Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Vintage ou não vintage, eis a questão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Goansipife
Membro AAP


Mensagens : 2134
Data de inscrição : 04/12/2011

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qua Ago 23 2017, 21:29

TD124 escreveu:


Levei muito tempo para apreciar plenamente os amplificdores integrados (e não sò...) da YBA. Achàva-os austeros, demasiado definidos e secos no baixo médio, como os primeiros Atoll. Hoje reconheço-lhes grandes qualidades, mas o equilibrio com os parçeiros continua a ser fundamental. È verdade que esses aparelhos não vão corar em comparação com os modernos ... mas não vejo nenhum deles como verdadeiramente um aparelho Vintage Wink

Tenho tendência a ver o Vintage como sendo antigo/ultrapassado ... mas é a minha visão que està errada affraid

cheers

Fui apanhado na curva...

Ah pois é... O que é que se pode considerar mesmo de Vintage? scratch

Sempre que se fala aqui, no fórum, de vintage, eu me questiono que equipamentos se podem considerar vintage.

Em muitas outras áreas, consideramos vintage a algo que é realmente antigo, mas que, também, se adquire por uma questão decorativa, dentro de uma determinada estética. Poderá ter as suas valências activas, podemos admirar ainda as capacidades face a essa actividade, mas..., é meramente decorativo e que fica bem (!?), num determinado ambiente.

O rádio Normende dos meus pais, é bonito, naquele conceito de estética vintage,ou antiga, até tem um som catita, para a época, faz AM, FM, e onda curta, fica até bem em determinadas decorações de uma sala, mas..., está completamente ultrapassado, para os conceitos de percepção de qualidade sónica actuais.




De outras vezes, é algo perfeitamente novo com técnicas e materiais actuais, mas "embalagem" vintage, também rotulado de «Retro». Exemplos no áudio:  Luxman e Accuphase, entre mais umas quantas marcas.

Outras vezes, ainda, é mais do mesmo. Algo que segue a mesma linha de "arquitectura técnico-tecnológica", já perfeitamente testada e consolidada, mas melhorou, pontualmente, este ou aquele componente. No final, faz também aquele «restyling». O mundo automóvel é o exemplo, talvez, mais corriqueiro disto. No áudio, aparece sempre alguém a dizer que houve um cabo, uma resistência, seja o que for, que foi estudado por computador da NASA  pirat e desenvolvido para a Estação Espacial do Caracol   .

Não quero dizer com isto, que não exista evolução ou melhoria de materiais usados e de aplicação desses materiais, sejam eles quais forem, mas nem sempre isso significa melhoria efectiva na qualidade de som percebida, mas sim, até pode significar melhoria de facilidade de construção, fiabilidade, etc.

Também não quero confundir conceitos antigos, mas perfeitamente consideráveis e com potencial, com as devidas evoluções e actualizações de princípio, e que são perfeitamente válidos e capazes para os dias de hoje, com conceitos antigos ponto.

Enfim..., assaltam-me muitas vezes dúvidas sobre aquilo que, com justiça e objectividade, se pode considerar, ou não, como vintage, antigo, retro, clássico, etc., etc., ou se estamos a confundir os conceitos indevidamente.  

Calhando..., os exemplos que eu dei, como diz o Paulo, não são realmente Vintage

cheers

-
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3290
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 12:33

Goansipife escreveu:
... Também não quero confundir conceitos antigos, mas perfeitamente consideráveis e com potencial, com as devidas evoluções e actualizações de princípio,  e que são perfeitamente válidos e capazes para os dias de hoje, com conceitos antigos ponto.

Enfim..., assaltam-me muitas vezes dúvidas sobre aquilo que, com justiça e objectividade, se pode considerar, ou não, como vintage, antigo, retro, clássico, etc., etc., ou se estamos a confundir os conceitos indevidamente.     ...

Este topico (re)apareçe, num momento aonde vivo "mais" uma das minhas audiocrises, e que puz à venda os meus gira-discos, braços, células, alguns can's, amplificadores e outras tralhas vintage, contemporaneas ou modernas como se queira chamar a um produto de audio ... que funciona e que "ainda" interessa algumas pessoas.

A relação com este topico é evidente e jà vão compreender. Quando estas crises me apanham (todos os dez anos ...), é que estou farto de ver material por todo o lado e que não utiliso ... e se não o uso é que ele não me dà o "prazer e qualidade" que espero dele, então para mim a sua "data de validade" jà expirou. Eu quero mandar fora esta tralha, mas evidentemente quero continuar a ouvir musica ... e nestes momentos a coisa torna-se muito clara para mim pois:

Alguns dos meus elementos (independentemente da idade) dão-me muito prazer e apesar das limitações como qualquer outro produto, não saberia pelo qual os trocar ... então continuam a me ser imprescindiveis, ora que outros são meros produtos de decoração ou de vaidade...

Esta frase em si jà exprime de uma certa maneira o que é para mim um produto Vintage, ou seja, é algo que tém um interesse historico, técnico, estético e mesmo às vezes "social" ... mas, que jà não possui em comparação directa a capacidade de rivalisar globalmente com um produto equivalente de outra época. Então são objectos de coleção, de vaidade ou adaptados a pessoas que buscam uma sonoridade Vintage, o que é ainda um concepto à parte e digno de anàlise.

Evidentemente visto assim, a noção de produto Vintage é muito subjectiva, e é a verdade. No meu espirito um TD124, Um Garrard, um SME3009, um Sony MDR2000/3000 ou mesmo uma SPU (moderna ou antiga) são produtos Vintage. Para outros, estes produtos são um sonho e estariam prestes a utilisà-los todos os dias, o que compreendo. Em contrapartida um braço Rega 250 mesmo se jà é antigo, continuo a não conheçer melhor ném equivalente directo na gama de preços, então a escolha é vàlida. Quando se anda de cavalo todo o dia, um Ford T é uma evolução ... mas quando se possui um carrito moderno ou antigo e qual que seja, o Ford T é um carro que não traz nenhuma mais-valia na utilisação quotidiana...

Não sei se esta intervenção dà uma nova visão ao problema, ném mesmo se discutir deste tema pode trazer novas respostas à questão inicial ... mas quando vejo o numero de chamadas que recebo desde que disse aos meus amigos a lista das tralhas que vendia, sinto que o revivalismo ainda tém bons dias pela frente e que o "Vintage" faz sonhar   Rolling Eyes

O importante é de estar consciente do que fazemos e evitar as frases sém sentido do tipo; antes era melhor ...

cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro L200
Membro AAP
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 37
Localização : Vila Nova de Gaia

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 13:21

Tenho acompanhado com bastante interesse este tópico e vou ser muito resumido...
Antes não era de certeza melhor, mas hoje em dia a parte comercial tem muita influência, tudo evoluiu indiscutivelmente para melhor nas questões técnicas, na comodidade na busca da perfeição, mas no meu entender perdeu-se na fiabilidade das coisas!! No áudio não tenho conhecimentos suficientes para o afirmar é certo, mas na minha área em particular isso aconteceu...
Tenho um gosto muito particular pelos equipamentos ditos "vintage" mas também aceito que são bonitas peças ultrapassadas...se são mais fiáveis?!! Isso é outra coisa
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3290
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 15:41

Pedro L200 escreveu:
... tudo evoluiu indiscutivelmente para melhor nas questões técnicas, na comodidade na busca da perfeição, mas no meu entender perdeu-se na fiabilidade das coisas!!! ...

Amigo Pedro L200, qualquer màquina que seja mais complexa do que outra, é obrigatoriamente menos fiàvel. Mesmo no passado, um amplificador tuner, era menos fiàvel do que um amplificador equivalente sozinho e um gira-discos com braço automatico era menos fiavel do que um manual...

Mesmo nos carros, e não sou um especialista ... a maiorias das avarias que tive em mais de 12 carros, eram electronicas ou de conforto e nunca a avaria mecânica que obriga a continuar a pé. O meu pai para ir a Espanha ou ao Algarve de vez em quando (200/300 Km), controlava todos os liquidos senão poderia haver chatiçe. Eu que hà mais de 30 anos faço vàrias vezes por ano Portugal/França (1500 km) ... nunca verifiquei nada antes de partir, e sempre fui e vim. Não vejo muitos carros na berma com um motor partido quando vou a Portugal, e cruzo muitos mais carros do que hà 40 anos atràs... (isto é apenas um exemplo e não deve ser visto como uma discussão à volta dos carros...)

A fiabilidade é menor nos produtos mais complexos e mais recentes, aonde a fiabilização não està acabada. Um amplificador moderno PMW, não vai viver tanto tempo quanto um tradicional a transistores é claro pois hà muita (demasiada...) electronica ... mas, as colunas modernas são muito mais fiàveis do que as antigas !!!

Hà que ver as coisas caso a caso penso, e não na globalidade !!! cheers

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4099
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 16:57

Caro Paulo, a fazer "arrumações"!?!

Não sei do que se irá desfazer, mas partilho consigo que esta experiência nos Açores tem revelado um caminho onde "menos é mais". Leio sobre os interessados nas suas peças "a sair" e não fico nada admirado, afinal tem por aí coisas que fazem sonhar muitos (como bem o diz).

O termo "vintage" neste tipo de peças é (ou era...) vulgarmente usado para identificar o que saiu na década de 70 e antes desses anos, com a febre já se apelida de "vintage" o que se produziu nos anos 90 do século passado... para mim soa a estranho, daí ter brincado com o "late bottled" referindo-me aos exemplos que o Gonçalo apresentou.

O braço da Rega também me parece um exemplo semelhante, saindo em 1983 já abre o que se seguirá, está mais voltado para o "amanhã" do que para o "passado" - parece-me... De alguma forma é assim que vejo a evolução dos amplificadores integrados Ingleses e deriados (foi por isso que procuramos algo diferente e acabamos com o nosso actual). A simplicidade foi usada para criar peças que criaram uma "escola" e talvez por isso ainda hoje resistam face a novas e mais evoluídas peças que são suas descendentes...

Talvez esteja a ver mal as coisas, não domino a evolução histórica da Técnica, mas é assim que me parece...


O Mercado eu nem arrisco falar muito mais, num outro tópico já disse o que pensava Dele e chega... É uma Lei do Homem e por isso não estranho que em dois/três anos peças tenham DUPLICADO o preço e as pessoas considerem "normal" pois é assim em todo o lado...
Eu questiono, mas entendo.



Espero/esperamos que a "arrumação" lhe traga o seu Espaço necessário! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro L200
Membro AAP
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 37
Localização : Vila Nova de Gaia

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 17:41

Hà que ver as coisas caso a caso penso, e não na globalidade !!! cheers [/quote]...



 inteiramente de acordo. Eu vou continuar a mimar a minha "tralha" vintage, até porque não posso comprar outra
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64294
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 51
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 17:58

Pedro L200 escreveu:



 inteiramente de acordo. Eu vou continuar a mimar a minha "tralha" vintage, até porque não posso comprar outra


E muita dele é fabulosa e toca nas horas.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3290
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 18:08

José Miguel escreveu:
Caro Paulo, a fazer "arrumações"!?!

Amigo José Miguel, como voçê diz muito bem no fim da sua intervenção, não faço arrumação mas sim "Espaço". Ora o espaço cria o/um vazio e é tentador ou necessario de enchê-lo de novo, ou do menos sempre foi assim comigo, então espero desta vez ser mais sàbio na continuidade ...

Não sei do que se irá desfazer, mas partilho consigo que esta experiência nos Açores tem revelado um caminho onde "menos é mais". ...

Não sei até que ponto "menos é mais" no audio, mas sei que aparelhos por todo o lado que nunca (ou muito raramente) são escutados, e que não me procuram o desejo de fazê-lo ... acabam por não ter sentido. Evidentemente não se trata de recuar, ném mesmo de avançar pois não vão ser cambiados por outros. Pouco a pouco, farei o meu segundo sistema com base em full-range e um SE do qual falo hà muito, mas o que me agrada do que possuo hoje e escuto, ficarà em casa. Mas, talvez um dia mais tarde partam também quém sabe  Neutral


_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedro L200
Membro AAP
avatar

Mensagens : 149
Data de inscrição : 09/03/2017
Idade : 37
Localização : Vila Nova de Gaia

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 18:24

António José da Silva escreveu:
Pedro L200 escreveu:



 inteiramente de acordo. Eu vou continuar a mimar a minha "tralha" vintage, até porque não posso comprar outra


E muita dele é fabulosa e toca nas horas.




Acabei de limpar um Philips cd 371 ... não o considero vintage, é um clássico vá lá!! ... com 30 anos acho que já tem tal designação, pelo menos no mundo dos automóveis Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4099
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Qui Ago 24 2017, 19:11

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
Caro Paulo, a fazer "arrumações"!?!

Amigo José Miguel, como voçê diz muito bem no fim da sua intervenção, não faço arrumação mas sim "Espaço". Ora o espaço cria o/um vazio e é tentador ou necessario de enchê-lo de novo, ou do menos sempre foi assim comigo, então espero desta vez ser mais sàbio na continuidade ...

Não sei do que se irá desfazer, mas partilho consigo que esta experiência nos Açores tem revelado um caminho onde "menos é mais". ...

Não sei até que ponto "menos é mais" no audio, mas sei que aparelhos por todo o lado que nunca (ou muito raramente) são escutados, e que não me procuram o desejo de fazê-lo ... acabam por não ter sentido. Evidentemente não se trata de recuar, ném mesmo de avançar pois não vão ser cambiados por outros. Pouco a pouco, farei o meu segundo sistema com base em full-range e um SE do qual falo hà muito, mas o que me agrada do que possuo hoje e escuto, ficarà em casa. Mas, talvez um dia mais tarde partam também quém sabe  Neutral  

"Espaço" e "menos é mais" foram bem entendidas por si Paulo, é isso mesmo! Wink

Espero/esperamos que o Espaço que procura o encontre e que esse novo projecto veja a luz do dia em breve. Wink


... e se tudo correr bem cá estaremos para o ver.








Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3290
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Sex Ago 25 2017, 12:39

José Miguel escreveu:
... Espero/esperamos que o Espaço que procura o encontre e que esse novo projecto veja a luz do dia em breve. Wink

... e se tudo correr bem cá estaremos para o ver.

Obrigado! ... vai ser um sistema moderno, mas com tecnologia(s) Vintage !!! affraid

Assim ainda fica a coisa mais baralhada !!! Laughing

cheers


_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4099
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: Vintage ou não vintage, eis a questão   Sex Ago 25 2017, 12:46

TD124 escreveu:
José Miguel escreveu:
... Espero/esperamos que o Espaço que procura o encontre e que esse novo projecto veja a luz do dia em breve. Wink

... e se tudo correr bem cá estaremos para o ver.

Obrigado! ... vai ser um sistema moderno, mas com tecnologia(s) Vintage !!! affraid

Assim ainda fica a coisa mais baralhada !!!  Laughing

cheers

A base tecnológica é a que lhe chega de outros tempos, mas os componentes... talvez cheguem de ontem apenas, virados para amanhã!

O caminho promete, os resultados logo os escutará. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Vintage ou não vintage, eis a questão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Squier , Sx ou nenhum dos dois ?
» Logo da Fender no American Vintage '57 Precision Bass
» Vintage tube monster vt999
» Vintage - Definição
» fender vintage

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Áudio Geral-
Ir para: