Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Edições Portuguesas

Ir em baixo 
AutorMensagem
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Edições Portuguesas   Sex Nov 17 2017, 04:48

Olá,

Apesar da outrora, julgo, pouca abundância de reedições de discos em Portugal, a sua catalogação nem sempre é fácil de decifrar.

Tomando como exemplo a Valentim de Carvalho, a Rádio Triunfo e possivelmente a Philips Portuguesa (e respectivas transformações) como principais detentoras da manufactura e distribuição nacional de produto estrangeiro até à temporária extinção do vinil (quando não a sua própria), mal ou bem, concluí o seguinte (formato LP, apenas):

De uma forma sucinta, pelo que deduzi após algum estudo, a Valentim de Carvalho parece ter utilizado, salvo algumas excepções (ex. Decca e A&M), a seguinte forma de catalogação:
- 8E seguido de código numérico nas suas primeiras edições (até final da década de 70);
- 11C seguido de código numérico (início da década de 80);
- Código de catálogo totalmente numérico (?1983 >, já sob nova designação, 'EMI-Valentim De Carvalho, Música Lda.')
Este sistema encontra-se presente, por exemplo, nos seus lançamentos da Harvest (Gramophone/ EMI) e Parlophone (Gramophone/ EMI).

No caso da Philips Portuguesa, detentora da distribuição nacional, por exemplo da Vertigo, Charisma e Chrysalis (Island Records), a sua catalogação parece recorrer um sistema, por norma, totalmente numérico, e como vantagem à sua identificação e consequente ordenação, poderão utilizar-se como base as alterações de designação que sofreu ao longo do tempo.
Philips Portuguesa, S.A.R.L. até início da década de 70, Phonogram Portuguesa, S.A.R.L. até 1978 (julgo) e finalmente três designações Polygram ao longo das décadas de 80 e 90.

Já as edições da Rádio triunfo parecem co-existir sob duas formas distintas (pelo menos até final da década de 70 ou início da década de 80) cuja ordenação cronológica não consigo precisar.
- LP- ou LP-S- seguidos de código numérico;
- Abreviatura da label original seguida de código numérico, ex. ATL xxxxx (Atlantic), REP xxxxx (Reprise).


Além de tudo isto, existe o acréscimo de outros detalhes que facilitam ou dificultam a devida identificação de uma edição nacional, tais como, a existência ou ausência de código de preço impresso, diferença no grafismo dos selos, qualidade e origem da impressão (capa) tudo sob o mesmo número de catálogo, inscrições da matriz identificando a prensagem, etc...

Enfim, lancei este tópico com a intenção do acima referido, ser corrigido ou completado com base na sapiência e memória de quem já por cá andava a partir nozes quando o Bob Dylan ainda estava a aprender a andar de bicicleta (que não é o meu caso), ou mesmo por alguém que ainda não tenha largado o biberão mas que tenha acesso a informação privilegiada.

Quando for oportuno exporei alguns casos práticos.


Desde já, prazer em esmiuçar convosco.

Voltar ao Topo Ir em baixo
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Seg Nov 20 2017, 13:19

Boa tarde,

Como exemplo, abaixo seguem variantes encontradas no LP Close To the Edge (Yes), lançado em Portugal pela Rádio Triunfo.
Alguém consegue organiza-las cronologicamente?


ATL 50012

Selo:
stereo         SPA  (faixa branca central)
ATL 50012  (p) 1972 (canto superior direito)
ATL 50012-A / B (fundo)

Matriz: ?

Qualidade de impressão inferior (capa), grafismo interior escuro, referência a cassete no verso, lombada interrompida a verde com inscrição a preto
___

Selo:
(p) 1972         SPA  (faixa branca central)
ATL 50012  1 / 2 (canto superior direito)

Matriz: LPS-39-5-A (rasurado) 50012-A / LPS-39-5-B

Qualidade de impressão inferior (capa), grafismo interior escuro, referência a cassete no verso, lombada interrompida a verde com inscrição a preto, com ou sem código-preço impresso (AM)



LP-S-39-5

Selo:
stereo         SPA (faixa branca central)
LP-S-39-5  (p) 1972 (canto superior direito)
LP-S-39-5-A / B (fundo)

Matriz: ?

Grafismo interior claro, lombada interrupta com inscrição a branco
___

Selo:
stereo         BIEM (p) 1972 (faixa branca central)
LP-S-39-5 (canto superior direito)
LP-S-39-5-A / B (fundo)

Matriz: ?

Grafismo interior claro, lombada interrupta com inscrição a branco
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64943
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qua Nov 22 2017, 06:17

Belo tópico, vamos ver se recebe algum input da malta.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Ter Nov 28 2017, 22:36

Obrigado, António.
Parece que por aqui ninguém comprou vinil nacional na década de 70.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ferpina
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10237
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 63
Localização : Assado - Perú

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Ter Nov 28 2017, 22:50

d2nd escreveu:
Obrigado, António.
Parece que por aqui ninguém comprou vinil nacional na década de 70.

Ou então não estão preocupados com a origem do LP.
No meu caso, na altura, eram quase todos USA e CAN, já na década de 80 eram na sua maioria PT e DE. Força das circunstâncias e das namoradas!  Wink
Interessante, e ainda hoje se valorizam mais por cá as edições UK, USA, DE, NL, japonesas, em detrimento das nossas, no entanto as de PT são bastante procuradas e valorizadas no estrangeiro. scratch

_________________
Cumprimentos, Fernando Pina
Voltar ao Topo Ir em baixo
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qua Nov 29 2017, 23:16

No caso de despreocupação com a origem do LP, seria expectável a aquisição de edições nacionais, não?
Creio que a venda directa de edições estrangeiras em Portugal seria algo pontual, sendo a sua importação a forma mais vulgar de obtenção.

Voltar ao Topo Ir em baixo
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Ter Abr 03 2018, 01:30

Boa noite,

Mantém-se a falta de memória (ou de vontade de partilhar)?




Voltar ao Topo Ir em baixo
FBatista
Membro AAP
avatar

Mensagens : 997
Data de inscrição : 21/03/2013
Idade : 40
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Ter Abr 03 2018, 15:57

Do que sei sobre o assunto que é pouco: posso dizer que gosto imenso de edições em "selo azul" da Philips.
E que as edições portuguesas de vinil "beneficiam" da minha preferência, seja qual for o género musical.

Mas, pela informação que colocou no tópico, torna-se evidente que conhece bastante do assunto.
Talvez partilhando um pouco mais informação, consiga incentivar a participação do restante público.


Será um bom tópico!
Voltar ao Topo Ir em baixo
d2nd



Mensagens : 8
Data de inscrição : 15/11/2017

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qui Maio 24 2018, 01:17

O que sei, ou melhor, deduzo, é o que partilhei, o intuito do tópico seria a obtenção de algum tipo de retorno progressivo ou correctivo por forma a permitir uma classificação/ identificação concisa.

No entanto, aparentemente o desinteresse impera. Obrigado pelo feedback possível, FBatista.
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 9022
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qui Maio 24 2018, 08:54

Olá
Eu dificilmente consigo contribuir pois é uma área onde não tenho conhecimentos, mas este tópico é uma excelente ideia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goansipife
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2751
Data de inscrição : 04/12/2011
Idade : 59
Localização : Freiria - Torres Vedras

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qui Maio 24 2018, 17:20

Caros,

Com a idade e a chegada gradual do amigo alemão Laughing já não estou na plenitude da minha memória para, em pormenor e valia, contribuir muito.

Quando me zanguei temporariamente com o vinil (mais por falta dele) e com equipamento que, então tinha para o ler, cheguei a convencer-me que não havia vota a dar. O digital era e seria o futuro!

Em boa hora me enganei, mas já não consegui recuperar muito dos exemplares que despachei, bastantes de edições portuguesas, até porque o pilim não era em abundância quando os adquiri.

Mas do que me recordo dessas experiências de aquisição, era que havia duas vertentes de edições portuguesas:

- As portuguesas para o estrangeiro - Boa qualidade e boa prensagem;
- As portuguesas para Portugal - Qualidade duvidosa e, normalmente, prensagem de m....

A EMI-VC, na sua fábrica (então nova) de Paço d'Arcos produzia bom vinil, mas as melhores prensagens iam para fora.

A associada inglesa EMI, chegou a usar os armazéns da VC para fiéis guardadores de masters em fita de todos os géneros de música, incluindo excelentes gravações de músicos portugueses que nunca viram a "luz do dia" por cá e poucas vezes por lá (estranja).

Exemplos: gravações de piano de concertos da Helena Sá e Costa e de Sérgio Varela Cid no Teatro Tivoli; récitas de ópera em São Carlos e no Trindade, dos anos 40, 50 e 60, nomeadamente com a então Companhia Portuguesa de Ópera, etc., etc.

A velha loja da Valentim de Carvalho, na Rua Nova do Almada (extinta na sequência do fogo do Chiado de 1985), tinha por lá um empregado, que nos convencia, muitas vezes, a comprar o tal disco especial importado, ao dobro ou ao triplo do preço.

Maioritariamente, esses discos eram gravados e editados nos estúdios da VC em Paço d'Arcos, na famosa mesa de 32 pistas, única na Europa durante algum tempo, cujas prensagens de melhor qualidade viajavam para fora, davam uma voltinha e regressavam a Portugal, como os tais importados.

Esta é a minha parca experiência com edições portuguesas, mal disposta e ainda mais mal disposta quando, ainda hoje quando oiço o neto do Sr. Rui Valentim de Carvalho - David Ferreira - (desculpem mas tenho que por o nome), na Antena 1, a falar inúmeras vezes, com toda a ingenuidade e vitimização, das excelentes edições da casa da sua família, mas que o comum nacional, pouco ou nada teve oportunidade de acesso.
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
antpaubarcar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 616
Data de inscrição : 20/12/2013
Idade : 61
Localização : SM Infesta

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Qui Maio 24 2018, 22:43



Boas,

Tenho algumas edições da EMI compradas em Inglaterra nos anos 70, muitos meses antes de aparecerem em Portugal quando apareciam, e que são razoáveis, o vinil é bastante mais rígido e sujeito a desgaste do que similares ingleses e americanos.
As prensagens da RT que tive eram todas péssimas e as capas de qualidade ainda pior! só mantive o que não foi prensado noutras paragens.
A técnica de tentar vender gato por lebre existia muito antigamente e conheço, mas não vou referir nomes, situações escandalosas de algumas discotecas aqui da cidade do Porto que diziam importar muitos discos que não o eram...e vendiam a preços escandalosos
aos mais incautos!
Tenho algumas prensagens Alemãs e Holandesas excelentes, as Japonesas conheço mal, só tenho um Sticky Fingers dos Stones dessa origem que é de muito boa qualidade mas parece- me que os valores estão demasiado inflacionados!
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 9022
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Sex Maio 25 2018, 13:14

Coloco aqui um disco q considero excelente em termos de edição


Uma edição movie play de 1976, Co-Edição Procope/RTP

MOV-6.022

Matriz
MOV-6022-A
MOV-6022-B

Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 9022
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   Sex Maio 25 2018, 14:14

Outro q é uma excelente edição portuguesa


Uma edição Orfeu de 1974 (aliás considero q juntamente com as da Guida da música são das melhores q tenho cá por casa)
STAT 025
Matriz
STAT-025-A
STAT 025 B
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Edições Portuguesas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Edições Portuguesas
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Novas Edições Audiófilas a sair brevemente
» Novas edições
» Jethro Tull-Aqualung, Edição comemorativa do 40º. Aniversário em caixa.
» Mega Pôster Atrevida - Edição de Novembro
» Marcas e fabricantes de colunas portuguesas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: