Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Terrorismo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4541
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Terrorismo   Sex Set 15 2017, 19:27

Ante mais um acto de terrorismo, publico um texto bem redigido, desenquadrado da vertente politicamente correcta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3844
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Terrorismo   Seg Set 25 2017, 14:52

https://i.servimg.com/u/f11/19/62/46/14/sans_t10.jpg

Hoje, vàrios são os textos sérios, humoristicos, politicos, pseudo-filosoficos e mesmo altamente intelectuais que põem em causa uma falta de firmeza europeia em relação ao terrorismo. Como se a "Renaissance" e a "époque des lumiéres" acentuadas pela revolução industrial tivessem feito dos europeus um rebanho de ovelhas sém identidade ném convição ... incapazes de revolta contra a agressão sibilina do terrorismo. Penso que esse texto que ném me pareçe politicamente incorrecto, mas apenas satirico, nasceu de uma boa intenção mas como diz um ditado gaulês: De boas intenções o inferno està cheio...

Na época em que o terrorismo era "produzido em casa" pela ETA, IRA e Brigate Rosse esses textos eram muito menos escritos e a reação ao terrorismo era altamente criticada e reprimida, tanto pelo povo que pelos governos. Ainda hoje é o caso nos factos, mas é de bom tom visto que o terrorismo actual é "importado", de acreditar que basta fechar as portas aos "emigrantes terroristas" e o caso serà resolvido. Ninguém duvida que um irlandês do IRA, um basco da ETA e um italiano da BR sejam europeus, cristãos e quase irmãos e apesar do desacordo com o método, existem mesmo pessoas para legitimar essas causas. Ao contràrio e é uma evidência, um iraquiano, um marroquino e outras nacionalidades "bronzeadas" são obviamente estrangeiros, alheios à identidade e pensar europeia e as causas que os conduzem ao terrorismo são obviamente inaceitàveis. Na realidade enquanto "este terrorismo" (pois jà era o mesmo e pela mesma causa...) golpeava sobretudo na Turquia, Iraque, Libano, Israel ou Egipto, ninguém desperdiçava tinta a falar dele, ném mesmo quando este mesmo terrorismo fazia centenas de mortos na Russia ele era badalado pelos intelectuais da presse ... mas é claro que a vida de dezenas de espanhois, franceses, ingleses não tém o mesmo valor que a dos "bronzeados", dos "judios" ou dos "ex-bolcheviques", evidentemente...

Pareçe-me muito mais interessante (no oposto à ironia) de compreender as "razões" que nos trouxeram até esta situação terrorista, à criação do Estado islâmico e aos milhões de refugiados que chegam às fronteiras da europa. Isso sim, seria altamente "pouco politicamente correcto" ... pois daria elementos tangivéis aos quais reflectir, e que poderiam conduzir ao fim desse terrorismo. Poderia ser também o fim de algumas atitudes politico-militares ocidentais, igualmente responsaveis de "terrorismo", mas à nossa maneira e então compreensivéis !!!...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5516
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 37
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Terrorismo   Seg Set 25 2017, 18:30

Leio o texto e vejo sátira, não é que coloque o dedo numa nova ferida, pelo contrário, coloca na ferida que toda a gente parece saber existir e ignora (ignorante é o que não quer saber...).

Quando uma Sociedade (colonizadora...) tenta impôr Valores, o mínimo que se espera dela é o exempo... agarrados, cada vez mais agarrados, ao materialismo deste Mundo, os Europeus tendem a esquecer o lado imaterial. A História, os Valores, as Crenças, a Metafísica... Tudo é mutável e as palavras continuam a existir, ainda que com diferentes Significados e Referências. Pobre do Homem, espera que a Ciência lhe explique tudo e não enxerga a falta de uma Ciência que o explique a si... Poderia somar todas as Ciências e destas todas as páginas, no instante seguinte voltaria a ser o que e quem é... Um Animal que sonha ser dEUS... ser criador, ser exemplo, ser O melhor, o maior, o mais rico, ... e fazer com que tudo isto se note, ninguém quer ser tanto no sossego do seu íntimo, mas desassossega-se até por dentro se não revelar algo para fora que lhe foi imposto de fora... Ai a repetição, ignorar é mais simples.
Auto e pára o baile... afinal o Exemplo está a ser passado, os que ainda não atingiram este fabuloso estado evolutivo estão a lutar para lá chegar e compreenderam até as Leis da Física... por exemplo: não podem estar dois corpos no mesmo Espaço e Tempo, para um ocupar o lugar outro tem que dar lugar.


A nossa sorte... Confessam-se os "pecados" nas redes sociais e fica-se leve e fresco como uma alface... Caso se repitam os "pecados" volta-se a repetir a fórmula. Se até hoje resulta perante um homem (padre), com certeza resultará melhor face a milhões.

É sempre mais fácil responsabilizar o Outro, Respeitar é outra conversa... Não sei se resolverá alguma coisa, mas fazer uma reflexão e exercício de auto-crítica não faz mal a ninguém, nem às Sociedades auto-consideradas evoluídas.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15359
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Terrorismo   Seg Set 25 2017, 20:22

O Islão tem por missão re-ocupar os territórios que em tempos lhes foram conquistados. Já o disseram por várias vezes e Portugal está incluido nessa reconquista.
Deparei-me á dias com uma noticia que me deixou com os cabelos da nuca eriçados.
Como escrevi no FB quando partilhei isto : O futuro nos dirá se não estaremos a abrir a porta do curral das ovelhas ao lobo disfarçado. ...


http://expresso.sapo.pt/sociedade/2017-09-16-Um-deus-na-Terra


Os olhos do mundo islâmico estão em Portugal. O país passou uma mensagem de pluralismo cultural e de abertura social única. O impacto vai ser enorme."

“O acordo para o estabelecimento da sede do Imamat Ismaili em Portugal não embaraça o Governo português e não embaraça o imã. É como se diz na gíria um win win, ou seja, é extraordinariamente bom para o Estado e muito bom para o Imamat”, diz ao Expresso Nazim Ahmad, que acompanhou as negociações desde o início. “O entendimento foi muito franco e aberto, tudo decorreu com transparência, frontalidade e amizade”, avança ainda. “A consciência social e ética de Sua Alteza contribuiu para que assim fosse. Se não fosse um bom acordo para Portugal, o acordo não se faria. Aga Khan tem sempre em conta o que o país com quem negoceia vai beneficiar”, conclui Nazim. E se Portugal só tem a ganhar com a cooperação com o Imamat Ismaili, quer no que respeita a investimentos financeiros e criação de emprego quer no que se relaciona com a sua posição geoestratégica no quadro da política mundial, também Aga Khan tem muito a beneficiar com este acordo irrevogável nos próximos 25 anos, nomeadamente ao nível da isenção de impostos. Por exemplo, os rendimentos dos donativos oferecidos ao Imamat não pagam impostos, a remuneração do imã e dos altos funcionários do Imamat idem, os rendimentos com origem no estrangeiro também não. O Imamat e Aga Khan podem comprar e vender imóveis sem pagar IMI, IMT ou selo, desde que ligados às funções diplomáticas, como de resto acontece com a Igreja Católica; mas também podem transacionar carros, barcos e aviões sem pagar impostos sobre a compra, propriedade, registo, utilização ou venda. Com benefícios maiores do que os previstos na Lei da Liberdade Religiosa ao nível dos atributos aos Estados estrangeiros e aos seus corpos diplomáticos, que terão imunidade judicial (Imamat, imã, altos funcionários) e outras facilidades necessárias ao desempenho das suas funções, tais como tratamento cerimonial, residências com direito a inviolabilidade e proteção. Ainda em troca, o Imamat compromete-se a apoiar ativamente os esforços do Estado para melhorar a qualidade de vida de todos aqueles que vivem em Portugal

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3844
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Terrorismo   Ter Set 26 2017, 09:19

O amigo José Miguel foi muito mais longe do que eu na sua retorica ... e admito que estou de acordo com o que disse. Aliàs, tal era o motivo da minha intervenção, ou seja mostrar que as aparências iludem e que a responsabilidade ocidental no que està a aconteçer é real e explicàvel. È claro, que não faço ném a apologia do terrorismo (qualquer que seja), ném mesmo um acto de adesão a uma qualquer causa. Penso simplesmente que a auto-determinação dos povos, assim que o direito à diferença são fundamentais afim de viver juntos em paz ... e isto começa por uma auto-critica e por varrer a porta à frente da nossa casa, em vez de olhar para a sujidade da do vizinho... Wink

Milton escreveu:
O Islão tem por missão re-ocupar os territórios que em tempos lhes foram conquistados. Já o disseram por várias vezes e Portugal está incluido nessa reconquista ....

Venho de ler rapidamente a porcentagem de musulmanos pelos diferentes paises do mundo e pareçe-me que portugal não tém de ter reçeios pelo momento:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Nombre_de_musulmans_par_pays

Na realidade existem menos muçulmanos em portugal do que no Panamà ou na Noruega em porcentagem de população Rolling Eyes , e evidentemente muito menos do que nos outros grandes paises europeus ou no nosso unico vizinho. Vai ser mesmo necessario "importar" dez vezes mais "dessa gente" para antingir a quantidade que existe na Suiça ... que no meu conhecimento nunca teve um atentado no seu territorio, como Portugal!!!...

Mais sériamente, penso que se a tolerância fosse uma realidade portuguesa (como o estado português tenta afirmar), politicamente e economicamente o nosso pais poderia beneficiar dessa ponte com o mundo muçulmano que està tão perto. Lembro que a capital mais proxima de Lisboa é Rabat e não Madrid !!!...

Mas, no ano passado em Salamanca discuti com um senhor num bar de tapas que me disse:

O problema com os portugueses é que eles não gostam de ninguém !!!

E eu perguntei: E os espanhois é diferente ???

Acenou da cabeça com um olhar matreiro e ri-mos os dois ... Wink

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
agorgal
Membro AAP
avatar

Mensagens : 618
Data de inscrição : 19/12/2012
Localização : Porto

MensagemAssunto: Re: Terrorismo   Ter Set 26 2017, 17:56

Milton escreveu:

(...)
Deparei-me á dias com uma noticia que me deixou com os cabelos da nuca eriçados.
Como escrevi no FB quando partilhei isto : O futuro nos dirá se não estaremos a abrir a porta do curral das ovelhas ao lobo disfarçado. ...
(...)

O Ismaelismo é uma das correntes mais moderadas do Islão Xiita. A Fundação Aga Khan está instalada em Portugal há muitos anos com um programa, não de proselitismo mas de filantropia, sobejamente reconhecido e isento de sectarismo religioso.

Na minha modesta opinião a "Imamat Ismaili" não vem para Portugal com o objectivo de instalar uma fábrica de bombas artesanais na Venda-das-Raparigas e ensinar jovens muçulmanos a matar cristãos para recuperar o tão falado "Al-Andalus".
Apenas querem poupar algum dinheiro em impostos... como todos nós gostamos de fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Terrorismo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Terrorismo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Off Topic-
Ir para: