Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 A rodar XLI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15, 16, 17, 18  Seguinte
AutorMensagem
Luis Filipe Goios
Membro AAP


Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Maio 16 2017, 18:39

Roda,

Stomu Yamashta's - Go - lp - 1976


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 58
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Maio 16 2017, 21:10

Foi o "t(w)oo",

Stomu Yamashta's Go - Too - lp - 1977



agora,

Robert Fripp - Exposure - lp - 1979


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 58
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 17 2017, 15:50

Estou a ouvir,
pela 2ª vez consecutiva (hoje), este "pedaço" de disco e logo duplo, que grande concerto devem ter dado estes três músicos...

Richard Thompson - Live From Austin, TX - 2lp - 2012



O concerto foi em 2001 e os músicos que acompanham o "divino" R.T., são Danny Thompson no baixo, e, Michael Jerome na bateria. cheers

Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 17 2017, 20:14

Luis Filipe Goios escreveu:
Estou a ouvir,  
pela 2ª vez consecutiva (hoje), este "pedaço" de disco e logo duplo, que grande concerto devem ter dado estes três músicos...

Richard Thompson - Live From Austin, TX - 2lp - 2012



O concerto foi em 2001 e os músicos que acompanham o "divino" R.T., são Danny Thompson  no baixo, e, Michael Jerome na bateria. cheers


e esse filho de uma grandessissima p#@%a que não vem a Portugal
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 18 2017, 18:29

I was made to love magic (Music)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 58
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 18 2017, 19:52

anibalpmm escreveu:


e esse filho de uma grandessissima p#@%a que não vem a Portugal


anibalpmm escreveu:
I was made to love magic (Music)


Por aqui, agora

Peter Hammill - A Black Box - lp - 1980


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 58
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 18 2017, 23:38

Agora,

Tangerine Dream - Force Majeure - lp - 1979

cheers

Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 09:06

Um hino aos gloriosos dias de primavera e aos jardins das nossas vidas
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 10:00

E pq ontem fez 37 anos q morreu um dos meus ídolos do rock

Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 10:29


Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 11:10


Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 11:49


Se o "Born in the USA" tivesse sido o primeiro, o ultimo ou o unico album da carreira do Springsteen o resultado seria sempre o mesmo ... uma obra prima do Rock Classico. Mesmo se este disco introduz alguns ritmos electronicos e uma produção mais dinamica e pontiaguda, o resultado final continua a ser uma pura obra de Rock & Roll manufacturada na simples tradição americana ou seja, com energia & ritmo. Estamos longe do Sex, Drugs and Rock&Roll dos Stones, do cinismo urbano e cerebral do Lou Reed ou do lirismo poético e roots do Bob Dylan pois aqui tudo é simples e compreensivel da musica até aos textos depurados e directos. Pareçe mesmo incrivel com o tempo que um album tão evidente e assumido tenha e seja ainda tão controversado. Visto como uma ode à gloria triunfalista dos EUA e erradamente aparentado e assimilado ao patriotismo americano ... este desvio resultou que a canção eponima do album foi utilisada pelo Partido Republicano (direita americana) e pelo Ronald Reagan como hino durante as eleições o que provocou a ira do "Boss". Ninguém viu a ironia por detràs da capa aonde todos os mitos americanos estão presente mas o artista està ele de costas ... virado para a bandeira. A faixa Born in the USA fala da impossivel integração social dos veteranos do Vietnam, da exclusão e repudio que sofrem da parte da sociedade pela qual combateram ... e da incapacidade dos EUA a respeitar os filhos da pàtria. Tudo neste album fala das falhas da sociedade americana dos anos oitenta, da fractura social e do fiasco do sonho americano. Aqui o Rock não é utilisado para entreter durante uma hora mas afim de reflectir, compreender e agir. Como num London Calling ou num Spiritual Unity a musica ultrapassa o estado de arte para se transformar também numa arma politica ... mas é necessario fazer o esforço de o compreender. Um grande album de meditação que se escuta com uma cerveja na mão e observando sém o som as imagens de CNN, o que lhe dà uma clarividência total Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 11:50


Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 20:06

O Post-rock possui vàrios estilos mesmo se o mais badalado é o space-rock ou épic-rock aonde globalmente o tema é tocado com uma alternância de calmo-forte-calmo ou com crescendos longos que explodem em caos harmonico. Neste ultimo estilo aonde os GYBE! fazem figura de referência acompanhados pelos Explosions in the sky, Red Sparrowes, Mono, Russian circles, Maybeshewill e etc... os Mogwai são paradoxalmente os mais célebres e talvez os menos compreendidos. Se os dois primeiros albuns do grupo escoçês deixavam sentir um perfume de post-punk por detràs das melodias entrecortadas por rupturas violentas e épicas ... o grupo buscou sempre novas sonoridades. Este disco que é o terceiro do grupo é paradoxalmente o mais Post e o menos Rock apesar do titulo enganador. Desde a abertura as notas electronicas sugerem uma evolução em relação aos clàssicos riffs de guitarra apoiados pela ritmica. Deliberadamente harmonico, sumptuosamente melodico, devastador de sensualidade, este lascivo e langoroso Rock Action é a reação dos Mogwai ao brilhante Ágætis byrjun dos Sigur Rós. Alternando esplendidamente as fases de tensão e de resolução musical este disco complexo pode aspirar o auditor até um trip luxuriante. Um grande Mogwai que mereçe mais do que uma escuta distraida ... pois mereçe toda a vossa atenção e mesmo alguns euros que sobrem para tê-lo em vinilo... Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2480
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 47
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 20:26

TD124 escreveu:
O Post-rock possui vàrios estilos mesmo se o mais badalado é o space-rock ou épic-rock aonde globalmente o tema é tocado com uma alternância de calmo-forte-calmo ou com crescendos longos que explodem em caos harmonico. Neste ultimo estilo aonde os GYBE! fazem figura de referência acompanhados pelos Explosions in the sky, Red Sparrowes, Mono, Russian circles, Maybeshewill e etc... os Mogwai são paradoxalmente os mais célebres e talvez os menos compreendidos. Se os dois primeiros albuns do grupo escoçês deixavam sentir um perfume de post-punk por detràs das melodias entrecortadas por rupturas violentas e épicas ... o grupo buscou sempre novas sonoridades. Este disco que é o terceiro do grupo é paradoxalmente o mais Post e o menos Rock apesar do titulo enganador. Desde a abertura as notas electronicas sugerem uma evolução em relação aos clàssicos riffs de guitarra apoiados pela ritmica. Deliberadamente harmonico, sumptuosamente melodico, devastador de sensualidade, este lascivo e langoroso Rock Action é a reação dos Mogwai ao brilhante Ágætis byrjun dos Sigur Rós. Alternando esplendidamente as fases de tensão e de resolução musical este disco complexo pode aspirar o auditor até um trip luxuriante. Um grande Mogwai que mereçe mais do que uma escuta distraida ... pois mereçe toda a vossa atenção e mesmo alguns euros que sobrem para tê-lo em vinilo... Wink


Vou escutar, por culpa do excelente apontamento
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 19 2017, 22:08


Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Maio 20 2017, 15:27

Todos temos as nossas manias, pois hà pessoas que compram um relogio sobretudo porque é suiço, um perfume porque é françês ou um carro porque é alemão ... e eu compro às vezes discos porque são portugueses ou porque um artista português participou. A maior parte das vezes é uma decepção evidentemente pois a razão da compra é mà ... então os Legendary Tiger Man, Maria de Medeiros com a Phoebe Killdeer e mais alguns outros foram logo reformados apòs a primeira escuta. Mas, este chegado esta manhã do outro lado dos pirinéus é mais do que um bom disco ... é uma excelentissima obra de Post-Rock que me deixou admirativo e respeituoso. O centro de gravidade deste estilo é a linha entre Chicago e Montreal, então a ideia de comprar um disco de Post português ou françês (preconçeitos !!!...) tinha de ser ou a excelente critica ou uma mania ... neste caso foi esta ultima! Jà estou na terçeira escuta do album e continuo seduzido pela qualidade das composições, dos interpretes e dos arranjos. Uma primeira face Norte-Este contemplativa, melodica e lirica que evoca subtilmente a melancolia subjacente aos "Dias da Madredeus" e uma face Sul-Oeste dinamica, densa e torturada que sugere por vezes a energia esmagadora dos Wraygunn "Eclesiastes" ... num estilo complétamente diferente dos grupos citados é claro. Estou frente a uma obra pensada, trabalhada e ciselada por artesãos sensiveis e inteligentes que me provam o que eu sei hà muito mas esqueço regularmente ... a universalidade da musica independentemente do estilo. Convido-vos então a deitar uma orelhada a esta joia de Post vinda de Barcelos o que a torna então 100% MADE IN PORTUGAL ... e se por acaso estiverem de acordo comigo então é ir aos bolsos buscar a maneira de recompensar as raparigas e rapazes dos Indignu [lat.] pois eles mereçem !!!...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Maio 20 2017, 19:31

Aquando da última compra de álbuns em vinil que fizemos (porque temos feito pouquinhas...) tomamos contacto com Indignu [lat.] e o mais recente trabalho Ophelia. Perante a sempre difícil tarefa de decidir tentamos ser racionais, escolhemos o que procurávamos há mais tempo e o que é mais difícil para encontrar... felizmente sabemos bem onde encontrar esse álbum, é tão fácil como entrar na página da GOLDEN PAVILION.

O álbum está em linha com outros que gostamos de ouvir (Beast, Please Be Still; The Silence Of A Whisper - The Past, The Future, The End; Kokomo - Kokomo; ...) e acreditamos que chegará até nós em breve.


Uma bela partilha, esperamos que muitos sejam curiosos e vão espreitar! Smile Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Dom Maio 21 2017, 11:30

José Miguel escreveu:
(...) Uma bela partilha, esperamos que muitos sejam curiosos e vão espreitar! Smile Smile

Espero que os curiosos se apressem, pois com a publicidade que faço desde ontém nos forums especialisados ... os 250 exemplares em vinilo podem partir muito depressa, se os outros gostarem também é claro Wink

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Dom Maio 21 2017, 11:53

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
(...) Uma bela partilha, esperamos que muitos sejam curiosos e vão espreitar! Smile Smile

Espero que os curiosos se apressem, pois com a publicidade que faço desde ontém nos forums especialisados ... os 250 exemplares em vinilo podem partir muito depressa, se os outros gostarem também é claro Wink

Caro Paulo eu agora estou a trabalhar e não consigo confirmar, mas da edição de 300 exemplares restam uns sessenta... creio que é isso!

No fundo é bom sinal, que esgote a edição!!!

Existem alguns projectos interessantes, a cidade de Barcelos (por falar da cidade da Banda) tem um "festival" organizado por um jovem (que hoje reside no Porto e tem uma editora) que fez/faz a cidade fervilhar - Milhões de Festa.





ps.: a editora é a Lovers and Lollipops, nós conhecemos dos concertos e temos uns disquitos...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Petrus
Membro AAP
avatar

Mensagens : 795
Data de inscrição : 26/12/2015
Idade : 34
Localização : Vendas Novas

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Dom Maio 21 2017, 18:10

Por aqui roda :

Dexter Gordon - GO

Reedição pela Jazz Images

http://jazzimagesrecords.com/index.php/lps/37024-or-dexter-gordon-go-port/
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Seg Maio 22 2017, 00:33

A Música sabe bem a qualquer hora, mas a esta sabe particularmente bem... Talvez seja pelo que vamos perdendo ao longo do dia... Ou será pelo que vamos ganhando!?!
Na hora em que um dia se despede e outro se apresenta cria-se um momento que permite olhar de forma equidistante para o Passado e Futuro, colocando-se os dois pés no Presente.

Gently Disturbed reflecte bem esta hora, é um álbum que olha para o Passado com respeito, ergue composições inspiradas em Temas tradicionais da Cultura que é chão dos Músicos; é um álbum que se lança no Futuro, lançando sobre quem o escuta uma marca indelével... tudo isto num momento Presente.


Um Contra-baixista inspirado este Avishai Cohen... Bem acompanhado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Seg Maio 22 2017, 16:21

Terminadas (...) algumas experiências e brincadeiras que durante alguns dias nos ocuparam, antes de se dar início a mais um dia de trabalho vai tocar um belíssimo álbum:


Esta escolha não se deve apenas à capa bonita... estávamos sentados na esplanada e uma senhora residente desta rua iniciou uma conversa com estes outros dois residentes que aos seus olhos não eram mais que forasteiros. Conversa puxa conversa e no final os votos da senhora foram claros: apoiem-se, apoiem os outros...

Esta frase ficou e "Too Many People", canção que abre este álbum dos Far Out, foi recordada...
"Too many people
not caring for others..."

Talvez a senhora nem gostasse da Música, mas creio que gostaria da mensagem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Roquer



Mensagens : 17
Data de inscrição : 27/03/2017
Localização : Margem Sul

MensagemAssunto: Prog Metal a rodar   Seg Maio 22 2017, 20:24

Algures alguém pediu Rock. Por estes dias chegou uma nova aquisição que muito me agrada. A banda sueca The Great Discord, o Lp "Duende", o primeiro longa duração da banda. Este na foto não roda, está selado, mas outro igual roda (depois de bem limpinho). Para quem gosta de algo mais pesado, mas com muito bom gosto. É uma das minhas apostas no futuro deste estilo, Metal progressivo, algo dark. O vídeo é um novo tema do álbum a sair no Outono. Não é para todos os gostos, mas espero que possam apreciar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 63919
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Seg Maio 22 2017, 23:20

Apesar de não fazer o meu género, não esta mal esgalhado nao senhora.

Ou é mais o prog que foi feito em 60/70. Embarassed

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Maio 23 2017, 13:48

Ontem fomos abalroados por uma triste notícia, mais uma... Manchester tem centrado as atenções pelas piores razões - desta vez nem o futebol consegue "falar" mais alto.

Por aqui e em jeito de escapatória roda um daqueles que conseguem fazer bem a qualquer...


E assim se embala o espírito...
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Maio 23 2017, 16:11

José Miguel escreveu:
Ontem fomos abalroados por uma triste notícia, mais uma... Manchester tem centrado as atenções pelas piores razões - desta vez nem o futebol consegue "falar" mais alto.  ...

È verdade, e poderia ter homenageado essa grande cidade do Rock (e não sò...) escutando, The Smiths, Van der Graaf Generator, Vini Reilly, Oasis, New Order, I Am Kloot, Peter Hammill, The Durutti Column, e muitos outros tão importantes oriundos dessa cidade ... mas fiquei-me por este que resume tudo isso e mesmo o resto !!!...


Siga a musica, siga a humanidade, siga a vida contra tudo e todos !!!...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 00:49

Sem muitas palavras, esta noite ficará um pouquinho mais rica com um disquito que tem coisas muito boas, desde logo a voz do senhor Tim Buckley.


Com pitadas de Blues Rock ou R&B... a esta hora sabe bem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
ruibranco47
Membro AAP


Mensagens : 73
Data de inscrição : 05/03/2017

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 04:49

José Miguel escreveu:
Sem muitas palavras, esta noite ficará um pouquinho mais rica com um disquito que tem coisas muito boas, desde logo a voz do senhor Tim Buckley.


Com pitadas de Blues Rock ou R&B... a esta hora sabe bem!

Tim Buckley não é do grupo dos 27, mas quase, pois morreu prematuramente aos 28.
Foi tão criativo e tão avançado no seu tempo que nesse aspecto é comparável a David Bowie.

Pai do igualmente promisor Jeff Buckley que também morreu prematuramente aos 30.

Voltar ao Topo Ir em baixo
jorge.henriques
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1115
Data de inscrição : 07/11/2014
Idade : 47
Localização : Águeda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 09:31

TD124 escreveu:

[center]


Joy Division

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 11:06

TD124 escreveu:
... então a ideia de comprar um disco de Post português ou françês (preconçeitos !!!...) tinha de ser ou a excelente critica ou uma mania ... neste caso foi esta ultima! ...

Existe ainda uma outra razão que não mencionei para comprar um album de Post-Rock (ou outro estilo) oriundo de origens menos badaladas que é de escutà-lo ... evidentemente e sobretudo mesmo! A frança não tém uma grande tradição de Post, ném mesmo de Rock, mas é o paìs da french touch aka a Electronica inventiva, ousada e elegante. Os EZ3quiel são um grupo dificil a classificar pois oscilam entre o Post-Rock, Dub, Rock industrial, Dark ambient, Drum&Bass e mesmo por curtos momentos o Black Metal. O grupo tém uma visão global e os concertos são extremamente trabalhados ao nivel da luz, projeções e efeitos especiais afim de mergulhar o publico numa experiência total e submersiva. A musica não se fica para tràs é claro e é mesmo o pilar deste grupo monumental e desconhecido. Neste ultimo album (o décimo) os EZ3quiel erguem-se mais alto do que no passado e igualam o que de melhor se faz (ou fez) neste estilo sém copiar ném renunciar à sua natureza. Uma musica épica, cinematografica, ciselada, potente que roça em permanência a fronteira do sombrio sém sair da luz. Uma obra iluminada pelo interior aonde o casamento entre Electronica/Contemporaneo/Rock é majestuoso e singular. Imaginem Björk, Portishead, Gravenhurst e Sigur Ros em concerto juntos e vão começar a ter uma ideia do que vos espera à escuta deste album. Entrecortado por momentos de génio puro e sempre surpreendente o Lux é uma viagem que incandeia e que tém como mérito a ousadia criadora e a liberdade...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2480
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 47
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 11:29

TD124 escreveu:
TD124 escreveu:
... então a ideia de comprar um disco de Post português ou françês (preconçeitos !!!...) tinha de ser ou a excelente critica ou uma mania ... neste caso foi esta ultima! ...

Existe ainda uma outra razão que não mencionei para comprar um album de Post-Rock (ou outro estilo) oriundo de origens menos badaladas que é de escutà-lo ... evidentemente e sobretudo mesmo! A frança não tém uma grande tradição de Post, ném mesmo de Rock, mas é o paìs da french touch aka a Electronica inventiva, ousada e elegante. Os EZ3quiel são um grupo dificil a classificar pois oscilam entre o Post-Rock, Dub, Rock industrial, Dark ambient, Drum&Bass e mesmo por curtos momentos o Black Metal. O grupo tém uma visão global e os concertos são extremamente trabalhados ao nivel da luz, projeções e efeitos especiais afim de mergulhar o publico numa experiência total e submersiva. A musica não se fica para tràs é claro e é mesmo o pilar deste grupo monumental e desconhecido. Neste ultimo album (o décimo) os EZ3quiel erguem-se mais alto do que no passado e igualam o que de melhor se faz (ou fez) neste estilo sém copiar ném renunciar à sua natureza. Uma musica épica, cinematografica, ciselada, potente que roça em permanência a fronteira do sombrio sém sair da luz. Uma obra iluminada pelo interior aonde o casamento entre Electronica/Contemporaneo/Rock é majestuoso e singular. Imaginem Björk, Portishead, Gravenhurst e Sigur Ros em concerto juntos e vão começar a ter uma ideia do que vos espera à escuta deste album. Entrecortado por momentos de génio puro e sempre surpreendente o Lux é uma viagem que incandeia e que tém como mérito a ousadia criadora e a liberdade...


Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 12:56

Começamos por ouvir Ez3quiel - Lux via conta do Spot... e resultou num bom momento! Depois, e sem que exista uma relação que consiga explicar, passamos para:

Test Dept. / Brith Gof - Gododdin

Não sei se o elo de ligação não estará em alguns elementos de Lux que fazem pensar em sonoridades Industriais, mas a verdade é que Test Dept. surgiu como próximo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10343
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 58
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 13:09

Aproveitando para "parabenizar" (24/05/ 1941), o mais recente "Nobel" da Literatura, sempre são 76 "primaveras", roda

Bob Dylan - Bob Dylan - lp - 1962


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 13:12

José Miguel escreveu:
... Não sei se o elo de ligação não estará em alguns elementos de Lux que fazem pensar em sonoridades Industriais, mas a verdade é que Test Dept. surgiu como próximo...

Não conheço os Test Dept. mas é verdade que no album Lux, o passado mais industrial dos EZ3quiel continua subentendido. Nos albuns anteriores a filiação momentânea com os Nine Inch Nails, Rammstein ou Einstürzende Neubauten é mais evidente. Mas o grupo é por demais escorregadio para ser classificado numa unica gaveta ... mesmo se o Lux é conceptualmente um album de Post-Rock. Mas este estilo tornou-se numa estante aonde se mete tudo o que hoje é mais ou menos inclassàvel à volta do Rock ... então esta etiqueta aqui vale o que vale !!! Suspect

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 13:19

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
... Não sei se o elo de ligação não estará em alguns elementos de Lux que fazem pensar em sonoridades Industriais, mas a verdade é que Test Dept. surgiu como próximo...

Não conheço os Test Dept. mas é verdade que no album Lux, o passado mais industrial dos EZ3quiel continua subentendido. Nos albuns anteriores a filiação momentânea com os Nine Inch Nails, Rammstein ou Einstürzende Neubauten é mais evidente. Mas o grupo é por demais escorregadio para ser classificado numa unica gaveta ... mesmo se o Lux é conceptualmente um album de Post-Rock. Mas este estilo tornou-se numa estante aonde se mete tudo o que hoje é mais ou menos inclassàvel à volta do Rock ... então esta etiqueta aqui vale o que vale !!! Suspect

Espreite o álbum de Test Dept. - esse ou outros mais antigos. Conhecemos faz algum tempo pela mão do Pedro, proprietário da PortoCalling - loja de discos onde por vezes nos perdemos a dar à treta...

Eu não sou bom com "gavetas", mas de alguma forma pensei em Industrial desde o princípio de Lux e Born in Valhalla... depois já se sabe, conversa puxa conversa e surgiu o álbum que coloquei.

As "gavetas" ajudam a organizar, mas o mais importante é o recheio dos álbuns, o fruto do trabalho dos Músicos! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 13:37

José Miguel escreveu:
Espreite o álbum de Test Dept. - esse ou outros mais antigos. ...  

Jà estou a escutar o album "Materia Prima" nos Can's através de Deezer, pois esse não està catalogado ... e pelo momento estou a apreciar ...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2480
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 47
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Maio 24 2017, 15:50

Paus - Mitra


O melhor projecto de português de Portugal dos últimos 10 anos





Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 25 2017, 10:13


Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 25 2017, 10:55


Voltar ao Topo Ir em baixo
ruibranco47
Membro AAP


Mensagens : 73
Data de inscrição : 05/03/2017

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 25 2017, 12:14

anibalpmm escreveu:


Passei o fim de semana passado a ouvir um igual a esse.
Realmente valem todos os Euros que custam, a minha dificuldade agora vai ser selecionar os próximos a adquirir.

Obrigado pela dica da loja online 2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Maio 25 2017, 13:15

ruibranco47 escreveu:
anibalpmm escreveu:


Passei o fim de semana passado a ouvir um igual a esse.
Realmente valem todos os Euros que custam, a minha dificuldade agora vai ser selecionar os próximos a adquirir.

Obrigado pela dica da loja online 2cclzes
muito boa edição, sem sombra de duvida
sempre às ordens
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 16:43


Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 17:12


Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 7431
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 18:14

Um álbum q provavelmente é melhor ouvir em mono
Ouvir os jazz mensengers no canal esquerdo e o Monk no direito fica a modos q estranho
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 22:24

Ontem a voz da senhora Margo Timmins foi reproduzida de uma tal forma que o álbum dos Cowboy Junkies ‎– The Trinity Session tocou mal chegamos a casa e hoje...

... e hoje volta a tocar, porque abriu-se esta porta e perante tal oportunidade seguimos.

um belo álbum para se ouvir uma e outra vez! Smile Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3058
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 23:12

anibalpmm escreveu:
Um álbum q provavelmente é melhor ouvir em mono (...)

Para isso, apenas necessito de uma coluna e de um amplificador de potência de um canal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3186
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Maio 26 2017, 23:56

José Miguel escreveu:
... o álbum dos Cowboy Junkies ‎– The Trinity Session tocou mal chegamos a casa e hoje...

um belo álbum para se ouvir uma e outra vez! Smile Smile

Se gosta desse album, aconselho a escuta ràpidamente do Trinity Revisited que conta com a participação da Natalie Merchant, do Ryan Adams e do defunto Vic Chesnutt ... que elevam o trabalho dos Cowboy Junkies a um patamar superior nmho

https://en.wikipedia.org/wiki/Trinity_Revisited

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3972
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Maio 27 2017, 00:04

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
... o álbum dos Cowboy Junkies ‎– The Trinity Session tocou mal chegamos a casa e hoje...

um belo álbum para se ouvir uma e outra vez! Smile Smile

Se gosta desse album, aconselho a escuta ràpidamente do Trinity Revisited que conta com a participação da Natalie Merchant, do Ryan Adams e do defunto Vic Chesnutt ... que elevam o trabalho dos Cowboy Junkies a um patamar superior nmho

https://en.wikipedia.org/wiki/Trinity_Revisited

O Paulo apanha-nos a pesquisar por umas coisas... d...a...c... Wink

Recordo-me bem do Paulo ter colocado/apresentado esse álbum por aqui e de eu o ter "visitado" na altura - como um bom curioso que sou.

É caso para dizer que agora vamos "re-visitar" o Trinity Revisited. Smile Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3058
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Maio 27 2017, 03:58

TD124 escreveu:
(...) aconselho a escuta ràpidamente do Trinity Revisited que conta com a participação da Natalie Merchant, do Ryan Adams e do defunto Vic Chesnutt ... que elevam o trabalho dos Cowboy Junkies a um patamar superior nmho (...)

José Miguel escreveu:
(...) Recordo-me bem do Paulo ter colocado/apresentado esse álbum por aqui e de eu o ter "visitado" na altura - como um bom curioso que sou.
É caso para dizer que agora vamos "re-visitar" o Trinity Revisited. Smile Smile

É um belo registo que, além de merecer figurar no tópico «Melhores Álbuns com concertos ao VIVO!», de vez em quando, quer na escuta a solo ou acompanhado da família ou amigos, passa pelo Quatro Centenas e Uma Unidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2480
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 47
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Maio 27 2017, 11:57

Ghost4u escreveu:
TD124 escreveu:
(...) aconselho a escuta ràpidamente do Trinity Revisited que conta com a participação da Natalie Merchant, do Ryan Adams e do defunto Vic Chesnutt ... que elevam o trabalho dos Cowboy Junkies a um patamar superior nmho (...)

José Miguel escreveu:
(...) Recordo-me bem do Paulo ter colocado/apresentado esse álbum por aqui e de eu o ter "visitado" na altura - como um bom curioso que sou.
É caso para dizer que agora vamos "re-visitar" o Trinity Revisited. Smile Smile

É um belo registo que, além de merecer figurar no tópico «Melhores Álbuns com concertos ao VIVO!», de vez em quando, quer na escuta a solo ou acompanhado da família ou amigos, passa pelo Quatro Centenas e Uma Unidade.

Verdade é um excelente registo

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A rodar XLI
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 14 de 18Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 13, 14, 15, 16, 17, 18  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A rodar XXX
» A rodar III
» A rodar XVI
» A rodar XVII
» Som de Discos Novos em Comparação Velhos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral :: O que andam a ouvir (a rodar)-
Ir para: