Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 A rodar XLI

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 14 ... 22  Seguinte
AutorMensagem
António José da Silva
Membro AAP


Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 13:59

Álbum de beleza transcendente.



Matching Mole's Little Red Record




Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 14:51

Por aqui roda um disco que não ouvia há muito tempo:

Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 15:28

Duarte Rosa escreveu:
Por aqui roda um disco que não ouvia há muito tempo:



É daqueles que parecem mel.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4033
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 55
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 17:38

Olá

Por aqui roda...


Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 19:38

Por aqui, em prensagem japonesa...


Oscar Pettiford - Volume 2



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Ter Abr 11 2017, 23:14

António José da Silva escreveu:
Álbum de beleza transcendente.



Matching Mole's Little Red Record





.... (re)começar em beleza!

ainda não mora por aqui, mas, lá chegará o dia...
Abç

Por aqui (nem de propósito), roda

Robert Wyatt - Nothing Can Stop Us - lp - 1983


cheers




Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 13:33

Um dos melhores álbuns de piano, ou onde o piano é rei da história do Jazz (em minha opinião).


Uma verdadeira obra de arte onde participam também o Wendell Marshall e o Paul Motian.



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
browserd

avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 22/03/2017
Idade : 43
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 16:24

Duarte Rosa escreveu:
Por aqui roda um disco que não ouvia há muito tempo:


Bom, muito bom.
A ver se compro esse em vinil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.browserd.com
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 16:37

E roda...


Bill Dixon - Son Of Sisyphus  (Soul Note, 1990)



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3234
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 17:09

Kwiaty (Flores em polonês) é o ultimo album do Michal Jacaszek. Se desde a sombria e profunda faixa de abertura o "toque" do homém é reconhecivel, também se torna imediatamente evidente que algo mudou. As vozes manipuladas electronicamente e alguns momentos quase rock/folk fazem pensar a certas atmosferas do Trentemøller, Scanner, Boards of Canada, Portishead, Bran Van 3000, Fever Ray ou mesmo da Björk (Vespertine). Apesar de todas estas alusões subtilmente semeadas através das diferentes faixas, o ADN musical do Jacaszek està gravado a ferro rubro durante toda a escuta desta obra. Os "samples" hesitantes, as ondas de graves e os "lençois de notas" profundas e em evolução permanente estão presentes como sempre ... mas desta vez criam uma ambiência diafana e misteriosa aonde os outros albums criavam uma tensão visceral, mistica e desencantada. Mais interrogativo do que expressivo este album deixa espaço suficiente ao auditor afim de viver uma viagem meditativa. Um album delicado e perfumado que se dà muito bem a rodar num Pink Triangle ...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 17:15

E seguindo a sugestão do Duarte, o meu Waltz for Debby que já não rodava faz algum tempo. Numa fabulosa prensagem da Analogue Productions.






_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 18:41

Musicalmente soberbo e gravação de sonho nesta prensagem japonesa.



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 19:22

Outro Charles mas desta vez o Lloyd, e mais uma obra fabulosa.


Charles Lloyd - Forest Flower / At Monterey (Atlantic, 1967)



_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qua Abr 12 2017, 19:42


O Sr. Adm AJS na força toda... Twisted Evil

por aqui, "parabenizando" ...

Herbie Hancock - Crossings - lp - 1972


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 01:35

Um dia ouvi a explicação sobre o que era/foi o Bairro do Amor para Jorge Palma, em entrevista o autor disse que era a experiência vivida na velha casa, com os amigos, nas festas ou nos silêncios... Dizer mais seria estragar, este é um álbum incrível, do princípio ao fim.

E fica bem a esta hora, pelo menos aqui fica e até o passarinho sabe que pode deixar cair, porque à devida distância uma queda pode ser apenas percussão...
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 02:27

Os registos de escrita são diferentes, mas a riqueza das palavras é comum a este álbum e ao anterior. De alguma forma os dois juntos ficam bem, pelo menos hoje ficam.

E como dá a Primavera o campo colorido, que venham mais dias de Primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 02:47

Parece que o Pestana não quer passar por aqui e por isso mais um senhor cantará para nós.

Hoje ainda faz sentido adormecer para sonhar com Liberdade, faz todo o sentido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 08:27

José Miguel, isso é que foi dar forte no Luso.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 09:38

António José da Silva escreveu:
José Miguel, isso é que foi dar forte no Luso.
Ontem o dia foi longo e quando cheguei a casa aproveitamos - a Luciana estava desperta - para ouvir palavras bem arranjadas em Português. Contudo, os três álbuns que tocaram estariam bem em qualquer parte do Mundo... digo eu, dizemos nós! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 10:01

TD124 escreveu:
Kwiaty (Flores em polonês) é o ultimo album do Michal Jacaszek. Se desde a sombria e profunda faixa de abertura o "toque" do homém é reconhecivel, também se torna imediatamente evidente que algo mudou. As vozes manipuladas electronicamente e alguns momentos quase rock/folk fazem pensar a certas atmosferas do Trentemøller, Scanner, Boards of Canada, Portishead, Bran Van 3000, Fever Ray ou mesmo da Björk (Vespertine). Apesar de todas estas alusões subtilmente semeadas através das diferentes faixas, o ADN musical do Jacaszek està gravado a ferro rubro durante toda a escuta desta obra. Os "samples" hesitantes, as ondas de graves e os "lençois de notas" profundas e em evolução permanente estão presentes como sempre ... mas desta vez criam uma ambiência diafana e misteriosa aonde os outros albums criavam uma tensão visceral, mistica e desencantada. Mais interrogativo do que expressivo este album deixa espaço suficiente ao auditor afim de viver uma viagem meditativa. Um album delicado e perfumado que se dà muito bem a rodar num Pink Triangle ...


As amostras que ontem conseguimos espreitar revelaram um belo álbum, ainda voltamos a um outro dele que em tempos o Paulo por aqui nos apresentou: Catalogue des Arbres.

São dois trabalhos diferentes, mas os dois não se dão mal juntos. Já os dois num Gira-discos não sabemos, mas ambos ficamos com dúvidas face a uma escolhe de formato... tendo em conta a circunstância, pois já se sabe que "o Homem é ele e a sua circunstância", como dizia o outro em outra língua.

Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 12:08

A manhã está prestes a terminar, foi dedicada a multiplas tarefas e a Música de fundo foi outra, mas agora é hora de agitar as coisas e o álbum que se segue continua a fazer com que o queira ouvir uma e outra vez.

Se parecer repetitivo é porque tem que ser... Um grande álbum é para ouvir e ouvir, na estante não melhora nem nos dá nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4033
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 55
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 12:09

Olá

Por aqui roda...


Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 13:27

José Miguel escreveu:
Um dia ouvi a explicação sobre o que era/foi o Bairro do Amor para Jorge Palma, em entrevista o autor disse que era a experiência vivida na velha casa, com os amigos, nas festas ou nos silêncios... Dizer mais seria estragar, este é um álbum incrível, do princípio ao fim.

E fica bem a esta hora, pelo menos aqui fica e até o passarinho sabe que pode deixar cair, porque à devida distância uma queda pode ser apenas percussão...

As tuas descrições dos Álbuns do Jorge Palma deixam-me sempre de água na boca, tenho mesmo de começar a ouvir esses discos!

Por aqui roda:

Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 14:09

Caro Duarte os álbuns do Palma estão em algumas lojas com preços bastante baixos, uma vez que as edições actuais são únicas, talvez não seja má altura para aproveitar e dar o "salto". Wink

Jorge Palma tem um registo de escrita que pode parecer "meloso", mas bem lidos os poemas têm uma riqueza que poucos atingiram - aqui ou acolá.
Ontem quando estava a colocar a imagem aqui demorei-me, ficamos a ouvir e esqueci-me... quando voltei a prestar atenção era esta a canção que ouvíamos: Uma Vez

Deixa cair
Aposto que não passa do chão
Á devida distância
Uma queda pode ser apenas percussão

Deixa morrer
O gesto que começou mal
Depois vai ter tempo
De reconstruir a tua catedral

Uma vez
Era o rei e o bobo
Separaram-se até mais ver
Mas não deixaram de se corresponder
Uma vez
Era o belo e o monstro
Também eles fizeram planos
De nunca deixarem de se entender

Conheço alguém
De quem mal me consigo lembrar
Abençoado quem tem quem
De vez enquando o venha visitar

Na tua mão
Pressinto um futuro feliz
Tira o lápis da boca
E escreve o que a solidão te diz

Uma vez
Era o génio e o louco
Separaram-se até mais ver
Mas não deixaram de se corresponder
Uma vez
Era o choro e o riso
Também eles fizeram planos
De nunca deixarem de se entender

Claro que há sempre uma dose de projecção no acto de ler, mas creio que Jorge Palma sabe muito bem escrever sobre o Homem, esse Ser que para além de racional tem uma face emocional que teima em se fazer presente mesmo quando a queremos distante.


Depois do Lado B do álbum dos Television o que se chegou à frente foi um outro cujo registo foi lembrado.

Unknown Pleasures é um álbum que parece ser diferente de cada vez que o ouvimos, sendo que ele não muda... o registo está cravado no plástico. Mudamos nós, pois claro, mudamos nós... o álbum hoje está um pouco mais denso, sinto-o mais pesado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 14:24

José Miguel escreveu:
Caro Duarte os álbuns do Palma estão em algumas lojas com preços bastante baixos, uma vez que as edições actuais são únicas, talvez não seja má altura para aproveitar e dar o "salto". Wink

Jorge Palma tem um registo de escrita que pode parecer "meloso", mas bem lidos os poemas têm uma riqueza que poucos atingiram - aqui ou acolá.
Ontem quando estava a colocar a imagem aqui demorei-me, ficamos a ouvir e esqueci-me... quando voltei a prestar atenção era esta a canção que ouvíamos: Uma Vez

Deixa cair
Aposto que não passa do chão
Á devida distância
Uma queda pode ser apenas percussão

Deixa morrer
O gesto que começou mal
Depois vai ter tempo
De reconstruir a tua catedral

Uma vez
Era o rei e o bobo
Separaram-se até mais ver
Mas não deixaram de se corresponder
Uma vez
Era o belo e o monstro
Também eles fizeram planos
De nunca deixarem de se entender

Conheço alguém
De quem mal me consigo lembrar
Abençoado quem tem quem
De vez enquando o venha visitar

Na tua mão
Pressinto um futuro feliz
Tira o lápis da boca
E escreve o que a solidão te diz

Uma vez
Era o génio e o louco
Separaram-se até mais ver
Mas não deixaram de se corresponder
Uma vez
Era o choro e o riso
Também eles fizeram planos
De nunca deixarem de se entender

Claro que há sempre uma dose de projecção no acto de ler, mas creio que Jorge Palma sabe muito bem escrever sobre o Homem, esse Ser que para além de racional tem uma face emocional que teima em se fazer presente mesmo quando a queremos distante.


Depois do Lado B do álbum dos Television o que se chegou à frente foi um outro cujo registo foi lembrado.

Unknown Pleasures é um álbum que parece ser diferente de cada vez que o ouvimos, sendo que ele não muda... o registo está cravado no plástico. Mudamos nós, pois claro, mudamos nós... o álbum hoje está um pouco mais denso, sinto-o mais pesado.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 14:26

Agora roda:

Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3234
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 15:26

José Miguel escreveu:
TD124 escreveu:
... Um album delicado e perfumado que se dà muito bem a rodar num Pink Triangle ...

... mas ambos ficamos com dúvidas face a uma escolha de formato... tendo em conta a circunstância ...

Amigo José Miguel, como jà disse eu possuo o ficheiro de praticamente todos os meus vinilos, e este não é excepção. Se a extrema banda dos graves aos agudos da musica electronica assim que as amplitudes dinamicas são melhor respeitadas na leitura digital, o vinyl tém como mérito de humanisar as frias notas electronicas (quando estas existem) e não é desagradàvel. Este ultimo argumento explica e justifica um pouco o apreço dos musicos de electronica em relação ao formato vinyl e isto desde sempre...

È a questão da "vinyl attitude" ligada a este tipo de musica, que me leva ainda hoje a comprar a musica electronica em grande formato ... mas não hà conflito de formato ném no meu espirito ném no coração, e sei o que é melhor. È por isso que assumo as minhas compras de midias fisicos em plena consciência do paradoxo ... Wink

Escuto este belo album de electronica no Garrard que mereçe um destes dias que despeje algumas linhas...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luciana Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 597
Data de inscrição : 17/10/2015

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 17:33

TD124 escreveu:

Escuto este belo album de electronica no Garrard que mereçe um destes dias que despeje algumas linhas...

Estive a ouvir Venice e encontrei cambiâncias um pouco desconcertantes. É-me difícil ouvir este “estilo” de música pois o que sinto está nos antípodas do que seria previsível…  primeiro devido a não ser usual ouvir música electrónica, depois pelo dramatismo que as músicas encerram.  
Mal começo a audição, entro numa espécie de “viagem solitária” por cenários pouco límpidos, pouco transparentes. Não sei bem o que o Paulo sente, mas eu não consigo embarcar sossegadamente na viagem… A música é muito ondulante, melancólica, abismal… não é fácil ouvir sem ânsia ou receio de mergulhar na próxima faixa…
Para mim, Venice é perturbante… e isso intensifica-se se estiver a ouvir e a ver um barquito desamparado (talvez reflexo do Eu) no rio!!


Última edição por Luciana Silva em Qui Abr 13 2017, 17:35, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 17:34

Um álbum para mim fenomenal do qual adquiri a reedição que nem é má.


Demon Fuzz - Afreaka!


_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3234
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 18:30

Luciana Silva escreveu:

(...) Mal começo a audição, entro numa espécie de “viagem solitária” por cenários pouco límpidos, pouco transparentes. Não sei bem o que o Paulo sente, mas eu não consigo embarcar sossegadamente na viagem… A música é muito ondulante, melancólica, abismal… não é fácil ouvir sem ânsia ou receio de mergulhar na próxima faixa…

Desde a primeira faixa "Rivers of sand" as notas àsperas e granuladas do pedal de grave em primeiro plano cobrem uma melodia subjacente em contraplano que luta para existir. As notas trementes, timidas, indecisas e fràgeis dessa melodia vão subtilmente e lentamente ocupar o primeiro plano ... mas sém ganhar consistência ném forma. Assim o Fennesz abre o seu liquido Venice aonde todas as emoções, paisagens e cores vão ser subentendidas, talvez sugeridas mas nunca ditas. Este trabalho em suspensão permanente aonde a tensão nunca tém resolução, fascina ou frustra consoante o estado de alma do auditor. O artista cria uma fractura elegante entre os sons e a melodia, destructurando bloco por bloco a harmonia habitual e obrigando a seguir a sua visão da beleza ... ou o seu ponto de vista. Obra pudica, introspectiva e por momentos amiotica o Venice desafia a interpretação simples. Um disco que sugere que nada é jamais complétamente acabado ... e que falta sempre algo a algo !!!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 19:08

Pois por aqui,

Can - Ege Bamyasi - lp - 1972

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 19:22

Outro que já não rodava há muito tempo!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 19:53

...

Van Der Graaf Generator - Godbluff - lp - 1975


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 20:19

Bom, como acabo de reparar que ninguém está a ouvir musica, desliguei também eu o meu sistema de som.





_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 20:37

António José da Silva escreveu:
Bom, como acabo de reparar que ninguém está a ouvir musica, desliguei também eu o meu sistema de som.





Não desligues que faz mal.... bem, como é "sistema de som"... convém!

Continuando na música...

Van Der Graaf Generator - World Record - lp - 1976

cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64068
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 50
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 20:43

Luis Filipe Goios escreveu:
António José da Silva escreveu:
Bom, como acabo de reparar que ninguém está a ouvir musica, desliguei também eu o meu sistema de som.





Não desligues que faz mal.... bem, como é "sistema de som"... convém!

Continuando na música...

Van Der Graaf Generator - World Record - lp - 1976

cheers  



Agora vou a caminho de uma bela tertúlia com bons amigos, umas pingas e muita musica.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Qui Abr 13 2017, 20:53

António José da Silva escreveu:


Agora vou a caminho de uma bela tertúlia com bons amigos, umas pingas e muita musica.
Orquestra
Boas audições!! boas pingas!! Quanto a "músicas"... Rolling Eyes
Divirtam-se!! drunken
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 12:49

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:

(...)

... mas ambos ficamos com dúvidas face a uma escolha de formato... tendo em conta a circunstância ...

Amigo José Miguel, como jà disse eu possuo o ficheiro de praticamente todos os meus vinilos, e este não é excepção. Se a extrema banda dos graves aos agudos da musica electronica assim que as amplitudes dinamicas são melhor respeitadas na leitura digital, o vinyl tém como mérito de humanisar as frias notas electronicas (quando estas existem) e não é desagradàvel. Este ultimo argumento explica e justifica um pouco o apreço dos musicos de electronica em relação ao formato vinyl e isto desde sempre...

È a questão da "vinyl attitude" ligada a este tipo de musica, que me leva ainda hoje a comprar a musica electronica em grande formato ... mas não hà conflito de formato ném no meu espirito ném no coração, e sei o que é melhor. È por isso que assumo as minhas compras de midias fisicos em plena consciência do paradoxo ... Wink

Escuto este belo album de electronica no Garrard que mereçe um destes dias que despeje algumas linhas...

Boa tarde Paulo!

O dia de ontem foi dedicado a uma pessoa que nos visitou e durante a tarde a conversa fluiu ao ritmo do passeio pela cidade do Porto. Foi um belo dia que terminou com um bom jantar, conversa e Música. Apenas hoje estou a conseguir dar atenção a esta mensagem, a Luciana já me mostrou o álbum que ela própria espreitou enquanto esperava pelos dois "caminhantes", mas daqui a nada volto a sair para um dia de trabalho e não queria deixar de passar por aqui.

A forma como coloca a questão do "formato" de suporte à Música é interessante, é verdade que a Música Electrónica tem uma relação especial com o vinil, mas dentro dessa enorme "estante" há composições e composições... não vou esconder que gosto muito de escutar os arranjos mais finos, os sons mais suaves muitas vezes retirados da captação do ambiente, as notas tocadas em segundo ou terceiro plano sem grandes atribulações. Nem sempre as edições em vinil nos permitem distinguir o som do vento do ruído de superfície... mas como disse, tenho em conta as circunstâncias. Shocked

Pink Triangle e Garrard já tiveram direito a algumas linhas (boas!), venha agora esse texto sobre o Venice (cuja faixa de entrada cria um enredo fechado, dando bem para entender a escolha do título - Rivers of Sand), bem diferente deste último de Jacaszek. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Vieira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2481
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 47
Localização : Outra Banda

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 14:30

http://www.tangerinedream-music.com/index.php

Vale a pena clicar e ver o espectáculo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3129
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 20:20

Existem vozes bonitas. Mas as esplêndidas são aquelas que são comprovadas ao vivo, deixando a assistência boquiaberta. Na "caixinha mágica", a Antena 2, em «Jazz a 2», faz jus a tal afirmação. Ella Fitzgerald em concerto, na capital de Itália (1958) e da Alemanha (1960).
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 20:37

Depois da agradável conversa sobre Literatura e até "viagem" pela Argentina, ficamos sintonizados e foi com agradável surpresa que começamos a escutar a senhora Ella.

Como ainda é cedo para jantar, ficaremos com ela mais um pouco.


Ontem a nossa sala de estar ganhou uma prendinha, uma Obra de Arte, falta a moldura. Olhar para ela já faz parte.

... mas não foi a única coisa que mudou, há um novo traço algures, custou, mas chegamos lá! Smile Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 20:45

Por aqui, e, prometendo que rodará o Vol.2,

Merl Saunders/Jerry Garcia - Live At Keystone Vol. 1 - lp - 1973


........... lindo!!
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ghost4u
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3129
Data de inscrição : 13/07/2010
Localização : Ilhéu Chão

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 21:20

José Miguel escreveu:
Ontem a nossa sala de estar ganhou uma prendinha, uma Obra de Arte, falta a moldura. Olhar para ela já faz parte.
... mas não foi a única coisa que mudou, há um novo traço algures, custou, mas chegamos lá! Smile Smile
Existem diversos tipos de traços. Esse, guarneceu um pequeno rectângulo de outra moldura. cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 21:36

Para acompanhar o jantar vamos ouvir um álbum que revela bem quão generoso é Oscar Pererson...

Em Trio o registo fica muito bem, arranjos onde os três podem revelar muito do que sabem.

No fundo são três generosos, nós só temos que saber receber.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 22:48

...variando, depois de um Vol. 2, roda outro Vol. 1

Miles Davis - Volume 1 - lp - 1956


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luciana Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 597
Data de inscrição : 17/10/2015

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 22:58

Ontem "Os caminhantes" trouxeram música com eles.



E entre vinho, café e doces conventuais, saboreiam-se os miminhos já "passados"... Hoje na companhia de Keith Jarrett...
Muito bom! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10367
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 59
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 23:35

Agora,

Pharoah Sanders - Karma - lp - 1969


cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3234
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 23:36

Majestuoso, hipnotico e avassalador...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3234
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 23:40

José Miguel escreveu:
... venha agora esse texto sobre o Venice (cuja faixa de entrada cria um enredo fechado, dando bem para entender a escolha do título - Rivers of Sand), ...

Jà o tinha escrito mais atràs ontém ... em resposta à Luciana !!!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4035
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sex Abr 14 2017, 23:43

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
... venha agora esse texto sobre o Venice (cuja faixa de entrada cria um enredo fechado, dando bem para entender a escolha do título - Rivers of Sand), ...

Jà o tinha escrito mais atràs ontém ... em resposta à Luciana !!!

Embarassed Escapou-me!!!
Ela já me está a puxar as orelhas, já estou a ser castigado. Neutral
Voltar ao Topo Ir em baixo
Duarte Rosa
Membro AAP
avatar

Mensagens : 2020
Data de inscrição : 27/12/2011
Idade : 41
Localização : Abrantes

MensagemAssunto: Re: A rodar XLI   Sab Abr 15 2017, 13:36

A rodar:

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A rodar XLI
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 22Ir à página : Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 14 ... 22  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A rodar XXX
» A rodar III
» A rodar XVI
» A rodar XVII
» Som de Discos Novos em Comparação Velhos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral :: O que andam a ouvir (a rodar)-
Ir para: