Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 As nossas colunas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Aspra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 347
Data de inscrição : 23/10/2010
Idade : 53
Localização : Porto ( para já... )

MensagemAssunto: As nossas colunas   Sab Jan 07 2017, 15:19

Ora, uma boa tarde a todos ( no Porto está um dia espetacular ).

Pois eu venho colocar aqui o meu reconhecimento ao que de muito bom cá se faz e porque me parece que os irmãos Esau foram dos poucos que passaram da carolice ao profissional na sequência dos eventos Portugaudio e como tal merecem todo o nosso apoio.

Como só há pouco descobri o seu site, aqui fica para divulgação, e para que lhes prestemos a nossa merecida homenagem:


https://www.mc-audio.pt/


Apenas uma pergunta: Eles, em tempos, estavam a desenvolver as B4 mas no site não aparecem, o que se passou?

Abraço e boas audições portuguesas.

Aspra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Denon DL-103R
Membro AAP
avatar

Mensagens : 245
Data de inscrição : 27/11/2015
Idade : 36
Localização : Atlântico

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 07 2017, 18:16

Aspra escreveu:

Apenas uma pergunta: Eles, em tempos, estavam a desenvolver as B4 mas no site não aparecem, o que se passou?
Aspra

Não sei o que se passou, pois eu tenho as minhas B4 (Silver Edition) a cantar como se não houvesse amanhã Smile Acredito que eles chegaram a um consenso que as B4 estão finalizadas, aumentaram o volume da caixa e ficaram mais contentes com o resultado. O Site provavelmente não está actualizado, aliás, eu também não conhecia o site para falar a verdade.

Cumps,
Pedro
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Qui Jan 12 2017, 19:59

É realmente entusiasmante saber que este projecto dos irmãos Cardoso passou para algo mais sério!

Tocam bem e são extremamente elegantes, o factor WAF rebenta com a escala!

Como estou neste momento a desenvolver colunas monitoras que pretendo vir a vender sob a égide de uma microempresa, este é um exemplo que vou utilizar como inspiração!

E o preço das bipolares é bem tentador...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aspra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 347
Data de inscrição : 23/10/2010
Idade : 53
Localização : Porto ( para já... )

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sex Jan 13 2017, 14:03

wharfie escreveu:
É realmente entusiasmante saber que este projecto dos irmãos Cardoso passou para algo mais sério!

Tocam bem e são extremamente elegantes, o factor WAF rebenta com a escala!

Como estou neste momento a desenvolver colunas monitoras que pretendo vir a vender sob a égide de uma microempresa, este é um exemplo que vou utilizar como inspiração!

E o preço das bipolares é bem tentador...

Boas

Espero que seja bem sucedido nesse projeto e que não perca o entusiasmo.

Eu gostaria de ter umas monitoras de classe mas tudo o que encontro ( Sonus Faber, Gamut, etc ) é a preços proibitivos

Se o caminho passar por elementos de qualidade ( tipo Fostex ) e com preços controlados, pode ser que tenhamos equipa vencedora. O problema dos nossos fabricantes é que fazem um ou dois protótipos e depois o projecto morre.

Espero que consiga alcançar o que pretende e cá estaremos nós para divulgar.

Boa Sorte

Abraço

Aspra
Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3029
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 73
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sex Jan 13 2017, 17:57

Aspra escreveu:
... ... ... gostaria de ter umas monitoras de classe mas tudo o que encontro ( Sonus Faber, Gamut, etc ) é a preços proibitivos
... ... ...
Aspra

Pequenas... mas grandes monitoras  e já aparecem nos mil euricos...


Dynaudio, Contour 1.3SE

Também as há lacadas em "preto piano"...


king
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
Aspra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 347
Data de inscrição : 23/10/2010
Idade : 53
Localização : Porto ( para já... )

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sex Jan 13 2017, 18:50

reirato escreveu:
Aspra escreveu:
... ... ... gostaria de ter umas monitoras de classe mas tudo o que encontro ( Sonus Faber, Gamut, etc ) é a preços proibitivos
... ... ...
Aspra

Pequenas... mas grandes monitoras  e já aparecem nos mil euricos...


Dynaudio, Contour 1.3SE

Também as há lacadas em "preto piano"...


king

Olá Reirato

Eu estava a pensar em qqer coisa mais parecida com isto:

http://www.bowers-wilkins.eu/Speakers/Home_Audio/800_Series_Diamond/805-D3.html


Eu gostava era deste nivel de performance mas a preços razoáveis e quando eu ouvi os tweeters da Fostex no Portugaudio fiquei impressionado.

Abraço

Aspra
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sex Jan 13 2017, 19:16

Não vou perder o entusiasmo, pois tenho vindo a trabalhar incessantemente nos últimos três anos, e nos últimos dois anos consegui começar a alcançar resultados bastante positivos. Cheguei a "incomodar" o forista Carlos Marmeleira, um dos maiores impulsionadores do projecto pois sempre esteve disponível para ajudar com audições e aturar lamúrias quando as coisas corriam mal!  
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50), e comecei a acreditar mais no que estava a fazer com cada vez mais gosto e entusiasmo, pois os resultados em muitos parâmetros eram muito semelhantes às da referência. Com o dinheiro que gastei neste projecto, em tweeters, woofers, bobines, condensadores e resistências, já podia ter adquirido umas monitoras fabulosas!!!


Mas vale bem a pena, é sem dúvida um hobbie maravilhoso e ao qual estou disposto a dedicar bastante tempo, posso dizer que é uma paixão!

E que tal estas Audiovector QR1 como sugestão?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Aspra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 347
Data de inscrição : 23/10/2010
Idade : 53
Localização : Porto ( para já... )

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 00:38

wharfie escreveu:
Não vou perder o entusiasmo, pois tenho vindo a trabalhar incessantemente nos últimos três anos, e nos últimos dois anos consegui começar a alcançar resultados bastante positivos. Cheguei a "incomodar" o forista Carlos Marmeleira, um dos maiores impulsionadores do projecto pois sempre esteve disponível para ajudar com audições e aturar lamúrias quando as coisas corriam mal!  
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50), e comecei a acreditar mais no que estava a fazer com cada vez mais gosto e entusiasmo, pois os resultados em muitos parâmetros eram muito semelhantes às da referência. Com o dinheiro que gastei neste projecto, em tweeters, woofers, bobines, condensadores e resistências, já podia ter adquirido umas monitoras fabulosas!!!


Mas vale bem a pena, é sem dúvida um hobbie maravilhoso e ao qual estou disposto a dedicar bastante tempo, posso dizer que é uma paixão!

E que tal estas Audiovector QR1 como sugestão?


Então boa noite

Antes de mais espero que o projeto ganhe asas e tenha altos voos. Já tem uma ideia de quando haverá um protótipo?

Se as Audiovector forem o mote, o rumo parece estar traçado e no bom caminho.

Mais uma vez, Parabéns e vá dando notícias dos desenvolvimentos.

Abraço

Aspra
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 01:28

Aspra escreveu:
wharfie escreveu:
Não vou perder o entusiasmo, pois tenho vindo a trabalhar incessantemente nos últimos três anos, e nos últimos dois anos consegui começar a alcançar resultados bastante positivos. Cheguei a "incomodar" o forista Carlos Marmeleira, um dos maiores impulsionadores do projecto pois sempre esteve disponível para ajudar com audições e aturar lamúrias quando as coisas corriam mal!  
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50), e comecei a acreditar mais no que estava a fazer com cada vez mais gosto e entusiasmo, pois os resultados em muitos parâmetros eram muito semelhantes às da referência. Com o dinheiro que gastei neste projecto, em tweeters, woofers, bobines, condensadores e resistências, já podia ter adquirido umas monitoras fabulosas!!!


Mas vale bem a pena, é sem dúvida um hobbie maravilhoso e ao qual estou disposto a dedicar bastante tempo, posso dizer que é uma paixão!

E que tal estas Audiovector QR1 como sugestão?


Então boa noite

Antes de mais espero que o projeto ganhe asas e tenha altos voos. Já tem uma ideia de quando haverá um protótipo?

Se as Audiovector forem o mote, o rumo parece estar traçado e no bom caminho.

Mais uma vez, Parabéns e vá dando notícias dos desenvolvimentos.

Abraço

Aspra


O objectivo é que ganhe asas, é para isso que tenho trabalhado!

As Audiovector foram mais um exemplo de monitoras que resolvi partilhar consigo, como disse que andava à procura de umas com características especiais relativamente ao tweeter. O mote têm sido as KEF LS50 que cá tenho.

O meu maior desejo seria ter um par de colunas prontas a tempo do Portugáudio, portanto será muito em breve, esperemos! O cross-over está finalmente afinado felizmente!

abraço

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 08:53

wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R
Voltar ao Topo Ir em baixo
lucatorelli
Membro AAP


Mensagens : 98
Data de inscrição : 24/01/2013
Idade : 43
Localização : Beira Baixa

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 11:11

wharfie escreveu:
É realmente entusiasmante saber que este projecto dos irmãos Cardoso passou para algo mais sério!

Tocam bem e são extremamente elegantes, o factor WAF rebenta com a escala!

Como estou neste momento a desenvolver colunas monitoras que pretendo vir a vender sob a égide de uma microempresa, este é um exemplo que vou utilizar como inspiração!

E o preço das bipolares é bem tentador...


gostaria de as ver e ouvir se for alguma vez a um portugaudio
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 11:58

ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 11:59

lucatorelli escreveu:
wharfie escreveu:
É realmente entusiasmante saber que este projecto dos irmãos Cardoso passou para algo mais sério!

Tocam bem e são extremamente elegantes, o factor WAF rebenta com a escala!

Como estou neste momento a desenvolver colunas monitoras que pretendo vir a vender sob a égide de uma microempresa, este é um exemplo que vou utilizar como inspiração!

E o preço das bipolares é bem tentador...


gostaria de as ver e ouvir se for alguma vez a um portugaudio

é o que pretendo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 13:18

Precisava colocar uma questão aos especialistas que, para nossa fortuna, navegam neste fórum...
Ontem propuseram-me O seguinte par de colunas que, como quase tudo nesta área, não conheço:
- CHARIO LOUDSPEKER'S / CONTEL PEGASUS 171
À vista desarmada estão em muito bom estado!
O meu amplificador é um modesto TECHNICS CLASS AA VC4.
Estarei perante algo que de facto valha a pena?
A pessoa que se propõe vendê-las diz que são boas!!! O aspecto é bom, mas não as ouvi!!
Se puderem facultar umas dicas agradeço. Muito obrigado... 2cclzes
António Teixeira
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aspra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 347
Data de inscrição : 23/10/2010
Idade : 53
Localização : Porto ( para já... )

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 15:30

wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Boas

Não se pode fazer uma coisa destas em ponto pequeno ??:

http://avosgts.blogspot.pt/2012/12/megaudio-2001.html



Abraço

Aspra
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3295
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:18

ricardo onga-ku escreveu:
... As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):

Tive umas um certo tempo e ao contrario à escuta o Tweeter pareçeu-me um bocadito mais atenuado do que os registros médios, mas deveria ser devido ao timbre dele que é "doce" ... o que é raro nos tweeters metàlicos...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:22

TD124 escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
... As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):

Tive umas um certo tempo e ao contrario à escuta o Tweeter pareçeu-me um bocadito mais atenuado do que os registros médios, mas deveria ser devido ao timbre dele que é "doce" ... o que é raro nos tweeters metàlicos...

É verdade, nem parece um tweeter metálico, é mesmo bastante suave!
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:25

wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Os gráficos são os gráficos; já as opiniões variam de acordo com quem escuta.
Até os designers têm dificuldade em concordar numa curva de resposta, na pendente do crossover, no padrão de dispersão polar...

Agora que o tweeter das LS50 está demasiado proeminente, isso é um facto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:28

Aspra escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Boas

Não se pode fazer uma coisa destas em ponto pequeno ??:

http://avosgts.blogspot.pt/2012/12/megaudio-2001.html



Abraço

Aspra

Estas:

http://www.theabsolutesound.com/articles/avantgarde-acoustic-zero-1-pro-loudspeaker/

Nem é preciso comprar o amplificador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:32

TD124 escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
... As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):

Tive umas um certo tempo e ao contrario à escuta o Tweeter pareçeu-me um bocadito mais atenuado do que os registros médios, mas deveria ser devido ao timbre dele que é "doce" ... o que é raro nos tweeters metàlicos...

De facto waterfall é ultra limpíssima:



Qual é o tweeter das tuas Tablete?
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:33

Aspra escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Boas

Não se pode fazer uma coisa destas em ponto pequeno ??:

http://avosgts.blogspot.pt/2012/12/megaudio-2001.html



Abraço

Aspra

Era bom que fosse possível... mas estas colunas têm esta dimensão de maneira a conseguirem elevados níveis de pressão sonora com um par de watts.
Som sem esforço, fluido, imediato, é apanágio deste tipo de construções, mas só são possíveis quando os altifalantes, neste caso os woofers (e não só), têm sensibilidade elevada. E essas emoções não se conseguem com colunas compactas, pois os drivers não conseguem mover tanto ar...
O que foi que mais apreciou no som? Eu ouvi e adorei, mas estava ali muito mais trabalho para além dos talentos revelados pelo tweeter... estão ali muitas horas de afinação...
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:39

wharfie escreveu:
Aspra escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Boas

Não se pode fazer uma coisa destas em ponto pequeno ??:

http://avosgts.blogspot.pt/2012/12/megaudio-2001.html



Abraço

Aspra

Era bom que fosse possível... mas estas colunas têm esta dimensão de maneira a conseguirem elevados níveis de pressão sonora com um par de watts.
Som sem esforço, fluido, imediato, é apanágio deste tipo de construções, mas só são possíveis quando os altifalantes, neste caso os woofers (e não só), têm sensibilidade elevada. E essas emoções não se conseguem com colunas compactas, pois os drivers não conseguem mover tanto ar...
O que foi que mais apreciou no som? Eu ouvi e adorei, mas estava ali muito mais trabalho para além dos talentos revelados pelo tweeter... estão ali muitas horas de afinação...

A dimensão da caixa deve-se a duas razões: a necessidade de equilibrar a menor sensibilidade dos woofers que precisam de ser dois com a do altifalante de compressão dos médios, e também para aumentar a extensão das baixas frequências.

Quem não quiser passar muitas horas a "afinar" pode comprar o kit da Visaton:

http://www.visaton.de/en/bauvorschlaege/3_wege/monitor890_mk3/index.html

Mas este perfil de corneta não é grande coisa.

Quando andei por essas andanças optei por um perfil tractrix:



http://www.audioanalogicodeportugal.net/t2731-aventuras-com-cornetas
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 16:43

ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Os gráficos são os gráficos; já as opiniões variam de acordo com quem escuta.
Até os designers têm dificuldade em concordar numa curva de resposta, na pendente do crossover, no padrão de dispersão polar...

Agora que o tweeter das LS50 está demasiado proeminente, isso é um facto.

Olhando para o gráfico, é um facto que o tweeter está proeminente, com isso qualquer um concorda. Mas se o resto da frequência de resposta não é flat, é complicado afirmar que o som tem frequências altas exageradas. Não tenho grandes tratamentos acústicos na sala, e mesmo assim, não considero que o som seja minimamente estridente. Os gráficos não contam a história toda!
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3295
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 17:37

ricardo onga-ku escreveu:
... Qual é o tweeter das tuas Tablete?

È de origem Vifa (1" silk dome) mas é um modelo sob medida ... não conheço as specs !!!

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 17:47

wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Os gráficos são os gráficos; já as opiniões variam de acordo com quem escuta.
Até os designers têm dificuldade em concordar numa curva de resposta, na pendente do crossover, no padrão de dispersão polar...

Agora que o tweeter das LS50 está demasiado proeminente, isso é um facto.

Olhando para o gráfico, é um facto que o tweeter está proeminente, com isso qualquer um concorda. Mas se o resto da frequência de resposta não é flat, é complicado afirmar que o som tem frequências altas exageradas. Não tenho grandes tratamentos acústicos na sala, e mesmo assim, não considero que o som seja minimamente estridente. Os gráficos não contam a história toda!

Claro que contam.
O tweter reproduz frequências entre os 1000 e os 20.000Hz uns 3 ou 4dB mais alto do que o resto da gama (consideram-se agudos as frequências cima dos 6kHz).
E isso tanto acontece ao eixo como fora deste:

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

O problema é que à escuta esse exagero pode não ser óbvio ou pode ser agradável.


Não sei o que significa som "estridente" mas se é o que imagino não se trata da mesma coisa.
Agudos a mais não significam agressividade ou grão, é como uma fotografia sobre-exposta ou com luz a mais:

Voltar ao Topo Ir em baixo
ricardo onga-ku
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4806
Data de inscrição : 02/01/2012
Localização : Terra d'Angles

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 18:01

TD124 escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
... Qual é o tweeter das tuas Tablete?

È de origem Vifa (1" silk dome) mas é um modelo sob medida ... não conheço as specs !!!

Será igual ao das D28?

Por defeito eu desconfio sempre da designação "sob medida". Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 18:15

ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
ricardo onga-ku escreveu:
wharfie escreveu:
Adquiri um par de monitoras que me servissem de referência (umas Kef LS50)

As Kef LS50 têm de facto um desempenho muito bom a muitos níveis mas convém ter em atenção que o tweeter está demasiado proeminente em relação ao resto do espectro (cerca de 3-4dB):


Listening window
Response curve is an average of five measurements: on-axis, 15 degrees left and right off-axis, 15 degrees up and down off-axis
20Hz - 20kHz (measured @ 2m, plotted @ 1m)

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

Sofrem também das limitações típicas de uma topologia mini-monitora: extensão das baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas.


Tão ou mais importante que uma coluna de referência é um bom microfone de medição calibrado.

R

O projecto que estou a desenvolver é de facto o projecto de umas mini-monitoras! Mas mesmo tendo uma extensão de baixas frequências deficiente e capacidades dinâmicas limitadas, isso não significa que o predicado do projecto não mereça ser desenvolvido. As Kef, apesar de não gostar muito delas, não acusam de facto em audição o excesso de output nas altas frequências(na minha opinião!). Como sabe, pela análise de gráficos não devemos assumir de imediato como as colunas vão soar. Como exemplo, o excesso de agudos que refere acaba por ser amenizado pelo pico perto dos 50hz que elas provocam na minha sala, ou seja, o que percepcionamos acaba por ser um som equilibrado, um dos tais truques utilizados por muitos fabricantes (como por exemplo a Proac).
Se é um som neutro? Talvez não, mas o "tweak" que os engenheiros lhes induziram resulta muito bem com alguns instrumentos.


O microfone calibrado tem sido uma ferramenta fulcral para mim. E de facto, comecei o projecto tendo em vista a maior aproximação possível a uma resposta flat, mas quando as audições começaram e as prioridades começaram a ser definidas, como por exemplo um "reverse null" simétrico e profundo, os desvios começaram a surgir naturalmente...  
Vai-se afinando de ouvido e quando vamos a medir, a resposta mais parece uma cordilheira! É verdade que se tivesse gasto mais uns trocos tinha ido buscar um médio/grave que não obrigasse a tantas correcções, ou um tweeter mais robusto para que conseguisse aguentar um "slope" menos agressivo na altura de cruzar com o midwoofer, mas este projecto é suposto ser relativamente acessível para a bolsa. São compromissos que se fazem!

Mas esta foi a minha abordagem no projecto, e o mundo do audio é um mundo mais rico com opiniões divergentes.  

Os gráficos são os gráficos; já as opiniões variam de acordo com quem escuta.
Até os designers têm dificuldade em concordar numa curva de resposta, na pendente do crossover, no padrão de dispersão polar...

Agora que o tweeter das LS50 está demasiado proeminente, isso é um facto.

Olhando para o gráfico, é um facto que o tweeter está proeminente, com isso qualquer um concorda. Mas se o resto da frequência de resposta não é flat, é complicado afirmar que o som tem frequências altas exageradas. Não tenho grandes tratamentos acústicos na sala, e mesmo assim, não considero que o som seja minimamente estridente. Os gráficos não contam a história toda!

Claro que contam.
O tweter reproduz frequências entre os 1000 e os 20.000Hz uns 3 ou 4dB mais alto do que o resto da gama (consideram-se agudos as frequências cima dos 6kHz).
E isso tanto acontece ao eixo como fora deste:

http://www.soundstagenetwork.com/index.php?option=com_content&view=article&id=941:nrc-measurements-kef-ls50-loudspeakers&catid=77:loudspeaker-measurements&Itemid=153

O problema é que à escuta esse exagero pode não ser óbvio ou pode ser agradável.


Não sei o que significa som "estridente" mas se é o que imagino não se trata da mesma coisa.
Agudos a mais não significam agressividade ou grão, é como uma fotografia sobre-exposta ou com luz a mais:


O exemplo da fotografia é muito bom, e é isso mesmo que se sente! O que queria dizer com estridente, foi a dedução automática que fiz e de maneira pouco correcta, que estava automaticamente a dizer que seriam agressivas. Mas foi falha minha...
Curioso, tenho também vindo a desenvolver um projecto com um tweeter Vifa XT25, e Procurei afinar o som de forma a que o tweeter não se mostrasse de maneira descarada, como em alguns modelos da ATC dos quais muita gente se queixa do som demasiado apagado, e quando as mostrei a duas pessoas diferentes, apesar das colunas serem muito equilibradas, coerentes e detalhadas, como eram algo atenuadas a partir dos 6khz, queixaram-se da falta de algum "arejamento". Mas não tinha nenhum "drooping response" na resposta do tweeter...

O Ricardo considera indesejável a resposta do tweeter das Kef? É por ser um desvio da realidade? Ou porque acha desagradável?
Voltar ao Topo Ir em baixo
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3295
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 51
Localização : França

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 18:26

ricardo onga-ku escreveu:
... Será igual ao das D28?

Por defeito eu desconfio sempre da designação "sob medida". Cool

Eu também ... mas neste caso, e como o boomer que é verdadeiramente unico (imane feito com seis barras de neodimium), penso que eles fizeram algo de pessoal pois o som do Tweeter é muito fino comparado com as outras ProAc's e é do nivel das D80 que tive vàrios anos...

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
reirato
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3029
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 73
Localização : Stª Maria de Belém, Lisboa

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 18:46

Aspra escreveu:
reirato escreveu:
Aspra escreveu:
... ... ... gostaria de ter umas monitoras de classe mas tudo o que encontro ( Sonus Faber, Gamut, etc ) é a preços proibitivos
... ... ...
Aspra

Pequenas... mas grandes monitoras  e já aparecem nos mil euricos...


Dynaudio, Contour 1.3SE

Também as há lacadas em "preto piano"...


king

Olá Reirato

Eu estava a pensar em qqer coisa mais parecida com isto:

http://www.bowers-wilkins.eu/Speakers/Home_Audio/800_Series_Diamond/805-D3.html


Eu gostava era deste nivel de performance mas a preços razoáveis e quando eu ouvi os tweeters da Fostex no Portugaudio fiquei impressionado.

Abraço

Aspra

Acerca destas Dynaudio umas notas de um utilisador as quais assino por baixo...

"Dynaudio keeps making the same mistake over and over. They discontinue making some of their best speakers and perhaps some of the best speakers in the world. The 1.3SE is no exception, try and find a pair of these on the used market and you will be waiting months if not years, on top of that if you don't snatch them within the first hour they will be sold immediately. The 1.3SE provides tremendous bass for a bookshelf, the mids are neutral, the silk dome tweeters are some of the best I heard never sounding bright yet very smooth and sweet. Simply put you can listen to these speakers all day without fatigue. When connected to the best equipment the speakers will make you wonder if it is ever possible to upgrade. I have spoken to people who have even preferred the 1.3SE over the notorious Dynaudio C1. The new Confidence speakers with the silk dome Esotar 2 drivers can sound extremely dynamic which can also be mistaken for brightness, the 1.3SE will play deeper than the C1 in the bass region. Some audiophile's who have sold the 1.3SE have posted that they regret that decision and soon find themselves looking for another pair on the used market.

Are there better bookshelf speakers out there? I'm sure you might find a few but make no mistake the C1 cost $7000 when purchased new and $4300 when purchased used, even after paying all that it is debatable if the extra money was actually worth spending over the price of the 1.3SE.
I own a pair of the 1.3SE and also a pair of the Confidence 5. The Confidence 5 is a better speaker but it is a floor standing 3 way speaker costing 4-5 times more. The Confidence 5 is yet another discontinued legend made by Dynaudio, it seems the company just doesn't get it. Sadly some of the older products are still considered better than the newer replacements today, they just don't make them like they use to, not to mention the newer speakers are so ugly, what were they thinking of when they came up with the new design!!

Dynaudio if you are reading this please take note, continue to make the Contour 1.3SE, Confidence 5 and Confidence 3. To those who are looking for a pair of used bookshelf speakers under $2000 don't even think twice, if you see them on eBay or audiogon grab them immediately!"


king
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://arato.rocha@gmail.com
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 19:00

reirato escreveu:
Aspra escreveu:
reirato escreveu:
Aspra escreveu:
... ... ... gostaria de ter umas monitoras de classe mas tudo o que encontro ( Sonus Faber, Gamut, etc ) é a preços proibitivos
... ... ...
Aspra

Pequenas... mas grandes monitoras  e já aparecem nos mil euricos...


Dynaudio, Contour 1.3SE

Também as há lacadas em "preto piano"...


king

Olá Reirato

Eu estava a pensar em qqer coisa mais parecida com isto:

http://www.bowers-wilkins.eu/Speakers/Home_Audio/800_Series_Diamond/805-D3.html


Eu gostava era deste nivel de performance mas a preços razoáveis e quando eu ouvi os tweeters da Fostex no Portugaudio fiquei impressionado.

Abraço

Aspra

Acerca destas Dynaudio umas notas de um utilisador as quais assino por baixo...

"Dynaudio keeps making the same mistake over and over. They discontinue making some of their best speakers and perhaps some of the best speakers in the world. The 1.3SE is no exception, try and find a pair of these on the used market and you will be waiting months if not years, on top of that if you don't snatch them within the first hour they will be sold immediately. The 1.3SE provides tremendous bass for a bookshelf, the mids are neutral, the silk dome tweeters are some of the best I heard never sounding bright yet very smooth and sweet. Simply put you can listen to these speakers all day without fatigue. When connected to the best equipment the speakers will make you wonder if it is ever possible to upgrade. I have spoken to people who have even preferred the 1.3SE over the notorious Dynaudio C1. The new Confidence speakers with the silk dome Esotar 2 drivers can sound extremely dynamic which can also be mistaken for brightness, the 1.3SE will play deeper than the C1 in the bass region. Some audiophile's who have sold the 1.3SE have posted that they regret that decision and soon find themselves looking for another pair on the used market.

Are there better bookshelf speakers out there? I'm sure you might find a few but make no mistake the C1 cost $7000 when purchased new and $4300 when purchased used, even after paying all that it is debatable if the extra money was actually worth spending over the price of the 1.3SE.
I own a pair of the 1.3SE and also a pair of the Confidence 5. The Confidence 5 is a better speaker but it is a floor standing 3 way speaker costing 4-5 times more. The Confidence 5 is yet another discontinued legend made by Dynaudio, it seems the company just doesn't get it. Sadly some of the older products are still considered better than the newer replacements today, they just don't make them like they use to, not to mention the newer speakers are so ugly, what were they thinking of when they came up with the new design!!

Dynaudio if you are reading this please take note, continue to make the Contour 1.3SE, Confidence 5 and Confidence 3. To those who are looking for a pair of used bookshelf speakers under $2000 don't even think twice, if you see them on eBay or audiogon grab them immediately!"


king

Estive tão perto de adquirir umas X14... e não estavam ao preço a que se encontram hoje!
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Sab Jan 14 2017, 19:50

António Teixeira escreveu:
Precisava colocar uma questão aos especialistas que, para nossa fortuna, navegam neste fórum...
Ontem propuseram-me O seguinte par de colunas que, como quase tudo nesta área, não conheço:
- CHARIO LOUDSPEKER'S / CONSTEL PEGASUS 171
À vista desarmada estão em muito bom estado!
O meu amplificador é um modesto TECHNICS CLASS AA VC4.
Estarei perante algo que de facto valha a pena?
A pessoa que se propõe vendê-las diz que são boas!!! O aspecto é bom, mas não as ouvi!!
Se puderem facultar umas dicas agradeço. Muito obrigado... 2cclzes
António Teixeira

Alguém conhece estas?
Encontrei a imagem abaixo que mostra quais são...
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 09:20

Olá, muito bom dia,
Desculpem insistir neste assunto mas, como amanhã vou ter de tomar a decisão se vale a pena ou não pensar em adquirir as colunas anteriormente referidas, iria ser uma ajuda fundamental receber a opinião de alguém que perceba do assunto.
Muito obrigado e bom domingo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
takeooff
Membro AAP
avatar

Mensagens : 290
Data de inscrição : 09/11/2016
Idade : 46
Localização : Cascais

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 10:58

Voltar ao Topo Ir em baixo
wharfie



Mensagens : 20
Data de inscrição : 25/06/2015

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 11:23

António Teixeira escreveu:
António Teixeira escreveu:
Precisava colocar uma questão aos especialistas que, para nossa fortuna, navegam neste fórum...
Ontem propuseram-me O seguinte par de colunas que, como quase tudo nesta área, não conheço:
- CHARIO LOUDSPEKER'S / CONSTEL PEGASUS 171
À vista desarmada estão em muito bom estado!
O meu amplificador é um modesto TECHNICS CLASS AA VC4.
Estarei perante algo que de facto valha a pena?
A pessoa que se propõe vendê-las diz que são boas!!! O aspecto é bom, mas não as ouvi!!
Se puderem facultar umas dicas agradeço. Muito obrigado... 2cclzes
António Teixeira

Alguém conhece estas?
Encontrei a imagem abaixo que mostra quais são...

Nunca ouvi nenhumas Chario, mas encontrei este review do modelo com o midwoofer maior que lhe pode dar indicações sobre o "house sound" da marca:

http://www.highfidelity.pl/!ev/artykuly/17_01_2008/chario.html

Quanto vai dar por elas? Há um site espanhol que as tem novas por 1600 euros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 14:54

Só cheguei agora...
Obrigado pelo feedback.
Estão a pedir € 700,00!
Parecem em bom estado mas, nao sei como estarão por dentro.
Se novas custam isso, terei de pensar se será bom negócio
Já agora, que lhe parece?
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 15:40

Estive a passar o olho pelo link que me enviou, só que, apesar de não me dar mal com o inglês, em termos técnicos sou um zero à esquerda!!!
Terei mesmo de confiar numa avaliação de quem entenda.
No entanto, só as comprarei se, de facto, o negócio for interessante, pois, caso contrário, aguardarei até ter concluído a construção da minha casa, que vou iniciar este ano, e onde está previsto ter uma sala acusticamente adequada. Se for possível mais umas dicas, agradeço. Muito obrigado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
José Miguel
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4131
Data de inscrição : 16/08/2015
Idade : 35
Localização : A Norte, ainda a Norte...

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 18:27

Boa tarde!

Não conheço as colunas, mas pelo que parece elas podem ser interessantes - aqui e acolá parecem as Sonus Faber e a descrição do som... posso estar a ver coisas.

Deixo apenas uma dica que considero fundamental: pelo menos levar o amplificador para as ouvir com muita calma e atenção.
Levar álbuns bem conhecidos para a experiência.

Talvez surgissem mais opiniões se criasse um tópico próprio e dissesse qual o orçamento que tem, o amplificador, o tamanho da sala, a posição das colunas na sala...

Fica a dica, mas ouvir é o caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Teixeira
Membro AAP


Mensagens : 210
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Barcelos

MensagemAssunto: Re: As nossas colunas   Dom Jan 15 2017, 20:26

José Miguel escreveu:
Boa tarde!

Não conheço as colunas, mas pelo que parece elas podem ser interessantes - aqui e acolá parecem as Sonus Faber e a descrição do som... posso estar a ver coisas.

Deixo apenas uma dica que considero fundamental: pelo menos levar o amplificador para as ouvir com muita calma e atenção.
Levar álbuns bem conhecidos para a experiência.

Talvez surgissem mais opiniões se criasse um tópico próprio e dissesse qual o orçamento que tem, o amplificador, o tamanho da sala, a posição das colunas na sala...

Fica a dica, mas ouvir é o caminho.

Muito obrigado pela dica José Miguel.
No entanto, como escrevi antes, só ponderei comprá-las agora, poque poderia ser um bom negócio, pois, este ano vou iniciar a construção da minha casa e aí é que está planeado ter um espaço preparado para obter a melhor acústica possível.
Reforço que a ideia era aproveitar a oportunidade...
Investiria já esse dinheiro se as colunas fossem de facto de qualidade.
Mas ainda não consegui elementos suficientes para decidir investir os 700 euros!
Vou propor ao vendedor fazer aquilo que aconselhou para ter uma ideia mais concreta.
Obrigado
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As nossas colunas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Colunas de estante para Dynavox VR-70E II
» Colunas de Som DIY.(Galeria)
» Upgrade de colunas: Magnepan SMGa
» Colunas Monitoras Monitor Audio Silver 3i
» Escolha colunas de chão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Colunas, Altifalantes e Crossovers-
Ir para: