que a actual escolha por "sistemas completos" das marcas às quais chamo de "magnânimas Audiófilas" é uma pura tentativa de "tiro ao negócio". É, até certo ponto, licito. Mas não tem nada a ver com o tal "respeito pelo consumidor" de então.

Essa história do Stevenson ouvi-a contar inúmeras vezes pela boca dele e pela do próprio Vereker, até que, nos finais de 90, Vereker e Tiefenbrun se zangaram. Zangaram-se as comadres e acabaram as amizades

Grande Abraço

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 14:11

Na minha opinião o futuro dos conjuntos completos está nas colunas activas, que hoje têm DAC e correcção por DSP incorporados, mas isso ditaria a morte de muitos fabricantes e aprisionaria todos aqueles audiófilos para quem o caminho importa mais do que o destino.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro T.
Membro AAP
avatar

Mensagens : 188
Data de inscrição : 20/12/2016
Idade : 41
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 16:07

ricardo onga-ku escreveu:
Na minha opinião o futuro dos conjuntos completos está nas colunas activas, que hoje têm DAC e correcção por DSP incorporados, mas isso ditaria a morte de muitos fabricantes e aprisionaria todos aqueles audiófilos para quem o caminho importa mais do que o destino.


Sem dúvida. Se começasse um sistema a partir do zero hoje, provavelmente compraria umas colunas activas de estúdio, mais um sub e um streamer como o Yamaha WXC 50 e voilà. Não seria exactamente um conjunto completo, tal qual como essas KEF, mas há propostas muito interessantes a preços convidativos...

Vou passar uns dias em Londres este mês e se conseguir vou ouvir as Dynaudio Lyd7:

https://www.dynaudio.com/professional-audio/lyd/lyd-7
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3488
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 52
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 17:08

ricardo onga-ku escreveu:
Na minha opinião o futuro dos conjuntos completos está nas colunas activas, que hoje têm DAC e correcção por DSP incorporados, mas isso ditaria a morte de muitos fabricantes e aprisionaria todos aqueles audiófilos para quem o caminho importa mais do que o destino. ...

Não sei se o futuro serà esse ou não e por vàrias razões. O audio globalmente é animado por uma trilogia de sentimentos que são o gosto da musica, o gosto da tecnologia e uma parte afectiva (pessoal). Qualquer audiofilo, mesmo se não conheçe a técnica aprecia a tecnologia dos seus elementos, vàlvulas, MC's, cornetas, idler's ou DD's etc e cria uma relação de afecto ... não todos mas a maioria é certo!

O audio é feito de afecto em relação ao seu material porque é ele que nos dà o prazer da escuta. Existe também a relação sentimental com a escolha desses aparelhos e as estorias por detràs e sobretudo o facto que de ter escolhido separadamente cada um ... nos dà o sentimento de possuir algo de unico e então propicio à identificação ... pois somos todos diferentes.

Por estas razões exprimidas simplesmente e bàsicamente, penso que um sistema para um audiofilo serà sempre uma cadeia de aparelhos escolhidos de uma maneira muito pessoal e acoplados entre eles ... sém que o que digo seja um manifesto de paixão desrazoàvel pelo audio, pois não falo dos audiofilos obcessionais mas das pessoas que preferem a musica ao audio, mas que também se sentem audiofilos!


Um amigo meu que vive aqui ao lado é o director de exportação da Avantgarde acoustik e tém estas colunas activas em casa ... e até està contente e de facto elas soam muito bem. Mas, para ouvir musica ele continua a utilisar o seu Audiopax 300B mais colunas Davis de alta sensibilidade e um CD Audioaéro (da qual era director)...

Pois é, a coisa não é tão simples como meter tudo na mesma caixa !!!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64833
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Seg Mar 19 2018, 21:22

Excelente tópico.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Ter Mar 20 2018, 07:43

If someone wants to build a system for serious music listening and has a bit of money to spend I would consider a holistic approach which has a strong potential to put the listener in aural nirvana from 0 to 100 in the shortest time.

https://www.abacus-electronics.de/produkte/aktivlautsprecher/hornsysteme/horn-audiovero-version-fuer-externe-signalverarbeitung.html

The audiovero Horn is a complete active, digital system (only sources and a computer must be added) which can be tailored for (almost) every need and adresses (almost) everything, from the individual colour of the system to the room acoustics. It comes with one of the most advanced signal processing software available and will be calibrated for the room, no matter if it's 15 or 80 sqm.

I haven't listened to it myself yet but a member from our German forum has it in a quite small room and he's completely excited about the sound.

The traditional audiophile way (informing, listening, buying components, informing, listening, changing components, ad infinitum) works too, but may take many years to satisfaction...

My advice after almost 40 years of chasing the sound and much frustration would be: find a good and experienced dealer (or even better manufacturer) where it sounds as you want to sound it in your home and trust his advice.
Voltar ao Topo Ir em baixo
mannitheear
Membro AAP
avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 01/08/2013

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Ter Mar 20 2018, 07:56

The full digital systems with all in one box are nice to look at but what in case of malfuncion in one component, for example a single one of the many amplifiers? The whole system or at least one box have to be shipped to the workshop. This might not be a big issue für a KEF LS50, KIII Three or Phantom Devialet, but more with a Avantgarde Zero or any other big system!
And, in the repair time there is no music. Contrary, I use to keep a backup for each component of the system.
Other disadvantages are the impossibility to improve incrementally the sound of the system. It is very unlikely that each single part (DAC, amplifier, speaker) of a active digital integrated system are from the same sonic quality. And all components are exposed to the sonic vibrations...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5103
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Anglos...e Saxões

MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   Ter Mar 20 2018, 08:44

mannitheear escreveu:
The full digital systems with all in one box are nice to look at but what in case of malfuncion in one component, for example a single one of the many amplifiers? The whole system or at least one box have to be shipped to the workshop. This might not be a big issue für a KEF LS50, KIII Three or Phantom Devialet, but more with a Avantgarde Zero or any other big system!
And, in the repair time there is no music. Contrary, I use to keep a backup for each component of the system.
Other disadvantages are the impossibility to improve incrementally the sound of the system. It is very unlikely that each single part (DAC, amplifier, speaker) of a active digital integrated system are from the same sonic quality. And all components are exposed to the sonic vibrations...

I agree with all the points in your assessment.

It's like anything in audio, you need to weight the advantages and the disadvantages.

The same speaker with active crossovers performs better than with a passive crossover.
DSP allows for better performance (flatter on-axis and smooth power response, impulse response, phase and time coherence, etc.) and adjustable tonal balance, and room correction.

Less boxes no cables or connections.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Como construir (+/-) correctamente um sistema?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como construir (+/-) correctamente um sistema?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Como construir (+/-) correctamente um sistema?
» Um passo à frente?
» Colunas de Som DIY.(Galeria)
» Esculturas variadas ^^
» Construção de um contrabaixo (Aprendendo na pratica).

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: