Áudio Analógico de Portugal
Bem vindo / Welcome / Willkommen / Bienvenu

Áudio Analógico de Portugal

A paixão pelo Áudio


Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...
 
InícioPortalCalendárioPublicaçõesFAQGruposRegistrar-seConectar-se
Fórum para a preservação e divulgação do áudio analógico, e não só...

Compartilhe | 
 

 Fidelidade Móvel

Ir em baixo 
AutorMensagem
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 15:35

Em 1955 um jovem adolescente de 15 ou 16 anos chamado Brad Miller pediu emprestado ao seu pai o gravador de bobines portátil Ampro monaural e um microfone.


E foi gravar o som das velhas locomotivas a vapor que passavam na Torre Burbank na Califórnia onde ele passava as férias com um amigo.


No final de 1957, Brad Miller e o amigo Jim Connella decidem gravar e lançar um disco com sons de locomotivas a vapor Southern Pacific.

O resultado lançado em Março de 1958, foi o primeiro álbum da Mobile Fidelity Records (MF-1) :


Lançaram mais dois albuns em mono ainda em 1958.

Continua,
Jorge Ferreira
Anexos
Fidelidade_Móvel (1).pdf
História da Editora Audiófila Mobile Fidelity Sound Lab
Você não tem permissão para fazer download dos arquivos anexados.
(1.1 Mb) Baixado 9 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 16:07

Sempre a aprender.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 16:08

Em Setembro de 1958, Brad Miller viajou por Wyoming, Colorado e Nebraska, gravando locomotivas enquanto vivia a comer hamburgers e a dormir no carro.

Tinha feito um upgrade no seu equipamento para um gravador de bobines Ampex 601-2 e um par de microfones Electro-Voice.


Em 1959 a viagem resultou no disco “Highball” (MF-4), o primeiro disco Stereo da Mobile Fidelity Records.

A revista High Fidelity louvou este lançamento.

Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 16:27

Enquanto gravava o som das locomotivas a vapor, Miller ocasionalmente gravou também outros sons exteriores. Começou a pensar em expandir o palco sonoro das suas gravações para dar ao ouvinte uma maior experiência de todo o ambiente envolvente.

“Steam Railroading under Thundering Skies” ( MF-8 ), lançado em Setembro de 1961, já continha sons de locomotivas combinados com trovoadas.

A revista Billboard escolheu este disco como "especialidade da semana".

Uma noite em 1964, o DJ Ernie McDaniel da KFOG-FM passou este disco num dos gira discos enquanto passava música no outro gira discos ao mesmo tempo, a rádio recebeu centenas de chamadas telefónicas depois disso com pedidos dos ouvintes que queriam ouvir outra vez aquela combinação.

McDaniel contou a Brad Miller o que aconteceu e talvez por isso…

Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 16:45

Quem diria que seriam os comboios a força motriz por detrás dessa editora lendária.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 16:55

Em 1965 Miller criou a Mystic Moods Orchestra, música orquestral misturada com sons de locomotivas, trovões e o som de chuva a cair, esta primeira gravação da Mystic Moods Orchestra chamou-se “One Stormy Night”, e o disco foi editado pela Philips em 1966.

Este disco tornou-se no lançamento mais popular da Philips nesse ano.

No final dos anos 60, Brad Miller conheceu o seu amigo Gary Giorgi, que era um DJ em Washington e também um vendedor numa loja de hi-fi.

Giorgi era um verdadeiro audiófilo, poucos anos depois de se terem conhecido, tiveram a ideia de criar discos de referência que os vendedores de high-end pudessem usar para demonstrar equipamento audio.

No inicio dos anos 70, eles estavam muito insatisfeitos com a qualidade dos discos Americanos, principalmente a partir do final de 1973 com a crise do petróleo, altura em que os discos começaram a ser cada vez mais fininhos e feitos com vinil reciclado misturado com restos dos labels, o que originava discos muitas vezes cheios de ruido.

Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 17:21


( Brad Miller )

Em 1975 Brad Miller e Gary Giorgi foram visitar a JVC, que tinha um laboratório experimental de corte de vinil em Hollywood. Foi onde conheceram um tipo chamado Stan Ricker, que era um engenheiro de masterização.

( imagem de Stan Ricker mais recente, faleceu em 2015 )

Então nesta altura tinhamos Brad Miller, Gary Giorgi e Stan Ricker todos juntos a tentar ver como podiam tirar o máximo de potencial dos discos de vinil.

Stan Ricker disse-lhes que podiam retirar mais informação de um lacquer com half-speed mastering e usando a electrónica state of the art da altura.

Half-speed mastering já tinha sido feito antes, a Decca usou o mesmo processo nos seus discos de clássica de 1958 até 1967.

A ideia do Half-Speed Mastering é a fita e o corte do lacquer estarem ambos a rolar a metade da velocidade normal para que seja efectuado um corte mais apurado do lacquer.

Ou seja Stan Ricker teve a ideia de tentarem o half-speed mastering e Brad Miller e Gary Giorgi tiveram a ideia do vinil com maior qualidade através da JVC no Japão.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 17:22

Excelente Jorge.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 17:25

António José da Silva escreveu:
Excelente Jorge.

Acho que vai ficar giro, mas eu sou suspeito
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 17:39

Em 1977, Brad Miller criou a Mobile Fidelity Sound Lab com a ajuda preciosa de Gary Giorgi e Stan Ricker.

A Mobile Fidelity Sound Lab vai refinar o Half-speed mastering e fazer dele o seu principal argumento de venda.

Brevemente vão começar a produzir discos conhecidos como "Original Master Recording" half-speed mastered a partir das Master tapes analógicas originais sem compressão e com equalização mínima.


( Brad Miller faleceu em 1998 )

Os discos vão ser prensados no Japão pela JVC usando a sua formula proprietária SuperVinyl conhecida por uma maior durabilidade e um ruido de superfície muito baixo. Também é conhecido por ser transparente quando visto através de uma luz forte.

O SuperVinyl feito no Japão e utilizado pela Mobile Fidelity Sound Lab não tem comparação possível com o vinil corrente usado no final dos anos 70 nas fábricas dos estados unidos.

A proteção dos discos também foi aumentada com capas interiores anti-estáticas japonesas do género das ainda usadas hoje em dia e com capas exteriores de cartão grosso.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 18:14

Em 1978 finalmente é lançado o primeiro título da Mobile Fidelity Sound Lab uma reedição do album “Emotions” de 1968 da Mystic Moods Orchestra de Brad Miller, Half-speed mastered por Stan Ricker ( MFSL 001 ) :


Depois vieram mais dois Mystic Moods:




O quarto lançamento foi “The Power And The Majesty”:


Os quatro primeiros títulos foram todos devorados rapidamente pelas lojas de hi-fi.

Posto isto, Brad Miller já não tem mais Master tapes dele que pretenda reeditar, decidem ir à procura na industria da música de quem lhes possa licenciar Master tapes originais.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 18:29

Em 1978 Brad Miller e Gary Giorgi foram ao escritório de Herb Belkin vice presidente da ABC Records e pediram para ele os receber mesmo sem marcação, o próprio Herb Belkin mais tarde confessou que nunca soube muito bem porque aceitou recebê-los, mas ainda bem que aceitou.

Depois de Brad Miller e Gary Giorgi lhe explicarem o projecto de qualidade que pretendiam fazer, Herb Belkin foi o primeiro a licenciar-lhes Master tapes originais.

A visão de Stan Ricker era de que half-speed mastering só fazia sentido com Masters Stereo originais e não com uma cópia.

Herb Belkin licenciou-lhes 4 titulos (Crusaders, Joe Sample, Steely Dan e John Klemmer).

Meses depois Brad Miller e Gary Giorgi voltaram a encontrar-se com Herb Belkin para este ouvir a test pressing do John Klemmer, Herb Belkin ficou completamente de queixo caído.

Era muito melhor do que tudo o que Herb Belkin alguma vez tinha ouvido, ganharam um aliado.

Por volta dessa altura Herb Belkin decidiu deixar a ABC Records e começou a trabalhar por conta própria como consultor para outras editoras.

Brad Miller, Gary Giorgi e Stan Ricker perguntaram a Herb Belkin se ele também podia trabalhar para eles como consultor e foi isso que aconteceu desde o final de 1978 até ao final de 1979.

Mas ainda em 1978 Stan Ricker foi o engenheiro de som do 5º título da Mofi que obteve os direitos para reeditar “Crime of the Century” dos Supertramp (de 1974), a primeira reedição audiófila de um álbum pop.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 18:44

Depois de reeditarem vários outros títulos em 1979 Herb Belkin ajudou a obter a Master original do “Dark Side Of The Moon” (de 1973) dos Pink Floyd.


A Mofi mais uma vez com Stan Ricker fizeram o seu trabalho e o resultado final foi apresentado no Consumer Electronic Show de 1979 e foi tão bom que colocou a Mobile Fidelity na ribalta no nicho de mercado dos discos audiófilos.

A procura deste título foi tão grande que Brad Miller, Gary Giorgi e Stan Ricker ficaram assustados e completamente perdidos e basicamente pediram a Herb Belkin para tomar conta da editora.

Herb Belkin comprou a Mobile Fidelity Sound Lab a Brad Miller e tornou-se assim o novo presidente em Janeiro de 1980.

Stan Ricker foi o engenheiro de som de muitos dos primeiros LP’s da Mobile Fidelity a sua assinatura no vinil é "SR/2".

Jack Hunt ("JH/2") também foi o engenheiro de som de muitos desses LP’s mais antigos dos anos 70/80.

Em alguns títulos mais recentes já foram os engenheiros John LeMay e Paul Stubblebine.

Actualmente Shawn R. Britton e Rob LoVerde são os habituais engenheiros de som.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 9074
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:04

Grande tópico Jorge
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:06

anibalpmm escreveu:
Grande tópico Jorge

Thanks,
A História vai acabar ainda hoje

Abraço,
Jorge
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:07

Em 1981 é lançado o Ultra High Quality Record (UHQR) e vão ser produzidos oito títulos diferentes.






Os UHQR também são prensados no Japão com o SuperVinyl da JVC mas agora com 200 gramas e limitados a 5000 exemplares numerados.

Os oito títulos são altamente procurados no mercado de usados, particularmente Beatles “Sgt. Pepper’s Lonely Heart’s Club Band”, Pink Floyd “Dark Side of the Moon” e Cat Stevens “Tea for the Tillerman” que podem chegar a várias centenas de euros cada um.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:24

Entre 1982 e 1984, depois do sucesso enorme dos UHQR’s são lançadas 3 caixas também com edição limitada.

Em 1982 a caixa The Beatles “The Collection” com 13 LP’s Original Master Recording :




Esta caixa vendeu completamente logo no primeiro ano.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
TD124
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3925
Data de inscrição : 07/07/2010
Idade : 53
Localização : França

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:28

Jorge Ferreira escreveu:
... Stan Ricker foi o engenheiro de som do 5º título da Mofi que obteve os direitos para reeditar “Crime of the Century” dos Supertramp (de 1974), a primeira reedição audiófila de um álbum pop.
...

 Jorge !!!... estou a aprender muita coisa

Mas esse "Crime" tenho um amigo que o tém ... e nunca me convençeu, ora que ao contrario o "Dark" é fabuloso e não me importava de ter um exemplar !!!...

Obrigado 2cclzes

_________________
Il semble que la perfection soit atteinte, non quand il n'y a plus rien à ajouter mais quand il n'y a plus rien à retrancher... Antoine de Saint-Exupéry
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:31

TD124 escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
... Stan Ricker foi o engenheiro de som do 5º título da Mofi que obteve os direitos para reeditar “Crime of the Century” dos Supertramp (de 1974), a primeira reedição audiófila de um álbum pop.
...

 Jorge !!!... estou a aprender muita coisa

Mas esse "Crime" tenho um amigo que o tém ... e nunca me convençeu, ora que ao contrario o "Dark" é fabuloso e não me importava de ter um exemplar !!!...

Obrigado 2cclzes

Obrigado Paulo
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:33


Em 1983 é lançada a segunda caixa com 16 dos álbuns mais populares de Frank Sinatra.




Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:39


Em 1984 por fim a caixa The Rolling Stones com 11 LP’s :





Estas 3 caixas que já eram caras na altura,
actualmente podem atingir milhares de euros no mercado de usados se estiverem em excelente estado.

A partir desta altura ( 1983/84 ) a revolução digital começa a fazer-se sentir e a Mofi vira-se para o CD,
em 1987 para o CD Ultradisc dourado e em 1992 o CD Ultradisc II.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:47


Em 1994 a companhia volta aos discos de vinil, pois a procura começa a crescer aos poucos.
E assim introduz a série ANADISQ 200, half-speed mastered com o GAIN System desenvolvido no ano anterior.

Alguns destes títulos também já valorizaram bastante no Mercado de usados devido a serem edições limitadas e numeradas :


Em 1994 Belkin retirou-se e vendeu a empresa aos seus empregados.

Infelizmente o programa ANADISQ foi terminado em 1996, só voltariam a produzir vinil em 2004.

Entre 1997 e 1999 a Mofi está completamente virada para o digital que culmina com o GAIN 2 Hybrid SACD.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 19:55

Em 1999 o principal distribuidor da Mobile Fidelity declara falência,
a Mobile Fidelity vai também à falência por arrasto.

A Mobile Fidelity Sound Lab fecha as portas, enviando este E-Mail para os clientes :

November 19, 1999

Dear Friend,

It is with incredible sadness that Mobile Fidelity Sound Lab announces its closure after more than 22 years in business. This announcement was made today after extreme, but unsuccessful, efforts were made to overcome the financial blow dealt by the events leading up to the abrupt closure of M.S. Distributing's music division.

Mobile Fidelity has remained a small, fiercely independent audiophile label since its inception in 1977. The company was able to weather and withstand several economic and industry upheavals throughout the years. As you know, for the past three or four years, much of the high-end audio industry has suffered through a recession. Mobile Fidelity, once again, undertook the necessary measures to ride out the downturn - especially with the anxiously-awaited new SACDs and DVDs with video soon to be in the marketplace.

However, in September of 1999, the closure of M.S. Distributing's music division resulted in a substantial percentage of uncollectable receivables for MFSL, plus the inventory it represented. Without access to the funds or the availability of inventory for re-sale, the financial devastation was more than our small company could overcome. Therefore, as of November 19, 1999, the company that changed the way the world listened to music, itself has closed its doors.

Herb Belkin was a co-founder of Mobile Fidelity and a co-owner until his retirement nearly five years ago made this statement when contacted: "I am deeply saddened with the knowledge that the employee-owned Mobile Fidelity - which for so many years represented a major symbol of quality in the field of pre-recorded music - was in the end a victim of bigness and mediocrity. I, along with all audiophiles every - where will deeply miss the musical efforts of MoFi."

Herb and the loyal employees of Mobile Fidelity wish to thank all of our friends and supporters throughout the years. Without everyone's belief in our efforts to make the very best audio reproductions possible, our star wouldn't have shone so bright for so long. We offer our best wishes to those companies that remain and hope they survive this most challenging era of high-end audio.

We sincerely hope that our memory and legacy will continued to be enjoyed for many years to come through the hundreds of classic LPs, aluminum and gold CDs, and even cassettes, that Mobile Fidelity has lovingly remastered for the enjoyment of music lovers, and for ourselves. It was a wonderful ride while it lasted.


Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 20:05


Em 2001, Jim Davis da Music Direct de Chicago compra o que resta da Mobile Fidelity Sound Lab.

Uma equipa de veteranos da MFSL incluindo Stan Ricker ajudaram a colocar tudo em pé de novo.

Em 2002, Tim de Paravacini desenhou o GAIN 2 Ultra Analog LP cutting System.

A Mobile Fidelity recomeça em 2004 a reeditar em vinil a sua série normal com “Original Master Recording” na capa (das Master tapes analógicas originais), a 33rpm e a 45rpm :



Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 20:13

Em 2010, a Mofi lança a série Silver Label.

Os títulos desta série mais barata não são feitos a partir das Master tapes analógicas originais, mas sim da melhor fonte disponível.

Estes títulos não usam o banner “Original Master Recording” na capa, mas sim “Mobile Fidelity Sound Lab”.

Os primeiros dois títulos da série Silver Label foram dos Dead Can Dance :



Continua,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 20:19


Em 2016, a MFSL anuncia o ULTRADISC ONE-STEP (UD1S).

Após alguns meses de espera é lançado o primeiro título Santana "Abraxas", numa caixa de 2 LP's a 45rpm limitada a 2500 numeradas :





Estas caixas foram vendidas nos U.S.A. por $100 cada uma e esgotaram rapidamente ainda antes de sairem.

Vai ser mais um collector’s Item…

Esperemos que continue a fazer-se História…


Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
fredy
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4446
Data de inscrição : 08/02/2011
Idade : 56
Localização : Casal do Marco - Seixal

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 20:51

Olá

Excelente.
Fredie
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 22:39

fredy escreveu:
Olá

Excelente.
Fredie


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15366
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 23:38

Fantástico Jorge !!
Estou maravilhado com esse teu relato acerca da historia da MOFI.
Obrigado !!


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Dom Dez 11 2016, 23:42

Milton escreveu:
Fantástico Jorge !!
Estou maravilhado com esse teu relato acerca da historia da MOFI.
Obrigado !!


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15366
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 00:28

Jorge Ferreira escreveu:
Em 1977, Brad Miller criou a Mobile Fidelity Sound Lab com a ajuda preciosa de Gary Giorgi e Stan Ricker.

A Mobile Fidelity Sound Lab vai refinar o Half-speed mastering e fazer dele o seu principal argumento de venda.

Brevemente vão começar a produzir discos conhecidos como "Original Master Recording" half-speed mastered a partir das Master tapes analógicas originais sem compressão e com equalização mínima.


( Brad Miller faleceu em 1998 )

Os discos vão ser prensados no Japão pela JVC usando a sua formula proprietária SuperVinyl conhecida por uma maior durabilidade e um ruido de superfície muito baixo. Também é conhecido por ser transparente quando visto através de uma luz forte.

O SuperVinyl feito no Japão e utilizado pela Mobile Fidelity Sound Lab não tem comparação possível com o vinil corrente usado no final dos anos 70 nas fábricas dos estados unidos.

A proteção dos discos também foi aumentada com capas interiores anti-estáticas japonesas do género das ainda usadas hoje em dia e com capas exteriores de cartão grosso.


Continua,
Jorge Ferreira

Ainda que mal pergunte Jorge, há registro dos titulos que foram editados (pela Mofi e JVC) em Supervinyl ?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 12:27

Fantástico Jorge, que grande trabalheira que tu tivestes para nos podermos deleitar com esta fabulosa história.

O AAP e por consequência todos nós ficamos mais ricos.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milton
Membro AAP
avatar

Mensagens : 15366
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 57
Localização : Scalabicastro, naquele Jardim á beira, mal plantado

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 12:31

E eu descobri que até tenho um supervinyl e não sabia !

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 12:35

Milton escreveu:
E eu descobri que até tenho um supervinyl e não sabia !


Existem muitos com essa fantástica fórmula pois foi usado por várias marcas no mercado japonês. As edições da Kenwood fazem parte dessa restrita selecção.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
anibalpmm
Membro AAP
avatar

Mensagens : 9074
Data de inscrição : 05/03/2012
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 13:14

António José da Silva escreveu:
Milton escreveu:
E eu descobri que até tenho um supervinyl e não sabia !


Existem muitos com essa fantástica fórmula pois foi usado por várias marcas no mercado japonês. As edições da Kenwood fazem parte dessa restrita selecção.  
Eu tenho alguns da trio records, mas nem todos são transparentes (será q estes tb são super Vinyl?)


Tenho praticamente a certeza de que se trata da mesma formula. Se reparares, o ruído de fundo é praticamente inexistente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
António José da Silva
Membro AAP
avatar

Mensagens : 64952
Data de inscrição : 02/07/2010
Idade : 52
Localização : Quinta do Anjo

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 19:17

O nosso amigo Jorge fez a compilação de toda a história em pdf, e quem desejar fazer o download, encontra-se no primeiro post deste tópico.


Obrigado Jorge.

_________________
Digital Audio - Like Reassembling A Cow From Mince  


If what I'm hearing is colouration, then bring on the whole rainbow...


The essential thing is not knowledge, but character.
Joseph Le Conte
Voltar ao Topo Ir em baixo
Luis Filipe Goios
Membro AAP
avatar

Mensagens : 10499
Data de inscrição : 27/10/2010
Idade : 60
Localização : Lanhelas - Minho

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 20:55


Acabo de ver... aqui.
Obrigado Jorge.
Abraço
cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 21:07

Milton escreveu:
Jorge Ferreira escreveu:
Em 1977, Brad Miller criou a Mobile Fidelity Sound Lab com a ajuda preciosa de Gary Giorgi e Stan Ricker.

A Mobile Fidelity Sound Lab vai refinar o Half-speed mastering e fazer dele o seu principal argumento de venda.

Brevemente vão começar a produzir discos conhecidos como "Original Master Recording" half-speed mastered a partir das Master tapes analógicas originais sem compressão e com equalização mínima.


( Brad Miller faleceu em 1998 )

Os discos vão ser prensados no Japão pela JVC usando a sua formula proprietária SuperVinyl conhecida por uma maior durabilidade e um ruido de superfície muito baixo. Também é conhecido por ser transparente quando visto através de uma luz forte.

O SuperVinyl feito no Japão e utilizado pela Mobile Fidelity Sound Lab não tem comparação possível com o vinil corrente usado no final dos anos 70 nas fábricas dos estados unidos.

A proteção dos discos também foi aumentada com capas interiores anti-estáticas japonesas do género das ainda usadas hoje em dia e com capas exteriores de cartão grosso.


Continua,
Jorge Ferreira

Ainda que mal pergunte Jorge, há registro dos titulos que foram editados (pela Mofi e JVC) em Supervinyl ?

Todos os discos da Mofi anteriores a 1994 foram feitos no Japão pela JVC em SuperVinyl.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 21:23

O bom dos discos da Mofi não foi apenas o SuperVinyl da JVC.
Mas também o facto de terem sido prensados na fábrica da JVC em Yokohama (Mofi anteriores a 1994).

Esta fábrica tinha máquinas de prensar fabulosas com tolerâncias mínimas,
devido aos requisitos altamente exigentes para prensar os discos quadrifónicos da JVC (a partir de 1972).

Na verdade a própria formulação SuperVinyl foi criada pela JVC como requisito para a quadrifonia,
pois era preciso um vinyl mais rijo com maior durabilidade e com menos ruido.

Abraço,
Jorge
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Fernando Mota
Membro AAP
avatar

Mensagens : 1960
Data de inscrição : 31/12/2012
Idade : 43
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 12 2016, 22:44

Grande trabalho de apresentação da história desta empresa


2cclzes
Voltar ao Topo Ir em baixo
zaratustra
Membro AAP
avatar

Mensagens : 4764
Data de inscrição : 09/07/2010
Localização : Frossos, Albergaria-a-Velha

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Ter Dez 13 2016, 18:41

Bom trabalho, Jorge!
Um abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://zaratustrices.blogspot.com/
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Qua Dez 14 2016, 10:22

Fernando Mota escreveu:
Grande trabalho de apresentação da história desta empresa


2cclzes

zaratustra escreveu:
Bom trabalho, Jorge!
Um abraço.

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Qua Dez 14 2016, 11:07


O segundo título da série UD1S da Mofi deve sair em Março de 2017,
desta vez limitado a 3000 caixas Numeradas (de 2 LP's a 45rpm).

Este eu não posso deixar passar e ficar outra vez a ver navios...



Grande reedição para os Amantes do Jazz




Abraços,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
LRap77



Mensagens : 17
Data de inscrição : 29/10/2015

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Qui Dez 15 2016, 05:43

Bom dia, muito boa esta historia,

a Mobile Fidelity está cheia de força e estes novos UD1S valem mesmo a pena, comprei a box do Santana Abraxas UD1S cá mesmo em Portugal na única loja que o tinha (Vinyl Gourmet) e é um dos discos com melhor som que já ouvi.

agora vale 3 ou 4 vezes mais do que paguei!

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge Ferreira
Membro AAP
avatar

Mensagens : 3392
Data de inscrição : 05/11/2011
Idade : 50
Localização : Palmela

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Qui Dez 15 2016, 20:10

LRap77 escreveu:
Bom dia, muito boa esta historia,
a Mobile Fidelity está cheia de força e estes novos UD1S valem mesmo a pena, comprei a box do Santana Abraxas UD1S cá mesmo em Portugal na única loja que o tinha (Vinyl Gourmet) e é um dos discos com melhor som que já ouvi.
agora vale 3 ou 4 vezes mais do que paguei!
Cumprimentos

Thanks !!!


Eu passei o Santana "Abraxas",
porque achei que não ia ter clientes para dar cento e tal euros por mais uma reedição desse album.
Principalmente quando eu já tinha vendido antes, a muitos dos meus clientes, a já excelente reedição a 33rpm também da Mofi.

Mas o do Bill Evans vai ser outra conversa...

Abraço,
Jorge Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://farmvinyl.blogspot.pt
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5004
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 26 2016, 18:39

Jorge Ferreira escreveu:
Em Setembro de 1958, Brad Miller viajou por Wyoming, Colorado e Nebraska, gravando locomotivas enquanto vivia a comer hamburgers e a dormir no carro.

Tinha feito um upgrade no seu equipamento para um gravador de bobines Ampex 601-2 e um par de microfones Electro-Voice.


Em 1959 a viagem resultou no disco “Highball” (MF-4), o primeiro disco Stereo da Mobile Fidelity Records.

A revista High Fidelity louvou este lançamento.

Continua,
Jorge Ferreira

Esse Ampex são copia dos Akai.



Última edição por ducar em Seg Dez 26 2016, 18:51, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
ducar
Membro AAP
avatar

Mensagens : 5004
Data de inscrição : 11/11/2010

MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   Seg Dez 26 2016, 18:50

Jorge Ferreira escreveu:
Em 1977, Brad Miller criou a Mobile Fidelity Sound Lab com a ajuda preciosa de Gary Giorgi e Stan Ricker.

A Mobile Fidelity Sound Lab vai refinar o Half-speed mastering e fazer dele o seu principal argumento de venda.

Brevemente vão começar a produzir discos conhecidos como "Original Master Recording" half-speed mastered a partir das Master tapes analógicas originais sem compressão e com equalização mínima.


( Brad Miller faleceu em 1998 )

Os discos vão ser prensados no Japão pela JVC usando a sua formula proprietária SuperVinyl conhecida por uma maior durabilidade e um ruido de superfície muito baixo. Também é conhecido por ser transparente quando visto através de uma luz forte.

O SuperVinyl feito no Japão e utilizado pela Mobile Fidelity Sound Lab não tem comparação possível com o vinil corrente usado no final dos anos 70 nas fábricas dos estados unidos.

A proteção dos discos também foi aumentada com capas interiores anti-estáticas japonesas do género das ainda usadas hoje em dia e com capas exteriores de cartão grosso.


Continua,
Jorge Ferreira

Tenho por aqui alguns disquitos da Mobile Fidelity Sound Lab e JVC, são de facto fabulosos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fidelidade Móvel   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fidelidade Móvel
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» As 12 Colunas mais Importantes da História da Alta-fidelidade
» Alimentação Eléctrica no Contexto de Sistemas de Alta-fidelidade
» Receiver ou Rádio
» Acabo de comprar um novo pré, um Sansui CA-F1...
» Alta fidelidade 1969

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Áudio Analógico de Portugal :: Música Geral-
Ir para: